Abrir menu principal

Os 100 Livros Que Mais Influenciaram a Humanidade

(Redirecionado de Os 100 Livros Que mais Influenciaram a Humanidade)
The 100 Most Influential Books Ever Written
Os 100 livros que mais influenciaram a humanidade (BR)
Autor(es) Martin Seymour-Smith
Idioma inglês
País Reino Unido
Editora Carol Publishing Group
Lançamento 1998
Edição brasileira
Editora Difel
Lançamento 2002
Páginas 680
ISBN 8574320250

Os 100 livros que mais influenciaram a humanidade: a história do pensamento dos tempos antigos à atualidade (em inglês: The 100 Most Influential Books Ever Written: The History of Thought from Ancient Times to Today) é um livro publicado em 1998 do poeta, crítico e biógrafo britânico Martin Seymour-Smith (1928-1998).

Na introdução do livro o autor diz que não fez uma lista dos textos mais famosos, mais emocionantes ou as melhores obras-primas escritas, mas uma seleção de textos do que ele julga ser os textos que mais influenciaram as atitudes das pessoas.[1]

Martin Seymour-Smith classifica os livros em ordem aproximadamente cronológica sem indicar o grau de influência de cada um.[2]

Lista cronológicaEditar

Os cem livros mais influentes segundo Seymour-Smith, listados numa ordem aproximadamente cronológica.

