Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: "F1 2002" redireciona para este artigo. Para o jogo baseado na temporada de Fórmula 1 de 2002, veja F1 2002 (jogo eletrônico).

A Temporada de Fórmula 1 de 2002 foi a 53° realizada pela FIA. Teve como campeão o alemão Michael Schumacher, da Ferrari, sendo vice-campeão o brasileiro Rubens Barrichello, também da Ferrari.

Michael Schumacher entra pra história por ser o primeiro piloto a terminar todas as provas da temporada no pódio. Essa temporada foi marcada pelo amplo domínio da equipe Ferrari, que venceu 15 provas em 17, um aproveitamento que é superado apenas pelo da McLaren de 1988, que ganhou 15 em 16, além da incrível quantia de 9 dobradinhas. A única mancha na temporada ocorreu no GP da Áustria, quando Rubens Barrichello teve um final de semana perfeito e caminhava para sua segunda vitória na categoria, mas a equipe acabou dando a ordem para o brasileiro ceder a posição para Schumacher, que vinha em segundo, fato que revoltou a própria torcida ferrarista. Os "tifosi" vaiaram muito a decisão da equipe italiana. Depois disso, no GP dos EUA, Shumacher retribuiu a "gentileza" do companheiro de equipe. A Willians e a McLaren, mais uma vez equipadas, respectivamente, com os motores BMW e Mercedes, e contando com bons pilotos, almejavam bater a equipe italiana, mas decepcionaram. Outras equipes que decepcionaram foram a Renault, que voltava a disputar como equipe principal e cercada de espectativas, mas acabou em quarto lugar e sequer conseguiu um pódio. A Toyota estreou na fórmula 1 para rivalizar com a rival Honda, mas mesmo com um orçamento gigante, acabou marcando apenas 2 pontos. A temporada também marcou a falência da equipe inglesa Arrows, deixando o grid com apenas 10 equipes até o ano de 2006.

O brasileiro Felipe Massa, fazendo sua temporada de estreia, acabou marcando 4 pontos, mas no ano seguinte seria preterido pelo alemão Heinz Harald Frentzen, passando a ser piloto de testes da Ferrari. Já Enrique Bernoldi mostrou muita valentia, como quando segurou Michael Schumacher no GP da Malásia, mas pouco pode fazer com um carro ruim em uma equipe que acabou falindo. Não marcou pontos na temporada.

Equipes e pilotosEditar

Campeão Vice-Campeão 3º Lugar
     
  Michael Schumacher   Rubens Barrichello   Juan Pablo Montoya
  Ferrari   Ferrari   Williams BMW
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de testes
  Scuderia Ferrari Marlboro Ferrari F2001
F2002
Ferrari 050 3.0 V10
Ferrari 051 3.0 V10
B 1   Michael Schumacher   Luca Badoer
  Luciano Burti
2   Rubens Barrichello
  West McLaren Mercedes McLaren Mercedes MP4-17 Mercedes FO110M 3.0 V10 M 3   David Coulthard   Jean Alesi
  Alexander Wurz
4   Kimi Räikkönen
  BMW WilliamsF1 Team Williams BMW FW24 BMW P82 3.0 V10 M 5   Ralf Schumacher   Antônio Pizzonia
  Giorgio Pantano
  Marc Gené
6   Juan Pablo Montoya
  Sauber Petronas Sauber Petronas C21 Petronas (Ferrari 050 rebatizados) 02A 3.0 V10 B 7   Nick Heidfeld   Neel Jani
  Jos Verstappen
8   Felipe Massa
  Heinz-Harald Frentzen
  DHL Jordan Honda Jordan Honda EJ12 Honda RA002E 3.0 V10 B 9   Giancarlo Fisichella   Ricardo Zonta
10   Takuma Sato
  Lucky Strike BAR Honda BAR Honda 004 Honda RA002E 3.0 V10 B 11   Jacques Villeneuve   Darren Manning
  Anthony Davidson
  Patrick Lemarié
  Ryo Fukuda
12   Olivier Panis
  Mild Seven Renault F1 Team Renault R202 Renault RS22 3.0 V10 M 14   Jarno Trulli   Fernando Alonso
15   Jenson Button
  Jaguar Racing Jaguar Cosworth R3
R3B
Cosworth CR-3 3.0 V10
Cosworth CR-4 3.0 V10
M 16   Eddie Irvine   André Lotterer
  James Courtney
17   Pedro de la Rosa
  Dart/Phoenix
(inscrição barrada pela FIA)
Dart/Phoenix DP001 B 18   Tarso Marques não possui
19   Gastón Mazzacane
  Orange Arrows Cosworth Arrows A23 Cosworth CR-3 3.0 V10 B 20   Heinz-Harald Frentzen
21   Enrique Bernoldi
  KL Minardi Asiatech Minardi Asiatech PS02 Asiatech (Peugeot rebatizados) AT02 3.0 V10 M 22   Alex Yoong   Tarso Marques
  Matteo Bobbi
  Sergey Zlobin
  Jirko Malchárek
  Anthony Davidson
23   Mark Webber
  Panasonic Toyota Racing Toyota TF102 Toyota RVX-02 3.0 V10 M 24   Mika Salo   Ryan Briscoe
  Stéphane Sarrazin
25   Allan McNish

