Sergio Pérez

automobilista mexicano
(Redirecionado de Sergio Perez)

Sergio Pérez Mendoza (Guadalajara, 26 de janeiro de 1990) é um automobilista mexicano que atua na Formula 1 pela equipe Red Bull Racing.[2]

Sergio Pérez
Sergio Pérez em 2019
Informações pessoais
Nome completo Sergio Pérez Mendoza
Apelido(s) Checo
Nacionalidade mexicano
Nascimento 26 de janeiro de 1990 (31 anos)
Guadalajara, Jalisco, México
Altura 1,75m m
Registros na Fórmula 1
Temporadas 2011
Equipes 5 (Sauber, McLaren, Force India, Racing Point e Red Bull)
Número 11
GPs disputados 206 (202 largadas)
Títulos 0
Vitórias 2
Pódios 12
Pontos 810[1]
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 4
Primeiro GP GP da Austrália de 2011
Primeira vitória GP de Sakhir de 2020
Última vitória GP do Azerbaijão de 2021
Último GP GP da Itália de 2021

Formula 1Editar

SauberEditar

No dia 4 de outubro de 2010, a equipe Sauber anunciou o mexicano como piloto titular para a temporada de 2011 da Fórmula 1.[3]

 
Pérez pilotando pela equipe Sauber no Grande Prêmio da Malásia de 2011.

Em 2011, durante o Grande Prêmio da Espanha, Pérez marcou os primeiros pontos na categoria, ao chegar na nona posição.[4]

No treino classificatório do GP De Mônaco de 2011, ele perdeu o controle do carro após sair do túnel e depois de tocar o guard-rail, bateu fortemente contra o muro de proteção. O piloto mexicano chegou a perder a consciência e foi levado para o hospital, onde foram constatados uma fratura na perna esquerda e uma concussão.[5] Com o acidente, o piloto não largou em Mônaco e ficou fora também da etapa seguinte, no Canadá, sendo substituído por Pedro de la Rosa.

Em 2012, Perez subiu pela primeira vez ao pódio, ao chegar em segundo lugar no Grande Prêmio da Malásia, segunda etapa do campeonato.[6] O piloto foi o primeiro a parar nos boxes para colocar pneus de chuva e por isso ganhou vantagem sobre seus adversários.

No Grande Prêmio do Canadá, Pérez voltou a subir ao pódio, dessa vez em terceiro lugar. O piloto largou na décima quinta colocação, porém, com uma estratégia arriscada, de apenas uma parada, conseguiu se recuperar.[7] O chefe da equipe Peter Sauber, sugeriu que a boa adaptação ao carro da escuderia pode ter sido o motivo do bom desempenho do piloto. O resultado rendeu elogios de Luca Baldisseri, líder da Academia de Pilotos da Ferrari, que destacou o autocontrole do piloto mexicano.[8]

O terceiro pódio da temporada veio no Grande Prêmio da Itália. Após largar em décimo terceiro lugar no grid,[9] com pneus duros, Pérez conseguiu prolongar seu tempo na pista até o pit-stop, quando trocou para pneus médios, conseguindo então um ritmo melhor que seus adversários, que se encontrava com os duros, ganhando assim, várias posições até chegar em segundo lugar.[10]

McLarenEditar

Ao final de setembro de 2012, com o anúncio da transferência de Hamilton da McLaren para a Mercedes na temporada seguinte, o bom desempenho de Pérez lhe rendeu uma vaga na escuderia inglesa para 2013.[11] Após o acerto, entretanto, o mexicano não pontuou mais na temporada e completou apenas três de seis corridas.[12]

Force IndiaEditar

Dispensado pela McLaren, Pérez foi contratado em dezembro de 2013 como piloto titular da Force India.[13]

 
Pérez pilotando pela equipe Force India no Grande Prêmio do Barém de 2014.

No Grande Prêmio do Barém, terceira etapa da temporada 2014, o mexicano chegou ao pódio ao completar a corrida na terceira colocação.[14] Em 22 de novembro renovou seu contrato por vários anos.[15]

Em 2015 realizou sua melhor temporada, concluindo-a na nona posição com 78 pontos. Conquistou, ainda, um pódio no Grande Prêmio da Rússia quando herdou a terceira posição na ultima volta, após os pilotos finlandeses Valtteri Bottas e Kimi Räikkönen colidirem quando disputavam a posição.[16]

Em 2016, Pérez conquistou dois pódios ao terminar em terceiro no Mônaco e da Europa, e terminou na sétima posição na classificação de pilotos com 101 pontos.

