Abrir menu principal

Sassá (futebolista)

Futebolista brasileiro
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o futebolista brasileiro. Para a jogadora de voleibol, veja Sassá.

Luiz Ricardo Alves, mais conhecido como Sassá (Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 1994), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo Cruzeiro.

Sassá
Informações pessoais
Nome completo Luiz Ricardo Alves
Data de nasc. 11 de janeiro de 1994 (25 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,74 m[1]
Destro
Apelido Sassá, Sassálotelli
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 99
Posição Atacante
Clubes de juventude
2009–2011 Botafogo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2012–2017
2014
2014
2017–
Botafogo
Oeste (emp.)
Náutico (emp.)
Cruzeiro
00109 00(33)
00003 000(0)
00022 000(9)
00076 00(20)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 6 de novembro de 2019.

CarreiraEditar

Início no BotafogoEditar

Sassá estreou como profissional pelo Botafogo no dia 7 de julho de 2012, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro contra o Bahia. No mesmo dia, o alvinegro apresentou o craque holandês Clarence Seedorf.[2][3]

OesteEditar

No início de 2014, fora dos planos do Glorioso, foi emprestado ao Oeste de Itápolis para a disputa do Campeonato Paulista. Foi liberado após a desclassificação do clube. Pelo Oeste disputou 3 partidas.

NáuticoEditar

Foi repassado no mesmo ano para o Náutico, como parte de uma troca envolvendo o atacante Rogério.[4][5] Pelo clube pernambucano, marcou nove gols na Série B de 2014.[6]

Retorno ao BotafogoEditar

Em 2015, Sassá retornou de empréstimo para a disputa do Campeonato Carioca. Em fevereiro, renovou seu vínculo com o Glorioso até o final de 2016.[7] No dia 24 de outubro, o atacante marcou o primeiro hat-trick de sua carreira, contra o Náutico, seu ex-clube, em partida válida pela Série B.[8] No mesmo dia, se tornou o maior artilheiro da Arena Pernambuco, com 11 gols marcados no estádio.[9]

Passou o início da temporada de 2016 fora por conta de uma lesão sofrida ainda em novembro do ano anterior.[10] O retorno ao time só aconteceu em abril, em partida contra o Coruripe na Copa do Brasil, na qual fez o gol da classificação.[11] No dia 15 de junho, marcou um novo hat-trick, dessa vez contra o América Mineiro, em jogo válido pela Série A.[12] Ao final do ano, terminou o Brasileirão como principal artilheiro do Botafogo na competição, com 12 gols.[13]

Em 2017, foi afastado pelo clube após problemas extracampo e sequer foi inscrito para as primeiras fases da Copa Libertadores.[14] Contudo, após a classificação para a fase de grupos, Sassá foi reinscrito e voltou a integrar o time.[15] No clássico contra o Vasco da Gama, válido pelo Campeonato Carioca, entrou no 2.º tempo e completou 100 jogos com a camisa do Botafogo.[16]

Foi afastado definitivamente do elenco principal em maio, após, numa tentativa de renovação do contrato, pedir um valor considerado "absurdo" pelo presidente do clube.

CruzeiroEditar

No dia 6 de junho de 2017, acertou sua ida para o Cruzeiro numa troca envolvendo Marcos Vinícius. O Botafogo permanece com 50% dos direitos do atleta, assim como o Cruzeiro permanece com 50% de Marcos Vinícius.[17]

Em 16 de julho de 2017, Sassá marcou o primeiro gol com a camisa do Cruzeiro no empate contra o Flamengo por 1–1, no Mineirão.[18]

PolêmicasEditar

Artilheiro do Botafogo na temporada de 2016, Sassá viveu dias conturbados ao longo do ano. Após partida contra o Flamengo, válida pelo returno do Campeonato Brasileiro, o atacante teria entrado no vestiário do Maracanã aos gritos, muito irritado por ter participado apenas dos minutos finais do jogo e pelo gol perdido no último lance por Rodrigo Pimpão. No ato de raiva, atirou a camisa do Botafogo longe, atingindo um membro da comissão técnica.[19] Alguns dias depois, o jogador se envolveu em uma discussão com torcedores: depois do empate contra a Ponte Preta, alguns alvinegros protestaram contra a atuação de Victor Luis. O pai do lateral tomou as dores e iniciou uma discussão, que acabou envolvendo também seu filho e Sassá, que se irritou com as críticas e quase agrediu um torcedor. O atacante só foi contido graças a seguranças do clube.[20] Na última rodada da Série A, em duelo diante do Grêmio, mais confusão: no final do primeiro tempo, Sassá discutiu em campo com Airton e os dois receberam cartão amarelo, o que causou a expulsão do volante. Muito irritado com a situação, o técnico Jair Ventura bateu boca com o atacante e acabou por substitui-lo no intervalo.[21]

