Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: "F1 2011" redireciona para este artigo. Para o jogo baseado na temporada de Fórmula 1 de 2011, veja F1 2011 (jogo eletrônico).

A Temporada de Fórmula 1 de 2011 foi a 62ª temporada Fórmula 1 FIA. Como na temporada anterior, o calendário ia ser expandido, aumentando para vinte o número de corridas, com o primeiro Grande Prêmio da Índia, tornando-se assim, o calendário mais longo da história da Fórmula 1. Mas com protestos políticos no Bahrein, o GP foi adiado, ainda tinha chances de voltar em outubro, mas foi cancelado, assim retornando só em 2012. Sebastian Vettel se consagrou bicampeão na temporada de 2011 no GP do Japão, faltando 4 corridas para o final da temporada.[1][2]

Índice

Equipes e pilotosEditar

Campeão Vice-Campeão 3º Lugar
     
  Sebastian Vettel   Jenson Button   Mark Webber
  Red Bull-Renault   McLaren-Mercedes   Red Bull-Renault

Depois da disputa entre a Associação das Equipes da Fórmula 1 (FOTA) e a FIA na primeira metade da temporada de 2009, um novo Pacto de Concórdia foi assinado em 1 de Agosto de 2009 pelo então presidente da FIA, Max Mosley, e todas as equipas existentes no momento. O novo acordo permite uma continuação dos termos do pacto de 1998, e é válido até 31 de Dezembro de 2012.[3] A FIA publicou uma lista provisória em 30 de novembro de 2010, sendo esta revista em 2 de dezembro de 2010.[4]

Equipe Construtor Chassis Motor Pneu [5] Pilotos Siglas Corridas disputadas Pilotos de reserva e/ou teste
  Red Bull Racing Red Bull-Renault RB7 Renault P 1   Sebastian Vettel[6] VET 1-19   Daniel Ricciardo
2   Mark Webber[7] WEB 1-19
  Vodafone McLaren Mercedes McLaren-Mercedes MP4-26 Mercedes P 3   Lewis Hamilton HAM 1-19   Gary Paffett
  Pedro de la Rosa
4   Jenson Button[8] BUT 1-19
  Scuderia Ferrari Ferrari F150th Italia Ferrari P 5   Fernando Alonso ALO 1-19   Giancarlo Fisichella
  Marc Gené
  Jules Bianchi
6   Felipe Massa MAS 1-19
  Mercedes GP Petronas F1 Team Mercedes MGP W02 Mercedes P 7   Michael Schumacher[9] MSC 1-19   Anthony Davidson
8   Nico Rosberg ROS 1-19
  Lotus Renault GP Team[10][11] Renault R31 Renault P 9   Nick Heidfeld[12] HEI 1-11   Bruno Senna[13]
  Romain Grosjean
  Bruno Senna[14] SEN 12-19
10   Vitaly Petrov[15] PET 1-19
  AT&T Williams Williams-Cosworth FW33 Cosworth P 11   Rubens Barrichello[16] BAR 1-19   Valtteri Bottas
12   Pastor Maldonado[17] MAL 1-19
  Force India F1 Team Force India-Mercedes VJM04 Mercedes P 14   Adrian Sutil[18] SUT 1-19   Nico Hulkenberg[18]
15   Paul di Resta[18] DIR 1-19
  Sauber F1 Team[19] Sauber-Ferrari C30 Ferrari P 16   Kamui Kobayashi[20] KOB 1-19   Esteban Gutierrez
17   Sergio Perez[21] PER 1-5, 8-19
  Pedro de la Rosa[22] DLR 7
  Scuderia Toro Rosso Toro Ross-Ferrari STR6 Ferrari P 18   Sébastien Buemi BUE 1-19   Daniel Ricciardo[23]
19   Jaime Alguersuari ALG 1-19
  Team Lotus Team Lotus-Renault T128 Renault P 20   Heikki Kovalainen KOV 1-19   Davide Valsecchi [24]
21   Jarno Trulli[25] TRU 1-9, 11-19
  Karun Chandhok[26] CHD 10
  HRT F1 Team HRT-Cosworth F111 Cosworth P 22/23   Narain Karthikeyan[27] KAR 2-8, 17   Narain Karthikeyan
  Jan Charouz
  Daniel Ricciardo[28] RIC 9-19
23   Vitantonio Liuzzi[29] LIU 2-16, 18-19
  Marussia Virgin Racing Virgin-Cosworth MVR-02 Cosworth P 24   Timo Glock[30] GLO 1-19   Robert Wickens
25   Jérôme d'Ambrosio DAM 1-19

Projetos para novas equipesEditar

Depois do fracasso da USF1 para entrar na Fórmula 1 em 2010, a FIA abriu um novo processo de seleção para encontrar mais equipes para preencher o grid na temporada de 2011. Além de estarem a procurar uma equipe para preencher a 13ª vaga no grid, a FIA procura também uma ou mais candidaturas de reserva. A FIA procurou expressões formais de interesse de novas equipes antes de 15 de Abril de 2010. As candidaturas completas tinham que ser submetidas até 21 de Junho.[31] A imprensa italiana noticiou que a FIA recebeu quinze candidaturas,[31] e são estas as conhecidas:

