Abrir menu principal

Supercopa Libertadores 1997

Supercopa Libertadores 1997
Dados
Participantes 17
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 27 de agosto – 17 de dezembro
Gol(o)s 171
Partidas 60
Média 2,85 gol(o)s por partida
Campeão Argentina River Plate (1º título)
Vice-campeão Brasil São Paulo
Melhor marcador ChileCHI Ivo Basay (Colo-Colo) – 8 gols
Melhor ataque (fase inicial) Argentina River Plate – 17 gols
Melhor defesa (fase inicial) 7 gols:
Maiores goleadas
(diferença)
São Paulo Brasil 5 – 1 Argentina Vélez Sarsfield
Estádio do MorumbiSão Paulo
3 de setembro, Grupo 2
 
River Plate Argentina 5 – 1 Brasil Vasco da Gama
Estádio Monumental de NúñezBuenos Aires
24 de setembro, Grupo 3
◄◄ 1996 Soccerball.svg Não realizado ►►

A Supercopa Libertadores de 1997 foi a décima e última edição deste torneio de futebol que reunia os clubes campeões da Taça Libertadores da América. O campeão foi o River Plate, da Argentina, que na final venceu o São Paulo.

Índice

ParticipantesEditar

Esta edição não contou com a participação do Argentinos Juniors, pelo fato de ter terminado em último no triangular da primeira fase da Supercopa anterior, além de, no momento do sorteio da competição, o clube estar disputando a segunda divisão da Argentina. Nesta edição da competição, a Conmebol acrescentou o Vasco da Gama, por ter sido campeão do Campeonato Sul-Americano de Campeões, em 1948.

RegulamentoEditar

O campeonato apresentou um triangular como uma fase preliminar, envolvendo as equipes do Vasco da Gama, Nacional e Peñarol. As duas primeiras se classificaram para a primeira fase. Os dezesseis clubes restantes foram divididos em quatro grupos cm quatro equipes cada, na primeira vez em que a competição contou com grupos.

Apenas o primeiro colocado de cada grupo classificou-se para as semifinais, enquanto o último colocado em cada um deles deixaria de participar das edições seguintes, a partir de 1998.[1] Entretanto, como a edição de 1997 acabou por ser a última, essa penalidade nunca foi efetivamente colocada em prática, mas os clubes afetados teriam sido Boca Juniors (grupo 1), Vélez Sársfield (grupo 2), Racing (grupo 3) e Grêmio (grupo 4).[2]

Os critérios de desempate na fase de grupos foram, pela ordem: pontos ganhos, saldo de gols, gols pró e confronto direto.[1] Se os dois times empatados estivessem disputando a última partida da fase, haveria uma disputa de pênaltis entre eles.[1]

  Argentina
Clube Cidade Classificação
Boca Juniors Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1977 e 1978
Estudiantes La Plata Campeão da Libertadores de 1968, 1969 e 1970
Independiente Avellaneda Campeão da Libertadores de 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984
Racing Avellaneda Campeão da Libertadores de 1967
River Plate Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1986 e 1996
Vélez Sársfield Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1994
  Brasil
Clube Cidade Classificação
Cruzeiro Belo Horizonte Campeão da Libertadores de 1976 e 1997
Flamengo Rio de Janeiro Campeão da Libertadores de 1981
Grêmio Porto Alegre Campeão da Libertadores de 1983 e 1995
Santos Santos Campeão da Libertadores de 1962 e 1963
São Paulo São Paulo Campeão da Libertadores de 1992 e 1993
Vasco da Gama Rio de Janeiro Campeão da Campeonato Sul-Americano de Campeões de 1948
  Chile
Clube Cidade Classificação
Colo-Colo Santiago Campeão da Libertadores de 1991
  Colômbia
Clube Cidade Classificação
Atlético Nacional Medellín Campeão da Libertadores de 1989
  Paraguai
Clube Cidade Classificação
Olimpia Assunção Campeão da Libertadores de 1979 e 1990
  Uruguai
Clube Cidade Classificação
Nacional Montevidéu Campeão da Libertadores de 1971, 1980 e 1988
Peñarol Montevidéu Campeão da Libertadores de 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987

