Abrir menu principal

Bruno Henrique Pinto

futebolista brasileiro

Bruno Henrique Pinto (Belo Horizonte, 30 de dezembro de 1990), mais conhecido como Bruno Henrique, é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente atua pelo Flamengo.

Bruno Henrique
Bruno Henrique
Bruno Henrique em 2017.
Informações pessoais
Nome completo Bruno Henrique Pinto
Data de nasc. 30 de dezembro de 1990 (28 anos)
Local de nasc. Belo Horizonte (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,84 m
Ambidestro
Apelido BH, Rei dos Clássicos,
Speed Wonder, Bruninho
Informações profissionais
Clube atual Flamengo
Número 27
Posição Atacante
Clubes de juventude
Inconfidência [1]
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2012–2013
2012–2014
2014
2015
2016–2017
2017–2018
2019–
Cruzeiro
Uberlândia
Itumbiara (emp.)
Goiás
VfL Wolfsburg
Santos
Flamengo
0000 0000(0)
0029 0000(9)
0012 0000(7)
0057 000(12)
0017 0000(0)
0088 000(20)
0048 000(23)
Seleção nacional3
2019– Brasil 0002 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de outubro de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 10 de Setembro de 2019.

CarreiraEditar

InícioEditar

Nascido em Belo Horizonte, Bruno Henrique atuou apenas no futebol amador em sua juventude, sem fazer parte da categoria de base de qualquer clube profissional.[1] Foi campeão da edição 2011/2012 da Copa Itatiaia jogando pelo Inconfidência, equipe amadora do bairro Concórdia da sua cidade natal.[2] Na época ainda era conhecido como Bruninho[3] e foi considerado o melhor jogador do torneio[1].

Cruzeiro e UberlândiaEditar

Na sequência, aos 21 anos, foi contratado pelo Cruzeiro no início de 2012 e logo emprestado ao Uberlândia.[4] Foi repassado novamente por empréstimo para a equipe do Triângulo Mineiro no começo do ano seguinte.[5] Ao longo de 2013 já havia assinado em definitivo com o clube do interior de Minas, com contrato até o fim da temporada seguinte.[6]

ItumbiaraEditar

Em junho de 2014, Bruno Henrique mudou-se para o Itumbiara.[7]

Após marcar nove gols na segunda divisão goiana e ajudar seu clube a voltar à elite do estado, fechou com o Goiás em 7 de janeiro de 2015.[8]

Uma curiosidade sobre sua passagem pelo Itumbiara aconteceu na partida contra o Social, no Estádio Louis Ensch, em Coronel Fabriciano. Nesta partida, Bruno Henrique teve que atuar como goleiro, já que o goleiro titular Glaysson foi expulso e a equipe já havia feito as 3 alterações. Bruno atuou por mais de 10 minutos na meta, e tomou 1 gol.[9]

GoiásEditar

Bruno Henrique fez sua estreia na Série A pela equipe esmeraldina em 10 de maio, num empate em 0–0 fora contra o Vasco da Gama na rodada inicial da competição.[10] Marcou os seus primeiros gols no campeonato seis dias depois, os dois da vitória por 2–0 em casa contra o Atlético Paranaense.[11] Foi destaque do time em 2015.

WolfsburgEditar

Transferiu-se para o clube alemão VfL Wolfsburg em 29 de janeiro de 2016, firmando contrato até o meio de 2019,[12] comprado por aproximadamente 4,5 milhões de euros.[13] Em abril, deu assistência para o segundo gol da sua equipe e teve atuação destacada na vitória dos Lobos em cima do Real Madrid por 2–0, na Alemanha, válido pela primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões da UEFA de 2015–16.[14] Entretanto, sua equipe foi eliminada ao perder o jogo da volta por 3–0 em Madri.[15]

SantosEditar

 
Bruno Henrique em 2017.

Em janeiro de 2017, assinou contrato de quatro anos com o Santos. O alvinegro praiano pagou 4 milhões de euros (cerca de R$ 13,5 milhões) para contar com Bruno em seu elenco.[16] Seus primeiros gols pelo peixe vieram de uma partida diante do São Bernardo, na qual o Santos foi a campo com um time praticamente reserva, o jogador marcou um hat-trick, queixou-se de cansaço e deu lugar a Rodrigão aos 37 minutos do segundo tempo, tendo jogado por 83 minutos. O Santos venceu a partida fora de casa por 4x1 em partida válida pelo Campeonato Paulista.[17]

Lesão no olhoEditar

No dia 17 de janeiro, em partida do Santos contra o Linense válida pelo Paulistão de 2018, Bruno Henrique sofreu cinco lesões diferentes no olho direito após tomar uma bolada, fato que o deixou afastado dos gramados por cerca de um mês[18]. Retornou aos gramados no dia 16 de fevereiro utilizando óculos especiais devido à gravidade da lesão nos treinos[19]. Voltou aos gramados definitivamente em 21 de abril, em uma partida válida pelo Brasileirão de 2018, contra o Bahia na Arena Fonte Nova. No jogo entre Santos e Fluminense, a equipe da Vila Belmiro venceu por 1 a 0, Bruno Henrique marcou ao 40 minutos do segundo tempo, recebendo cruzamento de Diego Pituca, com a vitória o Santos saiu do rebaixamento.

