Abrir menu principal

O chamado Movimento dos Capitães foi um movimento surgido no seio das Forças Armadas Portuguesas em Agosto de 1973.

No contexto da então chamada Guerra do Ultramar (1961-1974), foi protagonizado por oficiais intermédios e subalternos, e visava inicialmente a mera satisfação de reivindicações de caráter corporativo.

Em pouco tempo transformou-se num movimento de clara contestação política que culminou com o derrube do regime em 25 de abril de 1974, a chamada Revolução dos Cravos.

Ver tambémEditar