Campeonato Mundial de Atletismo de 2022

18° Campeonato Mundial de Atletismo
World Athletics Championships Oregon 21

Eugene 2022
LogoWCHOregon22.PNG
Dados
Países participantes 192
Entidade responsável World Athletics, USTF
Sede Estados Unidos Eugene, EUA
Primeira edição Helsinque 1983
Atletas 1972
Eventos 49
Duração 15 a 24 de julho de 2022
Abertura oficial Douglas Emhoff
Estádio principal Hayward Field
Site oficial worldathletics.org/oregon22
◄◄ Doha 2019 IAAF flag (2017).svg Budapeste 2023 ►►

Campeonato Mundial de Atletismo de 2022 foi a 18ª edição do campeonato bienal do esporte, realizado entre 15 e 24 de julho no Estádio Hayward Field, em Eugene, Oregon, Estados Unidos.[1] Programado para ser realizado no verão de 2021, seguindo o período bienal entre os campeonatos anteriores, ele foi adiado para 2022 devido a pandemia de Covid-19, que provocou o cancelamento de todos os eventos de grande público de 2020.[2] Como os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foram adiados para 2021 e o campeonato é sempre realizado nos anos anteriores e posteriores aos Jogos, ele foi remarcado para 2022. O campeonato seguinte, programado para Budapeste em 2023, foi mantido para o mesmo ano, sendo a primeira vez que o Campeonato Mundial se realizará em anos consecutivos.[3]

Após a invasão da Ucrânia pela Rússia, a World Athletics, entidade máxima do esporte, baniu os atletas russos e bielorrussos de participarem da competição.[4] Pela primeira vez no Campeonato, prêmios por equipe foram outorgados, às três primeiras, baseado numa contagem de pontos conquistados por atletas em cada evento.[5]

Como equipe, os Estado Unidos venceram a competição realizada em seu território, com o maior número de medalhas numa única edição do Campeonato, 33, sendo 13 de ouro. Os países lusófonos conquistaram um total de três, duas para o Brasil – uma de ouro e uma de bronze – e uma para Portugal, ouro. Um total de 29 países tiveram um campeão mundial, o maior número desde a primeira edição do Campeonato em Helsinque 1983. Assistido por cerca de 150 mil espectadores em seus dez dias de duração, o evento viu o estabelecimento de três recordes mundiais e mais dez recordes do Campeonato. A peruana Kimberly García León foi a maior vencedora em provas individuais, com duas medalhas de ouro, único atleta a conseguir o feito; suas medalhas também foram as primeiras do Peru num Campeonato Mundial de Atletismo[6]. A prova de marcha de 35 km, ganha por ela no feminino, fez sua estreia no Campeonato Mundial, substituindo a antiga distância de 50 km.[7] A NBC, emissora oficial do evento, registrou a maior audiência televisiva da história do Campeonato, mais de 15 milhões de espectadores nos Estados Unidos.[6]

Escolha da sedeEditar

A escolha de Eugene como cidade-sede foi anunciada pela World Athletics em Pequim, em abril de 2015. A cidade foi anunciada pelo comitê diretor da entidade sem passar pelo tradicional processo de seleção de sedes candidatas, numa decisão unusual, mas já havia antes concorrido para sediar o Campeonato em 2019, perdendo para Doha, no Qatar.[8] A escolha de uma sede sem um processo seletivo de concorrência já havia acontecido antes na escolha de Osaka, no Japão, para a edição de 2007, já que ela era a única candidata.[9]

LocalEditar

O evento foi realizado em Hayward Field, o estádio de atletismo da Universidade do Oregon, no noroeste dos Estados Unidos. Construído em 1919 como estádio para futebol americano e com apenas seis raias de atletismo adicionadas em 1921, quando se iniciaram as competições do esporte,[10] ele homenageia com seu nome a Bill Hayward, técnico de atletismo da Universidade do Oregon por 44 anos e técnico das equipes de atletismo americanas nos Jogos Olímpicos de Londres 1908 a Los Angeles 1932.[11] Renovado para o evento, o estádio tem a capacidade de 30.000 espectadores sentados. Completamente modernizado entre 2019 e 2020, com as antigas arquibancadas e tribunas demolidas e reconstruídas, ele foi o palco das seletivas norte-americanas de atletismo para os Jogos de Tóquio 2021.[12]

 
Visão panorâmica do estádio completamente modernizado para o Mundial.

