Inspetor Max

Inspetor Max (anteriormente Inspector Max) é uma série televisiva portuguesa criada por Virgílio Castelo e pelas Produções Fictícias, transmitida pela TVI e também pela TVI Ficção.

Inspetor Max
Informação geral
Formato série
Género Policial
Duração ± 50 min.
Criador(es) Virgílio Castelo
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Carlos Neves, Atíllio Riccó, Rodrigo, José António Loureiro
Produtor(es) Produções Fictícias
Elenco Fernando Luís
Rui Santos
Ruy de Carvalho
Exibição
Emissora original TVI
Transmissão original 14 de março de 2004 – presente
Temporadas 6
Episódios 143 (lista de episódios)

Criada em 2003, a série policial estreou a 14 de março de 2004.[1] Dado o grande êxito que alcançou a 1.ª temporada, a TVI decidiu apostar numa 2.ª temporada, que estreou a 13 de março de 2005. A produção terminou a 5 de março de 2006, com um total de 104 episódios.

Em 2016, a TVI renovou a série para uma 3ª e 4ª temporada com 13 episódios cada e com novos atores, mantendo-se quase todos os mesmos personagens principais das anteriores temporadas.

Em 2017, a TVI anunciou que renovou a série para uma 5ª e 6ª (e última) temporada, com um total de 13 episódios divididos pelas duas temporadas. A 5.ª temporada estreou a 23 de fevereiro de 2019, e os seus restantes 5 episódios foram emitidos de segunda a sexta, terminando a 5 de abril. Na semana seguinte, estreou a 6.ª temporada a 8 de abril, sendo interrompida ainda na mesma semana a 12 de abril ao fim de 4 episódios, ficando os 3 episódios restantes por emitir. Quase 4 anos depois, o primeiro desses três episódios é emitido no primeiro dia do ano de 2023.

É uma série pautada pelo mistério e pela resolução de casos de polícia.

Locais das FilmagensEditar

Na 1.ª temporada os exteriores da Polícia Judiciária são gravados nas instalações do DIC (Departamento de Investigação Criminal) da PJ de Setúbal, ao lado da Igreja da Boa Hora. O exterior da casa do inspector Jorge Mendes é gravado numa casa na serra da Arrábida. As outras cenas são gravadas no distrito de Setúbal.

Na 2.ª temporada os exteriores do DECC, são gravados na entrada do ITQB (Instituto de Tecnologia Química e Biológica), no interior da Estação Agronómica Nacional, em Oeiras. As cenas exteriores da casa são gravadas no mesmo local da 1.ª temporada. As outras cenas exteriores são gravadas nos concelhos de Setúbal e Oeiras.

SinopseEditar

1ª temporadaEditar

Tem como história um cão chamado "Max", que é encontrado pelos dois filhos do inspetor Jorge Mendes (Fernando Luís),este que é um homem solitário, cuja mulher morreu, quando os filhos ainda eram pequenos, em virtude de um despiste de automóvel.

Jorge trabalha no DIC de Setúbal, Departamento de Investigação Criminal, na 1.ª temporada.

2ª temporadaEditar

Na 2.ª temporada a equipa bem sucedida do DIC de Setúbal foi convidada para ir para o DECC (Departamento Especial de Combate ao Crime). A chefe do departamento, Graça Madureira (Fátima Belo), depois de alguns casos resolvidos no DECC foi convidada a integrar a Interpol. O lugar de chefe é ocupado por Teresa Henriques (Sílvia Rizzo). Max, Jorge e Sérgio, o melhor amigo e parceiro de Jorge, constituem o trio vitorioso.

3ª temporada/4ª temporadaEditar

Anos depois de colaborar com o Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária, o velho Inspetor Max reformou-se, já depois de ter sido pai de uma ninhada de cachorros da qual a família Mendes adotou um elemento ao qual deu o nome de Max Júnior. Em dez anos, a própria família mudou bastante já que Jorge Mendes (Fernando Luís) se casou com Joana (Patrícia Tavares), uma jovem e brilhante advogada, com quem teve um filho, Manuel. Joana entrou assim na vida e na casa dos Mendes acompanhada de Francisca, a sua filha de uma relação anterior. Uma miúda rebelde cuja entrada num ambiente familiar amplo não está a ser fácil, sobretudo com a chegada da adolescência. O Avô João (Ruy de Carvalho), que mora agora num apartamento próprio para dar mais “espaço” à nova família, mantém uma relação divertida, “de gato e rato”, com Lucinda, a nova empregada a tempo inteiro de casa, uma mulher muito positiva e animada. Já os filhos de Jorge, Tiago e Catarina Mendes, estão com vinte e poucos anos e abraçaram o legado do pai de corpo e alma: Catarina estudou ciências criminais em Inglaterra, já Tiago terminou o curso de Direito, ingressando de imediato na Polícia Judiciária Portuguesa. Quem não teve uma vida fácil foi o Inspetor Sérgio Calado (Rui Santos), que atravessa um período pessoal conturbado após o seu segundo divórcio, desta vez com Elsa Xavier (Gabriela Barros), uma médica com quem tem uma relação difícil de (ainda) amor e ódio. O Sérgio é agora o Inspetor-Chefe do DIC, respondendo perante Jorge, mas comandando em campo os Inspetores da Brigada. O Departamento de Investigação Criminal, conta ainda com dois Inspetores que são a nata da investigação criminal portuguesa: Lena Ribeiro, uma mulher de ação e dona de um humor negro que não hesita utilizar em qualquer situação e Jaime Silva (José Carlos Pereira), perito em informática e Taekwondo. A trabalhar em ligação estreita com os Inspetores, temos o Laboratório Científico do Departamento de Investigação Criminal, chefiado pela Dr.ª Vera (Maura Faial), uma mulher bastante perspicaz, que mantém algum mistério acerca da sua vida pessoal e do seu passado.

