Abrir menu principal

Disputa de pênaltis nas Copas do Mundo de Futebol

As disputas de pênaltis nas Copas do Mundo de Futebol foram introduzidas em 1978, mas a primeira disputa só ocorreu 4 anos mais tarde, em 1982.[1]

Antes disso, aconteceram 77 partidas de mata-mata, das quais 73 foram decididas dentro dos 120 minutos. As 4 partidas restantes - que aconteceram em 1934 e 1938 - necessitaram de uma parida extra (conhecida por "Replays") para serem decididas. Em 1950, não houve partidas de mata-mata. Todas as 42 partidas de mata-mata realizadas nas copas de 1954 a 1974, foram decididas dentro dos 120 minutos.

Índice

As disputasEditar

#
Vencedor
Placar Final
(120 min.)
Perdedor
Placar Final
(penalidades)
Penalidades Batidas Penalidades Perdidas Jogador Que Bateu
a Última Penalidade
Torneio
Rodada
Data
1.   Alemanha Ocidental 3–3   França 5–4 6–6   Stielike
  Six
  Bossis
  Hrubesch 1982, Espanha Semi-finais 01982-07-08 8 de julho de 1982
2.   França 1–1   Brasil 4–3 5–5   Sócrates
  Platini
  Júlio César
  Fernández 1986, México Quartas-de-finais 01986-06-21 21 de junho de 1986
3.   Alemanha Ocidental 0–0   México 4–1 4–3   Quirarte
  Servín
  Littbarski 1986, México Quartas-de-finais 01986-06-21 21 de junho de 1986
4.   Bélgica 1–1   Espanha 5–4 5–5   Eloy   L. Van Der Elst 1986, México Quartas-de-finais 01986-06-22 22 de junho de 1986
5.   Irlanda 0–0   Roménia 5–4 5–5   Timofte   O'Leary 1990, Itália Oitavas-de-final 01990-06-25 25 de junho de 1990
6.   Argentina 0–0   Iugoslávia 3–2 5–5   Stojković
  Maradona
  Troglio
  Brnović
  Hadžibegić
  Hadžibegić
GK Goycochea
1990, Itália Quartas-de-finais 01990-06-30 30 de junho de 1990
7.   Argentina 1–1   Itália 4–3 4–5   Donadoni
  Serena
  Serena
GK Goycochea
1990, Itália Semi-finais 01990-07-03 3 de julho de 1990
8.   Alemanha Ocidental 1–1   Inglaterra 4–3 4–5   Pearce
  Waddle
  Waddle 1990, Itália Semi-finais 01990-07-04 4 de julho de 1990
9.   Bulgária 1–1   México 3–1 4–4   García Aspe
  Balakov
  Bernal
  Rodríguez
  Lechkov 1994, EUA Oitavas-de-final 01994-07-05 5 de julho de 1994
10.   Suécia 2–2   Roménia 5–4 6–6   Mild
  Petrescu
  Belodedici
  Belodedici
GK Ravelli
1994, EUA Quartas-de-finais 01994-07-10 10 de julho de 1994
11.   Brasil 0–0   Itália 3–2 4–5   Baresi
  Márcio Santos
  Massaro
  R. Baggio
  R. Baggio 1994, EUA Final 01994-07-17 17 de julho de 1994
12.   Argentina 2–2   Inglaterra 4–3 5–5   Crespo
  Ince
  Batty
  Batty
GK Roa
1998, França Oitavas-de-final 01998-06-30 30 de junho de 1998
13.   França 0–0   Itália 4–3 5–5   Lizarazu
  Albertini
  Di Biagio
  Di Biagio 1998, França Quartas-de-finais 01998-07-03 3 de julho de 1998
14.   Brasil 1–1   Países Baixos 4–2 4–4   Cocu
  R. de Boer
  R. de Boer
GK Taffarel
1998, França Semi-finais 01998-07-07 7 de julho de 1998
15.   Espanha 1–1   Irlanda 3–2 5–5   Holland
  Connolly
  Juanfran
  Kilbane
  Valerón
  Mendieta 2002, Córeia do Sul/Japão Oitavas-de-final 02002-06-16 16 de junho de 2002
16.   Coreia do Sul 0–0   Espanha 5–3 5–4   Joaquín   Hong Myung-Bo 2002, Córeia do Sul/Japão Quartas-de-finais 02002-06-22 22 de junho de 2002
17.   Ucrânia 0–0   Suíça 3–0 4–3   Shevchenko
  Streller
  Barnetta
  Cabanas
  Husyev 2006, Alemanha Oitavas-de-final 02006-06-26 26 de junho de 2006
18.   Alemanha 1–1   Argentina 4–2 4–4   Ayala
  Cambiasso
  Cambiasso
GK Lehmann
2006, Alemanha Quartas-de-finais 02006-06-30 30 de junho de 2006
19.   Portugal 0–0   Inglaterra 3–1 5–4   Lampard
  Viana
  Petit
  Gerrard
  Carragher
  Ronaldo 2006, Alemanha Quartas-de-finais 02006-07-01 1 de julho de 2006
20.   Itália 1–1   França 5–3 5–4   Trezeguet   Grosso 2006, Alemanha Final 02006-07-09 9 de julho de 2006
21.   Paraguai 0–0   Japão 5–3 5–4   Komano   Cardozo 2010, África do Sul Oitavas-de-final 02010-06-29 29 de junho de 2010
22.   Uruguai 1–1   Gana 4–2 5–4   John Mensah
  M. Pereira
  Adiyiah
  Abreu 2010, África do Sul Quartas-de-finais 02010-07-02 2 de julho de 2010
23.[2]   Brasil 1–1   Chile 3–2 5–5   Pinilla
  Willian
  A. Sánchez
  Hulk
  Jara
  Jara 2014, Brasil Oitavas-de-finais 02014-06-28 28 de junho de 2014
24.   Costa Rica 1–1   Grécia 5–3 5–4   Gekas   Gekas
GK Keylor Navas
2014, Brasil Oitavas-de-finais 02014-06-29 29 de junho de 2014
25.   Países Baixos 0–0   Costa Rica 4–3 4–5   Ruiz
  Umaña
 Umaña
GK Krul
2014, Brasil Quartas-de-finais 02014-07-05 5 de julho de 2014
26.   Argentina 0–0   Países Baixos 4–2 4–4   Vlaar
  Sneijder
 Maxi Rodríguez 2014, Brasil Semi-finais 02014-07-09 9 de julho de 2014
27.   Rússia 1–1   Espanha 4–3 4–5   Koke
  Iago Aspas
 Iago Aspas
GK Akinfeev
2018, Rússia Oitavas-de-final 02018-07-01 1 de julho de 2018
28.   Croácia 1–1   Dinamarca 3–2 5–5   Eriksen
  Badelj
  Schöne
  Pivarić
  Jørgensen
 Rakitić 2018, Rússia Oitavas-de-final 02018-07-01 1 de julho de 2018
29.   Inglaterra 1–1   Colômbia 4–3 5–5   Henderson
  Uribe
  Bacca
 Dier 2018, Rússia Oitavas-de-final 02018-07-03 3 de julho de 2018
30.   Croácia 2–2   Rússia 4–3 5–5   Smolov
  Kovačić
  Fernandes
 Rakitić 2018, Rússia Quartas-de-final 02018-07-07 7 de julho de 2018
Legenda
GK = Guarda-metas
  = Gol
  = Cobrança Desperdiçada