FlamengoEditar

Em 22 de janeiro de 2019, o jogador desembarcou no Rio de Janeiro para assinar um contrato de 3 anos com o Flamengo, quando o clube carioca desembolsou mais de 23 milhões de reais além do empréstimo do volante Jean Lucas por um ano. Em sua chegada, o atacante disse estar feliz pelo acerto e, quanto à expectativa no novo clube, foi mais breve ainda: "Títulos".[20]

Estreou no Flamengo no clássico contra o Botafogo, no dia 26 de janeiro, e marcou os 2 gols da vitória rubro-negra.[21]

No dia 24 de março, marcou novamente 2 gols em um clássico, desta vez contra o Fluminense, ajudando a equipe a sair-se vitoriosa por 3x2, em partida válida pela 6ª rodada da Taça Rio[22].

Foi decisivo na primeira partida da Final do Campeonato Carioca de 2019, contra o Vasco da Gama, marcando os 2 gols da partida[23]. Com isso, ele se tornou o primeiro nome na história do Flamengo a fazer dois gols em Fluminense, Botafogo e Vasco da Gama no mesmo ano e em um único jogo (contra cada um).[24]

Os 6 gols marcados nos clássicos e mais dois contra times considerados pequenos (Cabofriense e Portuguesa-RJ), fizeram Bruno Henrique terminar o Campeonato Carioca de 2019 como artilheiro do certame, com 8 gols.[25]

O grande desempenho no ano o rendeu a primeira convocação para a seleção brasileira. [26] Logo após a convocação, no jogo seguinte pelo Campeonato Brasileiro Bruno Henrique seria um dos destaques da partida contra o Vasco participando diretamente dos 4 gols na goleada por 4 a 1 sobre o rival.[27]

Pelo copa Libertadores, no jogo de ida contra o Internacional pelas quartas de final, Bruno Henrique marcaria os 2 gols da vitória.[28] No jogo de volta, Bruno Henrique faria a assistência para Gabriel Barbosa marcar o gol de empate e levar o rubro-negro às semifinais da competição após 35 anos. [29]

EstatísticasEditar

Atualizado em 13 de outubro de 2019.[30][31]

ClubesEditar

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Uberlândia 2012 10 4 0 10 4 0
2013 7 0 0 7 0 0
2014 12 5 0 12 5 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 29 9 0 29 9 0
Itumbiara 2014 12 7 0 12 7 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 12 7 0 12 7 0
Goiás 2015 33 7 7 6 0 0 2 0 0 16 5 0 57 12 7
Total 33 7 7 6 0 0 2 0 0 16 5 0 57 12 7
VfL Wolfsburg 2015–16 7 0 1 2 0 1 9 0 2
2016–17 7 0 0 1 0 0 8 0 0
Total 14 0 1 1 0 0 2 0 1 17 0 2
Santos 2017 28 8 11 4 4 1 9 3 1 12 3 0 53 18 13
2018 28 1 3 2 1 0 2 0 0 2 0 0 34 2 3
2019 1 0 0 1 0 0
Total 56 8 14 6 5 1 11 3 1 15 3 0 88 20 16
Flamengo 2019 23 11 2 3 0 1 11 4 5 11 8 4 48 23 12
Total 23 11 2 3 0 1 11 4 5 11 8 4 48 23 12
Total na Carreira 126 27 24 16 5 2 26 7 7 83 32 4 251 70 37