5ª temporada/6ª temporadaEditar

Estreou a 23 de fevereiro de 2019 e foi interrompida no dia 12 de abril do mesmo ano.

SérieEditar

1.ª produçãoEditar

ResumoEpisódiosOriginalmente exibido
Estreia da temporada Final da temporada
15214 de março de 2004 (2004-03-14)6 de março de 2005 (2005-03-06)
25213 de março de 2005 (2005-03-13)5 de março de 2006 (2006-03-05)

2.ª produçãoEditar

ResumoEpisódiosOriginalmente exibido
Estreia da temporada Final da temporada
31324 de dezembro de 2016 (2016-12-24)17 de junho de 2017 (2017-06-17)
4132 de julho de 2017 (2017-07-02)24 de setembro de 2017 (2017-09-24)

3.ª produçãoEditar

ResumoEpisódiosOriginalmente exibido
Estreia da temporada Final da temporada
5623 de fevereiro de 2019 (2019-02-23)5 de abril de 2019 (2019-04-05)
6748 de abril de 2019 (2019-04-08)12 de abril de 2019 (2019-04-12)
31 de janeiro de 2023 (2023-01-01)ASA

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem Temporadas
1 2 3 4 5 6
Fernando Luís Jorge Mendes Principal
Rui Santos Sérgio Calado Principal
Ruy de Carvalho João Ferreira Principal
Afonso Maló Tiago Mendes Principal Does not appear
Isaac Alfaiate Does not appear Principal
Sara Butler Catarina Mendes Principal Does not appear
Mariana Marques Guedes Does not appear Principal
Sandra Celas Júlia Pinto Lopes Principal Does not appear
Manuela Cassola Justina Principal Does not appear
Philippe Leroux Edgar Lobo Participação Principal Does not appear
Quimbé António Alves Participação Principal Does not appear
António Pedro Cerdeira Alexandre Principal Does not appear
Fátima Belo Graça Madureira Principal Participação Does not appear
Sílvia Rizzo Teresa Henriques Does not appear Principal Participação Does not appear
Diogo Ferreira Vasco Does not appear Principal Does not appear
Bárbara Norton de Matos Sílvia Nunes Does not appear Principal Does not appear
Henrique Viana Antunes Does not appear Principal Does not appear
Alexandre de Sousa Virgílio Assunção Soares Does not appear Principal Does not appear
Rita Salema Lucinda Does not appear Principal
José Carlos Pereira Jaime Silva Does not appear Principal
Patrícia Tavares Joana Freitas Mendes Does not appear Principal
Gabriela Barros Elsa Xavier Does not appear Principal
Madalena Brandão Helena Ribeiro Does not appear Principal Does not appear
Maura Faial Vera Lucas Does not appear Principal
Vera Pimentel Francisca Freitas Does not appear Principal
André Carvalho Manuel Mendes Does not appear Principal
Ana Varela Sofia Oliveira Does not appear Principal

