Copa do Brasil de Futebol de 2021

competição brasileira de futebol

A Copa do Brasil de 2021 (por questões de patrocínio Copa Intelbras do Brasil)[2] é a 33ª edição dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).[1][3]

XXXIII Copa do Brasil de Futebol
Copa Intelbras do Brasil de 2021
Dados
Participantes 92[1]
Organização CBF
Local de disputa Brasil
Período 9 de março12 de dezembro
Gol(o)s 278
Partidas 116
Média 2,4 gol(o)s por partida
Melhor marcador 5 gols:
Maior goleada
(diferença)
São Paulo 9–1 4 de Julho
Estádio do MorumbiSão Paulo
8 de junho, terceira fase
◄◄ 2020 Soccerball.svg 2022 ►►

Devido às mudanças de formato da Copa Sul-Americana para a edição de 2021 realizadas pela CONMEBOL, a CBF teve de alterar não só as datas como também o formato de disputa da Copa do Brasil de 2021.[1] O número de equipes participantes aumentou de 91 para 92, serão sete fases em vez de oito e as doze equipes vindas da Copa Libertadores da América e de outras competições nacionais - campeões da Copa Verde, Copa do Nordeste e Série B - entrarão na terceira fase, em vez de entrarem nas oitavas.[4]

Equipes classificadasEditar

Estaduais e seletivasEditar

Estado Clube Forma de Entrada
  Acre Galvez Campeão do Estadual 2020
Atlético Acreano Vice-campeão do Estadual 2020
  Alagoas CRB Campeão do Estadual 2020
CSA Vice-campeão do Estadual 2020
Murici 3º colocado do Estadual 2020
  Amapá Ypiranga-AP Campeão do Estadual 2020
  Amazonas Penarol Campeão do Estadual 2020
Manaus Vice-campeão do Estadual 2020
  Bahia Bahia Campeão do Estadual 2020
Atlético de Alagoinhas Vice-campeão do Estadual 2020
Juazeirense 3º colocado do Estadual 2020
  Ceará Fortaleza Campeão do Estadual 2020
Guarany de Sobral Campeão da primeira fase do Estadual 2020
Ferroviário Campeão da Copa Fares Lopes de 2020
  Distrito Federal Gama Campeão do Metropolitano 2020
Real Brasília 3º colocado do Metropolitano 2020
  Espírito Santo Rio Branco VN Campeão do Estadual 2020
Rio Branco-ES Vice-campeão do Estadual 2020
  Goiás Atlético Goianiense Campeão do Estadual 2020
Goianésia Vice-campeão do Estadual 2020
Jaraguá 3º colocado do Estadual 2020
  Maranhão Sampaio Corrêa Campeão do Estadual 2020
Moto Club Vice-campeão do Estadual 2020
Juventude-MA 3º colocado do Estadual 2020
  Mato Grosso Nova Mutum Campeão do Estadual 2020
União Rondonópolis Vice-campeão do Estadual 2020
Luverdense 3º colocado do Estadual 2020
  Mato Grosso do Sul Águia Negra Campeão do Estadual 2020
  Minas Gerais Tombense Vice-campeão do Estadual 2020
América Mineiro 3º colocado do Estadual 2020
Caldense 4º colocado do Estadual 2020
Uberlândia Campeão do Troféu Inconfidência 2020[5][6]
  Pará Paysandu Campeão do Estadual 2020
Remo Vice-campeão do Estadual 2020
Castanhal 3º colocado do Estadual 2020
  Paraíba Treze Campeão do Estadual 2020
Campinense Vice-campeão do Estadual 2020
  Paraná Coritiba Vice-campeão do Estadual 2020
FC Cascavel 3º colocado do Estadual 2020
Cianorte 4º colocado do Estadual 2020
Operário-PR 5º colocado do Estadual 2020
  Pernambuco Salgueiro Campeão do Estadual 2020
Santa Cruz Vice-campeão do Estadual 2020
Retrô Melhor colocado da primeira fase do Estadual 2020
  Piauí 4 de Julho Campeão do Estadual 2020
Picos Vice-campeão do Estadual 2020
  Rio de Janeiro Botafogo 5º colocado do Estadual 2020
Vasco da Gama 7º colocado do Estadual 2020
Volta Redonda Campeão da Taça Independência 2020
Boavista-RJ Campeão do Torneio Extra 2020
Madureira Vice-Campeão do Torneio Extra 2020
  Rio Grande do Norte ABC Campeão do Estadual 2020
América de Natal Vice-campeão do Estadual 2020
  Rio Grande do Sul Caxias Vice-campeão do Estadual 2020
Esportivo 4º colocado do Estadual 2020
Ypiranga de Erechim 5º colocado do Estadual 2020
Santa Cruz-RS Campeão da Copa FGF 2020
  Rondônia Porto Velho Campeão do Estadual 2020
  Roraima São Raimundo-RR Campeão do Estadual 2020
  Santa Catarina Brusque Vice-campeão do Estadual 2020
Criciúma 3º colocado do Estadual 2020
Joinville Campeão da Copa Santa Catarina de 2020
  São Paulo Corinthians Vice-campeão do Estadual 2020
Mirassol 3º colocado do Estadual 2020
Ponte Preta 4º colocado do Estadual 2020
Red Bull Bragantino Campeão do Troféu do Interior de 2020
Marília Vice-campeão da Copa Paulista 2020
  Sergipe Confiança Campeão do Estadual 2020
Sergipe Vice-campeão do Estadual 2020
  Tocantins Palmas Campeão do Estadual 2020

Classificados diretamente à terceira faseEditar

Estado Clube Forma de classificação
  Ceará Ceará Campeão da Copa do Nordeste 2020
  Distrito Federal Brasiliense Campeão da Copa Verde 2020
  Minas Gerais Atlético Mineiro 3º colocado do Campeonato Brasileiro 2020
  Paraná Athletico Paranaense 9º colocado do Campeonato Brasileiro 2020
  Rio de Janeiro Flamengo Campeão do Campeonato Brasileiro 2020
Fluminense 5º colocado do Campeonato Brasileiro 2020
  Rio Grande do Sul Grêmio 6º colocado do Campeonato Brasileiro 2020
Internacional Vice-campeão do Campeonato Brasileiro 2020
  Santa Catarina Chapecoense Campeão da Série B de 2020
  São Paulo Palmeiras Campeão da Copa Libertadores 2020 e da Copa do Brasil 2020
Santos 8º colocado do Campeonato Brasileiro 2020
São Paulo 4º colocado do Campeonato Brasileiro 2020

Ranking da CBFEditar

Com a definição dos 70 representantes das federações estaduais e dos doze representantes classificados diretamente à terceira fase, mais dez clubes se classificam diretamente via Ranking de Clubes da CBF de 2021.

Pos. Clube Pontos
10º   Cruzeiro 11 768
20°   Sport 7 043
21°   Goiás 7 027
23°   Vitória 6 114
26°   Avaí 5 819
27°   Juventude 5 725
28°   Cuiabá 5 679
29°   Paraná 5 175
32°   Figueirense 4 350
34°   Vila Nova 4 177

Notas

CalendárioEditar

Originalmente, o calendário de cada fase foi divulgado em 19 de agosto de 2020, e sua versão revisada foi divulgada em 5 de fevereiro de 2021, por conta das alterações das datas da Copa Sul-Americana de 2021 promovidas pela CONMEBOL, e pelo próprio reajuste das datas finais da Copa do Brasil de 2020.[1][7] Compreende as seguintes datas:

Fase Jogo Único
Primeira fase[8] Semana 1: 9, 10 e 11 de março
Semana 2: 16, 17, 18 de março
Semana 3: 25, 26 e 27 de março
Segunda fase Semana 1: 26 de março
Semana 2: 1° de abril
Semana 3: 6, 7 e 8 de abril
Semana 4: 13, 14 e 15 de abril
Fase Ida Volta
Terceira fase 2 de junho 9 de junho
Oitavas de final 28 de julho 4 de agosto
Quartas de final 25 de agosto 15 de setembro
Semifinais 20 de outubro 27 de outubro
Finais 8 de dezembro 12 de dezembro

Fases iniciaisEditar

SorteioEditar

Os 80 clubes classificados para a competição foram divididos em oito potes (A a H) com dez clubes cada, de acordo com Ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os potes foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H. A primeira fase será realizada em partida única, com a equipe pior colocada no ranking jogando em casa e a melhor tendo a vantagem do empate.[3] O sorteio foi realizado em 2 de março de 2021, na sede da CBF.[3]

Potes do sorteioEditar

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Primeira Fase
Pote A Pote B Pote C Pote D
Pote E Pote F Pote G Pote H

Primeira faseEditar

A primeira fase será disputada por 80 equipes, em partida única. As equipes mais bem sucedidas no ranking da CBF serão as visitantes e terão a vantagem do empate. Os confrontos dessa fase foram definidos através do sorteio.

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1   Resultado   Equipe 2
Treze   0–1   América Mineiro
Porto Velho   0–1   Ferroviário
Sergipe   0–0   Cuiabá
4 de Julho   1–0   Confiança
Moto Club   0–5   Botafogo
Rio Branco VN   1–1   ABC
Guarany de Sobral   1–5   CSA
Esportivo   0–2   Remo
Campinense   1–7   Bahia
Jaraguá   1–4   Manaus
Gama   1–2   Ponte Preta
Marília   0–0   Criciúma
Boavista-RJ   3–1   Goiás
Picos   1–0   Atlético Acreano
Palmas   0–1   Avaí
FC Cascavel   2–1   Figueirense
Juazeirense   3–2   Sport
Castanhal   0–3   Volta Redonda
Murici   0–3   Juventude
Atlético de Alagoinhas   0–3   Vila Nova
Galvez   1–3   Atlético Goianiense
Santa Cruz-RS   0–0   Joinville
Águia Negra   0–1   Vitória
Rio Branco-ES   2–1   Sampaio Corrêa
Salgueiro   0–3   Corinthians
Retrô   1–0   Brusque
Goianésia   2–3   CRB
Madureira   0–1   Paysandu
Caldense   1–1   Vasco da Gama
Nova Mutum   0–0   Tombense
Cianorte   1–0   Paraná
Ypiranga-AP   0–4   Santa Cruz
Caxias   0–1   Fortaleza
Penarol   1–1   Ypiranga de Erechim
Mirassol   2–3   Red Bull Bragantino
Uberlândia   1–1   Luverdense
São Raimundo-RR   1–1   Cruzeiro
Real Brasília   0–2   América de Natal
União Rondonópolis   0–1   Coritiba
Juventude-MA   0–2   Operário-PR

Segunda faseEditar

A segunda fase será disputada pelas 40 equipes vencedoras da fase anterior, em partida única. Em caso de empate a vaga será decidida na disputa por pênaltis. Os confrontos desta fase seguirão os chaveamentos predeterminados na fase anterior.

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1   Resultado   Equipe 2
América Mineiro   1–1 (3–2 p)   Ferroviário
4 de Julho   0–0 (5–4 p)   Cuiabá
ABC   1–1 (4–1 p)   Botafogo
CSA   1–1 (5–6 p)   Remo
Bahia   4–1   Manaus
Criciúma   1–1 (5–4 p)   Ponte Preta
Picos   0–1   Boavista-RJ
Avaí   2–0   FC Cascavel
Juazeirense   3–3 (4–2 p)   Volta Redonda
Vila Nova   1–1 (4–3 p)   Juventude
Joinville   0–2   Atlético Goianiense
Vitória   2–0   Rio Branco-ES
Corinthians   1–1 (5–3 p)   Retrô
Paysandu   1–2   CRB
Tombense   1–2   Vasco da Gama
Cianorte   1–0   Santa Cruz
Fortaleza   1–0   Ypiranga de Erechim
Luverdense   1–2   Red Bull Bragantino
América de Natal   0–1   Cruzeiro
Coritiba   3–2   Operário-PR

Terceira faseEditar

O sorteio da terceira fase foi realizado no dia 23 de abril de 2021, às 14h, na sede da CBF no Rio de Janeiro.[9] Será disputada pelas 20 equipes vencedoras da fase anterior mais os 12 clubes que entram diretamente nessa fase. Em caso de empate a vaga será decidida na disputa por pênaltis. Os 32 clubes classificados serão divididos em dois blocos de acordo com a posição do Ranking da CBF e definidos em sorteio público.

