Abrir menu principal

Wikipédia β

Supercopa Libertadores 1997

A Supercopa Libertadores de 1997 foi a décima e última edição deste torneio de futebol que reunia os clubes campeões da Taça Libertadores da América. O campeão foi o River Plate, da Argentina, que na final venceu o São Paulo.

Supercopa Libertadores 1997
Dados
Participantes 17
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 27 de agosto – 17 de dezembro
Gol(o)s 171
Partidas 60
Média 2,85 gol(o)s por partida
Campeão Argentina River Plate (1º título)
Vice-campeão Brasil São Paulo
Melhor marcador ChileCHI Ivo Basay (Colo-Colo) – 8 gols
Melhor ataque (fase inicial) Argentina River Plate – 17 gols
Melhor defesa (fase inicial) 7 gols:
Maiores goleadas
(diferença)
São Paulo Brasil 5 – 1 Argentina Vélez Sársfield
Estádio do MorumbiSão Paulo
3 de setembro, Grupo 2
 
River Plate Argentina 5 – 1 Brasil Vasco da Gama
Estádio Monumental de NúñezBuenos Aires
24 de setembro, Grupo 3
◄◄ 1996 Soccerball.svg Não realizado ►►

Índice

ParticipantesEditar

Esta edição não contou com a participação do Argentinos Juniors, pelo fato de ter terminado em último no triangular da primeira fase da Supercopa anterior, além de, no momento do sorteio da competição, o clube estar disputando a segunda divisão da Argentina. Nesta edição da competição, a Conmebol acrescentou o Vasco da Gama, por ter sido campeão do Campeonato Sul-Americano de Campeões, em 1948.

RegulamentoEditar

O campeonato apresentou um triangular como uma fase preliminar, envolvendo as equipes do Vasco da Gama, Nacional e Peñarol. As duas primeiras se classificaram para a primeira fase. Os dezesseis clubes restantes foram divididos em quatro grupos cm quatro equipes cada, na primeira vez em que a competição contou com grupos.

Apenas o primeiro colocado de cada grupo classificou-se para as semifinais, enquanto o último colocado em cada um deles deixaria de participar das edições seguintes, a partir de 1998.[1] Entretanto, como a edição de 1997 acabou por ser a última, essa penalidade nunca foi efetivamente colocada em prática, mas os clubes afetados teriam sido Boca Juniors (grupo 1), Vélez Sársfield (grupo 2), Racing (grupo 3) e Grêmio (grupo 4).[2]

Os critérios de desempate na fase de grupos foram, pela ordem: pontos ganhos, saldo de gols, gols pró e confronto direto.[1] Se os dois times empatados estivessem disputando a última partida da fase, haveria uma disputa de pênaltis entre eles.[1]

  Argentina
Clube Cidade Classificação
Boca Juniors Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1977 e 1978
Estudiantes La Plata Campeão da Libertadores de 1968, 1969 e 1970
Independiente Avellaneda Campeão da Libertadores de 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984
Racing Avellaneda Campeão da Libertadores de 1967
River Plate Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1986 e 1996
Vélez Sársfield Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1994
  Brasil
Clube Cidade Classificação
Cruzeiro Belo Horizonte Campeão da Libertadores de 1976 e 1997
Flamengo Rio de Janeiro Campeão da Libertadores de 1981
Grêmio Porto Alegre Campeão da Libertadores de 1983 e 1995
Santos Santos Campeão da Libertadores de 1962 e 1963
São Paulo São Paulo Campeão da Libertadores de 1992 e 1993
Vasco da Gama Rio de Janeiro Campeão da Campeonato Sul-Americano de Campeões de 1948
  Chile
Clube Cidade Classificação
Colo-Colo Santiago Campeão da Libertadores de 1991
  Colômbia
Clube Cidade Classificação
Atlético Nacional Medellín Campeão da Libertadores de 1989
  Paraguai
Clube Cidade Classificação
Olimpia Assunção Campeão da Libertadores de 1979 e 1990
  Uruguai
Clube Cidade Classificação
Nacional Montevidéu Campeão da Libertadores de 1971, 1980 e 1988
Peñarol Montevidéu Campeão da Libertadores de 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987

