Usuário:Renato de Carvalho Ferreira/Arquivo/2014

Harv RefEditar

Agora em Reino Lombardo deixei apenas com um autor (é a mesma obra). Assim funciona... Porém não consegui fazer funcionar com "citar web". Assim deixei o último item da bibliografia como "livro" (mas é um site). Podia dar uma olhada? Pedrassani (discussão) 13h12min de 3 de janeiro de 2014 (UTC)

Imagem em Wikipédia:Artigos destacados/arquivo/Império BizantinoEditar

Será que não se encontra uma imagem para colocar naquela página que vai aparecer na PP? Não é fácil escolher, e a escolha será sempre discutível, mas não me "soa" bem ter aquilo sem qualquer imagem. Assim de repente ocorre-me propor uma de Santa Sofia ou das muralhas de Constantinopla, mas certamente que haverá outras hipóteses. Que dizem, Jbribeiro1, Pedrassani, Antero de Quintal, Tetraktys e outros? --Stegop (discussão) 03h45min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

Fora a icônica Santa Sofia, apostaria num Justiniano ou, quem sabe, num Basílio II. Ou para além destes, a águia bicéfala dos Paleólogos.--Rena (discussão) 03h50min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
A águia me parece adequada, pois é inequivocamente uma referência ao Império Bizantino (Category:Symbols of the Byzantine Empire). José Luiz disc 09h25min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
fico tentado pela imagem de Santa Sofia como uma de suas grandes realizações culturais, mas em se tratando de uma unidade política parece que conviria mais mostrar uma bandeira do império, como se faz com outras nações. Tetraktys (discussão) 12h40min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
Sim, é uma unidade política, mas também é muito mais. Assim uma foto de realizações culturais me parece adequada e mais marcante. Hagia Sofia seria minha primeira opção, mas as fotos disponíveis, embora boas, não são excelentes principalmente para uso num espaço pequeno. E que tal uma foto de um mosaico? Mostraria uma forma de arte tipicamente bizantina e o aspecto religioso do império. Fiz uma rápida busca no Commons para tentar ver melhor: Pedrassani (discussão) 14h43min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
A vantagem de usar o mosaico do Constantino é que você mostra o fundador do império e a basílica.--Rena (discussão) 17h35min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

eu discordo. acho melhor padronizarmos a apresentação de impérios e nações. consultei uma porção de verbetes sobre impérios antigos e em praticamente todos aparece um estandarte, bandeira ou outro emblema característico. para todas as nações modernas também esta é a praxe. e, em todos os casos, sempre são muito mais do que unidades políticas, mas sistemas sociais vivos com ricas culturas próprias. o bizantino não é especial de forma alguma neste sentido. Tetraktys (discussão) 18h46min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

PS: mas também não sei se há regra específica para isso, e não quero forçar minha opinião, ainda mais que eu não dei contribuição nenhuma para o artigo. os principais editores devem estar mais qualificados para decidir o que é de fato mais representativo. Tetraktys (discussão) 18h52min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
Sou sempre favorável à padronização. E, versando para este ponto, acho que a águia bicéfala é uma das melhores opções, senão o lábaro. Usar a bandeira paleóloga, a meu ver, consumaria a ideia, errada, de que esta sempre foi a bandeira bizantina.--Rena (discussão) 18h58min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
se não houver uma bandeira ou emblema que não seja exclusivo de uma dinastia, uma outra opção seria colocar o mapa do império em seu apogeu. Tetraktys (discussão) 19h08min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)
Ai basta saber qual apogeu. Ele teve dois, o de Justiniano e o de Basílio II.--Rena (discussão) 19h10min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

rsrs complicado! deixo o caso com vcs, não sou um grande conhecedor do império. abz! Tetraktys (discussão) 19h15min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

eh, eh, realmente difícil. Também sou por padronizações e, nesse caso, o que mais se aproxima de um símbolo do Estado é a águia (na verdade, símbolo de uma dinastia). Mas vejam que não estamos discutindo o artigo em si, mas apenas a "chamada" na página principal. Mas deixo com Rena. Pedrassani (discussão) 21h14min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

OláEditar

Eu vi mas fiquei sem entender nada, no texto do artigo parecia se tratar de uma pessoa, depois só consegui achar os interwikis para o título (como está) :P. Não entendi direito o que acontece, o que você achar melhor ok :).Di msg 18h06min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

Penso em fazer uma preef de citação da Iranica o que acha? Pela info do site parece ser bem confiável.Di msg 18h19min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

Nossa estou achando difícil editar esses artigos! O nome desses nobres variam muito, parece que mudam de nome depois que chegam ao cargo sei lá. Só estou colocando as fontes no que consigo entender e desses o que estiver com nome errado pode mover/editar sim, não tenho nenhuma objeção :) Pra pior não achei nada em português para ajudar na tradução/adaptação desses nomes, vamos ter que ser os primeiros a fazer isso rrss.Di msg 18h30min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

  • Achei ótimo esses nomes! Não sei se tenho muito o que opinar, talvez posso encontrar uma referência de como os tradutores fazem, se existe alguma "norma oficial". É difícil isso, no português brasileiro se diz que nome próprio não se traduz nunca, mas nesses casos mesmo de nomes que usam outro alfabeto, precisa ter a transliteração. Ainda que temos as tais versões do português pra complicar! Outro dia no artigo do Platão mudaram "Aristão" para "Ariston", Glaucão para "Glaucon", então notei que no português brasileiro só se usa "Platão" (que é de acordo com o pt-pt), até mesmo se o livro usar "Glaucon, Ariston" etc, é um exemplo de bagunça/alternânica até nos livros rrss.

Ah achei sobre os tais Sambácios no wikien, mas ainda nada nos livros:

  • Smbat I Bagratuni 646-653 (together Theodoros, in 753 alone) (junto com Teodoro, sozinho em 753?!)
  • Smbat Bagratuni 771-772
  • Smbat I the Martyr, 890-914

Na wikifr não tem nada sobre esse governo com o Theodoros, uma confusão geral! Di msg 20h08min de 5 de janeiro de 2014 (UTC)

DúvidaEditar

Olá amigo como vai? Quem nasceu [nascia] no Império Bizantino era [é] oque? Qual o seu gentílico? Saudações. Ah, e muito obrigado pela ajuda na Via Egnácia. Até. --Zoldyick (discussão) 18h11min de 6 de janeiro de 2014 (UTC)

Pq trocou...Editar

...a cor do mapa? A verde era mais bonita, não? José Luiz disc 10h02min de 7 de janeiro de 2014 (UTC)

Eu não troquei a cor. Aquele verde é típico de mapa topográfico. E como aquele fundo não estava em svg não pude copiá-lo e tive que fazer outro fundo.--Rena (discussão) 16h27min de 7 de janeiro de 2014 (UTC)
O outro era mais bonito.... humpf.... José Luiz disc 01h00min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
Se a cor não lhe agrada, sugira outra e vejo o que consigo fazer.--Rena (discussão) 01h08min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)

NomesEditar

Olá, obrigada.

Estava pensando, será que o nome desses reis não devia ser ex.: Simbácio Bagratuni I, Simbácio Bagratuni II etc? Número depois do primeiro nome não é coisa do francês?!

Achei esse [http://www.historyfiles.co.uk/KingListsMiddEast/AnatoliaArmenia.htm site] com o esquema dos reis e príncipes, não sei se o site é 100% confiável mas pelo menos dá pra ter um fonte. Di msg 17h15min de 7 de janeiro de 2014 (UTC)

É nesse caso não tem como ser mesmo. Quanto aos armênios, não sei também se os nomes deles são idênticos, se o número poderia servir de diferenciação, só sei que eles não tinham muita criatividade com nomes porque repetem muito ao longo da história rrrs.Di msg 18h24min de 7 de janeiro de 2014 (UTC)
A pedido do Renato, venho aqui opinar, se bem é uma opinião sem qualquer base sólida, uma mera divagação: não me parece que, por exemplo Simbácio III Bagratuni seja "coisa de francês"; para mim faz muito mais sentido do que Simbácio Bagratuni III, nomeadamente porque em muitos destes casos o III diz que é o 3º Simbácio, o 2º ou o 4º podem não ser Bagratuni e continuam a ser Simbácio II e Simbácio IV. --Stegop (discussão) 18h33min de 7 de janeiro de 2014 (UTC)
Foi o que eu conclui, portanto.--Rena (discussão) 18h34min de 7 de janeiro de 2014 (UTC)

ÁpteraEditar

Boas Renato,

Há pouco tempo disse-lhe que não tinha emenda em relação a dispersar-me... E não tenho mesmo... Agora virei-me para a nossa Creta, que por sinal foi um dos meus primeiros interesses na wiki, mas que nunca cheguei a desenvolver. E vai daí descobri que Áptera é AB na FR e, ao contrário do que me tem acontecido com outros AB's e AD's deles, está até muito bem referenciado. Já pedi ao Antero para rever, acima de tudo porque ele é nativo ptPT e por isso, como ele me disse há pouco, não vai deixar aqueles trechos que um brasileiro vai deixar passar por pensar que "isso deve ser coisa de ptPT", mas teria todo o gosto em que você também o revisse, principalmente porque com a sua bagagem de história e conhecimento da região pode ser que ajeite melhor alguns detalhes ou junte outros. E depois diga-me se ele pode ser AD, pois AB estou quase certo que pode.

Abç. --Stegop (discussão) 05h05min de 8 de janeiro de 2014 (UTC)

AcrotíriEditar

Eu também nunca imaginaria que precisasse de acento, mas o certo é que ele existe em grego e é confirmado pelo ciberduvidas... Abç. --Stegop (discussão) 17h25min de 9 de janeiro de 2014 (UTC)

MapasEditar

Renato

Parabéns! Você está sanando uma grande deficiência da Wiki-pt que é falta de mapas claros em português. Será que você não conseguiria sobrepor o Exarcado de Ravena ao mapa que mostra as cidades do Ducado da Pentápole (que era parte do exarcado)? Aí ficaria perfeito. Pedrassani (discussão) 15h40min de 10 de janeiro de 2014 (UTC)

ArgiropolisEditar

Faça o que achar melhor, Renato. Eu raramente estou seguro nessas transliterações, prefiro confiar no seu juízo. Abç. --Stegop (discussão) 06h16min de 11 de janeiro de 2014 (UTC)

DrápanosEditar

Boas Renato. Possivelmente tenho alguma culpa na escolha do título "cabo" para esse artigo, mas agora dou-me conta que terá mais sentido que o título seja península de Drápano, pois o cabo é só a extremidade. O que acha? Como foi uma das (muitas :-) áreas de Creta que mais me impressionou, talvez um dia destes me empenhe em ampliá-lo um bocadinho. :D Abç --Stegop (discussão) 15h50min de 11 de janeiro de 2014 (UTC)

Divisões administrativas e localidades de CretaEditar

Para o caso de virmos a criar um número considerável de artigos sobre esses temas, o que acha de criar categorias para "municípios de Creta", de alguma forma separadamente do esquema de "localidades"? Isto porque há alguns municípios que não correspondem a localidades (ex: Apocórona) e outros em que a capital não é a localidade homónima (ex: Arméni (Chania)). Talvez ainda seja prematuro, pois ainda não há assim tantos artigos, apesar das várias dezenas que já criou, mas podíamos começar a pensar nisso.

Um outro detalhe, ainda mais prematuro, pois sou daqueles que acham que só deve haver navcaixas quando a cobertura em termos de artigos é bastante boa, é adotar o esquema das outra wikis de terem todas as localidades numa só categoria, pois isso facilita a busca, pois dificilmente se sabe em que município está a localidade X, já para não falar nos topónimos homónimos (e não serão tão poucos como isso quando a cobertura for excelente). Para já, acho que o esquema de categorias está muito bem, mas à medida que tivermos municípios "completos" (com artigos para todas as un. municipais e localidades mais importantes), as categorias "localidades do munic. X" poderiam desaparecer, sendo a sua função substituída por navcaixas. O que acha? São só ideias vagas, estou longe de ter a certeza de que são boas ideias.

PS: Caso não tenha reparado, respondi à sua marca "esclarecer" em Discussão:Áptera (cidade). --Stegop (discussão) 23h12min de 11 de janeiro de 2014 (UTC)

Parece-me muito bem, apesar de como disse acima, não me agradarem navcaixas com muitos links vermelhos. Mas não acha que havendo essas navcaixas, é escusado ter a granularidade das categorias de localidades por município? --Stegop (discussão) 23h44min de 11 de janeiro de 2014 (UTC)

Desculpe a franqueza, mas discordo de traduzir Agios Ioannis => São João. Isso não vê em lado nenhum... E mesmo que esteja correto "linguisticamente" só causa confusão, pois ninguém vai procurar "São João" na Grécia. O mesmo vale para Agios Nikolaos. Não é o mesmo caso de, por exemplo, Georgiópolis ou Católico, pois quem andar à procura de Giorgiopouli ou lá ou que é ou Katholikon vai imediatamente suspeitar que os nomes foram traduzidos. --Stegop (discussão) 00h48min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)

Concordo com o Stegop. Rena, como você está cada vez mais dedicado ao tema, é importante formalizar uma regra para isso.... Caso contrário, só vejo confusão no nosso futuro. José Luiz disc 00h59min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
Mas um caso desses não se resolvia simplesmente deixando os redirecionamentos necessários, tal como sempre se faz? Hipoteticamente, descartar a possível aplicabilidade de topônimos de santos traduzidos na Grécia não poderia, por exemplo, abrir precedentes para alguém questionar o porque do uso de Santa Sofia para a basílica, enquanto ainda há quem escreva Hagia Sophia?--Rena (discussão) 01h24min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
De qualquer modo, eu solicitei a opinião do pessoa do Ciberdúvidas quanto a possibilidade de tradução. Vejamos o que eles tem para nos dizer.--Rena (discussão) 01h50min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
A Santa Sofia é completamente diferente, primeiro porque é algo celebérrimo, segundo (repetindo-me), porque, quanto a mim, qualquer pessoa deduz instantaneamente que Sofia = Sophia. Mas se vamos para o campo das hipóteses, então haverá literalmente imensos milhares de topónimos que "podem" ser diretamente traduzidos. Nem tanto ao mar nem tanto à terra, Renato... Uma coisa é traduzir conceitos, objetos, títulos, nomes muito conhecidos historicamente, etc., outra são topónimos. Note, por exemplo, que a França e a Espanha estão muito próximos de Portugal e há muitos topónimos que nunca são traduzidos. --Stegop (discussão) 02h27min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
Porém, ainda se apegando ao exemplo de Sofia, também não é fácil notar que Nikolaos = Nicolau? Ioannis eu realmente entendo que poderia ser controvertido, mas daí advém a possibilidade de redirecionarmos as possível grafias, dado que Ioannis também pode ser escrito Ioannes.--Rena (discussão) 02h38min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
Rena, tente fazer isso com "Iacobus", que pode virar "Jacó", "Jacob", "Tiago", "James" ou infinitas variações, dependendo da intenção... Pra mim, nos casos mais célebres ("Agios Ioannis" ou Partenon), o significado do nome não importa mais: seja como for pronunciado ou escrito, torna-se o nome do local. Isso aconteceu também com pessoas (você pretende mudar Ivã, o Terrível para "João, o Terrível"????) - o personagem virou "o Ivã". Note que a língua consagra formas que nem sempre são as "linguisticamente corretas) e não pode nós, na Wiki, ser parte de um "partido" ou de outro. Veja que, atualmente, a norma é não traduzir mais nomes (jamais vi a forma rainha "Isabel II" aqui no Brasil e nunca vi "João Quênedi" em lugar nenhum...rs...). Ou alguém pretender mudar "Gandhi" para "Gândi" ou "Yasser Arafat" para "Iásser Arafate". "Mikhail Gorbatchev" eu nem sei como ficaria.... ("Miguel" ??). Novamente, concordo com a forma "consagrada", correta ou não linguisticamente. José Luiz disc 02h48min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
Veja que, excetuando nobres e, embora não saiba ao certo, religiosos, todos os demais nascidos depois do século XIX devem ter seus nomes preservados como são porque há registro para isso. Essa afirmação foi inclusive a oficialmente proposta e acolhida aqui dentro em discussão passada na esplanada. Sendo assim, o caso dos antropônimos é relativamente mais simples do que o dos topônimos.
E também veja que, não há nada de errado em usarmos "Ivã", dado que foi aportuguesado. Errado, ao meu ver, é usar "Ivan" para aqueles pré-século XIX, dado que é transliteração anglófona.--Rena (discussão) 02h57min de 12 de janeiro de 2014 (UTC)
  • A resposta do Ciberduvidas parece-me muito clara, pois diz que se o topónimo traduzido não tem *uso generalizado*, então terá de usar-se a forma estrangeira. Tomando como exemplo os topónimos de Espanha, aqui mesmo ao "meu lado" (no meu caso isso era literal até aos meus 18 anos), se por um lado há muitos topónimos que são traduzidos, por outro há muitas terras com nomes de santos. Por exemplo, bem perto de onde nasci há Valência de Alcântara (Valencia de Alcántara em es) e es:San Pedro de Alcántara (esta uma aldeia sem artigo na ES) e nunca ouvi chamar à última São Pedro de Alcântara. Continuando em Espanha, salvo erro no Ciberduvidas consideram a forma Córdoba tão correta como Córdova, quando eu sempre vi e ouvi Córdova, que por soar mais portuguesa julgava ser a única correta. E do mesmo modo, raramente se vê Melilha ou Marbelha; em contrapartida sempre vi escrito Valência e não Valencia, sempre vi Plasencia e nunca Plasência. Nesta coisa dos topónimos, creio que a regra é o "uso consagrado" e por isso soa-me muito bizarro chamar São Nicolau a Agios Nikolaos... Por essa linha de ideias, vamos chamar Coluna a Stilos?... 1 Abç. --Stegop (discussão) 02h02min de 16 de janeiro de 2014 (UTC)
Quando projetei a possibilidade de passar Agios Nikolaos para São Nicolau ou então qualquer topônimo com santos no nome foi pela fácil associação com o nome original, tal como em Hagia Sophia. Para o caso do Stilos, eu daria uma resposta similar a aquela que dei sobre o "Ivã" do Zé. No caso do Ivã, eu não me incomodaria em absoluto que qualquer dos tsar búlgaros reescritos por ele estivessem grafados como Ivã ..., pois por si só já está adaptado ao português. Passar para João não necessariamente é a única maneira de adequar a língua. E ao Stilos o caso é semelhante. Talvez a única coisa que poderia sugerir é acrescentar um "e" no começo, fazendo a palavrar ser grafada como "Estilos", tal como vários topônimos gregos como Esparta--Rena (discussão) 02h27min de 16 de janeiro de 2014 (UTC)