Por anoEditar

Ano Equipes Partidas de
mata-mata
Partidas com
Prorrogação (Tempo Extra)
Disputas de
Pênaltis
Porcentagem de
Prorrogação (Tempo Extra)
que foram para Pênaltis
Porcentagem de
mata-matas com pênaltis
Gols marcados
(Disputa de Pênaltis)
Total de
Pênaltis Cobrados
(Disputa de Pênaltis)
Porcentagem de acertos
1978 16 2 1 0 0% 0.0% - - -
1982 24 4 1 1 100% 25.0% 9 12 75.0%
1986 24 16 5 3 60% 18.8% 21 27 77.8%
1990 24 16 8 4 50% 25.0% 28 38 73.7%
1994 24 16 4 3 75% 18.8% 18 29 62.1%
1998 32 16 4 3 75% 18.8% 20 28 71.4%
2002 32 16 5 2 40% 12.5% 13 19 68.4%
2006 32 16 6 4 66.7% 25.0% 21 33 63.6%
2010 32 16 4 2 50% 12.5% 14 18 77.8%
2014 32 16 8 4 50% 25.0% 26 36 72.2%
2018 32 16 5 4 80% 25.0% 26 39 66.6%
Total 150 51 30 58.8% 20% 196 279 70.2%
  • Em negrito, valores mais altos.

