Ana Catarina Mendes

política portuguesa

Ana Catarina Veiga Santos Mendonça Mendes (Lisboa, 14 de janeiro de 1973) é uma política portuguesa, dirigente nacional do Partido Socialista e antiga deputada na Assembleia da República.[1] É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e frequentou o mestrado em Novas Fronteiras do Direito [2] no ISCTE.[1]

Ana Catarina Mendes
Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares da República Portuguesa
Período 30 de março de 2022 até a atualidade
Governo XXIII Governo Constitucional
Presidente do Grupo Parlamentar do PS na Assembleia da República
Período 25 de outubro de 2019 até 30 de março de 2022
Antecessor(a) Carlos César
Sucessor(a) Eurico Brilhante Dias
Deputada da Assembleia da República pelo
Distrito de Setúbal
Período 27 de outubro de 1995 até 30 de março de 2022
Legislaturas XV da República Portuguesa;
XIV da República Portuguesa
XIII da República Portuguesa;
XII da República Portuguesa
X da República Portuguesa;
IX da República Portuguesa
VIII da República Portuguesa
VII da República Portuguesa
Secretária-Geral Adjunta do
Partido Socialista
Período 9 de dezembro de 2015 até 17 de outubro de 2019
Sucessor(a) José Luís Carneiro
Presidente da Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista
Período 2014 a 2015
Dados pessoais
Nome completo Ana Catarina Veiga Santos Mendonça Mendes
Nascimento 14 de janeiro de 1973 (49 anos)
Coimbra
Nacionalidade Portugal Português
Alma mater Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
Partido Partido Socialista
Ocupação Político

Liderou a concelhia de Almada e a Federação Distrital de Setúbal da Juventude Socialista.

Foi Presidente da Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista de 2014 a 2015, altura em que foi designada Secretária-geral Adjunta.[3]

Foi deputada municipal em Almada de 1993 a 1997 e deputada na Assembleia da República eleita pelo círculo de Setúbal nas VII, VIII, IX, X, XI, XII e XIII legislaturas, tendo sido nesta última a 1.ª vice-presidente da bancada do PS. Desempenhou de 2015 a 2019 as funções de secretária-geral adjunta do Partido Socialista, tendo sido eleita com 84,84%.[4][5] Desempenhou entre 2019 e 2022 as funções de Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista.[6][7] Após as eleições de 30 janeiro de 2022, foi indicada por António Costa para assumir o cargo no executivo de Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares do XXIII Governo Constitucional.

Entre setembro de 2020 e março de 2022 foi comentadora residente na Circulatura do Quadrado (posteriormente denominado O Princípio da Incerteza)[8] tendo substituído Jorge Coelho. Foi substituída por Alexandra Leitão em março de 2022, após tomar posse como ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares.[9]

Assembleia da RepúblicaEditar

XIV LegislaturaEditar

No início da legislatura a secretária-geral adjunta do Partido Socialista (PS), foi eleita com 84,8% para a chefia do grupo parlamentar do PS.[10] Na sua lista para a direção do Grupo Parlamentar Catarina Mendes, procurou apresentar diversidade regional.[11] Segundo fonte socialista, "a percentagem de mulheres na direção da bancada será de 46%, o que acrescerá ao facto de Ana Catarina Mendes ser a primeira mulher presidente do Grupo Parlamentar do PS".[12] Ao abandonar o cargo de secretária-geral adjunta, afirmou que teve um ciclo de vitórias e defendeu que estão lançadas as sementes para que os socialistas obtenham um bom resultado nas próximas autárquicas.[13]

Na sua primeira intervenção como presidente do grupo parlamentar deu os parabéns pela reeleição do Presidente da Assembleia da República, o socialista Eduardo Ferro Rodrigues, onde deixou a mensagem que é necessário defender a democracia "Cabe-nos a todos nós, todos os dias, defender a democracia".[14]

Orçamento de Estado (2021)Editar

A líder parlamentar afirmou que existia disponibilidade para a negociação do orçamento de estado até à sua votação final global. Ana Catarina Mendes defendeu depois a tese de que a estratégia orçamental do Governo de combate à crise "é em toda a sua extensão diferente da direita".[15]

XV LegislaturaEditar

A 30 de janeiro de 2022, Ana Catarina Mendes foi eleita deputada pelo PS para a Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Setúbal.[16][17]

Ministra adjunta e dos assuntos parlamentaresEditar

A 30 de março de 2022, tomou posse como ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares do XXIII Governo Constitucional.

Referências

  1. a b «Biografia». www.parlamento.pt. Consultado em 12 de dezembro de 2019 
  2. «Página oficial do Grupo Parlamentar do Partido Socialista». Grupo Parlamentar do Partido Socialista 
  3. «Ana Catarina Mendes designada secretária-geral adjunta». Partido Socialista. Consultado em 25 de agosto de 2020 
  4. «Ana Catarina Mendes deixa cargo no partido». Semanário SOL. Consultado em 12 de dezembro de 2019 
  5. «Ana Catarina Mendes eleita secretária-geral adjunta do PS com 84,84% dos votos». www.jornaldenegocios.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  6. «Ana Catarina Mendes passa a líder parlamentar e José Luís Carneiro para secretário-geral do PS». Jornal Expresso. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  7. «Ana Catarina Mendes eleita com ampla maioria líder da bancada do PS». www.cmjornal.pt. Consultado em 12 de dezembro de 2019 
  8. «Ana Catarina Mendes substitui Jorge Coelho na Circulatura do Quadrado». www.publico.pt. Consultado em 12 de dezembro de 2019 
  9. Alexandra Leitão é o novo rosto de ‘O Princípio da Incerteza’, Espalha-Factos 29.03.2022
  10. «Ana Catarina Mendes passa a líder parlamentar e José Luís Carneiro para secretário-geral do PS». Jornal Expresso. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  11. «Ana Catarina Mendes coloca mais cinco mulheres na direção da bancada do PS». www.jornaldenegocios.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  12. «Ana Catarina Mendes coloca ex-ministra e mais quatro mulheres na direção da bancada do PS». www.jn.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  13. «Ana Catarina Mendes defende que estão lançadas sementes para novas vitórias do PS». www.cmjornal.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  14. «Ferro Rodrigues reeleito para presidência da Assembleia promete mobilização contra ″ameaça climática″». www.dn.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  15. «Ana Catarina Mendes: PS mantém compromisso de negociar até à votação final global». www.jornaldenegocios.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  16. «Ao minuto: direção do PSD apanhada de surpresa pelos resultados, PS ainda sonha com a maioria». CNN Portugal. 30 de janeiro de 2022. Consultado em 30 de janeiro de 2022 
  17. «Eleições Legislativas 2022». legislativas2022.mai.gov.pt. Consultado em 30 de janeiro de 2022 


Precedido por
Como Ministra Adjunta:
Cargo vago
Anterior incumbente:
Pedro Siza Vieira
(2017–2019)
(como ministro Adjunto e da Economia)
Como Ministro dos Assuntos Parlamentares:
Duarte Cordeiro

(como secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares)
Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares
XXIII Governo Constitucional
2022 – presente
Sucedido por
Incumbente