PrêmiosEditar

Esta edição do campeonato viu um aumento no valor dos prêmios individuais em dinheiro aos atletas, além do prêmio de US$100.000 dólares por um recorde mundial. O total em prêmios é de US$8.498.000, sendo dois milhões dele oriundos de multas pagas pela Federação Russa de Atletismo em violações por doping. [13] Os principais prêmios são:

Eventos individuais
  – US$70.000
  – US$35.000
  – US$22.000
4° lugar: US$16.000
5º lugar: US$11.000
6° lugar: US$7.000
7º lugar: US$6.000
8° lugar: US$5.000
Eventos por equipe
  – US$80.000
  – US$40.000
  – US$20.000
4° lugar: US$16.000
5º lugar: US$12.000
6° lugar: US$8.000
7º lugar: US$6.000
8° lugar: US$4.000

RecordesEditar

Recorde
Modalidade
Atleta
País
Marca
Anterior
 
400 m c/ barreiras
Sydney McLaughlin
 
50.68
52.16 – Doha 2019
 
100 m c/ barreiras
Tobi Amusan
 
12.12
12.28 – Daegu 2011
 
salto com vara
Armand Duplantis
 
6,21 m
6,05 m – Edmonton 2001
 
maratona M
Tamirat Tola
 
2:05:36
2:06:54 – Berlim 2009
 
maratona F
Gotytom Gebreslase
 
2:18:11
2:20:57 – Helsinque 2005
 
100 m
Shelly-Ann Fraser-Pryce
 
10.67
10.70 – Sevilha 1999
 
arremesso de peso
Ryan Crouser
 
22,94 m
22,91 m – Doha 2019
 
400 m c/ barreiras
Alison dos Santos
 
46.29
47.18 – Stuttgart 1993
 
lançamento de disco
Kristjan Ceh
 
71,13 m
70,17 – Helsinque 2005
 
3000 m c/ obstáculos
Norah Jeruto
 
8:53.02
8:57.84 – Doha 2019
 
200 m
Shericka Jackson
 
21.45
21.63 – Pequim 2008
 
Marcha 35 km F
Kimberly García León
 
2:39:16
 
Marcha 35 km M
Massimo Stano
 
2:23:14

  = recorde mundial     = recorde do Campeonato Mundial

Quadro de medalhasEditar

Posição País Ouro Prata Bronze Total
1   Estados Unidos
13
9
11
33
2   Etiópia
4
4
2
10
3   Jamaica
2
7
1
10
4   Quênia
2
5
3
10
5   China
2
1
3
6
6   Austrália
2
1
3
7   Peru
2
2
8   Polônia
1
3
4
9   Canadá
1
2
1
4
  Japão
1
2
1
4
11   Grã-Bretanha
1
1
5
7
12   Noruega
1
1
1
3
13   Granada
1
1
2
  Nigéria
1
1
2
  República Dominicana
1
1
2
16   Bélgica
1
2
3
  Suécia
1
2
3
  Uganda
1
2
3
19   Alemanha
1
1
2
  Brasil
1
1
2
  Itália
1
1
2
22   Bahamas
1
1
  Catar
1
1
  Cazaquistão
1
1
  Eslovênia
1
1
  França
1
1
  Marrocos
1
1
  Portugal
1
1
  Venezuela
1
1
30   Países Baixos
3
1
4
31   Lituânia
1
1
2
  Ucrânia
1
1
2
33   Argélia
1
1
  Burkina Faso
1
1
  Croácia
1
1
  Coreia do Sul
1
1
  Grécia
1
1
  Índia
1
1
39   Espanha
2
2
40   Barbados
1
1
  Filipinas
1
1
  Israel
1
1
  Porto Rico
1
1
  República Tcheca
1
1
  Suíça
1
1

MedalhistasEditar

MasculinoEditar

 
O brasileiro Alison dos Santos corre para o ouro nos 400 m c/ barreiras
 
O britânico Jake Wightman vence os 1500 m derrotando o campeão olímpico norueguês Jakob Ingebrigtsen.
 
Os medalhistas do arremesso de peso; os norte-americanos conquistaram todos os lugares do pódio.
 
Noah Lyles, norte-americano campeão dos 200 m rasos.
 
Katie Nageotte comemora com o público sua medalha de ouro no salto com vara.
 
Tobi Amusan, da Nigéria, campeã e recordista mundial dos 100 m c/ barreiras.
 
Shelly-Ann Fraser-Pryce, pentacampeã mundial dos 100m rasos em Eugene 2022.
 
