Grande Prêmio do Azerbaijão de 2022

O Grande Prêmio do Azerbaijão de 2022 (formalmente denominado Formula 1 Azerbaijan Grand Prix 2022) foi a oitava etapa da temporada de 2022 da Fórmula 1. Foi disputada em 12 de junho de 2022 no Circuito Urbano de Bacu, em Bacu, Azerbaijão.[1]

Grande Prêmio do Azerbaijão de F-1 2022

Grande Prêmio do Azerbaijão de 2022.
Detalhes da corrida
Data 12 de junho de 2022
Nome oficial Formula 1 Azerbaijan Grand Prix 2022
Local Circuito Urbano de Bacu, Bacu, Azerbaijão
Total 51 voltas / 306.049 km
Pole
Piloto
Mónaco Charles Leclerc Ferrari
Tempo 1:41.359
Volta mais rápida
Piloto
México Sergio Pérez Red Bull Racing-RBPT
Tempo 1:46.046 (na volta 36)
Pódio
Primeiro
Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-RBPT
Segundo
México Sergio Pérez Red Bull Racing-RBPT
Terceiro
Reino Unido George Russell Mercedes
Cronologia
Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2022
Mônaco
Canadá
Formula 1 Azerbaijan Grand Prix 2022
2021
2023

Resumo

editar

Contexto

editar

Qualificação

editar

A sessão de classificatória começou com atraso 15 minutos, pois o início do último treino livre também foi atrasado em 15 minutos para reparação das barreiras de proteção do traçado que foram danificadas durante a corrida curta da Fórmula 2. De acordo com o regulamento desportivo, a qualificação tem de se realizar “não menos de duas (2) horas, e não mais de três (3) horas após o fim de treino livre 3”. Em comunicado a Federação Internacional do Automóvel (FIA), informou que: “Após o atraso no início do TL3, que se deveu à reparação de barreiras após a corrida curta de F2, o início da qualificação será 15 minutos mais tarde do que o previsto de acordo com o Artigo 39 do regulamento desportivo”.[2]

Minutos antes do início da sessão, os carros já formaram fila na saída dos boxes à espera liberação da pista. O primeiro a marcar tempo foi Lando Norris virando na casa de 1m45seg. Pouco tempo depois, Max Verstappen foi o primeiro a virar na casa de 1m42seg durante o fim de semana. Sergio Pérez ficou a 0.260 seg atrás de Verstappen com Charles Leclerc e Carlos Sainz em seguida.[3]

Lance Stroll cometeu um erro e bateu contra as barreiras na curva 7. O incidente não teve grandes consequências e o canadense continuou na pista. Porém, na tentativa seguinte, ele cometeu novo erro, desta vez na curva 2, chocou-se contra barreiras e danificou imensamente seu carro. A direção de prova acionou bandeiras vermelhas que interrompera a sessão faltando apenas 2:30 minutos para o fim do Q1.[4][3]

Para o reinício da sessão, formou-se nova fila na saída dos boxes, com Mercedes e Alpha Tauri na frente. Todos os carros conseguiram abrir nova volta válida antes do fim do tempo regulamente.[3]

Eliminados: Kevin Magnussen, Alexander Albon, Nicholas Latifi, Lance Stroll e Mick Schumacher.[3]

 
Charles Leclerc: o pole position da prova

Assim que o Q2 se iniciou com as Red Bull e as Ferraris imprimiram um ritmo forte. As duas Red Bull andaram na casa de 1m42seg, entretanto Carlos Sainz virou na casa de 1m42seg, sendo 0.094 segundos mais rápido que Charles Leclerc em segundo lugar. Vettel acabou batendo contra as barreiras de proteção, mas sem danificar seu carro, o alemão a retornou à pista. Ele queixou-se de problemas nos freios.[5][6]

Pérez foi o primeiro piloto a virar na casa de 1m42seg durante o fim de semana.[5]