Route secondaire/Route mineureEditar

Poderia tentar ajudar, mas o mais indicado é perguntar ao Pintopc D​ C​ E​ F, que além de praticamente francófono também sabe imenso de alpinismo e essas coisas. Abç. --Stegop (discussão) 00h47min de 16 de janeiro de 2014 (UTC)

Império PersaEditar

Concordo que é boa ideia criar uma desambig. --Stegop (discussão) 23h42min de 16 de janeiro de 2014 (UTC)

AlteraçõesEditar

Prezado Renato, como vai? Venho aqui lhe fazer um pedido, ou melhor, um apelo - não faça mais movimentações de títulos antes de realizar uma discussão e obter um consenso. Apenas colocar uma marca de mudança de título é muito pouco para uma padronização (a meu ver, errônea) que envolve tantos artigos como você tem feito com as dinastias iranianas. Peço também para não alterar nestes artigos grafias perfeitamente corretas, como Khorasan e Kandahar, para 'aportuguesamentos' que praticamente só são usados em Portugal e não são utilizados nem mesmo em livros acadêmicos no Brasil, em artigos que estão em pt-br. Obrigado e um abraço, RafaAzevedo msg 12h28min de 17 de janeiro de 2014 (UTC)

Caso lhe interesse, abri uma discussão a respeito aqui. Meus acessos têm sido um tanto esporádicos, mas tentarei dar uma atenção maior a essa questão. RafaAzevedo msg 12h42min de 17 de janeiro de 2014 (UTC)

RE: Route secondaire/Route mineureEditar

Relativamente ás estradas, em França além das estradas principais - Route nationales (RN),- fr:Route_nationale_de_France - há também as estradas secundárias mais geralmente conhecidas por estradas departamentais (Routes_départementales_de_France - fr:Routes_départementales_de_France ). Essa descrição de Route mineure deve referir-se àquelas de terceira categoria, pouco mais do que caminhos, acho eu. os fr:Chemin_communal_ou_rural. Um abr. Pintopc escreva-me 17h05min de 18 de janeiro de 2014 (UTC)

MeremptahEditar

Qual a razão de mover Meremptah, denominação consagrada, para Meremptá?--Kaktus Kid (discussão) 04h36min de 19 de janeiro de 2014 (UTC)

Beatriz Pereira de AlvimEditar

Good morning, my friend Renato. Wanted to ask you for a small favor. I see that there is a proposal for merging two articles on the same person: Beatriz Pereira Alvim and Beatriz Pereira de Alvim. Actually, they are identical except that the one with the "de Alvim" is a bit more complete, so maybe the first one can be erased. When that is done, I can add references, as I did in the Spanish and English wikis. Can you help me with this? Many regards and thanks, --Maragm (discussão) 09h32min de 19 de janeiro de 2014 (UTC)

Many thanks...sorry for interrupting your work but I wasn't sure how to go about it. Muitos cumprimentos e obrigada, --Maragm (discussão) 09h24min de 20 de janeiro de 2014 (UTC)

Próspero da AquitâniaEditar

Saudações!? Em Próspero da Aquitânia, faltou juntar as fontes ao corpo do texto. Dê uma olhada em WP:CITE ou WP:NOTA. Até+ César D C 19h18min de 21 de janeiro de 2014 (UTC)

Como há poucos editores ainda ativos que passaram por ali, enviei a mensagem para você. Caso tenha interesse, sinta-se livre para editar, ou não! kKkKkKkK... César D C 20h24min de 21 de janeiro de 2014 (UTC)

Córsega e SardenhaEditar

Rena, quando eu estiver editando, aguarde eu mudar para outro artigo. Não sei o que você tinha feito, mas acabei desfazendo, pois estava com um texto enorme em construção.... Veja lá... José Luiz disc 21h19min de 21 de janeiro de 2014 (UTC)

Pensei que você já tinha parado por enquanto. Na verdade eu apenas deis ajustes mínimos e corrigi falsos vermelhos.--Rena (discussão) 21h24min de 21 de janeiro de 2014 (UTC)

RE: Nomes de províncias sul-africanasEditar

Na minha resposta ao Rui estava-me a referir unicamente ao que vejo em Portugal. Por aqui, Malawi e Botswana ainda são formas comuns (sem prejuízo da utilização das outras e do que diz o AO), Coveite é completamente desconhecido, e Estugarda é o único nome usado para a cidade alemã (segundo o MC, no Brasil não se usa esse aportuguesamento). Cps, EuTugamsg 18h40min de 26 de janeiro de 2014 (UTC)

Mitologia GrecorromanaEditar

Olá Renato,

Desculpe estar aqui às voltas com algo que provavelmente já está farto de explicar a outros.

Vi que alterou o título do artigo Mitologia Greco-Romana para Mitologia grecorromana. Entretanto, não estando eu habituado a usar o novo acordo ortográfico, a coisa fez-me confusão e acabei por obcecar com isto.  

Procurei fontes que me pudessem esclarecer e vejo o termo ser recusado por dicionários (Priberam, Michaelis - ver greco-romano) e o termo greco-romano constar de fontes que esclarecem as novas regras: PDF 1 + PDF 2 (ver página 14 pdf = página 13 segundo paginação no Doc. original) + este link:

Hífen continua a ser usado: e) Para separar os adjetivos compostos. Nesses casos, o primeiro elemento pode ser reduzido. Ex.: greco-romano, mato-grossense, afro-luso-brasileiro, azul-turquesa

Posto isto...porque se altera o título do artigo para Mitologia grecorromana? Tegmen enviar msg 05h31min de 27 de janeiro de 2014 (UTC)

  Feito (ufa! - estava com medo de fazer m... ) Vou verificar e, se necessário corrigir, os afluentes. Abraço e Boas edições! Tegmen enviar msg 01h34min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)

Panônia ou Nórica?Editar

Rena, a fronteira da Panônia Superior com a Nórica neste mapa está sinistra. Eu acho que ela sobe reto e inclui Vindobona na Panônia e não na Nórica como está ali. Muito mais parecido com este. O que acha? José Luiz disc 22h56min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)

Vou checar para ter certeza e caso precise eu já corrijo, mas será que a diferença não se dá porque os mapas são muito distantes , temporalmente, um do outro? Um é do período de Trajano, o outro é do período pós-reformas.--Rena (discussão) 23h01min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)
Sim, pelo visto é erro mesmo. Por este mapa se nota que a Nórica era menor naquele trecho, e um pouco mais ao sul, "invadindo" a Panónia.--Rena (discussão) 23h20min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)
Eu acho que achei por que o erro. A capital do Reino Nórico, anterior ao período romano, era Vindobona. Talvez por isso, o autor tenha achado que a cidade estivesse na região da Nórica. Ô coisa... José Luiz disc 23h30min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)
Em tempo, e agora???? José Luiz disc 23h31min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)
Não se afobe, hoje mesmo arrumo todos os mapas. KKKK --Rena (discussão) 23h32min de 28 de janeiro de 2014 (UTC)
Já corrigi tudo Zé.--Rena (discussão) 02h13min de 29 de janeiro de 2014 (UTC)

Dan II da Valáquia / Dinastia BassarabeEditar

Boas Renato.

Não sei se estarei errado nisso, mas para mim não faz sentido categorizar em cats que não existem. E essa ainda não existia quando a removi. Já corrigi. Abç. --Stego (discussão) 04h12min de 29 de janeiro de 2014 (UTC)

Lasíti ou LassitiEditar

Boas Renato,

Isto das transliterações é uma confusão para mim... Quase que jurava que os cretenses pronunciam "Lassiti" (ou "Lassíti", se é que aquele acento faz sentido em português) e não "Laziti" e é frequente ver a transliteração Lassithi. Por isso, será que Lassiti não é mais correto?

Outra coisa em que hesito constantemente é nos acentos: há muitos casos em que me parece que quando usamos os acentos exatamente no local da grafia grega se altera a pronúncia original ou que eles são redundantes em português, já para não falar nos casos em que em grego há dois acentos, coisa que não existe em pt. Por exemplo, é mesmo necessário acento em Siteía, Sitía (redir) ou Vái? E o que dizer de Ἀρσινόη (Arsinóē), em que o acento passa para o í (Arsínoe)? Suponho que aqui já não seja transliteração mas uma forma consagrada em português, mas então porque é que o acento mudou de sítio? Será que não há outros casos em que isso também devia acontecer. Outro caso ainda é Matala (Μάταλα): deverá ser Mátala (que em ptPT o acento faz com que o segundo "a" seja praticamente mudo, como "muita", quando os gregos pronunciam "Mátála"...

O guia Rough Guide de Creta usa e abusa de acentos, e por vezes recorro a ele em caso de dúvida, pois há uns anos li algures que os Rough Guides fazem questão de ser muito cuidadosos com pormenores históricos e de escrita, coisa rara nos guias turísticos e daí que por generalização assuma que os autores anglófonos daquele guia não iriam inventar acentos à toa, tanto mais que em inglês não há acentos, mas suponho que o ideal mesmo era sabermos quais são as regras de transliteração ou, na sua ausência, qual é a pronúncia aproximada em grego.

Tem algo a dizer em relação a isto?

! abç. --Stegop (discussão) 01h29min de 30 de janeiro de 2014 (UTC)

TransliteraçãoEditar

Rena,

Não me importo em chamar Brigantium de Brigâncio, mas me incomoda que o artigo "Brigâncio", que é um mov feito por ti num artigo que criei num redirect do tempo do onça.... Bicho, pensa no leitor que bate "brigantium" por ter lido o nome no original do Suetônio ou no Amiano ou em Lívio etc... Claríssimo que o artigo deve estar em português, mas é preciso citar as outras formas comuns nas fontes utilizadas na língua (em português, o latim). José Luiz disc 01h57min de 30 de janeiro de 2014 (UTC)

Mudando de assunto, surpreendeu-me o "Cótio x Cócio" que, em Alpes Cótios", tem uma fonte poderosa indicando que o "t" não virou "c" aqui. Raro. José Luiz disc 01h59min de 30 de janeiro de 2014 (UTC)
Zé, não foi por mal. Quando ajuste a página, acabei por acidente retirando a forma em latim. Tomo mais cuidado da próxima.--Rena (discussão) 03h54min de 30 de janeiro de 2014 (UTC)

Marino de NápolesEditar

Olá, obrigada por estar ajustando os neoplatonistas :)

Sobre Marino de Nápoles é Neápolis mesmo, a "Síria palestina"[1].

Di msg 16h18min de 1 de fevereiro de 2014 (UTC)

Ah é que usei as categorias do artigo em inglês rrsrs.Di msg 19h13min de 1 de fevereiro de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  A medalha original
Pelo trabalho no artigo bom Pedro, o Patrício W.SE (discussão) 11h43min de 2 de fevereiro de 2014 (UTC)

ER9Editar

Olá, uma observação: a regra ER9, que pede pra mover o artigo para a página onde se coloca a tag não deve ser usada como R9, apenas com o número 9. A regra R9 não existe e, não fosse pelo sumário da edição, não teria como entender proposta como essa. Até, Eamaral (discussão) 01h22min de 3 de fevereiro de 2014 (UTC)

Cat Portos de CretaEditar

Caro Rena.

Neste caso específico acho má ideia retirar a duplicação da categorização dos sítios que tb. foram portos. Pela mesma razão que acho que todas as localidades de Creta deviam estar (tb) diretamente na cat respetiva e pela mesma razão que (suponho...) andamos a colocar todas as cidades da Antiga Grécia, IB e Roma Antiga nas "mega-categorias": porque isso facilita de sobremaneira a consulta de quem não sabe onde ficam exatamente. Mas por outro lado as categorias mais específicas também são úteis porque permitem consultar por área ou tema mais específico.

A dupla categorização deve ser evitada, mas acho que não faz sentido ser radical ao ponto de não admitir exceções em nome da utilidade/usabilidade. Aliás, tanto aqui como principalmente na EN e no Commons, onde a categorização é um assunto levado a sério em muitos casos, há muitas situações destas. Na PT tb. temos alguns casos por exemplo, a esmagadora maioria dos Categoria:Municípios da Espanha são categorizados nessa cat, na da comunidade autónoma e na da província. Os que não estão fui eu que, estupidamente e wiki-ingenuamente, me dei ao trabalho de colocar apenas na província (trabalho chatíssimo de horas), pois fui na conversa de um dos muitos que por aqui há que fez isso em dois ou três casos, e apesar de eu insistir que só tinha fazer em todos ou então não fazer em nenhum, ele insistiu, alegando que os bots faziam isso e já lá vão pelo menos dois anos, possivelmente mais, e outros tantos pedidos nos bots...

Mas por acaso, talvez haja uma forma, inevitavelmente pouco elegante, de evitar a dupla categorização: colocar a cat dos portos diretamente em Categoria:História de Creta e usar {{Vercat}} na dos sítios arqueológicos. O que acha? --Stegop (discussão) 03h06min de 3 de fevereiro de 2014 (UTC)

Concordo em partir a tal dos sítios greco-romanos da Turquia. Na altura pareceu-me boa ideia para não ter que criar 3 cats, pois são raríssimos os casos em que não caia nas três categorias (nem me lembro de nenhum, mas deve haver , não é?), mas concordo que não encaixa no esquema normal de categorizações. --Stegop (discussão) 04h16min de 3 de fevereiro de 2014 (UTC)

Flávia NeápolisEditar

Bom dia Renato, td bem? Considerando que uma das bases da Wikipédia é a manutenção dos artigos sob o nome mais comum e considerando ainda o padrão adotado em 100% dos interwikis do artigo em questão (para além do respeito ao padrão adotado na criação do artigo), não me parece que sua movimentação em Marino de Flávia Neápolis seja desejável.  . Cordialmente, Sturm (discussão) 06h35min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)

Concordo aqui. Eu nunca vi nas fontes antigas alguém chamar a cidade de "Flávia Neápolis". Eles eram de fato ambíguos muitas vezes. José Luiz disc 23h24min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)

IlcEditar

Nunca me dei conta disso. Suspeito que a causa deve ser a mesma que originou que Categoria:!Artigos que carecem de fontes desde 2013 e as suas afins não se atualizassem durante semanas, o que só aconteceu quando fiz uma mudança sem efeito numa predef, apenas para forçar a atualização. E há também aquele caso do AD só aparecer na PP a quem está logado, discutido algures... Abç. Stegop (discussão) 19h25min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)

MóchlosEditar

Já mudei. Aqui hesitei porque em ptPT o acento parece-me desnecessário, mas realmente é capaz de ser mais "seguro" e mais correto. Obrigado por avisar. --Stegop (discussão) 22h25min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)

Cidades romanasEditar

Viu que já passamos das 400 cidades romanas devidamente identificadas (quase..)? Tens um grande trabalho pela frente! rs... José Luiz disc 23h22min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)

Eu adoro fazer isso, me ocupa o tempo e evito de deixar qualquer um fazer uma trapalhada qualquer nos artigos que você veio arrumando.--Rena (discussão) 23h23min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)

Re:Amelia WindsorEditar

Olá Rena, achei estranho o fato dela ter nascido na Inglaterra e aquelas categorias de gregos. Como não sou especialista nesses assuntos de realeza as retirei. Se eu dei uma derrapada ali me avise que eu conserto. abraço. Rodrigolopes (discussão) 01h07min de 5 de fevereiro de 2014 (UTC)

Reino do BósforoEditar

Rena, em cinza está o Reino do Bósforo e não o Reino do Ponto... José Luiz disc 14h48min de 5 de fevereiro de 2014 (UTC)

Zé, tudo corrigido.--Rena (discussão) 20h15min de 5 de fevereiro de 2014 (UTC)

VolubilisEditar

Boas Renato. Quando tiver tempo e paciência, será que pode ler e eventualmente rever o artigo Volubilis e avaliar se eles estará apto para destaque? Obrigado. --Stegop (discussão) 18h43min de 5 de fevereiro de 2014 (UTC)

KoulesEditar

Quase que ia jurar que vi em vários lados "Koule" como nome do forte. Na fonte que fala do restauro eminente chamam-lhe «Turkish Fortress "Koule" at Aptera» — o que pode sugerir que esse é o nome. Repare que com Castelli e Paleocastro (outro nome do forte ou da área) se passa exatamente a mesma coisa: há uma série de topónimos desses em Creta, relacionados com fortes, neste caso venezianos; salvo erro, ntre Kalives e Almiridia, a um par de km em linha reta de Áptera uma colina à beira-mar tb. se chama Paleocastro. Vou colocar uma nota de rodapé repetida chamando a atenção para isso em vez de o fazer no meio do texto.