  • Anderson F1, liderada pelo antigo designer e principal da USF1 Ken Anderson.[32]
  • Cypher, uma equipe americana feita a partir dos restos da USF1,[33] que tem como objectivo juntar-se ao grid, sendo que só o fará se sentir que tem o orçamento necessário para não embaraçar a América. A equipa expressou já interesse no piloto americano Jonathan Summerton,[34] e em Nelson Piquet Jr...[35] No entanto, a 30 de Julho de 2010, a equipe afirmou, num comunicado, que retirara a sua candidatura.[36]
  • A equipe de World Series by Renault e outrora também de Le Mans Epsilon Euskadi expressou um interesse em recandidatar-se para a F1 depois de ser eliminada na primeira etapa de candidaturas em 2010 e novamente quando a Toyota abandonou a categoria.[37] A Epsilon recebeu depois disso o apoio de Carlos Gracia, presidente da Federação de Automobilismo Espanhola.[38]
  • A equipa baseada em Belgrado Stefan Grand Prix confirmou que iria candidatar-se a 2011.[39] A equipe usará motores Cosworth se correr.[40]
  • O antigo piloto da Williams e Campeão Mundial de 1997, Jacques Villeneuve, iria estabelecer a sua própria equipe, conhecida como Villeneuve Racing.[41] Foi mais tarde confirmado que Villeneuve estava a colaborar com a candidata italiana Durango,[42] que foi forçada a abandonar a GP2 Series devido a problemas financeiros. A Durango declarou mais tarde intenção de se candidatar à Fórmula 1, depois de encontrar investidores que estavam interessados em alinhar numa equipe de Fórmula 1[43] antes de anunciar a sua associação com Villeneuve. Sob os termos do acordo, a equipe iria ser gerida pela Durango mas com o nome de Villeneuve, com Jacques Villeneuve a cumprir os seus deveres como piloto.[42] Villeneuve foi certificado como "Piloto Oficial Durango."[44]

Muitas equipes candidatas em 2010, incluindo a Prodrive,[45] a Lola,[46] a Formtech e a Superfund,[47] decidiram contra uma candidatura para a décima-terceira vaga em 2011. Depois do colapso da USF1, Parris Mullins - assessor do proprietário da USF1 Chad Hurley - confirmou que está envolvido num esforço renovado de ver uma equipa americana a juntar-se ao grid.[33] Mullins confirmou que o seu projeto não está ligado à Cypher, a reimaginação da USF1, e acrescentou que ao invés de entrar com a sua própria equipe, está a estudar a possibilidade de um buy-in semelhante ao acordo Genii Capital-Renault F1 Team que foi assinado em fins de 2009.[48] A equipe francesa de GP2, GP3 e Fórmula 3 Euroseries, a ART Grand Prix também enviou uma candidatura para a FIA,[49] mas retirou-se oficialmente a 7 de Julho de 2010, citando razões económicas para a desistência.[50] A 8 de Setembro de 2010, a FIA anunciou que não escolhera nenhuma formação para ocupar a 13ª vaga no grid, por considerar que nenhuma reunia as condições necessárias[51]

Calendário de lançamento dos carrosEditar

Testes de pré-temporadaEditar

As sessões de teste foram confirmadas para Valencia (1-3 de fevereiro), Jerez (10-13 de fevereiro), Catalunha (18-21 de fevereiro) e Bahrein (3-6 de março).

(Em negrito, a volta mais rapida de cada sessão)

Sessão Data Local Circuito Piloto mais rápido Equipe Melhor tempo Voltas
1 1 de fevereiro   Cheste, Espanha Valencia   Sebastian Vettel[64]   RBR 1:13.769 93
2 de fevereiro   Fernando Alonso[65]   Ferrari 1:13.307 108
3 de fevereiro   Robert Kubica[66]   Lotus Renault 1:13.144 96
2 10 de fevereiro   Jerez de la Frontera, Espanha Jerez   Felipe Massa[67]   Ferrari 1:20.709 104
11 de fevereiro   Michael Schumacher[68]   Mercedes 1:20.352 112
12 de fevereiro   Nick Heidfeld[69]   Lotus Renault 1:20.361 86
13 de fevereiro   Rubens Barrichello[70]   Williams 1:19.832 103
3 18 de fevereiro   Montmeló, Espanha Catalunya   Sebastian Vettel[71]   RBR 1:24.374 31
19 de fevereiro   Sebastian Vettel[72]   RBR 1:23.315 104
20 de fevereiro   Nico Rosberg[73]   Mercedes 1:23.168 92
21 de fevereiro   Felipe Massa[74]   Ferrari 1:22.625 121
4 8 de março   Montmeló, Espanha1 Catalunya   Mark Webber[75]   RBR 1:22.544 97
9 de março   Sebastian Vettel[76]   RBR 1:21.865 112
10 de março   Sergio Perez[77]   Sauber 1:21.761 95
11 de março   Michael Schumacher[78]   Mercedes 1:21.249 67
12 de março   Nico Rosberg[79]   Mercedes 1:43.814 35

↑1 . A última sessão de testes estava prevista para ser realizada no Bahrain, onde seria realizada a primeira corrida da temporada. As equipes, no entanto, devido aos protestos políticos que resultaram em conflitos violentos da população com os militares, optaram por remarcar o último teste para Barcelona, entre 8 e 11 de março.[80]

CalendárioEditar

No dia 16 de Abril de 2010, Bernie Ecclestone confirmou que haveria 20 corridas em 2011; todas as corridas da temporada de 2010 mais o Grande Prêmio da Índia.[1] No dia 8 de Setembro de 2010 foi apresentado pela FIA o calendário provisório, composto por 20 corridas:[2]

