Abrir menu principal

Eleição municipal de Sorocaba em 2012

A eleição municipal da cidade brasileira de Sorocaba ocorreu em 7 de outubro e 28 de outubro (2º turno para prefeito) de 2012 para eleger um prefeito, um vice-prefeito e 20 vereadores para a administração da cidade. O atual prefeito é Vítor Lippi, do PSDB, que terminará seu mandato em 31 de dezembro de 2012 e não pode concorrer à reeleição. O prefeito eleito foi Antonio Carlos Pannunzio do PSDB, com 51,04% dos votos válidos, e governou a cidade pelo período de 1º de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2016.

‹ 2008 Brasil 2016
Eleição municipal de Sorocaba em 2012 BandeiraSorocaba.svg
28 de outubro de 2012
(Segundo turno)
Antonio Carlos Pannunzio.jpg Renato Amary.jpg
Candidato Antonio Carlos Pannunzio Renato Amary
Partido PSDB PMDB
Natural de São Paulo Sorocaba
Vice Edith Di Giorgi José Antônio Bolina
Votos 162 829 156 220
Porcentagem 51,04% 48,96%


BrasaoSorocaba.svg
Prefeito de Sorocaba

Índice

PrefeitoEditar

CandidatosEditar

Candidato[3] Partido Vice Coligação
45 Antonio Carlos Pannunzio PSDB Edith Maria Garboggini Di Giorgi (PSDB) "Amor e Respeito por Sorocaba"
PSC, PR, PMN, PSB, PRP, PSDB, PPL, PSD e PT do B
13 Iara Bernardi PT José Carlos Fernandes, Triniti (PT) PT e PSL
50 Raul Marcelo de Souza PSOL Amarildo Aparecido dos Santos (PSOL) Partido não coligado
15 Renato Amary PMDB José Antônio Bolina (PTB) "Sorocaba do Bem"
PRB, PP, PDT, PTB, PMDB, PTN, PPS, DEM, PSDC, PRTB, PHS, PTC, PV e PC do B

ResultadosEditar

Prefeito - 1º TurnoEditar

Resultado do 1º turno da eleição para prefeito.[4][5][6]

1º Turno
7 de outubro de 2012
Candidato(a) Vice Votação
Total Porcentagem
Renato Amary (PMDB) José Antônio Bolina (PTB) 127.685 39,00%
Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) Edith Di Giorgi (PSDB) 116.526 35,60%
Raul Marcelo (PSOL) Amarildo dos Santos (PSOL) 48.865 14,93%
Iara Bernardi (PT) Triniti (PT) 34.288 10,47%
Total de votos válidos 327.364 100,00%
Votos apurados
Votos válidos 327.364 90,85%
Votos em branco 12.879 3,57%
Votos nulos 20.110 5,58%
Total de votos apurados 360.353 100,00%
Eleitores
Comparecimento 360.353 84,28%
Abstenções 67.189 15,72%
Total de eleitores 427.542 100,00%
  Segundo Turno

Prefeito - 2º TurnoEditar

Resultado do 2º turno da eleição para prefeito, em ordem alfabética dos candidatos.[4][7][8]

2º Turno
28 de outubro de 2012
Candidato(a) Vice Votação
Total Porcentagem
Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) Edith Di Giorgi (PSDB) 162.829 51,04%
Renato Amary (PMDB) José Antônio Bolina (PTB) 156.220 48,96%
Total de votos válidos 319.049 100,00%
Votos apurados
Votos válidos 319.049 90,83%
Votos em branco 10.619 3,02%
Votos nulos 21.605 6,15%
Total de votos apurados 351.273 100,00%
Eleitores
Comparecimento 351.273 82,16%
Abstenções 76.269 17,84%
Total de eleitores 427.542 100,00%
  Eleito(a)

VereadoresEditar

Resultado oficial da eleição para vereadores, com os 30 mais bem votados, incluindo os 20 eleitos.[4][9][10]