TabelaEditar

Fase preliminarEditar

15 de junho de 1997 Peñarol   2 – 2   Nacional Centenário, Montevidéu (Uruguai)

De Lima  
José De los Santos  
Relatório Fernández  
Rodríguez  

20 de junho de 1997 Vasco da Gama   3 – 1   Peñarol São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Juninho Pernambucano   17'
Aguirregaray   29' (GC)
Pimentel   52'
De Souza   11' Público: 1 681[3]
Árbitro:   Félix Benegas

24 de junho de 1997 Vasco da Gama   1 – 0   Nacional São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Ramón   89' Público: 2 109[3]
Árbitro:   Roberto Ruscio

6 de julho de 1997 Nacional   1 – 2   Peñarol Centenário, Montevidéu (Uruguai)

Rodríguez   Aguirregaray  
Gonzalo De los Santos  

11 de julho de 1997 Peñarol   1 – 1   Vasco da Gama Centenário, Montevidéu (Uruguai)

De Souza   44' Acássio   59' Público: 6 000[3]
Árbitro:   Roberto Troxler

11 de julho de 1997 Nacional   2 – 0   Vasco da Gama Centenário, Montevidéu (Uruguai)

González   23'   88' (P) Público: 350[3]
Árbitro:   Carlos Robles


Classificação - Fase Preliminar
Time PG J V E D GP GC SG
1 Vasco da Gama 7 4 2 1 1 5 4 1
2 Peñarol 5 4 1 2 1 6 7 - 1
3 Nacional 4 4 1 1 2 5 5 0
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Primeira faseEditar

Grupo 1
27 de agosto de 1997 Colo-Colo   4 – 2   Cruzeiro David Arellano, Santiago (Chile)

Zambrano   34'
Sierra   47'
Basay   80'   90' (P)
Relatório Marcelo Ramos   7'
Tico   18'
Público: 6 823[4]
Árbitro:   Alberto Tejada

27 de agosto de 1997 Boca Juniors   1 – 1   Independiente La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Solano   72' (P) Relatório Álvez   89' Árbitro:   Horacio Elizondo

3 de setembro de 1997 Colo-Colo   2 – 0   Independiente David Arellano, Santiago (Chile)

Basay   55'
Espina   75'
Relatório Árbitro:   Fernando Paneso

3 de setembro de 1997 Boca Juniors   1 – 0   Cruzeiro La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Bermúdez   28' Relatório Público: 13 200[4]
Árbitro:   Ubaldo Aquino

24 de setembro de 1997 Colo-Colo   2 – 1   Boca Juniors David Arellano, Santiago (Chile)

Espina   38'
Basay   74'
Relatório Hernández   39' Árbitro:   Daniel Bello

25 de setembro de 1997 Cruzeiro   2 – 1   Independiente Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Marcelo Ramos   21'
Donizete Amorim   23'
Relatório Guerrero   72' Público: 2 479[5]
Árbitro:   José Luis da Rosa

15 de outubro de 1997 Cruzeiro   2 – 0   Colo-Colo Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Donizete Amorim   8'
Marcelo Ramos   63'
Relatório Público: 4 479[2]
Árbitro:   Jorge Nieves

16 de outubro de 1997 Independiente   2 – 1   Boca Juniors La Doble Visera, Avellaneda (Argentina)

Turdó   80'
Gómez   85'
Relatório Latorre   15' Árbitro:   Horacio Elizondo

23 de outubro de 1997 Independiente   2 – 2   Colo-Colo La Doble Visera, Avellaneda (Argentina)

Fernández   16'
Turdó   40'
Relatório Basay   53'
Neira   84'
Árbitro:   Robert Troxler