Final dos 5000 m femininos.
Evento Ouro Prata Bronze
100 m
detalhes
Fred Kerley
  Estados Unidos
9.86 Marvin Bracy
  Estados Unidos
9.88 Trayvon Brommell
  Estados Unidos
9.88
200 m
detalhes
Noah Lyles
  Estados Unidos
19.31 Kenneth Bednarek
  Estados Unidos
19.77 Erriyon Knighton
  Estados Unidos
19.80
400 m
detalhes
Michael Norman
  Estados Unidos
44.29 Kirani James
  Estados Unidos
44.48 Matthew Hudson-Smith
  Estados Unidos
44.66
800 m
detalhes
Emmanuel Korir
  Quênia
1:43.71 Djamel Sedjati
  Argélia
1:44.14 Marco Arop
  Canadá
1:44.28
1500 m
detalhes
Jake Wightman
  Grã-Bretanha
3:29.23 Jakob Ingebrigtsen
  Noruega
3:29.47 Mohamed Katir
  Espanha
3:29.90
5000 m
detalhes
Jakob Ingebrigtsen
  Noruega
13:09.24 Jacob Krop
  Quênia
13:09.98 Oscar Chelimo
  Uganda
13:10.20
10000 m
detalhes
Joshua Cheptegei
  Uganda
27:27.4 Stanley Mburu
  Quênia
27:27.90 Jacob Kiplimo
  Uganda
27:27.97
Maratona
detalhes
Tamirat Tola
  Etiópia
2:05:36   Mosinet Geremew
  Etiópia
2:06:44 Bashir Abdi
  Bélgica
2:06:48
110 m c/ barreiras
detalhes
Grant Holloway
  Estados Unidos
13.03 Trey Cunningham
  Estados Unidos
13.08 Asier Martinez
  Espanha
13.17
400 m c/ barreiras
detalhes
Alison dos Santos
  Brasil
46.29   Rai Benjamin
  Estados Unidos
46.89 Trevor Bassitt
  Estados Unidos
47.39
3000 m c/ obstáculos
detalhes
Soufiane El Bakkali
  Marrocos
8:25.13 Lamesha Girma
  Etiópia
8:26.01 Conseslus Kipruto
  Quênia
8:27.92
Marcha 20 km
detalhes
Toshikazu Yamanishi
  Japão
1:19:07 Koki Ikeda
  Japão
1:19:14 Perseus Karlström
  Suécia
1:19:18
Marcha 35 km
detalhes
Massimo Stano
  Itália
2:23:14   Masatora Kawano
  Japão
2:23:15 Perseus Karlström
  Suécia
2:23:44
4x100 m
detalhes
  Canadá
Aaron Brown
Jerome Blake
Brendon Rodney
Andre De Grasse
37.48   Estados Unidos
Christian Coleman
Noah Lyles
Elijah Hall
Marvin Bracy
37.55   Grã-Bretanha
Jona Efoloko
Zharnel Hughes
Nethaneel Mitchell-Blake
Reece Prescod
37.83
4x400 m
detalhes
  Estados Unidos
Elija Godwin
Michael Norman
Bryce Deadmon
Champion Allison
2:56.17   Jamaica
Akeem Bloomfield
Nathon Allen
Jevaughn Powell
Christopher Taylor
2:58.58   Bélgica
Dylan Borlée
Julien Waltrin
Alexander Doom
Kevin Borlée
2:58.72
Salto com vara
detalhes
Armand Duplantis
  Suécia
6,21 m    Christopher Nilsen
  Estados Unidos
5,94 m Ernest John Obiena
  Filipinas
5,94 m
Salto em distância
detalhes
Wang Jianan
  China
8,36 m Miltiadis Tentoglou
  Grécia
8,32 m Simon Ehammer
  Suíça
8,16 m
Salto triplo
detalhes
Pedro Pichardo
  Portugal
17,95 m Hugues Fabrice Zango
  Burkina Faso
17.55 m Zhu Yaming
  China
17.31 m
Salto em altura
detalhes
Mutaz Essa Barshim
  Catar
2,37 m Sanghyeok Woo
  Coreia do Sul
2,35 m Andriy Protsenko
  Ucrânia
2,33 m
Arremesso de peso
detalhes
Ryan Crouser
  Estados Unidos
22,94 m   Joe Kovacs
  Estados Unidos
22,89 m Josh Awotunde
  Estados Unidos
22,29 m
Lançamento de disco
detalhes
Kristjan Ceh
  Eslovênia
71,13 m   Mykolas Alekna
  Lituânia
69,27 m Andrius Gudzius
  Lituânia
67,55 m
Lançamento de martelo
detalhes
Pawel Fajdek
  Polônia
81,98 m Wojciech Nowicki
  Polónia
81,03 m Eivind Enriksen
  Noruega
80,87 m
Lançamento de dardo
detalhes
Anderson Peters
  Granada
90.54 m Neeraj Chopra
  Índia
88.13 m Jakub Vadlejch
  República Tcheca
88.09 m
Decatlo
detalhes
Kevin Mayer
  França
8816 pts Pierce Lepage
  Canadá
8701 pts Zachery Ziemek
  Estados Unidos
8676 pts