Em 2018, Pérez conquistou um pódio ao terminar em terceiro no Azerbaijão, e terminou na oitava posição na classificação de pilotos com 62 pontos. Durante o ano de 2018, o dono da Force India, Vijay Mallya teve problemas judiciais na Índia, resultando na venda da equipe. A equipe foi comprada por um conglomerado liderado por Lawrence Stroll, pai do piloto Lance Stroll.

Racing PointEditar

2020

Durante final de semana do Grande Prêmio da Bélgica de 2019, foi confirmado que Pérez continuariam com a Racing Point para a disputa da temporada de 2020.[17] Em janeiro de 2020, foi anunciado que Pérez havia assinado um contrato com a equipe até o final temporada de 2022.[18]

Pérez foi impedido de disputar o Grande Prêmio da Grã-Bretanha após testar positivo para a COVID-19. O resultado foi obtido após o seu primeiro exame ter dado resultado "inconclusivo".[19][20] Ele também ficou de fora da etapa seguinte, o Grande Prêmio do 70.º Aniversário.[21] Com ele sendo substituído por Nico Hülkenberg em ambos os eventos.[22] Em 8 de setembro de 2020, Pérez anunciou que deixaria a equipe no final da temporada de 2020, apesar de ter sido contratado para pilotar pela equipe até 2022.[23]

Pérez conquistou um pódio em segundo no Grande Prêmio da Turquia.[24] Pérez também esteve perto de conquistar um pódio em terceiro no Grande Prêmio do Barém, mas uma falha de motor tardia na volta 54 o obrigou a abandonar a corrida.[25]

No dia 6 de dezembro de 2020, Pérez conquistou sua primeira vitória na categoria ao vencer o Grande Prêmio de Sakhir, sendo esta também a primeira da equipe Racing Point. Com isso, ele se tornou o segundo piloto mexicano a vencer na categoria, o que não acontecia desde Pedro Rodríguez no Grande Prêmio da Bélgica de 1970.[26]

Red Bull RacingEditar

Em 18 de dezembro de 2020, Pérez foi anunciado como novo piloto da equipe Red Bull Racing para a temporada de 2021 da Fórmula 1, substituindo Alexander Albon.[2]

Em 6 de junho de 2021, Pérez venceu a corrida no Grande Prêmio do Azerbaijão, após a batida do seu companheiro de equipe, Max Verstappen, a cinco voltas do fim, provocada por um furo de pneu e também do piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, que havia passado reto na relargada à duas voltas pro final da corrida.[27]

Resultados nas corridasEditar

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

GP2 SeriesEditar

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Classificação Pontos
2009 Arden International ESP
FEA

14
ESP
SPR

17
MON
FEA

12
MON
SPR

9
TUR
FEA

Ret
TUR
SPR

16
GBR
FEA

4
GBR
SPR

6
GER
FEA

8
GER
SPR

20
HUN
FEA

Ret
HUN
SPR

16
VAL
FEA

3
VAL
SPR

2
BEL
FEA

Ret
BEL
SPR

4
ITA
FEA

Ret
ITA
SPR

Ret
ALG
FEA

Ret
ALG
SPR

11
12º 22

GP2 Asia SeriesEditar

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Classificação Pontos
2008-09 Campos Grand Prix CHN
FEA