TabelaEditar

Fase preliminarEditar

15 de junho de 1997 Peñarol   2 – 2   Nacional Centenário, Montevidéu (Uruguai)

De Lima  
José De los Santos  
Relatório Fernández  
Rodríguez  

20 de junho de 1997 Vasco da Gama   3 – 1   Peñarol São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Juninho Pernambucano   17'
Aguirregaray   29' (GC)
Pimentel   52'
De Souza   11' Público: 1 681[3]
Árbitro:   Félix Benegas

24 de junho de 1997 Vasco da Gama   1 – 0   Nacional São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Ramón   89' Público: 2 109[3]
Árbitro:   Roberto Ruscio

6 de julho de 1997 Nacional   1 – 2   Peñarol Centenário, Montevidéu (Uruguai)

Rodríguez   Aguirregaray  
Gonzalo De los Santos  

11 de julho de 1997 Peñarol   1 – 1   Vasco da Gama Centenário, Montevidéu (Uruguai)

De Souza   44' Acássio   59' Público: 6 000[3]
Árbitro:   Roberto Troxler

11 de julho de 1997 Nacional   2 – 0   Vasco da Gama Centenário, Montevidéu (Uruguai)

González   23'   88' (P) Público: 350[3]
Árbitro:   Carlos Robles


Classificação - Fase Preliminar
Time PG J V E D GP GC SG
1 Vasco da Gama 7 4 2 1 1 5 4 1
2 Peñarol 5 4 1 2 1 6 7 - 1
3 Nacional 4 4 1 1 2 5 5 0
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Primeira faseEditar

Grupo 1
27 de agosto de 1997 Colo-Colo   4 – 2   Cruzeiro David Arellano, Santiago (Chile)

Zambrano   34'
Sierra   47'
Basay   80'   90' (P)
Relatório Marcelo Ramos   7'
Tico   18'
Público: 6 823[4]
Árbitro:   Alberto Tejada

27 de agosto de 1997 Boca Juniors   1 – 1   Independiente La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Solano   72' (P) Relatório Álvez   89' Árbitro:   Horacio Elizondo

3 de setembro de 1997 Colo-Colo   2 – 0   Independiente David Arellano, Santiago (Chile)

Basay   55'
Espina   75'
Relatório Árbitro:   Fernando Paneso

3 de setembro de 1997 Boca Juniors   1 – 0   Cruzeiro La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Bermúdez   28' Relatório Público: 13 200[4]
Árbitro:   Ubaldo Aquino

24 de setembro de 1997 Colo-Colo   2 – 1   Boca Juniors David Arellano, Santiago (Chile)

Espina   38'
Basay   74'
Relatório Hernández   39' Árbitro:   Daniel Bello

25 de setembro de 1997 Cruzeiro   2 – 1   Independiente Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Marcelo Ramos   21'
Donizete Amorim   23'
Relatório Guerrero   72' Público: 2 479[5]
Árbitro:   José Luis da Rosa

15 de outubro de 1997 Cruzeiro   2 – 0   Colo-Colo Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Donizete Amorim   8'
Marcelo Ramos   63'
Relatório Público: 4 479[2]
Árbitro:   Jorge Nieves

16 de outubro de 1997 Independiente   2 – 1   Boca Juniors La Doble Visera, Avellaneda (Argentina)

Turdó   80'
Gómez   85'
Relatório Latorre   15' Árbitro:   Horacio Elizondo

23 de outubro de 1997 Independiente   2 – 2   Colo-Colo La Doble Visera, Avellaneda (Argentina)

Fernández   16'
Turdó   40'
Relatório Basay   53'
Neira   84'
Árbitro:   Robert Troxler