Em todo o caso, obrigado pela nota. Abç. --Stegop (discussão) 13h26min de 6 de fevereiro de 2014 (UTC)

Batalha de FiliposEditar

Qualquer dia vou pegar o que está em 42 a.C. e fazer copy-and-paste sobre o que está em Batalha de Filipos. Quanto erro tem este texto! Albmont (discussão) 22h31min de 6 de fevereiro de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  Meia medalha
O artigo bom Antêmio (prefeito pretoriano) merece só meia medalha porque a introdução está muito pequena. Uma consequência "desagradável" disso ocorre aqui (compare com este). O tamanho reduzido distorce o layout quando se vai apresentar a introdução do artigo seja na página principal, num portal ou em outro local da Wikipédia. W.SE (discussão) 00h14min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

ImagensEditar

Boas Renato,

Realmente é uma ideia, pedir aos sites que licenciem as fotos, mas não me admiraria que eles não o possam ou não o queiram fazer, seja porque muitas vezes esses sites usam fotos não devidamente licenciadas, seja porque as fotos não são deles. Antes do "vício" da wiki, eu tinha o "vício" do www.trekearth.com, do qual tenho bastantes saudades e que quero acreditar que um dia ainda lá voltarei. E por isso tenho a sensação de que é relativamente raro que os bons fotógrafos, ainda que amadores, estejam dispostos a licenciar os seus trabalhos para uso comercial completamente livre. Confesso que eu próprio tenho alguma relutância em o fazer. Outro dos sites em que colaborei ativamente foi a www.fotopedia.com (curiosamente um site fundado e gerido por um dos meus "amigos" do trekearth) e a experiência só reforçou essa minha sensação: a minha colaboração passava principalmente por importar fotos com licença compatível (tb. CC, mas do tipo que pode impedir o uso comercial) do FlickR e a quantidade (e qualidade!!!) das fotos disponíveis sob essas licenças é muitíssimo maior do que para uso comercial — há inclusivamente muitos casos em que há dezenas ou centenas de fotos em CC, mas não existe nenhuma que permita uso comercial. E quase invariavelmente, mesmo quando há fotos compatíveis, elas são muito menos e as melhores não podem ser usadas comercialmente.

Já estou a divagar demais... Sendo mais objetivo: tb. não estou dentro do processo de autorização de fotos que não estejam num site que explicite que estão licenciadas com licença compatível. Já tentou o FlickR? Lá há uma opção de busca avançada que permite procurar apenas certo tipo de licenças [2] e há pelo menos uma, senão mais, ferramenta para importação direta: [3]

Eu posso dar uma ajuda; aliás, já há muito que tenho planos para o fazer, mas não sei bem porquê (mais uma tontaria das minhas, pois gosto imenso de fotografia... provavelmente devido à minha aversão por trabalhos muito repetitivos, como é o de carregar e categorizar devidamente fotos no Commons), ao fim de algumas horas farto-me completamente. Outro local onde há toneladas de boas fotos é o Panoramio.com, mas esse nunca uso pois não sei procurar (se é que há forma de o fazer) fotos com licenças compatíveis e de qq forma, carregá-las no Commons ainda é mais complicado porque ao que sei não há nenhuma ferramenta para o fazer diretamente. --Stegop (discussão) 01h03min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

Stegop, quase todos os fotógrafos profissionais que ainda estão no Commons licenciam suas imagens sob a GFDL e não com a CC-BY-SA. É um "contorno" pra todos os problemas que cita, pois a a GFDL exige que o "texto todo" da licença apareça junto da imagem, o que torna impraticável utilizá-la. É um "uso livre que, na prática, não é livre". Há debates homéricos sobre o tema no Commons e volta e meia aparece alguém afirmando (corretamente) que proibir essa licença (que funciona bem pra software livre mas que virou um exploit pra fotógrafos profissionais no Commons) é "libertar o Commons" ou "expulsar os capitalistas". Enfim, suas melhores imagens são bem-vindas! Já eu, como sou vesgo mesmo, publico tudo lá. Minha esposa tá famosa na web!!! rs... José Luiz disc 01h27min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)
Lembro que quando tentei me aventurar pelo mundo da importação de fotografias o que mais me incomodou e logo me fez desistir foi a própria burocracia do Commons. Quando sugeri o uso das fotos alocadas nestes sites de turismos, em especial os "amadores", e expliquei que o intuito era estritamente educacional os donos respectivos foram todos solícitos, porém como eu não tinha seguido o que o Commons espera para que uma imagem seja autorizada (enviar um tal e-mail com a autorização e mais uma porção de coisas), as fotos que eu coloquei foram vetadas e eu desmotivei e desisti. Lembro de um caso onde consegui autorização de um dos donos de um site sobre o Antigo Egito, e que era inclusive vinculado com o Museu Britânico, mas pelo mesmo problema não logrei resultados. Inclusive neste lembro de ter enviado o e-mail que tinha recebido com a confirmação do uso, mas por nele não estar explicitado em qual licença as imagens estavam sendo liberadas o negócio degringolou e desisti também.--Rena (discussão) 02h41min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)
Eu definitivamente me corroo com estas brigas burocráticas que o povo tanto faz questão de criar por causa destas atribuições. No fim das contas o âmbito acadêmico sempre sai prejudicado nessas brigas de burocratas. Digo por mim, por exemplo, que me enquadro no grupo de pessoas visuais. Não me basta, por exemplo, explicar que um vaso é um vaso e filosofar sobre suas formas, se não tem uma imagem, nem que minúscula. Pra mim fica muito abstrato. Como sei que ficou abstrato para quem ler o artigo sobre a vila de Géna. Eu citei no artigo sobre uma notória oliveira que foi "tombada" como patrimônio natural de Creta. Porém, por estas e outras razões, não temos nenhuma imagem da dita cuja e, no fim das contas, pouco importa eu perder meu tempo falando dela, se a pessoa continuará sem entender o porque dela ser notória. É muito frustrante isso, pra quem vai ler e pra quem faz os artigos.--Rena (discussão) 02h50min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)
Neste caso em particular, a questão não é meramente burocrática, Renato. O plágio de textos, pelo menos quando é puro copy/paste, é relativamente fácil de detetar — uma das ferramentas mais eficazes é o site mais usado do mundo (preciso de dizer o nome?), enquanto que o plágio de imagens é muito mais complicado, senão impossível em muitos casos. Daí que o Commons tenha que ser muito exigente. Como já disse, por exemplo, não me supreenderia nada que alguns desses sites que contactou não tivessem em condições legais de licenciarem as fotos para o Commons. Em muitos casos essas fotos são pirateadas, mas mesmo que não sejam, o mais comum é que tenham sido publicadas mediante uma autorização do tipo "ok, pode usar a foto no seu site"; ora isto não dá qualquer direito ao site de "autorizar" o seu uso para outros fins.
Qanto a mim essa questão da dificuldade em descobrir plágios de imagens é uma das razões pela qual a generalidade dos fotógrafos que produzem fotos com qualidade vendável não licencia as suas fotos para uso comercial livre, apesar de usar as outras formas de CC. Já é muito desagradável saber que o nosso trabalho foi usado sem nos darem crédito, mas fazerem isso para uso comercial provoca uma irritante sensação de termos sido roubados, pois é disso que se trata. Claro que ao publicar uma foto, seja qual for a licença usada, se corre o risco disso acontecer, mas usando CC sem uso comercial resta uma espécie de conforto moral do tipo "mas se me der na gana posso tentar processá-los ou pelo menos denunciá-los por não me pagarem". --Stegop (discussão) 05h26min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

De certo modo não é puramente burocrático, mas de certo também é. Partindo do pressuposto que aqui usamos imagens visando exclusivamente o âmbito educativo, qualquer infração daquilo que está previsto pelas licenças é passível de penalidade, seja a nós ou a quem fazê-lo. E, até certo ponto, você não acha que a Wikipédia também seria uma ferramente fácil de detecção de plágios de imagens? Nenhuma imagem ou informação é divulgada aqui dentro na condição de propriedade da Wikipédia. Sempre se menciona, e para isso que serve os históricos, quem o fez. Logo, supondo que pegássemos uma imagem de um site qualquer e, por ignorância, atribuíssemos a pessoa errada. Quando o real dono descobrisse o problema ele poderia entrar em contato e facilmente resolveríamos o caso. Para mais, uma das grandes brigas é sempre a questão do uso comercial, porém aqui nada é usado para fins lucrativos, o que isenta a Wikipédia de qualquer questão dessas. Além disso, vale lembrar que, mesmo para as imagens aqui licenciadas com licenças que não autorizam o uso comercial, não é impossível que elas sejam usadas com estes fins por terceiro, sem o consentimento do dono da foto ou da Wikipédia.--Rena (discussão) 07h16min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

Citação: «aqui usamos imagens visando exclusivamente o âmbito educativo» de certa forma o "exclusivamente" está completamente errado, pois se assim fosse então não faria qualquer sentido exigir o licenciamento livre para uso comercial, e esse é que é o busílis. A wikipédia faz questão de deixar claro que toda a gente pode fazer o que quiser com o que está aqui desde que respeite a atribuição. Eu julgo perceber, muito, muito vagamente, a motivação para manter esse tal uso comercial livre, mas não sei até que ponto isso não afasta potenciais colaboradores que se sentem mais incomodados pela perspetiva de verem o seu trabalho (aquele que em alguns casos nunca publicaram por não terem tido opurtunidade) publicado por outros com o único objetivo de ganhar dinheiro. Nas fotografias, possivelmente porque é um tema com mais potencial comercial e em que o plágio é mais difícil de detetar e provar, isso parece-me mais que evidente. A propósito deteção de plágio: com textos, na maior parte dos caso, basta procurar uma frase no Google para ver que há cópia; nas imagens, o Tineye, a única ferramenta que conheço, consegue ser muito boa, mas são relativamente raras as imagens que lá têm catalogadas (uns meros bilhões :-). --Stegop (discussão) 15h08min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

Georgiópolis, XptopólisEditar

Atendendo à minha ignorância do assunto, não discuto qual é a forma correta. Muito achisticamente, se é por causa da pronúncia dos gregos, a impressão que tenho é que eles têm a tendência para abrir tudo quanto é vogal, pelo que precisávamos em muitos casos precisávamos de dois acentos agudos em algumas palavras (ex: Mátála) e noutros casos, ao colocarmos o acento onde eles colocam, acabamos por afastar-nos da pronúncia (ex: Áptera, onde eu coloquei o acento porque a palavra existe em PT, mas que tenho a sensação que a pronúncia à grega é Áptéra; enquanto áptera pode ler-se aptêra, aptéra já se pode ler "áptéra"). No caso do polis como sufixo, sempre achei desnecessário o acento no O, por isso a sua proposta faz todo o sentido e cheguei a abrir a página de movimentação, mas adquiri o hábito de o colocar porque tenho a sensação de que esse é o padrão aqui na wiki. E aí impõe-se a pergunta: se é Georgiópolis, qual é op sentido de ter tantas "Xptopólis"? --Stegop (discussão) 03h39min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

Creio eu que este seja o mesmo caso de Áptera. Temos uma miríade de palavras terminadas em "polis" que não são acentuadas em português, sendo que nelas se opta por fazê-lo na sílaba anterior, logo, Anfípolis, Adrianópolis, Pompeiópolis, Citidiópolis e por ai vai. Tenho quase certeza, já que a palavra original tem acento no grego e que inclusive é usado quando nos referimos a pólis propriamente dita, que não é "errado", porém vai de contramão, pelo que parece, com o que os lusófonos se acostumaram a fazer, talvez por razões de pronunciação. Imagino também que casos como ente estejam em pé de igualdade com outros do tipo Arsínoe onde o acento também foi deslocado de seu original.--Rena (discussão) 06h30min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)

TsarEditar

Quem mudou sem discussão prévia foi outro editor, o verbete estava sob o título "tsar" desde 2006, ou seja, quase oito anos. Dantadd (α—ω) 17h25min de 8 de fevereiro de 2014 (UTC)

Peak sanctuary e Atsipades KorakiasEditar

Boas Renato. Sabe qual a tradução mais correta para peak sanctuary? Em Atsipades Korakias traduzi por "santuário de montanha", mas não faço ideia se estará certo; e tenho a sensação de que noutros artigos omiti simplesmente o "peak". Outra coisa: acha que Korakias devia ser Coraquias? Ou Coracias? Como noutros casos, como p/ex. Císsamos, esta última levanta-me muitas dúvidas devido ao K passar a ser lido como SS. Abç. --Stegop (discussão) 04h54min de 9 de fevereiro de 2014 (UTC)

Éforos de EspartaEditar

Já que você resolveu categorizar os gregos, uma boa talvez fosse uma Categoria:Éforos ou Categoria:Éforos de Esparta, contendo THIS IS SPARTAAAA!!! oops, me empolguei os éforos. Albmont (discussão) 15h04min de 9 de fevereiro de 2014 (UTC)

Farei assim que possível. Hoje talvez.--Rena (discussão) 17h27min de 9 de fevereiro de 2014 (UTC)

Dípinos e EscílisEditar

por favor me indique algumas fontes em pt para esses nomes Tetraktys (discussão) 06h59min de 10 de fevereiro de 2014 (UTC)

seria bom, uma andorinha só não faz verão. eu procurei e não achei nenhuma além da que consta no artigo Tetraktys (discussão) 20h14min de 10 de fevereiro de 2014 (UTC)

já achou outras fontes? Tetraktys (discussão) 03h43min de 13 de fevereiro de 2014 (UTC)

Spoleto -> EspoletoEditar

ok para o ducado. Convém lá citar a mesma fonte. Pedrassani (discussão) 18h14min de 10 de fevereiro de 2014 (UTC)

Friul, FriuliEditar

Pois é, há muito tempo eu havia criado um artigo, creio que o "Ducado de Friuli". Aí alguém me disse que em português devia ser Friul. É estranho, já que é mais fácil dizer Friuli que Friul...o encontro "ul" é meio difícil de ser bem pronunciado por brasileiros (vide "Raul").

Para complicar, no Friul, além do italiano, há uma minoria que fala uma língua regional na qual sua região chama-se "Friûl" (opção descartada em português pelo acento no u). Em italiano, a região chama-se Friuli-Venezia Giulia. Além do italiano e do friulano, na região são oficiais também o alemão e o esloveno, de forma que não dá para agradar a todos. Assim, eu ficaria com Friuli que está de acordo com o português e pronuncia-se exatamente igual. Mas em se tratando de material impresso em português não lembro de ter visto referência alguma a essa região.

Sinto se trouxe mais dúvidas que certezas. Porém fica muito feio numa enciclopédia a falta de padronização. Assim, se temos que optar, para mim seria Friuli, Friuli-Veneza Júlia e Ducado do Friuli.

Por coincidência, hoje celebra-se (desde 2004) na Itália o Dia da Lembrança, em homenagem às vítimas das foibe e do êxodo juliano e istriano, pois após a Segunda Guerra Mundial (1947) toda a Ístria e parte do Friul-Veneza Júlia passaram para a então Iugoslávia e cerca de 350 mil italianos (maioria da população que incluía também eslovenos e croatas) abandonaram a região como refugiados. Pedrassani (discussão) 22h02min de 10 de fevereiro de 2014 (UTC)

Montferrat/MonferratoEditar

Ufa! Aqui sim está uma bagunça.
Monferrato - página de desambiguação que leva uma lista de comunes italianas quase todas nas províncias de Asti e Alexandria . Deixar como está.
Montferrat - página de desambiguação com:

  • Montferrat (Itália) - área geográfica na região do Piemonte, Itália. Mudar para Monferrato (Itália); tirar dessa desambiguação e colocar na outra (Monferrato).
  • Montferrat (Isère) - Comuna francesa. Sugiro deixar assim por enquanto, para não aumentar a confusão.
  • Montferrat (Var) - Comuna francesa. Sugiro deixar assim por enquanto, para não aumentar a confusão.
  • Marquesado de Montferrat - É em território hoje italiano logo, penso que não há problema mudar para Marca de Monferrato. "Marquesado" não está errado, mas uma "marca" era um território nas fronteiras do Sacro Império para as quais o imperador designava um marquês. Assim de marca surgiu marquês, logo parece-me melhor assim. Tirar dessa desambiguação e colocar na outra (Monferrato)

Agora temos que eliminar "margraviato", "margrave", "margravina", "landegrave", "landegravina" que são adaptações do alemão, mas isso já é outro assunto.
Pedrassani (discussão) 15h07min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)

Sobrenomes Montferrat/MonferratoEditar

Penso que sobrenomes não devem ser aportuguesados. Se uma correção é necessária, que seja para deixar Montferrat aqueles francos/franceses e Monferrato os italianos. Pedrassani (discussão) 23h12min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)

Sim, pelos exemplos que você achou no Google, existe Montferrato em português. Mas há uma diferença com os topônimos: não podemos usar essa versão "Montferrato" para todos os indivíduos com esse nome, teríamos que ter uma fonte para cada um deles, ou nós estaríamos promovendo uma aportuguesação generalizada de forma inédita. Veja que também existe, em obras em português Monferrato (sem o t).Pedrassani (discussão) 23h37min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)

Sim, por isso convém separar entre: francos/franceses = Montferrato; italianos = Monferrato. E nos topônimos conforme acima. Ao menos a versão italiana está também, nesse caso, 100% portuguesa. E a francesa, mesmo se o t final incomoda, serve para diferenciar. Se a gente puser tudo no mesmo saco, a confusão aumenta. Pedrassani (discussão) 23h43min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)

Com a versão Monferrato em português:

  • Markun, Paulo (2009). Anita Garibaldi. uma heroína brasileira 6 ed. São Paulo: SENAC. ISBN 978-85-7359-828-55 Verifique |isbn= (ajuda)  - na página 32 cita o duque de Monferrato (um dos títulos de Carlos Alberto da Sardenha)
  • Alighieri, Dante (1998). A Divina Comédia. Purgatório (em português/italiano) 1 ed. São Paulo: 34. ISBN 85-7326-120-x Verifique |isbn= (ajuda)  - página 53 (versos 136 e 139) - cita o marquês Guilherme de Monferrato e a cidade de Alexandia (Não é culpa nossa se Dante o pôs no Purgatório, podia ser pior, eh, eh, eh...).

Acho que para os topônimos e sobrenomes italianos é suficiente.

