Eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2010

As eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2010 aconteceram nas eleições federais, no Brasil, em 3 de outubro e em 31 de outubro. Os candidatos oficializados, ao todo, foram: Sérgio Cabral Filho (PMDB), Fernando Gabeira (PV), Fernando Peregrino (PR), Eduardo Serra (PCB), Jefferson Moura (PSOL), Cyro Garcia (PSTU). Os dois partidos que disputam a Presidência da República desde 1994, não lançaram candidaturas oficiais ao governo estadual fluminense, mas fizeram chapas com os dois principais candidatos: o PT aderiu à coligação Juntos pelo Rio para apoiar a candidatura de Cabral, enquanto o PSDB aderiu à coligação Rio Esperança para apoiar a candidatura de Gabeira.

2006 Brasil 2014
Eleições estaduais no  Rio de Janeiro em 2010
3 de outubro de 2010
(Decisão em primeiro turno)
Sergiocabral2006.jpg Fernando Gabeira no Fronteiras do Pensamento Santa Catarina 2012 (8213758806).jpg
Candidato Sérgio Cabral Filho Fernando Gabeira
Partido PMDB PV
Natural de Rio de Janeiro, RJ Juiz de Fora, MG
Vice Pezão Márcio Fortes
Votos 5.217.972 1.632.671
Porcentagem 66,08% 20,68%
Eleição para governador do Rio de Janeiro em 2010-2.PNG
Resultado da eleição por cidades.


Brasão do estado do Rio de Janeiro.svg
Governador do Rio de Janeiro

Ao Senado Federal Brasileiro, os candidatos foram: Heitor Fernandes (PSTU), Claiton Coffy (PSTU), Wladimir Mutt (PCB), Cesar Maia (DEM), Marcelo Cerqueira (PPS), Waguinho (PTdoB), Carlos Dias (PTdoB), Milton Temer (PSOL), Marcelo Crivella (PRB), Jorge Picciani (PMDB) e Lindberg Farias (PT). O ex-prefeito Lindberg foi eleito com 4.213.749 votos (28,65% dos votos válidos) e o senador Crivella também foi eleito com 3.332.886 votos (22,66%), deixando pra trás figuras que ocuparam cargos mais importantes anteriormente, como o ex-deputado federal e presidente da Alerj Jorge Picciani e o ex-prefeito Cesar Maia, respectivamente 3º e 4º colocados.[1]

O candidato Sérgio Cabral conseguiu sua reeleição e tornou-se o primeiro Governador do Rio de Janeiro a servir um mandato de mais de 4 anos contínuos desde Amaral Peixoto, em 1945. Com 7.895.935 votos válidos no total, Cabral conquistou 66,08% destes, conqusitando a eleição diretamente no primeiro turno, deixando uma larga vantagem sobre seus adversários: Fernando Gabeira conseguiu 20,68% dos votos e Fernando Peregrino conseguiu 10,81%, enquanto os outros candidatos, somados, conquistaram 2,43% dos votos. A grande quantidade de votos de governador é creditada ao seu programa de governo que melhorava prioritariamente a segurança pública, com o sistema das Unidades de Polícia Pacificadoras (UPP) nas principais favelas do estado.[1]

Governador e Vice-governadorEditar

No geral, as regras para as eleições presidenciais também se aplicam às estaduais. Isto é, as eleições têm dois turnos, se nenhum dos candidatos alcança maioria absoluta dos votos válidos, um segundo turno entre os dois mais votados acontece. Todos os candidatos com cargos executivos devem renunciar até 3 de abril, para poderem disputar.

Resultados do 1º Turno das Eleições no Rio de Janeiro - 2010
Porcentagem(%)
Sérgio Cabral
  
66,08%
Gabeira
  
20,68%
Fernando Peregrino
  
10,81%
Jefferson Moura
  
1,67%
Cyro Garcia
  
0,62%
Eduardo Serra
  
0,14%
Resultados do 1º Turno das Eleições para Senador no Rio de Janeiro - 2010
Porcentagem(%)
Lindberg
  
28,65%
Marcelo Crivella
  
22,66%
Jorge Picciani
  
20,73%
César Maia
  
11,06%
Waguinho
  
8,81%
Milton Temer
  
3,65%
Marcelo Cerqueira
  
2,66%
Carlos Dias
  
1,23%
Heitor
  
0,23%
Wladimir Mutt
  
0,17%
Claiton
  
0,16%

Definição de candidatosEditar

Chapa do PSTUEditar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Governador PSTU 16 Cyro Garcia  
Vice-Governador PSTU - Miguel Malheiros
Senador PSTU 161 Heitor Fernandes Filho  
Primeiro suplente PSTU - Zeca do PSTU
Segundo suplente PSTU - Dirley
Senador PSTU 162 Claiton Coffy  
Primeiro suplente PSTU - Carlos Alberto
Segundo suplente PSTU - Katinha Ferreira


Chapa do PCBEditar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Governador PCB 21 Eduardo Serra  
Vice-Governador PCB - Paulo Oliveira
Senador PCB 211 Wladimir Mutt  
Primeiro suplente PCB - Isnard Barrocas
Segundo suplente PCB - Dinarco Reis


Coligação Rio EsperançaEditar

A chapa do PV é composta por apenas 4 partidos: DEM, PSDB e PPS.

