Abrir menu principal

Eleições gerais no Brasil em 2002

Em 2002 foram realizadas eleições gerais no Brasil simultaneamente com a disputa presidencial. Foram renovados vinte e sete governos estaduais, dois terços do Senado Federal, a Câmara dos Deputados e os legislativos estaduais.

Índice

Governadores eleitosEditar

Bandeira Estado UF Governador Partido Vice-governador Coligação
  Acre AC Jorge Viana PT Binho Marques PT, PL, PCdoB, PMN, PV, PTdoB e PSDC
  Alagoas AL Ronaldo Lessa PSB Luís Abílio PSB, PST, PAN, PHS, PSC, PTC, PSDC, PV, PRONA, PRP, PGT, PTdoB e PSL
  Amapá AP Waldez Góes PDT Pedro Paulo PDT, PPB, PTB, PPS, PSD, PTdoB, PAN, PSL e PRTB
  Amazonas AM Eduardo Braga PPS Omar Aziz PPS, PFL, PTB, PDT, PSL, PTN, PSC, PSD, PSDC, PRP, PHS, PAN e PRONA
  Bahia BA Paulo Souto PFL Eraldo Tinoco PFL, PPB, PL, PTB, PTN e PST
  Ceará CE Lúcio Alcântara PSDB Francisco Maia PSDB, PPB, PSD e PV
  Distrito Federal DF Joaquim Roriz PMDB Maria de Lourdes Abadia PMDB, PSDB, PFL, PRP, PSD, PSL e PST
  Espírito Santo ES Paulo Hartung PSB Wellington Coimbra PSB, PSD, PSC, PRONA, PTdoB, PV, PAN, PSL e PHS
  Goiás GO Marconi Perillo PSDB Alcides Rodrigues PSDB, PPB, PFL, PSL, PST, PSC, PAN, PSDC, PRTB e PRP
  Maranhão MA José Reinaldo Tavares[1] PFL Jura Filho PFL, PMDB, PL, PSD, PV, PSC, PST, PSDC
  Mato Grosso MT Blairo Maggi PPS Iraci Moreira PPS, PFL, PPB, PTN, PSC, PAN, PSDC, PRTB, PSD, PV, PRP e PTdoB
  Mato Grosso do Sul MS Zeca do PT PT Egon Krakhecke PT, PL, PSL, PCdoB, PTN, PSC, PSDC, PMN, PSD e PV
  Minas Gerais MG Aécio Neves PSDB Clésio Andrade PSDB, PFL, PPB, PSL, PTN, PAN, PRTB, PHS e PV
  Pará PA Simão Jatene PSDB Valéria Pires Franco PSDB, PFL, PPB, PRP, PTdoB, PSD, PV, PST, PRTB, PRONA e PSDC
  Paraíba PB Cássio Cunha Lima PSDB Lauremília Lucena PSDB, PFL, PST, PSD, PV e PRTB
  Paraná PR Roberto Requião PMDB Orlando Pessuti sem coligação
  Pernambuco PE Jarbas Vasconcelos PMDB Mendonça Filho PMDB, PFL, PSDB e PPB
  Piauí PI Wellington Dias PT Osmar Júnior PT, PL, PCdoB, PTdoB, PAN, PCB, PMN e PTN
  Rio de Janeiro RJ Rosinha Garotinho PSB Luiz Paulo Conde PSB, PPB, PST, PTC, PSC, PRP, PSD e PGT
  Rio Grande do Norte RN Wilma de Faria PSB Antônio Jácome PSB, PGT e PST
  Rio Grande do Sul RS Germano Rigotto PMDB Antônio Carlos Hohlfeldt PMDB, PSDB e PHS
  Rondônia RO Ivo Cassol PSDB Odaísa Ferreira sem coligação
  Roraima RR Flamarion Portela[2] PSL Salomão Cruz[3] PSL, PFL, PT, PCdoB, PST, PTN, PAN, PSDC, PHS, PMN, PRP, PRONA e PTdoB
  Santa Catarina SC Luiz Henrique da Silveira[4] PMDB Eduardo Moreira[5] PMDB e PSDB
  São Paulo SP Geraldo Alckmin[6] PSDB Cláudio Lembo PSDB, PFL e PSD
  Sergipe SE João Alves Filho PFL Marília Mandarino PFL, PPB, PDT, PPS, PST, PHS, PSD e PTdoB
  Tocantins TO Marcelo Miranda PFL Raimundo Boi PFL, PSDB, PPB, PSL, PST, PAN, PRTB, PRP, PRONA, PTdoB e PSD

Senadores eleitosEditar

Foram renovados dois terços do Senado.

