Radamel Falcao García

futebolista colombiano
(Redirecionado de Radamel Falcao)

Radamel Falcao García Zárate, mais conhecido como Radamel Falcao ou Falcao García (Santa Marta, 10 de fevereiro de 1986), é um futebolista colombiano que atua como atacante. Atualmente joga no Galatasaray.

Falcao García
Falcao García
Falcao Garcia em 2019.
Informações pessoais
Nome completo Radamel Falcao García Zárate
Data de nasc. 10 de fevereiro de 1986 (34 anos)
Local de nasc. Santa Marta, Colômbia
Nacionalidade colombiano
Altura 1,77 m[1]
ambidestro
Apelido El Tigre[2]
Informações profissionais
Clube atual Galatasaray
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
1996–2001
2001–2005
Millonarios
River Plate
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005–2009
2009–2011
2011–2013
2013–2019
2014–2015
2015–2016
2019–
River Plate
Porto
Atlético de Madrid
Monaco
Manchester United (emp.)
Chelsea (emp.)
Galatasaray
0108 000(45)
0087 000(72)
0091 000(70)
0139 000(83)
0029 0000(4)
0012 0000(1)
0026 000(14)
Seleção nacional3
2005–2007
2007–
Colômbia Sub-20
Colômbia
0003 0000(2)
0091 000(35)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2 de outubro de 2020.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 13 de outubro de 2020.

ClubesEditar

InícioEditar

Com sete anos de idade, Falcao foi jogar no Millonarios com o sonho de jogar na Europa. Ele ficou 5 anos como jogador do clube colombiano e partiu para o River Plate, onde jogou no sub-20 do clube até aos dezenove anos e onde viria se tornar profissional.

River PlateEditar

Aos dezenove anos, Falcao tornou-se profissional no River Plate. Os torcedores argentinos deram a alcunha de El Tigre a Falcao pela sua rapidez, agilidade e habilidade. Em 2006, ao estrear em competições da CONMEBOL pelo River Plate, Falcao jogou apenas um tempo na partida contra o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, e seu time acabou eliminado pela equipe brasileira após um empate em 2 a 2.

PortoEditar

 
Falcao pelo Porto m 2011.

No dia 8 de julho de 2009, Falcao assinou um contrato com o Porto por cinco temporadas. No dia 28 de abril de 2011, marcou quatro gols contra o Villarreal, numa espantosa virada do Porto na Liga Europa (vitória dos Dragões por 5 a 1, após 1 a 0 no intervalo), tornando-se, assim, no maior artilheiro do Porto nas competições Europeias, com vinte gols.[3]

Estabeleceu um novo recorde de 17 gols em 14 partidas durante a campanha da Liga Europa de 2010–11 (fase de "play-off" excluída), superando o recorde anterior de Jürgen Klinsmann.[4]

Foi o artilheiro da Liga Europa de 2011–12, contabilizando dezoito gols no total.[3]

Atlético de MadridEditar

2011–12Editar

Depois de muitas especulações, o Porto decidiu o futuro de Falcao: o clube anunciou no dia 18 de agosto de 2011 que aceitou a proposta do Atlético de Madrid pelo colombiano.

 
Falcao em sua apresentação no Atlético de Madrid em 2011.

Fez sua estreia diante do Osasuna, no empate em 0 a 0. Marcou seu primeiro gol no segundo jogo, contra o Celtic, pela Liga Europa, no Estádio Vicente Calderón. Já no dia 18 de setembro, no jogo contra o Racing, marcou três gols.

Na final da Liga Europa de 2011–12, contra o Athletic Bilbao, o colombiano marcou dois dos três gols da vitória por 3 a 0, assumindo assim a artilharia isolada do torneio. O título foi conquistado pela segunda vez em três anos por parte do Atlético, que já havia sido campeão do torneio na temporada 2009–10.

Em 2012, ele ficou na sexta colocação da lista dos cem melhores jogadores de futebol do mundo do The Guardian.[5] Na premiação FIFA Ballon d'Or de 2012 integrou o FIFA/FIFPro World XI.

