Abrir menu principal

TV Em Tempo

Emissora de televisão brasileira de Manaus, AM
TV Em Tempo
Sociedade de Televisão Manauara Ltda.
Manaus, Amazonas
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 34 UHF
Virtual: 10 PSIP
Outros canais 17 / 517 HD (NET)
514 (Vivo TV)
ver mais
Analógico:
10 VHF (1992-2018)
Sede Bandeira de Manaus.svg Manaus, AM
Slogan Notícia toda hora
Rede SBT
Rede(s) anterior(es) Rede Record (1992-2007)
Fundador Sadie Hauache
Pertence a Grupo Raman Neves de Comunicação (60%)
Família Hauache (40%)
Proprietário Otávio Raman Neves
Acionista(s) Otávio Raman Neves
Sadie Hauache
Controlador Grupo Raman Neves de Comunicação
Presidente Otávio Raman Neves
Fundação 9 de abril de 1992 (27 anos)
Prefixo ZYA 250
Nome(s) anteriore(s) TV Manaus (1992-2008)
Emissoras irmãs
Cobertura Estado do Amazonas
Coord. do transmissor 3° 5' 39.3" S 59° 59' 30.8" O
Potência 2,6 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial d.emtempo.com.br/tv-em-tempo

TV Em Tempo é uma emissora de televisão brasileira com sede em Manaus, capital do estado do Amazonas. Opera no canal 10 (34 UHF digital) e é afiliada ao SBT. A emissora faz parte do Grupo Raman Neves de Comunicação, um dos maiores conglomerados de mídia do Amazonas, do qual fazem parte o jornal Em Tempo, o tabloide Agora, a Nativa FM Manaus e a web rádio Em Tempo, além da TV Em Tempo Parintins. Seus estúdios estão localizados no bairro Nossa Senhora das Graças, em frente ao antigo Parque Amazonense, e a sua torre de transmissão está no bairro do Aleixo.

HistóriaEditar

TV Manaus (1992-2007)Editar

A TV Manaus foi fundada em 9 de abril de 1992 por Sadie Hauache, sendo afiliada à Rede Record.[1] A emissora surgia 6 anos após a venda da TV Ajuricaba (hoje Boas Novas Manaus), que pertencia à família Hauache, para o Grupo Simões. Estava inicialmente instalada na sala 201 do Edifício Manaus Shopping Center, no Centro da cidade, juntamente com sua co-irmã Você FM (hoje Nativa FM Manaus), inaugurada no mesmo ano. Ainda hoje, a antiga torre de transmissão da emissora remanesce no alto do prédio.

Sua programação local era composta pelo telejornal Dia a Dia, que em seus últimos anos de exibição era apresentado pela jornalista Zayra Gadelha. Este era o único programa produzido pela TV Manaus, enquanto os demais programas eram todos produções independentes, destacando-se por exemplo Big & Bang, apresentado por Luiz Armando Fartollino e Atylla Rayol e o programa de debates Conversa Franca. A TV Manaus também promoveu entre os anos de 2002 e 2005 o Troféu TV Manaus de Propaganda e Marketing, que premiava os anunciantes de maior destaque durante os intervalos comerciais da emissora.

Venda para o Grupo Raman Neves e troca de afiliaçãoEditar

Em 2007, devido a falta de investimentos, a TV Manaus encontrava-se sucateada e atravessava uma grave crise administrativa e financeira, que atingiu o seu ápice após o jornalista e empresário Ronaldo Tiradentes (proprietário da Rede Tiradentes) intervir judicialmente na emissora, afastando Sadie Hauache e os sócios Abdul Rasac Hauache Neto e Khaled Ahmed Hauache Júnior da diretoria, em 9 de março. Em 19 de março, a família Hauache conseguiu retomar o controle da TV Manaus, após o Superior Tribunal de Justiça suspender a decisão tomada anteriormente pela Justiça Federal.[2]

A situação da TV Manaus também não agradava os executivos da Rede Record, que em pleno crescimento de audiência em todo o país, ainda patinava nos índices em Manaus por conta da sua afiliada, que além de possuir uma programação pouco competitiva, também tinha seu sinal restrito à Região Metropolitana de Manaus, sem nenhuma retransmissora no interior do Amazonas. Em 16 de julho, a TV A Crítica, afiliada ao SBT e insatisfeita com as constantes trocas de horários da programação nacional promovidas diretamente por Silvio Santos, foi anunciada como a nova afiliada da Record, que deixaria a TV Manaus a partir de agosto.[3] Esta por sua vez também firmou contrato com o SBT, que repôs a afiliação perdida.