Faltando três minutos para o final da sessão, estavam na zona de eliminação Lewis Hamilton, Esteban Ocon, Daniel Ricciardo, Zhou Guanyu e Valtteri Bottas. Hamilton conseguiu melhorar o seu tempo com ajuda do vácuo de seu companheiro de equipe, George Russell. Porém, ele estava sob investigação por ter pilotado devagar demais desnecessariamente, atrapalhando Norris. Lando Norris errou na sua última volta e ficava assim eliminado na Q2.[6]

Eliminados: Lando Norris, Daniel Ricciardo, Esteban Ocon, Guanyu Zhou e Valtteri Bottas.[6][5]

No Q3 a disputa pela pole se concentrou entre Ferrari e Red Bull. A equipe italiana saiu na frente, e Carlos Sainz assumiu a ponta. Leclerc fez melhor volta passou à frente.[6][7]

Pérez saiu dos boxes em cima da hora, com um problema inesperado no reabastecimento. Ele conseguiu ir para a pista, mas não daria vácuo para Verstappen. Sainz começou mal sua nova volta. Leclerc fez uma volta excepcional e tirou quase meio segundo ao de Sainz com o tempo de 1m41seg359. Verstappen conseguiu o segundo tempo, mas foi superado por Pérez. Todos usaram pneus macios.[6][7]

Os 10 primeiros foram Leclerc com a pole, seguido de Pérez, Verstappen, Sainz, George Russell, Pierre Gasly, Lewis Hamilton, Yuki Tsunoda, Sebastian Vettel e Fernando Alonso.[6][7]

Corrida

editar

Resultados

editar

Treino classificatório

editar
Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 16   Charles Leclerc Ferrari 1:42.865 1:42.046 1:41.359 1
2 11   Sergio Pérez Red Bull Racing-RBPT 1:42.733 1:41.955 1:41.641 2
3 1   Max Verstappen Red Bull Racing-RBPT 1:42.722 1:42.227 1:41.706 3
4 55   Carlos Sainz Jr. Ferrari 1:42.957 1:42.088 1:41.814 4
5 63   George Russell Mercedes 1:43.754 1:43.281 1:42.712 5
6 10   Pierre Gasly AlphaTauri-RBPT 1:43.268 1:43.129 1:42.845 6
7 44   Lewis Hamilton Mercedes 1:43.939 1:43.182 1:42.924 7
8 22   Yuki Tsunoda AlphaTauri-RBPT 1:43.595 1:43.376 1:43.056 8
9 5   Sebastian Vettel Aston Martin-Mercedes 1:43.279 1:43.268 1:43.091 9
10 14   Fernando Alonso Alpine-Renault 1:44.083 1:43.360 1:43.173 10
11 4   Lando Norris McLaren-Mercedes 1:44.237 1:43.398 11
12 3   Daniel Ricciardo McLaren-Mercedes 1:44.437 1:43.574 12
13 31   Esteban Ocon Alpine-Renault 1:43.903 1:43.585 13
14 24   Guanyu Zhou Alfa Romeo-Ferrari 1:43.777 1:43.790 14
15 77   Valtteri Bottas Alfa Romeo-Ferrari 1:44.478 1:44.444 15
16 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1:44.643 16
17 23   Alexander Albon Williams-Mercedes 1:44.719 17
18 6   Nicholas Latifi Williams-Mercedes 1:45.367 18
19 18   Lance Stroll Aston Martin-Mercedes 1:45.371 19
20 47   Mick Schumacher Haas-Ferrari 1:45.775 20
Tempo dos 107%: 1:49.912
Fonte:
Notas

