Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página sobre geografia não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mathias Velho (Canoas)

Mathias, Mathiaca ou MV

  Bairro do Brasil  
[[Imagem:A noroeste do centro da cidade|250 px|none|]]
População
 - Total 48,806
Energia elétrica (%) RGESUL
Água encanada (%) CORSAN
Coleta de lixo (%) Vega Engenharia Ambiental S.A
Fonte: prefeitura de Canoas ; IBGE/

Mathias Velho é um bairro da cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. É o bairro com a maior população do município. Podem-se encontrar na região inúmeras escolas estaduais, municipais e particulares, além de lojas, microempresas, praças e clubes de futebol amadores (tais como: Rio Pardo, Perquim, Penharol, Rio Grande, Ponte Preta, Maringá, Barão, entre outros).

No bairro localiza-se o Corpo de Bombeiros, Centro Social Urbano o HPS de Canoas e uma subprefeitura. O principal logradouro é a Avenida Rio Grande do Sul que é uma das mais importantes do município, sendo considerada uma via coletora. Como rua secundária está a Florianópolis, que é paralela à Avenida Rio Grande do Sul, e que, com o passar dos anos e crescente desenvolvimento comercial, passou a delimitar o território do bairro cujas margens, excluídas do eixo formado pelas ruas principais, são compostas por vilas como a Vila Getúlio Vargas e Vila São José, onde mora grande número da população economicamente desfavorecida do Bairro.

Origem do BairroEditar

Saturnino Mathias Velho, quem deu origem ao bairro, nasceu em 29 de novembro de 1850, no município de Mostardas, RS. Casado com Júlia de Souza Velho, nascida em Pelotas, em 12 de março de 1854. O tropeiro (por profissão) vinha com frequência à “Estação de veraneio Capão das Canoas” pelo Rio dos Sinos, onde, às margens do mesmo, construiu sua primeira moradia. Comprou grande parte de seus campos do Major Vicente Ferre da Silva Freire, no ano de 1882. Construiu sua residência no local onde hoje se encontra o Canoas Shopping, esquina das ruas Mathias Velho e Guilherme Schell. Prédio demolido em 1986. Ao estabelecer-se nas terras que foram adquiridas dos herdeiros da Fazenda da Brigadeira, deu origem, mais tarde, ao nome do bairro. Adquiriu mais duas propriedades em 1901: uma na avenida Victor Barreto, ao lado da sede da sogal e outra situada em área pertencente à refinaria Alberto Pasqualini – sobrado da Brigadeira. Esses campos, mais tarde foram divididos entre herdeiros e reais proprietários da vila: Carlos de Brito Velho, Victor de Brito Velho e Damaso Rosa Velho e Mário de Souza Velho, filho do Mathias Velho, São José e São Luiz. Os Mathias Velho eram católicos praticantes, por isso tiveram importante participação na construção da igreja matriz São Luiz Gonzaga. Os afazeres do casal dividiram-se entre as fazendas que possuíam em mostardas, Rio Pardo e Canoas. Em Porto Alegre, mantinham uma residência para facilitar os estudos dos filhos. Saturnino Mathias Velho era coronel da Guarda Nacional e destacava-se como excelente comerciante, faleceu em 1924, cinco anos antes da esposa Júlia, filha de Telissa Da Silva Peres