Ao mesmo tempo, a TV Manaus e sua co-irmã Você FM (na época arrendada para a Rede Aleluia) tinham 60% das ações vendidas para o empresário Otávio Raman Neves, tornando-se parte do Grupo Raman Neves de Comunicação, responsável pelos periódicos Amazonas Em Tempo e Agora, em transação anunciada em 30 de julho. O último programa da Record exibido pela emissora foi o extinto Jornal 24 Horas, na época exibido a partir das 23h45 locais. A TV Manaus juntou-se oficialmente ao SBT à meia-noite do dia 1.º de dezembro (interrompendo a exibição do telejornal, que teve seu desfecho exibido pela TV A Crítica), encerrando pouco mais de 15 anos de afiliação com a Record.

Em contrapartida, a emissora logo beneficiou-se de sua nova afiliação, saltando da quarta para a segunda posição de audiência de acordo com as medições do IBOPE, muito em parte devido a rejeição inicial dos telespectadores da TV A Crítica à programação da Record, que ainda não era largamente consolidada com a do SBT, que estava presente no canal desde 1981. No mesmo mês, a TV Manaus inicia um processo de transição. O telejornal Dia a Dia, carro-chefe da emissora, é reformulado tanto em seu conteúdo (tornando-se mais informativo e com maior participação dos repórteres), quanto em sua abertura, que ganhou um tom esverdeado (em alusão a cor do futuro logotipo da TV Em Tempo).

TV Em Tempo (2008-presente)Editar

2008-2009Editar

 
Logotipo da TV Em Tempo entre 2016 e 2019, cujo conceito foi adotado a partir de 2008

Em 2008, a TV Manaus passa a se chamar TV Em Tempo, completando a transição iniciada em agosto de 2007. No mês de abril, a emissora inaugura uma nova torre de transmissão no bairro do Aleixo, com 135 metros de altura, e preparada para as transmissões digitais. Com a inauguração da nova torre, houve uma grande melhora na qualidade do sinal da TV Em Tempo, além de uma ampliação da sua área de cobertura. No final do primeiro semestre, a grade de programação sofre várias reformulações, e o jornalismo passa a ser o carro-chefe da emissora.

Já em abril de 2009, a TV Em Tempo sai do Edifício Manaus Shopping Center e migra para uma sede própria no bairro Nossa Senhora das Graças, em frente ao antigo Parque Amazonense. Nos meses de novembro e dezembro, a emissora passa a atuar mais ativamente na cobertura de eventos do estado e na cultura local, além de estrear novos programas locais. Em 23 de novembro, estreou o telejornal Jornal Em Tempo, apresentado por Marcela Rosa, substituindo o telejornal Dia a Dia. Já em 7 de dezembro, estreou o telejornal comunitário Agora, apresentado por Mário Marinho e Patrícia de Paula. Em 8 de dezembro, a emissora fez a cobertura exclusiva do concurso Miss Amazonas 2009. Em 25 de dezembro, a TV Em Tempo - em conjunto com a TV Cultura do Amazonas - transmitiu o Concerto de Natal, produzido pelo Governo do Estado do Amazonas, diretamente do Teatro Amazonas.

Década de 2010Editar

Em 2010, a TV Em Tempo e a TV Cultura do Amazonas obtiveram os direitos de transmissão dos desfiles das escolas de samba de Manaus, que até então pertenciam a Band Amazonas, emissora própria da Rede Bandeirantes. No mês de fevereiro, as duas emissoras fizeram a cobertura oficial do evento.

Em 18 de dezembro, um grave acidente automobilístico envolveu a equipe de jornalismo da emissora, que resultou na morte do estagiário da emissora, Julian Gabriel Ferreira de Araújo. Ele estava acompanhado do repórter Adriano Castro e do motorista Ewerton Sobrinho (ambos levados com ferimentos graves para um hospital de Manaus), e estavam voltando de uma reportagem feita em uma conhecida boate da capital.[4]

Em 20 de dezembro, o Grupo Raman Neves de Comunicação inaugurou a primeira co-geradora da TV Em Tempo, a TV Em Tempo Parintins, na cidade de Parintins. Antes da inauguração da emissora, já funcionavam na cidade a Rádio Clube de Parintins e o jornal impresso Parintins Em Tempo, ambos meios de comunicação do Grupo Raman Neves.

Em 9 de fevereiro de 2011, a emissora fez a cobertura exclusiva do carnaval de Manaus. No dia 5 de março, a emissora transmitiu também com exclusividade os desfiles das escolas de samba de Manaus. Em 30 de maio, o telejornal comunitário Agora foi totalmente reformulado. Foi inaugurado um novo cenário, além de ser ancorado por novos jornalistas. Em meio a reformulação, foi aberto um espaço para a participação da comunidade no telejornal.

