Abrir menu principal

Grande Prêmio da Bélgica de 2019

Grande Prêmio da Bélgica de F-1 2019
Spa-Francorchamps of Belgium.svg
Grande Prêmio da Bélgica de 2019.
Detalhes da corrida
Data 1 de setembro de 2019
Nome oficial Formula 1 Johnnie Walker Belgian Grand Prix 2019
Local Spa-Francorchamps, Spa, Bélgica
Total 44 voltas / 308.052 km
Pole
Piloto
Mónaco Charles Leclerc Ferrari
Tempo 1:42.519
Volta mais rápida
Piloto
Alemanha Sebastian Vettel Ferrari
Tempo 1:46.409 (na volta 36)
Pódio
Primeiro
Mónaco Charles Leclerc Ferrari
Segundo
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Terceiro
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes

Grande Prêmio da Bélgica de 2019 (formalmente denominado Formula 1 Johnnie Walker Belgian Grand Prix 2019) foi a décima terceira etapa da temporada de 2019 da Fórmula 1 disputada em 1 de setembro de 2019 no Circuito de Spa-Francorchamps, Spa, Bélgica.[1]

RelatóriosEditar

AntecedentesEditar

A Morte de Anthoine Hubert

Antes da largada, o francês Anthoine Hubert, morto em corrida da Fórmula 2, foi homenageado no grid em Spa-Francorchamps. A mãe do piloto, Nathalie recebeu o apoio dos colegas de pista, inclusive de Charles Leclerc.

O piloto francês Anthoine Hubert, de 22 anos, morreu após um grave acidente na primeira corrida da Fórmula 2 daquele fim de semana, na Bélgica. A batida, que envolveu cinco carros logo após a curva Radillon decretou bandeira vermelha e fez a prova ser cancelada na tarde do dia 31 de agosto. Além disso, a categoria cancelou a segunda corrida do fim de semana.

Enquanto Antoine Hubert e Juan Manuel Correa acabaram se chocando com mais violência, Marino Sato, Ralph Boschung e Giuliano Alesi também se embolaram na batida, mas com menos gravidade.

Segundo comunicado da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Hubert chegou a ser removido de helicóptero para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e já Juan Manuel Correa foi levado para o hospital de Liege, em condição estável.

Treino ClassificatórioEditar

Q1


Q2
Q3
 
Grid de Largada

CorridaEditar

 
Resultado da corrida

PneusEditar

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[2]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Macio (C3)   Slick
(P Zero)
Seco Supersoft Médio Médio
Médio (C2)   Slick
(P Zero)
Seco Soft Médio Médio
Duro (C1)   Slick
(P Zero)
Seco Medium Médio Médio
Intermediário   Sulcos
(Cinturato)
Molhado Intermediate
(água não estagnante)
Chuva   Sulcos
(Cinturato)
Molhado Wet
(água estagnante)

ResultadosEditar

Treino ClassificatórioEditar

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 16   Charles Leclerc Ferrari 1:43.587 1:42.938 1:42.519 1
2 5   Sebastian Vettel Ferrari 1:44.109 1:43.037 1:43.267 2
3 44   Lewis Hamilton Mercedes 1:45.260 1:43.592 1:43.282 3
4 77   Valtteri Bottas Mercedes 1:45.141 1:43.980 1:43.415 4
5 33   Max Verstappen Red Bull-Honda 1:44.622 1:44.132 1:43.690 5
6 3   Daniel Ricciardo Renault 1:45.560 1:44.103 1:44.257 101
7 27   Nico Hülkenberg Renault 1:45.899 1:44.549 1:44.542 121
8 7   Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 1:45.842 1:44.140 1:44.557 6
9 11   Sergio Pérez Racing Point-BWT Mercedes 1:45.732 1:44.707 1:44.706 7
10 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1:45.839 1:44.738 1:45.086 8
11 8   Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:45.694 1:44.797 N/A 9
12 4   Lando Norris McLaren-Renault 1:46.154 1:44.847 N/A 11
13 18   Lance Stroll Racing Point-BWT Mercedes 1:46.000 1:45.047 N/A 172
14 23   Alexander Albon Red Bull-Honda 1:45.528 1:45.799 N/A 182
15 99   Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 1:45.637 No time N/A 13
16 10   Pierre Gasly Toro Rosso-Honda 1:46.435 N/A N/A 14
17 55   Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 1:46.507 N/A N/A 161
18 26   Daniil Kvyat Toro Rosso-Honda 1:46.518 N/A N/A 192
19 63   George Russell Williams-Mercedes 1:47.548 N/A N/A 15
Tempo dos 107%: 1:50.838
NP 88   Robert Kubica Williams-Mercedes S/Tempo 163
Fonte:[3]
Notas
  • ↑1  – Daniel Ricciardo, Nico Hülkenberg e Carlos Sainz Jr. foram punidos por passaram do limite de peças do motor da temporada e, por isso, terão de largar do fim do grid.
  • ↑2  – Lance Stroll, Alexander Albon e Daniil Kvyat foram punidos por passaram do limite de peças do motor da temporada e, por isso, terão de largar do fim do grid. Daniil Kvyat também recebeu uma penalidade adicional na grade de cinco lugares por uma mudança não programada da caixa de velocidades.
  • ↑3  – Robert Kubica (Williams-Mercedes) não conseguiu definir um tempo durante o treino classificatório e competirá a critério dos comissários.

CorridaEditar

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Pit Stop Pneus Grid Pontos
1 16   Charles Leclerc Ferrari 44 1:23:45.710 1    1 25
2 44   Lewis Hamilton Mercedes 44 +0.981 1    3 18
3 77   Valtteri Bottas Mercedes 44 +12.585 1    4 15
4 5   Sebastian Vettel Ferrari 44 +26.422 2     2 12+1
5 23   Alexander Albon Red Bull-Honda 44 +1:21.325 1    17 10
6 11   Sergio Pérez Racing Point-BWT Mercedes 44 +1:24.448 1    7 8
7 26   Daniil Kvyat Toro Rosso-Honda 44 +1:29.657 1    19 6
8 27   Nico Hülkenberg Renault 44 +1:46.639 2     12 4
9 10   Pierre Gasly Toro Rosso-Honda 44 +1:49.168 1    13 2
10 18   Lance Stroll Racing Point-BWT Mercedes 44 +1:49.838 2     16 1
112 4   Lando Norris McLaren-Renault 43 Problemas Mecânicos 1    11
12 20   Kevin Magnussen Haas-Ferrari 43 +1 volta 1    8
13 8   Romain Grosjean Haas-Ferrari 43 +1 volta 1    9
14 3   Daniel Ricciardo Renault 43 +1 volta 2     10
15 63   George Russell Williams-Mercedes 43 +1 volta 1    14
16 7   Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 43 +1 volta 3      6
17 88   Robert Kubica Williams-Mercedes 43 +1 volta 1    PL
182 99   Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 42 Acidente 1    18
Ret 55   Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 1 Potencia 1    15
Ret 33   Max Verstappen Red Bull-Honda 0 Acidente 0   5
Volta mais rápida:   Sebastian Vettel (Ferrari) – 1:46.409
Fonte:[4]
Notas

CuriosidadeEditar

  • Primeira vitória de Charles Leclerc.
  • Primeira vitória de um piloto monegasco na história da Fórmula 1.
  • Último piloto a vencer pela primeira vez na F1 em Spa foi Michael Schumacher, em 1992.
  • Na estreia de Alexander Albon na Red Bull, fez os seus primeiros pontos como piloto da RBR e atingiu o melhor resultado da carreira na Fórmula 1.

Voltas na LiderançaEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons
Nº de Voltas Piloto Voltas
38   Charles Leclerc 1-20 e 27-44
4   Sebastian Vettel 23-26
2   Lewis Hamilton 21-22

2019 DHL Fastest Pit Stop AwardEditar

ResultadoEditar

|}

Tabela do campeonato após a corridaEditar

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Referências

  1. «Formula 1 Johnnie Walker Belgian Grand Prix 2019» (em inglês). Formula 1.com. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  2. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Grands Prix in Belgium and Japan» (em inglês). news.pirelli.com 
  3. «Formula 1 Johnnie Walker Belgian Grand Prix 2019 – Starting Grid». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês). Consultado em 1 de setembro de 2019 
  4. «Formula 1 Johnnie Walker Belgian Grand Prix 2019 – Race Result». Formula 1.com. 1 de setembro de 2019. Consultado em 1 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar

Prova Anterior:
GP da Hungria de 2019
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2019
Próxima Prova:
GP da Itália de 2019

Prova Anterior:
GP da Bélgica de 2018
Grande Prêmio da Bélgica Próxima Prova:
GP da Bélgica de 2020