23 de outubro de 1997 Cruzeiro   2 – 1   Boca Juniors Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Gélson Baresi   39'
Marcelo Ramos   74'
Relatório La Paglia   87' Público: 3 962[2]
Árbitro:   Epifanio González

29 de outubro de 1997 Boca Juniors   2 – 2   Colo-Colo La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Palermo   75'
Arruabarrena   85'
Relatório Basay   17'   23' Árbitro:   José Luis da Rosa

29 de outubro de 1997 Independiente   3 – 1   Cruzeiro La Doble Visera, Avellaneda (Argentina)

Reggi  
Rojas    
Relatório Geovanni   Público: 1 500[2]
Árbitro:   René Ortubé


Classificação - Primeira Fase (Grupo 1)
Time PG J V E D GP GC SG
1 Colo-Colo 11 6 3 2 1 12 9 3
2 Cruzeiro 9 6 3 0 3 9 10 - 1
3 Independiente 8 6 2 2 2 9 9 0
4 Boca Juniors 5 6 1 2 3 7 9 - 2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo 2
26 de agosto de 1997 Flamengo   3 – 2   São Paulo Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Fábio Baiano   51'
Renato Gaúcho   65'
Sávio   70'
Relatório Denílson   53'
França   84'
Público: 3 805[4]
Árbitro:   Sidrack Marinho dos Santos

27 de agosto de 1997 Olimpia   1 – 0   Vélez Sársfield Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Torres   44' Relatório Árbitro:   Antônio Pereira da Silva
Auxiliares:   Oscar Roberto Godói e   Valter José dos Reis

2 de setembro de 1997 Olimpia   0 – 1   Flamengo Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Relatório Lúcio   79' Público: 5 000[4]
Árbitro:   Eduardo Dluznievski

3 de setembro de 1997 São Paulo   5 – 1   Vélez Sársfield Morumbi, São Paulo (SP)

Marcelinho Paraíba   24'
Compagnucci   29' (GC)
Dodô   37'   77'
França   84'
Relatório Batalla   86' Público: 2 271[4]
Árbitro:   Eduardo Gamboa

23 de setembro de 1997 Olimpia   0 – 0   São Paulo Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Relatório Público: 8 000[5]
Árbitro:   Óscar Ruiz

23 de setembro de 1997 Flamengo   0 – 1   Vélez Sársfield Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)

Relatório Chilavert   89' (P) Público: 12 190[5]
Árbitro:   Epifanio González

14 de outubro de 1997 Vélez Sársfield   1 – 1   Olimpia José Amalfitani, Buenos Aires (Argentina)

Posse   41' Relatório Monzón   16' Árbitro:   Eduardo Gamboa

14 de outubro de 1997 São Paulo   1 – 0   Flamengo Morumbi, São Paulo (SP)

Aristizábal   84' Relatório Público: 3 488[2]
Árbitro:   Antônio Pereira da Silva

21 de outubro de 1997 Flamengo   3 – 3   Olimpia Vivaldo Lima, Manaus (AM)

Gilberto   11'
Juan   42'
  54'
Relatório Monzón   35'   84'
Esteche   90'
Público: 30 000[2]
Árbitro:   Fernando Paneso

23 de outubro de 1997 Vélez Sársfield   3 – 3   São Paulo José Amalfitani, Buenos Aires (Argentina)

Posse   137'
Chilavert   58'
Husaín   71'
Relatório Aristizábal   4'
Pellegrino   16' (GC)
Dodô   43'
Público: 3 700[2]
Árbitro:   Jorge Nieves

28 de outubro de 1997 Vélez Sársfield   0 – 3   Flamengo José Amalfitani, Buenos Aires (Argentina)

Relatório Sávio   41'   81'   89' (P) Público: 1 645[2]
Árbitro:   Gustavo Méndez

29 de outubro de 1997 São Paulo   4 – 1   Olimpia Morumbi, São Paulo (SP)

Caballero   13' (GC)
Zelaya   35' (GC)
Edmílson   36'
Aristizábal   41'
Relatório González   59' Público: 8 547[2]
Árbitro:   Alberto Tejada


