Abrir menu principal

Andrés Ríos

futebolista argentino

Andrés Lorenzo Ríos (Buenos Aires, 1 de agosto de 1989), é um Futebolista Argentino que atua como Atacante. Atualmente, joga pelo SJ Earthquakes.

Andrés Ríos
Informações pessoais
Nome completo Andrés Lorenzo Ríos
Data de nasc. 1 de agosto de 1989 (30 anos)
Local de nasc. Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,79m
Destro
Apelido Ríos
Informações profissionais
Clube atual SJ Earthquakes
Número 25
Posição Atacante
Clubes de juventude
2000-2007 River Plate
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2013
2010–2011
2013
2014–2015
2014–2015
2016–2017
2017–2018
2019
2019–
River Plate
Wisła Kraków (emp.)
Deportivo Cuenca (emp.)
América-MEX
Leones Negros (emp.)
Defensa y Justicia
Vasco da Gama
Racing
SJ Earthquakes
0052 0000(8)
0017 0000(1)
0040 000(22)
0012 0000(2)
0022 0000(2)
0039 0000(9)
0071 000(15)
0005 0000(1)
0004 0000(1)
Seleção nacional
2008–2009 Argentina Sub-20 0010 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 31 de agosto de 2019.

CarreiraEditar

River PlateEditar

Revelado pelo tradicional River Plate, Ríos obteve destaque na equipe sub-17 do clube argentino, gerando grandes expectativas. Estreou profissionalmente no dia 4 de abril de 2007 com apenas 17 anos de idade, em uma derrota por 2–1 para o Argentinos Juniors em La Paternal, válida pelo Clausura de 2007. Seu primeiro gol como profissional abriu o placar da goleada por 5–0 sobre o Vélez Sársfield no Monumental de Nuñez, também válida pelo Clausura de 2007.[1]

Em 27 de setembro de 2007, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, Ríos marcou um gol muito importante: após perder o jogo de ida para o Botafogo por 1–0 no Engenhão, o River Plate saíu perdendo o jogo de volta no Monumental logo aos 11 minutos, com um gol de Lúcio Flavio, e precisaria de três gols para se classificar para a próxima fase da competição. Aos 31 minutos do primeiro tempo, seu companheiro de ataque posteriormente consagrado: Falcao García, empatou o jogo para Los Millonarios; porém, aos 19 minutos da etapa final, Dodô colocou novamente o Glorioso em vantagem no placar, obrigando o time argentino a fazer mais três gols em apenas 26 minutos, se quisesse a classificação; e o cenário ficou ainda pior quando o volante Oscar Ahumada foi expulso, deixando a equipe de Daniel Passarela com um jogador a menos. Apesar de toda a situação desfavorável, aos 29 minutos, Falcao marcou mais um tento, igualando o placar em 2–2; e aos 33 minutos, Andrés Ríos, com apenas 18 anos completados no mês anterior, virou o jogo para a equipe de Buenos Aires, levando o estádio à loucura. Após muito insistir, aos 45 minutos, Falcao García, o herói do jogo, fez o seu terceiro gol e o quarto do River Plate, dando a classificação heróica a equipe argentina.[2]

Entre 2008 e 2010, devido a sua juventude e a alta concorrência na posição, Ríos permaneceu como opção no banco de reservas da equipe, sendo também utilizado na equipe sub-20 quando necessário. No mês de julho de 2010, foi emprestado para o Wisla Kraków da Polónia.

Wisla KrakówEditar

No clube da cidade de Cracóvia, Ríos também não conseguiu uma sequência na equipe titular. Marcou seu único gol pela equipe polonesa justamente no seu último jogo, contra o Zaglebie Lubin na Dialog Arena. Sua equipe venceu o jogo por 3–0, sendo o gol de Ríos o último do jogo, aos 45 minutos da etapa final. Como suplente, o atacante conquistou o campeonato nacional local.[3]

Retorno ao River PlateEditar

No seu retorno aos Millonarios em 2012, quando o clube disputava a Primera B Nacional (segunda divisão do futebol argentino), o atacante foi preterido pelo treinador, que optou por Fernando Cavenaghi na equipe titular, com Ríos entrando geralmente no decorrer dos jogos. Ao final do ano, o clube conseguiu o acesso e o jogador foi novamente emprestado, dessa vez para o Deportivo Cuenca do Equador.

