Abrir menu principal

Grande Prêmio do Japão de 2019

Grande Prêmio do Japão de 2019
Suzuka circuit map--2005.svg
Grande Prêmio do Japão de 2019.
Detalhes da corrida
Data 13 de outubro de 2019
Nome oficial Formula 1 2019 Japanese Grand Prix
Local Circuito de Suzuka, Suzuka, Japão
Total 53 voltas / 307.471 km
Pole
Piloto
Alemanha Sebastian Vettel Ferrari
Tempo 1:27.064
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Tempo 1:30.983 (na volta 45)
Pódio
Primeiro
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes
Segundo
Alemanha Sebastian Vettel Ferrari
Terceiro
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes

Grande Prêmio do Japão de 2019 (formalmente denominado Formula 1 2019 Japanese Grand Prix) foi a décima sétima etapa da temporada de 2019 da Fórmula 1. Foi disputada em 13 de outubro de 2019 no Circuito de Suzuka, Suzuka, Japão.[1]

RelatórioEditar

AntecedentesEditar

Tufão Hagibis

Antes do inicio do primeiro treino livre, a Fórmula 1 decidiu cancelar todas as atividades de pista do sábado, no GP do Japão, em função da passagem do Tufão Hagibis pelo Circuito de Suzuka. Com isso, o treino classificatório será disputado na manhã de domingo, as 10h (às 22h de sábado no horário de Brasília), pouco antes da largada da corrida, às 14h10 (02h10 no horário de Brasília). Por causa das mudanças, o terceiro treino livre, geralmente realizado no mesmo dia da classificação, será cancelado.

Como resultado do impacto previsto para o tufão Hagibis no GP do Japão de 2019 da Fórmula 1, a Mobilityland e a Federação Japonesa de Automobilismo, decidiram cancelar todas as atividades programadas para o sábado, dia 12 de outubro. De olho na segurança dos fãs, dos pilotos e de todos em Suzuka, FIA e a F1 apoiam esta decisão - diz o comunicado oficial.

Em um eventual caso de o treino classificatório não poder ser realizado, por qualquer que seja o motivo, valerá o resultado do segundo treino livre.

Conforme o tufão vai se aproximando de Suzuka, as previsões apontam que uma forte chuva vai chegar à região por volta das 19h (horário local, 7h de Brasília) de sexta-feira, com rajadas de vento de 52 km/h. No sábado, a ventania chegará a aproximadamente 160 km/h, ainda com chuva violenta, o que certamente torna impossível a realização do terceiro treino livre e a classificação.

Esta não é a primeira vez que a classificação para o Grande Prêmio do Japão é adiada por causa de tempestades. Em 2004 e 2010, o treino classificatório foi disputado no mesmo dia da corrida. Nas ocasiões, os vencedores foram Michael Schumacher e Sebastian Vettel.

Treino ClassificatórioEditar

Q1
Q2
Q3
 
Grid de Largada

CorridaEditar

 
Grid de Largada

Pós-CorridaEditar

Após o término do Grande Prêmio do Japão, a Racing Point protocolou uma reclamação em relação à Renault, alegando que a equipe teria desenvolvido um sistema pré-definido de ajuste de repartição de frenagem para a distância de uma corrida.

O ajuste automático dessa repartição de frenagem permitiria que os pilotos não precisassem mexer no volante para fazê-la. No relatório que levou à decisão de retirar os pontos dos pilotos, a FIA afirmou que o sistema utilizado pela Renault explora trechos nos textos com múltiplas intepretações, mas não quebra qualquer regulamento técnico.

No entanto, a federação considera que o sistema usado pela Renault nos freios constitui um auxílio ao piloto, evitando que o piloto faça um número maior de ajustes no carro durante uma volta. Assim, estaria ferindo o artigo 27.1 do regulamento, que diz que os pilotos devem guiar os carros sozinhos e sem ajuda.

No dia 23 de outubro de 2019, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) decidiu desqualificar os carros da Renault sob uma suspeita de irregularidade do sistema de freios.

PneusEditar

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[2]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Supermacio (C3)   Slick
(P Zero)
Seco Supersoft Médio Médio
Macio (C2)   Slick
(P Zero)
Seco Soft Médio Médio
Médio (C1)   Slick
(P Zero)
Seco Medium Médio Médio
Intermediário   Sulcos
(Cinturato)
Molhado Intermediate
(água não estagnante)
Chuva   Sulcos
(Cinturato)
Molhado Wet
(água estagnante)

