Abrir menu principal

Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte. Foi fundado como um bloco carnavalesco, em 1924, e só passou a ter um time de futebol, trinta e seis anos depois. Suas cores são verde, branco e vermelho.

Baraúnas
ACECBaraunas.png
Nome Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas
Alcunhas Tricolor de Mossoró
Leão do Oeste
Barú
Torcedor/Adepto Tricolor
Mascote Leão
Principal rival Potiguar de Mossoró
Fundação 14 de janeiro de 1960 (59 anos)
Estádio Nogueirão
Capacidade 9.000
Localização Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil
Presidente Damásio Medeiros
Patrocinador Canal TCM
Material (d)esportivo Robrac
Competição Rio Grande do Norte Campeonato Potiguar - 2ª Divisão
Ranking nacional Baixa (53) 168º lugar, 210 pontos
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Dos clubes do interior do estado é o que tem mais destaque nacional, além de ser o clube com mais participações em Campeonatos Brasileiros (dentre os clubes do interior). Ficou conhecido nacionalmente com a campanha da Copa do Brasil de 2005, quando o Leão do Oeste eliminou grandes clubes do futebol Brasileiro com destaque para Esporte Clube Vitória e Club de Regatas Vasco da Gama.

HistóriaEditar

O Baraúnas é uma Associação Cultural que existe desde o ano de 1924, já que naquele ano, foi criado um bloco carnavalesco, que passou a representar a cidade, sobretudo, a população do Bairro Doze Anos. Na década de 1960, os diretores do bloco carnavalesco resolveram estender a sua atuação, criando o time de futebol, que passou a ser a maior paixão do povo mossoroense.

Desde os primórdios, o Tricolor mostrou a sua força e ganhou o primeiro campeonato que disputou: o Torneio Início do Campeonato Mossoroense. Nos três primeiros anos de vida, também se tornou tri-campeão mossoroense.

Nos anos seguintes, o clube ainda conquistou outros dois títulos do Campeonato Mossoroense e duas Taças Cidade de Mossoró.

Maior Campeão do InteriorEditar

O Baraúnas é o clube do interior do Rio Grande do Norte com o maior número de títulos que tem a chancela da Federação Norte-riograndense de Futebol, são oito ao total. O Tricolor conquistou dois títulos do Torneio Início, dois turnos do Campeonato Estadual, um Torneio Seletivo, duas Copas RN e ainda venceu o Campeonato Norte-riograndense duas vezes no ano de 2006.

O primeiro título oficial foi conquistado no ano de 1981, quando o Tricolor do Oeste ganhou o Torneio Início. No mesmo ano, o Esquadrão Tricolor ainda ganhou o III Turno do Campeonato Estadual.

O Leão continuou sua história de glórias nos anos seguintes e sagrou-se vice-campeão estadual no ano de 1987. O ano de 1988 foi ainda mais importante para o Tricolor, que venceu o Torneio Início, se tornando o maior campeão do interior da competição e ainda foi campeão do 2º Turno do Campeonato Estadual.

 
Antigo escudo

As glórias do Baraúnas aumentaram desde que o presidente João Dehon da Rocha assumiu o cargo em 2004. No primeiro ano do seu mandato, o Tricolor conquistou o Torneio Seletivo para a Série C do Campeonato Brasileiro e foi também campeão da Copa RN de Futebol.

Em 2006, a conquista foi ainda mais importante. O Baraúnas sagrou-se campeão estadual de futebol. Na ocasião, o Tricolor teve que disputar a decisão duas vezes, devido a um imbróglio judicial envolvendo ASSU e ABC. Nas duas oportunidades, o adversário do Barú foi o rival Potiguar, que perdeu as duas decisões.

Em 2007, o Tricolor conquistou novamente a Copa RN de Futebol, se tornando o maior campeão da competição, com duas taças.

Rompendo FronteirasEditar

O Baraúnas é o clube do interior do Rio Grande do Norte com o maior número de participações em competições interestaduais. O time se manteve na divisão de acesso do Campeonato Brasileiro por três anos, sendo o único clube do interior do RN a participar da Série B.

O clube participou de duas edições da Taça de Prata (80 e 82), que é equivalente a Série B atual e também disputou a Série B do Campeonato Brasileiro em 1989.

O Barú também foi o primeiro do interior do RN a participar de uma edição da Copa do Nordeste. O clube disputou o evento em 1999, por ter sido o terceiro colocado no Campeonato Estadual de 1998.

Campanhas de destaque na Copa do BrasilEditar

O feito que trouxe mais reconhecimento nacional para o Baraúnas foi a campanha na Copa do Brasil no ano de 2005. O clube conseguiu chegar às quartas-de-finais da competição nacional, sendo o primeiro time do RN a atingir essa marca. Naquele ano, o Tricolor eliminou América Mineiro, Vitória e Vasco.

O Barú ainda mostrou as suas garras no ano de 2007, quando eliminou mais uma vez o Vitória, mas o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte desclassificou o Tricolor de forma contestada, afirmando que o clube havia colocado o goleiro reserva Paulo Renato de forma irregular no banco de reservas.