23 de outubro de 1997 Cruzeiro   2 – 1   Boca Juniors Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Gélson Baresi   39'
Marcelo Ramos   74'
Relatório La Paglia   87' Público: 3 962[2]
Árbitro:   Epifanio González

29 de outubro de 1997 Boca Juniors   2 – 2   Colo-Colo La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Palermo   75'
Arruabarrena   85'
Relatório Basay   17'   23' Árbitro:   José Luis da Rosa

29 de outubro de 1997 Independiente   3 – 1   Cruzeiro La Doble Visera, Avellaneda (Argentina)

Reggi  
Rojas    
Relatório Geovanni   Público: 1 500[2]
Árbitro:   René Ortubé


Classificação - Primeira Fase (Grupo 1)
Time PG J V E D GP GC SG
1 Colo-Colo 11 6 3 2 1 12 9 3
2 Cruzeiro 9 6 3 0 3 9 10 - 1
3 Independiente 8 6 2 2 2 9 9 0
4 Boca Juniors 5 6 1 2 3 7 9 - 2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo 2
26 de agosto de 1997 Flamengo   3 – 2   São Paulo Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Fábio Baiano   51'
Renato Gaúcho   65'
Sávio   70'
Relatório Denílson   53'
França   84'
Público: 3 805[4]
Árbitro:   Sidrack Marinho dos Santos

27 de agosto de 1997 Olimpia   1 – 0   Vélez Sársfield Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Torres   44' Relatório Árbitro:   Antônio Pereira da Silva
Auxiliares:   Oscar Roberto Godói e   Valter José dos Reis

2 de setembro de 1997 Olimpia   0 – 1   Flamengo Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Relatório Lúcio   79' Público: 5 000[4]
Árbitro:   Eduardo Dluznievski

3 de setembro de 1997 São Paulo   5 – 1   Vélez Sársfield Morumbi, São Paulo (SP)

Marcelinho Paraíba   24'
Compagnucci   29' (GC)
Dodô   37'   77'
França   84'
Relatório Batalla   86' Público: 2 271[4]
Árbitro:   Eduardo Gamboa

23 de setembro de 1997 Olimpia   0 – 0   São Paulo Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Relatório Público: 8 000[5]
Árbitro:   Óscar Ruiz

23 de setembro de 1997 Flamengo   0 – 1   Vélez Sársfield Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)

Relatório Chilavert   89' (P) Público: 12 190[5]
Árbitro:   Epifanio González

14 de outubro de 1997 Vélez Sársfield   1 – 1   Olimpia José Amalfitani, Buenos Aires (Argentina)

Posse   41' Relatório Monzón   16' Árbitro:   Eduardo Gamboa

14 de outubro de 1997 São Paulo   1 – 0   Flamengo Morumbi, São Paulo (SP)

Aristizábal   84' Relatório Público: 3 488[2]
Árbitro:   Antônio Pereira da Silva

21 de outubro de 1997 Flamengo   3 – 3   Olimpia Vivaldo Lima, Manaus (AM)

Gilberto   11'
Juan   42'
  54'
Relatório Monzón   35'   84'
Esteche   90'
Público: 30 000[2]
Árbitro:   Fernando Paneso

23 de outubro de 1997 Vélez Sársfield   3 – 3   São Paulo José Amalfitani, Buenos Aires (Argentina)

Posse   137'
Chilavert   58'
Husaín   71'
Relatório Aristizábal   4'
Pellegrino   16' (GC)
Dodô   43'
Público: 3 700[2]
Árbitro:   Jorge Nieves

28 de outubro de 1997 Vélez Sársfield   0 – 3   Flamengo José Amalfitani, Buenos Aires (Argentina)

Relatório Sávio   41'   81'   89' (P) Público: 1 645[2]
Árbitro:   Gustavo Méndez

29 de outubro de 1997 São Paulo   4 – 1   Olimpia Morumbi, São Paulo (SP)

