Abrir menu principal

Campeonato Mundial de Atletismo de 1999

(Redirecionado de Sevilha 1999)
7.° Campeonato Mundial de Atletismo
Campeonato del Mundo de Atletismo

Sevilha 1999
Logo sevilha 1999.jpg
Dados
Países participantes 201
Entidade responsável IAAF
Sede Espanha Sevilha, Espanha
Primeira edição Helsinque 1983
Atletas 1821
Duração 20 a 29 de agosto de 1999
Abertura oficial Rei Juan Carlos
Estádio principal Estádio de La Cartuja
Site oficial IAAF – Sevilha 1999
◄◄ Atenas 1997 {{{evento}}} Edmonton 2001 ►►

Campeonato Mundial de Atletismo de 1999 foi a sétima edição do campeonato mundial do esporte, realizada na cidade de Sevilla, Espanha. As competições se realizaram no Estádio Olímpico de La Cartuja entre os dias 20 e 29 de agosto.[1]

Esta edição viu a introdução de duas novas modalidades para as mulheres, o lançamento do martelo e o salto com vara, até então não disputados em torneios globais. No segundo, o recorde mundial foi igualado pela norte-americana Stacy Dragila,[2] que seria campeã olímpica em Sydney 2000, também a primeira vez que a prova foi disputada em Olimpíadas.[3] A marcha de 20 km feminina também foi disputada pela primeira vez, dobrando a distância em que até então era disputada e que seria a distância padrão para esta prova dali pra frente; o tempo da vencedora passou a ser o recorde do campeonato. Um dos fatos mais notáveis foi a quebra do recorde mundial dos 400 m rasos pelo norte-americano Michael Johnson. Outro destaque foi a primeira – e única até hoje – medalha de ouro conquistada pela Coreia do Norte numa competição internacional de atletismo, com a vitória de Jong Song-ok na maratona feminina.[4] A competição, de alto nível técnico, também viu a quebra de nove recordes do campeonato.

A equipe brasileira teve sua melhor participação em Mundiais, ganhando três medalhas, duas de prata e uma de bronze; a medalha de bronze, a do revezamento 4x100 m masculino, porém só foi oficialmente outorgada seis anos depois, após e desclassificação do time da Nigéria, terceiro colocado na época, quando um dos integrantes falhou no exame antidoping feito meses depois da edição.[5] Moçambique também ganhou uma medalha de prata, com Maria Mutola nos 800 metros.

LocalEditar

As competições foram realizadas no Estádio de La Cartuja, também conhecido como "Estádio Olímpico de Sevilha", situado na Isla de La Cartuja, em Sevilha, Espanha. Com capacidade para 60 mil espectadores, ele foi construído especialmente para a competição, sendo inaugurado alguns meses antes dela. Estádio de categoria 4 estrelas da UEFA, [6]ele já foi palco de finais da Copa da UEFA, da Copa Davis e de grandes concertos de Madonna, AC/DC e U2 entre outros.[7][8][9]

 
Vista externa de La Cartuja

.

RecordesEditar

Um recorde mundial foi quebrado, um igualado e nove novos recordes do campeonato estabelecidos.

Recorde
Modalidade
Atleta
País
Marca
Anterior
 
400 m rasos
Michael Johnson
 
43.18
43.29 (1988)
=  
salto com vara
Stacy Dragila
 
4,60 m
4,60 m (1999)
 
100 m rasos
Maurice Greene
 
9.80
9.86 – Atenas 1997
 
1500 m
Hicham El Guerrouj
 
3:27.65
3:32.84 – Tóquio 1991
 
5000 m
Salah Hissou
 
12:58.13
13:02.75 – Stuttgart 1993
 
salto com vara
Maksim Tarasov
 
6,02 m
6,01 m – Atenas 1997
 
lançamento de disco
Anthony Washington
 
69,08 m
68,76 m – Gotemburgo 1995
 
100 m rasos
Marion Jones
 
10.70
10.76 – Sevilha 1999 (1)
 
5000 m
Gabriela Szabo
 
14:41.8
14:46.4 – Gotemburgo 1995
 
10000 metros
Gete Wami
 
30:24.5
30:49.3 – Stuttgart 1993
 
Marcha de 20 km feminina
Liu Hongyu
 
1:30:50
disputada pela primeira vez

(1) Jones já havia estabelecido novo recorde do campeonato durante as semifinais. O tempo de 10.70 foi conseguido na final.

