Abrir menu principal
Roger Penrose
Roger Penrose em 2011
Conhecido(a) por Teoria do Twistor, teoremas de singularidade Penrose-Hawking, hipótese da censura cósmica, interpretação de Penrose, Orch-OR, formalismo de Newman–Penrose, tecelação de Penrose, escada de Penrose, notação gráfica de Penrose
Nascimento 8 de agosto de 1931 (88 anos)
Colchester
Nacionalidade britânico
Progenitores Mãe: Margaret Leathes
Pai: Lionel Penrose
Parentesco Oliver Penrose (irmão)
Jonathan Penrose (irmão)
Alma mater Universidade de Cambridge, University College London, University College School
Prêmios Prêmio Adams (1966), Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática (1971), Medalha Eddington (1975), Medalha Real (1985), Prêmio Wolf de Física (1988), Medalha Dirac (1989), Medalha Albert Einstein (1990), Prêmio Naylor (1991), Medalha Helmholtz (1998), Medalha Karl Schwarzschild (2000), Gibbs Lecture (2000), Medalha De Morgan (2004), Medalha Amaldi (2004), Medalha Dirac (UNSW) (2006), Medalha Copley (2008)
Orientador(es) John Arthur Todd
Orientado(s) George Burnett-Stuart, Matthew Ginsberg, Adam Helfer, Andrew Hodges, Lane Hughston, Richard Jozsa, Peter Law, Claude LeBrun, Ross Moore, Tristan Needham, Tim Poston, Asghar Qadir,George Sparling, Duncan Stone, Paul Tod, Richard Samuel Ward
Instituições Bedford College, St John's College (Cambridge), Universidade de Princeton, Universidade de Syracuse, King's College de Londres, Birkbeck College, Universidade de Oxford
Campo(s) Física, matemática, filosofia
Tese 1958: Tensor Methods in Algebraic Geometry

Roger Penrose (Colchester, 8 de agosto de 1931) é um físico matemático, matemático e filósofo da ciência inglês, professor emérito da Cátedra Rouse Ball de Matemática da Universidade de Oxford.

FamíliaEditar

Filho do cientista Lionel Penrose e de Margaret Leathes, é irmão do matemático Oliver Penrose e do mestre no xadrez Jonathan Penrose.

CarreiraEditar

Penrose foi uma criança precoce. Freqüentou a University College School. Obteve a primeira graduação em matemática na University College London. Em 1955, enquanto ainda era um estudante, Penrose reinventou a matriz inversa generalizada (também conhecida como inversa Moore-Penrose. Penrose obteve seu doutorado na Universidade de Cambridge em 1958, escrevendo uma tese sobre 'métodos tensores em geometria algébrica' sob a orientação do algebrista e geômetra John Arthur Todd. Ele inventou e popularizou o triângulo de Penrose da década de 1950, descrevendo isto como a "impossibilidade na sua forma mais pura" e trocou impressões com o artista M. C. Escher, o qual retratou as primeiras descrições destes objetos impossíveis inspirados nele. Em 1965 em Cambridge, Penrose provou que uma singularidade (tais como um buraco negro) poderiam ser formadas a partir do colapso gravitacional de imensas estrelas moribundas.

 
Pintura a óleo de Urs Schmid (1995) relativa a um Mosaico de Penrose.

Em 1967, Penrose inventou a Teoria twistor a qual mapeia objetos geométricos do espaço de Minkowski em um espaço complexo tetra-dimensional com assinatura métrica (2,2). Em 1969 ele conjeturou a hipótese da censura cósmica. Ela propõem (ao menos informalmente) que o universo nos protege da inerente imprevisibilidade de uma singularidade (tal como no centro de um buraco negro) através limitação da nossa visão além do horizonte de eventos. Esta forma agora conhecida como hipótese da censura fraca. Juntamente como a conjectura BKL e dos problemas da estabilidade não-linear, o estabelecimento da conjectura da censura e um dos mais importantes problemas originados da relatividade geral.

Reconhecido por seus trabalhos em física matemática, em particular por suas contribuições para a relatividade geral e a cosmologia, Penrose tem contribuições em matemática recreativa e na filosofia. Recebeu a Medalha Copley de 2008,[1] "por suas ideias belas e originais em diversas áreas da matemática e da física matemática. Sir Roger fez grandes contribuições à relatividade geral e cosmologia, principalmente por seu trabalho sobre buracos negros e o Big Bang".[2]

Referências

  1. Página oficial da Medalha Copley
  2. No original em inglês: "for his beautiful and original insights into many areas of mathematics and mathematical physics. Sir Roger has made outstanding contributions to general relativity theory and cosmology, most notably for his work on black holes and the Big Bang."

Bibliografia (em português)Editar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar