Abrir menu principal

Wikipédia β

Economia da Rússia

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Economia da Rússia
Centro Internacional de Negócios de Moscou em construção.
Moeda Rublo
Ano fiscal 2018
Blocos comerciais OMC, CEI, G-20, BRICS e outros
Estatísticas
PIB US$ 1,28 bilhões (2017)[1] (12° lugar)
Variação do PIB Aumento 1,5% (2017)[2]
PIB per capita $8 838 (2016)
PIB por setor agricultura 4,4%, indústria 37,6%, comércio e serviços 58% (2012)
Inflação (IPC) Aumento 2,5% (2017)
População
abaixo da linha de pobreza
13,4% (2015)
Força de trabalho total 76,5 milhões (2015)
Desemprego 5,1% (2017)
Principais indústrias mineração (carvão, petróleo, gás natural, metais), produtos químicos, máquinas (desde moinhos a aviões e veículos espaciais), indústria de defesa (incluindo radares e mísseis), componentes eletrônicos avançados, construção naval, material ferroviário e rodoviário, equipamentos de comunicação, máquinas agrícolas, tratores e equipamentos de construção civil, equipamentos de geração e transmissão de energia, instrumentos médicos e científicos, bens de consumo duráveis, têxteis, alimentos, artesanato
Exterior
Exportações US$ 528,9 bilhões (2017)
Produtos exportados petróleo e derivados, gás natural, metais, madeira e derivados, produtos químicos, e uma ampla variedade de equipamentos civis e militares
Principais parceiros de exportação Países Baixos 12,2%, República Popular da China 6,4%, Itália 5,6%, Alemanha 4,6%, Polônia 4,2%
Importações US$ 182,3 bilhões (2016)
Produtos importados máquinas, veículos, produtos farmacêuticos, plásticos, produtos semielaborados de metal, carne, frutas e sementes, instrumentos ópticos e médicos, ferro, aço
Principais parceiros de importação República Popular da China 15,5%, Alemanha 10%, Ucrânia 6,6%, Itália 4,3%
Finanças públicas
Dívida pública 14% do PIB (2015)
Receitas $ 221,886 bilhões (2016)
Despesas $ 258,420 bilhões (2016)
Fonte principal: The World Factbook[3]
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

A Economia da Rússia possui importantes recursos naturais e humanos, que constituem forte potencial de desenvolvimento econômico.

Quase duas décadas após o colapso da União Soviética, em 1991, a Rússia continua a tentar estabelecer uma economia de mercado moderna e de fato tem conseguido altas taxas de crescimento econômico. Ao longo da década de 2000, a economia russa registrou taxas de crescimento acima de 7% em 2000 (10%), 2001, 2002, 2003, 2004 e 2007 (8,1%). Em 2005 teve alta de 6,4 e, em 2006, de 6,8%. Em 2008, a Rússia cresceu 6% [4] e foi a 9ª economia do mundo. No entanto, diante da crise mundial e a queda dos preços do petróleo, as perspectivas para 2009 são mais sombrias. Em dezembro de 2008, a ministra da Economia, Elvira Nabiullina, previu 2,4% de crescimento do PIB para 2009, o índice mais baixo desde 1998 - o fatídico ano da moratória russa. [5][6]

A Rússia integra a área da APEC (Asia-Pacific Economic Cooperation), um bloco econômico que tem por objetivo transformar o Pacífico numa área de livre comércio e que engloba economias asiáticas, americanas e da Oceania.

Além da APEC, a Russia tambem faz parte do Bloco econômico BRICS, que contem os países: Brasil, Rússia,China, India e recentemente entrou, a África do Sul.

Apesar do forte crescimento econômico na década de 2000, a econômia russa entrou em recessão ao fim de 2014, intensificando-se em 2015. Vários fatores contribuíram para esta nova crise, incluindo a queda nos preços do petróleo no mercado mundial, as sanções econômicas impostas pelos países da Europa Ocidental, EUA e aliados como resposta a intervenção militar da Rússia na Ucrânia e a subsequente evasão de divisas.[7][8]

A Rússia possui mais graduados acadêmicos do que qualquer outro país da Europa

Referências