Abrir menu principal

Campeonato Mineiro de Futebol de 2018 - Módulo I

Campeonato Mineiro de 2018
Campeonato Mineiro Sicoob 2018
Dados
Participantes 12
Organização FMF
Anfitrião Minas Gerais
Período 17 de janeiro8 de abril
Gol(o)s 164
Partidas 76
Média 2,16 gol(o)s por partida
Campeão Cruzeiro
Vice-campeão Atlético Mineiro
Rebaixado(s) Democrata-GV
Uberlândia
Melhor ataque (fase inicial) Cruzeiro – 20 gols
Melhor defesa (fase inicial) Cruzeiro – 2 gols
Maior goleada
(diferença)
Tupi 7–1 Democrata-GV
Estádio HelenãoJuiz de Fora
11 de março, 11ª rodada
◄◄ Módulo I de 2017 Soccerball.svg Módulo I de 2019 ►►

O Campeonato Mineiro de Futebol de 2018 - Módulo I, oficialmente denominado como Campeonato Mineiro Sicoob 2018, foi a 104ª edição do campeonato estadual de Minas Gerais equivalente à elite. O torneio contou com a participação de 12 equipes e foi realizado entre os dias 17 de janeiro e 8 de abril.

RegulamentoEditar

Primeira faseEditar

O Módulo I é disputado por doze clubes em turno único. Todos os times jogam entre si uma única vez. Ao fim das onze rodadas, os oito primeiros colocados avançam para a fase final, enquanto os dois últimos são rebaixados para o Módulo II.[1][2]

O campeonato também indica os representantes do estado de Minas Gerais para o Campeonato Brasileiro da Série D de 2018. Os três melhores times que não estejam disputando a Série A, a Série B ou a Série C ganham as vagas, ou seja, seis equipes estarão disputando as três vagas no brasileiro da quarta divisão. Os quatro primeiros colocados na classificação geral disputarão a Copa do Brasil de 2019.

Critérios de desempateEditar

Caso haja empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempates serão aplicados na seguinte ordem:

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos
  7. Sorteio público na sede da FMF

Fase finalEditar

Será disputada uma fase eliminatória (conhecida como "mata-mata", com quartas-finais, semifinais e final), com confrontos de ida nas quartas finais e em ida e volta nas demais fases. O time de melhor campanha terá a vantagem de jogar em casa nas quartas de finais e também decide se terá o mando de campo no primeiro ou segundo jogo das fases subsequentes. O chaveamento é dado da seguinte forma: 1° melhor colocado x 8° melhor colocado, 2° melhor colocado x 7° melhor colocado, 3° melhor colocado x 6° melhor colocado e 4° melhor colocado x 5° melhor colocado.

Critérios de desempateEditar

Quartas de final

  1. Saldo de gols
  2. Penalidades

Semifinal e Final

  1. Saldo de gols
  2. Melhor campanha na primeira fase

Obs: o time de melhor campanha sempre decide em casa e joga com a vantagem de dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols.

ParticipantesEditar

TécnicosEditar

Equipe Técnico
América Mineiro   Enderson Moreira
Atlético Mineiro   Thiago Larghi
Boa Esporte   Sidney Moraes
Caldense   Roberto Fonseca
Cruzeiro   Mano Menezes
Democrata   Éder Bastos
Patrocinense   Wellington Fajardo
Tombense   Ramon Menezes
Tupi   Ricardo Leão
Uberlândia   Zé Teodoro
URT   Rodrigo Santana
Villa Nova   Ito Roque

EstádiosEditar

América Mineiro Atlético Mineiro Boa Esporte Caldense
Independência Independência Melão Ronaldão
Capacidade: 23 018 Capacidade: 23 018 Capacidade: 15 071 Capacidade: 7 600
       
Cruzeiro Democrata-GV
Estádio Mineirão Mamudão
Capacidade: 61 846 Capacidade: 8 674
   
Tombense Patrocinense
Antônio Guimarães de Almeida Pedro Alves do Nascimento
Capacidade: 3 050 Capacidade: 8 000
   
Tupi Uberlândia URT Villa Nova
Mario Helênio Parque do Sabiá Zama Maciel Castor Cifuentes
Capacidade: 31 863 Capacidade: 53 350 Capacidade: 4 858 Capacidade: 5 160
     