Por rodadaEditar

Rodada Total
Oitavas-de-Finais 11
Quartas-de-Finais 12
Semi-Finais 5
Final 2 (1994/2006)
Total 30

Estatísticas e curiosidadesEditar

  • A Itália e a Rússia, em 1990 e 2018, respectivamente, são as anfitriãs que perderam uma disputa de pênaltis.[3]
  • Nunca um pênalti foi anulado pelo fato de o goleiro ter se adiantado. E eles se adiantam em mais de 25% das vezes.[4]
  • O francês Michel Platini, em 1986, foi o primeiro jogador a bater uma cobrança para fora.[5]
  • O brasileiro Júlio César, também em 1986, foi o primeiro jogador a desperdiçar uma cobrança em chutes na trave.[5]
  • Até a Copa de 2006 foram 186 cobranças, das quais 56 (ou 30%) foram desperdiçadas.[1]
  • Até a Copa de 2018 nunca um cobrador tinha errado um pênalti batido no canto alto esquerdo do goleiro, o primeiro a errar foi o colombiano Mateus Uribe.[6]
  • Dados de antes da Copa de 2014: Quando marcar o gol na cobrança significa vencer a disputa de pênaltis, 93% marcam. Na situação que se o jogador perder o pênalti, o seu time é eliminado, só 44% dos cobradores conseguem fazer o gol.[7]
  • Ainda com dados de antes da Copa de 2014: de 204 penaltis cobrados, 162 (80%) foram com o pé direito, e 42 (20%) com o pé esquerdo.[5]
  • Segundo o jornalista Gustavo Poli (site GloboEsporte.com), em Copas do Mundo, a taxa de sucesso dos goleiros em disputas por penalidades é de 28%. Dos 211 pênaltis cobrados até o dia 29/06/2014, 152 foram convertidos (72,03 %).[8]
  • Segundo dados da BBC: De 204 penalidades cobradas até o final da copa de 2010, 11 foram na trave, e 8 para fora.[5]
  • O zagueiro alemão Uli Stielike foi o único jogador da Seleção Alemã a desperdiçar uma cobrança de pênalti em Copas do Mundo. A Seleção Alemã possui uma taxa de acerto de 94%.[1]
  • Por outro lado, a Inglaterra saiu derrotada de todas as disputas de pênaltis em que entrou, tendo perdido metade de suas 14 cobranças.[1]Mas em 2018 venceu sua primeira disputa ao eliminar a Colômbia pelas oitavas-de-final por 4 a 3 após empate por 1 a 1 no tempo normal.
  • Schumacher (Alemanha), Goycochea (Argentina) e Subašić (Croácia) são os goleiros que mais defenderam pênaltis em Copas do Mundo: 4 vezes. O argentino e o croata defenderam as 4 em apenas 1 mundial (1990 e 2018).
  • O goleiro português Ricardo e o croata Subašić defenderam 3 cobranças numa mesma decisão (em 2006, contra a Inglaterra, e em 2018, contra a Dinamarca), sendo os recordistas neste quesito.
  • Taffarel, Goycochea e Subašić não foram vazados em 5 oportunidades, sendo os recordistas neste quesito. Taffarel, na Copa de 1994, defendeu a cobrança de Massaro. Já Roberto Baggio e Baresi chutaram para fora. Em 1998, ele espalmou as cobranças de Cocu e Ronald de Boer na semifinal contra a Holanda. Já Goycoechea, além das 4 que pegou (defendeu as cobranças dos iugoslavos Brnovic e Hadzibegic, e dos italianos Donadoni e Serena em 1990), viu o chute de Stojkovic ir para fora.[9]Em 2018 Subašić defendeu as cobranças dos dinamarqueses Eriksen, Schöne e N. Jørgensen e do russo Smolov e viu o chute do brasileiro naturalizado russo Mário Fernandes ir para fora.
  • Em 2014, o goleiro holandês Tim Krul entrou faltando 1 minuto para terminar a prorrogação, apenas para a disputa dos pênaltis, e não decepcionou. De 4 cobranças feitas pela seleção adversária (Costa Rica), ele pegou 2, e nos outros 2, ele pulou no mesmo canto em que a cobrança foi feita.[10] Foi a primeira vez na história das copas que um goleiro entrou numa partida somente para participar da disputa dos pênaltis.[11] Além disso, ele também entrou para a história das copas como o goleiro a atuar menos tempo e defender pênaltis em disputas de pênaltis.