2012–13Editar

Pela Supercopa da UEFA de 2012 ele marcou um hat-trick contra o Chelsea e garantiu o primeiro título da temporada do Atlético de Madrid, com uma vitória de 4 a 1.[6][7][8]

No dia 9 de dezembro de 2012 pelo Campeonato Espanhol, o Atlético de Madrid goleou o Deportivo La Coruña por 6 a 0. Falcao marcou 5 gols na partida, e o outro gol foi anotado por Diego Costa.[9] Chamou a atenção de vários clubes grandes como Chelsea e Paris Saint-Germain.[10][11] Depois de suas atuações, foi especulado no Chelsea e no Real Madrid; dias depois, Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid, negou sua ida para o clube inglês.[12][13][14][15]

Fez o primeiro gol do Atlético de Madrid na vitória por 2 a 0 sobre o Zaragoza, no dia 13 de janeiro.[16][17][18] Fez um gol contra o Rubin Kazan no dia 21 de fevereiro, mas sua equipe acabou eliminada por ter perdido o primeiro jogo por 2 a 0.[19] Já no dia 24 de fevereiro, Falcao marcou mais um para sua equipe contra o Espanyol, em jogo vencido por 1 a 0 no Vicente Calderón.[20] No dia 10 de abril, segundo um jornal espanhol Falcao estaria muito perto de ser contratado pelo Manchester United.[21] Fez mais dois gols entre 4 de 12 de maio, contra o Barcelona.[22][23]

MonacoEditar

No dia 31 de maio de 2013, foi oficializada a transferência do jogador para o Monaco.[24]

Manchester UnitedEditar

No dia 1 de setembro de 2014, foi cedido por empréstimo de uma temporada ao Manchester United.[25] Apesar de se juntar temporariamente sob um contrato de empréstimo, Falcao disse que iria lutar para permanecer no United por muitos anos e se tornar uma lenda no clube. Falcao estreou em Old Trafford em 14 de setembro, jogando os 23 minutos finais de uma vitória por 4-0 sobre o Queens Park Rangers, no lugar de Juan Mata. Sua estréia foi marcada por aplausos arrebatadores dos torcedores do clube, que cantavam seu nome continuamente enquanto ele estava se aquecendo e em campo. Em 5 de outubro, ele marcou seu primeiro gol pelo United, vencedor em uma vitória em casa por 2 a 1 sobre o Everton. Em 24 de maio de 2015, sem corresponder as expectativas do treinador Louis van Gaal e do clube,[26] o United anunciou sua decisão de não exercer sua opção de compra no Falcão, encerrando um período no clube em que ele marcou 4 gols em 29 jogos.[27]

 
Falcao pelo Chelsea contra o Arsenal em 2015.

ChelseaEditar

No dia 3 de julho de 2015, foi emprestado ao Chelsea para a temporada 2015–16.[28] Falcao estreou em 2 de agosto no FA Community Shield de 2015 no Estádio Wembley, substituindo Loïc Rémy no intervalo, quando o Chelsea perdeu por 1-0 para o rival Arsenal. Sua estréia na liga ocorreu seis dias depois, em um empate em casa por 2 a 2 com o Swansea City, jogando os seis minutos finais no lugar de Willian. Em 29 de agosto, novamente como substituto de Willian, Falcao marcou seu primeiro e único gol no Chelsea, empatando em uma eventual derrota em casa por 1 a 2 para o Crystal Palace.

Retorno ao MonacoEditar

 
Falcao pelo Monaco em 2016.