Ret
CHN
SPR

7
UAE
FEA

6
UAE
SPR

C
BAR
FEA

8
BAR
SPR

1
CAT
FEA

2
CAT
SPR

1
MAL
FEA

Ret
MAL
SPR

6
BAR
FEA

12
BAR
SPR

9
26

Fórmula 1Editar

Ano Equipe Chassi Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 Class. Pontos
2011 Sauber F1 Team Sauber C30 Ferrari 056 2.4 V8 AUS
DSQ
MAL
Ret
CHN
17
TUR
14
ESP
9
MON
NL
CAN
AT
EUR
11
GBR
7
ALE
11
HUN
15
BEL
Ret
ITA
Ret
SIN
10
JAP
8
COR
16
IND
10
ABU
11
BRA
13
16º 14
2012 Sauber F1 Team Sauber C31 Ferrari 056 2.4 V8 AUS
8
MAL
2
CHN
11
BAR
11
ESP
Ret
MON
11
CAN
3
EUR
9
GBR
Ret
ALE
6
HUN
14
BEL
Ret
ITA
2
SIN
10
JAP
Ret
COR
11
IND
Ret
ABU
15
EUA
11
BRA
Ret
10º 66
2013 Vodafone McLaren Mercedes McLaren MP4-28 Mercedes FO 108Z 2.4 V8 AUS
11
MAL
9
CHN
11
BAR
6
ESP
9
MON
16
CAN
11
GBR
Ret
ALE
8
HUN
9
BEL
11
ITA
12
SIN
8
COR
10
JAP
15
IND
5
ABU
9
EUA
7
BRA
6
11º 49
2014 Sahara Force India F1 Team Force India VJM07 Mercedes PU106A Hybrid 1.6 V6 AUS
10
MAL
NL
BAR
3
CHN
9
ESP
9
MON
Ret
CAN
11†
AUT
6
GBR
11
ALE
10
HUN
Ret
BEL
8
ITA
7
SIN
7
JAP
10
RUS
10
EUA
Ret
BRA
15
ABU
7
10º 59
2015 Sahara Force India F1 Team Force India VJM08 Mercedes PU106B Hybrid 1.6 V6 AUS
10
MAL
13
CHN
11
BAR
8
ESP
13
MON
7
CAN
11
AUT
9
GBR
9
HUN
Ret
BEL
5
ITA
6
SIN
7
JAP
12
RUS
3
EUA
5
MEX
8
BRA
12
ABU
5
78
2016 Sahara Force India F1 Team Force India VJM09 Mercedes PU106C Hybrid 1.6 V6 AUS
13
BAR
16
CHN
11
RUS
9
ESP
7
MON
3
CAN
10
EUR
3
AUT
17†
GBR
6
HUN
11
ALE
10
BEL
5
ITA
8
SIN
8
MAL
6
JAP
7
EUA
8
MEX
10
BRA
4
ABU
8
101
2017 Sahara Force India F1 Team Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1.6 V6 AUS
7
CHN
9
BAR
7
RUS
6
ESP
4
MON
13
CAN
5
AZE
Ret
AUT
7
GBR
9
HUN
8
BEL
17
ITA
9
SIN
5
MAL
6
JAP
7
EUA
8
MEX
7
BRA
9
ABU
7
100
2018 Sahara Force India F1 Team Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1.6 V6 AUS
11
BAR
16
CHN
12
AZE
3
ESP
9
MON
12
CAN
14
FRA
Ret
AUT
7
GBR
10
ALE
7
HUN
14
62
Racing Point Force India F1 Team BEL
5
ITA
7
SIN
16
RUS
10
JAP
7
EUA
8
MEX
Ret
BRA
10
ABU
8
2019 SportPesa Racing Point F1 Team Racing Point RP19 BWT Mercedes 1.6 V6 AUS
13
BAR
10
CHN
8
AZE
6
ESP
15
MON
12
CAN
12
FRA
12
AUT
11
GBR
17
ALE
Ret
HUN
11
BEL
6
ITA
7
SIN
Ret
RUS
7
JAP
8
MEX
13
EUA
10
BRA
9
ABU
7
10° 52
2020 BWT Racing Point F1 Team Racing Point RP20 BWT Mercedes 1.6 V6 AUT
6
EST
6
HUN
7
GBR
NP
70
NP
ESP
5
BEL
10
ITA
10
TOS
5
RUS
4
EIF
4
POR
7
EMI
6
TUR
2
BAR
18
SKR
1
ABU
Ret
125
2021* Red Bull Racing Honda Red Bull Racing RB16B Honda RA621H 1.6 V6 BAR
5
EMI
12
POR
4
ESP
5
MON
4
AZE
1
FRA
3
EST
4
AUT
6
GBR
16
HUN
Ret
BEL
19
PBS
8
ITA
5
RUS
TUR
JAP
EUA
CMX
SAO
AUS
ARA
ABU
5º* 118
Notas

* Temporada ainda em andamento.
† – O piloto não terminou a prova, mas foi classificado pois completou 90% da corrida.

