Abrir menu principal

A Temporada de Fórmula 1 de 1986 foi a 37.ª realizada pela FIA, decorrendo entre 23 de março e 26 de outubro de 1986, com dezesseis corridas.

Teve como campeão o francês Alain Prost, da equipe McLaren, sendo vice-campeão o britânico Nigel Mansell, da Williams.

Equipes e PilotosEditar

Campeão Vice-campeão 3º Lugar
     
  Alain Prost   Nigel Mansell   Nelson Piquet
  McLaren-TAG   Williams-Honda   Williams-Honda
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de teste
  Marlboro McLaren International McLaren MP4/2C TAG Porsche TTE P01 1.5 V6 turbo G 1   Alain Prost n/a
2   Keke Rosberg
  Data General Team Tyrrell Tyrrell 014
015
Renault EF15 1.5 V6 turbo G 3   Martin Brundle n/a
4   Philippe Streiff
  Canon Williams Honda Team Williams FW11 Honda RA166E 1.5 V6 turbo G 5   Nigel Mansell n/a
6   Nelson Piquet
  Motor Racing Developments Brabham BT55 BMW M12/13 1.5 L4 turbo P 7   Riccardo Patrese n/a
8   Elio de Angelis
  Derek Warwick
BT54 7   Riccardo Patrese
  John Player Special Team Lotus Lotus 98T Renault EF15B 1.5 V6 turbo G 11   Johnny Dumfries   Derek Warwick
12   Ayrton Senna
  West Zakspeed Racing Zakspeed 861 Zakspeed 1500/4 1.5 L4 turbo G 14   Jonathan Palmer   Luis Perez-Sala
29   Huub Rothengatter
  Team Haas (USA) Ltd Lola THL1 Hart 415T 1.5 L4 turbo G 15   Alan Jones n/a
16   Patrick Tambay
THL2 Ford Cosworth GBA 1.5 V6 turbo 15   Alan Jones
16   Patrick Tambay
  Eddie Cheever
  Barclay Arrows BMW Arrows A8 BMW M12/13 1.5 L4 turbo G 17   Marc Surer   Jari Nurminen
  Christian Danner
18   Thierry Boutsen
A9 17   Christian Danner
18   Thierry Boutsen
  Benetton Formula Ltd Benetton B186 BMW M12/13 1.5 L4 turbo P 19   Teo Fabi   Andy Wallace
  Giovanna Amati
  Paolo Barilla
20   Gerhard Berger
  Osella Squadra Corse Osella FA1G Alfa Romeo 890T 1.5 V8 turbo P 21   Piercarlo Ghinzani n/a
22   Allen Berg
FA1F 22   Christian Danner
  Allen Berg
  Alex Caffi
FA1H 21   Piercarlo Ghinzani
22   Allen Berg
  Minardi Team SpA Minardi M185B
M186
Motori Moderni 615-90 1.5 V6 turbo P 23   Andrea de Cesaris n/a
24   Alessandro Nannini
  Equipe Ligier Ligier JS27 Renault EF15 1.5 V6 turbo P 25   René Arnoux n/a
26   Jacques Laffite
  Philippe Alliot
  Scuderia Ferrari SpA SEFAC Ferrari F1/86 Ferrari 032 1.5 V6 turbo G 27   Michele Alboreto n/a
28   Stefan Johansson
  Jolly Club SpA AGS JH21C Motori Moderni 615-90 1.5 V6 turbo P 31   Ivan Capelli n/a