Em 18 de fevereiro de 2012, devido a falhas de transmissão entre o Sambódromo e o parque de transmissão da emissora no Aleixo, a TV Em Tempo deixou de exibir parte dos desfiles das escolas de samba de Manaus, o que gerou uma grande revolta dos telespectadores nas redes sociais, que esperavam ansiosos para ver o desfile e acabaram tendo que ver a transmissão do carnaval baiano pelo SBT. Depois de sanado o problema, a emissora transmitiu 5 das 12 horas do desfile. Após o incidente, o Governo do Amazonas exigiu a devolução imediata de todo o valor repassado para o investimento das transmissões a emissora, que somava R$ 1.134.000,00. Em nota, a TV Em Tempo se desculpou com os telespectadores e as escolas de samba pelo ocorrido, afirmando que "não iria se esquivar de suas responsabilidades".[5]

Em março, ocorrem alterações na grade de programação da emissora: Houve a estréia do esportivo SBT Esportes, voltado para a divulgação dos eventos do estado. Em 6 de março, foi retirado da grade de programação o programa independente A Voz da Esperança, que era apresentado por Sabino Castelo Branco e Reizo Castelo Branco. O programa saiu do ar porque eles usaram a sua imagem de maneira indevida, o que levou a cassação de Sabino e Reizo de seus cargos de deputado e vereador, respectivamente.[6][7] Em seu lugar estreou o Programa da Norma, apresentado por Norma Araújo, sobre o universo feminino.

Posteriormente, o programa A Voz da Esperança voltou para a grade da emissora. Em 29 de abril, o programa foi multado em R$ 45.400,00 por propaganda eleitoral ilegal favorável a Sabino Castelo Branco, em processo movido pela juíza Suzi Granja da Silva. No mês de agosto, o programa independente Encircuito foi transferido para a RedeTV! Manaus, após vários anos na emissora.

Em 2013, por conta dos problemas de transmissão do carnaval ocorridos em 2012, o Governo do Amazonas resolveu repassar os direitos de transmissão dos desfiles das escolas de samba de Manaus para a TV Tiradentes, após três anos consecutivos da transmissão do evento pela TV Em Tempo.[8]

Em 12 de abril, estreou o programa independente Programa Livre, apresentado por Carlos Souza e Fausto Souza. O programa substituiu o antigo Canal Livre, porém o formato não foi alterado.

No dia 10 de setembro, cerca de 20 funcionários da TV Em Tempo foram demitidos da emissora, entre eles os jornalistas Mariana Rocha e Mário Marinho. Além disso, houve boatos de que poderia haver uma nova leva de demissões na emissora, e se isso acontecesse, a TV Em Tempo poderia ficar sem programação local.[9] No entanto, isso não se confirmou. Em dezembro, a emissora lança o seu novo pacote gráfico para 2014, incluindo o logotipo do canal e também os gráficos do Jornal Em Tempo.

Em março de 2018, Marcela Rosa deixa a emissora, e a apresentação do Jornal Em Tempo é assumida por Mariana Rocha. A direção de jornalismo, que também era acumulada por Marcela passa a ser do jornalista Ivan Nascimento.

Em 17 de janeiro de 2019, a TV Em Tempo lançou uma nova identidade visual, substituindo a antiga utilizada desde 2008, além de anunciar a estreia de uma nova programação a partir de 28 de janeiro. Na faixa matinal, cujo espaço de programação local estava arrendado para a Igreja Universal do Reino de Deus, a emissora estreou o telejornal 6h Notícias, apresentado inicialmente por Gabriela Moreno e Bruno Fonseca. E no horário do almoço, estreou o policialesco Na Mira, apresentado por Luiz Rodrigues.[10]

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
10.1 34 UHF 1080i Programação principal da TV Em Tempo / SBT

Em 25 de setembro de 2010, a TV Em Tempo iniciou os testes para implantação do seu sinal digital, através do canal 34 UHF. Entre os dias 8 e 9 de outubro, a emissora transmitiu ao vivo o evento Samba Manaus 2010, que contou com a presença de vários grupos de samba e pagode. Durante as transmissões do evento, a emissora inaugurou o seu sinal digital em definitivo. Os programas da emissora passaram a ser produzidos em alta definição em 6 de junho de 2018.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Em Tempo, bem como as outras emissoras de Manaus, cessou suas transmissões pelo canal 10 VHF em 30 de maio de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.