Nas redes sociais, o atacante também foi alvo de polêmicas. Em dezembro, publicou uma foto em seu perfil no Instagram segurando dois maços de dinheiro.[22] Após a repercussão negativa, o jogador se desculpou e excluiu a imagem.[23] Pouco tempo depois, tirou uma foto de pé no parapeito de um prédio com piscina.[24] Em janeiro de 2017, uma dia antes de ser vetado da lista de relacionados para Copa Libertadores, publicou uma foto enigmática de uma tempestade em um copo d'água e foi muito xingado por torcedores.[25] O atacante ainda se envolveu em outras situações extracampo controversas ao bater com o carro e se tornar figura marcada nas noitadas cariocas. No dia 27 de janeiro, véspera de uma partida contra o Nova Iguaçu, Sassá se apresentou ao clube dizendo não ter condições de treinar e, à noite, chegou à concentração com uma hora e meia de atraso.[14]

Logo na apresentação no Cruzeiro, Sassá disse que o Cruzeiro era outro nível, que iria brigar por títulos de maior expressão, e que era um clube grande. Fazendo referência ao seu ex-clube Botafogo, o que causou muita revolta e intriga entre os torcedores alvinegros, já que o Botafogo foi o clube que revelou o jogador.[26]

Na Copa do Brasil de 2018, foi punido com seis jogos de suspensão após agredir, com um soco no rosto, o atleta Mayke, do Palmeiras, o qual pertence ao Cruzeiro, pois está emprestado ao time paulista.

TítulosEditar

Referências

  1. «Site do Botafogo: Ficha Sassá». Site Oficial do Botafogo. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  2. «Com dois de Cidinho, Botafogo bate Bahia na apresentação de Seedorf». Estadão. 7 de julho de 2012. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  3. «Oswaldo 'quebra casca' do menino Sassá no Botafogo». Lance!. 11 de julho de 2012. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  4. «Botafogo empresta Jeferson Paulista e Sassá ao Oeste até o fim do ano». GloboEsporte.com. 10 de fevereiro de 2014. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  5. «Botafogo acerta com atacante do Náutico e cede Risso e Sassá». Lance!. 1 de julho de 2014. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  6. «Diretoria do Náutico planeja contar com Sassá em 2015: "Depende dele"». GloboEsporte.com. 4 de dezembro de 2014. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  7. «Sassá chega a acordo para renovação com o Bota por mais duas temporadas». GloboEsporte.com. 27 de fevereiro de 2015. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  8. «Sassá celebra três gols marcados e 'briga' para levar a bola para casa». UOL Esporte. 24 de outubro de 2015. Consultado em 26 de outubro de 2015 
  9. «Sassá vira artilheiro do Botafogo com os três no Náutico». O Globo. 24 de outubro de 2015. Consultado em 26 de outubro de 2015 
  10. «Confirmado: Sassá será operado e só volta em 6 meses. Navarro é desfalque». GloboEsporte.com. 5 de novembro de 2015. Consultado em 16 de junho de 2015 
  11. «Sassá se emociona com gol marcado na volta aos gramados». Terra Esportes. 29 de abril de 2016. Consultado em 16 de junho de 2015 
  12. «Sassá de baixo: atacante faz três, Bota respira e entrega lanterna para o América-MG». GloboEsporte.com. 15 de junho de 2016. Consultado em 15 de junho de 2016 
  13. «Brasileirão Série A – Artilharia». CBF. Consultado em 11 de dezembro de 2016 
  14. a b «Comportamento extracampo pesa, e Bota tira Sassá de lista da Libertadores». GloboEsporte.com. 30 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  15. «"Sassá tá de volta": perto do jogo 100, atacante dá camisa nas redes sociais». GloboEsporte.com. 16 de março de 2017. Consultado em 21 de março de 2017 
  16. «100 jogos e maturidade: Sassá admite e deixa erros no passado para retorno». Terra Esportes. 20 de março de 2017. Consultado em 21 de março de 2017 
  17. PEIXOTO, COSTA, DUARTE, BALTAR, LIMA, Eduardo, Felippe, Gabriel, Marcelo, Thiago (6 de junho de 2017). «Sassá acerta com Cruzeiro e já provoca o Galo; Botafogo recebe Marcos Vinícius.». Globo Esporte. Consultado em 6 de junho de 2017 
  18. «Cruzeiro 1–1 Flamengo». globoesporte.com. Consultado em 16 de julho de 2017 
  19. «Sassaricando: ostentação e surto em vestiário minam atacante do Botafogo». GloboEsporte.com. 13 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  20. «Clima esquenta, e Victor Luís e Sassá discutem com torcedores na Arena». GloboEsporte.com. 26 de novembro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  21. «Airton é expulso por briga com Sassá, e Jair se irrita com o atacante». GloboEsporte.com. 11 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  22. «Em rede social, Sassá posta foto segurando maços de dinheiro». GloboEsporte.com. 12 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  23. «Em MT, Sassá se desculpa por foto polêmica: "Resenha de vestiário"». GloboEsporte.com. 14 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  24. «Sassá segue na linha bad boy e posta foto em parapeito de prédio na Barra». Extra. 26 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  25. «Torcedores do Botafogo xingam Sassá na web após time cortá-lo de lista da Libertadores». Extra. 31 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de fevereiro de 2017 
  26. «"Time grande": Sassá chega empolgado ao Cruzeiro e diz não ter mágoa do Botafogo». 13 de junho de 2017. Consultado em 13 de junho de 2017 

Ligações externasEditar