Trocas de pilotosEditar

  • McLaren: Manteve o francês Alain Prost, que defenderia seu título, e contrata o experiente finlandês Keke Rosberg, campeão da temporada de 1982 para o lugar do tricampeão Niki Lauda. Com 4 vitórias, Le Professeur conquistou o bicampeonato de forma dramática ao vencer o GP da Austrália, depois que o inglês Nigel Mansell, favorito ao título, perdeu o controle de seu carro após um pneu estourar na reta.
  • Tyrrell: Pela terceira temporada seguida, o inglês Martin Brundle é mantido na equipe, e o francês Philippe Streiff assume o carro #4. Não conquistou nenhum pódio, tendo um quarto lugar como melhor resultado.
  • Williams: A escuderia de Grove permaneceu com Nigel Mansell e Nelson Piquet foi contratado para o lugar de Keke Rosberg, que fora para a McLaren. O Leão foi o piloto que mais venceu (5 vitórias), mas um pneu estourado no GP da Austrália jogou fora suas chances de título. Piquet, com 4 vitórias (mesmo número de Alain Prost) e que também brigava pelo tricampeonato, ficou em terceiro lugar.
  • Brabham: Sem Piquet e já entrando em declínio de resultados, a Brabham repatriou o italiano Riccardo Patrese e contratou Elio de Angelis. Porém, o piloto nascido em Roma faleceu após um acidente durante um teste da equipe, e para seu lugar, veio o inglês Derek Warwick.
  • Lotus: Para o lugar de Elio de Angelis, a Lotus negociou com Derek Warwick, mas o brasileiro Ayrton Senna teria vetado a contratação do inglês. O futuro tricampeão de Fórmula 1 chegou a sugerir o compatriota Maurício Gugelmin, porém a escuderia optou em contratar o escocês Johnny Dumfries, por exigência da John Player & Sons, até então o patrocinador principal.
  • Zakspeed: Na segunda temporada e novamente com motores próprios, a escuderia de Erich Zakowski teve o inglês Jonathan Palmer durante a temporada completa. O holandês Huub Rothengatter estrearia apenas no GP de San Marino.
  • Haas Lola: Em sua primeira temporada completa, a Haas permaneceu com o australiano Alan Jones e contratou o francês Patrick Tambay, desempregado após a saída da Renault. A equipe utilizou o carro de 1985 nas 3 primeiras corridas, e a partir do GP de Mônaco, correu com motores Ford. Eddie Cheever substituiu Tambay no Grande Prêmio de Detroit de 1986, após negociações com Mario Andretti e seu filho, Michael, que foram barradas por decisão da FIA.
  • Arrows: Teve como pilotos o belga Thierry Boutsen e, até o GP de Spa-Francorchamps, o suíço Marc Surer, que sofreu um grave acidente de rali e foi substituído pelo alemão Christian Danner.
  • Benetton: Na primeira temporada após comprar o espólio da Toleman, o time contratou o austríaco Gerhard Berger e manteve o italiano Teo Fabi, que já estava na Toleman desde 1985.
  • Osella: A escuderia de Enzo Osella teve Piercarlo Ghinzani durante a temporada completa, e o alemão Christian Danner durante 6 provas. Com a saída deste para a Arrows, o canadense Allen Berg assume a vaga, enquanto o italiano Alex Caffi disputa o GP local.
  • Minardi: Sem Pierluigi Martini, "rebaixado" para a Fórmula 3000 Internacional, a Minardi contrata outros 2 italianos: Andrea de Cesaris, sem equipe desde sua demissão da Ligier, e o novato Alessandro Nannini. A dupla completa apenas o GP do México e abandonaria outras 14, além de não conseguir se classificar para o GP de Mônaco.
  • Ligier: O experiente Jacques Laffite, em sua última temporada na Fórmula 1, foi o principal piloto da equipe em 1986, com um pódio no GP do Brasil e o oitavo lugar na classificação geral, aos 42 anos. Um acidente no GP da Inglaterra encerrou sua carreira na Fórmula 1 quando igualara o recorde de corridas disputadas, até então pertencente ao bicampeão Graham Hill. Para seu lugar, foi contratado Philippe Alliot, que não repetiu o desempenho do compatriota e pontuou apenas uma vez. O também veterano René Arnoux fez uma temporada razoável, obtendo 14 pontos e a décima posição na classificação geral.
  • Ferrari: Michele Alboreto, vice-campeão em 1985 e em sua terceira temporada na Scuderia, não repetiu as atuações da temporada anterior, ficando em oitavo lugar, a 9 pontos do sueco Stefan Johansson.
  • AGS: Segunda equipe francesa do grid, a AGS estreou no GP da Itália, tendo Ivan Capelli como seu único piloto.