FemininoEditar

Evento Ouro Prata Bronze
100 m
detalhes
Shelly-Ann Fraser-Pryce
  Jamaica
10.67   Shericka Jackson
  Jamaica
10.73 Elaine Thompson-Herah
  Jamaica
10.81
200 m
detalhes
Shericka Jackson
  Jamaica
21.45   Shelly-Ann Fraser-Pryce
  Jamaica
21.81 Dina Asher-Smith
  Grã-Bretanha
22.02
400 m
detalhes
Shaunae Miller-Uibo
  Bahamas
49.11 Marileidy Paulino
  República Dominicana
49.60 Sada Williams
  Barbados
49.75
800 m
detalhes
Athing Mu
  Estados Unidos
1:56.30 Keely Hodkingson
  Grã-Bretanha
1:56.38 Mary Moraa
  Grã-Bretanha
1:56.71
1500 m
detalhes
Faith Kipyegon
  Quênia
3:52.96 Gudaf Tsegay
  Etiópia
3:54:52 Laura Muir
  Reino Unido
3:55:28
5000 m
detalhes
Gudaf Tsegay
  Etiópia
14:46.29 Beatrice Chebet
  Quênia
14:46.75 Dawit Seyaum
  Quênia
14:47.36
10000 m
detalhes
Letesenbet Gidey
  Etiópia
30:09.9 Hellen Obiri
  Quênia
30:10.02 Margareh Kipkemboi
  Quênia
30:10.07
Maratona
detalhes
Gotytom Gebreslase
  Etiópia
2:18:11   Judith Korir
  Quênia
2:18:20 Lonah Salpeter
  Israel
2:20:18
100 m c/ barreiras
detalhes
Tobi Amusan
  Nigéria
12.06 (1) Britany Anderson
  Jamaica
12.23 Jasmine Camacho-Quinn
  Porto Rico
12.23
400 m c/ barreiras
detalhes
Sydney McLaughlin
  Estados Unidos
50.68   Femke Bol
  Países Baixos
52.27 Dalilah Muhammad
  Estados Unidos
53.13
3000 m c/ obstáculos
detalhes
Norah Jeruto
  Cazaquistão
8:53.02   Werkuha Getachew
  Etiópia
8:54.61 Mekides Abebe
  Etiópia
8:56.08
Marcha 20 km
detalhes
Kimberly García León
  Peru
1:26:58 Katarzyna Zdzieblo
  Polônia
1:27:31 Shijie Qieyang
  China
1:27:56
Marcha 35 km
detalhes
Kimberly García León
  Peru
2:39:16   Katarzyna Zdzieblo
  Polônia
2:40:03 Shijie Qieyang
  China
2:41:58
4x100 m
detalhes
  Estados Unidos
Melissa Jefferson
Abby Steiner
Jenna Prandini
Twanisha Terry
41.14   Jamaica
Kemba Nelson
Elaine Thompson
Shelly-Ann Fraser-Pryce
Shericka Jackson
41.18   Alemanha
Tatjana Pinto
Alexandra Burghardt
Gina Lückenkemper
Rebekka Haase
42.03
4x400 m
detalhes
  Estados Unidos
Talitha Diggs
Abby Steiner
Britton Wilson
Sydney McLaughlin
3:17.79   Jamaica
Candice McLeod
Janieve Russell
Stephenie Ann McPherson
Charokee Young
3:20.74   Reino Unido
Victoria Ohuruogu
Nicole Yeargin
Jessie Knight
Laviai Nielsen
3:22.64
Salto com vara
detalhes
Katie Nageotte
  Estados Unidos
4,85 m Sandi Morris
  Estados Unidos
4,85 m Nina Kennedy
  Austrália
4,80 m
Salto em distância
detalhes
Malaika Mihambo
  Alemanha
7,12 m Ese Brume
  Nigéria
7,02 m Letícia Oro Melo
  Brasil
6,89 m
Salto triplo
detalhes
Yulimar Rojas
  Venezuela
15,47 m Shanieka Ricketts
  Jamaica
14,89 m Tori Franklin
  Estados Unidos
14,72 m
Salto em altura
detalhes
Eleanor Patterson
  Austrália
2,02 m Yaroslava Mahuchikh
  Ucrânia
2,02 m Elena Vallortigara
  Itália
2,00 m
Arremesso de peso
detalhes
Chase Ealey
  Estados Unidos
20,49 m Gong Lijiao
  China
20,39 m Jessica Schilder
  Países Baixos
19,77 m
Lançamento de disco
detalhes
Bin Feng
  China
69.12 m Sandra Perkovic
  Croácia
68.45 m Valarie Allman
  Estados Unidos
68.30 m
Lançamento de martelo
detalhes
Brooke Andersen
  Estados Unidos
78,96 m Camryn Rogers
  Canadá
75,52 m Janee Kassanavoid
  Estados Unidos
74,86 m
Lançamento de dardo
detalhes
Kelsey-Lee Barber
  Austrália
66.91 m Kara Winger
  Estados Unidos
64.05 m Haruka Kitaguchi
  Estados Unidos
63.27 m
Heptatlo
detalhes
Nafissatou Thiam
  Bélgica
6947 pts Anouk Vetter
  Países Baixos
6867 pts Anna Hall
  Estados Unidos
6755 pts

