Abrir menu principal

Gladson Cameli

político brasileiro
Gladson Cameli
18.º Governador do Acre
Período 1° de janeiro de 2019 até a atualidade
Vice-governador Major Rocha (PSDB)
Antecessor Tião Viana
Senador pelo Acre
Período 1º de fevereiro de 2015
até 1° de janeiro de 2019
Deputado Federal pelo Acre
Período 1º de fevereiro de 2007
até 1° de fevereiro de 2015
Dados pessoais
Nascimento 26 de março de 1978 (41 anos)
Cruzeiro do Sul (AC), Brasil
Partido PFL (2000–2003)
PPS (2003–2005)
PP (2005-presente)
Profissão Engenheiro

Gladson de Lima Cameli (Cruzeiro do Sul, 26 de março de 1978) é engenheiro, empresário e político brasileiro, filiado ao Partido Progressista (PP). Atualmente é Governador pelo estado do Acre. Elegeu-se governador do Acre nas eleições gerais de 2018 no primeiro turno com 223 993 votos.[1][2]

Índice

BiografiaEditar

É bacharel em Engenharia civil desde 2001, formado pelo Instituto Luterano de Ensino Superior de Manaus (ULBRA), no Amazonas. Membro do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA/AC), exerce atividades profissionais como sócio da empresa pertencente à família.[3] Pelo lado paterno, é sobrinho do ex-governador do estado do Acre, Orleir Cameli.[4]

Membro do Conselho Municipal da Juventude, estreou na vida pública aos 28 anos quando eleito pela primeira vez para o mandato de deputado federal com 18.886 votos. Eleito pela segunda vez deputado nas eleições em 2010, com mais de 30 mil votos. Em outubro de 2009, foi condecorado com o Título de Cidadão Rio Branquense pela Câmara Municipal de Rio Branco/AC.

Foi filiado ao PFL durante (2000-2003) e ao PPS durante (2003-2005). É filiado ao PP desde 2005 permanecendo até os dias atuais. Nas eleições estaduais de 2014 elegeu-se senador pelo Acre.

Na Câmara dos Deputados, foi considerado por dois anos consecutivos, o campeão em liberação de recursos e emendas. Ele também apresentou projetos de lei importantes como a obrigatoriedade da instalação de câmeras de segurança nas escolas públicas. Foi relator do projeto da Zona de Processamento de Exportação. Foi presidente da Comissão da Amazônia, integrou a Comissão de Constituição e Justiça, uma das mais importantes do Congresso.

PosicionamentosEditar

Em dezembro de 2016, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[5] Em julho de 2017 votou a favor da reforma trabalhista.[6]

Em julho de 2017, votou contra a cassação de Aécio Neves no conselho de ética do Senado.[7]

Eleição ao Governo do AcreEditar

Nas Eleições estaduais no Acre em 2018 concorreu ao cargo de governador, tendo como vice Major Rocha. A chapa venceu o pleito já no primeiro turno.[8]

Desempenho em eleiçõesEditar

Ano Eleição Coligação Partido Candidato a Votos Resultado
2006 Estadual no Acre Frente Popular do Acre I
PT, PP, PL, PSB, PCdoB, PRTB e PMN
PP Deputado Federal 18.886 (3º) Eleito[9][10]
2010 Estadual no Acre Frente Popular do Acre II
PT, PP, PR, PSB, PRB, PDT, PTB, PCdoB, PTN, PV, PHS, PSDC, PTC e PRP
PP Deputado Federal 32.623 (4º) Eleito[11][12]
2014 Estadual no Acre Aliança por um Acre melhor
PSDB, PMDB, PP, PSD, PR, SD, PSC, PPS, PTdoB e PTC
PP Senador 218.756 (1º) Eleito[13][14]
2018 Estadual no Acre Mudança e Competência
PP, PSDB, MDB, PSD, PR, DEM, PTB, SD, PPS, PMN, e PTC
PP Governador 223.993 (1º) Eleito[15][16]

Referências

  1. «Gladson Cameli, do PP, é eleito governador do Acre». G1 
  2. «Gladson Cameli 11». Eleições 2018. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  3. «Senador Gladson Cameli». www.gladsoncameli.com.br. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  4. «Orleir Cameli - Rede de Escândalos - VEJA». 13 de setembro de 225. Consultado em 29 de janeiro de 2017  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Bol (13 de dezembro de 2016). «Confira como votaram os senadores sobre a PEC do Teto de Gastos 155 Do UOL, em São Paulo». Consultado em 16 de outubro de 2017 
  6. Redação - Carta Capital (11 de julho de 2017). «Reforma trabalhista: saiba como votaram os senadores no plenário» 
  7. Redação Carta Capital (6 de julho de 2017). «Por 11 a 4, Aécio é salvo no Conselho de Ética: como votaram os senadores». Consultado em 15 de outubro de 2017 
  8. «Gladson Cameli, do PP, é eleito governador do Acre». G1. 7 de outubro de 2018 
  9. Folha Online - Eleições 2006 (2 de outubro de 2006). «Apuração - Acre (Deputado Federal)». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  10. Tribunal Superior Eleitoral (2 de outubro de 2006). «Votação no município – Eleições 2006». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  11. UOL Eleições 2010 (3 de outubro de 2010). «Apuração de votos e candidatos eleitos - 1º Turno (Município de Cruzeiro do Sul)». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  12. UOL Eleições 2010 (3 de outubro de 2010). «Apuração de votos e candidatos eleitos - 1º Turno (Estado do Acre)». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  13. UOL Eleições 2014 (5 de outubro de 2014). «Senador e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2014 (Município de Cruzeiro do Sul)». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  14. UOL Eleições 2014 (5 de outubro de 2014). «Senador e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2014 AC». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  15. UOL Eleições 2018 (7 de outubro de 2018). «Senador e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2018 (Município de Cruzeiro do Sul)». Consultado em 23 de novembro de 2018 
  16. UOL Eleições 2018 (7 de outubro de 2018). «Senador e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2018 AC». Consultado em 23 de novembro de 2018 

Ligações externasEditar