CalendárioEditar

ResultadosEditar

GPsEditar

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1   GP do Brasil   Ayrton Senna   Nelson Piquet   Nelson Piquet   Williams-Honda Detalhes
2   GP da Espanha   Ayrton Senna   Nigel Mansell   Ayrton Senna   Lotus-Renault Detalhes
3   GP de San Marino   Ayrton Senna   Nelson Piquet   Alain Prost   McLaren-TAG Detalhes
4   GP de Mônaco   Alain Prost   Alain Prost   Alain Prost   McLaren-TAG Detalhes
5   GP da Bélgica   Nelson Piquet   Alain Prost   Nigel Mansell   Williams-Honda Detalhes
6   GP do Canadá   Nigel Mansell   Nelson Piquet   Nigel Mansell   Williams-Honda Detalhes
7   GP de Detroit   Ayrton Senna   Nelson Piquet   Ayrton Senna   Lotus-Renault Detalhes
8   GP da França   Ayrton Senna   Nigel Mansell   Nigel Mansell   Williams-Honda Detalhes
9   GP da Grã-Bretanha   Nelson Piquet   Nigel Mansell   Nigel Mansell   Williams-Honda Detalhes
10   GP da Alemanha   Keke Rosberg   Gerhard Berger   Nelson Piquet   Williams-Honda Detalhes
11   GP da Hungria   Ayrton Senna   Nelson Piquet   Nelson Piquet   Williams-Honda Detalhes
12   GP da Áustria   Teodorico Fabi   Gerhard Berger   Alain Prost   McLaren-TAG Detalhes
13   GP da Itália   Teodorico Fabi   Teodorico Fabi   Nelson Piquet   Williams-Honda Detalhes
14   GP de Portugal   Ayrton Senna   Nigel Mansell   Nigel Mansell   Williams-Honda Detalhes
15   GP do México   Ayrton Senna   Nelson Piquet   Gerhard Berger   Benetton-BMW Detalhes
16   GP da Austrália   Nigel Mansell   Nelson Piquet   Alain Prost   McLaren-TAG Detalhes