(1) A marca de 12.06 da nigeriana Amusan foi a mais rápida da história para os 100 m com barreiras. Porém, como foi conseguida com a velocidade do vento de +2m/s a favor, não pode ser registrada como marca oficial nem como recorde, seja mundial ou do Campeonato Mundial, pelas regras da World Athletics. Na semifinal, ela já havia estabelecido nova marca mundial – 12.12 – com vento inferior ao máximo permitido, válida, e essa marca é o novo recorde mundial para a prova.[14]

MistoEditar

Evento Ouro Prata Bronze
4x400 m
detalhes
  República Dominicana
Lidio Feliz
Marileidy Paulino
Alexander Ogando
Fiordaliza Cofil
3:09.82   Países Baixos
Liemarvin Bonevacia
Lieke Klaver
Tony van Diepen
Femke Bol
3:09.90   Estados Unidos
Elija Godwin
Allyson Felix
Vernon Norwood
Kennedy Simon
3:10.16

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Dates confirmed for World Athletics Championships Oregon 2022». worldathletics.org. Consultado em 9 julho 2021 
  2. «Coe suggests world athletics championships could slip to 2022». Reuters (em inglês). Consultado em 9 julho 2021 
  3. Duncan Mackay. «Budapest officially awarded 2023 IAAF World Championships». insidethegames.biz. Consultado em 10 julho 2021 
  4. «Russian athletes excluded from Oregon22 World Athletics Championships» 
  5. Geoff Berkeley. «WCH Oregon22 announces first ever Team Trophies at World Championships». Insidethegames.com. Consultado em 18 julho 2022 
  6. a b «Record number of countries win gold at World Athletics Championships Oregon22». World Athletics. Consultado em 25 julho 2022 
  7. Mike Rowbottom. «Peru's Garcia Leon completes race walk double as she wins inaugural World Championship 35km event». Insidethegames. Consultado em 25 julho 2022 
  8. «Eugene, Oregon awarded 2021 Worlds without bidding process». BBC Sport. Consultado em 10 julho 2021 
  9. «Osaka to host Worlds». BBC Sport. Consultado em 10 julho 2021 
  10. «History». University of Oregon Library. Consultado em 10 julho 2021 
  11. «Pages out of time». Eugene Register-Guard. Consultado em 10 julho 2021 
  12. «2020 U.S. OLYMPIC TEAM TRIALS - TRACK & FIELD». usatf.org. Consultado em 10 de julho de 2021 
  13. «TDK and World Athletics to support world record programme in Oregon». IAAF. Consultado em 18 julho 2022 
  14. «World Athletics Championships: Nigeria's Amusan obliterates women's 100m hurdles record, takes gold in just 12.06 seconds». South China Morning Post. Consultado em 25 julho 2022