Romain Grosjean

Romain Grosjean
F12019 Schloss Gabelhofen (13).jpg
Grosjean em 2019
Informações pessoais
Nome completo Romain Grosjean
Nacionalidade francês
suíço
Nascimento 17 de abril de 1986 (34 anos)
Genebra, Suíça
Altura 1,80 m
Registros na Fórmula 1
Temporadas 2009, 20122020
Equipes 3 (Renault, Lotus, Haas)
GPs disputados 181 (179 largadas)
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 10
Pontos 391
Primeiro GP GP da Europa de 2009
Último GP GP do Barém de 2020
Registros no Mundial de Turismo
Temporadas 2010
Equipes Suíça Matech Concepts
Corridas 10
Títulos 0
Vitórias 2
Pódios 3
Registros nas 24 Horas de Le Mans
Edições 2010
Equipes Suíça Matech Concepts
Melhor resultado 0
Vitórias em classe(s) 0

Romain Grosjean (Genebra, 17 de abril de 1986) é um automobilista franco-suíço que atuou na Fórmula 1 pelas equipes Renault, Lotus e Haas.

Foi campeão da Fórmula 3 Euro Series em 2007 e campeão das categorias GP2 Asia Series e GP2 Series em 2011. Foi o primeiro piloto bicampeão da GP2 asiática e o único a ter os títulos da GP2 asiática e GP2 principal simultaneamente.

Nascido e criado na Suíça, Grosjean corre com licença de piloto da França.[1] Ele fez sua estreia na Fórmula 1 no Grande Prêmio da Europa de 2009 pela equipe Renault. Após não disputar a temporada de 2010, Grosjean retornou para a Fórmula 1 em 2012 com a Lotus, juntamente com Kimi Räikkönen. Ele também venceu a Corrida dos Campeões, a final foi contra Tom Kristenâsen.[2] Em 2020, sofreu um acidente cinematográfico no Grande Prêmio do Barém, onde teve o carro incendiado, saindo vivo mas com queimaduras nas mãos e tornozelos.[3]

CarreiraEditar

Grosjean venceu todas as dez provas do campeonato da Fórmula Renault Suíça 1.6 de 2003 e passou a competir pelo campeonato da Fórmula Renault Francesa em 2004.[4]

Foi sétimo na primeira temporada e campeão, em 2005, com dez vitórias. Grosjean também apareceu na Fórmula Renault Eurocup e terminou no pódio duas vezes em Valência.[4]

Com seus resultados e potencial na Fórmula Renault, Romain entrou para o programa de desenvolvimento de pilotos da Renault para continuação da sua carreira.[5]

Fórmula 1Editar

 
Grosjean em sua estreia na Fórmula 1 no Grande Prêmio da Europa de 2009 pela Renault.

RenaultEditar

Grosjean chegou à Fórmula 1 no meio da temporada de 2009 na equipe da Renault, substituindo Nelsinho Piquet que não havia se destacado na equipe.[6] Estreou no dia 23 de agosto de 2009, pilotando em Valência. Seu companheiro de equipe era o espanhol Fernando Alonso.

Em 2010 retornou à GP2 devido também não ter tido grande desempenho na Renault. No início de 2011 foi contratado novamente pela Lotus Renault como piloto de testes[7] porém continua a disputar a temporada da GP2.

LotusEditar

 
Grosjean correndo pela Lotus no Grande Prêmio do Canadá de 2015.

Em 2012, foi anunciado que Grosjean seria promovido de piloto de testes à piloto principal da equipe Lotus, para pilotar ao lado do novo contratado Kimi Räikkönen. Curiosamente, Romain volta a Fórmula 1 também substituindo um brasileiro, desta vez Bruno Senna que migrou para a Williams.[8] No Grande Prêmio da China, terceira corrida da temporada, marcou seus primeiros pontos na Fórmula 1 graças a um sexto lugar.[9] Na etapa seguinte, no Grande Prêmio do Barém, Grosjean subiu ao pódio pela primeira vez, ao chegar em terceiro lugar.[10][11]

No Grande Prêmio da Espanha ficou com o quarto lugar, marcando pela primeira vez na carreira a volta mais rápida de uma prova.[12]

No Grande Prêmio da Bélgica, Grosjean provocou um acidente incrível, passando o carro por cima de Fernando Alonso. Por causa disso, levou uma suspensão de uma corrida. Grosjean terminou a temporada de 2012 em oitavo lugar.