Dá uma olhada em Marquesado de Montferrat -> Marca de Monferrato. Estava muito desorganizado e sem fontes. A mesma fonte lá citada servirá para o território Monferrat -> Monferrato quanto aos fatos. Quanto à grafia em português, as citadas acima servirão. Pedrassani (discussão) 01h56min de 12 de fevereiro de 2014 (UTC)

Pedrassani (discussão) 01h56min de 12 de fevereiro de 2014 (UTC)

Re: Geneall.netEditar

Claro tudo bem, mas séria melhor falar com os administradores da Wikipédia eles tem um bot que pode detectar e indicar quais os artigos que estão usando o Geneall.net como fonte, séria melhor e mais rápido assim! Leonardo (discussão) 23h55min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)

Coordenação robótica, se não conseguir ai sim fale diretamente com um administrador. Leonardo (discussão) 00h06min de 12 de fevereiro de 2014 (UTC)
Hello Renato...talking about Geneall.net, what do you think of this article? Um abraço, --Maragm (discussão) 10h58min de 12 de fevereiro de 2014 (UTC)

Títulos de nobrezaEditar

Renato
Equivoquei-me:
Margrave/margravina -> marquês/marquesa - ok
Landegrave/landegravina -> conde/condessa
Assim naquele "milhar" de princesas e príncipes do Sacro Império, uns poucos eram condes/condessas e não marqueses/marquesas. Vamos corrigir com o tempo, olhando no correspondente na Wiki en ou alemão. Estimo que seja uns 10% do total.

Nos nomes dos artigos não há problema, já que você tem eliminado o título de nobreza sempre que possível Pedrassani (discussão) 12h11min de 12 de fevereiro de 2014 (UTC)

Vândalo em açãoEditar

Renato
Um vândalo agindo com IP Especial:Contribuições/189.30.204.45 está à solta. Ele faz pequenas alterações de formato, introduz pequenos erros, depois os retira, torna a introduzir. Ele também tem uma conta que já foi bloqueada por mais de um mês no ano passado. Recebeu uma bronca de Biólogo32 e aí passou a editar como IP. Ele é esperto e conhece as regras. Eu o estou revertendo, mas se reverter três vezes eu é que caracterizo guerra de edições. Assim peço sua ajuda em:

BadenEditar

Marca de Bade-Hochberga e Marca de Bade não sei não... Antes de mudar o Grão-ducado de Baden, o estado Baden e a cidade de Baden-Baden que tal perguntar se isso (Bade) é realmente usado em Portugal? No Brasil nunca vi antes. Pedrassani (discussão) 00h02min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)

Esse da embaixada da Alemanha até que é bom, mas como eles podem não ser considerados bons em português, o que segura mesmo são os do google books. Mas descansa um pouco antes de fazer esses, pois vai enroscar no ouvido de muita gente. Pedrassani (discussão) 00h12min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)

ok. Dei uma passada nas casas de Hesse*... creio que lá agora quase todos os landegraves/landegravinas viraram conde/condessa e também não sobraram lá margraves/margravinas. Pedrassani (discussão) 00h18min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)

Re: Meryl StreepEditar

Calma, rapaz... foi um acidente... 5 segundos depois eu desfiz o erro... Nonsense...MaxJornalista (discussão) 04h24min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)

Faz parte... hahahahah sem problemas :) MaxJornalista (discussão) 04h29min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)

Traduções abusivasEditar

Por favor deixe de traduzir o que não é traduzível. O resultado é a perda de informação, pois não há qualquermapa ou referência que tenha esses aportuguesamentos desnecessários.Há milhõesde páginas por traduzir: por favor dirija a sua energia para elas e não para a destruição da universalidade da Wiki. Não gosto de disputas e de discussões, pelo que peço antecipadamente desculpa pelo desabafo, mas são centenas de alterações inusitadas. Angrense (discussão) 21h12min de 16 de fevereiro de 2014 (UTC)

:REEditar

O título atual da página também está em pt-br, mas tudo bem, são tantas edições em tão pouco tempo que alguma acaba "falhando". Eu só coloquei a observação para justificar a alteração feita sobre sua edição. Bom trabalho. Clarice Reis (discussão) 23h44min de 16 de fevereiro de 2014 (UTC)

BurgraveEditar

Renato

Pois é... Eu havia proposto a fusão de Conde (mínimo e sem fontes) com Landgrave (mínimo e sem fontes). Não tenho dúvida que essa é a melhor equivalência, pelos seguintes motivos:
1) Algumas antigas unidades territoriais do Sacro Império chamadas "Landgrafschaft" já são traduzidas como "condado". Ex: Landgrafschaft Hessen-Darmstadt Condado de Hesse-Darmstadt, de forma que no passado outros editores (e escritores lusófonos) já estabeleceram a equivalência "landgraf" -> conde.
2) Os poderes de um "landgraf" eram equivalentes ao de "conde" na península Ibérica e na península Itália. Certamente não equivalência exata, pois não existem histórias equivalentes, assim como não existem traduções exatas. Mas já usada anteriormente em obras em português.
3) Muitos artigos já tinham personagens equivalentes chamados ora conde, ora landgrave.

Ocorre que a nobreza do Sacro Império era mais estratificada que a da península Ibérica. E assim a palavra "graf" etimologicamente equivalente à latina "comes" equivaleria a conde. E havia ainda todo um conjunto de graf sem equivalente em Portugal, na Espanha ou na Itália. Nem se fala no Brasil, uma vez que a nobreza brasileira surgiu muito depois da Idade Média e os títulos de nobreza não tinham nenhum poder sobre terras. Assim, temos (da Wiki de)
Markgraf (marchio), Grenzgraf (Comes terminalis)
Landgraf (comes provincialis, comes patriae, comes terrae, comes magnus u.ä.)
Gaugraf (comes),
Pfalzgraf (comes palatinus) e Hofpfalzgraf (Comes palatinus caesareus):
Reichsgraf
Lehnsgraf
Burggraf (praefectus, castellanus)

Assim o burggraf seria simplesmente o "senhor de um castelo".

Mas chegamos ao ponto. Como ordenar isso em nossa Wiki? Um editor que já produziu muito na Wiki, mas agora está menos ativo e foi o autor do artigo "Margrave", discordou da fusão citada no início.

Eu penso que o melhor seria refazer totalmente o artigo conde (e juntar aí landgrave e burgrave) e o melhor ponto de partida seria a Wiki alemã (porém sem fontes). A nossa e a espanhola estão pobres nesse artigo. A inglesa e a italiana razoáveis. Eu não tenho conhecimento de alemão suficiente para essa tradução (quase zero na verdade). Poderia fazer uma tradução das wikis en e it, mas a it que está um pouco melhor está sem fontes. E para começar, teria que haver algum consenso em fundir esses artigos. Pedrassani (discussão) 19h40min de 17 de fevereiro de 2014 (UTC)

MontferratEditar

Na verdade lá é outro editor. Também não entendi e escrevi isso e algo mais lá. Não lembro de ter tido algum diálogo prévio com aquele editor, nem alguma discordância tão injustificada (com insinuação sobre inexperiência do tradutor). Pedrassani (discussão) 20h47min de 17 de fevereiro de 2014 (UTC)

HadesEditar

Desfiz tua edição. Explico-me aqui, para poupar outros espaços:

Editei o artigo, com a leitura de bem mais de dez livros - alguns deles com mais de 100 anos; traduzi o que pude, num trabalho hadeano para que viesse - como efetivamente veio - a se tornar um dos destaques nesta Wiki...

Pois bem; nos afastamos algum tempo e... Alteraram não somente o que discutíramos adrede para a melhor grafia do deus ctônico, como insculpiram ali outras tantas grafias as mais diversas; ora, como já tive ocasião de falar em várias partes - segui as melhores fontes - de Junito Brandão a Monteiro Lobato (que, a despeito de escrever para crianças, foi um dos mais importantes editores - sobretudo de obras sobre a cultura clássica - no Brasil).

Assim sendo, passei para avisar-vos que, assim como o usuário "Conhecer" (que sou eu mesmo) falou na discussão ao qual fez remissão, a grafia adotada ali é aquela que repus.

Espero haver, minimamente, esclarecido. André Koehne (discussão) 15h22min de 18 de fevereiro de 2014 (UTC)

  • Verdade; os sumários de edição nos forçam a não detalhar muito... Não vi a discussão "lá" no Posidão, e aliás tenho muito receios de nossos resultados nesses embates de nomenclatura: aqui Botsuana vira Botswana e mesmo grafias consagradas cedem lugar a estrangeirismos os mais estranhos (como por exemplo a vez que tive de sair removendo Burma de vários textos, palavra inexistente no português e que é o equivalente anglófono de Birmânia. Muitas vezes, como neste caso, revela a ignorância do tradutor - como, aliás, vemos num documentário exibido pelo próprio Ministério da Educação brasileiro...).

Contudo, o idioma por vezes admite mais de uma grafia - caso de Hércules e Héracles; o que precisamos fazer nestes casos é reconhecer a múltipla grafia e nos servir do recurso maravilhoso do redirect - ou seja, a pessoa usa a forma que mais se lhe esteja familiar, pois é correta.

No caso do Hades o que fiz foi consertar a edição de um IP - que saiu a colocar a grafia que a ele pareceu melhor - resultando, se bem me lembro, que o artigo ficou com 3 grafias distintas para o mesmo deus! he, he...

Abraços, e... é, acho que vou olhar o andamento da discussão. Olhar não tira pedaço! André Koehne (discussão) 06h26min de 19 de fevereiro de 2014 (UTC)

    • Nossa... ficar afastado da wiki nos permite conferir que nossos tradutores continuam a fazer um "bom" trabalho... Olha só quantos "Burma" temos aqui!... De nada adianta termos a palavrinha "Birmânia", o inglês irá finalmente nos "dominar" por pura e simples ignorância! he, he... André Koehne (discussão) 06h30min de 19 de fevereiro de 2014 (UTC)

MargraveEditar

Na página de editor vale até outra língua...

No caso da Ópera Margrave acho melhor deixar, por enquanto. Na verdade é nome de um edifício que até ficaria melhor no original (Markgräfliches). Ninguém pensaria em traduzir o World Trade Center, ou o Palácio do Reichstag, ou a de:Casa Rosada, ou o Kremlin (ainda que estejamos a usar a transliteração de Кремль para o inglês, mas deixa isso quieto), ou o en:Palácio da Alvorada.

Outra coisa: Deve existir algo como isso com nomes de cidade. Você conhece? Pedrassani (discussão) 19h37min de 18 de fevereiro de 2014 (UTC)

Re:TrabalhoEditar

Magina meu amigo, eu adoro limpar a bagunça que os IPs fazem, daqui a pouco vou encontrar uma marcação sua de ER#C1 para um artigo chamado Ivão VI o tERRÍvel  . Ai esses IPs :-) --Zoldyick (discussão) 01h57min de 19 de fevereiro de 2014 (UTC)

Pier-and-door (partitions)Editar

Boas Renato. Faz ideia de como se traduz isso? Será que haverá material para um esboço de artigo? Abç. --Stegop (discussão) 13h00min de 19 de fevereiro de 2014 (UTC)

RE:Editar

Olá!

Cara, você me deu uma excelente ideia! Estou quase concluindo a tradução de Maria de Saxe-Coburgo-Gota e "pegarei" esse logo em seguida. Abraço! Biólogo 32 What? 20h52min de 19 de fevereiro de 2014 (UTC)

AquisgranoEditar

Obrigado por criar a categoria e transferir (alguns) verbetes. Eu estava sem coragem! Dantadd (α—ω) 01h20min de 20 de fevereiro de 2014 (UTC)

Sim! É preciso fôlego e também conhecimento... Boa noite, agora vou dormir! Dantadd (α—ω) 01h23min de 20 de fevereiro de 2014 (UTC)

Re: Desambig GustavusEditar

Boas Rena. Por mim isso é caso de ER ou, quanto muito, de ESR, mas há por aqui quem ache muito mal que se apaguem essas inutilidades que só atrapalham. Como se fizesse algum sentido "estruturar" (e desambiguar) a pensar na hipotética futura existência de determinados artigos num projeto em que não há planos (e mesmo que houvesse, as probabilidades de serem cumpridos seriam baixas). Abç.

PS: Quanto às localidades, e não só de Creta, também é frequente que não saiba escolher entre cidade ou vila e vila ou aldeia. Mas naquele caso com apenas 143 habitantes parece-me absurdo chamar-lhe vila. Abç. --~~

nomesEditar

vc está sendo questionado aqui: Wikipédia:Esplanada/geral/transliterações e neologismos em massa (21fev2014) Tetraktys (discussão) 04h43min de 21 de fevereiro de 2014 (UTC)

Aproveitando a oportunidade, estou contestando oficialmente você aqui: Discussão:Érico, o Vermelho#Erik e não Érico. Por favor participe. --Zoldyick (discussão) 17h01min de 21 de fevereiro de 2014 (UTC)

Além de não estar com alento para essas discussões, o meu aparecimento por lá, mesmo que eu fizesse um esforço (hipócrita) para ser diplomático só iria inflamar ainda mais os trolls do costume cuja argumentação se resume invariavelmente a achismos do tipo "é forma consagrada", "Google isto, Google aquilo", status quo e disseminação de desconfiança. Vou ater-me a Wikipédia:Não alimente os trolls... Não é que na discussão só tenham aparecido trolls, mas já está mais que visto que quando certos trolls aparecem em certas discussões qualquer hipótese de discussão produtiva fica praticamente liquidada. --Stegop (discussão) 22h15min de 21 de fevereiro de 2014 (UTC)

Citação: «o terem o citado com alegação falsas» — quanto a isso ocorrem-me estes ditos: "os cães ladram e a caravana passa" e "vozes de burro não chegam ao céu"... Os insultos ou insinuações de quem não me merece qualquer respeito intelectual ou moral não me afetam. --Stegop (discussão) 23h33min de 21 de fevereiro de 2014 (UTC)

Palácios minoicosEditar

Boas Renato.

Venho lançar-lhe um desafio... Não quer criar uma artigo, mesmo que não passe de um esboço, que explique o que é um "palácio minoico"? É certo que já há uma descrição sumária de meio parágrafo em Civilização Minoica, mas creio que seria útil ter um pequeno artigo que se pudesse linkar sempre que se fala em "palácio", principalmente porque um palácio minoico não é exatamente ou é muito mais do que um palácio, usando-se a designação para, não só um centro administrativo, mas também comercial/urbano. Ou estarei enganado? Se estou, isso só reforça a utilidade da existência de tal artigo.

O que me diz?

Um abç. --Stegop (discussão) 19h47min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)

Sim claro. Farei tão breve quanto possível. Tendo os minoicos criado um estilo à parte em várias coisas que seguiam certo padrão no mundo do bronze influenciado pelo Oriente Próximo, acho bem pertinente fazê-lo, ainda mais quando consideramos que o termo foi cunhado pelo primeiros arqueólogos minoicos e, embora ainda em voga, pouco ou quase nada se assemelha em definição com a acepção original.--Rena (discussão) 22h45min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)

AportuguesamentosEditar

Prezado Renato

Vou responder aqui sua última observação a mim em Wikipédia:Esplanada/propostas/Adoção de termos em língua portuguesa (25fev2014). Isso apenas para manter agora o foco em Transliteração, como eu mesmo propus e ficaria incoerente eu aprofundar-me fora do tema central. Uma vez aprovada aquela proposta (Haja otimismo!) dircutiremos o resto.

@Rena. Sim, concordo. Aqui fundamentalmente somos indivíduos que escrevem uma enciclopédia em língua portuguesa. Só que temos que estabelecer regras justamente para que você, ou outros, não sejam acusados de passar dos limites. Creio que eu já disse lá que nas modificações que discuti, as regras foram obedecidas. Até uma alteração que não acompanhei e deu-me um susto depois, você reverteu, a pedido de outros (Tolosa->Toulouse). Então creio que devemos esperar as contestações dos topônimos e responder uma a uma.

