Abrir menu principal

Oliveira dos Santos Lopes, mais conhecido como Oliveira Canindé (Canindé, 8 de novembro de 1965), é um treinador e ex-futebolista brasileiro. Atualmente treina a equipe do Guarany de Sobral

Oliveira Canindé
Informações pessoais
Nome completo Oliveira dos Santos Lopes
Data de nasc. 8 de novembro de 1965 (54 anos)
Local de nasc. Canindé (CE),  Brasil
Nacionalidade  Brasileiro
Altura 1, 78
Informações profissionais
Equipa atual Brasil River-PI
Posição Treinador
(ex-Volante)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
Década de 1980





Brasil Ceará
Brasil Fortaleza
Brasil Uniclinic
Brasil São Bento
Brasil Figueirense
Brasil Marcílio Dias
Brasil Botafogo-DF
Times/Equipas que treinou

2004
2006
2006


2010
2011
2011
2012
2012
2012
2013
2013
2014
2014
2014
2014-2015
2015-2017
2017
2018
2018
2018
2019–
Brasil Uniclinic (aux.-técn.)[1]
Brasil Limoeiro
Brasil Parnahyba
Brasil Potiguar de Mossoró
Brasil Piauí
Brasil Guarani de Juazeiro
Brasil Guarany de Sobral
Brasil River-PI
Brasil Moto Club
Brasil Icasa
Brasil Uniclinic
Brasil Flamengo-PI
Brasil Campinense
Brasil Guarany de Sobral
Brasil CSA
Brasil América de Natal
Brasil Santa Cruz
Brasil Sampaio Corrêa
Brasil CSA
Brasil Remo
Brasil Treze
Brasil Floresta
Brasil Altos
Brasil River-PI

.

No comando do Guarany de Sobral, conquistou o Campeonato Brasileiro da Série D em 2010, tornando-se o primeiro técnico cearense campeão de uma competição nacional oficial. Em 2013, foi campeão da Copa do Nordeste pelo Campinense, maior título da história do clube.

Carreira [2]Editar

Como jogadorEditar

Oliveira Canindé atuou no Ceará em meados da década de 1980, tendo conquistado o tricampeonato cearense entre os anos de 1984 e 1986. Também atuou por Fortaleza e Uniclinic, sendo considerado um bom volante. Fora do estado do Ceará, atuou por São Bento de Sorocaba, Figueirense, Marcílio Dias e Botafogo-DF.

Como treinadorEditar

Como técnico, Canindé atuou, até hoje, apenas em equipes do Nordeste, nos estados do Ceará (Limoeiro, Ferroviário, Guarani de Juazeiro, Guarany de Sobral e Icasa), Piauí (Parnahyba, River-PI, Piauí e Flamengo-PI), Maranhão (Moto Club e Sampaio Corrêa), Rio Grande do Norte (Potiguar de Mossoró e América de Natal), Paraíba (Campinense), Alagoas (CSA) e Pernambuco (Santa Cruz).

Tem um estilo ousado, com equipes bem ofensivas e que, muitas vezes, surpreendem. Chegou a ser campeão da Copa do Nordeste de 2013 com o Campinense.

Na Copa do Nordeste de 2014, agora comandando o CSA, eliminou o Bahia, além de ter sido o primeiro colocado no seu grupo. Ainda em 2014, foi contratado pelo América de Natal, após o time demitir o técnico Leandro Sena depois da goleada sofrida na Arena Castelão por 4 a 0 diante do Ceará. No jogo de volta, na Arena das Dunas, a equipe já sob o comando de Oliveira Canindé conquistou uma vitória por 2 a 0, mas que não foi suficiente para reverter o placar. Contudo, a equipe saiu aplaudida de campo e Oliveira com um bom aproveitamento tático.

No dia 10 de setembro, um dia após a quarta derrota em sequência na Arena das Dunas, a diretoria do América anunciou seu desligamento com o clube. Inicialmente nas mãos de Oliveira, a equipe do América fez sua melhor campanha na Copa do Brasil. Contudo, na Série B, a equipe beirou a zona de rebaixamento, e isso custou seu emprego.

No dia 19 de setembro de 2014, Oliveira Canindé assinou contrato com o Santa Cruz.

No dia 19 de dezembro de 2014, Oliveira Canindé assinou contrato com o Sampaio Corrêa.

No dia 11 de setembro de 2015, o CSA confirmou a volta de Oliveira Canindé[3].

Em 23 de agosto de 2017, a diretoria do Treze anunciou a contratação de Oliveira Canindé para treinador da equipe, o objetivo da diretoria é junto com o novo treinador recolocar o clube paraibano no caminho dos títulos, já que o Treze terá um grande calendário em 2018.[4] No dia 20 de fevereiro de 2018, após a derrota no clássico com seu rival no estadual, a diretoria do Treze em busca de reabilitação da equipe anunciou a saída de Canindé do comando da equipe, sob o comando do treinador, o galo conseguiu 46,2% de aproveitamento no início da temporada.[5] No dia 28 de fevereiro de 2018 foi anunciado como novo treinador do Floresta para disputa do campeonato cearense.[6]

EstatísticasEditar

Atualizado em 7 de maio de 2017

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Guarany de Sobral 23 10 9 4 60%
River-PI 10 5 2 3 56%
Moto Club 5 1 2 2 33%
Icasa 20 6 3 11 35%
Flamengo-PI 17 8 3 6 52%
Campinense 32 17 6 9 59%
CSA 73 40 14 19 50%
América de Natal 38 20 5 13 57%
Santa Cruz 15 7 3 5 53%
Sampaio Corrêa 20 9 8 3 58%
Remo 4 1 1 2 33%
Total 253 122 55 75 55%

Jogos pelo CSAEditar

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos no comando do CSA.

TítulosEditar

Campanhas de destaqueEditar

Limoeiro

Prêmios individuaisEditar

Referências

Precedido por
Treinador do Icasa
2012
Sucedido por
Tarcísio Pugliese
Precedido por
Freitas Nascimento
Treinador do Campinense
2013
Sucedido por
Paulo César Schardong
Precedido por
Lino
Treinador do CSA
2014
Sucedido por
Estevam Soares
Precedido por
Leandro Sena
Treinador do América de Natal
2014
Sucedido por
Marcelo Martelotte
Precedido por
Sérgio Guedes
Treinador do Santa Cruz
2014
Sucedido por
Ricardinho
Precedido por
Nedo Xavier
Treinador do CSA
2016
Sucedido por
Ney da Matta
Precedido por
Josué Teixeira
Treinador do Remo
2017
Sucedido por
Léo Goiano