Lista de candidatos a deputado estadual em 2010Editar

O Rio de Janeiro Pode Mais (PPS-DEM-PSDB) / Rio Esperança (PPS-DEM-PV-PSDB)Editar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Governador PV 43 Fernando Gabeira  
Vice-Governador PSDB - Márcio Fortes
Senador DEM 251 César Maia  
Primeiro suplente PSDB - Ronaldo Cezar Coelho
Segundo suplente DEM - Betinho Batista
Senador PPS 233 Marcelo Cerqueira
Primeiro suplente PSDB - Glauco Lopes
Segundo suplente PPS - Denise Iskin


Coligação A Força do PovoEditar

A chapa do PR é composta por apenas três partidos: PT do B e PRB.

Lista de candidatos a deputado estadual em 2010Editar

Partido da República (PR)Editar

Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB)Editar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Governador PR 22 Fernando Peregrino  
Vice-Governador PR - David Cabral
Senador PTdoB 707 Waguinho  
Primeiro suplente PTdoB - Allan Pereira
Segundo suplente PTdoB - Nilson de Almeida
Senador PTdoB 700 Carlos Dias  
Primeiro suplente PTdoB - Ney Botafogo
Segundo suplente PTdoB - Marcelo Borges


Chapa do PSOLEditar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Governador PSOL 50 Jefferson Moura  
Vice-Governador PSOL - Flávio Serafini
Senador PSOL 500 Milton Temer  
Primeiro suplente PSOL - Zé da Lata
Segundo suplente PSOL - Gilberto Mesquita


Chapa do PRBEditar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Senador PRB 100 Marcelo Crivella  
Primeiro suplente PRB - Eduardo Lopes
Segundo suplente PRB - Pastor Monteiro de Jesus


Coligação Juntos pelo RioEditar

A chapa do PMDB é composta por 16 partidos: PP, PDT, PT, PTB, PSL, PTN, PSC, PSDC, PRTB, PHS, PMN, PTC, PSB, PRP e PCdoB.

Lista de candidatos a deputado estadual em 2010Editar

Unidos pelo Rio (PP-PMDB-PSC)Editar

Trabalho e Fé (PTB-PSDC)Editar

Frente de Mobilização Socialista (PMN-PSB)Editar

Cargo Partido Número Nome Imagem
Governador PMDB 15 Sérgio Cabral Filho  
Vice-Governador PMDB - Pezão
Senador PMDB 155 Jorge Picciani  
Primeiro suplente PDT - Carlos Correia
Segundo suplente PSC - Everaldo Pereira
Senador PT 131 Lindberg Farias  
Primeiro suplente PDT - José Bonifácio
Segundo suplente PT - Emir Sader


ResultadosEditar

 
Anthony Garotinho foi o deputado federal mais votado da história do Rio de Janeiro com quase 700 mil votos.

Deputados eleitosEditar

Referências

  1. a b c Universo Online Apuração de votos e candidatos eleitos (1º turno). Resultados à governador no Rio de Janeiro. Acessado em 04 de outubro de 2010.
  2. O Estado de S. Paulo. «Gabeira lança candidatura ao governo do Rio». 23 de maio de 2010. Consultado em 31 de outubro de 2010 
  3. iG. «Com Temer, Cabral inaugura obra e oficializa candidatura no Rio». 2 de junho de 2010. Consultado em 31 de outubro de 2010 
  4. iG. «Garotinho desiste de candidatura ao governo do Rio de Janeiro». 30 de junho de 2010. Consultado em 31 de outubro de 2010 
  5. O Globo. «PSOL oficializa a candidatura de Jefferson Moura para governo do Rio». 22 de junho de 2010. Consultado em 31 de outubro de 2010 
  6. PSTU Rio. «Candidatura de Cyro Garcia ao Governo do Estado é confirmada em Convenção». 19 de junho de 2010. Consultado em 31 de outubro de 2010 
  7. Tribunal Superior Eleitoral. «Divulgação de Candidaturas 2010». Consultado em 31 de outubro de 2010. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  8. Terra eleições: Resultados à deputado federal. Acessado em 8 de abril de 2011.
  9. Terra eleições: Resultados à deputado estadual. Acessado em 20 de maio de 2011.