Fim de jejum: E a Volta a um Campeonato BrasileiroEditar

Depois de muito tempo fora de uma competição nacional, o Baraúnas conseguiu, no ano de 2012, um incrível acesso da série D para série C. Na competição o Leão do Oeste consegui a primeira colocação do seu grupo, indo pra fase final e eliminando os dois times paraibanos ,que disputavam o acesso, o Sousa e Campinense e caindo na semi-final, pro então campeão Sampaio Corrêa .

TítulosEditar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Potiguar 1 2006
  Copa RN 2 2004 e 2007
  Torneio Início 2 1981 e 1988
Outras Conquistas
Competição Títulos Temporadas
          Campeonato Mossoroense 5 1961, 1962, 1963, 1967 e 1977
  Troféu Jornalista Souza Silva 1 1987
  Copa Oeste 1 2000
  Torneio de Verão 1 2001
  Torneio Seletivo para a série C 1 2004
Taça Cidade de Mossoró 3 1977, 1985, 1988

Outras ConquistasEditar

Campanha de destaqueEditar

EstatísticasEditar

Últimas dez temporadasEditar

  Brasil   Nordeste   Rio Grande do Norte
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Campeonato Potiguar
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2005 C 50° 5 6 1 2 3 8 10 QF 1D
2006 C 48° 5 6 1 2 3 8 12 1D
2007 C Não classificado 1F 1D
2008 C Não classificado 1F 1D
2009 D Não classificado 1D
2010 D Não classificado 1D
2011 D Não classificado 1D
2012 D 26 14 7 5 2 19 10 1D
2013 C 20º 13 20 4 1 15 17 44 1D
2014 D 29º 8 8 2 2 4 8 14 1D
2015 D Não classificado 1D
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Rebaixamento
     Acesso

Elenco AtualEditar

Atualizado em: 10 de janeiro de 2017

Legenda:

  Capitão


Goleiros
Jogador
  Yuri
  Júnior
  Pablo Daniel
  Edson Gomes
Defensores
Jogador Pos.
  Klysman Z
  Marinho Z
  João Paulo Z
  Nildo   Z
  Johnson LD
  Nathan Augusto LD
  Alexandro Nobre LD
  Everaldo LD
  Cleitinho LE
  Joel LE
  Nininho LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
  Vinicius V
  Júnior Cleudo V
  Gustavo V
  Raniere V
  Lucas V
  Emerson V
  Sorato V
  Mikael M
  Nackson M
  Sávio M
  Joninhas M
  João Felipe M
  Diego Mipibu M
  Luís Henrique M
Atacantes
Jogador
  Thiago
  Vitinho
  Sandro Nobre
  Berrio
  Emanuel Felipe
  Eliedson
  Ju
  Douglas Pecém
  Diego Silva
Comissão técnica
Nome Pos.
  Williams Rodrigues T

Transferências 2018Editar

PolêmicasEditar

No ano de 2006, quando o Baraúnas já era campeão estadual, a Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte reverteu o título do clube, graças a uma briga nos tribunais envolvendo ABC e ASSU.

Os dois clubes pleiteavam uma vaga na semifinal do Campeonato Potiguar daquele ano, vaga esta que acabou ficando com o ABC. Porém, este seria eliminado pelo Potiguar nas semifinais. O ASSU, por sua vez, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro, e conseguiu anular as partidas disputadas pelo ABC nas semifinais. Entretanto, após disputa em campo com o Potiguar, o ASSU também foi eliminado.

Na decisão do campeonato, a qual fora repetida após a anulação das partidas, o Baraúnas bateu novamente o Potiguar e foi o campeão.

O Baraúnas foi eliminado da Copa do Brasil de 2007 por um erro da CBF. O Baraúnas havia eliminado o Vitória; entretanto, o STJD desclassificou o clube por ter supostamente utilizado um jogador não inscrito na competição. Posteriormente, a CBF admitiu que seu departamento de registro havia cometido um equívoco, porém sem reaver a vaga conquistada pelo Baraúnas.

Santo PadroeiroEditar

O Baraúnas tem Santa Luzia como protetora, que é a padroeira dos mossoroenses.

Ranking da CBFEditar

Ranking atualizado em dezembro de 2015

  • Posição: 86º
  • Pontuação: 678 pontos[1]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil[2].

RivalidadeEditar

Seu principal rival no futebol é o Potiguar, também da cidade de Mossoró. Disputam o emocionante Clássico Potiba.

Até 21 de março de 2013 o Baraúnas tem uma pequena desvantagem nos históricos dos clássico, o Leão soma 32 vitórias já o o rival soma 36, sendo 34 empates.

Ligações externasEditar

Referências

  1. RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2015 Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 11 de dezembro de 2014
  2. Cruzeiro lidera o Ranking Nacional de Clubes 2015 CBF
 A Wikipédia possui o Portal do Rio Grande do Norte. Artigos sobre história, cultura, atrações, personalidades e geografia.
   Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.