Quadro de medalhasEditar

Posição País Ouro Prata Bronze Total
1   Estados Unidos 10 3 4 17
2   Rússia 5 4 3 10
3   Alemanha 4 4 4 12
4   Grécia 2 2 2 6
5   Marrocos 2 2 1 5
6   Cuba 2 2 4
  Itália 2 2 4
8   Espanha 2 1 1 4
9   Etiópia 2 3 5
10   Romênia 2 2 4
11   República Tcheca 2 1 3
12   Grã-Bretanha 1 4 2 7
13   Quênia 1 4 1 6
14   França 1 2 3
15   Austrália 1 1 2 4
  Ucrânia 1 1 2 4
17   China 1 1 2
18   Bahamas 1 1
  Coreia do Norte 1 1
  Dinamarca 1 1
  Finlândia 1 1
  Polônia 1 1
23   Jamaica 2 4 6
24   Brasil 2 1 3
25   Canadá 2 2
26   África do Sul 1 1 2
  Japão 1 1 2
  Nigéria 1 1 2
29   Bulgária 1 1
  Equador 1 1
  Hungria 1 1
  Moçambique 1 1
33   México 2 2
34   Argélia 1 1
  Bélgica 1 1
  Eslovênia 1 1
  Israel 1 1
  Noruega 1 1
  Samoa Americana 1 1
  Síria 1 1
  Suécia 1 1
  Suíça 1 1

MedalhistasEditar

MasculinoEditar

Evento Ouro Prata Bronze
100 m
Maurice Greene
  Estados Unidos
9.80 Bruny Surin
  Canadá
9.84 Dwain Chambers
  Grã-Bretanha
9.97
200 m
Maurice Greene
  Estados Unidos
19.90   Claudinei Quirino
  Brasil
20.00 Francis Obikwelu
  Nigéria
20.10
400 m
Michael Johnson
  Estados Unidos
43.18   Sanderlei Parrela
  Brasil
44.29 Alejandro Cárdenas
  México
44.31
800 m
Wilson Kipketer
  Dinamarca
1:43.30 Hezekiél Sepeng
  África do Sul
1:43.32 Djabir Saïd-Guerni
  Argélia
1:44.18
1500 m
Hicham El Guerrouj
  Marrocos
3:27.65   Noah Ngeny
  Quênia
3:28.73 Reyes Estévez
  Espanha
3:30.57
5000 m
Salah Hissou
  Marrocos
12:58.13   Benjamin Limo
  Quênia
12:58.72 Mohammed Mourhit
  Bélgica
12:58.80
10000 m
Haile Gebrselassie
  Etiópia
27:57.27 Paul Tergat
  Quênia
27:58.56 Assefa Mezgebu
  Etiópia
27:59.15
Maratona
Abel Antón
  Espanha
2:13:36 Vincenzo Modica
  Itália
2:14:03 Nobuyuki Sato
  Japão
2:14:07
110 m c/ barreiras
Colin Jackson
  Grã-Bretanha
13.04 Anier García
  Cuba
13.07 Duane Ross
  Estados Unidos
13.12
400 m c/ barreiras
Fabrizio Mori
  Itália
47.72 Stéphane Diagana
  França
48.12 Marcel Schelbert
  Suíça
48.13
3000 m c/ obstáculos
Christopher Koskei
  Quênia
8:11.76 Wilson Boit Kipketer
  Quênia
8:12.09 Ali Ezzine
  Marrocos
8:12.73
marcha 20 km
Ilya Markov
  Rússia
1:23:34 Jefferson Pérez
  Equador
1:24:19 Daniel García
  México
1:24:31
marcha 50 km (1)
Ivano Brugnetti
  Itália
3:47:54 Nikolay Matyukhin
  Rússia
3:48:18 Curt Clausen
  Estados Unidos
3:50:55
4x100 m (2)
  Estados Unidos
Jon Drummond
Tim Montgomery
Brian Lewis
Maurice Greene
37.59   Grã-Bretanha
Jason Gardener
Darren Campbell
Marlon Devonish
Dwain Chambers
37.73   Brasil
Claudinei Quirino
Édson Ribeiro
Raphael de Oliveira
André Domingos
38.05
4x400 m (3)
  Polônia
Robert Maćkowiak
Jacek Bocian
Piotr Haczek
Tomasz Czubak
2:58.91   Jamaica
Michael McDonald
Greg Haughton
Danny McFarlane
Davian Clarke
2:59.34   África do Sul
Jopie van Oudtshoorn
Hendrick Mokganyetsi
Adriaan Botha
Arnaud Malherbe
3:00.20
Salto em distância
Iván Pedroso
  Cuba
8,56 m Yago Lamela
  Espanha
8,40 m Gregor Cankar
  Eslovênia
8,36 m
Salto triplo
Charles Friedek
  Alemanha
17,59 m Rostislav Dimitrov
  Bulgária
17,49 m Jonathan Edwards
  Grã-Bretanha
17,48 m
Salto em altura
Vyacheslav Voronin
  Rússia
2,37 m Mark Boswell
  Canadá
2,35 m Martin Buß
  Alemanha
2,32 m
Salto com vara
Maksim Tarasov
  Rússia
6,02 m   Dmitri Markov
  Austrália
5,90 m Aleksandr Averbukh
  Israel
5,80 m
Arremesso de peso
C.J. Hunter
  Estados Unidos
21,79 m Oliver-Sven Buder
  Alemanha
21,42 m Oleksandr Bagach
  Ucrânia
21,26 m
Lançamento de disco
Anthony Washington
  Estados Unidos
69,08 m   Jürgen Schult
  Alemanha
68,18 m Lars Riedel
  Alemanha
68,09 m
Lançamento de martelo
Karsten Kobs
  Alemanha
80,24 m Zsolt Németh
  Hungria
79,05 m Vladislav Piskunov
  Ucrânia
79,03 m
Lançamento de dardo
Aki Parviainen
  Finlândia
89,52 m Konstadinós Gatsioúdis
  Grécia
89,18 m Jan Železný
  República Tcheca
87,67 m
Decatlo
Tomáš Dvořák
  República Tcheca
8744 pts Dean Macey
  Grã-Bretanha
8556 pts Chris Huffins
  Estados Unidos
8547 pts