Classificação - Primeira Fase (Grupo 2)
Time PG J V E D GP GC SG
1 São Paulo 11 6 3 2 1 15 8 7
2 Flamengo 10 6 3 1 2 10 7 3
3 Olimpia 6 6 1 3 2 6 9 - 3
4 Vélez Sársfield 5 6 1 2 3 6 13 - 7
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo 3
28 de agosto de 1997 River Plate   3 – 2   Racing Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Berti   11'
Medina Bello   67'
Solari   74'
Relatório Facciuto   54'
Vilallonga   62'
Árbitro:   Roberto Ruscio

28 de agosto de 1997 Vasco da Gama   2 – 1   Santos São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Evair   33'
Jean   74' (GC)
Relatório Marcelo Passos   89' Público: 1 660[4]
Árbitro:   Francisco Dacildo Mourão de Albuquerque

2 de setembro de 1997 Vasco da Gama   1 – 1   Racing São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Edmundo   46' Relatório Vilallonga   34' Público: 1 237[4]
Árbitro:   José Arana

4 de setembro de 1997 River Plate   3 – 2   Santos Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Escudero   44'
Rambert   67'
Berizzo   75'
Relatório Caio   12'
Müller   22'
Público: 20 280[4]
Árbitro:   Epifanio González

24 de setembro de 1997 River Plate   5 – 1   Vasco da Gama Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Salas   16'
Rambert   26'
Monserrat   40'
Díaz   65'
Medina Bello   68'
Relatório Edmundo   46' Público: 35 000[5]
Árbitro:   Rafael Sanabria

25 de setembro de 1997 Racing   2 – 2   Santos Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Vilallonga   52'
Centeno   90'
Relatório Baez   72'
Arinélson   88'
Público: 2 700[5]
Árbitro:   Jorge Nieves

15 de outubro de 1997 Racing   2 – 3   River Plate Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Úbeda   41' (P)
Facciuto   80'
Relatório Berti   62'
Astrada   70'
Berizzo   74'
Árbitro:   Javier Castrilli

16 de outubro de 1997 Santos   1 – 2   Vasco da Gama Vila Belmiro, Santos (SP)

Baez   52' Relatório Odvan   42'
Luiz Cláudio   75'
Público: 19 915[2]
Árbitro:   Wilson de Souza Mendonça

21 de outubro de 1997 Racing   2 – 3   Vasco da Gama Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

García   51'
Delgado   66' (P)
Relatório Ramón   41'
Nasa   58'
Luiz Cláudio   87'
Público: 950[2]
Árbitro:   Eduardo Dluznievski

22 de outubro de 1997 Santos   2 – 1   River Plate Vila Belmiro, Santos (SP)

Élder   24'
Macedo   44'
Relatório Borrelli   41' Público: 921[2]
Árbitro:   Mario Sánchez

28 de outubro de 1997 Santos   3 – 2   Racing Vila Belmiro, Santos (SP)

Macedo   22'
Sandro   71'
Marcos Assunção   73'
Relatório Facciuto   55'
Delgado   74'
Público: 1 593[2]
Árbitro:   Epifanio González

30 de outubro de 1997 Vasco da Gama   0 – 2   River Plate São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Relatório Salas   50'
Gallardo   60'
Público: 5 388[2]
Árbitro:   Eduardo Gamboa

* A partida foi encerrada no minuto 70, após um dos bandeirinhas ter sido atingido por uma pedra aremessada pelos torcedores do Vasco.