ProgramasEditar

Além de retransmitir a programação nacional do SBT, a TV Em Tempo exibe os seguintes programas:

  • 6h Notícias: Telejornal, com Juliano Couto e Mariana Rocha;
  • Na Mira: Jornalístico policial, com Luiz Rodrigues;
  • Agora: Jornalístico, com Márcia Lasmar;
  • Fala Amazonas: Programa de variedades, com Conceição Sampaio e Socorro Sampaio;
  • Jornal Em Tempo: Telejornal, com Alex Costa;
  • Big Bang Family: Programa de variedades, com Luiz Armando Fartollino, Carol Oliveira e Luiz Guilherme;
  • Isto é Manaus: Programa de variedades, com Edson Vieira;
  • Maninho Show: Humorístico, com Márcio Braga

A emissora é responsável apenas pela produção dos telejornais e programas jornalísticos. Os demais programas da grade são produções independentes.

Programas antigos
  • A Voz da Esperança
  • Agora em Tempo
  • Aqui Tem!
  • Arquitetando
  • Big & Bang
  • Boa Tarde
  • Boletim Em Tempo
  • Conversa Franca
  • Dia a Dia
  • Programa Livre
  • EnCircuito
  • Jogo da Gente
  • Manazinha
  • Maná Gourmet
  • Programa do Presidente
  • Programa Gilmar Nascimento
  • Programa Sabino Castelo Branco
  • Programa Waisser Botelho
  • Promoter
  • Reconstrução Total
  • Sabores e Ideias
  • SBT Esportes
  • SBT Notícias
  • Segurança Agora
  • Waisser Botelho Reality Show

RetransmissorasEditar

 Ver artigo principal: CEGRASA

Em 23 de maio de 2017, quase dez anos depois de ser adquirida pelo Grupo Raman Neves, a TV Em Tempo anunciou um plano de expansão do seu sinal para o interior do Amazonas.[11] O processo se dá através retransmissoras da CEGRASA, todas ainda em sinal analógico, que até então eram utilizadas pela Boas Novas Manaus. A primeira cidade a trocar de sinal foi Manacapuru, em 31 de maio, seguida de Apuí, Borba, Coari, Maraã, Humaitá, Itamarati e Pauini (19 de junho), Santo Antônio do Içá (21 de junho), Amaturá e Jutaí (22 de junho) e Anori, Autazes, Barcelos, Beruri, Caapiranga, Canutama, Careiro, Codajás, Envira, Itapiranga, Manicoré, Novo Airão, Presidente Figueiredo e Tapauá (4 de julho).

SlogansEditar

  • 2007 - 2010: A TV que a gente faz, a gente faz pra você
  • 2010 - 2011: Não confunda: SBT é TV Em Tempo
  • 2011 - 2017: Jornalismo é aqui na TV Em Tempo
  • 2012 - 2014: Compartilhe informação (internet)
  • 2017 - 2019: O jornalismo que conversa com você
  • 2019 - presente: Notícia toda hora

Referências

  1. «Nossa História». TV Manaus. Consultado em 19 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2004 
  2. «Mídia na História: Ronaldo Tiradentes assume a TV Manaus (2007)». YouTube. 17 de novembro de 2014. Consultado em 19 de janeiro de 2019 
  3. Castro, Daniel (16 de agosto de 2007). «Band estréia digital com jornal em HDTV». Folha de S.Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2019 
  4. Redação (18 de dezembro de 2010). «Estudante de Jornalismo morre em acidente de trânsito em Manaus». Portal Amazônia. Consultado em 17 de junho de 2013 
  5. Redação (20 de fevereiro de 2012). «TV Em Tempo afirma que devolverá dinheiro ao governo». D24am.com. Consultado em 2 de junho de 2013 
  6. «Deputado Federal Sabino Castelo Branco é cassado pelo TRE-AM». G1 - Amazonas. 27 de fevereiro de 2012. Consultado em 17 de junho de 2013 
  7. Robson Carvalho (6 de março de 2012). «Sabino Castelo Branco e Reizo perdem a Voz da Esperança». Portal Flagrante. Consultado em 17 de junho de 2013 
  8. «TV Tiradentes transmite hoje desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial». Amazonas Notícias. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 28 de junho de 2013 [ligação inativa]
  9. Roberto Brasil (11 de setembro de 2013). «Demissão em massa na TV Em Tempo». Blog da Floresta. Consultado em 17 de setembro de 2013 
  10. Gomes, João (17 de janeiro de 2019). «TV Em Tempo anuncia nova grade de programação e renovação na emissora». Em Tempo. Consultado em 19 de janeiro de 2019 
  11. «TV EM TEMPO inicia expansão para todos municípios do Amazonas». Em Tempo. 23 de maio de 2017. Consultado em 20 de junho de 2017 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar