Caça Talentos

seriado infantojuvenil brasileiro produzido pela Rede Globo
Disambig grey.svg Nota: Se procura por o profissional especializado em procurar e encontrar pessoas habilidosas, veja Recrutador.
Caça Talentos
Informação geral
Formato série
Gênero
Duração 30 minutos[1]
País de origem Brasil
Idioma original português brasileiro
Produção
Diretor(es) Carlos Magalhães
Roteirista(s) Denise Bandeira
Mauro Wilson
Ronaldo Santos
Gilberto Loureiro
Narrador(es) Mário Jorge
Elenco
Exibição
Emissora original Rede Globo
Transmissão original 16 de setembro de 1996 – 20 de novembro de 1998
Temporadas 4[2]
Episódios 500[3][4] (lista de episódios)

Caça Talentos é um seriado de televisão brasileiro produzido e exibido pela Rede Globo de 16 de setembro de 1996 a 20 de novembro de 1998 em 500 episódios sob quatro temporadas.[1][2][3][4] Com roteiros de Denise Bandeira, Mauro Wilson, Ronaldo Santos e Gilberto Loureiro,[5] sob colaboração de Mariana Mesquita, Péricles C. Barros, Marcio Wilson, Flávia Lins e Silva, Duba Elia e Bernardo Guilherme,[1][6] teve direção de Carlos Magalhães e Roberto Vaz,[5] direção geral de Carlos Magalhães e núcleo de Boninho e Jorge Fernando.[7][8]

Conta com Angélica, Eduardo Galvão, Helena Fernandes, Antônio Pedro, Tony Tornado, Cláudia Rodrigues e Ana Furtado nos papéis principais.[6]

ProduçãoEditar

Caça Talentos foi gravada nos estúdios Tycoon e no Projac (atual Estúdios Globo).[4] O cenário da floresta na qual se passava a maior parte da ação da história contava com árvores e um lago artificial. Montado no Projac, o cenário consumiu cerca de 100 metros quadrados de grama verdadeira.[1] Além disso, Caça Talentos também contava com uma série de efeitos especiais.[9]

Em outubro de 1996, durante 20 episódios, Ferreira Gullar, Lílian Garcia e Marcílio Dias reforçaram a equipe de criação.[1][10] Em 4 de agosto de 1997, com o início da terceira temporada, Caça Talentos – que apresentava, geralmente, uma história completa por semana – estreou em novo formato: as histórias passaram a ter dez ou mais episódios, o que deu maior dinamismo à trama.[1] A partir de 2 de março de 1998, com o início da quarta temporada, passou por uma reestruturação, inclusive de elenco.[1][11]

EnredoEditar

Contava a história de Bela (Angélica), uma menina que sofreu um acidente de carro ainda bebê, no qual seus pais morreram. Ela foi encontrada por duas fadas – a atrapalhada Margarida (Marilu Bueno) e a sábia Violeta (Betina Vianny) –, que a levaram para o Mundo Mágico e a criara-a como uma fada, dando poderes mágicos a ela. Quando Bela completa 18 anos, descobre que nasceu no mundo real e precisa escolher se deseja ser uma fada ou uma humana. Para auxiliá-la nesta missão suas tutoras mandam-na para a produtora de televisão Caça-Talentos, que abriga a passagem entre o mundo mágico e o mundo real, onde ela deve aprender como os seres humanos vivem, se relacionam e lidam com as dificuldades sem o uso de magia, podendo escolher no fim de suas conclusões qual caminho seguir. Entretanto, Bela não pode beijar nenhum humano, pois isso retiraria todos os seus poderes e sua memória do mundo mágico, uma vez que este ato implicaria que ela teria optado por ser uma humana para sempre. Isso se torna um problema quando Bela se vê apaixonada por Artur Carneiro (Eduardo Galvão), o dono da agência, que tem grandes problemas financeiros por não saber tocar os negócios como seus pais, contratando a fada como sua assistente.

ExibiçãoEditar

Caça Talentos estreou em 16 de setembro de 1996 e era exibido de segunda a sexta-feira às 11h30, logo após o programa Angel Mix, apresentado por Angélica.[1][12] Seu desfecho foi mostrado em 20 de novembro de 1998,[13] totalizando 500 episódios inéditos sob quatro temporadas.[1][2][3][4]

ReprisesEditar

Logo após o seu término, a Rede Globo passou a reprisar os episódios a partir de 23 de novembro de 1998, sendo substituído logo em seguida pela reapresentação do programa humorístico Os Trapalhões.[14]

Foi reexibido pelo Canal Viva de 22 de maio de 2010 a 17 de maio de 2012,[15] passando a ser novamente reprisado logo após o fim da exibição e terminando em 11 de abril de 2014, sendo substituído por Flora Encantada, seriado também protagonizado por Angélica.[16] A reprise voltou ao ar no Canal Viva a partir do dia 5 de agosto de 2019, sendo finalizada no dia 7 de agosto de 2020, substituindo Estrela-Guia.[17][18]

TemporadasEditar

Temporada Exibição original
Estreia da temporada Final da temporada
16 de setembro de 1996 7 de março de 1997
10 de março de 1997 1 de agosto de 1997
4 de agosto de 1997 27 de fevereiro de 1998
2 de março de 1998 20 de novembro de 1998

ElencoEditar

PrincipalEditar

Ator Personagem Temporadas
1
1996
2
1997
3
1997
4
1998
Angélica Fada Bela de Assis
Eduardo Galvão Arthur Carneiro
Helena Fernandes Silvana Karloff
Cláudia Rodrigues Karina
Ana Furtado Adriana Banks (Drica)
Marilu Bueno Fada Margarida
Betina Vianny Fada Violeta
Tony Tornado Avalanche
Antonio Pedro Tremedeira
Igor Lage Souboy
Paula Sanioto Penélope Carneiro (Pepê)
Eri Johnson Órion
Ernesto Piccolo Max
Luiz Carlos Tourinho Fred Starr
Adriana Garambone Diana Lobo / Bárbara Thompson
David Pinheiro Lúcio Lobo

RecorrenteEditar

Ator Personagem Temporadas
1
1996
2
1997
3
1997
4
1998
Renata Castro Barbosa Fada Artemísia
Guilherme Leme Zack
Ticiane Pinheiro Ágatha[19]
Emiliano Queiroz Honorável Kelvin

Participações especiaisEditar

Ator/Atriz[1][5] Personagem[1][5]
Alexandre Lemos Bruno
Alexandre Zacchia Arnold
Alexia Dechamps Cindy Davidova
Alfredo Martins Cavalcante
Ana Beatriz Wiltgen
Ana Carolina Dias Silvana Karloff (criança)
Ana Maria Nascimento e Silva Cecília
Ana Paula Tabalipa Palmira
Andrea Helman Aninha
Anselmo Fernandes Aki Babaum
Anselmo Vasconcelos Toni Dark
Antônio Petrin Coronel
Antonio Pitanga Zuman
Arthur Costa Filho Lorival
Bernardo Dutra Quino (adulto) / Dino Batera
Beto Simas Pedrinho Estampa
Bianca Rothier Miosótis
Bussunda Abudi
Camila Capucci Núbia
Carolina Pavanelli Clara
Castrinho Rondelli
Cecil Thiré
César Macedo Nirlem
Christine Fernandes Melissa
Cláudia Mauro Úrsula
Cláudio Mamberti Manoel Ypiranga
Daniel Fonseca
Daniel Galvão Artur Carneiro (criança)
Danton Mello Juca (adulto)
Dary Reis Paponne
David Brazil Pantera
David Cardoso Roberto Valentino
Dercy Gonçalves Miss Dayse
Diogo Vilela Ele mesmo
Duda Ribeiro Jacobina / Zenon
Elizângela Magnólia
Eloísa Mafalda Dona Maria de Fátima Roitman
Evandro Mesquita Josias Moinho de Vento
Eva Todor Dona Carlota
Fábio Sabag Dr. Osvaldo Borborema
Fafy Siqueira Joaquim Carlos
Fernanda Lobo Auxiliadora
Flávio Migliaccio Jazão Mega Boss
Flávio Santiago Zé Firmeza
Francisco Milani Mil Faces
Gabriel Gracindo Bob Bárbaro
Gabriel, o Pensador Ele mesmo
Geórgia Gomide Mamma
Gilberto Marmorosch Bóris Lugossi
Giovanna Gold Melúria
Gisele Fraga Soninha Rebolado
Guaracy Valente Doutor Magalhães
Guilherme Figueira Horácio
Guilherme Leme Zack
Hugo Carvana Capitão Flecha
Hugo Gross Paulo Peixoto
Ilka Soares Mulher Leopardo
Ilva Niño Madame Esmeralda
Ilya São Paulo Borra Tudo
Irma Álvarez Mulher Barbada
Jackson Antunes John Coisa Ruim Silver
João Camargo Sebastião
Jonas Torres Arsênico
Jorge Peregrino
Juliana Oliveira Dani
Juliana Teixeira
Júlio Levy Aruc
Lafayette Galvão Lourenço Cobra
Leila Lopes Rosinha
Letícia Sabatella Flora
Lima Duarte Nicolau (Papai Noel)
Lincoln Tornado Beka
Luciana Lage Patrícia
Lúcio Mauro Marvin
Luigi Baricelli Ludovico
Marcelo Picchi Detetive Rick
Marcelo Saback Arlindo Orlando
Marcelo Serrado Calamidade Joe
Márcio Garcia Conde Drácula / Tarzan
Mayana Moura Drica Tiririca (criança)
Maria Pompeu Dona Selma
Marina Lima Ela mesma
Mário Frias Alex Júnior
Mário Gomes Roque
Marta Pietro Maria Suspiro
Marta Rizzo Fada Margarida (jovem)
Mateus Rocha Maurício Plínio de Andrômeda Antares
Moacyr Deriquém Mago Leonardo
Mônica Fraga Zefinha
Narjara Turetta Zelda
Nuno Leal Maia Billy Adventure
Orlando Drummond Mago Zaratrusta
Oscar Magrini Rei Artur / Ele mesmo
Patrick de Oliveira Quino
Péricles Amin Juca (criança)
Priscila Assum Eugênia
Priscila Kowalski Fada Bela (criança) / Bebel
Rafaella Guarany Ágatha
Raymundo de Souza Soupai
Renata Schumann Ruth
Ricardo Blat Faísca / Calixto
Ricardo Conti Leleco
Ricardo Macchi Lutador Mascarado
Ricardo Petraglia Policarpo
Roberto Guilherme Três Oitão
Roberto Lopes Zé do Bode
Rosa Marya Colin Maria Calada
Rosana Garcia Bete Brígida
Samara Felippo Gaby
Silvia Guimarães Ruth
Shimon Namias Terremoto
Stênio Garcia Superior
Stepan Nercessian Dom Pedro I
Tamara Taxman Aretuza
Tânia Alves Repórter
Tati Viany Fada Violeta (jovem)
Tato Gabus Mendes Aroeira
Thierry Figueira Danilo
Toi Bressane Carlos Ronald
Tonico Pereira Demolidor
Verônica Lopes Thábata
Virgínia Novick Dalila
Viviane Novaes Lucrécia
Wisly Hoffman Gioconda Lage

Referências

  1. a b c d e f g h i j k «Angel Mix — Caça Talentos». Memória Globo. Globo.com. Consultado em 22 de maio de 2020 
  2. a b c Giusti, Iran (23 de setembro de 2014). «29 coisas que você provavelmente não sabia sobre a novelinha Caça Talentos». BuzzFeed. Consultado em 22 de maio de 2020 
  3. a b c Memória Globo (27 de abril de 2013). «Você sabia? Angélica já morou em um mundo de fadas em Caça Talentos». Rede Globo. Globo.com. Consultado em 22 de maio de 2020 
  4. a b c d «Há 20 anos, terminava a novelinha 'Caça Talentos' na Globo». Jornal do Commercio. NE10. Universo Online. 20 de novembro de 2018. Consultado em 22 de maio de 2020 
  5. a b c d Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  6. a b Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "A equipe de roteiristas passou a contar com a colaboração de Mariana Mesquita, Péricles C. Barros, Márcio Wilson, Duba e Bernardo Guilherme". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  7. «Angélica assiste a reprise de Caça Talentos no Canal Viva e se impressiona: "Muito baby"». Cenapop. Universo Online. 5 de agosto de 2019. Consultado em 22 de maio de 2020 
  8. Paulo Reis, João. «No aniversário de Angélica, relembre Caça Talentos, novelinha que completa 20 anos em 2016». Observatório da TV. Universo Online. Consultado em 22 de maio de 2020 
  9. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Com uma série de efeitos especiais, o cenário da floresta – com árvores e um lago artificial – foi montado no Projac e consumiu cerca de 100 metros quadrados de grama verdadeira". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  10. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Em outubro de 1996, durante 20 capítulos, Ferreira Gullar, Marcílio Dias e Lílian Garcia reforçaram a equipe de criação do programa". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  11. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Em março de 1998, houve uma nova reestruturação.". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  12. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Primeiramente, era exibida às 11h30, logo após o programa Angel Mix, apresentado também por Angélica". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  13. Paulo Reis, João. «Globo relembra Caça Talentos e desperta nostalgia nas redes sociais». Obsversatório da TV. Universo Online. Consultado em 22 de maio de 2020 
  14. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Caça Talentos foi reapresentada a partir de 23/11/1998, sendo substituída logo em seguida pela reapresentação do humorístico Os Trapalhões". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  15. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Ficou no ar no canal Viva de 22/05/2010 a 17/05/2012". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  16. Ramos, Anderson (12 de abril de 2014). «Viva reestreia "Flora Encantada" em abril». O Universo da TV. Consultado em 22 de maio de 2020 
  17. Xavier, Nilson. «Caça Talentos». Seção Bastidores: "Caça Talentos voltou ao Viva a partir de 05/08/2019, às 11h45". Teledramaturgia. Consultado em 22 de maio de 2020 
  18. Ávila, Flávia (5 de agosto de 2019). «Caça Talentos começa a ser exibida no canal Viva». OFuxico. Terra. Consultado em 22 de maio de 2020 
  19. «Ticiane Pinheiro: Modelo, atriz e apresentadora». Satorahal. 23 de junho de 2016 

Ligações externasEditar