Abrir menu principal

Eleições estaduais no Paraná em 2006

As eleições estaduais no Paraná em 2006 aconteceram juntamente com as Eleições federais no Brasil, em 1 de outubro e em 29 de outubro. Desde 1994, como resultado de uma emenda constitucional que reduziu o mandato presidencial para quatro anos, todas as eleições federais e estaduais no Brasil coincidiram. As eleições estaduais decidem governadores e os deputados estaduais para as Assembleias Legislativas. Também os membros do Congresso Nacional são eleitos por estado.

2002 Brasil 2010
Eleições estaduais no Paraná em 2006
29 de outubro de 2006
Segundo Turno
Roberto Requiao June 2004.jpg Osmar dias.jpg
Candidato Roberto Requião Osmar Dias
Partido PMDB PDT
Natural de Curitiba, PR Quatá, SP
Vice Orlando Pessuti Derli Donin
Votos 2.668.611 2.658.132
Porcentagem 50,10% 49,90%
Mapa eleitoral - Eleições estaduais do Paraná (2006).png
Resultado da eleição para governador no segundo turno por cidades.
  Cidades onde Requião obteve maior votação (269)
  Cidades onde Osmar Dias obteve maior votação (130)
.


Brasão do Paraná.svg
Governador do Paraná

O atual senador do Paraná, Roberto Requião, já eleito governador em 1990, se reelegeu no estado. Seus principais adversários foram: Osmar Dias (PDT) e Flávio Arns (PT).

ResultadoEditar

Requião foi reeleito no segundo turno por uma apertadíssima diferença de 10.479 votos, equivalentes a 0,2% dos votos válidos (recebeu 2.668.611 votos, contra 2.658.132 de Osmar Dias). É o primeiro governador do Paraná a conquistar três mandatos por eleição direta.

1º turnoEditar

Colocação Candidato Partido Coligação Votos válidos %
Roberto Requião PMDB Paraná Forte 2.321.217 42,81
Osmar Dias PDT Paraná da Verdade 2.093.161 38,60
Flávio Arns PT Paraná Unido 506.825 9,35
Rubens Bueno PPS Voto Limpo 437.689 8,07
Melo Viana PV 30.501 0,56
Luis Felipe Bergmann PSOL Frente de Esquerda do Paraná 14.914 0,28
Ana Lúcia Pires PRTB 9.993 0,18
Luiz Adão da Cunha e Silva PSDC 3.023 0,06
Jorge Aurélio Martins PRP 2.400 0,04
10º Antônio Forte PSL 2.119 0,04
11º Ivo Leandro Souza PCO 781 0,01

2º turnoEditar

Colocação Candidato Partido Coligação Votos válidos %
Roberto Requião PMDB Paraná Forte 2.668.611 50,10
Osmar Dias PDT Paraná da Verdade 2.658.132 49,90

Eleição para SenadorEditar

Colocação Candidato Partido Coligação Votos válidos %
Álvaro Dias PSDB Voto Limpo 2.572.481 50,51
Gleisi Hoffmann PT Paraná Unido 2.299.088 45,14
Luiz Felipe Haj Mussi PPS Voto Limpo 78.723 1,55
José Roberto Sandoval PSC 74.307 1,46
Paulo Salamuni PV 39.841 0,78
Custódio da Silva PRTB 10.130 0,20
Sandra Borges PSL 8.313 0,16
Antônio Procopiak PSDC 5.234 0,10
Ivan Augusto Bernardo PSTU 5.017 0,10

ConcorrentesEditar

Frente de Esquerda do Paraná (PSOL/PSTU/PCB)Editar

Modesta e pouco conhecida, o desafio maior da coligação é ultrapassar a barreira dos votos.