Em 21 de fevereiro de 2011, o Grande Prêmio do Bahrain, agendado para ocorrer no dia 13 de março, foi cancelado devido as protestos contra o governo que ocorrem no país.[81]

GP Nome da corrida Grande Prémio Circuito Cidade / Localização Data Hora[82] Nº de voltas
Local GMT Brasília
(UTC-3)
1 Grande Prêmio Qantas da Austrália GP da Austrália   Albert Park Melbourne 27 de Março 17:00 06:00 03:00 58
2 Grande Prêmio Petronas da Malásia GP da Malásia   Sepang International Circuit Kuala Lumpur 10 de Abril 16:00 08:00 05:00 56
3 Grande Prêmio UBS da China GP da China   Shanghai International Circuit Xangai 17 de Abril 15:00 07:00 04:00 56
4 Grande Prêmio DHL da Turquia GP da Turquia   Istanbul Park Istambul 8 de Maio 15:00 12:00 09:00 58
5 Grande Prêmio Santander da Espanha GP da Espanha   Circuit de Catalunya Barcelona 22 de Maio 14:00* 12:00 09:00 66
6 Grande Prêmio de Mônaco GP de Mônaco   Circuit de Monaco Monte Carlo 29 de Maio 14:00 12:00 09:00 78
7 Grande Prêmio do Canadá GP do Canadá   Circuit Gilles Villeneuve Montreal 12 de Junho 13:00 17:00 14:00 70
8 Grande Prêmio da Europa GP da Europa   Valencia Street Circuit Valência 26 de Junho 14:00* 12:00 09:00 57
9 Grande Prêmio Santander da Inglaterra GP da Grã-Bretanha   Silverstone Circuit Silverstone 10 de Julho 13:00 12:00 09:00 52
10 Grande Prêmio Santander da Alemanha GP da Alemanha   Nürburgring Nürburgring 24 de Julho 14:00 12:00 09:00 60
11 Grande Prêmio da Hungria GP da Hungria   Hungaroring Budapeste 31 de Julho 14:00 12:00 09:00 70
12 Grande Prêmio Shell da Bélgica GP da Bélgica   Circuit de Spa-Francorchamps Spa 28 de Agosto 14:00 12:00 09:00 44
13 Grande Prêmio Santander da Itália GP da Itália   Autodromo di Monza Monza 11 de Setembro 14:00 12:00 09:00 53
14 Grande Prêmio SingTel de Singapura GP de Singapura   Marina Bay Street Circuit Singapura 25 de Setembro 20:00 12:00 09:00 61
15 Grande Prêmio do Japão GP do Japão   Suzuka Circuit Suzuka 9 de Outubro 15:00 06:00 03:00 53
16 Grande Prêmio da Coreia do Sul GP da Coreia do Sul   Korea International Circuit Yeongam 16 de Outubro 15:00 06:00 04:00* 55
17 Grande Prêmio da Índia GP da Índia[83]   Buddh International Circuit Nova Deli 30 de Outubro 15:00 09:30 07:30* 60
18 Grande Prêmio Etihad Airways de Abu Dhabi GP de Abu Dhabi   Yas Marina Circuit Abu Dhabi 13 de Novembro 17:00 13:00 11:00* 55
19 Grande Prêmio Petrobras do Brasil GP do Brasil   Autódromo José Carlos Pace São Paulo 27 de Novembro 14:00 16:00 14:00* 71

Nota:

* Horário de verão.
Calendário obtido no site oficial da F1.

ResultadosEditar

Sistema de PontuaçãoEditar

Os pontos são concedidos até o 10º colocado.