E quanto aos antropônimos, de uma data para trás (metade do século XIX?), que se use a versão em português do nome (quando existir, é óbvio, e sempre com fonte, para esclarecer quem chegar no meio da conversa). Mas que não se altere o sobrenome, salvo quando associado a um topônimo já apostuguesado, caso comum na realeza). Já que citaram o espanhol, tenho larga experiência com falantes de espanhol (na Améria do Sul) e nunca conheci ninguém que estranhasse usar "Guilherme Sheakespeare" (alguns falando o sobrenome sem usar pronúncia inglesa). Ou seja, para personagens históricos, entre os hispânicos não há trauma em usar a versão local do primeiro nome. Veja Immanuel Kant (por sinal nascido em Königsberg - atual Caliningrado). Não vejo muitos problemas em chamá-lo de Manuel Kant ou Emanuel Kant. Agora Manuel Cante não seria nem reconhecido por lusófonos que tenham lido suas obras. Há outros que foram "aportuguesados" no passado por vias estranhas. Como Nicolò Machiavelli virou Nicolau Maquiavel? Acho que pegou-se do francês o nome desse que foi um grande escritor italiano...pois quem disse que devia se suprimir-se a vogal final para ficar português? Seria mais lógico, então, Maquiaveli ou Maquiavele. Ou melhor no original. Mas é outro caso que não temos autoridade para corrigir. Pedrassani (discussão) 21h08min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)

Do Maquiavel, acho eu que se assemelhe ao Friul. Na prática não temos no português palavras terminadas em "i" (irônico até) e quando palavras provém do italiano, por coerência, habitualmente se suprime aquele "i". E acho também que, para ficar mais simples, antes simplesmente remover o "i", que na prática influencia muito pouco na pronunciação, do que colocar um "e".--Rena (discussão) 22h51min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)
E se por um lado eu já me acostumei a grafar várias palavras, topônimos inclusive, sem aquele "i", outros, de mesmo modo, pouco me incomodam. Pensando pela segunda lógica, não vejo nada de absurdo, e acho até que bonito, Rimini ou Forli.--Rena (discussão) 22h55min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  A medalha da ideia brilhante
Parabéns por arregaçar as mangas e colocar em prática algo de que tanto precisamos em Usuário:Renato de carvalho ferreira/Transliterações. RafaAzevedo msg 15h41min de 10 de março de 2014 (UTC)

Re: Guerra PírricaEditar

Respondido. A propósito, tem alguma ideia a respeito do artigo Saxão Gramático? Confesso que acho um bocado estranho utilizar o nome em latim, apesar de já ter visto diversas fontes o fazerem. A Grande Enciclopédia Brasileira e Portuguesa utiliza a forma Saxão Gramático, enquanto o DOELP do JP Machado nem sequer o menciona. RafaAzevedo msg 02h55min de 12 de março de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  Medalha do editor
você é um grande editor Editor santos (discussão) 18h15min de 14 de março de 2014 (UTC)

Re: Festivais romanosEditar

Tradução dos Fastos de Ovídio por Antonio Feliciano de Castilho, vol. 1, 1862. Tem no Google Books, com um calendário com traduções a partir da página 229. E vamos traduzindo sim, oras! ;) Abs, Domusaurea (discussão) 22h50min de 16 de março de 2014 (UTC)

Eu mesma fiquei sem saber como proceder na predefinição quando a refiz, mas suas alterações estão corretíssimas. É importante reconhecer que um trabalho como esse na Wikipédia ajuda sim a consolidar as regras de transliteração/tradução na língua portuguesa, tão pouco seguidas como tantas outras leis. Obrigada pela sua enorme ajuda e energia no projeto. Abs, Domusaurea (discussão) 00h41min de 17 de março de 2014 (UTC)

Re: MapasEditar

Obrigado pelo aviso, muito bom saber (e parabéns pela iniciativa), realmente é um saco ter que usar os mapas em inglês mas minha incapacidade de lidar com telas, gráficos e similares me impede de tentar ajudar no quesito. Abs, RafaAzevedo msg 21h05min de 17 de março de 2014 (UTC)

Legal, pode deixar. Obrigado! :) RafaAzevedo msg 21h11min de 17 de março de 2014 (UTC)

Legiões romanas e nomes de cidades romanasEditar

Renato

Sem dúvida. Devemos pôr o nome romano em itálico, seguido do nome atual entre parêntesis. Nos artigos, essa também deveria ser uma prática comum. Pedrassani (discussão) 12h55min de 18 de março de 2014 (UTC).

E coloca-se o link apenas no nome atual (a menos que haja também um artigo específico com o nome antigo, como no caso de Mediolano). Pedrassani (discussão) 13h02min de 18 de março de 2014 (UTC)

DiscussãoEditar

Olá, Renato. Estou me sentindo mal pelo tom que aquela discussão sobre as alteração de títulos acabou tomando, no fundo acho que eu e você estamos do mesmo "lado", por mais que tenhamos nossas discordâncias, e acho não só prejudicial pra mim, pessoalmente, deixar essa pendenga no ar, mas até mesmo para o projeto, porque no fim das contas são tão poucas as pessoas bem-intencionadas e dispostas a cruzar o mar de dificuldades que isso aqui nos oferece diariamente (vandalismos, trollagens, argumentações sem qualquer fundamento, etc) que no fim das contas os poucos bem-intencionados devem é se ajudar e tentar botar as diferenças de lado, ou pelo menos tentar relevá-las, na medida do possível. Creio que eu possa ter me exaltado no calor da discussão - por mais que considere correta minha linha de argumentação - e por isso gostaria de oferecer um pedido sincero de desculpas - uma bandeira da paz, para ser mais exato - para que possamos continuar a colaborar um com o outro, já que inevitavelmente continuaremos a nos "esbarrar" por aí, por termos os mesmos interesses aqui. Não foi minha intenção menosprezar seu trabalho e, mesmo discordando de algumas atitudes suas, sei que teve boa intenção e reconheço (como já frisei outras vezes antes pra você) o valor que você teve e continua tendo em tantos artigos que envolvem os meus temas favoritos, os principais motivos pelo qual comecei a editar aqui - história, seja ela antiga, medieval, etc. Enfim, só escrevo isso pra que não fique um "clima ruim" entre nós dois, odeio essa coisa tão comum por aqui de ter "inimigos" e "desafetos", especialmente quando a pessoa em questão é alguém com quem concordo em quase tudo (e não só isso, creio que temos muito a aprender um com o outro). Saudações cordiais, RafaAzevedo msg 04h18min de 22 de março de 2014 (UTC)

Infelizmente é verdade, às vezes a questão do tradicionalismo, conservadorismo ou chame-do-que-quiser pode pesar mais do que referências ou argumentos, tanto para o bem quanto para o mal, mas acho que é uma coisa que com o tempo se aprende a lidar por aqui, ou pelo menos a se tentar argumentar. Eu aprendi com o tempo, depois de muitas cabeçadas e murros em ponta de faca a ser mais flexível (e olha que ainda sou chato e turrão paca), já fui muito mais purista nessa questão das grafias "em português" (como aliás o próprio Gameiro mencionou naquela discussão), tive discussões homéricas com diversas pessoas que queriam impor grafias que julgavam corretas (o caso do Malawi/Malaui sempre me vem à cabeça), mas com o tempo aprendi a aceitar que, se usam o que eu acho "feio" ou "errado" em fontes do governo, acadêmicas, não serei eu a tentar corrigi-los; apenas aceito e, se possível, tento explicar o que os linguistas e lexicógrafos dizem a respeito no texto do artigo. Acho que no fundo até me fez bem, me deu uma certa humildade, descobrindo que não é só tudo que eu acho correto de fato é correto (embora até agora eu não engula o tal do "Poseidon"...) :) Mas na questão dos nomes antigos fico realmente incomodado, até porque neles não há uma tradição; é tudo relativamente recente, no português, e está sempre mudando, ao menos entre os historiadores; agora, por exemplo, há uma tendência de se chamar o célebre deus , do Antigo Egito, de Re - e aí, como ficamos? Enfim... Outro dia estava olhando a questão da cidade de Sinope, e vi a discussão que foi travada lá... fiquei triste, pois vi duas pessoas que respeito travando uma briga boba, seria tão fácil se os argumentos racionais fossem ouvidos, mas sempre há a questão emocional envolvida, preconceitos, precipitações, cabeça quente, etc. (aliás essa é uma mudança que pretendo fazer nos próximos dias, gostaria de saber o que acha). Espero que um dia a gente supere essa fase e chegue num nível superior de discussões, afinal até que para um idioma que nem é um dos principais do mundo temos uma das Wikipédias mais completas - muito melhor que a hispanófona, por exemplo, IMHO. Saludos, RafaAzevedo msg 05h12min de 22 de março de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  Medalha da civilidade
Pela capacidade de, em tempo útil, pôr termo a uma discussão improdutiva, privilegiando o respeito pelo outro e as vantagens do trabalho em equipa. Tegmen enviar msg 21h03min de 22 de março de 2014 (UTC)

TirídatesEditar

Dei uma olhada no DOELP agora e ele cita a forma sem acento, Tiridates. Já no Google Books encontrei algumas com o acento, embora a maioria em espanhol. O que você sugere? Abs. RafaAzevedo msg 05h49min de 24 de março de 2014 (UTC)

Transliteração - só uns comentários já que estamos estudando o assuntoEditar

Renato

Não sei se você já deu uma olhada no artigo e. É uma pena que não exista a versão em português. Mas aí está a base para a transliteração, infelizmente voltado apenas para o inglês. Só uma observação: o "k" é nativo do alfabeto cirílico, mas como se trata de um alfabeto completamente diferente do latino, é apenas uma coincidência, de forma que uma tabela para transliterar do alfabeto cirílico ao latino usado em português teria que ter a correlação k -> c (quando seguido de a, o, u) e k -> qu (quando seguido de e, i). Aviso aos navegantes: Não estou inventando nada, cada caso deve ser apoiado em fontes. Ver, onde se nota as adaptações para uma língua latina.

Quem entende o acima, deve entender que quando escrevemos Kant estamos usando o original em alemão, e quando escrevemos Kaliningrado ou Chernobyl não estamos escrevendo o original em russo, mas uma transliteração ao inglês. Observe que no artigo Caliningrado há o nome anterior a 1945 (quando era território alemão) que é Königsberg, com o aportuguesamento Conisberga (forma usada em Portugal) e de Conisberga ninguém reclamou. Pedrassani (discussão) 12h42min de 29 de março de 2014 (UTC)

Many thanks...Editar

... Dom Renato. Maybe you can help me with this since Stegop has not replied. Do you have any suggestions.Abraços, --Maragm (discussão) 18h14min de 30 de março de 2014 (UTC)

Good idea. I'll wait and see if Stegop has another suggestion and then I'll make the moves. Problem is I cannot find the birth or the death dates, and maybe they are not even recorded, so floruit would be a good option. Abraços, --Maragm (discussão) 18h26min de 30 de março de 2014 (UTC)
Olá outra vez, Renato. I have one more question. In es.wiki, according to our Livro de Estilo, we do not use Don or Doña before a name, even if the person has a title, is a noble, etc. There are only a few exceptions, such as Don Juan Manuel, a historic figure who is known by that name, with the "don" included. I was checking Wikipédia:Livro de estilo/Biografias but do not find anything on this. I think it is more "democratic" not to use these honorifics, but am not sure what is accepted in pt.wiki. Also, in es.wiki titles, such as count, king, senhor, etc, go in small caps, not in mayúsculas (i.e. Count, King, etc.). Many thanks again, --Maragm (discussão) 19h25min de 30 de março de 2014 (UTC)
@Maragm I agree with you. There are not grammatical rules or laws (except, maybe, in England and others monarchic countries) saying that we must use this archaic form of writing. Some people will never understand that we are discussing how to write an encyclopaedia of our time, with a clear style. They think we must show "respect" in the same way that if we were writing wedding invitation of members the royal family (at the time Portugal and Brazil were kingdoms). The Roman emperors and the emperors of Holy Roman Empire had a lot of titles too... should we use that titles too in order to show their importance? Or to show the "idiosyncrasy" of their time? With the end of monarchy, some countries (Austria, I think) have forbidden the use of titles and even forbidden the use of same forms of names, like the German "von". Pedrassani (discussão) 12h52min de 4 de abril de 2014 (UTC)
Thanks, Dom Pedrassani. I mentioned in another discussion that I have an "allergy" when I see the profuse use of Dom or Dona, but my allergy really flares up when I see articles like this one, full of "D"s, but really no references confirming the facts, thereby making the article unverifiable. If only more efforts were made to include references instead of decorating the articles with these honorifics, pt.wiki would be a much better and a more reliable source. Regards, --Maragm (discussão) 13h12min de 4 de abril de 2014 (UTC)

Código de Teodósio ou Códex de TeodósioEditar

Caro Renato,

"Sempre" vi codex traduzido como códice e quando fui consultar esse artigo na Infopedia descobri que também existe códex, que aparentemente eles preferem. Será que "código" é a melhor tradução? Abç. --Stegop (discussão) 02h23min de 1 de abril de 2014 (UTC)

Então, eu passei para código por ser este o que mais abunda nas referências online em português (aqui). Para códex (aqui) aparecem principalmente referências ao original.--Rena (discussão) 02h30min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Ok, já cá não está quem falou. --Stegop (discussão) 02h35min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Porém por se tratar de outras formas do nome, se você quiser pode colocar lá no artigo. Quando mais melhor.--Rena (discussão) 02h38min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Se me permitem a intromissão, @Renato de carvalho ferreira: e @Stegop:, discordo da forma "código", pelo que vejo as fontes de fato usam bastante mas o Houaiss, por exemplo, não remete em seu verbete códice para "código", tampouco o fazem o Caldas Aulete e a Infopedia (assim como o Aurélio, que não tem versão online). Não sei se é preciosismo da minha parte (e nem quero começar mais essa "briga", hehe), mas achei que deveria mostrar pra vocês... :) RafaAzevedo msg 03h13min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Da minha parte a intromissão é bem vinda, RafaAzevedo, mas de certa forma dando o dito por não dito, arrisco alvitrar que códex/códice se aplica mais especificamente a manuscritos, e não exatamente a um conjunto de leis, que em jargão jurídico atual se designa "código". --Stegop (discussão) 03h20min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Dando meu pitaco, nunca vi "código" em lugar nenhum. Quase sempre encontro "códice" ou "códex".... Estranho demais "código"... José Luiz disc 03h25min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Qual preferem então?--Rena (discussão) 03h29min de 1 de abril de 2014 (UTC)
Fui dar uma olhada nos referidos dicionários, e eles aparentam alegar que código também é válido e a propósito afirma que código provém da palavra latina codice (Aulete; Infopédia).--Rena (discussão) 05h05min de 1 de abril de 2014 (UTC)

Reversão de Teodorico I e Teodorico IIEditar

Caro Renato. Temos-nos cruzado constantemente aqui julgo que ainda sem nunca termos conversado, com pena minha. Julgo que não faz sentido reverter as páginas referidas acima, que estavam bem por se terem tornado ambas páginas de desambiguação após minha transformação por haver na História vários Teodoricos I e II. Assim, criei duas páginas novas Teodorico I dos Visigodos e Teodorico II dos Visigodos com os mesmos detalhes que lá estavam constantes, assim como tive o cuidado de que constassem os seus nomes nas referidas páginas primitivas agora em desambiguação. Terei feito algo de errado? Um abraço. LourencoAlmada (discussão) 18h57min de 1 de abril de 2014 (UTC)

Obrigado pela sua resposta. Sim concordo com tudo mas não sei como o fazer, mais ainda agora que tinha que rever tudo e recomeçar de novo. Numa próxima vou deixar como dantes, pelo menos até aprender direito. Abraço. LourencoAlmada (discussão) 19h16min de 1 de abril de 2014 (UTC)

Mais uma vez obrigado pela resposta e ajuda. Hoje já estou bastante cansado para entrar em novas aventuras, mesmo que seja em "afluentes", mas logo que necessite dessa ferramenta vou procurar fazê-lo. Abraço. LourencoAlmada (discussão) 19h27min de 1 de abril de 2014 (UTC)

GotingaEditar

Como assim "ele não deixou"? Teoricamente, as categorias devem ter o mesmo topônimo escolhido para o título do artigo. Em casos como esse, eu prefiro não brigar demais, pois corremos o risco de perder não só os anéis mas também os dedos, pois o problema se difunde e acabamos por estar em minoria. Não sei se me expliquei bem... Veja lá o caso de Rui Barbosa... o cara tanto que gritou que conseguiu. Dantadd (α—ω) 20h46min de 1 de abril de 2014 (UTC)

ComunicadoEditar

  • Fiz um pedido de observação de suas edições [4] JMGM (discussão) 13h30min de 2 de abril de 2014 (UTC)

Edição em Invasões bárbaras da península IbéricaEditar

  Bem-vindo à Wikipédia. Todas as pessoas são encorajadas a fazer contribuições construtivas na Wikipédia. No entanto, uma das edições que fez recentemente no artigo Invasões bárbaras da península Ibérica não parece ser construtiva e teve de ser revertida. Por favor, use a página de testes para fazer testes de edição à vontade sem danificar a Wikipédia. Se preferir, consulte também a página de boas-vindas para saber como contribuir para esta enciclopédia. Obrigado. Alex Pereirafalaê 19h48min de 3 de abril de 2014 (UTC)


BasílioEditar

Rena, vc nao pode mover um titulo para outro q é pesquisa inedita e nao existe qualquer referencia pra ele.[5] MachoCarioca oi 07h45min de 5 de abril de 2014 (UTC)

Veja Discussão:Basílio Onomagoulos. Dantadd (α—ω) 13h20min de 7 de abril de 2014 (UTC)

Papo?Editar

[6]. Ariel C.M.K. (discussão) 00h50min de 6 de abril de 2014 (UTC)

Por favor responda na página de discussão do artigo. Ariel C.M.K. (discussão) 00h53min de 6 de abril de 2014 (UTC)

RE - MedalhaEditar

Olá Rena, tudo bem? Fico muito agradecido pela medalha, emocionado mesmo! Boas edições! Stuckkey (discussão) 01h08min de 6 de abril de 2014 (UTC)

Edição em Pappus de AlexandriaEditar

  Por favor, evite fazer edições não construtivas na Wikipédia, tal como fez em Pappus de Alexandria. As suas edições parecem ter constituído vandalismo e foram revertidas. Se quiser fazer testes, por favor use a página de testes. Obrigado. Alex Pereirafalaê 02h09min de 6 de abril de 2014 (UTC)

Saboia/SabóiaEditar

Eu até pensava que nunca levou acento, nomeadamente por analogia com "boia", mas terei que confirmar. --Stegop (discussão) 15h52min de 7 de abril de 2014 (UTC)

Re: Götas e MagisterEditar

Desculpe não ter respondido antes, andei um pouco ausente. Creio que no caso do Götas não há muito o que discutir, tratou-se de um redirect manual totalmente despropositado para um título em idioma estrangeiro, você fez bem em reverter o editor. Já sobre o magister officiorum, a princípio não sou a favor da movimentação para a tradução; creio ser um título muito mais conhecido e citado em sua forma latina que na forma traduzida. Mas se quiser iniciar uma discussão na PD do artigo, e ouvir as fontes e opiniões de outros editores, nada contra. Abs, RafaAzevedo msg 06h19min de 9 de abril de 2014 (UTC)

Bula RégiaEditar

Caro Renato, se achar que a tradução é incontroversa pode mover o título. Mas o ideal era arranjar uma fontezinha que mencionasse o termo pt. Abç. --Stegop (discussão) 21h01min de 13 de abril de 2014 (UTC)

Cheer up!!Editar

 
A "pincho de tortilla" typical of where I live to cheer you up (I saw someplace that you were a bit down). Don't get discouraged, there's a lot to be done to improve the quality of this wiki. Abraços, --Maragm (discussão) 10h22min de 15 de abril de 2014 (UTC)

Meknes e VolubilisEditar

Boas Renato.