Candidato(a) Número Partido Coligação Votação
Votos Porcentagem
Helio Godoy 55055 PSD PPL / PSD / PT do B 7.046 2,26%
Fernando Dini 15300 PMDB PMDB / PPS / DEM 7.004 2,25%
Crespo 25222 DEM PMDB / PPS / DEM 6.913 2,22%
Anselmo Neto 11123 PP PP / PTN 6.912 2,22%
Marinho Marte 23645 PPS PMDB / PPS / DEM 5.138 1,65%
Miss. Rodrigo Manga 11111 PP PP / PTN 4.778 1,53%
Izídio de Brito 13333 PT PT / PSL 4.670 1,50%
Irineu Toledo 10000 PRB PRB / PTB 4.555 1,46%
Waldecir Morelly 44555 PRP PRP 4.548 1,46%
Francisco França 13510 PT PT / PSL 4.465 1,43%
Cláudio Sorocaba I 22675 PR PR / PMN 4.435 1,42%
Silvano - Tonão Silvano 15627 PMDB PMDB / PPS / DEM 4.374 1,40%
Yabiku 45688 PSDB PSC / PSB / PSDB 4.151 1,33%
Vitão do Cachorrão 10123 PRB PRB / PTB 3.975 1,27%
Eng. Martinez 45670 PSDB PSC / PSB / PSDB 3.969 1,27%
Fausto Peres 15630 PMDB PMDB / PPS / DEM 3.835 1,23%
Pr. Apolo 40123 PSB PSC / PSB / PSDB 3.786 1,21%
Paulo Mendes 45045 PSDB PSC / PSB / PSDB 3.488 1,12%
Muri 44333 PRP PRP 3.374 1,08%
Neusa Maldonado 45678 PSDB PSC / PSB / PSDB 3.232 1,04%
Jessé Loures 43670 PV PHS / PV 3.144 1,01%
Carlos Leite 13650 PT PT / PSL 3.139 1,01%
Saulo da Afro Arts 44044 PRP PRP 3.066 0,98%
Jorjão 13123 PT PT / PSL 2.947 0,95%
Pr. Luis Santos 33007 PMN PR / PMN 2.895 0,93%
Tc. Rozendo 43611 PV PHS / PV 2.842 0,91%
Dr Helio Brasileiro 15123 PMDB PMDB / PPS / DEM 2.763 0,89%
Ditão Oleriano 33680 PMN PR / PMN 2.663 0,85%
Fernanda Garcia 50550 PSOL PSOL 2.562 0,82%
Vitor do Super José 44100 PRP PRP 2.554 0,82%
  Eleito(a)
Tipo de votos válidos
Votos nominais 90,09% 280.877
Votos em legenda 9,91% 30.904
Total de votos válidos 100,00% 311.781
Votos apurados
Votos válidos 86,52% 311.781
Votos em branco 6,59% 23.747
Votos nulos 6,89% 24.825
Total de votos apurados 100,00% 360.353
Eleitores
Comparecimento 84,28% 360.353
Abstenções 15,72% 67.189
Total de eleitores 100,00% 427.542

Influência religiosaEditar

Um dos pontos que tiveram influência na campanha e no resultado das eleições foi a busca dos candidatos pelo apoio de setores religiosos.[11][12][13]

Na eleição legislativa, dos 20 vereadores eleitos, 7 deles são diretamente ligados a doutrinas religiosas, ou receberem apoio das mesmas. Estes foram Anselmo Neto e Carlos Leite, da Igreja Católica; o missionário Rodrigo Manga, da Igreja Mundial do Poder de Deus; Irineu Toledo, da Igreja Universal do Reino de Deus; pastor Luís Santos, da Igreja Evangélica; pastor Apolo, da Igreja do Evangelho Quadrangular; e Fernando Dini, cujo tio é um dos comandantes da seita Santo Daime.[14]

Durante à campanha a prefeitura sorocabana, a agenda de alguns candidatos também esteve pautada em reuniões e encontros com religiosos.[15] Antonio Carlos Pannunzio e sua vice, Edith Di Giorgi, foram condenados pela justiça eleitoral a pagar multa de R$ 6 mil por campanha eleitoral em igreja evangélica.[16] Por veicular propaganda eleitoral em templo religioso, o candidato Renato Amary também foi multado, no valor de R$ 2 mil.[17]

Lei da Ficha LimpaEditar

Uma das novidades da eleição de 2012 foi a aplicação da lei da Ficha Limpa. Em Sorocaba, os dois candidatos a prefeito que disputaram o segundo turno, e o ex-presidente da câmara tiveram a possibilidade da candidatura ser impugnada durante o processo eleitoral.[18][19]

João DonizetiEditar

O postulante a vereador João Donizeti Silvestre (PSDB) não conseguiu se reeleger, mesmo recebendo 6.144 votos e sendo o quinto mais bem votado.[20] O candidato teve sua candidatura impugnada devido a rejeição das contas na Câmara Legislativa de Sorocaba em 2004, quando foi presidente da mesma.[21][22]

O recurso pedido pelo candidato junto ao TSE foi indeferido em decisão monocrática da ministra Laurita Vaz, que considerou que João Donizeti se enquadra na lei de improbidade administrativa.[21]

Renato AmaryEditar

Em 20 de agosto de 2012, Renato Amary teve a candidatura a prefeito indeferida pelo TRE em decisão unânime, por ser condenado por improbidade administrativa.[23][24] A assessoria do político entrou com recurso no TSE, que em decisão monocrática do ministro Dias Toffoli reformou a decisão do TRE, liberando a candidatura de Renato.[25][26]