Bandeira Estado UF Senadores Partido Suplentes
  Acre AC Geraldo Mesquita Júnior
Marina Silva[7]
PSB
PT
Natal Chaves
Sibá Machado
  Alagoas AL Renan Calheiros
Teotônio Vilela Filho[8]
PMDB
PSDB
José Costa
João Tenório
  Amapá AP João Capiberibe[9]
Papaléo Paes
PSB
PSDB
-
Sebastião Cristovam
  Amazonas AM Arthur Virgílio Neto
Jefferson Peres[10]
PSDB
PDT
Frank Luiz
Jefferson Praia
  Bahia BA Antônio Carlos Magalhães[11]
César Borges
PFL
PFL
Antônio Carlos Júnior
Djalma Bessa
  Ceará CE Patrícia Saboya
Tasso Jereissati
PPS
PSDB
Flávio Torres
Machado Neto
  Distrito Federal DF Cristovam Buarque[12]
Paulo Octávio[13]
PT
PFL
Eurípedes Camargo
Adelmir Santana
  Espírito Santo ES Gérson Camata
Magno Malta
PMDB
PL
Marcos Guerra
Francisco Pereira
  Goiás GO Demóstenes Torres
Lúcia Vânia
PFL
PSDB
Sandra de Paula
Antônio Faleiros
  Maranhão MA Edison Lobão[14]
Roseana Sarney[15]
PFL
PFL
Lobão Filho
Mauro Fecury
  Mato Grosso MT Jonas Pinheiro[16]
Serys Slhessarenko
PFL
PT
Gilberto Goellner
-
  Mato Grosso do Sul MS Delcídio Amaral
Ramez Tebet[17]
PT
PMDB
Antônio João
Válter Pereira
  Minas Gerais MG Eduardo Azeredo
Hélio Costa[18]
PSDB
PMDB
Luiz Guaritá
Wellington Salgado
  Pará PA Ana Júlia Carepa[19]
Duciomar Costa[20]
PT
PSD
José Nery
Flexa Ribeiro
  Paraíba PB Efraim Morais
José Maranhão[21]
PFL
PMDB
Fernando Catão
Roberto Cavalcanti
  Paraná PR Flávio Arns
Osmar Dias
PT
PDT
Pereira da Silva
Gomes Carvalho
  Pernambuco PE Marco Maciel
Sérgio Guerra
PFL
PSDB
Gustavo Krause Gonçalves Sobrinho
Roberto Chaves
  Piauí PI Heráclito Fortes
Mão Santa
PFL
PMDB
Jesus Tajra
Adalgisa Moraes Souza
  Rio de Janeiro RJ Marcelo Crivella
Sérgio Cabral Filho[22]
PL
PMDB
Eraldo Macedo
Régis Fichtner[23]
  Rio Grande do Norte RN Garibaldi Alves Filho
José Agripino Maia
PMDB
PFL
João Faustino
Bezerra de Araújo
  Rio Grande do Sul RS Paulo Paim
Sérgio Zambiasi
PT
PTB
Humberto Sorio
Cláudio Antônio
  Rondônia RO Fátima Cleide
Valdir Raupp
PT
PMDB
Jairo Augusto
Tomaz Correia
  Roraima RR Augusto Botelho
Romero Jucá[24]
PDT
PMDB
Neides Batista
Wirlande da Luz
  Santa Catarina SC Ideli Salvatti
Leonel Pavan[25]
PT
PSDB
Belini Meurer
Neuto de Conto
  São Paulo SP Aloizio Mercadante
Romeu Tuma
PT
PFL
José Giácomo
Alfredo Cotait
  Sergipe SE Antônio Carlos Valadares
José Almeida Lima
PSB
PDT
Élber Batalha
Max José
  Tocantins TO João Ribeiro
Leomar Quintanilha
PL
PFL
Nezinho Alencar
Sadi Cassol

Câmara dos Deputados em 2002Editar

Partidos Cadeiras
PT 91
PFL 84
PMDB 75
PSDB 70
PPB 49
PL 26
PTB 26
PSB 22
PDT 21
PPS 15
PCdoB 12
PRONA 6
PV 5
PSD 4
PST 3
PSC, PMN, PSDC e PSL 1
Total 513

Referências

  1. Assumiu o mandato após a renúncia da titular e foi reeleito.
  2. Teve o mandato cassado em 2004 por decisão do Tribunal Superior Eleitoral. Foi substituído por Ottomar Pinto.
  3. Idem nota anterior.
  4. Renunciou ao cargo para disputar a reeleição, embora não fosse preciso fazê-lo.
  5. Governador do estado entre 9 de abril de 2006 e 1º de janeiro de 2007.
  6. Renunciou ao cargo para concorrer à presidência da República em 2006.
  7. Ministra do Meio Ambiente entre 1º de janeiro de 2003 e 15 de maio de 2008.
  8. Eleito governador de Alagoas em 2006, renunciou ao mandato em 19 de dezembro daquele ano.
  9. Teve o mandato cassado por decisão do Supremo Tribunal Federal em 2005.
  10. Faleceu em Manaus em 23 de maio de 2008.
  11. Faleceu em São Paulo em 20 de julho de 2007.
  12. Ministro da Educação entre 1º de janeiro de 2003 e 23 de janeiro de 2004.
  13. Eleito vice-governador do Distrito Federal em 2006, renunciou ao mandato em 31 de dezembro daquele ano.
  14. Ministro de Minas e Energia desde 21 de janeiro de 2008.
  15. Renunciou ao mandato em 2009 para assumir o governo do Maranhão em virtude de decisão do Tribunal Superior Eleitoral.
  16. Faleceu em Cuiabá em 19 de fevereiro de 2008.
  17. Faleceu em Campo Grande em 17 de novembro de 2006.
  18. Ministro das Comunicações desde 8 de julho de 2005.
  19. Eleita governadora do Pará em 2006.
  20. Eleito prefeito de Belém em 2004.
  21. Renunciou ao mandato em 2009 para assumir o governo da Paraíba em virtude de decisão do Tribunal Superior Eleitoral.
  22. Eleito governador do Rio de Janeiro em 2006.
  23. Chefe da Casa Civil do governo Sérgio Cabral Filho, foi substituído por Paulo Duque.
  24. Ministro da Previdência Social entre 22 de março e 22 de julho de 2005.
  25. Eleito vice-governador de Santa Catarina em 2006.

Ligações externasEditar