Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Bola de Ouro (desambiguação).

Bola de Ouro é um prêmio criado pela revista Placar, com o objetivo de homenagear o melhor jogador de Competicões Europeias de Futebol.

Foi instituída em 1973, na quarta edição da Bola de Prata (criada em 1970). A primeira entrega teve dois vencedores; curiosamente, ambos estrangeiros: o goleiro argentino Agustín Cejas, do Santos, e o zagueiro uruguaio Atilio Ancheta, do Grêmio, na única vez em que a premiação seria concedida duplamente. Se a Bola de Ouro tivesse sido criada já em 1970, o primeiro vencedor também teria sido um estrangeiro: seria o paraguaio Francisco Reyes. Em 1971 e 1972, os premiados seriam Dirceu Lopes e o chileno Elías Figueroa. Figueroa conseguiria depois faturar a Bola de Ouro, ao ser avaliado como o melhor jogador do campeonato de 1976.[1] Já Dirceu Lopes recebeu a Bola de Ouro por 1971 na cerimônia de entrega de 2013.[2]

RegulamentoEditar

Todos os jogos são assistidos por jornalistas da Placar, sempre nos estádios, que atribuem notas de 0 a 10 aos jogadores. Ao final do campeonato, a melhor média de todas leva a Bola de Ouro (somente os jogadores que não deixam o torneio e que têm um número mínimo de partidas disputadas são considerados).

VencedoresEditar

Maiores vencedoresEditar

Vencedores por paísEditar

Vencedores por clubesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Sei que a Bola de Prata começou em 1970 e o prêmio para o melhor só foi criado em 1973. Mas com quem teria ficado a Bola de Ouro em 1970/71/72? (outubro de 2007). Placar n. 1311. Editora Abril, p. 11
  2. SILVA, Marcos Sérgio (janeiro de 2014). Os donos da bola. Placar n. 1386. Editora Abril, pp. 19-20
  3. «Renato Augusto leva Bola de Ouro e Corinthians domina prêmio do Brasileiro - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte. Consultado em 7 de dezembro de 2015 

Ligações externasEditar