Posição                             10º 
Pontos 25 18 15 12 10 8 6 4 2 1

PilotosEditar

Pos Piloto Equipe (a) AUS
 
MAL
 
CHN
 
TUR
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
EUR
 
GBR
 
GER
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
CIN
 
JPN
 
KOR
 
IND
 
ABD
 
BRA
 
Pts
1   Sebastian Vettel Red Bull 1 1 2 1 1 1 2 1 2 4 2 1 1 1 3 1 1 Ret 2 392
2   Jenson Button McLaren 6 2 4 6 3 3 1 6 Ret Ret 1 3 2 2 1 4 2 3 3 270
3   Mark Webber Red Bull 5 4 3 2 4 4 3 3 3 3 5 2 Ret 3 4 3 4 4 1 258
4   Fernando Alonso Ferrari 4 6 7 3 5 2 Ret 2 1 2 3 4 3 4 2 5 3 2 4 257
5   Lewis Hamilton McLaren 2 8 1 4 2 6 Ret 4 4 1 4 Ret 4 5 5 2 7 1 Ret 227
6   Felipe Massa Ferrari 7 5 6 11 Ret Ret 6 5 5 5 6 8 6 9 7 6 Ret 5 5 118
7   Nico Rosberg Mercedes Ret 12 5 5 7 11 11 7 6 7 9 6 Ret 7 10 8 6 6 7 89
8   Michael Schumacher Mercedes Ret 9 8 12 6 Ret 4 17 9 8 Ret 5 5 Ret 6 Ret 5 7 15 76
9   Adrian Sutil Force India 9 11 15 13 13 7 Ret 9 11 6 14 7 Ret 8 11 11 9 8 6 42
10   Vitaly Petrov Lotus 3 17 9 8 11 Ret 5 15 12 10 12 9 Ret 17 9 Ret 11 13 10 37
11   Nick Heidfeld Lotus 12 3 12 7 8 8 Ret 10 8 Ret Ret NP NP NP NP NP NP NP NP 34
12   Kamui Kobayashi Sauber DSQ 7 10 10 10 5 7 16 Ret 9 11 12 Ret 14 13 15 Ret 10 9 30
13   Paul di Resta Force India 10 10 11 Ret 12 12 18 14 15 13 7 11 8 6 12 10 13 9 8 27
14   Jaime Alguersuari Toro Rosso 11 14 Ret 16 16 Ret 8 8 10 12 10 Ret 7 21 15 7 8 15 11 26
15   Sébastien Buemi Toro Rosso 8 13 14 9 14 10 10 13 Ret 15 8 Ret 10 12 Ret 9 Ret Ret 12 15
16   Sergio Pérez Sauber DSQ Ret 17 14 9 NL AT 11 7 11 15 Ret Ret 10 8 16 10 11 13 14
17   Rubens Barrichello Williams Ret Ret 13 15 17 9 9 12 13 Ret 13 16 12 13 17 12 15 12 14 4
18   Bruno Senna Lotus NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP 13 9 15 16 13 12 16 17 2
19   Pastor Maldonado Williams Ret Ret 18 17 15 18 Ret 18 14 14 16 10 11 11 14 Ret Ret 14 Ret 1
20   Pedro de la Rosa Sauber NP NP NP NP NP NP 12 NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP 0
21   Jarno Trulli Team Lotus 13 Ret 19 18 18 13 16 20 Ret NP Ret 14 14 Ret 19 17 19 18 18 0
22   Heikki Kovalainen Team Lotus Ret 15 16 19 Ret 14 Ret 19 Ret 16 Ret 15 13 16 18 14 14 17 16 0
23   Vitantonio Liuzzi Hispania NQ Ret 22 22 Ret 16 13 23 18 Ret 20 19 Ret 20 23 21 NP 20 Ret 0
24   Jérôme d'Ambrosio Marussia Virgin 14 Ret 20 20 20 15 14 22 17 18 19 17 Ret 18 21 20 16 Ret 19 0
25   Timo Glock Marussia Virgin NC 16 21 NL 19 Ret 15 21 16 17 17 18 15 Ret 20 18 Ret 19 Ret 0
26   Narain Karthikeyan Hispania NQ Ret 23 21 21 17 17 24 NP NP NP NP NP NP NP NP 17 NP NP 0
27   Daniel Ricciardo Hispania NP NP NP NP NP NP NP NP 19 19 18 Ret NQ 19 22 19 18 Ret 20 0
28   Karun Chandhok Team Lotus NP NP NP NP NP NP NP NP NP 20 NP NP NP NP NP NP NP NP NP 0
Pos Piloto Equipe (a) AUS
 
MAL
 
CHN
 
TUR
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
EUR
 
GBR
 
GER
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
CIN
 
JPN
 
KOR
 
IND
 
ABD
 
BRA
 
Pts
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Notas:

  • † — Condutores que não terminaram o Grande Prêmio mas foram classificados pois completaram 90% da corrida.

ConstrutoresEditar

Pos Construtor Carro
AUS
 
MAL
 
CHN
 
TUR
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
EUR
 
GBR
 
GER
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
CIN
 
JPN
 
KOR
 
IND
 
ABD
 
BRA
 
Pts
1   Red Bull-Renault 1 1 1 2 1 1 1 2 1 2 4 2 1 1 1 3 1 1 Ret 2 650
2 5 4 3 2 4 4 3 3 3 3 5 2 Ret 3 4 3 4 4 1
2   McLaren-Mercedes 3 2 8 1 4 2 6 Ret 4 4 1 4 Ret 4 5 5 2 7 1 Ret 497
4 6 2 4 6 3 3 1 6 Ret Ret 1 3 2 2 1 4 2 3 3
3   Ferrari 5 4 6 7 3 5 2 Ret 2 1 2 3 4 3 4 2 5 3 2 4 375
6 7 5 6 11 Ret Ret 6 5 5 5 6 8 6 9 7 6 Ret 5 5
4   Mercedes 7 Ret 9 8 12 6 Ret 4 17 9 8 Ret 5 5 Ret 6 Ret 5 7 15 165
8 Ret 12 5 5 7 11 11 7 6 7 9 6 Ret 7 10 8 6 6 7
5   Lotus-Renault 9 12 3 12 7 8 8 Ret 10 8 Ret Ret 13 9 15 16 13 12 16 17 73
10 3 17 9 8 11 Ret 5 15 12 10 12 9 Ret 17 9 Ret 11 13 10
6   Force India-Mercedes 14 9 11 15 13 13 7 Ret 9 11 6 14 7 Ret 8 11 11 9 8 6 69
15 10 10 11 Ret 12 12 18 14 15 13 7 11 8 6 12 10 13 9 8
7   Sauber-Ferrari 16 DSQ 7 10 10 10 5 7 16 Ret 9 11 12 Ret 14 13 15 Ret 10 9 44
17 DSQ Ret 17 14 9 NL 12 11 7 11 15 Ret Ret 10 8 16 10 11 13
8   Toro Rosso-Ferrari 18 8 13 14 9 14 10 10 13 Ret 15 8 Ret 10 12 Ret 9 Ret Ret 12 41
19 11 14 Ret 16 16 Ret 8 8 10 12 10 Ret 7 21 15 7 8 15 11
9   Williams-Cosworth 11 Ret Ret 13 15 17 9 9 12 13 Ret 13 16 12 13 17 12 15 12 14 5
12 Ret Ret 18 17 15 18 Ret 18 14 14 16 10 11 11 14 Ret Ret 14 Ret
10   Team Lotus-Renault 20 Ret 15 16 19 Ret 14 Ret 19 Ret 16 Ret 15 13 16 18 14 14 17 16 0
21 13 Ret 19 18 18 13 16 20 Ret 20 Ret 14 14 Ret 19 17 19 18 18
11   HRT-Cosworth 22 DNQ Ret 23 21 21 17 17 24 19 19 18 Ret NC 19 22 19 18 Ret 20 0
23 DNQ Ret 22 22 Ret 16 13 23 18 Ret 20 19 Ret 20 23 21 17 20 Ret
12   Marussia Virgin-Cosworth 24 NC 16 21 NL 19 Ret 15 21 16 17 17 18 15 Ret 20 18 Ret 19 Ret 0
25 14 Ret 20 20 20 15 14 22 17 18 19 17 Ret 18 21 20 16 Ret 19
Pos Construtor Carro
AUS
 