Corrida

editar
Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Pit Stop Pneus Grid Pontos
1 1   Max Verstappen Red Bull Racing-RBPT 51 1:34:05.941 2 3 25
2 11   Sergio Pérez Red Bull Racing-RBPT 51 +20.823 2 2 18+1
3 63   George Russell Mercedes 51 +45.995 2 5 15
4 44   Lewis Hamilton Mercedes 51 +1:11.679 2 7 12
5 10   Pierre Gasly AlphaTauri-RBPT 51 +1:17.299 1 6 10
6 5   Sebastian Vettel Aston Martin-Mercedes 51 +1:24.099 1 9 8
7 14   Fernando Alonso Alpine-Renault 51 +1:28.596 1 10 6
8 3   Daniel Ricciardo McLaren-Mercedes 51 +1:32.207 1 12 4
9 4   Lando Norris McLaren-Mercedes 51 +1:32.556 1 11 2
10 31   Esteban Ocon Alpine-Renault 51 +1:48.184 1 13 1
11 77   Valtteri Bottas Alfa Romeo-Ferrari 50 +1 volta 1 15
12 23   Alexander Albon Williams-Mercedes 50 +1 volta 2 17
13 22   Yuki Tsunoda AlphaTauri-RBPT 50 +1 volta 2 8
14 47   Mick Schumacher Haas-Ferrari 50 +1 volta 2 20
15 6   Nicholas Latifi Williams-Mercedes 50 +1 volta 2 18
16† 18   Lance Stroll Aston Martin-Mercedes 46 Vibração 2 19
Ret 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari 31 Unidade de potência 1 16
Ret 24   Guanyu Zhou Alfa Romeo-Ferrari 23 Hidráulico 2 14
Ret 16   Charles Leclerc Ferrari 21 Unidade de potência 2 1
Ret 55   Carlos Sainz Jr. Ferrari 8 Hidráulico 0 4
Volta mais rápida:   Sergio Pérez (Red Bull Racing-RBPT) – 1:46.046 (na volta 36)
Fonte:

Curiosidades

editar

Voltas na liderança

editar
Nº de Voltas Piloto Voltas
36   Max Verstappen 15–18; 20–51
14   Sergio Pérez 1–14
1   Charles Leclerc 19

2022 DHL Fastest Pit Stop Award

editar

Resultado

editar
Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1 14   Fernando Alonso Alpine-Renault 2.74 25
2 1   Max Verstappen Red Bull Racing-RBPT 2.77 18
3 63   George Russell Mercedes 2.83 15
4 5   Sebastian Vettel Aston Martin-Mercedes 2.86 12
5 44   Lewis Hamilton Mercedes 3.24 10
6 77   Valtteri Bottas Alfa Romeo-Ferrari 3.28 8
7 3   Daniel Ricciardo McLaren-Mercedes 3.51 6
8 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari 3.53 4
9 23   Alexander Albon Williams-Mercedes 3.60 2
10 4   Lando Norris McLaren-Mercedes 3.61 1
Fonte:

Classificação

editar


Tabela do campeonato após a corrida

editar

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Ligações externas

editar
Corrida anterior:
GP de Mônaco de 2022
Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA
Temporada 2022
Próxima corrida:
GP do Canadá de 2022

Corrida anterior:
GP do Azerbaijão de 2021
Grande Prêmio do Azerbaijão Próxima corrida:
GP do Azerbaijão de 2023

Referências

  1. «Formula 1 Azerbaijan Grand Prix 2022». Consultado em 28 de abril de 2022 
  2. Pedro André Mendes (11 de Junho de 2022). «GP Azerbaijão F1: Qualificação começa mais tarde». AutoSport. Consultado em 12 de Junho de 2022. Cópia arquivada em 12 de Junho de 2022 
  3. a b c d Fábio Mendes (11 de Junho de 2022). «GP Azerbaijão F1, Q1: Williams, Haas e Stroll eliminados». AutoSport. Consultado em 12 de Junho de 2022 
  4. Fábio Mendes (11 de Junho de 2022). «GP Azerbaijão F1, Q1: Lance Stroll provoca bandeiras vermelhas». AutoSport. Consultado em 12 de Junho de 2022 
  5. a b c Fábio Mendes (11 de Junho de 2022). «GP Azerbaijão F1, Q2: McLaren, Alfa Romeo e Ocon eliminados». AutoSport. Consultado em 12 de Junho de 2022 
  6. a b c d e f «GP do Azerbaijão: Leclerc voa no fim e faz a pole position em Baku». ge. Baku, Azerbaijão. 11 de Junho de 2022. Consultado em 12 de Junho de 2022 
  7. a b c Fábio Mendes (11 de Junho de 2022). «GP Azerbaijão F1: Charles Leclerc conquista a pole». AutoSport. Consultado em 12 de Junho de 2022