Em 2013, Grosjean fez sua melhor temporada. No Grande Prêmio da Austrália conseguiu um decimo lugar, com seu companheiro Kimi Räikkönen em primeiro. Na quarta corrida no Grande Prêmio do Barém conseguiu subir ao pódio pela primeira vez na temporada. Grosjean continuou bem conseguindo seis pódios na temporada, três deles de forma consecutiva e terminou em sétimo lugar.

Em 2014, fez uma das suas piores temporadas graças ao carro nada competitivo da lotus. Grosjean consiguiu apenas oito pontos terminando em decimo quarto lugar.

Em 20 de novembro de 2014, renovou seu contrato com a Lotus por mais uma temporada.[13]

Na temporada de 2015 grosjean se saiu muito melhor, conseguindo pontuar bem. No Grande Prêmio da Bélgica, Grosjean aproveitou-se do pneu estourado de Sebastian Vettel para conseguir seu primeiro pódio na temporada, o décimo na carreira.[14] grosjean terminou a temporada em decimo primeiro.

HaasEditar

 
Grosjean correndo pela Haas no Grande Prêmio da Áustria de 2018.

Foi contratado, em 29 de setembro de 2015, para guiar pela equipe Haas F1 Team que estrearia na categoria em 2016.[15] Grosjean conseguiu um ótimo resultado no Grande Prêmio da Austrália, ao completar em sexto lugar na estreia da equipe Haas na Fórmula 1.[16]

No Grande Prêmio do Barém, segunda corrida desse mesmo ano, Grosjean terminou a corrida em quinto lugar, sendo este o melhor resultado da equipe Haas na Fórmula 1, até então.[17]

Em 2017, Grosjean fez uma temporada mediana que nem em 2016, terminando em décimo terceiro com 28 pontos.

Em 2018, foi a temporada mais frustrante para Grosjean. No Grande Prêmio da Austrália estava na quarta posição mas abandonou. No Grande Prêmio do Azerbaijão Grosjean estava na zona de pontuação mas conseguiu bater sozinho no carro de segurança, e na corrida seguinte na Espanha, Grosjean errou e provocou um acidente que tirou Nico Hulkenberg e Pierre Gasly da corrida. Ele ficou até o Grande Prêmio da França sem marcar um ponto. Na nona corrida na Áustria Grosjean pontuou pela primeira vez com um quarto lugar, daquela corrida pra frente Grosjean continuou pontuando. Grosjean terminou a temporada em décimo quarto com trinta e sete pontos.

Em 22 de outubro de 2020, a Haas anunciou que Grosjean deixaria a equipe no final da temporada de 2020.[18]

Em 29 de novembro de 2020, Grosjean sobreviveu a um terrível acidente no Grande Prêmio do Barém. Ainda na primeira volta, Grosjean perdeu o controle de seu carro após tocar na AlphaTauri de Daniil Kvyat, vindo então a se chocar contra o guard rail. Com o impacto, o carro partiu ao meio e pegou fogo. Apesar da gravidade do acidente, Grosjean conseguiu sair sozinho da Haas em meio as chamas, e sofreu apenas pequenas queimaduras nas mãos e nos tornozelos.[3][19][20] Com isso, Grosjean não disputou as duas últimas corridas da temporada, com ele sendo substituído por Pietro Fittipaldi.[21]

Vida pessoalEditar

Além de piloto, Grosjean tem um emprego em um banco na sua cidade natal, Genebra.[22] Ele é casado com sua antes namorada de longa data, Marion Jolles (que trabalha no canal francês de televisão TF1 como repórter de esportes a motor), em Chamonix no dia 27 de junho de 2012.[23]

