Rodrigo Caio

futebolista brasileiro

Rodrigo Caio Coquette Russo, mais conhecido apenas como Rodrigo Caio (Dracena, 17 de agosto de 1993), é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente joga no Flamengo.

Rodrigo Caio
Rodrigo Caio
Rodrigo Caio nos Jogos Olímpicos de 2016.
Informações pessoais
Nome completo Rodrigo Caio Coquette Russo
Data de nasc. 17 de agosto de 1993 (27 anos)
Local de nasc. Dracena (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
italiano
Altura 1,82 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Flamengo
Número 3
Posição zagueiro
Clubes de juventude
2004–2011 São Paulo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2018
2019–
São Paulo
Flamengo
0277 000(13)
00840000(5)
Seleção nacional3
2012
2014–2015
2015–2016
2016–
Brasil Sub-20
Brasil Sub-21
Brasil Sub-23
Brasil
0004 0000(1)
0005 0000(2)
0015 0000(1)
0005 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 01 de dezembro de 2020.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 13 de outubro de 2020.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Futebol

CarreiraEditar

São PauloEditar

InícioEditar

Rodrigo Caio nasceu em Dracena, começou sua carreira no futebol em 2005 aos 12 anos, nas categorias de base do São Paulo. Em seu período nas divisões de base, Rodrigo Caio conquistou o Bicampeonato Paulista (2007 e 2008) e Copa Nike (2007), todos na categoria Sub-15, e uma Copa São Paulo de Juniores, em 2010, na equipe formada por Lucas, Casemiro e Bruno Uvini.[1]

"Quando ainda estava na base, fiz quatro gols em um jogo contra a Ponte Preta. Na verdade foram três e o árbitro anulou outro", relembra Rodrigo Caio, se referindo a um jogo pelas categorias de base do São Paulo, em que atuou como zagueiro".[2]

ProfissionalEditar

2011Editar

Rodrigo Caio fez a sua estreia profissionalmente, ainda com 17 anos, na derrota por 5 a 0 para o arquirrival Corinthians, no Pacaembu, dia 26 de junho de 2011, pelo Brasileirão daquele ano, sob o comando do técnico Paulo César Carpegiani. Ainda no mesmo ano ele chegou a atuar em outras partidas entre os profissionais, incluindo a vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG por 2 a 1, dia 7 de setembro de 2011, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, jogo que ficou marcado por ser a milésima vez que o goleiro Rogério Ceni atuou com a camisa tricolor[3].

2012Editar

Seu bom desempenho o garantiu no elenco para a temporada de 2012, em que começou o ano atuando improvisado como lateral-direito em algumas oportunidades devido a uma contusão do então camisa 2, o paraguaio Iván Piris.[4]

2013Editar

Em 20 de março de 2013, Rodrigo Caio marcou seu primeiro gol entre os profissionais, diante do São Bernardo, em partida válida pelo Paulistão. O jovem, depois do jogo, acabou elogiado pelo treinador Ney Franco, que ao se referir à sua "sequência muito boa", valorizou sua boa fase.[5]

Em 15 de agosto marcaria seu segundo gol com a camisa Tricolor, desta vez no empate por 1 a 1 diante do Atlético-PR, pelo Brasileirão, gol este de origem conturbada, pois a arbitragem chegou a apontar impedimento do atacante Aloísio antes de validá-lo.[6]

Com as contusões de Édson Silva e Paulo Miranda, Rodrigo Caio, devido à falta de opções defensivas no elenco, passou a ser escalado como zagueiro e nem mesmo a chegada de Antônio Carlos fez com que o jovem de 20 anos perdesse a titularidade na retaguarda são-paulina. Assim sendo, Rodrigo recebeu elogios de Paulo Autuori, seu treinador, que destacou a disposição do seu camisa 7.[7]

Sua moral não foi abalada nem com a troca de treinadores. Mesmo com a chegada de Muricy Ramalho, em substituição a Autuori, Rodrigo Caio continuou sendo elogiado pela maturidade em campo, apesar da pouca idade, somente 20 anos.

Em 9 de outubro, após a vitória são-paulina sobre o Cruzeiro por 2 a 0, jogo válido pelo Brasileirão, o jovem teve sua inteligência destacada por Muricy, que completou dizendo que ela tem sido fundamental para que Rodrigo venha conseguindo se adaptar às diversas trocas de posições às quais vem se submetendo.[8]

2014Editar

Em 9 de março, Rodrigo Caio marcou o terceiro gol são-paulino no clássico diante do Corinthians, que o Tricolor venceu por 3 a 2.[9] Atuando com a camisa 7 desde o início de 2013, Rodrigo Caio, agora definitivamente zagueiro, à partir de 7 de julho de 2014, passou a usar a camisa 3[10].