Raramente vejo escrito Mequinez, a não ser em documentos antigos. Mas, como sempre, isso pouco adianta, pois os jornalistas e os redatores de panfletos turísticos e afins têm tendência, como toda a gente, a usar o nome "mais comum" ou "original". Daí que me abstenha quanto a uma eventual moção a não ser que haja fontes sólidas que comprovem que Mequinez não é arcaísmo.

Quanto a Volubilis, ele já foi destacado há um mês, mas em todo o caso obrigado pelas correções. Só um detalhes: acho preferível usar villa em vez "vila", para não se confundir com localidade. Aliás, sempre me habituei a ver villa e não vila, quer para as casas romanas quer para as moradias modernas.

Uma abç. --Stegop (discussão) 14h24min de 18 de abril de 2014 (UTC)

Bom... Havendo todas essas fontes, também concordo que se justifica a mudança. O mesmo se passa com Marraquexe, que nunca cheguei a propor mudar por assumir que a forma francesa ou inglesa era a mais usada no Brasil. Mas suspeito que em ambos os casos, principalmente no segundo, vamos ter o burburinho e os "argumentos" estapafúrdios do costume... Haja paciência... Talvez uma boa ideia seja perguntar ao Rafa que, apesar de em muitos casos me parecer que valoriza demasiado o "uso comum", um pouco em detrimento de fontes mais "linguísticas", é claramente alguém muito ponderado e com muito mais conhecimento de causa do que eu. --Stegop (discussão) 15h48min de 18 de abril de 2014 (UTC)

Fui eu quem escreveu a maior parte do artigo de Mequinez , sim, mas o de Marraquexe nem por isso (uma parte considerável, mas não a maior parte). Gostaria de desenvolver bastante qualquer dos dois, mas tenho vindo a adiar isso. De qq forma, bem sabe que para muita gente aqui a opinião de quem produz conteúdo vale tanto como a de qualquer palpiteiro (ou ainda menos, em nome de WP:POSSE...). --Stegop (discussão) 16h39min de 18 de abril de 2014 (UTC)

Scrinium barbarorumEditar

Olá, Renato, tudo bem? Estou escrevendo para você (e gostaria de saber também a opinião do Stegop a respeito do artigo Gabinete dos Bárbaros; não encontrei fonte alguma sobre essa forma no Google Books, e no Google normal apenas fontes que remetem à própria Wikipédia. Já "escritório dos bárbaros" (assim, em minúsculas mesmo) consta da História do Império Bizantino, de Mário Curtis Giordani ([7]). O que vocês acham, se opõem a uma movimentação? Ou preferem manter o título em latim? Um abraço, RafaAzevedo msg 23h21min de 23 de abril de 2014 (UTC)

Tampouco consegui achar fontes para "Logóteta postal", não seria melhor deixar ao menos como "Logóteta do dromo", que ao menos se parece com a forma original? RafaAzevedo msg 23h36min de 23 de abril de 2014 (UTC)
Havendo fontes para "escritório" tenho que me abster, mas como, salvo erro, disse ao Renato quando ele o criou com o nome de "escritório", este termo soa-me muito estranho, pois se em muitos contextos ele é praticamente sinónimo de gabinete, em ptPT "escritório" está quase sempre associado a uma sala ou, por generalização, a um edifício ou parte dele, e muito raramente a uma instituição. Por isso, se considerarem inadequada a forma "gabinete", sugiro que se passe a usar Scrinium barbarorum, por ser mais neutro.
Em relação ao logóteta postal, também me abstenho. --Stegop (discussão) 23h38min de 23 de abril de 2014 (UTC)
Stegop, "gabinete" em ptBR soa um pouco estranho por ser mais utilizado para se referir a um móvel onde se guardam papéis, arquivos, etc. do que propriamente dito a um cargo ou a uma sala. Em todo caso, creio que se existe fonte em português deveríamos utilizar a forma em português, mas se vocês optarem pela forma latina não serei eu a ser a voz discordante. Talvez o Jbribeiro1 também queira opinar... RafaAzevedo msg 23h51min de 23 de abril de 2014 (UTC)

Também estou com dúvidas acerca de Proedro, não consigo encontrar o termo ser utilizado nem em fontes históricas nem em dicionários... RafaAzevedo msg 23h51min de 23 de abril de 2014 (UTC)

Vamos por partes para eu não me perder:
  • Scrinium barbarorum - estou longe de achar que usar a forma latina seja a mais apropriada, seja aqui seja em muitos outros casos. Quando criei o artigo meses atrás foi exatamente por meio da referência citada no artigo que me baseei para afirmar que tratava-se de um escritório, que a propósito imagino ser a tradução mais fiel do termo latino, porém, estando eu a mercê de minha ignorância quanto a diferença gabinete/escritório, acatei aquilo que o Stegop disse.
  • Logóteta postal, embora até tenha "namorado" logóteta do dromo, acabei optando por logóteta postal por ser uma forma bem comum nas fontes em inglês de acordo com o próprio artigo, talvez até mais de logóteta do dromo. Mas aqui não me importo se seja uma ou outra.
  • Proedro - este título advém do título grego clássico proedro, presente aqui. E a propósito, em italiano a grafia é a mesma (aqui). E neste caso, por se tratar da omissão de um simples "s", não vejo prejuízo algum, mesmo que não houvesse fontes, pois evita de haver confusões desnecessárias entre plural e singular.--Rena (discussão) 00h06min de 24 de abril de 2014 (UTC)
  • Sobre "proedro", de fato acato as fontes mostradas, meu erro. Estranho que não conste de qualquer dicionário.
    Já sobre o "logóteta postal", o fato de não existir em qualquer fonte em português configura pesquisa inédita, por mais que possa se assemelhar a este ou aquele idioma. Acho que não podemos criar um termo que não existe em qualquer outro lugar.
    Sobre o scrinium, acho meio estranho mantermos em latim se existem fontes para uma forma em português (até porque a palavra 'escritório' tem, no fundo, uma origem etimológica no scrinium latino), mas não me oponho já que vocês dois estão a favor. Sugiro aguardarmos a opinião do Zé, que também se interessa e edita sobre o assunto. RafaAzevedo msg 00h22min de 24 de abril de 2014 (UTC)
Sobre o logóteta postal, foi o que eu disse, qualquer um é valido para mim. E só para constar, eu não consigo ver o título atual do artigo como pesquisa inédita, ainda mais levando em conta que quem colocou aquela informação foi o Cplakidas, de longe um editor mais competente do que qualquer um de nós sobre o mundo bizantino e mundo islâmico medieval.--Rena (discussão) 00h27min de 24 de abril de 2014 (UTC)
Se a fonte é um wikipedista, e não uma referência externa, é pesquisa inédita, pouco importando a competência (!) ou não do editor (que nem lusófono é). Aqui somos todos iguais, e nossa opinião não serve para embasar qualquer coisa se não estiver respaldada por uma fonte. RafaAzevedo msg 01h02min de 24 de abril de 2014 (UTC)
Ele não é a fonte de nada (aqui). A forma logóteta postal, como se vê ai, está presente no livros de alguns dos maiores autores sobre o tema. E é digno de nota que, ao menos no Brasil, não temos um grupo consolidado de autores que se debruça sobre o Império Bizantino, de modo que sempre que necessário informações é necessário pesquisar via o mundo anglófono. Dai que é plausível o emprego da forma pelo qual os autores acharam mais conveniente.--Rena (discussão) 01h09min de 24 de abril de 2014 (UTC)
  • Retiro as minhas objeções ao "escritório". Afinal é um detalhe e tenho que concordar que havendo um termo em português com fonte, é escusado usar o latim. Além de que já me tinha abstido. Sugiro é que seja mencionada a forma latina na intro. --Stegop (discussão) 01h14min de 24 de abril de 2014 (UTC)

RedirEditar

Oi Rena, tudo bem? Quando você for fazer um redir como este, verifique se no artigo destino existe o termo ou a transposição para o português do termo no artigo destino. Veja que, para um leigo, Kouropalatissa redirecionar para curopalata não faz sentido nenhum, até por que o leitor não encontra explicação do que seria a versão feminina do curopalata ali. Note que isso não é crítica à edição em si (pois o redir anterior resolvia isso), mas um toque pra aproveitar a oportunidade da mexida para darmos o passo! Boas! José Luiz disc 03h09min de 27 de abril de 2014 (UTC)

Compreendo e providenciarei uma solução para a questão. Estou aproveitando um tempinho para direcionar os redir para seus devidos artigos para por ordem na casa. (Interessante que nesse processo eu sempre bolo uma categoria nova para criar, kkk). Lembro-me que na ocasião que você saiu criando estes redirecionamentos para o famigerado títulos bizantinos era a coisa mais prática e melhor a ser feita já que tinham uma imensa defasagem no tema, que felizmente com o tempo viemos sanando. Boas!--Rena (discussão) 03h14min de 27 de abril de 2014 (UTC)
É isso. Na época, era o que dava: mandei centenas de artigos pra lá por que era o que tínhamos pra informar ao leitor. Depois, você veio resolvendo quase todos... Por isso que eu digo que não é crítica (de jeito nenhum). É um aviso pra uma pendência que podemos resolver em algum momento (talvez na hora do redir?). Mas vamos em frente. Boas! José Luiz disc 03h19min de 27 de abril de 2014 (UTC)

Predefs de traduçãoEditar

Boas Renato. Suponho que é isto que procura: {{Tradução/ref2}}. Exemplos Mos; Avenida İstiklal; Ágios Nikolaos. Também há {{ntref}}, mais prático para notas de rodapé. --Stegop (discussão) 21h06min de 28 de abril de 2014 (UTC)

Götas e Godos da EscandináviaEditar

Olá Renato! O termo Godos da Escandinávia estabelece um vínculo entre os Godos da Europa Continental e o povo escandinavo cujo nome atual em sueco é Götar - aportuguesado para Götas - e em sueco antigo era qualquer coisa como Gautar. Tanto quanto pude averiguar, há uma opinião unânime entre os historiadores atuais de que esse vínculo carece de provas, sobretudo de provas verificáveis, tratando-se de um mito histórico. HCa (discussão) 11h12min de 30 de abril de 2014 (UTC)

in late antique fashionEditar

Boas Renato.

Também estou na dúvida. À letra seria algo do tipo "da forma antiga final" ou mais recente. Dá ideia de ser algo do tipo "Na Antiguidade Tardia, os oficiais subalternos eram chamados (ou tinha o título de) tribounoi". --Stegop (discussão) 03h28min de 3 de maio de 2014 (UTC)

falha minhaEditar

Olá Rena! Reverti por engano, perdão pelo aviso! Boas! Stuckkey (discussão) 21h57min de 5 de maio de 2014 (UTC)

Acertos em predef. Misticismo CristãoEditar

Olá Rena! Procedida a readequação de colapse + inserção de tópico. Confira lá Predefinição/Misticismo Critão. CURIApeba - 14h29min de 6 de maio de 2014 (UTC)

FerriboteEditar

Boas Renato.

É um detalhe pouco importante, mas neste caso estou um pouco como o Rafa em casos afins: ferryboat está dicionarizado em ptPT e é, de longe, o termo mais usado. Ferribote só vi na Wikipédia e a primeira vez que o vi até pensei que era erro ortográfico.

Abç. --Stegop (discussão) 22h36min de 9 de maio de 2014 (UTC)

UsurpadoresEditar

Bitcho, acabei! Foram todos. Acho que, além das sugestões que deu, é possível colocar uma imagem pra cada um e vai ficar ainda mais legal. Tô terminando de organizar a categoria no Commons (falta uma dúzia de imagens) e acho que quase todo mundo tem uma moedinha pelo menos pra mostrar a cara. Mas estou contente de ter terminado o trabalho de azular todo mundo! Boa sorte agora pra destacar! José Luiz disc 00h04min de 11 de maio de 2014 (UTC)

Aqui um exemplo de como pode ficar com os três campos, se quiser usar. José Luiz disc 00h27min de 12 de maio de 2014 (UTC)
Excelente.--Rena (discussão) 00h39min de 12 de maio de 2014 (UTC)
Rs... Queria estar com tua pilha! Acho um saaaaco fazer essas tabelas na interface atual. José Luiz disc 00h44min de 12 de maio de 2014 (UTC)
Pra mim o segredo é ter artigos alternativos (como este) para quando o não estou com saco para fazer certas coisas.--Rena (discussão) 00h48min de 12 de maio de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  A medalha original
Pelo trabalho no artigo bom Gregório Gabras. W.SE (discussão) 17h12min de 13 de maio de 2014 (UTC)

Fourni ou Furni (ou Furní)Editar

Boas Renato. Nunca sei quando o "ou" é transliterado como "u"... :D

PS: Enchi a respetiva galeria do Commons com fotos do Flickr (um trabalhão!), mas acabei por não colocar nenhuma no artigo porque não sei identificar os edifícios e alguém pode assumir que a foto que está na secção X ilustra o que está escrito. O que acha? Acho muito "triste" artigos cheios de texto e sem fotos... Abç. --Stegop (discussão) 23h49min de 13 de maio de 2014 (UTC)
Embora você até consiga achar um ou outro a evocar algum argumento a favor do uso do "ou", você notará que isso está mais atrelado a um preciosismo quando a transliteração literal do grego, do que algum tipo de necessidade prática. Assim sendo, eu não vejo nenhum caso, ao menos não me recordo de algum, onde o uso do "ou" foi necessário, dado que, ao que me parece, o "o" destes casos é sempre, ou quase sempre, mudo, dai que não faz falta.--Rena (discussão) 04h16min de 14 de maio de 2014 (UTC)
Das fotos, mesmo que não necessariamente estejam vinculadas ao que está escrito na hipotética seção "x", no mais elas são sempre bem vindas, seja por questões práticas de complemento da informação, seja por questões estéticas, uma vez que mantêm os parágrafos com uma largura mais agradável ao leitor. Porém devo dizer que sou bem suspeito quanto as imagens, já que sempre adoro abusar delas, e a propósito fui criticado por isso na EAD do Sarcófago de Hagia Triada--Rena (discussão) 04h16min de 14 de maio de 2014 (UTC)

HelpEditar

Oi Rena, tudo bão? Os mapas em Category:Gallic Empire misturam a situação política antes e depois da morte de Póstumo. A Hispânia foi parte do Império das Gálias até a morte dele e se separou depois. Mas, dependendo da língua, cada mapa ali diz uma coisa. O mapa pt nos dá a visão pós morte e, por isso, usei no artigo o catalão, que me dá a pré, mais interessante no artigo (que trata do governo do Póstumo). Tem como criar um outro com a visão pré morte do Póstumo? Cuidado pra não divagar nas demais fronteiras fora da Gália e também na Récia/Narbonense. Talvez seja o caso de termos dois mapas "no ponto da morte", um antes e um depois. José Luiz disc 01h28min de 14 de maio de 2014 (UTC)

Da Récia, você não acha que o mapa catalão, e todos os derivados naquela linha, excederam, e muito, a fronteira romana para aquelas bandas? Se não me falha a memória, a região foi quase que definitivamente perdida para os alamanos.--Rena (discussão) 04h26min de 14 de maio de 2014 (UTC)

DúvidaEditar

Olá Rena, nesses nomes de realeza, como por exemplo John Spencer-Churchill, 10.° Duque de Marlborough, o que é o mais correto: 10.° Duque ou 10° Duque ? abraço Rodrigolopes (discussão) 23h30min de 14 de maio de 2014 (UTC)

Rodrigolopes acho que sem o ponto, embora não saiba afirmar com total certeza.--Rena (discussão) 23h34min de 14 de maio de 2014 (UTC)

Götas da SuéciaEditar

Olá Renato! Parece que você não conseguiu entrar em contacto comigo. Talvez isso dependa de eu ter um novo email. Teria muito prazer em abordar consigo a questão dos Götas.HCa (discussão) 07h58min de 15 de maio de 2014 (UTC)

Uma perguntaEditar

Olá Renato, do you know if we have a category: Nobres da Galiza or something similar? If not, would it be "de" or "da" Galiza so that I can create it?? Abraços, --Maragm (discussão) 16h57min de 20 de maio de 2014 (UTC)

Thank you, Renato. I'm going to create it now since I was editing Paio Curbo de Toronho who was from Galiza and the original info, as usual, was not correct. If you see that I make many mistakes in my "faulty" Portuguese, I would appreciate your corrections. I'm not finished yet since there are more biographical datathat I want to add. Many of these characters had interesting histories but, unfortunately, the articles only talk about their genealogy. Abraços, --Maragm (discussão) 17h06min de 20 de maio de 2014 (UTC)

Categoria:Cidades greco-romanas da TurquiaEditar

Caro Renato,

Sou o primeiro a reconhecer que a categoria é algo esdrúxula. No entanto, como acho que já comentei consigo, penso que poderá ser útil/interessante dividir as cidades antigas por país atual ou pelo menos por região geográfica. Nesse sentido, essa categoria, estando preenchida, poderá vir a ser útil para uma futura categorização mais coerente. De qq forma, se for para acabar com a categoria, deve acabar-se de uma vez, via bots, pois ter 200 sítios categorizados e 100 ou 200 por categorizar só engana o consulente. --Stegop (discussão) 11h56min de 23 de maio de 2014 (UTC)

Stegop D​ C​ E​ F,   Feito--Rena (discussão) 21h42min de 27 de maio de 2014 (UTC)

Padrão?Editar

Conheces? Parece-me uma boa solução para apaziguar as transliterações, não? Se há um padrão internacional, deveríamos utilizá-lo. José Luiz disc 02h45min de 27 de maio de 2014 (UTC)

É aquela coisa, dever e realmente fazer estão separados por um grande abismo. Embora haja tal padrão, custo a crer que alguém não levante o argumento de "cadê a fonte independente para x grafia". Enfim, mas é sim um bom começo.--Rena (discussão) 02h53min de 27 de maio de 2014 (UTC)

EAD de Alexandre (conde)Editar

Boas Renato,

Estive a ler o artigo e tenho dois reparos. Um é que fiquei com a sensação que, por ser um pouco mais detalhado em algumas partes, o artigo da EN é mais claro. A outra é a tradução da citação no último parágrafo, que está quase incompreensível. Eu não a sei traduzir, por isso não tentei melhorar.