MAL
 
CHN
 
TUR
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
EUR
 
GBR
 
GER
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
CIN
 
JPN
 
KOR
 
IND
 
ABD
 
BRA
 
Pts
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Não terminaram a corrida, mas são considerados classificados por terem completado 90% da prova.

Por Grande PrêmioEditar

GP Grande Prêmio Pole Position Tempo Volta mais rápida Tempo Vencedor Equipe Descrição
1   Grande Prêmio da Austrália   Sebastian Vettel 1:23.529   Felipe Massa 1:28.947   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
2   Grande Prêmio da Malásia   Sebastian Vettel 1:34.870   Mark Webber 1:40.571   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
3   Grande Prêmio da China   Sebastian Vettel 1:33.706   Mark Webber 1:38.993   Lewis Hamilton   McLaren-Mercedes Descrição
4   Grande Prêmio da Turquia   Sebastian Vettel 1:25.049   Mark Webber 1:29.703   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
5   Grande Prêmio da Espanha   Mark Webber 1:20.981   Lewis Hamilton 1:26.727   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
6   Grande Prêmio de Mônaco   Sebastian Vettel 1:13.556   Mark Webber 1:16.234   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
7   Grande Prêmio do Canadá   Sebastian Vettel 1:13.014   Jenson Button 1:16.956   Jenson Button   McLaren-Mercedes Descrição
8   Grande Prêmio da Europa   Sebastian Vettel 1:36.975   Sebastian Vettel 1:41.852   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
9   Grande Prêmio da Grã-Bretanha   Mark Webber 1:30.399   Fernando Alonso 1:34.908   Fernando Alonso   Ferrari Descrição
10   Grande Prêmio da Alemanha   Mark Webber 1:30.079   Lewis Hamilton 1:34.302   Lewis Hamilton   McLaren-Mercedes Descrição
11   Grande Prêmio da Hungria   Sebastian Vettel 1:19.815   Felipe Massa 1:23.415   Jenson Button   McLaren-Mercedes Descrição
12   Grande Prêmio da Bélgica   Sebastian Vettel 1:48.298   Mark Webber 1:49.883   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
13   Grande Prêmio da Itália   Sebastian Vettel 1:22.275   Lewis Hamilton 1:26.187   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
14   Grande Prêmio de Singapura   Sebastian Vettel 1:44.381   Jenson Button 1:48.454   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
15   Grande Prêmio do Japão   Sebastian Vettel 1:30.466   Jenson Button 1:36.568   Jenson Button   McLaren-Mercedes Descrição
16   Grande Prêmio da Coreia do Sul   Lewis Hamilton 1:35.820   Sebastian Vettel 1:39.605   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
17   Grande Prêmio da Índia   Sebastian Vettel 1:24.178   Sebastian Vettel 1:27.249   Sebastian Vettel   Red Bull-Renault Descrição
18   Grande Prêmio de Abu Dhabi   Sebastian Vettel 1:38.481   Mark Webber 1:42.612   Lewis Hamilton   McLaren-Mercedes Descrição
19   Grande Prêmio do Brasil   Sebastian Vettel 1:11.918   Mark Webber 1:15.324   Mark Webber   Red Bull-Renault Descrição

RegulamentoEditar

 
Asa traseira ajustável em ação durante os testes em Jerez de la Frontera.