Resultados na Fórmula 1Editar

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Ano Equipe Chassi Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Classificação Pontos
2009 ING Renault F1 Team
Renault F1 Team
Renault R29 Renault RS27-2009 2.4 V8 AUS
MAL
CHN
BAR
ESP
MON
TUR
GBR
ALE
HUN
EUR
15
BEL
Ret
ITA
15
SIN
Ret
JAP
16
BRA
13
ABU
18
23º 0
2011 Lotus Renault GP Renault R31 Renault RS27-2011 2.4 V8 AUS
MAL
CHN
TUR
ESP
MON
CAN
EUR
GBR
ALE
HUN
BEL
ITA
SIN
JAP
COR
IND
ABU
TD
BRA
TD
2012 Lotus F1 Team Lotus E20 Renault RS27-2012 2.4 V8 AUS
Ret
MAL
Ret
CHN
6
BAR
3
ESP
4
MON
Ret
CAN
2
EUR
Ret
GBR
6
ALE
18
HUN
3
BEL
Ret
ITA
Ex
SIN
7
JAP
19
COR
7
IND
9
ABU
Ret
EUA
7
BRA
Ret
96
2013 Lotus F1 Team Lotus E21 Renault RS27-2012 2.4 V8 AUS
10
MAL
6
CHN
9
BAR
3
ESP
Ret
MON
Ret
CAN
13
GBR
19
ALE
3
HUN
6
BEL
8
ITA
8
SIN
Ret
JAP
3
COR
3
IND
3
ABU
4
EUA
2
BRA
Ret
132
2014 Lotus F1 Team Lotus E22 Renault Energy F1-2014 1.6 V6 t AUS
Ret
MAL
11
BAR
12
CHN
Ret
ESP
8
MON
8
CAN
Ret
AUT
14
GBR
12
ALE
Ret
HUN
Ret
BEL
Ret
ITA
16
SIN
13
JAP
15
RUS
17
EUA
11
BRA
17†
EAU
13
14º 8
2015 Lotus F1 Team Lotus E23 Hybrid Mercedes PU106B Hybrid 1.6 V6 t AUS
Ret
MAL
11
CHN
7
BAR
7
ESP
8
MON
12
CAN
10
AUT
Ret
GBR
Ret
HUN
7
BEL
3
ITA
Ret
SIN
13†
JAP
7
RUS
Ret
EUA
Ret
MEX
10
BRA
8
ABU
9
11º 51
2016 Haas F1 Team Haas VF-16 Ferrari 061 1.6 V6 t AUS
6
BAR
5
CHN
19
RUS
8
ESP
Ret
MON
13
CAN
14
EUR
13
AUT
7
GBR
Ret
HUN
14
ALE
13
BEL
13
ITA
11
SIN
NL
MAL
Ret
JAP
11
EUA
10
MEX
20
BRA
NL
ABU
11
13º 29
2017 Haas F1 Team Haas VF-17 Ferrari 062 1.6 V6 t AUS
Ret
CHN
11
BAR
8
RUS
Ret
ESP
10
MON
8
CAN
10
AZE
13
AUT
6
GBR
13
HUN
Ret
BEL
7
ITA
15
SIN
9
MAL
13
JAP
9
EUA
14
MEX
15
BRA
15
ABU
11
13º 28
2018 Haas F1 Team Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1.6 V6 t AUS
Ret
BAR
13
CHN
17
AZE
Ret
ESP
Ret
MON
15
CAN
12
FRA
11
AUT
4
GBR
Ret
ALE
6
HUN
10
BEL
7
ITA
DSQ[24]
SIN
15
RUS
11
JAP
8
EUA
Ret
MEX
16
BRA
8
ABU
8
14º 37
2019 Rich Energy Haas F1 Team Haas VF-19 Ferrari 064 1.6 V6 t AUS
Ret
BAR
Ret
CHN
11
AZE
Ret
ESP
10
MON
10
CAN
14
FRA
Ret
AUT
16
GBR
Ret
ALE
7
HUN
Ret
BEL
13
ITA
16
SIN
11
RUS
Ret
JAP
13
MEX
17
EUA
15
BRA
13
EAU
15
18 8
2020 Haas F1 Team Haas VF-20 Ferrari 065 1.6 V6 AUT
Ret
EST
13
HUN
16
GBR
16
70
16
ESP
19
BEL
15
ITA
12
TOS
12
RUS
17
EIF
9
POR
17
EMI
14
TUR
Ret
BAR
Ret
SKR
Les
ABU
Les
19° 2
Nota

† – O piloto não terminou a prova, mas foi classificado pois completou 90% da corrida.