Caballero   13' (GC)
Zelaya   35' (GC)
Edmílson   36'
Aristizábal   41'
Relatório González   59' Público: 8 547[2]
Árbitro:   Alberto Tejada


Classificação - Primeira Fase (Grupo 2)
Time PG J V E D GP GC SG
1 São Paulo 11 6 3 2 1 15 8 7
2 Flamengo 10 6 3 1 2 10 7 3
3 Olimpia 6 6 1 3 2 6 9 - 3
4 Vélez Sársfield 5 6 1 2 3 6 13 - 7
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo 3
28 de agosto de 1997 River Plate   3 – 2   Racing Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Berti   11'
Medina Bello   67'
Solari   74'
Relatório Facciuto   54'
Vilallonga   62'
Árbitro:   Roberto Ruscio

28 de agosto de 1997 Vasco da Gama   2 – 1   Santos São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Evair   33'
Jean   74' (GC)
Relatório Marcelo Passos   89' Público: 1 660[4]
Árbitro:   Francisco Dacildo Mourão de Albuquerque

2 de setembro de 1997 Vasco da Gama   1 – 1   Racing São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Edmundo   46' Relatório Vilallonga   34' Público: 1 237[4]
Árbitro:   José Arana

4 de setembro de 1997 River Plate   3 – 2   Santos Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Escudero   44'
Rambert   67'
Berizzo   75'
Relatório Caio   12'
Müller   22'
Público: 20 280[4]
Árbitro:   Epifanio González

24 de setembro de 1997 River Plate   5 – 1   Vasco da Gama Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Salas   16'
Rambert   26'
Monserrat   40'
Díaz   65'
Medina Bello   68'
Relatório Edmundo   46' Público: 35 000[5]
Árbitro:   Rafael Sanabria

25 de setembro de 1997 Racing   2 – 2   Santos Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Vilallonga   52'
Centeno   90'
Relatório Baez   72'
Arinélson   88'
Público: 2 700[5]
Árbitro:   Jorge Nieves

15 de outubro de 1997 Racing   2 – 3   River Plate Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Úbeda   41' (P)
Facciuto   80'
Relatório Berti   62'
Astrada   70'
Berizzo   74'
Árbitro:   Javier Castrilli

16 de outubro de 1997 Santos   1 – 2   Vasco da Gama Vila Belmiro, Santos (SP)

Baez   52' Relatório Odvan   42'
Luiz Cláudio   75'
Público: 19 915[2]
Árbitro:   Wilson de Souza Mendonça

21 de outubro de 1997 Racing   2 – 3   Vasco da Gama Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

García   51'
Delgado   66' (P)
Relatório Ramón   41'
Nasa   58'
Luiz Cláudio   87'
Público: 950[2]
Árbitro:   Eduardo Dluznievski

22 de outubro de 1997 Santos   2 – 1   River Plate Vila Belmiro, Santos (SP)

Élder   24'
Macedo   44'
Relatório Borrelli   41' Público: 921[2]
Árbitro:   Mario Sánchez

28 de outubro de 1997 Santos   3 – 2   Racing Vila Belmiro, Santos (SP)

Macedo   22'
Sandro   71'
Marcos Assunção   73'
Relatório Facciuto   55'
Delgado   74'
Público: 1 593[2]
Árbitro:   Epifanio González

30 de outubro de 1997 Vasco da Gama   0 – 2   River Plate São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Relatório Salas   50'
Gallardo   60'
Público: 5 388[2]
Árbitro:   Eduardo Gamboa

* A partida foi encerrada no minuto 70, após um dos bandeirinhas ter sido atingido por uma pedra aremessada pelos torcedores do Vasco.


