José Manuel Costa Reis

pintor português
(Redirecionado de José Costa Reis)

José Manuel Costa Reis ComIH (Lisboa, 15 de setembro de 1947) é um pintor, figurinista e cenógrafo português.

José Costa Reis
José Costa Reis (cenógrafo) no Teatro Cinearte em Lisboa
Nome completo José Manuel Costa Reis
Nascimento 15 de setembro de 1947 (73 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade português
Ocupação Cenógrafo, Pintor e Figurinista
José Costa Reis (em inglês) no IMDb

BiografiaEditar

José Manuel Costa Reis nasceu em Lisboa a 15 de setembro de 1947. Frequentou o Curso Superior de Pintura da Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, de 1964 a 1969, e estudou cenografia no Teatro Nacional de S. Carlos, com Mestre Furiga. No cumprimento do Serviço Militar tirou o curso de fotografia e cinema dos Serviços Cartográficos do Exército, único no género então existente em Portugal.

Profissionalmente trabalhou durante dois anos no Núcleo de Cinema do Instituto Português de Cinema, a par de uma intensa atividade como cenógrafo e figurinista, bem como tem trabalhado regularmente como pintor, decorador, ilustrador, tendo ainda desempenhado funções de diretor de arte, na produtora portuguesas (Panorâmica 35) durante 6 anos.

Em 1991 funda a sua própria empresa (a Visual Total) destinada a criar e produzir decoração de interiores e décors para publicidade e televisão.

Foi professor de cenografia no Chapitô, anteriormente, de 1992 a 2006 lecionou a disciplina de cenografia na Escola Profissional de Teatro de Cascais.

Juntamente com Jorge Salavisa cria no Teatro Municipal S. Luiz o "Ciclo Novos Vezes Nove" - "Actores" destinado a revelar novos talentos na área da representação.

Em 2006, 17 de Janeiro é agraciado com a comenda da Ordem do Infante D. Henrique[1] por S.Exa. o Sr. Presidente da República Dr. Jorge Sampaio.

Pelo seu trabalho ligado à área da criação de moda na década de 1970 é considerado o primeiro estilista português, tal como hoje se entende o termo. [carece de fontes?]

Desempenhou as funções de diretor de arte na T.G.S.A / (T.D.N SA).[carece de fontes?]

Para TeatroEditar

Para BailadoEditar

Desenhou figurinos para os bailados de todos os programas de televisão em que colaborou, tendo trabalhado com os coreógrafos: Fernando Lima, Patrick Hurd, Rui Horta e Liliane Viegas.

Ballet Gulbenkian

Após ter visto o seu trabalho no bailado "Rosa Rosai", a diretora e coreógrafa Elisa Monte, convida-o para desenhar os figurinos do novo bailado da Elisa Monte em Cannes em Janeiro de 1989, que declinou por motivos de calendarização pessoal.

Para CinemaEditar

Fez parte do Núcleo de Produção do Instituto Português de Cinema na qualidade de Cenógrafo - Figurinista.

Para TelevisãoEditar

CONCURSOS

Talk-shows e Programas Vários

Grande Gala da Música Portuguesa - Teatro Municipal São Luiz (Lisboa)

Para a série "Deixem Passar a Música" (RTP):

Programas recreativos, humor e entretenimento

TEATRO PARA TELEVISÃO

Para PublicidadeEditar

Durante a sua estadia em Luanda, trabalhou como Director Criativo da Agência Vértice - Banco de Fomento. Na SOREFAME trabalhou com SAM, no Departamento de Publicidade daquela empresa. Foi diretor artístico da Panorâmica 35. Entre muitos outros trabalhos, sempre com a realização de João Rapazote Fernandes, podem citar-se:

AcontecimentosEditar

Lançamento da cerveja GOLDEN BEER - Lisboa - Gare Marítima de Alcântara; Porto - Discoteca Swing Lançamento do perfume EDEN de Cacharelle - Estufa fria de Lisboa

GALAS E ACONTECIMENTOS

Para MúsicaEditar

Para a ModaEditar

Em 1972 abre a sua loja na Rua Rodrigues Sampaio, em Lisboa. Durante dois anos apresenta com regularidade oito colecções anuais de pronto-a-vestir e alta costura, desenhados e confeccionados no seu atelier, usando principalmente materiais nacionais.

Com o encerramento em 1974 da loja, vai trabalhar para a "Super Corte", como estilista. Trabalha ainda durante cerca de 3 anos na Cargine, como estilista, dando assistência a todas as colecções A H Design; desenhando ainda colecções para várias fábricas e marcas.

Integrou por várias vezes o Júri Internacional de Moda, que atribuía anualmente os prémios Portex.

Decoração e Outros ProjectosEditar

Outras ActividadesEditar

PinturaEditar

Além de estar representado em diversas colecções particulares, é de salientar a presença de trabalhos seus nos seguintes locais:

2007Editar

Durante o ano de 2007 como diretor artístico da TGSA e TDN:

Novelas

2008Editar

2009Editar

Teatro em Casa - RTP 1 realização de Fernando Ávila, produção Valentim de Carvalho Televisão, gravado nos Estúdios Tobis, para a RTP 1 - Teatro em Casa.

(cenários e figurinos)

Família - Família - RTP 1 (cenografia) Neste programa, integra também o Júri Residente.


2010 - presenteEditar

Referências

Ligações externasEditar