Deportivo CuencaEditar

Marcou seus dois primeiros gols pela equipe equatoriana no empate em 3–3 com o Barcelona de Guyaquil em pleno Monumental Isidro Romero Carbo, válido pela Liga Equador. Marcou o primeiro hat-trick de sua carreira, na goleada por 6–1 sobre o Deportivo Quito no Alejandro Serrano Aguilar, também válida pela Liga Equador. Marcou gols em seis jogos seguidos do certame nacional, entre a 11ª e a 17ª rodada, sendo expulso em um deles, diante do Macará (jogo que terminou com igualdade no placar em 1–1). Em sua última partida pela equipe de Cuenca, o jogador balançou as redes novamente, mas não conseguiu evitar a derrota para a LDU Quito por 2–1 em La Casa Blanca.

No Equador, Ríos viveu a melhor fase de sua carreira, sendo extremamente decisivo com 22 gols e 8 assistências em 40 jogos[4], despertando o interesse de grandes clubes do futebol latino-americano.

Futebol MexicanoEditar

Se transferiu para o tradicional América-MEX, que o comprou em definitivo do River Plate, em janeiro de 2014, na janela de inverno do futebol mexicano. Marcou seu primeiro gol pelo América em seu sexto jogo pelo clube, quando sua equipe foi derrotada pelo Santos Laguna por 4–2 de virada, no Estádio Azteca, em partida válida pelo Clausura Mexicano. No clube da capital mexicana, Ríos foi sempre opção no banco de reservas, sendo utilizado em apenas 12 jogos em 5 meses, com 2 gols marcados.

Ao final da temporada, foi emprestado para o Leones Negros, para a temporada 2014-15. Marcou seu primeiro gol, logo em sua estreia contra o Monterrey, porém não conseguiu evitar o revés por 3–1 no antigo Estádio Tecnológico, válido pelo Apertura Mexicano. Na equipe de Guadalajara, Ríos foi titular, porém jogando de forma mais recuada marcou apenas dois tentos em 22 partidas.

Defensa y JusticiaEditar

Após frustrada passagem pelo futebol mexicano, Ríos retornou a Argentina em 2016, para atuar pelo Defensa y Justicia e retomou a boa fase dos tempos de Equador. Seu primeiro gol pela equipe de Florencio Varela, foi o gol da classificação às oitavas de final da Copa Argentina de 2015-16, sobre o tradicional Independiente, quando sua equipe saiu vitoriosa por 1–0 em plena Doble Visera lotada. Foi destaque na boa campanha do clube no Campeonato Argentino de 2016-17, que classificou a equipe de forma inédita à uma competição internacional: a Copa Sul-Americana de 2017, onde a mesma eliminou o tradicional São Paulo logo na primeira fase. Atuando pelo clube argentino, chamou a atenção de clubes brasileiros como Botafogo e Vasco da Gama.

Vasco da GamaEditar

Após estar apalavrado com o Botafogo e ser aguardado pelo clube para assinar contrato, no dia 10 de julho de 2017 Ríos foi anunciado como novo reforço do Vasco da Gama.[5]

2017Editar

Fez sua estreia pelo Cruzmaltino, em agosto de 2017, contra o Cruzeiro, no Estádio Raulino de Oliveira, em partida válida pelo Brasileirão.[6] Marcou seu primeiro gol pelo clube no mês seguinte, em um empate em 1–1 com a Chapecoense em São Januário, válido pelo Brasileirão.[7] No jogo seguinte, contra o Avaí na Ressacada, o atacante marcou novamente; nesse mesmo jogo, Ríos foi expulso, deixando seu time com um a menos, porém a equipe conseguiu segurar a importante vitória fora de casa por 2–1, válida pelo Brasileirão.[8] Marcou novamente no empate em 1–1 contra o Atlético Mineiro na Colina Histórica, partidas válidas pelo campeonato brasileiro.[9]

2018Editar

Marcou seu primeiro gol em 2018, na segunda partida da equipe no ano, diante do Nova Iguaçu em São Januário, sendo o segundo gol cruzmaltino da vitória por 4–2, válida pelo Campeonato Carioca.[10] Novamente pelo Estadual, balançou as redes na vitória por 2–1 sobre o Macaé, também em São Januário.[11] Novamente pelo estadual, na última partida da Taça Rio no clássico marcou o segundo gol e deu assistência para o primeiro na vitória 3-2 sobre o Botafogo. Na primeira partida da final do estadual, marcou o gol da vitória aos 48 do segundo tempo.[12] Em 5 de Maio fez mais um gol com a camisa cruzmaltina com assistência de Kelvin na goleada por 4–1 sobre o América Mineiro.[13]

