Copa do Brasil de Futebol de 2003

XV Copa do Brasil
Copa do Brasil de 2003
Brasil.
Dados
Participantes 65
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 2 de fevereiro11 de junho
Gol(o)s 347
Partidas 118
Média 2,94 gol(o)s por partida
Campeão Minas Gerais Cruzeiro (4º título)
Vice-campeão Rio de Janeiro Flamengo
Melhor marcador Nonato (Bahia) – 9 gols
Maior goleada
(diferença)
Cruzeiro Minas Gerais 7 – 0 Rio Grande do Norte Coríntians (RN)
◄◄ Brasil 2002 Soccerball.svg 2004 Brasil ►►

O Cruzeiro Esporte Clube foi o campeão da Copa do Brasil de 2003 e classificou-se automaticamente para a Taça Libertadores da América de 2004.

E jogando pela Taça libertadores da América de 2004 caiu rapidamente da competição não conseguindo chegar nem nas quartas de final da Taça libertadores da América de 2004

Times ParticipantesEditar

ConfrontosEditar

A tabela da competição foi a seguinte:[1]


  1ª fase 2ª fase Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Finais
                                                         
   Corinthians-AL 0 0  
   Flamengo-PI 1 1  
     Flamengo-PI 1 0  
     Fluminense 2 2  
   Fluminense de Feira 1 0
   Fluminense 1 4  
     Fluminense 0 1  
     Sport 1 2  
   Tuna Luso 2 0  
   Atlético Paranaense 2 1  
     Atlético Paranaense 2 0
     Sport 3 1  
   Dom Bosco 0
   Sport 5  
     Sport 4 q  
     Atlético Mineiro 0 3  
   Guarani-VA 2 0  
   América de Natal (gf) 1 1  
     América de Natal 2 1
     Náutico 1 3  
   Anapolina 1 1
   Náutico 2 3  
     Náutico 1 1
     Atlético Mineiro 2 3  
   Caldense (pen) 2 1 (5)  
   Juventude 1 2 (3)  
     Caldense 0 0
     Atlético Mineiro 1 4  
   CRB 0 0
   Atlético Mineiro 1 4  
     Sport 0 0  
     Flamengo 1 0  
   Confiança 1 0  
   Ceará 0 2  
     Ceará 1 0 (3)  
     Flamengo (pen) 0 1 (4)  
   Botafogo-PB 1
   Flamengo 4  
     Flamengo 4 3  
     Remo 0 2  
   Ypiranga-AP 1  
   Remo 3  
     Remo (gf) 1 1
     Internacional 0 2  
   Comercial-MS 0
   Internacional 2  
     Flamengo 2 3
     Vitória 1 1  
   Alegrense 2 1  
   Criciúma 3 5  
     Criciúma 1 1
     Palmeiras 1 2  
   Operário-MT 0 1
   Palmeiras 1 5  
     Palmeiras 2 3
     Vitória 7 1  
   Atlético Roraima 4 0  
   Nacional-AM 1 2  
     Atlético Roraima 1 1
     Vitória 2 5  
   Tocantinópolis 1 1
   Vitória (gf) 2 0  
     Flamengo 1 1
       Cruzeiro 1 3
   Ituano 2 0
   Coritiba 0 1  
     Ituano 1 1 (2)  
     Goiás (pen) 1 1 (4)  
   Ipatinga 1 1
   Goiás (gf) 0 2  
     Goiás 2 3  
     Botafogo 1 2  
   Sampaio Corrêa 1  
   São Caetano 4  
     São Caetano 1 0
     Botafogo 2 2  
   CENE 0
   Botafogo 2  
     Goiás (gf) 0 1  
     São Paulo 0 1  
   Americano 2 2  
   Figueirense 1 4  
     Figueirense (gf) 2 1
     Fortaleza 0 3  
   CFZ de Brasília 0 0
   Fortaleza 0 1  
     Figueirense 0 0
     São Paulo 2 1  
   Bangu 2 0  
   Gama 1 2  
     Gama 2 1
     São Paulo 2 5  
   São Raimundo-AM 2 0
   São Paulo 0 6  
     Goiás 2 1
   Cruzeiro 3 2  
   Coríntians de Caicó 2 1  
   Santa Cruz 0 2  
     Coríntians de Caicó 2 0  
     Cruzeiro 2 7  
   Rio Branco 2
   Cruzeiro 4  
     Cruzeiro 2 2  
     Vila Nova 0 1  
   Iraty 0  
   Vila Nova 3  
     Vila Nova[2] 1 1
     Guarani 0 3  
   Pelotas 1 1
   Guarani 2 1  
     Cruzeiro 2 1
     Vasco da Gama 1 1  
   CFA 3 0  
   Rio Branco-AC 0 2  
     CFA 3 1
     Bahia 3 4  
   Atlético Cajazeirense 1 1
   Bahia 1 4  
     Bahia 2 0
     Vasco da Gama (gf) 1 1  
   Moto Club 0 4  
   River-PI 1 2  
     Moto Club 0
     Vasco da Gama 2  
   Itabaiana 0 0
   Vasco da Gama 1 4  

FinaisEditar

8 de junho de 2003 Flamengo   1 – 1   Cruzeiro Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
17:00
Fernando Baiano   90+3' Alex   75' Público: 72.760
Árbitro:  RS Carlos Eugênio Simon

11 de junho de 2003 Cruzeiro   3 – 1   Flamengo Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:40
Deivid   1'
Aristizábal   16'
Luisão   28'
Fernando Baiano   63' Público: 79.614
Árbitro:  SP Paulo Cesar de Oliveira

PremiaçãoEditar

Copa do Brasil 2003
 
CRUZEIRO

Campeão
(4º título)

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 27 de fevereiro de 2011. Arquivado do original em 15 de dezembro de 2010 
  2. O Vila Nova se classificou porque o Guarani escalou um jogador de forma irregular na 1ª partida.
  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.