CuriosidadesEditar

  • Inspetor Max é baseada na série Austríaca/Italiana, Rex, O Cão Polícia (título original: Kommissar Rex) que está no ar desde 1994 e que em Portugal é transmitida pela SIC.
  • No primeiro episódio da primeira série, existe uma pequena paródia ao filme E.T., de Steven Spielberg. Numa cena, Catarina, a filha do inspetor Jorge Mendes esconde o cão Max dentro do seu quarto, no armário, onde tinha bonecos de peluche, para que o pai não o visse. De noite, Jorge visita-a no quarto e, abre o armário e, não repara no cão por este estar no meio dos peluches; tal como no filme fez Elliot para esconder o E.T. da mãe. O crossover torna-se evidente, pois outra personagem da série invoca a expressão E.T.
  • Os atores secundários da primeira série entraram na segunda série com papéis diferentes. Inclusive dois casos relevantes: a atriz Sílvia Rizzo interpretou um papel especial na primeira série, e, voltou com um papel principal na segunda. Luís Mascarenhas, interpretando um papel não principal, mas regular na primeira série, teve apenas uma participação especial na segunda.
  • O tipo de personagem interpretada por Fernando Luís, foi muito semelhante a outra que interpretara pouco antes, na telenovela Médico de Família, exibida na SIC. Nesta última, Fernando interpretava também o papel principal, um médico, também pai jovem, recém viúvo, com mais que um filho menor para criar e, auxiliado por outro membro da família, mais velho.
  • O Max era feito por quatro cães diferente, porém da mesma raça. Inclusive algumas cenas tinham de ser feitas por mais que um cão ao mesmo tempo, efeito que a montagem disfarçava. Num dos casos, presente em vários episódios, torna-se clara a mudança, pois numa cena aparece um cão com manchas negras na pelagem, o cão mais vulgar e, na cena seguinte um cão com a pelagem toda castanho-claro. Inclusive o enredo dum episódio da primeira série faz com que dois dos cães apareçam juntos na mesma cena e, mais, que nessa mesma cena briguem.
  • As cenas em que o Max atacava alguém para imobilizar eram assistidas por treinadores especializados, além de serem ensaiadas vezes sem conta previamente. O que o cão mordia não era o braço ou a perna do ator, mas sim, um invólucro de borracha colocado no sítio onde era previsto morder. Quando o Max deitava alguém ao chão, ele apenas dava um toque no ator e, ele movia-se na posição prevista no guião. O resultado que aparece em cada episódio é feito por técnicas de aceleração/distorção de imagem da câmara.
  • Na segunda série, o cenário utilizado para o interior do DECC é o mesmo bloco pré-fabricado polivalente situado na Venda do Pinheiro, construído inicialmente para albergar os concorrentes do Big Brother, em 2000, e em 2011, é utilizado para albergar os concorrentes da Casa dos Segredos. A "sala de interrogatórios" do Inspetor Max era o confessionário do Big Brother. Durante o período de ausência de reality-shows, o complexo foi utilizado como cenário a produções da TVI.
  • O edifício que serve de fachada exterior do DECC é o ITQB (Instituto de Tecnologia Química e Biológica), em Oeiras.
  • Os casos relatados em cada episódio foram baseados em casos verídicos. A equipa de atores teve instrução junto de inspetores verdadeiros da PJ.
  • Em 2010, a RTP1 exibiu uma série do mesmo tipo, Cidade Despida. A principal diferença entre as duas séries é a de que o Inspetor Max foi direcionado para o público mais jovem, com uma componente folclórica e infantil muito grande. Cidade Despida mostrou os crimes mais a fundo, querendo mostrar o verdadeiro trabalho da Polícia Judiciária, sendo uma série mais direcionada para adultos. Porém existe uma semelhança evidente: Ambas as séries procuram focalizar a capacidade que a mulher tem para chefiar uma brigada da PJ.
  • Esta série tem sido retransmitida inúmeras vezes na TVI ao domingo, quando termina volta a ser novamente transmitida, sempre ao domingo, antes da transmissão da missa dominical.
  • As músicas que acompanham cenas de suspense já haviam sido usadas para cenas do mesmo género na telenovela Sonhos Traídos, exibida cerca de 2 anos antes na TVI e, na telenovela Ninguém Como Tu, exibida ao mesmo tempo.

AudiênciasEditar

O primeiro episódio de Inspetor Max foi transmitido no dia 14 de Março de 2004, pelas 21h50, tendo obtido uma audiência média de 14,4% e um share de audiência de 36,2%.[2]

O regresso de Inspetor Max com o Especial de Natal - Tudo em Família fez deste programa o mais visto do dia. A estreia da terceira temporada conquistou os telespectadores e conquistou 1 milhão e 50 mil portugueses. O pico de audiência foi registado às 22h01 quando a série conquistou 34,2% de quota de mercado.[3]

Com a estreia no horário das 19h-20h, a 1 de abril de 2019, o programa tem registado picos de audiência negativos, não conseguindo fazer frente ao líder indiscutível, nesse horário, Quem Quer Namorar com o Agricultor?, da SIC nem ao vice-líder O Preço Certo, da RTP1.

Devido aos maus resultados das audiências terminaram com a série no horário das 19h, com apenas 3 episódios por exibir.

Participações EspeciaisEditar

Temporadas 1 e 2Editar

Temporada 3Editar

  • Duarte Victor, ator
  • Adérito Lopes (Ep.1)
  • Anna Eremin - Iva Eliseu (Ep.1, 26)
  • Carla Salgueiro - Filipa «Pipa» (Ep.2)
  • Cláudio Teixeira
  • Elisabete Piecho (Ep.2)
  • Figueira Cid
  • Igor Regalla (Ep. 24)
  • Joaquim Nicolau - Antunes (Ep.1)
  • João Cobanco -
  • João Maria Pinto - Sebastião (Ep.1)
  • José Simão - Mário Matias (Ep.2)
  • Lourenço Seruya - Silva (Ep. 24)
  • Pedro Lacerda - Marcelo (Ep.2)
  • Sílvia Rizzo - Teresa Henriques (Ep.1)
  • Sónia Lisboa
  • Carlos Sebastião - Julio (Ep.10)

Ligações externasEditar

Referências