Classificação - Primeira Fase (Grupo 3)
Time PG J V E D GP GC SG
1 River Plate 15 6 5 0 1 17 9 8
2 Vasco da Gama 10 6 3 1 2 9 12 - 3
3 Santos 7 6 2 1 3 11 12 - 1
4 Racing 2 6 0 2 4 11 15 - 4
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo 4
27 de agosto de 1997 Estudiantes   1 – 0   Atlético Nacional Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Fúriga   1' Relatório Árbitro:   Guido Aros

27 de agosto de 1997 Grêmio   1 – 1   Peñarol Olímpico, Porto Alegre (RS)

Guilherme   51' Relatório Aguilera   17' Público: 9 296[4]
Árbitro:   Javier Castrilli

2 de setembro de 1997 Peñarol   3 – 1   Atlético Nacional Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Antonio Pacheco   54'
De Souza   78'
Adinolfi   86'
Relatório Castro   85' Árbitro:   René Ortubé

3 de setembro de 1997 Estudiantes   0 – 0   Grêmio Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Relatório Público: 3 500[4]
Árbitro:   Roberto Troxler

24 de setembro de 1997 Peñarol   2 – 2   Estudiantes Centenario, Montevidéu (Uruguai)

De Souza   1'
Rotundo   11'
Relatório Fúriga   48'
Carranza   70'
Árbitro:   Carlos Eugênio Simon

24 de setembro de 1997 Grêmio   2 – 2   Atlético Nacional Olímpico, Porto Alegre (RS)

Beto   45'  79' Relatório Perea   27'
Castro   41'
Público: 10 240[5]
Árbitro:   Oscar Sequeira

14 de outubro de 1997 Atlético Nacional   2 – 0   Estudiantes Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Comas   81'
Morantes   89'
Relatório Árbitro:   José Arana

15 de outubro de 1997 Peñarol   3 – 2   Grêmio Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Zalayeta   42'
Aguilera   64'
Adinolfi   89'
Relatório Zé Alcino   20'
Éder   79'
Público: 6 700[2]
Árbitro:   Félix Benegas

22 de outubro de 1997 Atlético Nacional   1 – 0   Peñarol Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Castro   84' Relatório Árbitro:   Byron Moreno

22 de outubro de 1997 Grêmio   3 – 2   Estudiantes Olímpico, Porto Alegre (RS)

Guilherme   30'  59'
Beto   75'
Relatório Fúriga   80'
Rojas   89'
Público: 4 114[2]
Árbitro:   René Ortubé

28 de outubro de 1997 Atlético Nacional   3 – 1   Grêmio Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Perea   58'
Osorio   85'
Comas   87'
Relatório Arce   30' Público: 44 795[2]
Árbitro:   Ángel Guevara

30 de outubro de 1997 Estudiantes   3 – 1   Peñarol Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Fúriga   15'
Scaloni   29'
Olveira   (GC)
Relatório De Lima   71' Árbitro:   Carlos Robles


Classificação - Primeira Fase (Grupo 4)
Time PG J V E D GP GC SG
1 Atlético Nacional 10 6 3 2 1 9 7 2
2 Peñarol 8 6 2 2 2 10 10 0
3 Estudiantes 8 6 2 2 2 8 8 0
4 Grêmio 6 6 1 3 2 9 11 - 2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

SemifinaisEditar

Jogos de ida
5 de novembro de 1997 River Plate   2 – 0   Atlético Nacional Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Salas   3'   28' Relatório Árbitro:   Ubaldo Aquino

6 de novembro de 1997 São Paulo   3 – 1   Colo-Colo Morumbi, São Paulo (SP)

Fabiano Costa   10'
Aristizábal   54'
Dodô   64' (P)
Relatório Basay   88' Público: 20 803[2]
Árbitro:   Jorge Nieves
Jogos de volta
26 de novembro de 1997 Atlético Nacional   2 – 1   River Plate Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Osorio   13'
Comas   80'
Relatório Gallardo   58' Público: 52 152
Árbitro:   José Arana

27 de novembro de 1997 Colo-Colo   0 – 1   São Paulo David Arellano, Santiago (Chile)

Relatório Dodô   89' Público: 25 000[6]
Árbitro:   Byron Moreno

FinaisEditar

Jogo de ida
4 de dezembro de 1997 São Paulo   0 – 0   River Plate Morumbi, São Paulo (SP)