Trocas de pilotosEditar

Começo do Campeonato Durante o Campeonato
Piloto Antes Depois
Equipe Posição Equipe Posição Equipe Posição
  Mika Hakkinen   McLaren Piloto de Corrida - Aposentadoria da Fórmula 1
  Kimi Raikkonen   Sauber Piloto de Corrida   McLaren Piloto de Corrida
  Giancarlo Fisichella   Benetton /   Renault Piloto de Corrida   Jordan Piloto de Corrida
  Jarno Trulli   Jordan Piloto de Corrida   Benetton /   Renault Piloto de Corrida
  Heinz-Harald Frentzen   Jordan Piloto de Corrida   Sauber Piloto de Testes   Arrows Piloto de Corrida
  Ricardo Zonta   Jordan Piloto de Corrida   Jordan Piloto de Testes
  Jean Alesi   Jordan Piloto de Corrida   McLaren Piloto de Testes - DTM
  Jos Verstappen   Arrows Piloto de Corrida   Sauber Piloto de Testes
  Felipe Massa   Sauber Piloto de Testes   Sauber Piloto de Corrida
  Luciano Burti   Prost Piloto de Corrida   Ferrari Piloto de Testes
  Tarso Marques   Minardi Piloto de Corrida   Minardi Piloto de Testes - Aposentoria da Formula 1
  Fernando Alonso   Minardi Piloto de Corrida   Benetton /   Renault Piloto de Testes
  Anthony Davinson   BAR Piloto de Testes   Minardi Piloto de Corrida
  Gastón Mazzacane   Prost Piloto de Corrida - Aposentoria da Formula 1
  Tomás Enge   Prost Piloto de Corrida - Formula 3000
  Mika Salo   Toyota Piloto de Desenvolvimento   Toyota Piloto de Corrida
  Allan Mcnish - WEC   Toyota Piloto de Corrida
  Mark Webber   Benetton /   Renault Piloto de Testes   Minardi Piloto de Corrida
  Antônio Pizzonia - Formula 3000   Williams Piloto de Desenvolvimento
  Giorgio Pantano - -   Williams Piloto de Testes
  Takuma Sato   BAR Piloto de Testes   Jordan Piloto de Corrida
  Ryo Fukuda - Formula 3 Francesa   BAR Piloto de Testes
  Johnny Herbert   Arrows Piloto de Testes - -
  Neel Jani - Formula Renault Italiana   Sauber Piloto de Testes
  Tomas Schekter   Jaguar Piloto de Testes - Dispensado
  André Lotterer - Masters de Formula 3   Jaguar Piloto de Testes
  James Courtney - Formula 3   Jaguar Piloto de Testes
  Matteo Bobbi - -   Minardi Piloto de Testes
  Sergey Zoblin - -   Minardi Piloto de Testes
  Jirko Malchárek - -   Minardi Piloto de Testes
  Stephane Sarrazin   Prost Piloto de Testes   Toyota Piloto de Testes
  Pedro de la Rosa   Prost Piloto de Testes   Jaguar Piloto de Corrida
  Ryan Briscoe - -   Toyota Piloto de Testes
  • Ferrari: Pela terceira temporada consecutiva, Michael Schumacher e Rubens Barrichello formaram a dupla de pilotos. O alemão sagrou-se pentacampeão com seis provas de antecedência, mas também envolveu-se na polêmica chegada do GP da Áustria, quando superou Barrichello na linha de chegada, e no GP dos EUA, cedeu a vitória ao brasileiro, que ganhou a prova por apenas 11 centésimos de vantagem.
  • McLaren: Na primeira temporada após a saída de Mika Häkkinen, Kimi Räikkönen foi contratado para o lugar do bicampeão. O escocês David Coulthard permaneceu no time de Woking pela sétima temporada consecutiva.
  • Williams: Assim como em 2001, Juan Pablo Montoya e Ralf Schumacher formaram a dupla de pilotos na equipe de Grove.
  • Sauber: Após perder Kimi Räikkönen para a McLaren, a escuderia suíça mantém o alemão Nick Heidfeld, e para o lugar do finlandês, contrata o brasileiro Felipe Massa. Heinz-Harald Frentzen, que estreara na F-1 pela Sauber e correra pelo time até 1996, foi contratado para suceder Massa, afastado por decisão de Peter Sauber, apenas para disputar o GP dos EUA.
  • Jordan: Em decadência, a equipe de Eddie Jordan contrata Giancarlo Fisichella e o estreante japonês Takuma Sato, apoiado pela Honda. O melhor resultado da Jordan em 2002 foi um quinto lugar, obtido quatro vezes (3 com "Fisico" e uma com Sato).
  • BAR: A equipe britânica permanece com o canadense Jacques Villeneuve e o francês Olivier Panis para a disputa do campeonato.
  • Renault: 17 anos depois, a Renault voltaria à F1 com equipe própria um ano após comprar o espólio da Benetton. O inglês Jenson Button seguiu no time, que contrata ainda o italiano Jarno Trulli para substituir o compatriota Giancarlo Fisichella, que fora para a Jordan.
  • Jaguar Racing: Eddie Irvine, em sua última temporada na F-1, teve mais uma vez o espanhol Pedro de la Rosa para ser companheiro de equipe.
  • Arrows: Em crise financeira, a equipe de Tom Walkinshaw contrata Heinz-Harald Frentzen e mantém Enrique Bernoldi para 2002. Não chegou a encerrar a temporada, e o alemão, para não ficar desempregado, assinou com a Sauber, enquanto o brasileiro não voltou a disputar provas da categoria.
  • Minardi: Com apoio do governo de seu país, o malaio Alex Yoong é efetivado na equipe de Faenza, que ainda contrata o australiano Mark Webber. Este último, inclusive, marcou seus primeiros pontos na F-1 no GP realizado em seu país com um quinto lugar, chegando inclusive a subir no pódio para comemorar. Yoong não chegou a largar em 3 corridas, e foi afastado pela Minardi, que ainda teve o inglês Anthony Davidson, piloto de testes da BAR, como substituto do malaio.
  • Toyota: estreante na F-1, a Toyota disputou sua primeira temporada com dois veteranos: o finlandês Mika Salo e o escocês Allan McNish, que estrearia como titular. A equipe marcou apenas 2 pontos, ambos com Salo, enquanto McNish não pontuou. O escocês ainda sofreria um violento acidente nos treinos para o GP do Japão, quando seu carro perdeu o controle na curva 130R de Suzuka, mas escapou ileso.