Pote 1 Pote 2
  Flamengo (1)
  Palmeiras (2)
  Grêmio (3)
  Internacional (4)
  Athletico Paranaense (5)
  Santos (6)
  Corinthians (7)
  São Paulo (8)
  Atlético Mineiro (9)
  Cruzeiro (10)
  Bahia (11)
  Fluminense (12)
  Ceará (14)
  Chapecoense (15)
  Vasco da Gama (16)
  América Mineiro (17)
  Fortaleza (18)
  Atlético Goianiense (19)
  Red Bull Bragantino (22)
  Vitória (23)
  Coritiba (25)
  Avaí (26)
  CRB (31)
  Vila Nova (34)
  Criciúma (42)
  Remo (50)
  ABC (52)
  Juazeirense (81)
  Brasiliense (83)
  Boavista-RJ (93)
  Cianorte (107)
  4 de Julho (194)
Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no primeiro jogo confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1   Total   Equipe 2   1º jogo   2º jogo
Cianorte   0–3   Santos 0–2 0–1
Vila Nova   0–2   Bahia 0–1 0–1
CRB   1−1 (4−3 p)   Palmeiras 0–1 1–0
4 de Julho   4–11   São Paulo 3–2 1–9
Fluminense   3–2   Red Bull Bragantino 2–0 1–2
Fortaleza   4–1   Ceará 1–1 3–0
Grêmio   2–0   Brasiliense 2–0 0–0
América Mineiro   2−2 (2−3 p)   Criciúma 0–0 2–2
Avaí   1–2   Athletico Paranaense 1–1 0–1
Remo   1–4   Atlético Mineiro 0–2 1–2
Corinthians   0–2   Atlético Goianiense 0–2 0–0
Vitória   3–2   Internacional 0–1 3–1
Cruzeiro   1−1 (2−3 p)   Juazeirense 1–0 0–1
Chapecoense   3–4   ABC 3–1 0–3
Coritiba   0–3   Flamengo 0–1 0–2
Boavista-RJ   1–2   Vasco da Gama 0–1 1–1

Fase finalEditar

Oitavas de finalEditar

As oitavas de final foram disputadas pelas 16 equipes pré-classificadas com os confrontos definidos em sorteio. Foram partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a vaga seria definida na disputa por pênaltis.

SorteioEditar

O sorteio das oitavas de final foi realizado após o término da terceira fase, em 22 de junho, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.[10]

Nesta fase, todas as 16 (dezesseis) equipes classificadas para as oitavas de final foram colocadas em pote único, sem restrição de cruzamentos.

Pote único
  Flamengo (1)
  Grêmio (3)
  Athletico Paranaense (5)
  Santos (6)
  São Paulo (8)
  Atlético Mineiro (9)
  Bahia (11)
  Fluminense (12)
  Vasco da Gama (16)
  Fortaleza (18)
  Atlético Goianiense (19)
  Vitória (23)
  CRB (31)
  Criciúma (42)
  ABC (51)
  Juazeirense (81)

ConfrontosEditar

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no primeiro jogo confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1   Total   Equipe 2   1º jogo   2º jogo
São Paulo   4–1   Vasco da Gama 2–0 2–1
Criciúma   2–4   Fluminense 2–1 0–3
Vitória   0–4   Grêmio 0–3 0–1
Fortaleza   3–1   CRB 2–1 1–0
Flamengo   7–0   ABC 6–0 1–0
Athletico Paranaense   4–3   Atlético Goianiense 2–1 2–2
Atlético Mineiro   3–2   Bahia 2–0 1–2
Santos   4–2   Juazeirense 4–0 0–2

Quartas de finalEditar

SorteioEditar

O sorteio das quartas de final foi realizado após o término das oitavas de final, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Nesta fase, assim como na fase anterior, não houve separação de potes. Todas as 8 (oito) equipes vencedoras das oitavas de final foram colocadas em pote único, sem restrição de cruzamentos.