Relatório Público: 47 589[6]
Árbitro:   Mario Sánchez
Auxiliares:   Eduardo Gamboa e   Jaime Toro
     
 
 
São Paulo
     
 
 
River Plate
SÃO PAULO:
G 1   Rogério Ceni (C)
LD 13   Zé Carlos
Z 15   Edmílson
Z 14   Álvaro   61'
LE 6   Serginho
V 8   Alexandre
V 5   Sidney
M 7   Fabiano Costa
M 23   Marcelinho Paraíba
A 9   França   85'
A 10   Dodô
Substituição:
M 22   Reinaldo   61'
M 19   Fábio Mello   85'
Treinador:
  Darío Pereyra
RIVER PLATE:
G 1   Burgos
LD 4   Díaz
Z 2   Ayala
Z 6   Berizzo
LE 3   Sorín   55'
V 5   Astrada   82'
V 8   Monserrat
M 10   Gallardo
M 11   Berti    
A 7   Salas
A 9   Francescoli (C)   62'
Substituição:
M 14   Escudero   55'
M 25   Placente   62'
V 15   Gancedo   82'
Treinador:
  Ramón Ángel Díaz
Jogo de volta
17 de dezembro de 1997 River Plate   2 – 1   São Paulo Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Salas   46'   58' Relatório Dodô   53' Público: 59 181[7]
Árbitro:   Ubaldo Aquino
Auxiliares:   Bonifacio Nuñez e   Néstor González
     
 
 
River Plate
     
 
 
São Paulo
RIVER PLATE:
G 1   Burgos   50'
LD 4   Díaz   33'
Z 2   Ayala   64'
Z 6   Berizzo
LE 3   Sorín   82'
V 5   Astrada    
V 8   Monserrat
M 10   Gallardo   85'
M 25   Placente
A 7   Salas
A 9   Francescoli (C)   22'   77'
Substituição:
V 15   Gancedo   77'
M 14   Escudero   82'
M 21   Solari   85'
Treinador:
  Ramón Ángel Díaz
SÃO PAULO:
G 12   Roger
LD 13   Zé Carlos
Z 15   Edmílson   90'
Z 14   Álvaro
LE 6   Serginho (C)
V 8   Alexandre   21'
V 5   Sidney   6'
M 7   Fabiano Costa   70'
M 23   Marcelinho Paraíba    
A 24   Aristizábal   61'
A 10   Dodô
Substituição:
M 19   Fábio Mello   21'
M 22   Reinaldo   61'
LD 2   Cláudio   70'
Treinador:
  Darío Pereyra

ConfrontosEditar

  Semifinais Final
                     
1    River Plate 2 1  
4    Atlético Nacional 0 2  
         River Plate 0 2
       São Paulo 0 1
2    São Paulo 3 1
3    Colo-Colo 1 0  


Supercopa Libertadores 1997
 
River Plate
Campeão
(1º título)

Referências

  1. a b c «Resumo do regulamento». Placar. Tabelão 97 (6). São Paulo: Editora Abril. Agosto de 1997. pp. 150a. ISSN 0104-1762 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (10). São Paulo: Editora Abril. Dezembro de 1997. pp. 251–253. ISSN 0104-1762 
  3. a b c d «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (6). São Paulo: Editora Abril. Agosto de 1997. 156 páginas. ISSN 0104-1762 
  4. a b c d e f g h i j «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (8). São Paulo: Editora Abril. Outubro de 1997. pp. 204–205. ISSN 0104-1762 
  5. a b c d e f «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (9). São Paulo: Editora Abril. Novembro de 1997. 228 páginas. ISSN 0104-1762 
  6. a b «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (11). São Paulo: Editora Abril. Janeiro de 1998. 270 páginas. ISSN 0104-1762 
  7. «Supercopa da Libertadores». Placar. Tabelão 97 (12). São Paulo: Editora Abril. Fevereiro de 1998. 276 páginas. ISSN 0104-1762 

Ligações externasEditar