No final da temporada 2015–16, Falcao voltou ao Mônaco. Após seu retorno, Falcao foi nomeado capitão de equipe pelo técnico Leonardo Jardim. Em 27 de julho de 2016, Falcao marcou para o Mônaco em sua primeira aparição no clube em duas temporadas; um qualificador Liga dos Campeões contra o Fenerbahçe SK. Em 17 de setembro de 2016, ele marcou seu primeiro gol na Ligue 1 da temporada ao vencer o Stade Rennais por 3 a 0 no Stade Louis II. Em 5 de novembro de 2016, ele marcou duas vezes no primeiro tempo, quando o Mônaco derrotou a Nancy por 6-0 na Ligue 1, depois de seus dois gols no primeiro tempo contra o CSKA Moscou, em uma partida da fase de grupos da Liga dos Campeões de 2016–17, três dias antes.

Em 10 de dezembro de 2016, Falcao marcou seu primeiro "hat-trick" na Ligue 1 em uma vitória por 4 a 0 contra o Bordeaux, o que elevou sua pontuação na temporada 2016–17 para 14 gols em 15 jogos competitivos e 10 gols na Ligue 1 com apenas 579 minutos de jogo. Tempo de jogo na Ligue 1, o que significa que Falcao marcou uma média de um gol na Ligue 1 a cada 58 minutos do tempo de jogo na Ligue 1.

Em 21 de fevereiro de 2017, Falcao marcou dois gols, o primeiro com um cabeceamento de mergulho do cruzamento de Fabinho da direita e o segundo com um chip sobre Willy Caballero, mas perdeu um pênalti na derrota por 5 a 3 para o Manchester City na partida. Jogo da primeira mão da oitava rodada da Liga dos Campeões. Apesar de ele ter perdido a segunda mão em casa devido a lesão, o Mônaco acabou vencendo a partida por 3 a 1 e acabou se classificando para as quartas de final, com gols fora de casa após um resultado agregado por 6 a 6. Em 19 de abril de 2017, ele marcou na vitória por 3 a 1 do Mônaco sobre o Borussia Dortmund para colocar o time nas semifinais da Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2004. Falcao terminou a temporada conquistando o título da Ligue 1 de 2016–17 e como o maior goleador do clube com 30 gols em 43 jogos.

GalatasarayEditar

Foi anunciado como reforço do Galatasaray no dia 1 de setembro de 2019.[29] Após não ter renovado com o Monaco, ele chegou sem custos ao time turco. Falcao, inclusive, foi recebido com muita festa na sua chegada em Istambul.

Seleção NacionalEditar

Estreou pela Seleção Colombiana principal no dia 7 de fevereiro de 2007, em um amistoso contra o Uruguai.

 
Falcao em 2013.

Depois de perder a edição da Copa América de 2007 devido a lesões, o primeiro grande torneio internacional de Falcao foi a Copa América de 2011 na Argentina. Depois de não marcar contra a Costa Rica e os anfitriões, ele marcou os dois gols em uma vitória por 2 a 0 contra a Bolívia, o segundo em um pênalti, fazendo com que a Colômbia superasse seu grupo. Nas quartas-de-final, Falcao perdeu um pênalti contra o Peru, que teria vencido o jogo, e os adversários conseguiram marcar dois gols no prolongamento para eliminar seu time.

No dia 11 de outubro de 2013, Falcao fez dois gols de pênalti que resultaram na reação da equipe contra o Chile, que vencia o jogo por 3 a 0 e acabou sofrendo o empate. Com isso, a Colômbia somou 24 pontos e se classificou para a Copa do Mundo.[30]

No entanto, em partida do Monaco contra o Chasselay, pela Copa da França, no dia 23 de janeiro de 2014, Falcao sofreu lesão do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.[31] O tempo de recuperação frustrou sua participação na Copa do Mundo FIFA de 2014.

Foi chamado para a Copa América de 2015. Ele foi o capitão da equipe no torneio mas não conseguiu marcar em três jogos do grupo e substituiu Jackson Martínez nos 74 minutos da quartas de final contra a Argentina, em 26 de junho; A Colômbia perdeu a partida nos pênaltis

 
Falcao (esquerda) em 2018.