Rodrigo Caio se lesionou diante do Criciúma, rompeu o ligamento do joelho, e voltou a campo apenas em 2015.[11]

2016Editar

Depois de um mau início de temporada, que culminou com a derrota tricolor diante dos bolivianos do The Strongest por 1 a 0, em pleno Pacaembu, Rodrigo Caio foi chamado por Rodrigo Gaspar, via Twitter, assessor da presidência são-paulina, de "jogador de condomínio".[12] No entanto, em 21 de fevereiro, quatro dias depois do resultado negativo na Copa Libertadores, Rodrigo Caio foi o autor do gol que garantiu o triunfo tricolor diante do Rio Claro.[13]

Em novembro, ciente do mau momento vivido pelo clube na temporada, na qual o Tricolor lutou mais contra o rebaixamento, no Brasileirão, Rodrigo expos que há, no grupo, falta de comprometimento, oriunda de atletas que não se unem para ajudar a equipe. Em suas próprias palavras: "Exemplo foi ontem (partida empatada por 1 a 1, contra o Grêmio, válida pela 35ª rodada do certame), ganhando o jogo não tivemos o controle do jogo, muitas vezes defendendo de uma forma não correta, muitas vezes os jogadores na frente da linha da bola, jogadores mal posicionados na frente, time desorganizado… Foi isso que aconteceu. Acabamos tomando gol por bobeira nossa."[14]

Na última partida da temporada de 2016, completou 200 jogos com a camisa do São Paulo.[15]

2017Editar

 
Rodrigo Caio disputando bola com Kayke no clássico ''San-São''.

O agora efetivamente zagueiro aprovou a vinda do goleiro Sidão, enfatizando que a concorrência entre este e os outros guarda-redes da equipe, Dênis e Renan, fará muito bem aos três", e as sondagens do São Paulo ao volante Cícero, com o qual jogou em 2012. Rodrigo também destacou que, a despeito de um 2016 que deixou a desejar, a equipe tricolor precisa "voltar a ser guerreiros" em 2017.[16]

Gesto fair play

Durante a partida de ida da semifinal do Campeonato Paulista de Futebol de 2017 - Série A1 contra o rival Corinthians, Rodrigo acidentalmente feriu o colega Renan Ribeiro ao tentar impedir a chegada do atacante . O árbitro da partida entendeu que o jogador alvinegro havia cometido a falta e puniu-o com um cartão amarelo, que tiraria o jogador corinthiano do jogo de volta na Arena Corinthians. Rodrigo então assumiu a culpa pelo lance ao juiz e o cartão foi cancelado. O gesto de fair play gerou muitos elogios por parte de torcedores e jogadores rivais, além de comentaristas.[17][18][19][20] Mas também repercutiu negativamente, principalmente entre os torcedores[21], dirigentes[22], jogadores[23] e o então técnico do São Paulo, Rogério Ceni[24], que o criticaram publicamente[25].

"Eu não sou um bonzinho, eu sou um cara justo e tento ser justo em todas as minhas atitudes. Na forma como eu penso, na forma como eu ajo, isso é uma criação minha. Dentro de campo eu procuro jogar duro, mas leal sempre".[26]
Rodrigo Caio, sobre o gesto de fair play no jogo contra o Corinthians.

Em 12 de novembro, em partida contra o Vasco da Gama, completou 250 jogos com a camisa do São Paulo, se tornando o jogador que mais vestiu a camisa do clube no atual elenco.[27]

2018Editar

Iniciou a temporada de 2018 como titular absoluto com o então técnico Dorival Junior, onde também foi cotado para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo, mas acabou ficando de fora da lista final. Com a demissão de Dorival Junior e a chegada de Diego Aguirre, somado a uma lesão em partida contra o Ceará que o deixou cinco meses afastado dos gramados, acabou perdendo espaço e se tornou a última opção para a zaga, chegando a jogar algumas partidas como lateral direito.[28]Após a demissão de Aguirre, deu uma entrevista polêmica criticando o treinador uruguaio, além de dizer que se tornou menos são paulino, fato que deixou o clima insustentável para permanecer no clube.[29]

Após ser liberado pelo São Paulo para procurar um novo clube, chegou a fazer exames médicos para assinar com o Barcelona, que acabou preferindo contratar o colombiano Jeison Murillo.[30]

FlamengoEditar

Em 29 de dezembro de 2018, assinou por cinco temporadas com o Flamengo, que pagou cerca de 5 milhões de euros por 45% dos direitos econômicos do jogador.[31]

Fez seu primeiro gol com a camisa do clube no dia 29 de janeiro de 2019, na partida contra o Boavista, no Maracanã, válida pela 4a rodada do Cariocão daquele ano[32].