Referências

  1. Noble, Jonathan (18 de agosto de 2009). «10 facts about Romain Grosjean». autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 18 de agosto de 2009 
  2. «Romain Grosjean joins Kimi Raikkonen at Lotus Renault for 2012». Autosport.com. Haymarket Publications. 9 de dezembro de 2010. Consultado em 9 de julho de 2011 
  3. a b «Carro quebra ao meio e pega fogo em acidente forte na F1; Grosjean escapa». www.uol.com.br. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  4. a b «Meet the rookies: Romain Grosjean». F1Fanatic.co.uk. 2007. Consultado em 14 de agosto de 2007 
  5. «Romain ID». Romain-Grosjean.com. 2006. Consultado em 5 de agosto de 2009. Arquivado do original em 20 de agosto de 2009 
  6. «Alonso, Piquet, Grosjean with Renault...». uk.eurosport.yahoo.com. 10 de dezembro de 2007. Consultado em 10 de dezembro de 2007. Cópia arquivada em 15 de Dezembro de 2007 
  7. Terra, 30/1/2011,
  8. «Romain Grosjean desbanca Bruno Senna e será titular da Lotus em 2012». globoesporte.com 
  9. «Grosjean comemora corrida limpa e primeiros pontos na carreira». Total Race. Consultado em 17 de abril de 2012. Arquivado do original em 8 de abril de 2014 
  10. CARASOLI, Julianne (22 de abril de 2012). «Grosjean, estreando no pódio: "Não sabíamos que éramos tão rápidos"». Total Race. Consultado em 22 de abril de 2012. Arquivado do original em 8 de abril de 2014 
  11. «Grosjean vibra: 'O próximo alvo é a primeira vitória'». Lancenet. 22 de abril de 2012 
  12. «GP da Espanha 2012». UOL Esporte 
  13. «International Romain». Sítio oficial Lotus F1 Team. 20 de novembro de 2014. Arquivado do original em 21 de novembro de 2014 
  14. «Hamilton controla Nico e vence em Spa. Grosejan vai ao pódio. Massa é 6º». globoesporte.com. Consultado em 17 de outubro de 2015 
  15. «Haas confirma francês Grosjean em 2016; segundo piloto ainda é incógnita». ESPN. 29 de setembro de 2015 
  16. «Rosberg vence na Austrália e Massa termina em quinto - Diário MS». Diário MS. Consultado em 16 de abril de 2016. Arquivado do original em 17 de abril de 2016 
  17. «Nico Rosberg foge de confusões no Bahrein e chega à 2ª vitória em 2016». globoesporte.com. Consultado em 16 de abril de 2016 
  18. «Haas põe fim a uma era e confirma saída de Grosjean e Magnussen após temporada 2020». Grande Prêmio. 22 de outubro de 2020. Consultado em 22 de outubro de 2020 
  19. «Romain Grosjean sofre acidente assustador com fogo após largada do GP do Barein; vídeos». ge. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  20. «Estado de saúde de Grosjean: "Queimaduras nas mãos e nos tornozelos"». Notícias ao Minuto. 29 de novembro de 2020. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  21. «Haas anuncia que Grosjean não correrá em Abu Dhabi e confirma Pietro Fittipaldi para segundo GP». motorsport.uol.com.br. 6 de dezembro de 2020. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  22. «Grosjean not willing to give up bank job». GPUpdate.net. 26 de agosto de 2009. Consultado em 31 de janeiro de 2011 
  23. «Félicitations Romain!». lotusf1team.com. Lotus F1 Team. 28 de junho de 2012. Consultado em 28 de junho de 2012 
  24. Noble, Jonathan (2 de setembro de 2018). «Grosjean excluded from Italian GP over illegal floor». Motorsport.com. Consultado em 2 de setembro de 2018 

Ligações externasEditar

Acidente de Romain Grosjean no YouTube