Em 7 de junho de 2017, Falcao se tornou o melhor marcador de todos os tempos da Seleção Colombiana, marcando seu 26º gol em um empate por 2 a 2 com a Espanha.

Tendo perdido a Copa do Mundo anterior devido a lesão, Falcao estreou em Copa do Mundo contra o Japão em 19 de junho, no primeiro jogo da Colômbia na Copa do Mundo FIFA de 2018, com a Colômbia perdendo por 1 a 2. Em 24 de junho, Falcao marcou seu primeiro gol em Copa do Mundo, na vitória da Colômbia por 3 a 0 sobre a Polônia. Após seu gol, Falcao deixou o campo em aplausos, e o técnico da Colômbia, José Pékerman, afirmou após o jogo: "Eu acho que (o gol de Falcao) é uma das maiores alegrias que recebemos hoje à noite. Ele é um símbolo da seleção nacional, um símbolo do futebol colombiano.”

Em 30 de maio de 2019, Falcao foi incluído na lista final de 23 jogadores da Colômbia para a Copa América de 2019.

Vida pessoalEditar

Falcao é um jogador de futebol de segunda geração, com seu pai, Radamel García ter jogado profissionalmente como zagueiro na Colômbia. Seu nome foi dado pelo seu pai que era fã de Falcão, ex-jogador da Roma e ídolo do Internacional. Apesar de ser chamado de Radamel, ele prefere usar seu nome do meio em entrevistas. No dia 27 de setembro de 2011, assinou um acordo de longo prazo com a marca alemã Puma.[32]

Ele é um devoto cristão e líder de vários grupos religiosos. Falcao é casado com a modelo argentina Lorelei Taron.[33]

EstatísticasEditar

Atualizado até 16 de março de 2018.[34][35]

ClubesEditar

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional
Competições
continentais
Outros
torneios
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
River Plate 2004–05 4 0 4 0
2005–06 7 7 2 0 9 7
2006–07 20 3 20 3
2007–08 27 11 27 11
2008–09 32 13 13 7 45 20
Total 90 34 15 7 105 41
Porto 2009–10 28 25 6 5 8 4 42 34
2010–11 22 16 3 3 16 18 1 1 42 38
2011–12 1 0 1 0 2 0
Total 51 41 9 8 24 22 2 1 86 72
Atlético de Madrid 2011–12 34 24 1 0 15 12 50 36
2012–13 34 28 4 2 2 1 1 3 41 34
Total 68 52 5 2 17 13 1 3 91 70
Monaco 2013–14 17 9 2 2 19 11
2014–15 3 2 3 2
2016–17 29 21 4 2 10 7 43 30
2017–18 21 17 3 3 5 3 1 0 30 23
Total 70 49 9 7 15 10 1 0 101 71
Manchester United 2014–15 26 4 3 0 29 4
Total 26 4 3 0 29 4
Chelsea 2015–16 10 1 1 0 1 0 12 1
Total 10 1 1 0 1 0 12 1
Total na carreira 315 181 27 17 71 52 5 4 418 254

Seleção ColombianaEditar

Ano
Jogos Gols
2007 8 2
2008 5 1
2009 9 2
2010 4 1
2011 8 4
2012 7 5
2013 9 5
2014 3 1
2015 9 4
2016 2 0
2017 6 3
2018 11 4
2019 8 2
2020 2 1
Total 91 35