Mudanças técnicasEditar

  • A altura máxima do difusor será reduzido de 175 milímetros para 125 milímetros, diminuindo a força aerodinámica. Além disso foram citadas medidas para excluir o design de difusor duplo.[84]
  • Na semana seguinte ao GP da Espanha de 2010, foi enviada pela empresa de engenharia britânica Flybrid uma proposta à FOTA para fornecer todo o pelotão com uma unidade KERS obrigatória e uniforme, depois da campanha liderada pela Ferrari e pela Renault para ver a tecnologia reintroduzida em 2011.[85] Depois do GP do Canadá de 2010, a Ferrari confirmou que iria usar o KERS no seu carro de 2011,[86] mas o sistema não irá ser obrigatório.
  • Para compensar a subida de peso provocada pelo KERS, o peso mínimo dos carros irá aumentar de 620 kg para 640 kg.[86]
  • A FOTA concordou em banir o controverso sistema F-Ducto, desenvolvido pela McLaren para os MP4-25 e posteriormente implantado por outras equipes no decurso da temporada de 2010.[87]
  • Na reunião do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA em Genebra, em Junho de 2010, um sistema de asa traseira ajustável (DRS) foi confirmado como adição às regras de 2011.[88] Este sistema será introduzido para ajudar as ultrapassagens, servindo como um substituto do sistema F-Ducto. Num sistema similar ao regulador do KERS usado em 2009, a asa traseira ajustável apenas estará disponível sob certas condições, nomeadamente: os pilotos só poderão usá-la quando estão a pelo menos um segundo do carro da frente, mas não poderá ser usado nas duas primeiras voltas da corrida, exceto em caso de safety car inicial. Espera-se que o sistema ofereça aos pilotos mais 15 km/h quando ultrapassam,[89] e será desativado ao primeiro toque do piloto no freio depois de usar a asa traseira. O conceito, que foi recebido negativamente pelos pilotos e fãs,[90] pode ser abandonado se for provado que não é praticável ou manejável.[91]
  • Em 2011 regressará a regra dos 107% na qualificação.[88][92] Sob este acordo, qualquer piloto que faça um tempo superior em 7% ao tempo do piloto da pole-position não será autorizado a disputar a corrida. Um exemplo desta regra é: se o tempo da pole position for de 1 minuto e 40 segundos, os pilotos devem fazer um tempo mais rápido do que 1 minuto e 47 segundos para poder disputar a corrida.
  • Pela primeira vez os carros terão uma distribuição de pesos obrigatória, em 46:54 por cento.[93] A intenção disto é prevenir as equipes de ter que fazer mudanças radicais na configuração interna dos seus carros caso haja alterações nos compostos dos pneus introduzidos pelo novo fornecedor, a Pirelli.
  • O número de cabos das rodas que ligam os pneus à carroceria será dobrado em 2011, em resposta ao número elevado de acidentes nos quais as rodas se desprenderam da carroceria, incluindo o acidente fatal de Henry Surtees na 4ª etapa do campeonato Fórmula 2 FIA de 2009, disputada em Brands Hatch.[94]

PneusEditar

  • O fornecedor de pneus Bridgestone anunciou que não iria renovar o seu contrato com a Fórmula 1 depois da temporada de 2010.[95] Depois de muitos meses para decidir, a Pirelli foi escolhida como fornecedora oficial de pneus no Conselho Mundial de Automobilismo da FIA, reunido em Genebra, em Junho de 2010.[88][96]
  • No GP da Grã-Bretanha de 2010, Bernie Ecclestone revelou que conversou com cinco marcas de pneus, mas a Pirelli foi a única que poderia estar pronta a tempo para a temporada de 2011. Apesar de o acordo da Pirelli ser mais longo para as equipes do que algumas das outras candidaturas, a empresa irá pagar por publicidade nas pistas, o que significa que as equipes terão algum retorno do seu investimento. Ecclestone revelou ainda que quis pneus com um tempo de vida significativamente mais curto em relação a 2010.[carece de fontes?]