Seleção BrasileiraEditar

Sub-20Editar

Rodrigo Caio recebeu sua primeira convocação para a Seleção Brasileira em 2012, quando foi chamado pelo técnico Ney Franco para integrar o grupo Sub-20 que disputou o torneio Quadrangular Internacional na Argentina, entre 28 e 30 de junho, na cidade de Resistência, na província de Chaco. A competição contou com Brasil, Argentina, Chile e Uruguai e serviu de preparação para o Sul-Americano de 2013. Após passar pelo Uruguai na primeira partida, o Brasil chegou à decisão contra a Argentina e venceu por 1 a 0, gol do próprio Rodrigo Caio.[33] Após o torneio a equipe realizou dois amistosos contra o Paraguai e Rodrigo Caio foi convocado para ambos os jogos.[34]

Sub-21Editar

Em junho de 2014, Rodrigo Caio, atuando como volante, foi campeão e eleito o Melhor Jogador do Torneio de Toulon, realizado na cidade homônima no sul da França. Segundo o jovem atleta: "Foi uma emoção muito grande vestir a camisa da Seleção, porque é uma sensação única. Estou muito feliz pela oportunidade, principalmente com a conquista, e levarei essa experiência para sempre comigo."[35] Devido ao destaque, Rodrigo acabou sendo mencionado pela imprensa inglesa, mais detalhadamente pelo jornal Daily Mail, que viu o são-paulino "se parecer com Kaká, mas jogar como Dunga."[36][37]

Sub-23Editar

 
Rodrigo Caio pela Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016.

Titular desde o início do ciclo para a disputa dos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 atuando como volante, Rodrigo Caio, efetivado como zagueiro no São Paulo, mudou-se para a zaga também na Seleção, onde atuou ao lado de Marquinhos, que só sofrera apenas 1 gol na conquista inédita da medalha de ouro no futebol masculino na história do país.[38]

PrincipalEditar

Presente na Pré-Lista de Dunga[39], Rodrigo Caio foi convocado no dia 5 de maio de 2016 para a Copa América Centenário. No dia 29 de maio de 2016, Rodrigo Caio estreou contra o Panamá, pela Copa América, entrando ao decorrer no lugar de Renato Augusto.

Foi convocado para os últimos amistosos antes da Copa do Mundo FIFA de 2018, contra Rússia e Alemanha. Apesar da esperança de ir à Copa da Rússia de 2018, Rodrigo Caio não integrou a lista dos 23 convocados, ficando apenas na lista de suplentes, com 12 nomes, os quais podem ser chamados apenas em caso de contusão no grupo principal. O zagueiro chegou a recusar propostas do futebol espanhol, acreditando que seu trabalho no São Paulo lhe daria maior visibilidade, mas a boa fase de Pedro Geromel fez com que o são-paulino acabasse preterido pelo gremista.[40]

Retornou a Seleção Brasileira no dia 20 de setembro de 2019 para os amistosos contra Senegal e Nigéria.[41]

No dia 18 de setembro de 2020, foi convocado para as partidas contra Bolívia e Peru, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2022.[42] Atuou na vitória por 4 a 2 contra o Peru, no dia 13 de outubro de 2020, ao entrar no lugar do lesionado Marquinhos.[43]

EstatísticasEditar

Até 01 de dezembro de 2020.

ClubesEditar

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
São Paulo
2011
8
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
8
0
0
2012
7
0
1
3
0
0
1
0
0
9
0
0
20
0
1
2013
36
3
2
0
0
0
10
0
1
18
1
0
64
4
3
2014
8
0
0
4
0
0
0
0
0
14
1
0
26
1
0
2015
24
1
0
5
0
0
3
0
0
4
0
0
36
1
0
2016
20
1
0
1
1
0
12
0
1
13
2
0
46
4
1
2017
33
0
0
6
0
0
2
0
0
13
1
0
54
1
0
2018
6
0
0
6
1
0
1
0
0
10
1
0
23
2
0
Total 142 5 3 25 2 0 29 0 2 81 6 0 277 13 5
Flamengo
2019
27
2
1
4
1
0
12
1
0
17
1
0
60
5
0
2020
9
0
0
0
0
0
4
0
0
8
0
0
21
0
0
Total 36 2 1 4 1 0 16 1 0 25 1 0 81 5 0
Total na Carreira 178 7 4 29 3 0 45 1 2 106 7 0 357 18 5