Autor Título Data
1 Varios autores; Texto clássico chinês Livro das Mutações (Em chinês|易經) final do Século XII a.C.
2 Varios autores; Compilação de livros clássicos hebraicos (Judaísmo) Tanakh (תַּנַ"ךְ), chamado de Antigo Testamento pelos cristãos Século X a.C.Século IV a.C.
3 Homero Ilíada (Ἰλιάς) e Odisseia (Ὀδύσσεια) Século VIII a.C.Século VII a.C.
4 Varios autores; Compilação de livros clássicos indianos (Hinduísmo) Upanixades (उपनिषद्) Século VII a.C.
5 Lao Zi Livro do Caminho e da Virtude (em chinês: 道德經, Dàodé jīng) Século III a.C.
6 Varios autores; Texto clássico persa (Zoroastrismo) Avesta (persa moderno: آواستا) Século III a.C.Século III
7 Confúcio Analectos (chinês:論語) Século V a.C.Século IV a.C.
8 Tucídides História da Guerra do Peloponeso (Περὶ τοῦ Πελοποννησίου πoλέμου) Século V a.C.
9 Vários autores, sendo um deles Hipócrates, que dá o nome à coleção. Corpus Hippocraticum (título em latim da compilação de livros, tendo os originais sido publicados em grego) 400 a.C.
10 Aristóteles (compilação de livros do autor) Corpus aristotelicum (título em latim da compilação de livros, tendo os originais sido publicados em grego) Século IV a.C.
11 Heródoto Histórias (Ἱστορίαι) Século V a.C.
12 Platão A República (Πολιτεία) 380 a.C.
13 Euclides Os Elementos (Στοιχεῖα) 280 a.C.
14 Vários autores; Coleção de livros clássicos do Budismo Teravada Darma (धर्म) 252 a.C.
15 Virgílio Eneida (Æneis) 19 a.C.
16 Lucrécio De rerum natura (Sobre a natureza das coisas) 55 a.C.
17 Fílon de Alexandria De allegoriis legum Século I
18 Vários autores; Compilação de livros clássicos cristãos (escritos em grego) Novo Testamento (Νέα Διαθήκη) circa 50100
19 Plutarco Vidas Paralelas (Βίοι Παράλληλοι) 120
20 Tácito Anais (Annales) 120
21 Valentino Evangelho da Verdade (Ευαγγέλιο της αλήθειας) Século II
22 Marco Aurélio Meditações (Τὰ εἰς ἑαυτόν) 167
23 Sexto Empírico Hipotiposes Pirronianas (Esboços Pirronianos) 150210
24 Plotino Enéadas (Ἐννεάδες) Século III
25 Agostinho de Hipona Confissões (Confessionum libri XIII) 400
26 Vários autores; Maomé por ser supostamente analfabeto recitou o livro para seus seguidores. Alcorão (árabe:القرآن al-Qurʾān) Século VII
27 Maimônides Guia dos Perplexos (hebraico-מורה נבוכים Moreh Nevukhim) 1190
28 Vários autores; Textos do misticismo judaico Cabala (hebraico: קַבָּלָה) Século II
29 Tomás de Aquino Suma Teológica (Summa Theologiae) 12661273
30 Dante Alighieri Divina Comédia (Divina Commedia) 1321
31 Erasmo de Roterdão Elogio da Loucura (Stultitiæ Laus) 1509
32 Nicolau Maquiavel O Príncipe (Il Principe) 1532
33 Martinho Lutero O cativeiro babilónico da Igreja (De captivitate babylonica ecclesiae) 1520
34 François Rabelais Gargantua e Pantagruel (La vie de Gargantua et de Pantagruel) 1534 e 1532
35 João Calvino Institutas da Religião Cristã (Institutio christianae religionis) 1536
36 Nicolau Copérnico Das revoluções das esferas celestes (De revolutionibus orbium coelestium) 1543
37 Michel de Montaigne Ensaios (Essais) 1580
38 Miguel de Cervantes Dom Quixote (El ingenioso hidalgo don Quijote de la Mancha) 1605 e 1615
39 Johannes Kepler Harmonices Mundi (título em latim que significa Harmonia do Mundo) 1619
40 Francis Bacon Novum Organum Scientiarum (título em latim que significa Novo Instrumento da Ciência) 1620
41 William Shakespeare First Folio (Mr. William Shakespeares Comedies, Histories, & Tragedies) 1623
42 Galileo Galilei Diálogo sobre os Dois Principais Sistemas do Mundo (Dialogo sopra i due massimi sistemi del mondo) 1632
43 René Descartes Discurso sobre o Método (Discours de la méthode) 1637
44 Thomas Hobbes Leviatã (Leviathan) 1651
45 Gottfried Wilhelm von Leibniz Opere 16631716
46 Blaise Pascal Pensamentos (Pensées) 1670
47 Baruch Spinoza Éticas (Ethica more geometrico demonstrata) 1677
48 John Bunyan O Peregrino (The Pilgrim's Progress from This World to That Which Is to Come) 16781684
49 Isaac Newton Princípios Matemáticos da Filosofia Natural (Philosophiae Naturalis Principia Mathematica) 1687
50 John Locke Ensaio acerca do Entendimento Humano (An Essay Concerning Human Understanding) 1689
51 George Berkeley Tratado sobre os princípios do conhecimento humano (Treatise concerning the Principles of Human Knowlege) 1710, modificado em 1734
52 Giambattista Vico A ciência nova (Principi di Scienza Nuova d'intorno alla Comune Natura delle Nazioni) 1725, modificado em 1744
