Seleção Belga de Futebol

equipe que representa a Bélgica nas competições internacionais e continentais da UEFA e FIFA

A Seleção Belga de Futebol representa a Bélgica nas competições de futebol da Federação Internacional de Futebol. É organizada pela Real Associação Belga de Futebol.

Seleção Belga de Futebol
Royal Belgian FA logo 2019.png
Alcunhas?  Rode Duivels
Diables Rouges
Roten Teufel
(Diabos Vermelhos)
Nieuw Nederland
(Nova Holanda)[1]
Associação Real Associação Belga de Futebol (KBVB/URBSFA/KBFV)
Confederação União das Associações Europeias de Futebol (Europa)
Material desportivo?  Alemanha Adidas
Treinador Espanha Roberto Martínez
Capitão Eden Hazard
Mais participações Jan Vertonghen (120)
Melhor artilheiro Romelu Lukaku (52)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

A primeira partida da seleção belga foi disputada a 1 de Maio de 1904, em empate por 3 a 3 contra a França. De início, a equipe contou com ajuda de alguns jogadores ingleses, fazendo com que estas partidas não fossem consideradas. Em 28 de Abril de 1901, o time havia batido Países Baixos por 8 a 0.

A equipe recebeu o apelido de Os Diabos Vermelhos do jornalista Pierre Walckiers em 1906, após vitória por 3 a 2 contra Países Baixos em Roterdã.

A Bélgica esteve presente em onze mundiais, sendo que sua melhor classificação se deu em 2018 na Russia, onde terminou na terceira colocação. Na Eurocopa, o melhor desempenho foi o vice-campeonato em 1980.

Nas Olimpíadas de 1900, a Bélgica foi representada pela Université de Bruxelles e conquistou a medalha de bronze. Na edição de 1920 do torneio, a seleção disputou o campeonato e venceu, conquistando a medalha de ouro. Atualmente, tem a considerada "geração de ouro" da Bélgica. Na Copa do Mundo de 2002, após campanha regular, caiu contra o Brasil em uma das maiores controvérsias em Copas do Mundo na anulação do gol legítimo de Marc Wilmots, onde o árbitro inexplicavelmente marcou falta em cima do então zagueiro brasileiro Roque Júnior.

Nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, ganhou quase todos os jogos, pois empatou apenas dois e não perdeu nenhum. Na Copa de 2014 fez uma boa campanha chegando as quartas de final e caindo para a Argentina, quando havia vencido 4 partidas, algo até então inédito para a Bélgica, como é uma seleção muito jovem, segue promissora para os próximos anos.

Copa do Mundo de 2018Editar

Na Copa do Mundo de 2018, a Seleção Belga ─ que já havia enfrentado duas eliminações para a Argentina na Copa do Mundo de 2014 e para o País de Gales na Euro 2016 ─ caiu no Grupo G: um grupo relativamente fácil, com Panamá, Tunísia e Inglaterra. Venceu os três jogos por 3 a 0, 5 a 2, e 1 a 0, respectivamente. Chegou às oitavas de final contra o Japão e provou seu poder de reação ao transformar um revés de 2 a 0 em uma vitória heroica de 3 a 2, com direito a um gol de contra-ataque de Chadli faltando 10 segundos para o término da partida.

O adversário nas quartas de final era o pentacampeão Brasil, derrotado por 2 a 1 graças a um gol contra de Fernandinho e outro golaço de contra-ataque de Kevin De Bruyne. Caiu nas semifinais para a França, porém garantiu o 3º lugar e a melhor campanha de sua história em Copas do Mundo ao vencer novamente a Inglaterra, em 14 de julho de 2018, por 2 a 0.[3]

TítulosEditar

 Títulos de baseEditar

Seleção Sub-19Editar

Campanhas de destaqueEditar

UniformesEditar

Os uniformes titulares da seleção belga apresentam predominantemente camisas vermelhas, pelo qual são conhecidos como "Diabos Vermelhos", variando as cores dos calções entre o vermelho e o preto e meiões, vermelhos, pretos ou amarelos, cores da bandeira nacional. O uniforme reserva costuma mudar com mais frequência, sendo que já foram utilizadas camisas amarelas, pretas, azuis e brancas.