Pote único
  Flamengo (1)
  Grêmio (3)
  Athletico Paranaense (5)
  Santos (6)
  São Paulo (8)
  Atlético Mineiro (9)
  Fluminense (12)
  Fortaleza (18)

Tabela até a finalEditar

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito as equipes classificadas.

Quartas de final Semifinais Final
 25 de agosto a 15 de setembro  20 e 27 de outubro  8 e 12 de dezembro
                                     
   Athletico Paranaense 1 1 2  
   Santos 0 0 0  
     Athletico Paranaense  
     Flamengo  
   Grêmio 0 0 0
   Flamengo 4 2 6  
     A definir
     A definir
   São Paulo 2 1 3  
   Fortaleza 2 3 5  
     Fortaleza
     Atlético Mineiro
   Fluminense 1 0 1
   Atlético Mineiro 2 1 3

FinaisEditar

Primeiro jogo
A definir     A definir

Segundo jogo
A definir     A definir

ArtilhariaEditar

Gols[11] Jogador Equipe
5   Emiliano Rigoni   São Paulo
  Rossi   Bahia
4   David   Fortaleza
  Hulk   Atlético Mineiro
  Pablo   São Paulo
  Vanílson   Manaus
  Wellington Paulista   Fortaleza

Hat-tricksEditar

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
  Rossi Bahia Campinense 7–1 9 de março [12]
  Vanílson Manaus Jaraguá 4–1 26 de março [13]
  Pablo São Paulo 4 de Julho 9–1 8 de junho [14]

Classificação geralEditar

Oficialmente, a CBF não reconhece uma classificação geral na Copa do Brasil. A tabela a seguir classifica as equipes de acordo com a fase alcançada e considerando os critérios de desempate.

Referências

  1. a b c d «CBF publica calendário revisado de competições para 2021». CBF. 11 de novembro de 2020. Consultado em 13 de novembro de 2020 
  2. «Intelbras compra naming rights da Copa do Brasil 2021 e 2022 - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 15 de março de 2021 
  3. a b c «Copa do Brasil 2021: sorteio da 1ª Fase será na terça-feira (2)». CBF. 1 de março de 2021. Consultado em 1 de março de 2021 
  4. «Regulamento Específico da Competição Copa do Brasil 2021» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. 4 de janeiro de 2021. Consultado em 13 de janeiro de 2021 
  5. TEMPO, O. (30 de julho de 2020). «Mineiro define classificados pra Copa do Brasil e Série D de 2021; veja quem são». Futebol. Consultado em 22 de fevereiro de 2021 
  6. «FMF cancela Troféu Inconfidência, Cruzeiro abre mão de título, e Uberlândia é declarado campeão». ge. Consultado em 22 de fevereiro de 2021 
  7. «Calendário da CBF» (PDF). 5 de fevereiro de 2021 
  8. «CBF divulga a tabela detalhada da 1ª fase da Copa do Brasil 2021; veja datas e horários dos jogos». ge. Consultado em 3 de março de 2021 
  9. «Sorteio da Copa Intelbras do Brasil será na próxima sexta-feira». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 18 de abril de 2021 
  10. «Copa do Brasil: veja os confrontos das oitavas de final definidos em sorteio». GloboEsporte.com. Consultado em 22 de junho de 2021 
  11. CBF. «Artilharia da Copa do Brasil de 2021». Consultado em 9 de março de 2021 
  12. «Em noite de Rossi, Bahia atropela o Campinense e avança na Copa do Brasil». GloboEsporte.com. 9 de março de 2021. Consultado em 9 de março de 2021 
  13. «Atuações do Manaus FC: Philip vai bem, Davis é maestro, e Vanigol dá show à parte». GloboEsporte.com. 26 de março de 2021. Consultado em 26 de março de 2021 
  14. «Atuações do São Paulo: Pablo brilha com três gols em goleada sobre o 4 de Julho, no Morumbi». GloboEsporte.com. 8 de junho de 2021. Consultado em 8 de junho de 2021