(1) German Skurygin da Rússia ganhou originalmente a medalha de ouro nos 50 km marcha com 3:44:23 h, mas acabaria por ser desqualificado depois de ter acusado um teste antidopagem positivo, em novembro de 2001. O italiano Ivano Brugnetti herdou o ouro.
(2) A Nigéria obteve originalmente a medalha de bronze com 37.91, mas foi desqualificada em agosto de 2005, depois de um de seus integrantes ter falhado um teste antidopagem em junho de 1999. O Brasil herdou o bronze.
(3) Os Estados Unidos ganharam originalmente a medalha de ouro com 2:56.45 mas foram desqualificados em 2008 depois de um de seus atletas – Antonio Pettigrew – ter admitido o uso de HGH e EPO entre 1997 e 2003. A Polônia herdou o ouro.

FemininoEditar

Evento Ouro Prata Bronze
100 m
Marion Jones
  Estados Unidos
10.70   Inger Miller
  Estados Unidos
10.79 Ekaterini Thanou
  Grécia
10.84
200 m
Inger Miller
  Estados Unidos
21.77 Beverly McDonald
  Jamaica
22.22 Merlene Frazer
  Jamaica
Andrea Philipp
  Alemanha
22.26
400 m
Cathy Freeman
  Austrália
49.67 Anja Rücker
  Jamaica
49.74 Lorraine Graham
  Jamaica
49.92
800 m
Ludmila Formanová
  República Tcheca
1:56.68 Maria Mutola
  Moçambique
1:56.72 Svetlana Masterkova
  Rússia
1:56.93
1500 m
Svetlana Masterkova
  Rússia
3:59.53 Regina Jacobs
  Estados Unidos
4:00.35 Kutre Dulecha
  Etiópia
4:00.96
5000 m
Gabriela Szabo
  Romênia
14:41.82   Zahra Ouaziz
  Marrocos
14:43.15 Ayelech Worku
  Etiópia
14:44.22
10000 m
Gete Wami
  Etiópia
30:24.56   Paula Radcliffe
  Grã-Bretanha
30:27.13 Tegla Loroupe
  Quênia
30:32.03
Maratona
Jong Song-ok
  Coreia do Norte
2:26:59 Ari Ichihashi
  Japão
2:27:02 Lidia Simon
  Romênia
2:27:41
100 m c/ barreiras
Gail Devers
  Estados Unidos
12.37 Glory Alozie
  Nigéria
12.44 Ludmila Engquist
  Suécia
12.47
400 m c/ barreiras
Daimí Pernía
  Cuba
52.89 Nezha Bidouane
  Marrocos
52.90 Deon Hemmings
  Jamaica
53.16
marcha 20 km
Liu Hongyu
  China
1:30:50   Wang Yan
  China
1:30:50 Kerry Saxby
  Austrália
1:30:50
4x100 m
  Bahamas
Savatheda Fynes
Chandra Sturrup
Pauline Davis-Thompson
Debbie Ferguson
41.92   França
Patricia Girard
Muriel Hurtis
Katia Benth
Christine Arron
42.06   Jamaica
Aleen Bailey
Merlene Frazer
Beverly McDonald
Peta-Gaye Dowdie
42.15
4x400 m
  Rússia
Tatyana Chebykina