Nome Cargo Partido Nº eleitoral Notas
Luiz Felipe Bergmann Governador PSOL 50 O professor é candidato a governador apoiando a chapa da ex-senadora Heloísa Helena, fundadora do PSOL, partido de Bergmann.
Wilson Previdi Vice-governador PSOL -
Ivan Bernardo Senador PSTU 160

Paraná da Verdade (PDT/PP/PSDB/PTB/PSB/PTC/PTN/PMN/PRONA/PTdoB)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral Notas
Osmar Dias Governador PDT 12 O senador tenta repetir o feito de seu irmão, o também senador Álvaro Dias, do PSDB, que já foi governador.
Derli Donin Vice-governador PP - O ex-prefeito de Toledo tentará repetir a dose de anos de mandato na prefeitura toledana.

Paraná Forte (PMDB/PSC)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral Notas
Roberto Requião Governador PMDB 15 O atual governador é candidato numa eleição para o Governo do Estado pela terceira vez.
Orlando Pessuti Vice-governador PMDB -
José Roberto Sandoval Senador PSC 200

Paraná Unido (PT/PL/PCdoB/PRB/PHS/PAN)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral Notas
Flávio Arns Governador PT 13 O senador vai tentar passar o bastão para a ex-comandante de Itaipu, Gleisi Hoffmann. Flávio Arns, sobrinho da fundadora e ex-coordenadora da Pastoral da Criança, a médica Zilda Arns, é candidato do presidente Lula.
Victor Hugo Burko Vice-governador PL - É ex-prefeito de Guarapuava. Seu irmão, o jogador Fernando Burko, é meio-campista do Blackburn Rovers, da Inglaterra.
Gleisi Hoffmann Senadora PT 131

Partido da Causa Operária (PCO)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral
Ivo Souza Governador PCO 29
Mauri de Oliveira Vice-governador PCO -
Ney Betin Senador PCO 291

Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral Notas
Álvaro Dias Senador PSDB 456 O senador já foi governador entre 1987 e 1991.

Nesta eleição o PSDB estava dividido em dois grupos: um, liderado pelo deputado estadual Valdir Rossoni e pelo senador Álvaro Dias, defendia a liberação dos filiados para apoiar qualquer candidatura ao governo do Estado, exceto a do PT, o que na prática significaria um apoio informal a candidatura de Osmar Dias (PDT) e outro que defendia o apoio formal à candidatura do então governador e candidato a reeleição Roberto Requião (PMDB), sendo esta ala liderada pelo então presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), Hermas Brandão.

Na convenção do partido venceu a tese que defendia a entrada na coligação "Paraná Forte" junto com PMDB e PSC, indicando o candidato a vice-governador e ao senado, Hermas Brandão e Álvaro Dias respectivamente. Dos 413 delegados presentes, 205 votaram a favor da aliança, 200 a favor de liberar o partido, 4 anularam seus votos e outros 4 votaram em branco. [1]

O resultado, porém, não foi aceito por algumas lideranças como os deputados federais Luiz Carlos Hauly e Gustavo Fruet. Eles, além de Rossoni e Dias, foram à Executiva Nacional do partido pedir a intervenção na convenção com o argumento de que se aliar a Requião enfraqueceria a candidatura presidencial de Geraldo Alckmin no Paraná. Também alegavam que não havia nenhuma garantia de que o governador dividiria palanque com o tucano, já que nos dois pleitos anteriores (1998 e 2002) apoiou Lula (PT). [2]

A tentativa de coligação morreu no TRE, que por 3 votos a 2, a anulou.[3] Com isso, o partido não esteve de forma formal na disputa pelo governo, mas seus filiados apoiaram informalmente três candidaturas: Requião, do PMDB; Osmar Dias, do PDT e Rubens Bueno, do PPS.

Partido Verde (PV)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral Notas
Melo Viana Governador PV 43 Baiano de Vitória da Conquista, tenta pela segunda vez uma candidatura ao Governo do Paraná.
Edna Belini Vice-governador PV -
Paulo Salamuni Senador PV 437

Voto Limpo (PPS/PFL)Editar

Nome Cargo Partido Nº eleitoral
Rubens Bueno Governador PPS 23
Marcelo Puppi Vice-governador PFL -
Luiz Felipe Haj Mussi Senador PPS 231