Abç. --Stegop (discussão) 20h59min de 30 de maio de 2014 (UTC)

Imagino que a parte que mais chamou a atenção e que nitidamente torna mais distinto o nosso do daquele da en. é o enorme parágrafo dedicado a Cavades, no qual se transcreve o suposto discurso do mesmo, não estou certo? Se sim, eu me explico. Como o próprio artigo afirma, quem disse que Alexandre participou da embaixada foram outros autores que não Procópio. Assim sendo, aquele trecho torna-se desnecessário neste artigo, vindo a ser mais último no artigo do Cavades I e do Rufino.
Da tradução, eu posso tentar melhorar o que fiz, mas de antemão devo dizer que, embora tenha entendido a mensagem, eu não soube fazer uma tradução melhor.--Rena (discussão) 21h12min de 30 de maio de 2014 (UTC)

História do exército romanoEditar

Aproveitando o ensejo, Stegop D​ C​ E​ F, você não acha melhor, como havia sugerido, que o nome do referido artigo fosse somente exército romano? De acordo com o que eu expliquei na discussão, dado a maneira como o assunto será exposto com o tempo - a exemplo da en. - fica desnecessário ter um artigo sobre história do exército, ainda mais quando o nome exército romano está lincado no local errado (em legião romana). Sem contar que, por termos um artigo sobre o exército, tudo me leva a crer que alguém em algum momento irá querer criar um artigo do exército propriamente dito e, ao meu entender, mesmo que se esforce muito, ele acabará, invariavelmente, criando um artigo que será praticamente uma cópia em outros termos daquilo que já foi apresentado nos demais artigos (e que tendem a não serem poucos).--Rena (discussão) 22h01min de 30 de maio de 2014 (UTC)

Claro que concordo! Devia ter-me lembrado quando fiz a moção, mas fi-la maquinalmente, copiando o título proposto na marca. --Stegop (discussão) 22h37min de 30 de maio de 2014 (UTC)

Sílio ItálicoEditar

Olá, Renato! Tudo bem? Fiz há pouco algumas modificações no artigo Sílio Itálico. As modificações foram revertidas por um bot, mas, a partir do que foi postado na minha página de usuário, eu desfiz o que o bot desfizera (não sou vândala, prometo!). Quando estava prestes a fazer uma outra pequena modificação, se entendi direito (e perdão se não entendi, sou muito novata aqui de fato), me parece que você reverteu as minhas modificações. Se eu fiz algo fora do protocolo, peço desculpas, mas queria entender em que eu errei para não repetir o engano. Obrigada! Leni.ribeiro (discussão) 00h14min de 31 de maio de 2014 (UTC)

Leni.ribeiro D​ C​ E​ F na verdade eu havia revertido porque você inseriu informação sem fonte. De acordo com as atuais normas do projeto, não é permitida a inclusão de informação sem fonte.--Rena (discussão) 00h17min de 31 de maio de 2014 (UTC)
Renato, perdão, mas acho que cobri com fontes tudo o que acrescentei; o artigo tem de fato problema de falta de fontes, mas a versão que está lá agora, a anterior, está mais descoberta do que a que modifiquei, que se baseia em Plínio o Jovem e Tácito, indicados nas notas de rodapé. Eu na verdade excluí informações que estavam lá já sem fontes, além de serem juízos de valor. Peço por favor que reconsidere a decisão de reverter, mas não vou entrar em uma guerra de edição. Obrigada! Leni.ribeiro (discussão) 00h22min de 31 de maio de 2014 (UTC)
Leni.ribeiro D​ C​ E​ F favor desconsiderar o que eu disse e reverter o que eu fiz. Quando me referi a não adicionar fontes, na verdade eu li apenas o que estava bem no começo do artigo, mais precisamente a data do nascimento. E creio que o bot pensou o mesmo pela mesma razão.--Rena (discussão) 00h26min de 31 de maio de 2014 (UTC)

Arabia Petraea, Arabia Felix e Arabia DesertaEditar

Prezado Renato,
Nos casos de Arabia Petraea, Arabia Felix e Arabia Deserta, a preservação das denominações históricas, em latim, é uma praxe observada internacionalmente entre os historiadores e também na Wikipedia. Existem razões para isso. Nesses casos, a "tradução" por semelhança - sobretudo em línguas românicas ou neolatinas - pode ser totalmente equivocada, levando a mal-entendidos ou a desinformação. "Arábia Pétrea", por exemplo, é uma tradução que considero, com todo respeito, um tanto desastrosa, pois Petrea (traduzido como 'pétrea' ou 'de pedra') não se refere um atributo físico da região. De fato, a tradução historicamente informada seria mais ou menos assim: "A Arábia cuja sede de governo é a cidade de Petra". É claro que tal tradução, embora correta, não seria muito prática. Por isso, em alguns casos, dá-se preferência à denominação histórica. No caso de Arabia Petrea, algumas wikis usam simplesmente a denominação "Arabia (província romana)", evitando assim uma tradução inapropriada. Sobre Arabia Felix, sugiro que você leia a discussão do artigo Arabia Felix na enwiki (en:Talk:Arabia Felix#Title). Lá, o título Happy Arabia causou muito estranhamento, e, afinal, a denominação histórica Arabia Felix acabou prevalecendo.
Aliás, nos casos de Arabia Felix e Arabia Deserta, somente a ptwiki e a frwiki (em francês, Arabie heureuse, que também soar como algo inusitado) traduziram a denominação histórica. Veja só:

De resto, como você considera necessário ampliar a discussão, estou copiando nossas mensagens nas páginas de discussão dos três artigos. Sds.--Yone (discussão) 01h14min de 31 de maio de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  Medalha do editor de texto
Bom, já que eu sou "médium" não estou surpreso por mais essa medalhinha. Parabéns. Zoldyick (Discussão) 22h57min de 1 de junho de 2014 (UTC)

Zold D​ C​ E​ F, agradeço a consideração.--Rena (discussão) 20h03min de 2 de junho de 2014 (UTC)

ProvostEditar

Fala Rena, tudo bem?

Me ajuda com uma tradução? O termo "en:provost (religion)" (e o termo geral tb) há muito tempo me incomoda desde o "Provost Zakharov" do Sid Meier's Alpha Centauri (sim, quando não estou na wiki estou jogando Civilization, confesso), que trouxe o termo sem traduzir. Agora, em Francisco de Sales, tive que trazê-lo também e estou sem saber a melhor forma (e com um pouco de preguiça de procurar, diga-se...) de fazer isso. Os italianos propõem "provoste". Em latim, é "preposto", palavra que está no vernáculo português, mas que já tem um significado diferente aqui (acho). Qual tua opinião? Em todo caso, deixei lá como "provost (religião)", sem traduzir, coisa que, sei, você abomina... Boas! José Luiz disc 01h49min de 4 de junho de 2014 (UTC)

D​ C​ E​ F, de acordo com o Dicio é prepósito, do latim praepositus. O mesmo nome empregado, por exemplo, em prepósito do cubículo sagrado.--Rena (discussão) 01h59min de 4 de junho de 2014 (UTC)
Santo Cristo!!! Faço minhas as palavras do Stegop nalgum lugar que já não me lembro mais: prepósito é uma coisa horrível que eu nunca vi em obra nenhuma (e tenho uma "biblioteca" imensa) e uma palavra que não tenho coragem de usar de propósito! Há uso de alguma forma estrangeira em português em obras acadêmicas (como estes 266000 em pt-Br no Google Acadêmico?). José Luiz disc 02h09min de 4 de junho de 2014 (UTC)
"Preposto" também vem de praepositus, não? Enfim, tudo isso vira pesquisa inédita se decidirmos... José Luiz disc 02h12min de 4 de junho de 2014 (UTC)
No caso preposto também vem do latim, porém ele adquiriu um sentido diferente daquilo que se pretende aqui:

"adj. Colocado anteriormente: argumento preposto. Que se apresenta com antecedência. Detentor de preferência; favorito. s.m. Direito. Sujeito designado pelo responsável para administrar uma empresa. Indivíduo que representa alguém em seu lugar. pl. metafônico. Pronuncia-se: /prepóstos/."

E numa busca aleatória no Google Books, vê-se (aqui) abundância nos resultados para prepósito.--Rena (discussão) 12h17min de 4 de junho de 2014 (UTC)
Off topic: Eu também adoro Civilization. Mas eu gosto muito também do Total War, do Age of Mythology e do The Lord of the Rings: The Battle for Middle Earth 1/2...--Rena (discussão) 12h15min de 4 de junho de 2014 (UTC)
Vixe. Eu só jogo games turn-based (Civ, XCom, Mass Effect) e RPGs (Fallout, Oblivion, Neverwinter). Os real time me deixam tão pilhado que não consigo nem dormir depois. Já no Age of Empires eu ficava assim, imagina se eu jogar total war....rs... José Luiz disc 22h31min de 5 de junho de 2014 (UTC)
Eu curto pacas Age of Empires, embora só tenha jogado Age of Empires III. Outro que eu gosto muito é The Settlers V/VI/VII, o cinco principalmente dá pra perder dias jogando tranquilo.--Rena (discussão) 23h05min de 5 de junho de 2014 (UTC)

Reparação de linquesEditar

Olá Rena, utilizo essa ferramenta. Ela dá a opção de verificar páginas específicas ou ver listas de páginas com problemas. Para habilitar seu uso crie uma página como essa Usuário:Rodrigolopes/common.js. Se você tentar usar e tiver alguma dificuldade me avise. Rodrigolopes (discussão) 11h06min de 4 de junho de 2014 (UTC)

Forum IuliiEditar

Caro Renato

Há fontes fiáveis em português para "Fórum Júlio"? A atual Cividale del Friuli (Cividale do Friul?) era chamada no tempo dos romanos e dos lombardos Forum Iulii. Eu mesmo que tenho lido bastante sobre os lombardos e sobre aquela região não associaria esse nome à cidade se o visse fora do contexto. Parece que a citação do nome antigo (como citado nas fontes) ajuda a associar o assunto à cidade atual. Pedrassani (discussão) 14h12min de 7 de junho de 2014 (UTC)

Pedra D​ C​ E​ F, Não conseguiria, por agora, trazer fonte(s) independentes que corroborassem com a tradução, mas posso assegurar que, na eminência da permanência da tradução, esta está dentre as alternativas possíveis. No que concerne a associação do nome latino com o nome da atual cidade, salvo o fato da menção nas fonte, em nada o nome latino se vincula com o nome moderno, uma vez que, ao pé da letra, o nome latino integral Civitas Forum Julii significa "Cidade de(dos) Júlio(Júlios)", bem diferente do atual Cividale del Friuli, que a propósito sempre pensei que, traduzindo, daria "Cidade de Friul" por achar que Cividale fosse uma grafia alternativa para "città" ou qualquer outro termo italiano para cidade. Além disso, Cividale del Friuli não é a única cidade a ter tal nome latino. Fréjus também chamou-se até tardiamente Forum Julii, provavelmente até mesmo durante certo momento na Idade Média, dai que mesmo o emprego do termo latino, fora do contexto, pode levar a confusão.--Rena (discussão) 19h10min de 8 de junho de 2014 (UTC)

Rena D​ C​ E​ F: Na historiografia italiana, e do italianos em geral, Cividale del Friuli é amplamente conhecida como Forum Iulii por ter sido a primeira cidade importante a ser dominada no início da invasão lombarda. Penso que então ao menos no verbete da cidade essa ligação deve ser feita, justamente pelo nome ser tão diferente atualmente.

Quanto às várias cidades com esse nome: Havia um redirecionamento de Forum Julii para a cidade que você citou (Fréjus). Como além dessas havia ao menos mais uma cidade com esse nome na antiguidade (Voghera), justifica-se a transformação do redirecionamento em uma desambiguação, o que já fiz, tal como há nas Wikis en e it. Peço a Jbribeiro1 D​ C​ E​ F, que criou o redirecionamento original, que verifique se há algum ajuste necessário na desambiguação Forum Julii. Talvez o mais correto seja Forum Julii (com J) ser redirecionamento a Forum Iulli (com I) e este conter a desambiguação. O que acham? Pedrassani (discussão) 13h53min de 12 de junho de 2014 (UTC)

Eu imagino que o redirecionamento deveria ficar como "Forum Iulii" em respeito ao latim.--Rena (discussão) 19h12min de 12 de junho de 2014 (UTC)

Tradução em Alexandre (conde)Editar

"One may reasonably expect an emperor who is great and lays claim to virtue to assist an orphan child [Athalaric] who does not in the least comprehend what is being done, rather than for no cause at all to quarrel with him. For unless a struggle be waged on even terms, even the victory it gains brings no honour. But thou dost threaten Atalaric on account of Lilybaeum, and ten runaways, and a mistake, made by soldiers in going against their enemies, which through some misapprehension chanced to affect a friendly city."

D​ C​ E​ F, o Stegop D​ C​ E​ F questionou-me dias atrás sobre a tradução pouco precisa deste trecho, utilizado no artigo do Alexandre (conde) e na ocasião eu disse para ele que, dado ao emprego de termos bem precisos eu, ao fazer a tradução, tive certa dificuldade. E por isso mesmo gostaria de pedir uma ajuda. No artigo ficou dessa forma:

"Pode-se razoavelmente esperar dum imperador que é grande e reivindica a virtude de ajudar uma criança órfã [Atalarico] que, no mínimo, não compreende o que está sendo feito, por nenhuma causa em tudo brigue com ele. A menos que uma luta seja travada em termos iguais, mesmo a vitória ganha não traz honra. Mas tu ameça Atalarico por conta de Lilibeu, e dez fugitivos, e um erro, feito por soldados indo contra seus inimigos, que por algum equívoco casualmente afetaram a cidade amigável". Mas ela secretamente concordou "colocar a Itália inteira nas mãos dele".--Rena (discussão) 19h44min de 8 de junho de 2014 (UTC)

Texto rebuscado mesmo (fonte primária, né?). Eu traduziria "Com alguma razão, pode-se esperar de um imperador grandioso e que se considera virtuoso que ajude uma criança órfã que não compreende minimamente o que está acontecendo e não que, sem razão nenhuma, discuta com com ela. Pois exceto quando a disputa é equilibrada, mesmo a vitória que ela conquista não é honrada. Mas tu ameaças Atalarico por causa de Lilibeu, de dez fugitivos [desertores se o contexto for mais negativo] e de um erro cometido por soldados na luta contra seus inimigos, que, por um equívoco, acabaram afetando uma cidade amiga.". José Luiz disc 20h09min de 8 de junho de 2014 (UTC)

Reino Greco-BáctrioEditar

Olá Renato,

Gostaria de agradecer pela atenção dada ao artigo em questão.

Este artigo está sendo trabalhado em um curso ministrado na UNIRIO com apoio da Wikimedia Foundation. Eu inclusive sou o embaixador de campus do projeto em questão. O projeto foi concluido ontem e o artigo trabalhado será colocado no ar ainda esta semana.

Se possível, gostaria de saber se estaria interessado em realizar o mesmo procedimento após o artigo cheio entrar no ar.

Atenciosamente, Julio Cesar Marques Dias (discussão) 12h02min de 10 de junho de 2014 (UTC)

Júlio D​ C​ E​ F, evidente que sim. Este é um dos milhares de assuntos que me interessam.--Rena (discussão) 15h09min de 10 de junho de 2014 (UTC)


Navbox Império BizantinoEditar

Já me tinha lembrado disso e penso que já o sugeri. Mas há tantos assuntos que o complicado vai ser escolhê-los. Penso que o melhor é criar várias, ou então fazer como fiz em {{Santiago de Compostela}} e em {{Istambul}} (esta última não está documentada mas funcionada da mesma forma. --Stegop (discussão) 02h47min de 27 de junho de 2014 (UTC)

MaiúsculasEditar

Renato

Tivemos na wiki uma discussão similar sobre as dinastias (Discussão:Dinastia flaviana). Ficou assim:
...dinastia capetiana... mas os Capetos
...dinastia comnena...mas os Comnevisos

No Acordo Ortográfico de 1990 (ver texto completo aqui [8]), o uso de maiúsculas e minúsculas está na página 20. Entendo que não esclarece o caso específico, mas não há nada que contrarie o raciocínio acima, isto é, minúsculas quando trata-se de adjetivo. (Ex: dinastia flaviana, e maiúsculas apenas quando se usa o nome próprio. (Ex: dinastia Romanov, dinastia Pahlavi).

Esclareceu-se também que é Casa de Savoia, Casa de Bourbon, Casa de Bragança (Casa Real): Casa + nome da família.

No caso específico da família mirrânida, então se são os Mirans ou os Merans (esse seria o sobrenome), tudo indica que mirrânida é um adjetivo derivado do sobrenome. Assim, estaria correto em minúsculas mesmo.