Gols Pelo FlamengoEditar

# Data Estádio Adversário Placar (Gol) Resultado Final Campeonato Estilo Ref.
01 29/01/2019 Maracanã, Rio de Janeiro-RJ Boavista Fla 3 x 1 Boavista Fla 3 x 1 Boavista Campeonato Carioca Cabeçada [32]
02 26/05/2019 Maracanã, Rio de Janeiro-RJ Atlético Paranaense Fla 3 x 2 Athletico Fla 3 x 2 Athletico Campeonato Brasileiro Cabeçada [44]
03 04/06/2019 Maracanã, Rio de Janeiro-RJ Corinthians Fla 1 x 0 Corinthians Fla 1 x 0 Corinthians Copa do Brasil Chute [45]
04 23/10/2019 Maracanã, Rio de Janeiro-RJ Grêmio Flamengo 5 x 0 Grêmio Flamengo 5 x 0 Grêmio Copa Libertadores Cabeçada
05 31/10/2019 Estádio Serra Dourada, Goiânia-GO Goiás Goiás 0 x 2 Flamengo Goiás 2 x 2 Flamengo Campeonato Brasileiro Chute

Seleção BrasileiraEditar

Abaixo estão listados todos jogos, gols e assistências do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-20

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2012 4 1 0 0,25
Total 4 1 0 0,25

Sub-21

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2014 5 2 0 0,4
Total 5 2 0 0,4

Sub-23 (Olímpico)

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2015 6 0 2 0
2016 9 1 0 0,11
Total 15 1 2 0,06

Principal

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2016 1 0 0 0
2017 3 0 1 0
2020 1 0 0 0
Total 5 0 1 0

TítulosEditar

ClubesEditar

São Paulo
Flamengo

Seleções BrasileirasEditar

Seleção Brasileira Sub-20
  • Quadrangular Internacional Sub-20: 2012
Seleção Brasileira Sub-21
Seleção Brasileira Sub-23