Svetlana Goncharenko
Olga Kotlyarova
Natalya Nazarova
3:21.98   Estados Unidos
Suziann Reid
Maicel Malone
Michelle Collins
Jearl Miles-Clark
3:22.09   Alemanha
Anke Feller
Uta Rohländer
Anja Rücker
Grit Breuer
3:22.43
Salto em altura
Inha Babakova
  Ucrânia
1,99 m Yelena Yelesina
  Rússia
1,99 m Svetlana Lapina
  Rússia
1,99 m
Salto com vara
Stacy Dragila
  Estados Unidos
4,60 m =   Anzhela Balakhonova
  Ucrânia
4,55 m Tatiana Grigorieva
  Austrália
4,45 m
Salto em distância
Niurka Montalvo
  Espanha
7,06 m Fiona May
  Itália
6,94 m Marion Jones
  Estados Unidos
6,83 m
Salto triplo
Paraskevi Tsiamita
  Grécia
14,88 m Yamilé Aldama
  Cuba
14,61 m Olga Vasdeki
  Grécia
14,61 m
Arremesso de peso
Astrid Kumbernuss
  Alemanha
19,85 m Nadine Kleinert
  Alemanha
19,61 m Svetlana Krivelyova
  Rússia
19,43 m
Lançamento de disco
Franka Dietzsch
  Alemanha
68,14 m Anastasia Kelesidou
  Grécia
66,05 m Nicoleta Grasu
  Romênia
65,35 m
Lançamento de martelo
Mihaela Melinte
  Romênia
75,20 m Olga Kuzenkova
  Rússia
72,56 m Lisa Misipeka
  Samoa Americana
66,06 m
Lançamento de dardo
Mirela Manjani
  Grécia
67,09 m Tatyana Shikolenko
  Rússia
66,37 m Trine Hattestad
  Noruega
66,06 m
Heptatlo
Eunice Barber
  França
6861 pts Denise Lewis
  Grã-Bretanha
6724 pts Ghada Shouaa
  Síria
6500 pts

Referências

  1. «7TH IAAF WORLD CHAMPIONSHIPS IN ATHLETICS». IAAF. Consultado em 9 outubro 2019 
  2. «STACY DRAGILA'S POLE VAULT WORLD RECORD RATIFIED» 
  3. «SYDNEY 2000: POLE VAULT; After Slow Start, Dragila Wins the First Women's Gold». NY Times. Consultado em 9 outubro 2019 
  4. «North Korean Wins Women's Marathon : Suffering in the Streets». NY Times. Consultado em 9 outubro 2019 
  5. «Iaaf dá ao Brasil medalha de bronze dos 4x100 m do Mundial-99». UOL Esportes. Consultado em 9 outubro 2019 
  6. UEFA. «UEFA Stadium Infrastructure Regulations, 2018 edition» (PDF). UEFA.com. Consultado em 9 outubro 2019 
  7. «La Federación elige a Sevilla para la final de la Davis». El Pais. Consultado em 9 outubro 2019 
  8. «Sevilla – Estadio Olímpico de La Cartuja». Football – Weekends. Consultado em 9 outubro 2019 
  9. «Sevilla se cita esta noche con Madonna en la Cartuja». Diario de Sevilla. Consultado em 9 outubro 2019 

Ligações externasEditar