Abrir menu principal

Euller

sei lá
(Redirecionado de Euller Elias de Carvalho)
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras acepções, veja Euler.

Euller Elias de Carvalho (Felixlândia, 15 de março de 1971) é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante. Passou por América-MG, Atlético Mineiro, São Paulo, Palmeiras, Vasco da Gama, São Caetano e Tupynambás além de ter atuado no futebol japonês. No dia 17 de maio de 2011, Euller anunciou o fim da carreira durante a premiação do Troféu Globo Minas.[1]

Euller
Informações pessoais
Nome completo Euller Elias de Carvalho
Data de nasc. 15 de março de 1971 (48 anos)
Local de nasc. Felixlândia (MG), Brasil
Altura 1,71 cm
destro
Apelido O Filho do Vento
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1988–1993
1994–1995
1995–1997
1997
1998
1998–2000
2000–2001
2002–2003
2004
2005
2006–2007
2007
2008–2011
América Mineiro
São Paulo
Atlético Mineiro
Palmeiras
Verdy Kawasaki
Palmeiras
Vasco da Gama
Kashima Antlers
São Caetano
Atlético Mineiro
América Mineiro
Tupynambás
América Mineiro
00? 00000(27)
0055 00000(15)
00127 000(49)
0038 0000(9)
0016 0000(12)
0077 0000(30)
0083 0000(28)
0036 0000(16)
0035 0000(7)
0027 0000(13)
000? 0000(?)
000? 0000(?)
000? 0000(30)
Seleção nacional
2000–2001 Brasil 7 (3)

CarreiraEditar

Começou a carreira profissional pelo América-MG, onde ganhou seu primeiro título, o Campeonato Mineiro de 1993. No mesmo ano, devido sua grande velocidade em campo, ficou conhecido pela alcunha de "O Filho do Vento", atribuida pelo locutor esportivo Milton Naves da Rádio Itatiaia de Belo Horizonte.


São Paulo

Em 1994 foi contratado pelo São Paulo e fez dupla de ataque com Muller para disputar a Libertadores daquele ano. Destacou-se por sua velocidade e um rápido poder de decisão nas jogadas. Por pouco não foi campeão da Libertadores, já que o time perderia nos pênaltis para o Vélez na final. Ainda assim conquistou 2 títulos pelo tricolor, um deles pelo "Expressinho Tricolor", uma espécie de time reserva do São Paulo.

VascoEditar

Em sua passagem pelo Vasco, chegou a ser considerado por Romário o jogador mais importante da equipe.[2] Posteriormente, Romário voltou a elogiar o jogador atribuindo vários de seus mil gols às assistências de Euller.[3]

Retorno ao América-MGEditar

Em 2008, voltou a defender a camisa do América, ajudando o time no retorno à primeira divisão do Campeonato Mineiro.[4]

Em 2009, conquistou o título da Série C. No segundo jogo da competição, Euller foi aplaudido no Independência por completar 209 jogos pela equipe americana. Para completar a festa, marcou um gol de pênalti na vitória por 3–0 sobre o Guaratinguetá, mantendo o Coelho com 100% com duas vitórias em dois jogos. Coincidentemente, o pênalti foi sofrido por Irênio, que também completou naquela tarde sua partida de número 209 pelo clube.

No dia 16 de maio de 2012, Euller anunciou o fim da carreira durante a premiação do Troféu Globo Minas.[1]

TítulosEditar

Referências

Ligações externasEditar