PilotosEditar

Pos. Piloto BRA
 
SPA
 
SMR
 
MON
 
BEL
 
CAN
 
EUA
 
FRA
 
GBR
 
GER
 
HUN
 
AUT
 
ITA
 
POR
 
MEX
 
AUS
 
Pontos[1][2]
1   Alain Prost Ret 3 1 1 (6) 2 3 2 3 (6) Ret 1 DSQ 2 2 1 72 (74)
2   Nigel Mansell Ret 2 Ret 4 1 1 5 1 1 3 3 Ret 2 1 (5) Ret 70 (72)
3   Nelson Piquet 1 Ret 2 7 Ret 3 Ret 3 2 1 1 Ret 1 3 4 2 69
4   Ayrton Senna 2 1 Ret 3 2 5 1 Ret Ret 2 2 Ret Ret 4 3 Ret 55
5   Stefan Johansson Ret Ret 4 10 3 Ret Ret Ret Ret 11 4 3 3 6 12 3 23
6   Keke Rosberg Ret 4 5 2 Ret 4 Ret 4 Ret 5 Ret 9 4 Ret Ret Ret 22
7   Gerhard Berger 6 6 3 Ret 10 Ret Ret Ret Ret 10 Ret 7 5 Ret 1 Ret 17
8   Jacques Laffite 3 Ret Ret 6 5 7 2 6 Ret 14
9   Michele Alboreto Ret Ret 10 Ret 4 8 4 8 Ret Ret Ret 2 Ret 5 Ret Ret 14
10   René Arnoux 4 Ret Ret 5 Ret 6 Ret 5 4 4 Ret 10 Ret 7 15 7 14
11   Martin Brundle 5 Ret 8 Ret Ret 9 Ret 10 5 Ret 6 Ret 10 Ret 11 4 8
12   Alan Jones Ret Ret Ret Ret 11 10 Ret Ret Ret 9 Ret 4 6 Ret Ret 4
13   Johnny Dumfries 9 Ret Ret NQ Ret Ret 7 Ret 7 Ret 5 Ret Ret 9 Ret 6 3
14   Philippe Streiff 7 Ret Ret 11 12 11 9 Ret 6 Ret 8 Ret 9 Ret Ret 5 3
15   Patrick Tambay Ret 8 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 7 5 Ret NC Ret NC 2
16   Teo Fabi 10 5 Ret Ret 7 Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 Ret 10 2
17   Riccardo Patrese Ret Ret 6 Ret 8 Ret 6 7 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 13 Ret 2
18   Christian Danner Ret Ret Ret NQ Ret Ret Ret 11 Ret Ret Ret 6 8 11 9 Ret 1
19   Philippe Alliot Ret 9 Ret Ret Ret 6 8 1
20   Thierry Boutsen Ret 7 7 8 Ret Ret Ret NC NC Ret Ret Ret 7 10 7 Ret 0
21   Derek Warwick Ret 10 9 8 7 Ret DNS Ret Ret Ret Ret 0
22   Jonathan Palmer Ret Ret Ret 12 13 Ret 8 Ret 9 Ret 10 Ret Ret 12 10 9 0
23   Huub Rothengatter Ret NQ Ret 12 Ret Ret Ret Ret Ret 8 Ret Ret Ret 0
24   Andrea de Cesaris Ret Ret Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 Ret 0
25   Elio de Angelis 8 Ret Ret Ret 0
26   Marc Surer Ret Ret 9 9 9 0
27   Piercarlo Ghinzani Ret Ret Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 11 Ret Ret Ret Ret 0
28   Allen Berg Ret Ret Ret 12 Ret Ret 13 16 NC 0
29   Alessandro Nannini Ret NP Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret NC 14 Ret 0
30   Alex Caffi NC 0
31   Ivan Capelli Ret Ret 0
32   Eddie Cheever Ret 0
Pos Piloto BRA
 
SPA
 
SMR
 
MON
 
BEL
 
CAN
 
EUA
 
FRA
 
GBR
 
GER
 
HUN
 
AUT
 
ITA
 
POR
 
MEX
 
AUS
 
Pontos[1][2]
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida
† - Classificado por ter completado mais de 90% da prova

  • Resultados em negrito indica pole position e itálico volta mais rápida.

† Completou mais de 90% da distância da corrida.

ConstrutoresEditar

Pos. Construtor Chassis Motor Pneu Pontos Vitórias Pódiums Poles
1   Williams FW11 Honda RA166E V6 turbo G 141 9 19 4
2   McLaren MP4/2C TAG Porsche TTE P01 V6 turbo G 96 4 12 2
3   Lotus 98T Renault EF15B V6 turbo G 58 2 8 8
4   Ferrari F1/86 Ferrari 032 V6 turbo G 37 5
5   Ligier JS27 Renault EF15 V6 turbo P 29 2
6   Benetton B186 BMW M12/13 L4 turbo P 19 1 2 2
7   Tyrrell 014
015
Renault EF15 1.5 V6 turbo G 11
8   Lola THL2 Ford GBA 1.5 V6 turbo G 6
9   Brabham BT55 BMW M12/13 L4 turbo P 2
10   Arrows A8 BMW M12/13 L4 turbo G 1
11   Zakspeed 861 Zakspeed 1500/4 L4 turbo G 0
12   Minardi M185B
M186
Motori Moderni 615-90 V6 turbo P 0
13   Lola THL1 Hart 415T 1.5 L4 turbo G 0
14   Osella FA1F
FA1G
Alfa Romeo 890 V8 turbo P 0
15   AGS JH21C Motori Moderni 615-90 V6 Turbo P 0

Notas e referências

  1. a b Somente 11 resultados contam para o campeonato. Números sem parênteses são os pontos válidos do Campeonato; números com parênenteses são os pontos totais
  2. a b «SEASONS - 1986» (em inglês). STATS F1