Nadine Bastos

Nadine Schramm Câmara Bastos (Itajaí-SC, 13 de Novembro de 1982) é uma ex-árbitra-assistente de futebol do Brasil que pertenceu ao quadro da FIFA, trabalhou como comentarista e analista de arbitragem dos canais Fox Sports, sendo a 1ª mulher a ser Comentarista de Arbitragem na TV brasileira entre abril de 2017 e julho de 2020. Atualmente exerce a mesma função, mas pelo Grupo Globo.

Nadine Bastos
Nome completo Nadine Schramm Câmara Bastos
Nascimento 13 de novembro de 1982 (37 anos)
Itajaí, Santa Catarina
 Brasil
Nacionalidade brasileira
Estatura 1,70
Ocupação comentarista de arbitragem
Filiação FCF, CBF
Árbitro FIFA 2014-2017
Outros cirurgiã dentista- especialista em Periodontia

Pós em Jornalismo Esportivo

Como árbitra-assistente, seu momento de maior destaque foi quando trabalhou na primeira partida da final da Copa do Brasil de 2016.[1]

CarreiraEditar

OdontologiaEditar

Nadine seguiu a carreira do pai, José Carlos Câmara Bastos, que era um respeitado cirurgião dentista e professor da Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI, Nadine ingressou na faculdade de odontologia em 2000, sob a tutela do pai, que foi seu professor nas disciplinas de cirurgia, anestesiologia e farmacologia, se formou no dia 10 de julho de 2004 recebendo a honraria de mérito estudantil no dia de sua formatura sendo considerada a melhor aluna de sua classe.

Em 2005 iniciou o curso de especialização em Periodontia se formando em 2007.

Entre 2006 e 2017 Nadine trabalhou na Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI no centro de especialidades odontológicas(CEO) na área de Periodontia.

ArbitragemEditar

Nadine Bastos sempre praticou esportes, por parte da mãe Nádia Schramm Câmara Bastos, criou um forte vínculo com o tênis, mas a paixão pelo futebol falou mais alto, e foi justamente essa paixão que à levou a se inscrever no curso de arbitragem da Federação Catarinense de Futebol - FCF se formando em 2007.[2] Nadine foi considerada por 5 vezes consecutivas(2012-2016) a melhor árbitra-assistente do Campeonato Estadual de Santa Catarina, foi também a árbitra-assistente que mais trabalhou no futebol catarinense em 2012, tendo feito inclusive a final do campeonato estadual daquele ano entre Figueirense e Avaí.

No dia 14/08/11 Nadine Bastos fez sua estréia na Série A do Campeonato Brasileiro na partida entre Corinthians e Ceará. Nadine recebeu a insígnia da Fifa em seu uniforme em 2014.[3]

Seu momento de maior destaque foi quando trabalhou na primeira partida da final da Copa do Brasil de 2016 entre Atlético Mineiro e Grêmio Porto Alegrense, a equipe gaúcha venceu a partida por 3 a 1.[1]

Outros momentos de destaque na carreira da ex-árbitra foi quando atuou na última partida realizada no estádio Maracanã antes de seu fechamento no fim de 2009 para a reforma do estádio para a Copa do Mundo do Brasil em 2014, o jogo das estrelas realizado por Zico zelou a paz entre o galinho e o ex-atacante Romário. Nadine também atuou no jogo de reabertura do estádio do Maracanã na partida entre os amigos de Bebeto e os amigos de Ronaldo Fenômeno. Outro momento que marcou a carreira da árbitra-assistente foi o jogo da amizade, a partida amistosa entre Chapecoense e Palmeiras foi a primeira partida da equipe catarinense após o trágico acidente aéreo que vitimou 71 pessoas.

Após dez anos se dedicando à arbitragem brasileira, a despedida oficial de Nadine Bastos dos gramados aconteceu, no amistoso da Seleção Brasileira Feminina contra a Bolívia, na Arena Amazônia no dia 9 de abril de 2017. Ela recebeu o apito nos acréscimos do jogo das mãos da árbitra Débora Cecília Cruz para encerrar o duelo e dar o seu adeus, escreveu ''obrigada'' no gramado e recebeu das mãos da craque Marta sua camisa autografada por todas as jogadoras do elenco.[4]

Comentarista de ArbitragemEditar

Em 2017, Nadine tornou-se a 1ª mulher a ser Comentarista de Arbitragem na TV brasileira.[5]

A negociação entre Nadine e Fox Sports começou no dia 8 de março de 2017, no Dia Internacional da Mulher, quando ela foi procurada pela emissora para representar a arbitragem feminina na televisão e levou pouco mais de 1 mês para ser definida.

Nestes anos de Fox Sports, Nadine Bastos acumulou transmissões da Liga Europa, Copa da França campeonato alemão, espanhol, italiano Primeira Liga, Premier League, argentino, Copa do Nordeste de Futebol Copa do Brasil, Copa Paulista, Copa Sul Americana, Copa Libertadores da América e Copa do Mundo FIFA de 2018.

Além das transmissões ao vivo, Nadine foi um rosto conhecido nos programas Bom Dia Fox, Rodada Fox, Expediente Futebol, Debate Final, Comenta Quem Sabe (apresentado somente por mulheres) e com algumas participações no AUP (A última Palavra).

Em 15 de julho de 2020, foi anunciada como nova contratada pela Rede Globo, exercendo a função de Comentarista de Arbitragem.

Copa do Mundo da RússiaEditar

Com uma cobertura feita majoritariamente por mulheres, o canal FOX Sports 2 fez história no jogo de abertura da Copa do Mundo da Rússia, ao levar ao ar na TV esportiva brasileira o primeiro grito de gol em Copa do Mundo por obra de uma narradora feminina. Ou melhor, os primeiro gols, porque foram cinco, todos da seleção anfitriã Rússia na goleada da estréia do Mundial de 2018 sobre a Arábia Saudita.

A transmissão especial teve os comentários de arbitragem feitos por Nadine Bastos e análises da partida a cargo de Eugênio Leal. Vanessa Riche, ex-apresentadora do SporTV, também fez parte da jornada no segundo canal do Grupo FOX, que teve a jovem Isabelly Morais, que venceu o concurso "Narra quem sabe", no comando da transmissão.

Referências

  1. a b terra.com.br/ Com hisóricos distintos, Atlético-MG e Grêmio iniciam a decisão da Copa do Brasil
  2. apitonacional.com.br/
  3. vozdoapito.com.br/ Melhor árbitra assistente do Brasil, Nadine Bastos encerra a carreira e vira comentarista de arbitragem da Fox Sports
  4. uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br/ Por chance na Fox, bandeirinha larga futebol e pausa carreira de dentista
  5. dibradoras.com.br/ Arquivado em 13 de outubro de 2017, no Wayback Machine. A estreia da 1ª mulher a comentar arbitragem na TV: “Somos capazes de ir muito longe”