Referências

  1. «Sergio Perez stats f1». statsf1 
  2. a b «RBR confirma Sergio Pérez no lugar de Alexander Albon para a temporada de 2021 da F1». Globoesporte.com. 18 de dezembro de 2020. Consultado em 18 de dezembro de 2020 
  3. Perez assina com a Sauber e será o primeiro mexicano na F-1 em 30 anos UOL Esporte
  4. ZANGIACOMO, Felipe. Pérez celebra primeiros pontos na F1[ligação inativa] Revista Racing
  5. «Mexicano tem concussão após acidente em Mônaco e passa noite no hospital». UOL Esporte. 28 de maio de 2011 
  6. «Perez lamenta erro no final, mas vibra com segundo lugar». Portal Terra. 25 de março de 2012 
  7. Perez soube administrar agressividade no GP do Canadá, elogia Ferrari Arquivado em 18 de junho de 2012, no Wayback Machine..Tazio. UOL. Publicado em 12 de junho de 2012.
  8. «Ferrari elogia autocontrole de Pérez». Tazio Autosport. UOL. 14 de junho de 2012. Consultado em 15 de junho de 2012. Arquivado do original em 18 de junho de 2012 
  9. «Grid de largada: GP da Itália 2012». UOL Esporte 
  10. «Pérez comemora mais um pódio conquistado na estratégia». TotalRace. 9 de setembro de 2012 [ligação inativa]
  11. «McLaren anuncia Pérez; Hamilton substitui Schumacher na Mercedes». Portal Terra. 28 de setembro de 2012 
  12. «Após assinar com McLaren, Pérez tem queda de rendimento». Portal Terra. 28 de novembro de 2012 
  13. «Force India anuncia contratação de Sergio Pérez». UOL Esporte. 12 de dezembro de 2013 
  14. «Sergio Pérez consigue el tercer lugar en el Gran Premio de Bahrein» (em espanhol). CNN México. 6 de abril de 2014 
  15. «Sergio Perez continues with Sahara Force India with multi-year contract» (em inglês). Sítio oficial Force India. 22 de novembro de 2014. Arquivado do original em 25 de novembro de 2014 
  16. «Pérez surpreende e conquista primeiro pódio no ano: "É ótimo estar de volta"». Globoesporte.com. 11 de outubro de 2015 
  17. «Racing Point: Lance Stroll and Sergio Perez confirmed for 2020 season». BBC. 30 de agosto de 2019. Consultado em 2 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2019 
  18. «Perez: Fighting for wins in 2022 or I'm out». planetf1.com. 20 de janeiro de 2020. Consultado em 11 de março de 2020. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2020 
  19. «Sergio Perez ruled out of British Grand Prix after testing positive for Covid-19 | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  20. «Pérez testa positivo para covid e é impedido de correr GP da Inglaterra». Globoesporte.com. 30 de julho de 2020. Consultado em 30 de julho de 2020 
  21. «Hülkenberg volta a substituir Sergio Pérez, agora no GP dos 70 anos da F1». istoe.com.br. 7 de agosto de 2020. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  22. «Nico Hulkenberg confirmed as Sergio Perez's replacement at Racing Point for the British Grand Prix». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 31 de julho de 2020. Cópia arquivada em 31 de julho de 2020 
  23. «F1: Pérez anuncia saída da Racing Point após temporada 2020 e deixa caminho livre para Vettel». motorsport.uol.com.br. 8 de setembro de 2020. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  24. «Pérez vibra com pódio e diz que pneus estourariam "em mais uma volta" na Turquia». Grande Prêmio. Consultado em 15 de novembro de 2020 
  25. «Perez decepcionado após abandono no Bahrein». F1 Mania. 29 de novembro de 2020. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  26. «F1: Pérez vence GP de Sakhir caótico com erros e azares da Mercedes». motorsport.uol.com.br/. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  27. Silva, Fernando (6 de junho de 2021). «Acidente de Verstappen no fim muda GP do Azerbaijão: Pérez vence e Vettel vai ao pódio». Grande Prêmio. Consultado em 6 de junho de 2021 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Sergio Pérez