Primeira faseEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % DF Classificação ou rebaixamento
1   Cruzeiro 29 11 9 2 0 20 2 +18 88   Classificados à fase final
2   América Mineiro 21 11 6 3 2 14 8 +6 64  
3   Atlético Mineiro 18 11 5 3 3 14 7 +7 54  
4   Tupi 16 11 5 1 5 19 16 +3 48  2
5   Tombense 15 11 4 3 4 8 7 +1 45  1
6   URT 15 11 4 3 4 12 13 –1 45  2
7   Boa Esporte 14 11 4 2 5 5 9 –4 42  2
8   Patrocinense 13 11 3 4 4 13 14 –1 39  1
9   Caldense 13 11 3 4 4 9 12 –3 39  2
10   Villa Nova 11 11 3 2 6 12 16 –4 33  1
11   Democrata-GV 10 11 3 1 7 12 25 –13 30  1 Rebaixados para o Módulo II de 2019
12   Uberlândia 9 11 3 0 8 9 18 –9 27  

ConfrontosEditar

  AMG CAM BOA CAL CRU DGV PAT TOM TUP UEC URT VIL
América-MG 0–3 1–0 2–0 2–1 2–1 2–0
Atlético-MG 1–2 0–1 3–0 2–2 1–0
BOA 0–0 0–1 2–1 0–0 1–0
Caldense 0–1 0–0 0–2 0–0 2–1 1–1
Cruzeiro 1–0 3–0 2–0 4–0 3–0 1–0
Democrata GV 1–2 0–2 1–0 1–2 4–3
Patrocinense 1–1 1–1 2–1 1–1 2–0
Tombense 0–0 1–2 3–1 1–0 1–0 1–0
Tupi 1–1 1–0 2–1 7–1 3–0 2–5
Uberlândia 0–3 0–2 1–0 0–2 2–0
URT 1–1 0–1 2–0 1–0 0–2
Villa Nova-MG 1–1 1–0 0–1 1–1 3–1 3–2

DesempenhoEditar

Rodadas na liderançaEditar

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
CRU CAM CRU

Rodadas na lanternaEditar

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
TUP DGV UEC DGV UEC

Fase finalEditar

Em itálico, as equipes que jogarão pelo empate no resultado agregado, por ter melhor campanha na fase de grupos ou mandante nas quartas-finais. Em negrito as equipes que avançaram de fase.

Quartas-de-final Semifinais Final
 17 e 18 de março  21 a 25 de março  01 e 08 de abril
                                 
   Atlético Mineiro 1  
   URT 0  
     Atlético Mineiro 1 2 3  
     América Mineiro 0 0 0  
   América Mineiro 1
   Boa Esporte 0  
     Atlético Mineiro 3 0 3
     Cruzeiro 1 2 3
   Tupi (pen) 0 (4)  
   Tombense 0 (2)  
     Tupi 0 1 1
     Cruzeiro 1 2 3
   Cruzeiro 2
   Patrocinense 0