Uniformes dos jogadoresEditar

     
 
 
Titular
     
 
 
Reserva

Uniformes dos goleirosEditar

     
 
 
'
     
 
 
'
     
 
 
'

Uniformes anterioresEditar

  • 2018-19
     
 
 
Titular
     
 
 
Reserva
     
 
 
Alternativo


  • 2016
     
 
 
Titular
     
 
 
Reserva
     
 
 
Combinação 1
     
 
 
Combinação 2
  • 2015
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2014
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro
  • 2012
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2011
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2011
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2010
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2008
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
 
Escudo antigo da Seleção Belga

Fornecedores esportivosEditar

Período Material esportivo
Anos 1970s   Umbro
1974-1980   Adidas
1981-1983   Admiral
1984-1991   Adidas
1992-1998   Diadora
1999-2010   Nike
2010-2014   Burrda
2014- presente   Adidas

Elenco atualEditar

Os seguintes 26 jogadores foram convocados para a disputa da UEFA Euro 2020.[4] Timothy Castagne foi cortado após lesão na primeira rodada da Euro 2020, reduzindo o elenco para 25 atletas.[5]

Número Nome Posição Clube
1 Thibaut Courtois Goleiro   Real Madrid
12 Simon Mignolet Goleiro   Brugge
13 Matz Sels Goleiro   Strasbourg
2 Toby Alderweireld Zagueiro   Al-Duhail
3 Thomas Vermaelen Zagueiro   Vissel Kobe
4 Dedryck Boyata Zagueiro   Hertha Berlim
5 Jan Vertonghen Zagueiro   Benfica
15 Thomas Meunier Lateral-direito   Borussia Dortmund
18 Jason Denayer Zagueiro   Lyon
21 Timothy Castagne Lateral-direito   Leicester City
6 Axel Witsel Volante   Borussia Dortmund
7 Kevin De Bruyne Meia-atacante   Manchester City
8 Youri Tielemans Meio-campo   Leicester City
11 Yannick Carrasco Meia-atacante   Atlético de Madrid
16 Thorgan Hazard Meia-atacante   Borussia Dortmund
17 Hans Vanaken Meia-atacante   Brugge
19 Leander Dendoncker Volante   Wolverhampton
22 Nacer Chadli Meia-atacante   İstanbul Başakşehir
26 Dennis Praet Meio-campo   Leicester City
9 Romelu Lukaku Centroavante   Internazionale
10 Eden Hazard Ponta   Real Madrid
14 Dries Mertens Atacante   Napoli
20 Christian Benteke Centroavante   Crystal Palace
23 Michy Batshuayi Centroavante   Crystal Palace
24 Leandro Trossard Ponta   Brighton & Hove Albion
25 Jérémy Doku Ponta   Rennes

Desempenho em competiçõesEditar

Copa do MundoEditar

Ano Fase Posição J V E D GP GC
  1930 1ª fase 11/13 2 0 0 2 0 4
  1934 1ª fase 15/16 1 0 0 1 2 5
  1938 1ª fase 13/15 1 0 0 1 1 3
  1950 Se retirou
  1954 1ª fase 12/16 2 0 1 1 5 8
  1958 Não se classificou
  1962
  1966
  1970 1ª fase 10/16 3 1 0 2 4 5
  1974 Não se classificou
  1978
  1982 2ª fase 10/24 5 2 1 2 3 5
  1986 Quarto lugar 4/24 7 2 2 3 12 15
  1990 Oitavas de final 11/24 4 2 0 2 6 4
  1994 Oitavas de final 11/24 4 2 0 2 4 4
  1998 1ª fase 19/32 3 0 3 0 3 3
   2002 Oitavas de final 14/32 4 1 2 1 6 7
  2006 Não se classificou
  2010
  2014 Quartas de final 6/32 5 4 0 1 6 3
  2018 Terceiro lugar 3/32 7 6 0 1 16 6
  2022 a definir
    2026 a definir
Total 13/23 11° 48 20 9 19 68 72

EurocopaEditar

Ano Fase Posição J V E D GP GC
  1960 Não se classificou
  1964
  1968
  1972 Terceiro lugar 3/4 2 1 0 1 3 3
  1976 Não se classificou
  1980 Vice-campeã 2/8 4 1 2 1 4 4
  1984 1ª fase 6/8 3 1 0 2 4 8
  1988 Não se classificou
  1992
  1996
   2000 1ª fase 12/16 3 1 0 2 2 5
  2004 Não se classificou
   2008
   2012
  2016 Quartas de final 7/24 5 3 0 2 9 5
  2020 Quartas de final 5/24 5 4 0 1 9 3
  2024 a definir
Total 7/17 14° 22 11 2 9 31 28

TemporadasEditar

Ver tambémEditar

Notas e referênciasEditar

  1. Bélgica a nova Holanda
  2. a b Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome ref_fifa_rank_masc
  3. «Bélgica bate Inglaterra pelo 3º lugar e faz melhor campanha de sua história». esporte.uol.com. Uol. Consultado em 14 de julho de 2018 
  4. «Selection of the Red Devils for EURO 2020 has been announced» (em inglês). RBFA. 17 de maio de 2021. Consultado em 17 de maio de 2021 
  5. «Belga que teve seis fraturas no rosto na Eurocopa é operado por seis horas». O Tempo. 16 de junho de 2021. Consultado em 19 de junho de 2021 

Referências adicionaisEditar

Ligações externasEditar