RecordesEditar

FutebolistasEditar

EquipesEditar

  • Legenda: Anos em que a equipe foi campeã.
Equipes que Mais Disputaram (Total)
Equipes que Mais Disputaram (no Mesmo Torneio)
Equipes com Mais vitórias
Equipes com Mais Derrotas
Equipe com Mais Derrotas Sem Vitórias
Lista de Equipes que Decidiram Partidas em Disputas de Pênaltis em Mais do que 1 oportunidade
Equipes Disputas Vitórias Derrotas % Vitórias Vitórias Por Ano Derrotas por Ano
  Alemanha 4 4 0 100% 1982,1986,1990,2006 -
  Croácia 2 2 0 100% 2018, 2018 -
  Argentina 5 4 1 80% 1990,1990,1998,2014 2006
  Brasil 4 3 1 75% 1994,1998, 2014 1986
  França 4 2 2 50% 1986,1998 1982,2006
  Irlanda 2 1 1 50% 1990 2002
  Costa Rica 2 1 1 50% 2014 2014
  Rússia 2 1 1 50% 2018 2018
  Países Baixos 3 1 2 33% 2014 1998, 2014
  Espanha 4 1 3 25% 2002 1986,2002,2018
  Itália 4 1 3 25% 2006 1990,1994,1998
  Inglaterra 4 1 3 25% 2018 1990,1998,2006
  México 2 0 2 0% - 1986,1994
  Romênia 2 0 2 0% - 1990,1994
  • Legenda: Anos em negrito = Disputas em Finais.


Lista de Equipes que Decidiram Partidas em Disputas de Pênaltis em Apenas 1 oportunidade
Equipes Disputas Vitórias Derrotas % Vitórias Vitórias Por Ano Derrotas por Ano
  Bélgica 1 1 0 100% 1986 -
  Bulgária 1 1 0 100% 1994 -
  Suécia 1 1 0 100% 1994 -
  Coreia do Sul 1 1 0 100% 2002 -
  Portugal 1 1 0 100% 2006 -
  Ucrânia 1 1 0 100% 2006 -
  Uruguai 1 1 0 100% 2010 -
  Paraguai 1 1 0 100% 2010 -
  Iugoslávia 1 0 1 0% - 1990
  Suíça 1 0 1 0% - 2006
  Gana 1 0 1 0% - 2010
  Japão 1 0 1 0% - 2010
  Chile 1 0 1 0% - 2014
  Grécia 1 0 1 0% - 2014
  Dinamarca 1 0 1 0% - 2018
  Colômbia 1 0 1 0% - 2018
  • Legenda: Anos em negrito = Disputas em Finais.

Referências

  1. a b c d oglobo.globo.com/ Disputa por pênaltis: loteria ou ciência?
  2. globoesporte.globo.com/
  3. foxsports.com.br/ Brasil vence 3ª em pênaltis e mantém tabu de anfitriões em Copas
  4. globoesporte.globo.com/ Vai para os pênaltis?
  5. a b c d bbc.co.uk/ What makes the perfect world Cup shootout penalty?
  6. «Dicas para os penais! Veja como vencer disputas de pênaltis em Copa do Mundo». Globoesporte 
  7. trivela.uol.com.br/ Bater pênalti é coisa séria, mas em Copa do Mundo é coisa muito séria
  8. globoesporte.globo.com/ O milímetro de Gonzalo Jara
  9. globoesporte.globo.com/ Taffarel e Goycochea: os maiores pegadores de pênaltis
  10. superesportes.com.br/
  11. Dimond, Alex (5 de julho de 2014). «Tim Krul's Saves Vindicate Louis Van Gaal's Latest Bold, Arrogant Gamble». Bleacher Report. Consultado em 6 de julho de 2014 

Links ExternosEditar