EstatísticasEditar

ArtilhariaEditar

Gols Jogador Time
6   Aylon   América Mineiro
  Ricardo Oliveira   Atlético Mineiro
5   Rafinha   Cruzeiro
  Renato Kayser   Tupi
  Thiago Neves   Cruzeiro
4   Ademir   Patrocinense
  Alê   Uberlândia
  Daniel Amorim   Tombense
  Fernando   Democrata-GV
  Felipinho   Villa Nova
3   De Arrascaeta   Cruzeiro
  Elias   Atlético Mineiro
  Felipe Alves   URT
  Rafael Sóbis   Cruzeiro
  Raniel   Cruzeiro
  Róger Guedes   Atlético Mineiro
  Victor Sallinas   URT
  Vitinho   Tupi
2   Anderson Rosa   Caldense
  Cazares   Atlético Mineiro
  Daniel Morais   Villa Nova
  Eduardo Ramos   URT
  Fábio Santos   Atlético Mineiro
  Giovanni   América Mineiro
  Genesis   Patrocinense
  Iury   Villa Nova
  João Vítor   Tupi
  Macena   URT
  Mancuello   Cruzeiro
  Marcelo Régis   Patrocinense
  Maxuell Samurai   Caldense
  Neílson   Caldense
  Patrick   Tupi
  Potita   Caldense
  Rafael Moura   América Mineiro
  Rafael Vítor   Villa Nova
  Romarinho   Democrata-GV
  Tchô   Tupi
1   Adílson   Atlético Mineiro
  Alyson   Boa Esporte
  Amaral   Boa Esporte
  Afonso   Tupi
  Ariel Cabral   Cruzeiro
  Bruninho   URT
  Christianno   Boa Esporte
  Capixaba   América Mineiro
  Carlão   Democrata-GV
  Cássio Ortega   Tombense
  Danilo Barcelos   Atlético Mineiro
  Deivison   Uberlândia
  Diego Borges   Patrocinense
  Diogo Orlando   URT
  Dudu   Villa Nova
  Eliomar   Uberlândia
  Everton   Tombense
  Ferron   Uberlândia
  Flávio   Tombense
  Fred   Cruzeiro
  Jarlan   Uberlândia
  Jefersom Berger   Patrocinense
  Jefão   Democrata-GV
  João Guilherme   Boa Esporte
  Jones   Democrata-GV
  Kayo Dias   Democrata-GV
  Léo Costa   Tupi
  Leomir   Patrocinense
  Leonardo Silva   Atlético Mineiro
  Luan   América Mineiro
  Luan   Atlético Mineiro
  Machado   Boa Esporte
  Marcelo Hermes   Cruzeiro
  Márcio Oliveira   Democrata-GV
  Mateus   Tupi
  Nilo   Patrocinense
  Norberto   América Mineiro
  Patrick Brey   Tupi
  Pinguim   Villa Nova
  Rafael Marques   Cruzeiro
  Reis   Tupi
  Robinho   Cruzeiro
  Rodrigo Dias   Tupi
  Rubens   Tombense
  Sassá   Cruzeiro
  Saulo   Uberlândia
  Serginho   América Mineiro

Maiores públicosEditar

Estes são os dez maiores públicos do Campeonato:

N.º Público[nota 1] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 45 624 Cruzeiro   2–1   Tupi Mineirão 25 de março Semifinal [3]
2 44 253 Cruzeiro   2–0   Atlético Mineiro Mineirão 8 de abril Final [3]
3 33 006 Cruzeiro   2–0   Tupi Mineirão 17 de janeiro [3]
4 28 615 Cruzeiro   1–0   América Mineiro Mineirão 4 de fevereiro [3]
5 20 305 Atlético Mineiro   3–1   Cruzeiro Independência 1 de abril Final [3]
6 20 109 Cruzeiro   4–0   Uberlândia Mineirão 24 de janeiro [3]
7 19 196 Cruzeiro   1–0   Villa Nova Mineirão 17 de fevereiro [3]
8 18 750 Atlético Mineiro   0–1   Cruzeiro Independência 4 de março [3]
9 17 599 Cruzeiro   3–1   URT Mineirão 7 de março 10ª [3]
10 16 944 Atlético Mineiro   2–2   SE Patrocinense Independência 28 de janeiro [3]

PremiaçãoEditar

Campeonato Mineiro de 2018
 
Cruzeiro
Campeão
(39º título)
Campeonato Mineiro do Interior de 2018
 
Tupi
Campeão
(6º título)

Classificação GeralEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
  Cruzeiro 41 16 13 2 1 28 9 +22 85 Campeão e classificado para a Copa do Brasil 2019
  Atlético Mineiro 30 16 9 3 4 21 10 +11 62 Vice-campeão e classificado para a Copa do Brasil 2019
  América Mineiro 24 14 7 3 4 15 11 +4 57 Eliminados nas semifinais e classificados para a Copa do Brasil 2019
  Tupi 17 14 5 2 7 20 19 +1 40
  Tombense 15 12 4 3 5 8 8 0 42 Eliminados nas quartas-finais
  URT 15 12 4 3 5 12 14 –2 42
  Boa Esporte 14 12 4 2 6 5 10 –5 38
  Patrocinense 13 12 3 4 5 13 16 –3 36
  Caldense 13 11 3 4 4 9 12 –3 39 Módulo I 2019
10º   Villa Nova 11 11 3 2 6 12 16 –4 33
11º   Democrata-GV 10 11 3 1 7 12 25 –13 30 Rebaixados para o
Módulo II 2019
12º   Uberlândia 9 11 3 0 8 9 18 –9 27

Referências

Ligações externasEditar

  1. Considera-se apenas o público pagante.