Conquistas IndividuaisEditar

Referências

  1. «Rodrigo Caio nega perfil 'mimado' e diz ter sofrido preconceito na base». UOL esporte. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  2. «Perfil/Rodrigo Caio». SPFC. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  3. «Surpresa da festa de Ceni, Rodrigo Caio divide méritos com Carpegiani». Lancenet. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  4. «Leão surpreende e escala Rodrigo Caio na lateral direita». Lancenet. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  5. «Rodrigo Caio valoriza insistência após 1º gol como profissional». gazeta esportiva. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  6. «Atlético-PR arranca empate e aumenta sofrimento são-paulino». Terra esporte. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  7. «Versátil, Rodrigo Caio ganha elogios de Paulo Autuori». estadão. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  8. «Após vitória, Muricy Ramalho exalta rendimento de Maicon e Rodrigo Caio». Globoesporte. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  9. «São Paulo faz dois gols contra, mas supera Corinthians e longo jejum». Gazeta esportiva. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  10. Paulo, Por GloboEsporte comSão. «Kaká é o 8, Rodrigo Caio vira camisa 3: a nova numeração do São Paulo». globoesporte.com. Consultado em 17 de maio de 2020 
  11. «Com ruptura em ligamento do joelho, Rodrigo Caio passará por cirurgia». globo.com. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  12. Assessor de presidente chama Michel Bastos e Milton Cruz de 'erva daninha'
  13. Após semana tensa, Rodrigo Caio marca, e São Paulo vence na volta de Lugano
  14. Rodrigo Caio aprova “limpa geral” e vê falta de comprometimento no time
  15. «Goleada para celebrar uma marca especial». Site oficial do São Paulo FC. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  16. Rodrigo Caio aprova reforços, elogia Cícero e pede São Paulo guerreiro
  17. «Rodrigo Caio se acusa a juiz, que tira cartão de Jô no clássico paulista; veja vídeos». Globo Esporte. Grupo Globo. 16 de abril de 2017. Consultado em 17 de abril de 2017 
  18. Meligeni, Felipe (17 de abril de 2017). «Rodrigo Caio pegou o cartão amarelo do juiz e deu em todos nós». ESPN Brasil. ESPN International. Consultado em 17 de abril de 2017 
  19. Lopes, Pedro (17 de abril de 2017). «Gesto repercute, mas R. Caio e SP descartam levantar bandeira de fair play». UOL Esporte. Grupo Folha. Consultado em 17 de abril de 2017 
  20. «Mundo do futebol se curva ao fair play de Rodrigo Caio contra o Corinthians». UOL Esporte. Grupo Folha. 17 de abril de 2017. Consultado em 17 de abril de 2017 
  21. espn.com.br/ Rodrigo Caio pegou o cartão amarelo do juiz e deu em todos nós
  22. globoesporte.globo.com/ Criador da expressão "jogador de condomínio" é novo diretor administrativo do São Paulo
  23. esporte.uol.com.br/ Rodrigo Caio se decepciona com o São Paulo
  24. veja.abril.com.br/ Rogério Ceni ironiza Tite e Rodrigo Caio sobre fair play
  25. espn.com.br/ O problema é de Rodrigo Caio. E só dele
  26. foxsports.com.br/ Rodrigo Caio manda recado para torcida do Flamengo: "Não sou bonzinho"
  27. «No Rio, Rodrigo Caio completará 250 jogos pelo clube: "Honrado"». saopaulofc.net. 12 de novembro de 2017. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  28. «Rodrigo Caio fala sobre "geladeira" no SP de Aguirre: "Dos piores momentos da carreira"». Ogol. 23 de novembro de 2018 
  29. «Rodrigo Caio detona Aguirre e diz que não é mais tão são-paulino». Lancenet. 4 de dezembro de 2018 
  30. «Rodrigo Caio fez exames no Barcelona, mas Murillo foi o eleito». maisfutebol.iol.pt. 28 de dezembro de 2018 
  31. «Flamengo anuncia contratação de Rodrigo Caio, primeiro reforço da gestão Landim». Globoesporte. 29 de dezembro de 2018. Consultado em 29 de dezembro de 2018 
  32. a b espn.com.br/ Flamengo bate Boavista com 1º gol de Rodrigo Caio e se garante na semi da Taça Guanabara
  33. «Com gol de Rodrigo Caio, Seleção Sub-20 vence torneio na Argentina». SPFC. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  34. «Com três atletas do Grêmio, seleção sub-20 é convocada para amistosos». GloboEsporte.com. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  35. «Destaque em Toulon, Rodrigo Caio celebra título: "Emoção grande"». Gazetaesportiva. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  36. «England U20 1-2 Brazil U20: Gareth Southgate's Young Lions taught lesson by Samba boys in Toulon». Dailymail (em inglês). Consultado em 11 de Junho de 2015 
  37. «Ingleses exaltam Rodrigo Caio: parece Kaká e joga como Dunga». Terra esportes. Consultado em 11 de Junho de 2015 
  38. «Brasil x Alemanha - Jogos Olímpicos - Futebol masculino 2016-2016». globoesporte.com. Consultado em 17 de maio de 2020 
  39. Janeiro, Por GloboEsporte comRio de. «Sem Neymar e David Luiz, Dunga põe Ganso em pré-lista da Copa América». globoesporte.com. Consultado em 17 de maio de 2020 
  40. Rodrigo Caio, do São Paulo, está na lista de suplentes da seleção brasileira para a Copa
  41. «Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria». Globoesporte. Consultado em 17 de maio de 2020 
  42. «Tite 'banca' convocação de Rodrigo Caio para a seleção: 'Merece pelo desempenho e pela conduta'». ESPN.com. 18 de setembro de 2020. Consultado em 29 de outubro de 2020 
  43. «Peru 2 x 4 Brasil - Eliminatórias da Copa - América do Sul rodada 2 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 29 de outubro de 2020 
  44. globoesporte.globo.com/ Vira-vira no Maraca: com dois gols no fim, Flamengo vence Athletico-PR e volta ao G-6
  45. lance.com.br/ Corinthians pressiona, mas com gol de Rodrigo Caio, Flamengo vence e avança na Copa do Brasil
  46. «Com seis jogadores, Flamengo domina seleção do Campeonato Carioca». Globoesporte. Consultado em 21 de abril de 2019 
  47. globoesporte.globo.com/ Gabigol, do Flamengo, é eleito craque do Campeonato Carioca; veja seleção
  48. globoesporte.globo.com/ Flamengo domina, e Athletico tem dois representantes na seleção do Brasileirão 2019; veja os 11
  49. La Conmebol reveló el equipo ideal de la Copa Libertadores 2019 y encendió la polémica en las redes
  50. Jornal argentino questiona time da Libertadores 100% Flamengo
  51. globoesporte.globo.com/ Flamengo divide Seleção da América em 2019 com o River Plate; Everton é o intruso

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons
  Categoria no Wikinotícias