No dia 11 de julho de 2018, o contrato de Ríos foi prorrogado até dezembro de 2018.[14] Ao final da temporada, o contrato de Andrés Ríos com o Vasco não foi renovado, encerrando assim a sua passagem pelo Clube Carioca.[15]

RacingEditar

Em janeiro de 2019, acertou a sua ida para o Clube Argentino.[16]

Seleção ArgentinaEditar

EstatísticasEditar

Até 23 de julho de 2018

Clube Temporada Div. Campeonato Nacional Copas
Nacionais*
Copas
Internacionais**
Outros
Torneios***
Total Média
 
Jogos Gols Ass. Jogos Gols Ass. Jogos Gols Ass. Jogos Gols Ass. Jogos Gols Ass.
River Plate
 
2006/07 8 1 0 2 0 0 10 1 0 0,10
2007/08 5 1 2 5 2 1 10 3 3 0,30
2008/09 14 2 0 14 2 0 0,14
2009/10 3 0 0 3 0 0 0,00
Total 30 4 2 7 2 1 37 6 3 0,16
Wisła Kraków
 
2010/11 17 1 2 17 1 2 0,05
Total 17 1 2 17 1 2 0,05
River Plate
 
2011/12 14 2 0 1 0 0 15 2 0 0,13
Total 14 2 0 1 0 0 15 2 0 0,13
Deportivo Cuenca
 
2013 40 22 8 40 22 8 0,55
Total 40 22 8 40 22 8 0,55
América
 
2014 12 2 1 12 2 1 0,16
Total 12 2 1 12 2 1 0,16
Leones Negros
 
2014/15 19 2 1 3 0 0 22 2 1 0,09
Total 19 2 1 3 0 0 22 2 1 0,09
Defensa y Justicia
 
2016 10 0 0 1 1 0 11 1 0 0,09
2016/17 24 7 0 1 1 0 3 0 1 28 8 1 0,28
Total 34 7 0 2 2 0 3 0 1 39 9 1 0,23
Vasco da Gama
 
2017 17 3 2 17 3 2 0,18
2018 12 5 1 2 0 0 10 0 1 12 5 2 36 10 4 0,28
Total 29 8 3 2 0 0 10 0 1 12 3 2 53 13 6 0,25
Total (carreira) 195 48 17 8 2 0 20 2 3 12 3 2 235 57 22 0,24

TítulosEditar

Referências

  1. «andrés ríos - La enciclopedia de River Plate en rivermillonariosfans.com». River Plate - rivermillonariosfans.com (em espanhol). Consultado em 24 de dezembro de 2017 
  2. «Botafogo dá vexame histórico e adeus à Sul-Americana ao sofrer virada do River Plate». O Globo. 27 de setembro de 2007 
  3. «Andrés Rios :: Andrés Lorenzo Rios :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 29 de novembro de 2017 
  4. «Andrés Rios :: Andrés Lorenzo Rios :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 29 de novembro de 2017 
  5. «Vasco dá o troco no Botafogo e acerta contratação do argentino Andrés Rios». Globoesporte 
  6. «Vasco joga mal e perde em casa para o Cruzeiro no Brasileirão - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 29 de novembro de 2017 
  7. «Veja o gol de Andrés Ríos contra a Chapecoense, em São Januário - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  8. «Andrés Ríos vai de herói a 'quase vilão', mas Vasco derrota o Avaí». O Globo. 11 de outubro de 2017 
  9. «Dos males o menor: Atlético-MG busca empate com o Vasco, em São Januário». Globoesporte. Consultado em 15 de novembro de 2017 
  10. «Vasco x Nova Iguaçu - Campeonato Carioca 2017-2018 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 22 de janeiro de 2018 
  11. «Com gol nos acréscimos, Vasco vira sobre o Macaé em São Januário - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 2 de março de 2018 
  12. «Com gol no fim, Vasco larga na frente do Botafogo nas finais». Terra. Consultado em 12 de setembro de 2019 
  13. «Vasco supera semana tensa com virada e goleada no América-MG». Globoesporte 
  14. «Vasco prorroga contrato de Andrés Ríos até dezembro - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 11 de julho de 2018 
  15. «Empresário revela que Andrés Rios não deve ficar no Vasco». Esporte 24 horas. 4 de dezembro de 2018. Consultado em 13 de janeiro de 2019 
  16. «Racing anuncia a contratação de Andrés Ríos, ex-Vasco». Globoesporte. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 

Ligações externasEditar