Outras mudançasEditar

  • Luciano Burti: recuperado do grave acidente sofrido em Spa-Francorchamps, em 2001, o brasileiro voltaria à F-1 para ser piloto de testes da Ferrari, função que desempenharia até 2004.
  • Jean Alesi: em seus últimos contatos com carros de F-1, Alesi assinou com a McLaren para ser piloto de testes, condição incluída no contrato assinado com a Mercedes-Benz para o francês disputar o DTM.
  • Jos Verstappen: dispensado da Arrows, o holandês foi piloto de testes da Sauber juntamente com o jovem suíço Neel Jani.
  • Fernando Alonso: após uma temporada de aprendizado em 2001, Alonso voltaria à Renault em 2002 como piloto de testes.
  • Tarso Marques: substituído pelo malaio Alex Yoong, Tarso Marques foi relegado à função de piloto de testes da Minardi. Jirko Malchárek, ex-ministro da economia da Eslováquia, chegou também a ser test-driver da equipe de Faenza.

Dart-Phoenix: a equipe que nunca correuEditar

A equipe Dart-Phoenix não teve sua participação na temporada permitida. O carro já estava pronto e treinava normalmente, e a dupla seria formada pelo brasileiro Tarso Marques e pelo argentino Gastón Mazzacane. A escuderia comprara o espólio da Prost Grand Prix, que entrara em falência no início de 2002 e antes do GP da Austrália inscreveu-se com o nome "Dart".

O time, que utilizaria o Prost AP04 de 2001 equipado com motores Hart usados pela Arrows em 1999 e com a transmissão do carro de três lugares da própria Arrows, não chegou a se inscrever para a prova, mudando seu nome para "Phoenix". Antes do GP da Malásia, a Dart-Phoenix entrou na justiça para que a FIA liberasse a equipe para correr a partir daquela etapa, mas não teve êxito (Mazzacane chegou até a ir para a Malásia visando disputar a corrida), pois o pedido foi indeferido e caso fosse aceito, a estreia só aconteceria em Mônaco.