Classificação - Primeira Fase (Grupo 3)
Time PG J V E D GP GC SG
1 River Plate 15 6 5 0 1 17 9 8
2 Vasco da Gama 10 6 3 1 2 9 12 - 3
3 Santos 7 6 2 1 3 11 12 - 1
4 Racing 2 6 0 2 4 11 15 - 4
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo 4
27 de agosto de 1997 Estudiantes   1 – 0   Atlético Nacional Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Fúriga   1' Relatório Árbitro:   Guido Aros

27 de agosto de 1997 Grêmio   1 – 1   Peñarol Olímpico, Porto Alegre (RS)

Guilherme   51' Relatório Aguilera   17' Público: 9 296[4]
Árbitro:   Javier Castrilli

2 de setembro de 1997 Peñarol   3 – 1   Atlético Nacional Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Antonio Pacheco   54'
De Souza   78'
Adinolfi   86'
Relatório Castro   85' Árbitro:   René Ortubé

3 de setembro de 1997 Estudiantes   0 – 0   Grêmio Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Relatório Público: 3 500[4]
Árbitro:   Roberto Troxler

24 de setembro de 1997 Peñarol   2 – 2   Estudiantes Centenario, Montevidéu (Uruguai)

De Souza   1'
Rotundo   11'
Relatório Fúriga   48'
Carranza   70'
Árbitro:   Carlos Eugênio Simon

24 de setembro de 1997 Grêmio   2 – 2   Atlético Nacional Olímpico, Porto Alegre (RS)

Beto   45'  79' Relatório Perea   27'
Castro   41'
Público: 10 240[5]
Árbitro:   Oscar Sequeira

14 de outubro de 1997 Atlético Nacional   2 – 0   Estudiantes Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Comas   81'
Morantes   89'
Relatório Árbitro:   José Arana

15 de outubro de 1997 Peñarol   3 – 2   Grêmio Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Zalayeta   42'
Aguilera   64'
Adinolfi   89'
Relatório Zé Alcino   20'
Éder   79'
Público: 6 700[2]
Árbitro:   Félix Benegas

22 de outubro de 1997 Atlético Nacional   1 – 0   Peñarol Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Castro   84' Relatório Árbitro:   Byron Moreno

22 de outubro de 1997 Grêmio   3 – 2   Estudiantes Olímpico, Porto Alegre (RS)

Guilherme   30'  59'
Beto   75'
Relatório Fúriga   80'
Rojas   89'
Público: 4 114[2]
Árbitro:   René Ortubé

28 de outubro de 1997 Atlético Nacional   3 – 1   Grêmio Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Perea   58'
Osorio   85'
Comas   87'
Relatório Arce   30' Público: 44 795[2]
Árbitro:   Ángel Guevara

30 de outubro de 1997 Estudiantes   3 – 1   Peñarol Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Fúriga   15'
Scaloni   29'
Olveira   (GC)
Relatório De Lima   71' Árbitro:   Carlos Robles


Classificação - Primeira Fase (Grupo 4)
Time PG J V E D GP GC SG
1 Atlético Nacional 10 6 3 2 1 9 7 2
2 Peñarol 8 6 2 2 2 10 10 0
3 Estudiantes 8 6 2 2 2 8 8 0
4 Grêmio 6 6 1 3 2 9 11 - 2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

SemifinaisEditar

Jogos de ida
5 de novembro de 1997 River Plate   2 – 0   Atlético Nacional Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Salas   3'   28' Relatório Árbitro:   Ubaldo Aquino

6 de novembro de 1997 São Paulo   3 – 1   Colo-Colo Morumbi, São Paulo (SP)

Fabiano Costa   10'
Aristizábal   54'
Dodô   64' (P)
Relatório Basay   88' Público: 20 803[2]
Árbitro:   Jorge Nieves
Jogos de volta
26 de novembro de 1997 Atlético Nacional   2 – 1   River Plate Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Osorio   13'
Comas   80'
Relatório Gallardo   58' Público: 52 152
Árbitro:   José Arana

27 de novembro de 1997 Colo-Colo   0 – 1   São Paulo David Arellano, Santiago (Chile)

Relatório Dodô   89' Público: 25 000[6]
Árbitro:   Byron Moreno

FinaisEditar

Jogo de ida
4 de dezembro de 1997 São Paulo   0 – 0   River Plate Morumbi, São Paulo (SP)