TítulosEditar

River Plate
Porto
Atlético de Madrid
Monaco
Seleção Colombiana

Prêmios IndividuaisEditar

ArtilhariasEditar

Referências

  1. «Perfil de Radamel Falcao García Zárate». Consultado em 10 de Dezembro de 2012 
  2. «"Yo le puse a Falcao el apodo de El Tigre"» (em espanhol). AS. 19 de outubro de 2012 
  3. a b «Falcao é o melhor marcador de sempre na Europa». Consultado em 24 de abril de 2011 
  4. «Sixteen-goal Falcao breaks Klinsmann's record» (em inglês). UEFA. 5 de maio de 2011 
  5. http://www.guardian.co.uk/football/datablog/2012/dec/24/world-best-footballers-top-100-list
  6. «Atlético de Madri bate Chelsea e leva Supercopa». Consultado em 31 de Agosto de 2012 
  7. «Falcao faz 3 e Atlético de Madri massacra Chelsea na Supercopa da Europa». Consultado em 30 de Agosto de 2012 
  8. «Supercopa da Europa: Gols de Atlético de Madri 4 x 1 Chelsea». Consultado em 11 de Julho de 2012 
  9. Falcao faz 5, quebra recordes, e Atlético de Madri humilha Deportivo La Coruña
  10. «Chelsea on alert as Falcao drops Premier League hint». Consultado em 6 de Junho de 2011 
  11. «Falcao might go to Chelsea». Consultado em 6 de Julho de 2011 
  12. «Presidente do Atlético de Madrid nega ida de Falcao García ao Real Madrid». Superesportes. 4 de janeiro de 2013. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  13. «Falcao García recebe prêmio de Melhor Jogador do Mundo em 2012». Consultado em 3 de Janeiro de 2013 
  14. «Radamel Falcao declares love France blow Chelsea». Consultado em 4 de Janeiro de 2013 
  15. «Mercado: Radamel Falcao não nega uma possível mudança para o PSG». Consultado em 6 de Janeiro de 2013 
  16. «Em Madri, apenas o Atlético comemora, e sempre com Falcao». Consultado em 13 de Janeiro de 2013 
  17. «Simeone elogia Diego Costa, substituto de Falcao contra Athletic». Consultado em 26 de Janeiro de 2013 
  18. «Espanhol: Sem Falcao, Atlético de Madrid é dominado pelo Athletic Bilbao». Consultado em 27 de Janeiro de 2013 
  19. «Falcao marca, mas atual campeão Atlético é eliminado pelo Rubin Kazan». Consultado em 21 de Fevereiro de 2013 
  20. «Com um a menos, Atlético de Madri vence com um gol de Falcao Garcia». GloboEsporte.com. 24 de fevereiro de 2013. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  21. «Jornal: Manchester United fica perto da contratação de Falcao García». GloboEsporte.com. 30 de agosto de 2019. Consultado em 10 de abril de 2013 
  22. «Barça vira sobre o Atlético após título, mas volta a perder Messi por lesão». Consultado em 12 de maio de 2013 
  23. Chelsea observa e pode fazer proposta por Falcao García
  24. «AS Mónaco confirma Radamel Falcao». TVI. 31 de maio de 2013 
  25. «Manchester United sign Falcao on loan» (em inglês). Sítio oficial Manchester United. 2 de setembro de 2014 
  26. «Van Gaal sem explicação para o fraco rendimento de Falcao». Diário de Notícias. 13 de março de 2015 
  27. «Falcao leaves United and returns to Monaco» (em inglês). Sítio oficial Manchester United. 24 de maio de 2015 
  28. «Falcao loan agreed» (em inglês). Sítio oficial Chelsea FC. 3 de julho de 2015 
  29. «Falcao García define futuro e assina pelo Galatasaray-TUR». FOX Sports. 1 de setembro de 2019 
  30. «Colômbia reage, empata com Chile e se garante na Copa». Estadão. 11 de outubro de 2013 
  31. «Falcao sofre lesão no joelho e pode desfalcar Colômbia na Copa». BOL. 23 de janeiro de 2014 
  32. «Puma anuncia patrocínio a colombiano Falcao Garcia». Máquina do Esporte. 27 de setembro de 2011. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  33. «Kaka hails Falcao ahead of Brazil-Colombia friendly». Consultado em 12 de Dezembro de 2009 
  34. «Perfil do R. Falcao». Soccerway. Consultado em 21 de outubro de 2017 
  35. «Player - Radamel Falcao García» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 9 de maio de 2012 
  36. «Radamel Falcao» (em espanhol). Marca 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Radamel Falcao García