Na primeira instância, o pedido foi aceito e a Dart foi anunciada como a décima-segunda equipe da F-1. Entretanto, a FIA recorreu e o veredito final saiu em maio: a equipe teria seu registro de inscrição oficialmente negado, pois, segundo a entidade máxima do automobilismo, "só serviria para manchar a honra do esporte". Além do pedido negado, problemas financeiros viriam a prejudicar a Dart-Phoenix, que seria obrigada a pagar 48 milhões de dólares para correr, já que seria considerada uma equipe novata. A Minardi também reclamou pois, caso a Dart corresse, a equipe italiana não teria direito aos milhões de dólares que teria direito, por conta da ausência da Prost, em ser a décima-segunda equipe de F-1.

CalendárioEditar

ResultadosEditar

Grandes PrêmiosEditar

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1   GP da Austrália   Rubens Barrichello   Kimi Räikkönen   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
2   GP da Malásia   Michael Schumacher   Juan Pablo Montoya   Ralf Schumacher   Williams-BMW Detalhes
3   GP do Brasil   Juan Pablo Montoya   Juan Pablo Montoya   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
4   GP de San Marino   Michael Schumacher   Rubens Barrichello   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
5   GP da Espanha   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
6   GP da Áustria   Rubens Barrichello   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
7   GP de Mônaco   Juan Pablo Montoya   Rubens Barrichello   David Coulthard   McLaren-Mercedes Detalhes
8   GP do Canadá   Juan Pablo Montoya   Juan Pablo Montoya   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
9   GP da Europa   Juan Pablo Montoya   Michael Schumacher   Rubens Barrichello   Ferrari Detalhes
10   GP da Grã-Bretanha   Juan Pablo Montoya   Rubens Barrichello   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
11   GP da França   Juan Pablo Montoya   David Coulthard   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
12   GP da Alemanha   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
13   GP da Hungria   Rubens Barrichello   Michael Schumacher   Rubens Barrichello   Ferrari Detalhes
14   GP da Bélgica   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes
15   GP da Itália   Juan Pablo Montoya   Rubens Barrichello   Rubens Barrichello   Ferrari Detalhes
16   GP dos EUA   Michael Schumacher   Rubens Barrichello   Rubens Barrichello   Ferrari Detalhes
17   GP do Japão   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Michael Schumacher   Ferrari Detalhes

ClassificaçãoEditar

Pos Piloto AUS   MAL   BRA   SMR   ESP   AUT   MON   CAN   EUR   UKR   FRA   GER   HUN   BEL   ITA   USA   JAP   Pontos
1   Michael Schumacher 1 3 1 1 1 1 2 1 2 1 1 1 2 1 2 2 1 144
2   Rubens Barrichello Ret Ret Ret 2 DNS 2 7 3 1 2 DNS 4 1 2 1 1 2 77
3   Juan Pablo Montoya 2 2 5 4 2 3 Ret Ret Ret 3 4 2 11 3 Ret 4 4 50
4   Ralf Schumacher Ret 1 2 3 11 4 3 7 4 8 5 3 3 5 Ret 16 11 42
5   David Coulthard Ret Ret 3 6 3 6 1 2 Ret 10 3 5 5 4 7 3 Ret 41
6   Kimi Räikkönen 3 Ret 12 Ret Ret Ret Ret 4 3 Ret 2 Ret 4 Ret Ret Ret 3 24
7   Jenson Button Ret 4 4 5 12 7 Ret 15 5 12 6 Ret Ret Ret 5 8 6 14
8   Jarno Trulli Ret Ret Ret 9 10 Ret 4 6 8 Ret Ret Ret 8 Ret 4 5 Ret 9
9   Eddie Irvine 4 Ret 7 Ret Ret Ret 9 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 6 3 10 9 8
10   Nick Heidfeld Ret 5 Ret 10 4 Ret 8 12 7 6 7 6 9 10 10 9 7 7
11   Giancarlo Fisichella Ret 13 Ret Ret Ret 5 5 5 Ret 7 DNQ Ret 6 Ret 8 7 Ret 7
12   Jacques Villeneuve Ret 8 10 7 7 10 Ret Ret 12 4 Ret Ret Ret 8 9 6 Ret 4
13   Felipe Massa Ret 6 Ret 8 5 Ret Ret 9 6 9 Ret 7 7 Ret Ret Ret 4
14   Olivier Panis Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 9 5 Ret Ret 12 12 6 12 Ret 3
15   Takuma Sato Ret 9 9 Ret Ret Ret Ret 10 16 Ret Ret 8 10 11 12 11 5 2
16   Mark Webber 5 Ret 11 11 DNS 12 11 11 15 Ret 8 Ret 16 Ret Ret Ret 10 2
17   Mika Salo 6 12 6 Ret 9 8 Ret Ret Ret Ret Ret 9 15 7 11 14 8 2
18   Heinz-Harald Frentzen DSQ 11 Ret Ret 6 11 6 13 13 Ret DNQ Ret 13 2
19   Allan McNish Ret 7 Ret Ret 8 9 Ret Ret 14 Ret 11 Ret 14 9 Ret 15 DNS 0
20   Alex Yoong 7 Ret 13 DNQ DNS Ret Ret 14 Ret DNQ 10 DNQ 13 Ret Ret 0
21   Pedro de la Rosa 8 10 8 Ret Ret Ret 10 Ret 11 11 9 Ret 13 Ret Ret Ret Ret 0
22   Enrique Bernoldi DSQ Ret Ret Ret Ret Ret 12 Ret 10 Ret DNQ Ret 0
23   Anthony Davidson Ret Ret 0
Pos Piloto AUS   MAL   BRA   SMR   ESP   AUT   MON   CAN   EUR   GBR   FRA   GER   HUN   BEL   ITA   USA   JPN   Pontos
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida
† - Classificado por ter completado mais de 90% da prova