ResultadosEditar

Treino ClassificatórioEditar

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 5   Sebastian Vettel Ferrari 1:28.988 1:28.174 1:27.064 1
2 16   Charles Leclerc Ferrari 1:28.405 1:28.179 1:27.253 2
3 77   Valtteri Bottas Mercedes 1:28.896 1:27.688 1:27.293 3
4 44   Lewis Hamilton Mercedes 1:28.735 1:27.826 1:27.302 4
5 33   Max Verstappen Red Bull-Honda 1:28.754 1:28.499 1:27.851 5
6 23   Alexander Albon Red Bull-Honda 1:29.351 1:28.156 1:27.851 6
7 55   Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 1:29.018 1:28.577 1:28.304 7
8 4   Lando Norris McLaren-Renault 1:28.873 1:28.571 1:28.464 8
9 10   Pierre Gasly Toro Rosso-Honda 1:29.411 1:28.779 1:28.836 9
10 8   Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:29.572 1:29.144 1:29.341 10
11 99   Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 1:29.604 1:29.254 11
12 18   Lance Stroll Racing Point-BWT Mercedes 1:29.594 1:29.345 12
13 7   Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 1:29.636 1:29.358 13
14 26   Daniil Kvyat Toro Rosso-Honda 1:29.723 1:29.563 14
15 27   Nico Hülkenberg Renault 1:29.619 1:30.112 15
16 3   Daniel Ricciardo Renault 1:29.822 16
17 11   Sergio Pérez Racing Point-BWT Mercedes 1:30.344 17
18 63   George Russell Williams-Mercedes 1:30.364 18
Tempo dos 107%: 1:34.593
DNQ 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari S/Tempo 191
DNQ 88   Robert Kubica Williams-Mercedes S/Tempo PL2
Fonte:[3]
Notas

CorridaEditar

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 77   Valtteri Bottas Mercedes 52 1:21:46.755 3 25
2 5   Sebastian Vettel Ferrari 52 +13.343 1 18
3 44   Lewis Hamilton Mercedes 52 +13.858 4 15+1
4 23   Alexander Albon Red Bull Racing-Honda 52 +59.537 6 12
5 55   Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 52 +1:09.101 7 10
6 16   Charles Leclerc Ferrari 51 +1 volta1 2 8
7 10   Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso-Honda 51 +1 volta 9 6
82 11   Sergio Pérez Racing Point-BWT Mercedes 51 +1 volta 17 4
9 18   Lance Stroll Racing Point-BWT Mercedes 51 +1 volta 12 2
10 26   Daniil Kvyat Scuderia Toro Rosso-Honda 51 +1 volta 14 1
11 4   Lando Norris McLaren-Renault 51 +1 volta 8
12 7   Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 51 +1 volta 13
13 8   Romain Grosjean Haas-Ferrari 51 +1 volta 10
14 99   Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 51 +1 volta 11
15 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari 51 +1 volta 19
16 63   George Russell Williams-Mercedes 50 +2 voltas 18
17 88   Robert Kubica Williams-Mercedes 50 +2 voltas PL
Ret 33   Max Verstappen Red Bull Racing-Honda 14 Freios 5
DSQ 3 3   Daniel Ricciardo Renault 51 Desclassificado 16
DSQ 3 27   Nico Hülkenberg Renault 51 Desclassificado 15
Volta mais rápida:   Lewis Hamilton (Mercedes) – 1:30.983 (volta 45)
Fonte:[4]
Notas
  • ↑1Charles Leclerc (Ferrari) punido com 5 segundos pela colisão com Max Verstappen (Red Bull Racing-Honda) na primeira volta e 10 segundos por permanecer na pista mesmo com o carro em condições perigosas.[5]
  • ↑2 – A bandeira quadriculada foi exibida aos pilotos na volta 52, ao invés da 53, por isso a prova foi encerrada uma volta antes do previsto. Contudo, após receber a bandeirada, Sergio Pérez (Racing Point-BWT Mercedes) envolveu-se em um acidente e abandonou a prova. Por já ter recebido a bandeirada, mesmo erroneamente, a FIA decidiu por manter a nona posição de Pérez.[6]
  • ↑3 – Após queixa da Racing Point-BWT Mercedes, a equipe Renault é desclassificada por irregularidade no sistema de freios do carro.[7]

CuriosidadesEditar

  • Mercedes é Hexacampeão de Equipe de Construtores na Fórmula 1.
  • Terceira vitória de Bottas em 2019 e a sexta na carreira na Fórmula 1.
  • Alexander Albon obteve sua melhor posição na Fórmula 1; chegando em 4º

Voltas na LiderançaEditar

Nº de Voltas Piloto Voltas
43   Valtteri Bottas 1-17, 21-36 e 43-52
9   Lewis Hamilton 18-20 e 37-42

2019 DHL Fastest Pit Stop AwardEditar

ResultadoEditar

Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1   25
2   18
3   15
4   12
5   10
6   8
7   6
8   4
9   2
10   1
Fonte: [8]

ClassificaçãoEditar

Tabela do campeonato após a corridaEditar

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.


Referências

  1. «Formula 1 2019 Japanese Grand Prix» (em inglês). Formula 1.com 
  2. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2019 Singapore Grand Prix» (em inglês). news.pirelli.com. 21 de setembro de 2019 
  3. a b c «Standings». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês). F1.com. Consultado em 13 de outubro de 2019 
  4. «Race». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês). F1.com. Consultado em 13 de outubro de 2019 
  5. «Por Verstappen e asa quebrada, Leclerc é punido e cai para 7º no Japão». Grande Prêmio. Consultado em 13 de outubro de 2019 
  6. «Direção antecipa bandeirada em uma volta e faz acidentado Pérez pontuar». Grande Prêmio. Consultado em 13 de outubro de 2019 
  7. «Após queixa da Racing Point, Renault é desclassificada do GP do Japão». Grande Prêmio. Consultado em 23 de outubro de 2019 
  8. «2019 DHL Fastest Pit Stop Award» (em inglês). Formula1.com 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons
Prova Anterior:
GP da Rússia de 2019
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2019
Próxima Prova:
GP do México de 2019

Prova Anterior:
GP do Japão de 2018
Grande Prêmio do Japão Próxima Prova:
GP do Japão de 2020