53 David Hume Tratado da Natureza Humana (A Treatise of Human Nature: Being an Attempt to introduce the experimental Method of Reasoning into Moral Subjects) 17391740
54 Denis Diderot Encyclopédie 17511772
55 Samuel Johnson Um Dicionário da Língua Inglesa (A Dictionary of the English Language) 1755
56 Voltaire Cândido, ou O Otimismo (Candide, ou l'Optimisme) 1759
57 Thomas Paine Senso comune (Common Sense) 1776
58 Adam Smith A Riqueza das Nações (An Inquiry into the Nature and Causes of the Wealth of Nations) 1776
59 Edward Gibbon A História do Declínio e Queda do Império Romano (The History of the Decline and Fall of the Roman Empire) 17761787
60 Immanuel Kant Crítica da Razão Pura (Kritik der reinen Vernunft) 1781, modificado em 1787
61 Jean-Jacques Rousseau As Confissões (Les Confessions) 1781
62 Edmund Burke Reflexões sobre a Revolução em França (Reflections on the Revolution in France) 1790
63 Mary Wollstonecraft Uma Reivindicação pelos Direitos da Mulher (A Vindication of the Rights of Woman) 1792
64 William Godwin Enquiry Concerning Political Justice (tradução livre: Inquérito acerca da justiça política) 1793
65 Thomas Robert Malthus Um Ensaio sobre o Princípio da População (An Essay on the Principle of Population) 1798, modificado 1803
66 Georg Wilhelm Friedrich Hegel Fenomenologia do Espírito (Phänomenologie des Geistes) 1807
67 Arthur Schopenhauer O Mundo como Vontade e Representação (Die Welt als Wille und Vorstellung) 1819
68 Auguste Comte Curso de filosofia positiva (Cours de philosophie positive) 18301842
69 Carl von Clausewitz Da Guerra (Vom Kriege) 1832
70 Søren Kierkegaard Ou isso, ou aquilo (Enten - Eller) 1843
71 Karl Marx e Friedrich Engels Manifesto do Partido Comunista (Manifest der Kommunistischen Partei) 1848
72 Henry David Thoreau A Desobediência Civil (Civil Disobedience) 1849
73 Charles Darwin A Origem das Espécies (On the Origin of Species by Means of Natural Selection, or the Preservation of Favoured Races in the Struggle for Life) 1859
74 John Stuart Mill A Liberdade (On Liberty) 1859
75 Herbert Spencer First Principles (Sistema de Filosofia Sintética) 1862
76 Gregor Mendel Versuche über Pflanzen-Hybriden (tradução livre:Experimentos na hibridização de plantas) 1866
77 Liev Tolstói Guerra e Paz (Война и миръ) 18681869
78 James Clerk Maxwell Tratado sobre Electricidade e Magnetismo (Treatise on Electricity and Magnetism) 1873
79 Friedrich Nietzsche Assim Falou Zaratustra (Also sprach Zarathustra. Ein Buch für Alle und Keinen) 18831885
80 Sigmund Freud A Interpretação dos Sonhos (Die Traumdeutung) 1900
81 William James Pragmatismo (Pragmatism: A New Name for Some Old Ways of Thinking) 1908
82 Albert Einstein Teoria da Relatividade Geral (Allgemeine Relativitätstheorie) 1916
83 Vilfredo Pareto Tratado de sociologia geral (Trattato di Sociologia Generale) 1916
84 Carl Gustav Jung Tipos Psicológicos (Psychologische Typen) 1921
85 Martin Buber Eu e Tu (Ich und Du) 1923
86 Franz Kafka O Processo (Der Prozess) 1925
87 Karl Popper Lógica da descoberta científica (Logik der Forschung) 1934
88 John Maynard Keynes A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda (The General Theory of Employment, Interest and Money) 1936
89 Jean-Paul Sartre O Ser e o Nada (L'Être et le néant: Essai d'ontologie phénoménologique) 1943
90 Friedrich von Hayek O Caminho da Servidão (The Road to Serfdom) 1944
91 Simone de Beauvoir O Segundo Sexo (Le Deuxième Sexe) 1948
92 Norbert Wiener Cibernética (Cybernetics: Or Control and Communication in the Animal and the Machine) 1948, modificado 1961
93 George Orwell Mil Novecentos e Oitenta e Quatro (Nineteen Eighty-Four) 1949
94 George Ivanovich Gurdjieff Relatos de Belzebu a seu Neto (Рассказы Вельзевула своему внуку) 1950
95 Ludwig Wittgenstein Investigações Filosóficas (Philosophische Untersuchungen) 1953
96 Noam Chomsky Estruturas Sintáticas (Syntactic Structures) 1957
97 Thomas Kuhn A Estrutura das Revoluções Científicas (The Structure of Scientific Revolutions) 1962, modificado em 1970
98 Betty Friedan A Mística Feminina (The Feminine Mystique) 1963
99 Mao Tse-tung O Livro Vermelho (毛主席语录) 1966
100 Burrhus Skinner Para além da Liberdade e Dignidade (Beyond Freedom and Dignity) 1971

Ver tambémEditar

Referências

  1. Seymour-Smith, Martin. Os 100 livros que mais influenciaram a humanidade. 10ª ed. Rio de Janeiro: Difel, 2010.
  2. «The 100 Most Influential Books Ever Written by Martin Seymour-Smith - The Greatest Books». thegreatestbooks.org. Consultado em 27 de fevereiro de 2016