  • Em negrito indica pole position e itálico volta mais rápida.

PilotosEditar

Pos Piloto Construtor(es) Corridas Vitórias Pódiuns Poles V.rápidas Subtotal
de
Pontos
Pontos
1   Michael Schumacher   Ferrari 17 11 17 7 7 144 144
2   Rubens Barrichello   Ferrari 15 4 10 3 5 77 77
3   Juan Pablo Montoya   Williams 17 0 7 7 3 50 50
4   Ralf Schumacher   Williams 17 1 6 0 0 42 42
5   David Coulthard   McLaren 17 1 6 0 1 41 41
6   Kimi Räikkönen   McLaren 17 0 4 0 1 24 24
7   Jenson Button   Renault 17 0 0 0 0 14 14
8   Jarno Trulli   Renault 17 0 0 0 0 9 9
9   Eddie Irvine   Jaguar 17 0 1 0 0 8 8
10   Nick Heidfeld   Sauber 17 0 0 0 0 7 7
11   Giancarlo Fisichella   Jordan 16 0 0 0 0 7 7
12   Jacques Villeneuve   BAR 17 0 0 0 0 4 4
13   Felipe Massa   Sauber 16 0 0 0 0 4 4
14   Olivier Panis   BAR 17 0 0 0 0 3 3
15   Takuma Sato   Jordan 17 0 0 0 0 2 2
16   Mark Webber   Minardi 16 0 0 0 0 2 2
17   Mika Salo   Toyota 17 0 0 0 0 2 2
18   Heinz-Harald Frentzen   Arrows
  Sauber
11
1
0
0
0
0
0
0
0
0
2
0
2
19   Allan McNish   Toyota 16 0 0 0 0 0 0
20   Alex Yoong   Minardi 11 0 0 0 0 0 0
21   Pedro de la Rosa   Jaguar 17 0 0 0 0 0 0
22   Enrique Bernoldi   Arrows 11 0 0 0 0 0 0
23   Anthony Davidson   Minardi 2 0 0 0 0 0 0

Campeonato de ConstrutoresEditar

Pos Construtor Chassi Motor Pneu Pontos Vitórias Pódiums Poles
1   Ferrari F2001
F2002
Ferrari 050 V10
Ferrari 051 V10
B 221 15 27 10
2   Williams FW24 BMW P82 V10 M 92 1 13 7
3   McLaren MP4-17 Mercedes F0110M V10 M 65 1 10  
4   Renault R202 RS22 V10 M 23      
5   Sauber C21 Petronas 02A (Ferrari 050 rebatizado) V10 B 11      
6   Jordan EJ12 Honda RA002E V10 B 9      
7   Jaguar R3
R3B
Cosworth CR-3 V10
Cosworth CR-4 V10
M 8   1  
8   BAR 004 Honda RA002E V10 B 7      
9   Minardi PS02 Asiatech AT02 (Peugeot rebatizado) V10 M 2      
10   Toyota TF102 RVX-02 V10 M 2      
11   Arrows A23 Cosworth CR-3 V10 B 2