No dia 25 de outubro, faltando três dias para o segundo turno, a decisão definitiva foi dada em votação no TSE, por 5 votos a 1, sendo favorável ao candidato Amary.[27][28] No entendimento da corte, não houve dano ao patrimônio público ou enriquecimento ilícito por parte do candidato durante seu mandato de prefeito, o que não o enquadraria na lei de improbidade administrativa.[24]

Referências

  1. Estadão (28 de outubro de 2012). «Pannunzio (PSDB) é o novo prefeito de Sorocaba». Consultado em 26 de novembro de 2012 
  2. Jornal Cruzeiro do Sul (29 de outubro de 2012). «Diferença entre candidatos é de 6.609 votos». Consultado em 26 de novembro de 2012 [ligação inativa]
  3. DivulgaCand 2012-TSE. «Divulgação de Registro de Candidaturas 2012». Consultado em 26 de novembro de 2012. Arquivado do original em 1 de agosto de 2012 
  4. a b c G1. «Apuração das Eleições 2012 em Sorocaba». Consultado em 27 de novembro de 2012 
  5. Terra. «Resultado 1º Turno - SOROCABA - SP - Eleições 2012». Consultado em 27 de novembro de 2012 
  6. Estadão. «Apuração para prefeito em Sorocaba - SP». Consultado em 27 de novembro de 2012 
  7. Terra. «Resultado do segundo turno em SOROCABA - SP - Eleições 2012». Consultado em 28 de novembro de 2012 
  8. Estadão. «Apuração - Segundo turno: Sorocaba - SP - Eleições 2012». Consultado em 28 de novembro de 2012 
  9. Terra. «Resultado 1º Turno - SOROCABA - SP - Eleições 2012». Consultado em 5 de dezembro de 2012 
  10. Estadão. «Apuração para vereador em Sorocaba - SP - Eleições 2012». Consultado em 5 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 12 de novembro de 2012 
  11. Jornal Cruzeiro do Sul (17 de julho de 2012). «Cresce número de candidatos ao Legislativo ligados a igrejas». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  12. Jornal Cruzeiro do Sul (15 de outubro de 2012). «Amary grava programa e se reúne com religiosos». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  13. Jornal Cruzeiro do Sul (19 de setembro de 2012). «Estudiosos criticam apoio de religiosos a candidatos». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  14. Jornal Cruzeiro do Sul (9 de outubro de 2012). «Sete vereadores eleitos são ligados a doutrinas religiosas». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  15. Jornal Cruzeiro do Sul (29 de setembro de 2012). «Agenda dos candidatos (29/09)». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  16. Jornal Cruzeiro do Sul (9 de setembro de 2012). «Pannunzio já foi condenado por participar de culto». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  17. Jornal Cruzeiro do Sul (17 de setembro de 2012). «Amary é condenado a pagar multa por propaganda em igreja». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  18. G1 (7 de outubro de 2012). «TSE confirma 2º turno entre Renato Amary e Pannunzio em Sorocaba, SP». Consultado em 28 de dezembro de 2012 
  19. Diário de Sorocaba (6 de outubro de 2012). «Sorocabano vai às urnas com três candidatos pendentes no TSE». Consultado em 28 de dezembro de 2012 
  20. Jornal Cruzeiro do Sul (9 de outubro de 2012). «Vitória de dois candidatos aguarda decisão do TSE». Consultado em 28 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 12 de outubro de 2012 
  21. a b Jornal Cruzeiro do Sul (7 de dezembro de 2012). «TSE rejeita recurso de João Donizeti». Consultado em 28 de dezembro de 2012 [ligação inativa]
  22. Jornal Cruzeiro do Sul (7 de dezembro de 2012). «João Donizeti irá recorrer decisão do TSE». Consultado em 28 de dezembro de 2012 [ligação inativa]
  23. Jornal Cruzeiro do Sul (20 de agosto de 2012). «TRE indefere candidatura de Renato Amary». Consultado em 28 de dezembro de 2012 
  24. a b Tribunal Superior Eleitoral (25 de outubro de 2012). «TSE mantém 2º turno em Sorocaba-SP entre Renato Amary e Pannunzio». Consultado em 28 de dezembro de 2012 
  25. Jornal Cruzeiro do Sul (1 de outubro de 2012). «Relator do TSE acolhe recurso e libera candidatura». Consultado em 28 de dezembro  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  26. Jornal Bom Dia. «Candidatura de Renato Amary é liberada». Consultado em 1 de outubro de 2012 
  27. Jornal Cruzeiro do Sul (25 de outubro de 2012). «Por cinco votos a um, TSE dá parecer favorável a Renato Amary». Consultado em 28 de dezembro de 2012 
  28. Jornal Cruzeiro do Sul (26 de outubro de 2012). «TSE nega recurso e libera a candidatura de Amary». Consultado em 28 de dezembro de 2012