Grande Prêmio da Bélgica de 2009

Resultados do Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 realizado em Spa-Francorchamps em 30 de agosto de 2009. Décima segunda etapa do campeonato, foi vencido pelo finlandês Kimi Räikkönen, da Ferrari, com Giancarlo Fisichella em segundo pela Force India-Mercedes e Sebastian Vettel em terceiro pela Red Bull-Renault.[2][3][nota 1]

Grande Prêmio da Bélgica
de Fórmula 1 de 2009
Circuit de Spa-Francorchamps 2004-2006.png
52º GP da Bélgica em Spa-Francorchamps
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 30 de agosto de 2009
Nome oficial LXV Grand Prix de Belgique[1]
Local Circuito de Spa-Francorchamps, Stavelot, Valônia, Bélgica
Percurso 7.004 km
Total 44 voltas / 308.176 km
Condições do tempo Claro, mas ameno
Pole
Piloto
Itália Giancarlo Fisichella Force India-Mercedes
Tempo 1:46.308
Volta mais rápida
Piloto
Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault
Tempo 1:47.263 (na volta 38)
Pódio
Primeiro
Finlândia Kimi Raikkonen Ferrari
Segundo
Itália Giancarlo Fisichella Force India-Mercedes
Terceiro
Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault

Durante a transmissão da prova o jornalista Reginaldo Leme revelou ao mundo, através da Rede Globo, o escândalo envolvendo a batida proposital de Nelson Piquet Jr. no Grande Prêmio de Singapura de 2008 a fim de beneficiar Fernando Alonso, vencedor da referida prova pela Renault.[4][5]

ResumoEditar

  • Primeira corrida da temporada em que Jenson Button, líder do campeonato, não marcou pontos nem completou.
  • Primeira pole, pódio e também os primeiros pontos da Force India.
  • A equipe Force India conquistou nessa etapa os primeiros pontos e primeiro pódio em sua história na categoria, conquistados pelo piloto Giancarlo Fisichella, que chegou em segundo.
  • Única vitória da Ferrari em 2009.
  • Última pole, pódio e pontos na carreira de Giancarlo Fisichella e também a última prova dele na Force India. Na prova seguinte, o Grande Prêmio da Itália, Fisichella substituirá Luca Badoer na Ferrari até o final do campeonato. Na vaga deixada por Fisico, a Force India terá Vitantonio Liuzzi.
  • Última prova de Luca Badoer na categoria.
  • Última vez que dois pilotos da Itália largaram na primeira fila.

Classificação da provaEditar

Carros com KERS estão marcados com "‡"

Treinos classificatóriosEditar

Pos. Piloto Equipe Q1 Q2 Q3 Grid
1 21   Giancarlo Fisichella Force India-Mercedes 1:45.102 1:44.667 1:46.308 1
2 9   Jarno Trulli Toyota 1:45.140 1:44.503 1:46.395 2
3 6   Nick Heidfeld BMW Sauber 1:45.566 1:44.709 1:46.500 3
4 23   Rubens Barrichello Brawn-Mercedes 1:45.237 1:44.834 1:46.513 4
5 5   Robert Kubica BMW Sauber 1:45.655 1:44.557 1:46.586 5
6 4‡   Kimi Räikkönen Ferrari 1:45.579 1:44.953 1:46.633 6
7 10   Timo Glock Toyota 1:45.450 1:44.877 1:46.677 7
8 15   Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1:45.372 1:44.592 1:46.761 8
9 14   Mark Webber Red Bull-Renault 1:45.350 1:44.924 1:46.788 9
10 16   Nico Rosberg Williams-Toyota 1:45.486 1:45.047 1:47.362 10
11 20   Adrian Sutil Force India-Mercedes 1:45.239 1:45.119 11
12 1‡   Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 1:45.767 1:45.122 12
13 7   Fernando Alonso Renault 1:45.707 1:45.136 13
14 22   Jenson Button Brawn-Mercedes 1:45.761 1:45.251 14
15 2‡   Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 1:45.705 1:45.259 15
16 12   Sébastien Buemi Toro Rosso-Ferrari 1:45.951 16
17 11   Jaime Alguersuari Toro Rosso-Ferrari 1:46.302 17
18 17   Kazuki Nakajima Williams-Toyota 1:46.307 18
19 8   Romain Grosjean Renault 1:46.359 19
20 3‡   Luca Badoer Ferrari 1:46.957 20
Fonte:[6]

CorridaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 4‡   Kimi Räikkönen Ferrari 44 1:23:50.995 6 10
2 21   Giancarlo Fisichella Force India-Mercedes 44 + 0.939 1 8
3 15   Sebastian Vettel Red Bull-Renault 44 + 3.875 8 6
4 5   Robert Kubica BMW Sauber 44 + 9.966 5 5
5 6   Nick Heidfeld BMW Sauber 44 + 11.276 3 4
6 2‡   Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 44 + 32.763 15 3
7 23   Rubens Barrichello Brawn-Mercedes 44 + 35.461 4 2
8 16   Nico Rosberg Williams-Toyota 44 + 36.208 10 1
9 14   Mark Webber Red Bull-Renault 44 +36.959 9
10 10   Timo Glock Toyota 44 + 41.490 7
11 20   Adrian Sutil Force India-Mercedes 44 + 42.636 11
12 12   Sébastien Buemi Toro Rosso-Ferrari 44 + 46.106 16
13 17   Kazuki Nakajima Williams-Toyota 44 + 54.241 18
14 3‡   Luca Badoer Ferrari 44 + 1:42.177 20
Ret 7   Fernando Alonso Renault 26 Roda 13
Ret 9   Jarno Trulli Toyota 21 Freios 2
Ret 1‡   Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 0 Colisão 12
Ret 22   Jenson Button Brawn-Mercedes 0 Colisão 14
Ret 11   Jaime Alguersuari Toro Rosso-Ferrari 0 Colisão 17
Ret 8   Romain Grosjean Renault 0 Colisão 19
Fonte:[2]

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. Voltas na liderança: Giancarlo Fisichella 4 voltas (1-4), Kimi Räikkönen 33 voltas (5-14; 18-31; 36-44), Sebastian Vettel 6 voltas (15-16; 32-35), Nico Rosberg 1 volta (17).

Referências

  1. a b c «2009 Belgian GP – championships (em inglês) no Chicane F1». Consultado em 12 de setembro de 2021 
  2. a b «2009 Formula 1™ ING Belgian Grand Prix - race result» (em inglês). Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  3. Fred Sabino (17 de outubro de 2018). «Reviva dez corridas marcantes de Kimi Raikkonen, que completa 39 anos de idade». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 12 de setembro de 2021 
  4. Rafael Lopes (16 de setembro de 2018). «Singapuragate: os dez anos do maior escândalo da história da F1». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 12 de setembro de 2021 
  5. Fred Sabino (30 de agosto de 2019). «Dez anos depois, os bastidores da revelação do "Singapuragate" nas palavras de Reginaldo Leme». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 12 de setembro de 2021 
  6. «2009 Formula 1™ ING Belgian Grand Prix - qualifying» (em inglês). Consultado em 29 de fevereiro de 2020 

Precedido por
Grande Prêmio da Europa de 2009
Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 2009
Sucedido por
Grande Prêmio da Itália de 2009
Precedido por
Grande Prêmio da Bélgica de 2008
Grande Prêmio da Bélgica
65ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Bélgica de 2010