Seleção BrasileiraEditar

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Seleção principal

Ano
Jogos Gols Assist.
2019 2 0 0
Total 2 0 0

TítulosEditar

Goiás
Flamengo

Prêmios individuaisEditar

ArtilhariasEditar

Referências

  1. a b c d Bianchini, Vladimir (7 de abril de 2016). «Brasileiro que aterrorizou Real Madrid era recepcionista e foi descoberto na várzea». ESPN.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  2. Arruda, Rafael (20 de janeiro de 2015). «Presidente de clube campeão da Copa Itatiaia revela interesse do América por lateral-direito». superesportes.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  3. Bonsanti, Bruno (6 de abril de 2016). «Bruno Henrique, o ex-jogador do Goiás que saiu da várzea para arrebentar contra o Real Madrid». Trivela. Consultado em 21 de abril de 2016 
  4. Soares, Eder (7 de fevereiro de 2012). «Uberlândia Esporte ganha reforço para o meio-campo». Correio de Uberlândia. Consultado em 21 de abril de 2016 
  5. Soares, Eder (10 de janeiro de 2013). «Meia-atacante Bruno Henrique volta ao Uberlândia Esporte para o Módulo II». Correio de Uberlândia. Consultado em 21 de abril de 2016 
  6. Soares, Eder (19 de abril de 2013). «Uberlândia Esporte acerta a renovação de nove jogadores até maio de 2014». Correio de Uberlândia. Consultado em 21 de abril de 2016 
  7. «Itumbiara contrata atacante que estava no Uberlândia». FutebolGoiano.com.br. 24 de junho de 2014. Consultado em 21 de abril de 2016 
  8. «Após acessos em 2014, Ruan e Bruno Henrique projetam ano bom no Goiás». GloboEsporte.com. 7 de janeiro de 2015. Consultado em 21 de abril de 2016 
  9. globoesporte.globo.com/ Goleiro no rachão, Bruno Henrique encarnou Caio e salvou time ao ir para o gol em 2014
  10. «Sem inspiração, Vasco e Goiás ficam no único 0 a 0 da primeira rodada do Brasileirão». ESPN.com.br. 10 de maio de 2015. Consultado em 21 de abril de 2016 
  11. «Bruno Henrique ofusca Walter, marca dois, e Goiás vence o Atlético-PR». GloboEsporte.com. 16 de maio de 2015. Consultado em 21 de abril de 2016 
  12. Dantas, Matheus (29 de janeiro de 2016). «Destaque no Goiás, Bruno Henrique assina com Wolfsburg». Terra.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  13. «Goiás vende atacante Bruno Henrique ao Wolfsburg por R$ 20 milhões». Terra.com.br. 25 de janeiro de 2016. Consultado em 21 de abril de 2016 
  14. «Técnico elogia Bruno Henrique: "Uma surpresa para o Real Madrid"». GloboEsporte.com. 6 de abril de 2016. Consultado em 21 de abril de 2016 
  15. Pereira, Leonardo (12 de abril de 2016). «Em noite de Cristiano Ronaldo, Real elimina o Wolfsburg na Champions». Terra.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  16. Musetti, Lucas (21 de janeiro de 2017). «Santos acerta com Bruno Henrique e espera burocracia para anunciar». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  17. «São Bernardo x Santos - Campeonato Paulista 2017-2017 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 13 de março de 2017 
  18. «Médico explica a lesão no olho de Bruno Henrique, do Santos». Globoesporte 
  19. «Médico explica a lesão no olho de Bruno Henrique, do Santos». Globoesporte 
  20. «Bruno Henrique desembarca no Rio para assinar com o Flamengo». Lance. Consultado em 22 de janeiro de 2019 
  21. globoesporte.globo.com/ Bruno Henrique festeja gols na estréia pelo Flamengo
  22. globoesporte.globo.com/ Flamengo abre 3 a 0 sobre reservas do Fluminense, vê reação do rival, mas vence o clássico
  23. oglobo.globo.com/ Bruno Henrique decide, Flamengo vence o Vasco e fica perto do título carioca
  24. «Bruno Henrique atinge marca que nem Zico, Adriano e Romário conseguiram pelo Flamengo». www.foxsports.com.br. 18 de abril de 2019. Consultado em 18 de abril de 2019 
  25. goal.com/ Bruno Henrique, do Flamengo: artilheiro do Carioca e maior garçom da Libertadores
  26. «Tite convoca Seleção com Bruno Henrique, Weverton e Neymar para amistosos de setembro». Globo Esporte. 16 de agosto de 2019. Consultado em 31/08//2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  27. «Com brilho de Bruno Henrique e Diego Alves, Flamengo goleia o Vasco e encosta na liderança do Brasileirão». Globo Esporte. 17 de agosto de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  28. «Bruno Henrique decide, e Flamengo constrói boa vantagem sobre o Inter.». Globo Esporte. 21 de agosto de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  29. «Flamengo se impõe, empata com Inter e está na semi da Libertadores após 35 anos». Globo Esporte. 28 de agosto de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  30. «Football: Bruno Henrique» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  31. «Perfil de Bruno Henrique na Soccerway: jogos e gols». Soccerway. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  32. «Com seis jogadores, Flamengo domina seleção do Campeonato Carioca». Globoesporte. Consultado em 21 de abril de 2019 

Ligações externasEditar