Abrir menu principal
Fuade I do Egito
Sultão do Egito
Reinado 9 de outubro, 1917 - 15 de março, 1922
Antecessor(a) Huceine Camil
Sucessor(a) novo título
Rei do Egito
Reinado 15 de março, 1922 - 28 de abril, 1936
Predecessor novo título
Sucessor Faruque I
 
Cônjuge Xivaquiar Canum Efendi
Nazli Sabri
Descendência Ismail Fuade
Fauquia
Faruque I
Fawzia da Pérsia
Faiza
Faika
Fathiya
Nascimento 26 de março de 1868
  Palácio de Gizé, Cairo, Egito
Morte 28 de abril de 1936 (68 anos)
  Palácio Koubbeh, Cairo, Egito
Pai Ismail Paxá
Mãe Farial Cadina

Fuade I (em árabe: فؤاد الأول) GCTE (Cairo, 26 de março de 1868 – Cairo, 28 de abril de 1936), foi Sultão e, posteriormente, Rei do Egito e do Sudão, Soberano da Núbia, Cordofão e Darfur. Nono monarca do Egito e Sudão pertencente à dinastia de Maomé Ali, tornou-se sultão em 1917, sucedendo seu irmão mais velho, Huceine Camil. Adotou o título de 'rei' quando o Reino Unido reconheceu a independência do Egito, em 1922 [1].

BiografiaEditar

Família e primeiros anosEditar

Nascido no Palácio de Gizé, no Cairo, Fuade era o sétimo filho de Ismail Paxá - uale e, posteriormente, quediva do Egito e do Sudão [2] - e de Farial Cadina. Como bisneto do Paxá Maomé Ali, Fuade tinha ascendência albanesa [3].

Antes de se tornar sultão, Fuade desempenhou um importante papel no estabelecimento da Universidade do Cairo, tornando-se seu primeiro reitor, em 1908, e permanecendo no cargo até 1913, quando renunciou e foi substituído pelo então ministro da Justiça, Huceine Ruxidi Paxá. ainda em 1913, Fuade tentou garantir para si o trono da Albânia, que havia obtido sua independência do Império Otomano no ano anterior [4]. Fuade também foi presidente da Sociedade Geográfica Egípcia entre 1915 e 1918[5].

ReinadoEditar

Fuade ascendeu ao trono do Sultanato do Egito após a morte de seu irmão, Huceine Camil, em 1917. Em 28 de fevereiro de 1922, o Reino Unido terminou seu protetorado sobre o Egito e concedeu-lhe a independência nominal, após a Revolução Egípcia de 1919. Como isso, Fuade emitiu um decreto em 15 de março de 1922, alterando seu título de sultão para o de Rei do Egito. Em 1930, ele tentou fortalecer o poder da Coroa revogando a Constituição de 1923, substituindo-a por uma nova, que relegava o Parlamento a um papel simplesmente consultivo. A insatisfação pública gerou uma onda de protestos que o obrigou a restaurar a Constituição anterior, em 1935[6].

A Constituição de 1923 concedeu vastos poderes ao rei e ele fez uso frequente de seu direito de dissolver o Parlamento. Durante seu reinado, os gabinetes eram demitidos ao bel prazer de Fuade e os mandatos parlamentares nunca eram completados, pois o Parlamento era dissolvido por decreto durante o exercício legislativo [6].

Casamentos e filhosEditar

Casou-se em primeiras núpcias, por procuração, em 30 de maio de 1895, no Cairo, e pessoalmente em 14 de fevereiro de 1896, no Palácio Abássia, com sua prima, a princesa Xivaquiar Canum Efendi, única filha do marechal-de-campo Ibraim Amade Fami Paxá. O casal teve dois filhos:

  • Ismail Fuade (1896-1896)
  • Fauquia (1897-1974)

A união não foi feliz e o casal se divorciou em 1898. Durante uma disputa com seu cunhado, Fuade levou um tiro na garganta. Ele sobreviveu, mas levou a cicatriz o resto da sua vida.

Fuade casou-se em segundas núpcias no Palácio de Bustão, no Cairo, em 26 de maio de 1919, com Nazli Sabri, filha de Abdal Reim Sabri Paxá, ministro da Agricultura e governador do Cairo, e de Taufica Canum Xarife. Nazli também era neta de Maomé Xarife Paxá, primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros, e bisneta de Solimão Paxá [7], um oficial francês do exército de Napoleão que se converteu ao Islã e reorganizou o exército egípcio. O casal teve cinco filhos:

Tal como com sua primeira esposa, a relação de Fuade com Nazli também foi tempestuoso. O casal tinha desentendimentos frequentes em virtude de Fuade proibir Nazli de sair do palácio.

MorteEditar

Fuade morreu em 28 de abril de 1936, no Palácio Koubbeh, no Cairo, aos 68 anos de idade. Seu corpo foi sepultado no Mausoléu dos Quedivas, na Mesquita Arrifai, no Cairo.

TítulosEditar

  • 1868-1917: Sua Alteza, Amade Fuade Paxá
  • 1917-1922: Sua Alteza, o Sultão do Egito e do Sudão, Soberano da Núbia, Cordofão e Darfur
  • 1922-1936: Sua Majestade, o Rei do Egito e do Sudão, Soberano da Núbia, Cordofão e Darfur

HonrariasEditar

 
Fuade I na Bélgica
 
Príncipe Fuade (1906)

Referências

  1. Montgomery-Massingberd, Hugh, ed (1980). "The Royal House of Egypt" in: Burke's Royal Families of the World, Volume II: Africa & the Middle East. London: Burke's Peerage. p. 36. ISBN 9780850110296. OCLC 18496936. [1]
  2. Deposto por ordem britânica em 1879 - Encyclopædia Britannica (edição de 1911)
  3. "الملك أحمد فؤاد الأول (Rei Ahmad Fuad I)" Bibliotheca Alexandrina (página visitada em 27 de março de 2011)
  4. Reid, Donald Malcolm (2002). Cairo University and the Making of Modern Egypt in: Volume 23: Cambridge Middle East Library. Cambridge University Press. pp. 61–62. ISBN 9780521894333. OCLC 49549849.
  5. Egyptian Geographic Society - The Presidents of the Society Arquivado em 24 de julho de 2011, no Wayback Machine. (página visitada em 27 de maio de 2011)
  6. a b Abdalla, Ahmed (2008). The Student Movement and National Politics in Egypt, 1923–1973 American University in Cairo Press. pp. 4–5. ISBN 9789774161995. (página visitada em 27 de março de 2011)
  7. Ancestors of Queen Nazli (JPG)
  8. "Former Egyptian Princess Slain, Husband Accused". Star-Banner (Ocala, FL) Vol. 33: p. 21. 13 December 1976. (página visitada em 15 de março de 2011)
  9. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Fuade I Rei". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 16 de abril de 2015 

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fuade I do Egito

NotaEditar

Dinastia de Maomé Ali
Fuade I do Egito
Nascimento: 26 de março de 1868; Morte: 28 de abril de 1936
Precedido por
Huceine Camil
 
Sultão do Egito
1917–1922
Sucedido por
novo título
Precedido por
novo título
 
Rei do Egito
1922–1936
Sucedido por
Faruque I
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.