Relatório Público: 47 589[6]
Árbitro:   Mario Sánchez
Auxiliares:   Eduardo Gamboa e   Jaime Toro
     
 
 
São Paulo
     
 
 
River Plate
SÃO PAULO:
G 1   Rogério Ceni (C)
LD 13   Zé Carlos
Z 15   Edmílson
Z 14   Álvaro   61'
LE 6   Serginho
V 8   Alexandre
V 5   Sidney
M 7   Fabiano Costa
M 23   Marcelinho Paraíba
A 9   França   85'
A 10   Dodô
Substituição:
M 22   Reinaldo   61'
M 19   Fábio Mello   85'
Treinador:
  Darío Pereyra
RIVER PLATE:
G 1   Burgos
LD 4   Díaz
Z 2   Ayala
Z 6   Berizzo
LE 3   Sorín   55'
V 5   Astrada   82'
V 8   Monserrat
M 10   Gallardo
M 11   Berti    
A 7   Salas
A 9   Francescoli (C)   62'
Substituição:
M 14   Escudero   55'
M 25   Placente   62'
V 15   Gancedo   82'
Treinador:
  Ramón Ángel Díaz
Jogo de volta
17 de dezembro de 1997 River Plate   2 – 1   São Paulo Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Salas   46'   58' Relatório Dodô   53' Público: 59 181[7]
Árbitro:   Ubaldo Aquino
Auxiliares:   Bonifacio Nuñez e   Néstor González
     
 
 
River Plate
     
 
 
São Paulo
RIVER PLATE:
G 1   Burgos   50'
LD 4   Díaz   33'
Z 2   Ayala   64'
Z 6   Berizzo
LE 3   Sorín   82'
V 5   Astrada    
V 8   Monserrat
M 10   Gallardo   85'
M 25   Placente
A 7   Salas
A 9   Francescoli (C)   22'   77'
Substituição:
V 15   Gancedo   77'
M 14   Escudero   82'
M 21   Solari   85'
Treinador:
  Ramón Ángel Díaz
SÃO PAULO:
G 12   Roger
LD 13   Zé Carlos
Z 15   Edmílson   90'
Z 14   Álvaro
LE 6   Serginho (C)
V 8   Alexandre   21'
V 5   Sidney   6'
M 7   Fabiano Costa   70'
M 23   Marcelinho Paraíba    
A 24   Aristizábal   61'
A 10   Dodô
Substituição:
M 19   Fábio Mello   21'
M 22   Reinaldo   61'
LD 2   Cláudio   70'
Treinador:
  Darío Pereyra

ConfrontosEditar

  Semifinais Final
                     
1    River Plate 2 1  
4    Atlético Nacional 0 2  
         River Plate 0 2
       São Paulo 0 1
2    São Paulo 3 1
3    Colo-Colo 1 0  


Supercopa Libertadores 1997
 
River Plate
Campeão
(1º título)

Referências

  1. a b c «Resumo do regulamento». Placar. Tabelão 97 (6). São Paulo: Editora Abril. Agosto de 1997. pp. 150a. ISSN 0104-1762 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (10). São Paulo: Editora Abril. Dezembro de 1997. pp. 251–253. ISSN 0104-1762 
  3. a b c d «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (6). São Paulo: Editora Abril. Agosto de 1997. 156 páginas. ISSN 0104-1762 
  4. a b c d e f g h i j «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (8). São Paulo: Editora Abril. Outubro de 1997. pp. 204–205. ISSN 0104-1762 
  5. a b c d e f «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (9). São Paulo: Editora Abril. Novembro de 1997. 228 páginas. ISSN 0104-1762 
  6. a b «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (11). São Paulo: Editora Abril. Janeiro de 1998. 270 páginas. ISSN 0104-1762 
  7. «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (12). São Paulo: Editora Abril. Fevereiro de 1998. 276 páginas. ISSN 0104-1762 

Ligações externasEditar