Notas e referências

  1. a b «Bernie Ecclestone reveals F1 extension to 20 races». BBC Sport. BBC. 16 de abril de 2010. Consultado em 17 de abril de 2010 
  2. a b «FIA revela calendário provisório da F1 em 2011». Autosport. 8 de setembro de 2010. Consultado em 8 de setembro de 2010 [ligação inativa]
  3. Beer, Matt (1 de agosto de 2009). «New Concorde Agreement finally signed». autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 2 de agosto de 2009 
  4. «2011 FIA Formula One World Championship». fia.com. Fédération Internationale de l'Automobile. 2 de dezembro de 2010. Consultado em 4 de dezembro de 2010 
  5. FIA divulga lista de inscritos para Mundial de F1 de 2011 Autosport
  6. «Red Bull extend Vettel contract». GP Update. 21 de agosto de 2009. Consultado em 15 de janeiro de 2010 
  7. Collantine, Keith (7 de junho de 2010). «Webber signs with Red Bull for 2011». F1 Fanatic. Keith Collantine. Consultado em 7 de junho de 2010 
  8. «Vodafone McLaren Mercedes signs reigning World Champion Jenson Button to multi-year deal». mclaren.com. Vodafone McLaren Mercedes. 18 de novembro de 2009. Consultado em 18 de novembro de 2009 
  9. «Schumacher could stay in F1 after 2010». mclaespnf1ren.com. ESPN. 27 de janeiro de 2010. Consultado em 25 de julho de 2010 
  10. "Queremos vencer com este carro", afirma Boullier Tazio
  11. Grupo Lotus anuncia acordo com a Renault e dará nome ao time em 2011 Globoesporte.com
  12. [1][ligação inativa]
  13. Lotus Renault apresenta novo carro e B. Senna como reserva Portal Terra
  14. «Renault-Lotus confirma Bruno Senna na vaga de Heidfeld até o fim de 2011» 
  15. Após suspense, Renault-Lotus renova com russo Vitaly Petrov por dois anos Globoesporte.com
  16. Williams confirma renovação de Barrichello para a temporada de 2011 UOL Esporte
  17. Williams anuncia oficialmente Pastor Maldonado para 2011[ligação inativa] Amigos da Velocidade
  18. a b c Di Resta e Sutil são confirmados na Force India; Hulk será reserva UOL Esporte
  19. Noble, Jonathan (24 de junho de 2010). «Sauber get/s approval for name change». autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 24 de junho de 2010 
  20. Elizalde, Pablo (7 de setembro de 2010). «Sauber retains Kobayashi for 2011». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 7 de setembro de 2010 
  21. Perez assina com a Sauber e será o primeiro mexicano na F-1 em 30 anos UOL ESporte
  22. «Pérez se sente mal, está fora do GP e será substituído por Pedro de la Rosa». G1. 10 de junho de 2011. Consultado em 11 de junho de 2011 
  23. Revelação australiana será terceiro piloto da Toro Rosso em 2011 UOL Esporte
  24. [2]
  25. LOPES, Rafael. Lotus confirma manutenção da dupla de pilotos e ausência de Bruno Senna Globoesporte.com
  26. «Lotus decide substituir Trulli por Chandhok no GP da Alemanha» 
  27. Karthikeyan diz que assinou com Hispania para 2011 Tazio.com.br
  28. «Hispania confirma Daniel Ricciardo como piloto titular» 
  29. Hispania oficializa contratação de Liuzzi e completa o grid de 2011 UOL Esporte
  30. Marussia Virgin confirma D'Ambrosio como titular ao lado de Glock em 2011 Arquivado em 25 de dezembro de 2010, no Wayback Machine. Grande Prêmio
  31. a b «15 teams apply for final F1 grid place». Motorsport.com. 26 de maio de 2010. Consultado em 16 de maio de 2010 
  32. «The SPEED Report». SPEED Report. 7 de maio de 2010. SPEED TV 
  33. a b Noble, Jonathan (24 de maio de 2010). «Renewed American bid to break into F1». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 24 de maio de 2010 
  34. «Summerton hoping for F1 debut with Cypher Group». GP Update. 5 de julho de 2010. Consultado em 16 de julho de 2010 
  35. [3]
  36. Guimarães, Evelyn (30 de julho de 2010). «Sem orçamento, Cypher tira inscrição e desiste de vaga 13 da F1 em 2011». esporte.ig.com.br. Consultado em 31 de julho de 2010 
  37. «Epsilon Euskadi expresses interest in F1 spot». ESPN F1. ESPN. 22 de março de 2010. Consultado em 22 de março de 2010 
  38. «Epsilon Euskadi supported as new F1 team». GP Update. 19 de maio de 2010. Consultado em 20 de maio de 2010 
  39. Cooper, Adam (23 de abril de 2010). «F1: Stefan GP Says It Will Bid For Entry Slot». SPEED-TV.com. Fox Sports. Consultado em 24 de abril de 2010 
  40. «Stefan GP chooses Cosworth». Italiaracing.net. 19 de julho de 2010. Consultado em 20 de julho de 2010 
  41. «Villeneuve Racing submits F1 entry». ESPN F1. 16 de julho de 2010. Consultado em 18 de julho de 2010 
  42. a b Cooper, Adam (17 de julho de 2010). «Durango confirms Villeneuve partnership». Adam Cooper's F1 Blog. Adam Cooper. Consultado em 18 de julho de 2010 
  43. «Durango announces 2011 F1 bid». autosport.com. Haymarket Publications. 7 de abril de 2010. Consultado em 7 de abril de 2010 
  44. «Durango (Index Page)». Durango Official Website. Consultado em 18 de julho de 2010 
  45. «Prodrive rules out entering F1 in 2011». autosport.com. Haymarket Publications. 15 de abril de 2010. Consultado em 15 de abril de 2010 
  46. «Lola will not apply for 2011 F1 entry». autosport.com. Haymarket Publications. 15 de abril de 2010. Consultado em 15 de abril de 2010 
  47. «Superfund rules out F1 application». autosport.com. Haymarket Publications. 26 de março de 2010. Consultado em 26 de março de 2010 
  48. Noble, Jonathan (15 de junho de 2010). «American F1 project making progress». Autosport.com. Haymarket Group. Consultado em 15 de junho de 2010 
  49. «ART Grand Prix submits 2011 F1 application». GP Update. 13 de maio de 2010. Consultado em 13 de maio de 2010 
  50. >Beer, Matt (7 de julho de 2010). «ART withdraws 2011 F1 entry bid». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 8 de julho de 2010 
  51. autosport.aeiou.pt (8 de setembro de 2010). «FIA não escolhe 13ª equipa». Impresa. Consultado em 8 de setembro de 2010 
  52. SANTANA, Felipe. Ferrari apresenta seu novo carro dia 28 de janeiro BN Esportes
  53. Lotus Renault lança carro no dia 31 Jornal dos Desportos
  54. F1: Sauber anuncia data de lançamento de carro para 2011 Auto Diário
  55. «Pela internet, Lotus mostra novo carro no dia 31»  Tazio
  56. «Williams confirma estreia do FW33 no primeiro dia de testes em Valência»  Grande Prêmio
  57. Red Bull lança carro no dia 1 de fevereiro Carros e Acessórios
  58. Toro Rosso lança carro em 1 de Fevereiro
  59. «Mercedes lança carro de 2011 no primeiro dia de testes em Valência»  Grande Prêmio
  60. McLaren lança MP4-26 em fevereiro e testa em Valência com carro híbrido
  61. Marussia Virgin Racing mostrará carro dia 7 Auto Esporte
  62. Force India utilizará carro de 2010 no teste em Valência Portal Terra
  63. Com "Anuncie Aqui" Fotos do novo Carro da Hispania GloboEsporte.com
  64. «Vettel dá o troco, supera Alonso e é o mais rápido no primeiro teste de 2011». Globoesporte.com. 2 de janeiro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  65. «Alonso domina tarde em Valência e é o mais rápido no segundo dia de teste». Globoesporte.com. 2 de fevereiro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  66. «Kubica supera carros de 2010 à tarde e fecha último dia de testes na frente». Globoesporte.com. 1 de fevereiro de 2011 
  67. «Massa é o melhor em dia marcado por homenagem a Kubica em Jerez». Globoesporte.com. 2 de outubro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  68. «Com Massa muito perto, Schumacher termina a sexta na frente em Jerez». Globoesporte.com. 2 de novembro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  69. «Perto da vaga, Heidfeld supera Alonso». Globoesporte.com. 13 de fevereiro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  70. «Barrichello é o melhor da semana, e Bruno Senna fecha testes em quinto». Globoesporte.com. 13 de fevereiro de 2011. Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  71. «Vettel Lidera Primeiro dia de Testes em Barcelona, Alonso é Segundo». Ig.com.br. 18 de fevereiro de 2011. Consultado em 18 de fevereiro de 2011 
  72. «Vettel mantém domínio à tarde e fecha dia de testes na frente em Barcelona». Globoesporte.com. 19 de fevereiro de 2011. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  73. «Massa roda em Barcelona e fica em décimo; Rosberg é o melhor do dia». Globoesporte.com. 20 de fevereiro de 2011. Consultado em 20 de fevereiro de 2011 
  74. «Massa Supera Webber e Fecha Testes como o Mais Rapido». Globoesporte.com. 21 de fevereiro de 2011. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  75. «Mark Webber é o mais rápido do primeiro dia em Barcelona». F1Speed.com.br. 3 de agosto de 2011. Consultado em 3 de agosto de 2011 
  76. «Vettel faz melhor tempo do dia no Circuito da Catalunha». Yahoo! Notícias. 9 de março de 2011. Consultado em 10 de março de 2011 
  77. «Perez encerra o dia em 1º e põe Sauber à frente da Red Bull nos testes». UOL Esporte. 10 de março de 2011 
  78. «Schumacher fica com o melhor tempo da sexta-feira». Tazio. 11 de março de 2011 
  79. «F-1 encerra pré-temporada com sessão atípica, marcada pela chuva». UOL. 12 de março de 2011 
  80. «Após Problemas com Bahrein, equipes remarcam testes na Espanha». Globoesporte.com. 21 de fevereiro de 2011. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  81. UOL Esportes (21 de fevereiro de 2011). «Manifestações políticas no Bahrein mudam local da 1ª etapa da Fórmula 1». UOL. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  82. «2010 Calendar». Consultado em 5 de fevereiro de 2010 
  83. «Indian Grand Prix debut pushed back to 2011». The Daily Telegraph. 30 de setembro de 2008. Consultado em 18 de janeiro de 2010 
  84. FIA Formula One Commission (2 de fevereiro de 2010). «Formula One Commission Press Release 02/02/2010». fia.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2010 
  85. Noble, Jonathan (4 de maio de 2010). «FOTA ponders independent KERS option». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 4 de maio de 2010 
  86. a b «Ferrari to use KERS throughout 2011 season». motorsport.com. 14 de junho de 2010. Consultado em 17 de junho de 2010 
  87. Benson, Andrew (9 de maio de 2010). «F1 teams decide on 'F-duct' ban for next season». BBC Online. BBC. Consultado em 10 de maio de 2010 
  88. a b c «World Motor Sport Council: 23/06/2010». fia.com. Fédération Internationale de l'Automobile. 23 de junho de 2010. Consultado em 23 de junho de 2010. Arquivado do original em 26 de junho de 2010 
  89. Beer, Matt (23 de junho de 2010). «Adjustable wing to aid passing in 2011». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 23 de junho de 2010 
  90. Noble, Jonathan (24 de junho de 2010). «Drivers unimpressed by rear wing plan». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 26 de junho de 2010 
  91. Collantine, Keith (25 de junho de 2010). «FOTA "studied very little" about rear wing». F1 Fanatic. Keith Collantine. Consultado em 26 de junho de 2010 
  92. Collantine, Keith (23 de junho de 2010). «FIA brings back 107% rule for 2011». F1 Fanatic. Keith Collantine. Consultado em 23 de junho de 2010 
  93. «F1 to have mandatory weight ratio in 2011». motorsport.com. 5 de julho de 2010. Consultado em 6 de julho de 2010 
  94. Collantine, Keith (28 de julho de 2010). «Lowe explains extra wheel tethers for 2011». F1 Fanatic. Keith Collantine. Consultado em 28 de julho de 2010 
  95. «Bridgestone to Cease Tire Supply to the FIA Formula One World Championship». Bridgestone. 2 de novembro de 2009. Consultado em 2 de novembro de 2009 
  96. Collantine, Keith (23 de junho de 2010). «Pirelli return to F1 after 20-year absence». F1 Fanatic. Keith Collantine. Consultado em 23 de junho de 2010