Aproveitando o embalo: família real britânica, família real espanhola é tudo em minúscula, embora possivelmente algumas famílias reais ainda estejam com maiúsculas. Tenho trabalho extra quanto morre ou abdica algum soberano europeu, pois centenas de anônimos vêm editar os artigos e os fãs de princesas adoram colocar tudo em maiúsculas. Pedrassani (discussão) 22h52min de 6 de julho de 2014 (UTC)

Pedra D​ C​ E​ F, agradeço, o esclarecimento.--Rena (discussão) 22h55min de 6 de julho de 2014 (UTC)

DicaEditar

Notei que utilizou o "editar" da última seção para adicionar um novo tópico (no caso, "Hiperião"), mas manteve no sumário o nome da seção que já existia na página (no caso, "‎Wikipédia"). Considere ativar o gadget "Nova seção: inclui um link para criar uma nova seção nas páginas de discussão". Helder.wiki (discussão) 01h07min de 8 de julho de 2014 (UTC)

Helder D​ C​ E​ F, obrigado pelo toque.--Rena (discussão) 01h24min de 8 de julho de 2014 (UTC)
Chegou a testar o gadget? É que criou outro tópico com o sumário de um tópico que criei mas quando fui conferir não era sobre o assunto que eu esperava... Se preferir pode remover esse sumário padrão manualmente também, sem ativar o gadget. Helder.wiki (discussão) 19h12min de 18 de julho de 2014 (UTC)
Pior é que já Helder D​ C​ E​ F. É que esqueci de usar dessa vez, hehe--Rena (discussão) 19h14min de 18 de julho de 2014 (UTC)
Ah, ok. Helder.wiki (discussão) 19h28min de 18 de julho de 2014 (UTC)

Aportuguesamento de nomes gregosEditar

Já que você gosta de aportuguesar os nomes, acabei de criar uma lista com centenas de nomes: Anexo:Lista de arcontes de Atenas. Eu tentei aportuguesar quase todos (com as regras básicas, -us -> -o, -th- -> t, -ch- -> c ou qu (som de k), tirando os nomes conhecidos e os terminados em -as ou -doro, todos proparoxítonos) mas, obviamente, devo ter cometido vários erros por acidente (e um erro proposital...) Albmont (discussão) 18h24min de 10 de julho de 2014 (UTC)

Alb D​ C​ E​ F, hoje eu reviso a lista.--Rena (discussão) 19h47min de 10 de julho de 2014 (UTC)
Resolvido.--Rena (discussão) 21h03min de 10 de julho de 2014 (UTC)
Valeu! Alguns deles são importantes ao ponto de ter artigo, mas identificar qual é fica para mais tarde (e tem vários cujo nome é de um personagem importante, mas ele mesmo é irrelevante, tipo o arconte Hiparco) Albmont (discussão) 21h11min de 10 de julho de 2014 (UTC)
  • Bom artigo. Mas vale explicar ou lincar o "ano olímpico", não? E, por exemplo, não faço ideia do que se trata..... José Luiz disc 22h26min de 10 de julho de 2014 (UTC)
A sugestão do Zé não só procede como é bem útil mesmo. O que diz Alb D​ C​ E​ F?--Rena (discussão) 23h25min de 10 de julho de 2014 (UTC)
jbribeiro1 e Renato, vocês tem toda razão. Eu tenho mexido tanto em artigos sobre história antiga que até esqueço que uma coisa como Ol. a.b não é óbvia exceto para historiadores. Esta notação é usada por historiadores modernos para compactar o que os gregos antigos chamavam de b-ésimo ano da a-ésima olimpíada. Como 776 a.C. corresponde a Ol. 1.1, então a fórmula de conversão é ano = 776 - (a - 1) * 4 - (b - 1) (para anos a.C.). Mas fico devendo escrever um artigo decente (ou seja: com fontes) sobre o calendário olímpico Albmont (discussão) 10h24min de 11 de julho de 2014 (UTC)

Chuvas de meteorosEditar

Olá Renato,

Apenas para agradecer as edições que fez aos artigos que eu havia proposto a serem renomeados. Na verdade, tinha pensado deixar as propostas permanecerem em apreciação durante um mês mas, estava, de facto, a tornar-se evidente que ninguém pretenderia contestá-las. Tendo sido efectuada a renomeação proposta, passarei então a concretizar a minha intenção: referenciar as denominações em título com fontes em português.

Boas edições! Tegmen enviar msg 06h07min de 11 de julho de 2014 (UTC)

O dilema Tegmen D​ C​ E​ F é que há um número bem abrangente de editores que conhece a categoria para onde todas as propostas de renomeação são enviadas, porém são pouquíssimos aqueles que se interessam pelo assunto, o que invariavelmente ficar esperando eternamento uma alma bondosa vir deliberar não é o ideal, pois só empaca o processo. Dado o tempo razoável que você marcou os artigos, e sabendo via sua discussão que o autor dos artigos estava favorável a moção, então nem perdi tempo e fiz o que tinha que ser feito.--Rena (discussão) 06h10min de 11 de julho de 2014 (UTC)

Predefs AC/DC/séculoEditar

Boas Renato. É um detalhe, mas parece-me que {{AC|século X|x}} é menos confuso e mais fácil de digitar do que {{AC|{{séc|X}}|x}} e faz exatamente o mesmo. O mesmo para {{DC}}. Mas faça como entender. Abç. --Stego (discussão) 20h14min de 12 de julho de 2014 (UTC)

Mongol e MogolEditar

Caro Renato, ao que sei mongol e mogol são coisas relacionadas mas diferentes. Abç. --Stego (discussão) 21h14min de 12 de julho de 2014 (UTC)

Eu troquei os termos em algum artigo? Se fim nem percebi. O único que lembro foi um que mudei "mughal" para mogol.--Rena (discussão) 21h19min de 12 de julho de 2014 (UTC)
Stegop D​ C​ E​ F, agora eu vi o que eu fiz de errado. Foi em Afeganistão né? Sei que são diferentes, mas corrigindo tantas coisas acabei me atrapalhando. Boas--Rena (discussão) 21h23min de 12 de julho de 2014 (UTC)

CautíliaEditar

Boas Renato. Será um prazer, apesar de ultimamente andar pouco "inspirado". Fico contente que alguém se interesse por essa parte do mundo, a que eu um dia gostaria de dedicar mias atenção. --Stegop (discussão) 12h38min de 14 de julho de 2014 (UTC)

Ajuda com nomesEditar

Olá Rena, poderia me ajudar com os nomes:,, e. Como ficam na forma aportuguesada? abraço Rodrigolopes (discussão) 17h42min de 16 de julho de 2014 (UTC)

Rodrigo D​ C​ E​ F, na ordem: Vilfrido, Cuteberto, Ceolfrite e Benedito Biscop.--Rena (discussão) 17h52min de 16 de julho de 2014 (UTC)

gran old bulgaria 165-681ADEditar

Старая Великая Болгария(165-668гг.).[edytuj kod] На сегодняшний день мировой историографией официально признано, что на территории современной Украины и Северного Кавказа в VII в.н.э. существовало государство Старая Великая Болгария(165-668гг.). http://www.kubrat.in.ua/index.php?option=com_content&view=article&id=58%3A2012-07-20-13-56-51&catid=4%3A2011-03-04-13-21-14

Alright IP, whoever. Include this information in the article if this source is reliable.--Rena (discussão) 23h59min de 16 de julho de 2014 (UTC)

Guardião da língua portuguesaEditar

Caramba, você é o maior guardião da língua portuguesa! Não deixa passar nada!!! Albmont (discussão) 17h11min de 17 de julho de 2014 (UTC)

Alb D​ C​ E​ F, ao menos você vê isso como uma coisa boa. A maioria pensa o total oposto. E a propósito, o Stegop D​ C​ E​ F por vezes também criou desafetos pelo mesmo motivo.--Rena (discussão) 18h40min de 17 de julho de 2014 (UTC)

"Canavar Burhan", O turcoEditar

Hola. He visto su nombre en historial de Bardanes, "O turco". Hay un otro turco, Burhan SARGIN, que sufre de un problema de mala ortografia en PT:WP. He escrito (en castellano) en la pagina de d. Por favor ayude a coregir esta situacion. (Disculpeme por no poder escribir en portugués. Eu nao fallo portunol. :-) Muito obrigado. --E4024 (discussão) 08h44min de 21 de julho de 2014 (UTC)

PedidoEditar

Olá Renato. Será possível explicar aqui isto ? Obrigado antecipadamente --João Carvalho deixar mensagem 13h52min de 21 de julho de 2014 (UTC)

Metendo a colher: sempre pensei que Jacques = Tiago (ex mais gritante: Saint Jacques => Santiago). --Stegop (discussão) 14h27min de 21 de julho de 2014 (UTC)
João D​ C​ E​ F, já respondi lá.--Rena (discussão) 16h13min de 21 de julho de 2014 (UTC)

Realeza executadaEditar

Ah,eu não tinha visto,eu procurei pela categoria a partir da página Executed royalty,como não tinha o link em português do lado eu achei que não existia. Eu poderia excluir, porém eu não sei eliminar páginas. Jessica Rett Moschetto (discussão) 02h34min de 28 de julho de 2014 (UTC)

Eu mudei já no wikidata,não tive problemas,eu achei melhor pois a outra categoria está sendo mais usada para uma subcategoria,enquanto que a que eu criei é para vários critérios. Enfim,obrigada por me avisar. Jessica Rett Moschetto (discussão) 03h11min de 28 de julho de 2014 (UTC)

João Paleólogo (déspota)Editar

Boas Renato,

Parabéns por mais um! Ainda não li, mas chamou-me a atenção um detalhe que achei muito estranho: morreu em Ctesifonte??? 1 abç. --Stegop (discussão) 03h19min de 28 de julho de 2014 (UTC)

Stegop D​ C​ E​ F, só se for no pior de meus devaneios. O erro ai é que eu copiei a infobox do Sukra (outro artigo bem interessante que estou preparando para propor) e esqueci de remover o locar de morte do sassânida.--Rena (discussão) 03h28min de 28 de julho de 2014 (UTC)

Re:Data completa na predef. de renomeaçãoEditar

Olá Rena, me parece que o padrão nas demais marcações é somente mês e ano e fica mais fácil para categorizar. Não acho que omitir o dia exato da marcação prejudique o processo. O que acha? Rodrigolopes (discussão) 02h48min de 30 de julho de 2014 (UTC)

Sumiu sim, mas já estou fazendo o acerto nas novas categorias, conforme for atualizando vai aparecendo em Categoria:!Páginas marcadas para serem renomeadas. Rodrigolopes (discussão) 02h59min de 30 de julho de 2014 (UTC)
Rena, se você verificar que algum artigo ficou de fora da categoria por favor me avise. Devido o tardar da hora posso ter deixado passar algo. abraço Rodrigolopes (discussão) 03h46min de 30 de julho de 2014 (UTC)

DatasEditar

Obrigada por me avisar, eu não sabia,não tinha feito assim antes, achei que era a mesma coisa... Da próxima vez eu já sei. Jessica Rett Moschetto (discussão) 03h00min de 30 de julho de 2014 (UTC)

Andhra PradeshEditar

Olá Renato, reverti sua moção no Andhra Pradesh, por ser uma moção contestável. Burmeister (discussão) 14h14min de 30 de julho de 2014 (UTC)

Inseri a referência da contestação no próprio artigo. Burmeister (discussão) 14h26min de 30 de julho de 2014 (UTC)
Não vou prolongar uma discussão a respeito, se uma maioria concorda, tudo bem, seguimos em frente. Abraço. Burmeister (discussão) 20h19min de 30 de julho de 2014 (UTC)

EstácioEditar

Olá. Eliminei. Podes mover. --João Carvalho deixar mensagem 14h49min de 30 de julho de 2014 (UTC)

O mesmo para "Gandara" . --João Carvalho deixar mensagem 14h51min de 30 de julho de 2014 (UTC)
O mesmo para "Elias". Parece-me que é o último por agora. --João Carvalho deixar mensagem 14h55min de 30 de julho de 2014 (UTC)


Sobre renomeações de artigosEditar

Oi, Renato, finalizei algumas propostas de renomear títulos, como você pode ver aqui. Acho que para aliviar o ambiente, e facilitar o acompanhamento das propostas (algo de que a Jurema vem reclamando), seria melhor mantermos essa categoria o mais vazia possível, ao mesmo tempo em que, nos casos possivelmente mais controversos, se esperasse ao menos um mês até se mover, a menos que houvesse algum consenso, é claro. Sou a favor de retirarmos a proposta de renomeio em todos esses casos de nomes árabes onde existe um claro consenso contra. Mantendo essa categoria mais vazia acredito que as discussões individuais vão fluir melhor. Em contrapartida, me comprometo a mediar mais os casos, evitando que o artigo permaneça eternamente no status quo. Cpts, Matheus diga✍ 16h34min de 30 de julho de 2014 (UTC) PS: Reconheço que muita coisa melhorou em pouco tempo, se ver a discussão, o número de propostas caiu pela metade, mas pode cair mais ainda.

Oi Mateus D​ C​ E​ F. Sobre os árabes, eu acho que não seja necessário remover todas, até porquê é um caso que está em discussão ainda. Não sei se você viu, mas como estamos falando de casos similares, por sugestão do D​ C​ E​ F, eu unifiquei o debate em Wikipédia Discussão:Projetos/História e sociedade. Além disso, digo aqui para ti e repetirei lá, haveria algum problema se postergássemos o resultado da discussão para um pouco mais adiante? Eu gostaria muito de solicitar a opinião do pessoa do Ciberdúvidas, porém de acordo com uma mensagem automática do site, eles só voltam às atividades em setembro, que é quando acaba as férias. O que acha?--Rena (discussão) 20h17min de 30 de julho de 2014 (UTC)
Como acabei respondendo na minha discussão, Ciberdúvidas é uma fonte fraca para artigos que estão amplamente referenciados com fontes lusófonas sérias com a nomenclatura contrária. Por exemplo, o Hussein da Jordânia, Baden-Württemberg e Jihad. Você pode até comprovar que o seu título proposto é certo, mas não "mais certo" que o título estável, e portanto, não vai conseguir consenso para mudar. Removendo da discussão aquelas páginas com menor tendência ao consenso, a discussão pode se focar nas demais e assim chegarmos a um consenso nelas mais facilmente. Matheus diga✍ 15h22min de 2 de agosto de 2014 (UTC)
Matheus D​ C​ E​ F, desculpe não ter respondido prontamente. São tantos locais para discussão que nem me dei conta. Por que, afinal de contas, o Ciberdúvidas não é uma fonte boa? Eles mesmos afirmam no site, é só olhar lá, que eles dialogam com as decisões da Academia Brasileira de Letras e com a Universidade de Lisboa. Se isso não faz deles fiáveis, fica difícil. E outra, nenhuma das propostas acima foi proposta com base no Ciberdúvidas. Não sei porquê associou uma coisa na outra. E por fim, sendo franco como você foi comigo, por quê o aparente asco com discussões sobre moção? Ou estou fazendo uma coisa muito certa ou muito errada, porquê eu consigo tranquilamente ser proativo na criação e melhoria de artigos ao mesmo tempo que discuto os artigos. Uma coisa não anula, nem interfere, na outra.--Rena (discussão) 21h27min de 4 de agosto de 2014 (UTC)
Não é uma fonte boa para nomes próprios, justamente porque são "puristas", tendem a aportuguesar tudo, definindo o que é correto de acordo com a tradição da língua. Os artigos devem se basear naquela versão que tem uso corrente no Português Brasileiro. Não adianta o Ciberdúvidas ou mesmo a ABL dizer que "Jiade" é certo se toda a mídia, bem como enciclopédias sérias e livros de geógrafos, historiadores e documentos oficiais do governo seguem uma outra nomenclatura. Por mais que a ABL seja uma fonte séria, ela sozinha não tem peso pra determinar que a sua versão seja mais usada que todas as outras. No caso do Zauia até concordei por se tratar de nome comum, mas para casos de nomes próprios, não foi isso que combinamos, de aportuguesar tudo, com base em fontes minoritárias. Cpts, Matheus diga✍ 23h15min de 4 de agosto de 2014 (UTC)
Não é bem isso que eu vi eles fazerem. Eles somente sugerem traduções, transcrições ou transliterações para o português quando há, na prática, algo ao que embasar-se com firmeza. Eu já trombei com vários casos, posso por os linques aqui e depois você analisa com calma, onde eles falaram que a versão original era a única possível, por não haver outra coisa a que sugerir. Isso aconteceu, inclusive, quando havia perguntado sobre como grafar o nome de uma província do Império Sassânida (Cuararão) e eles não tinham uma resposta para. E outra, embora eles também expressem a opinião deles, eles sempre se embasam nas fontes dos lexicógrafos e dicionários onomásticos. Se quiser tirar a prova, pode perguntar que eles respondem com prazer para ti.--Rena (discussão) 23h20min de 4 de agosto de 2014 (UTC)

Indicação de eliminação rápida para a página Pedro (escolástico)Editar

A página que criou com o nome Pedro (escolástico) foi marcada para eliminação por preencher pelo menos um dos critérios de eliminação rápida, mais especificamente: por ser uma página sem contexto.

É convidado a contribuir com conteúdos desde que estes estejam de acordo com as políticas da Wikipédia e no âmbito de uma enciclopédia. Por favor não volte a criar o mesmo artigo com o mesmo conteúdo. Obrigado pela compreensão. Vitor MazucoMsg 21h22min de 3 de agosto de 2014 (UTC)

Desculpe, foi um erro. Vitor MazucoMsg 22h54min de 3 de agosto de 2014 (UTC)

DomEditar

Renato

Quando possível, dá uma olhada em minha página de discussão em uma reclamação de um editor pelo fato de eu ter retirado o título "dom" do início do parágrafo inicial de alguns bispos católicos brasileiros ou portugueses (naqueles de outras nacionalidades raramente é usado). Respondi na página dele.

Não estou particularmente interessado na biografia de bispos. Porém se a wiki permitir essa exceção, logo aparecerá "dom" em todos nobres brasileiros (nem vou discutir agora os reis portugueses, que alguns defendem que é legalmente parte do nome) e em centenas de artigos voltarão as princesas, príncipes, marqueses, etc. Quanto aos nobres, nem contei, mas é interessante a fixação que alguns editores têm por princesas e príncipes, pois dos artigos que tive que modificar, uns 50% eram de princesas, uns 30% de príncipes, uns 10% de duques/duquesas, o resto de outros nobres. Pedrassani (discussão) 20h33min de 4 de agosto de 2014 (UTC)

Pois é...Editar

Não adianta mesmo, melhor deixar pra lá. Abs, --Fulviusbsas (discussão) 21h22min de 4 de agosto de 2014 (UTC)

IsáuriaEditar

Salve, Renato, tudo bem? Long time no see. Espero que esteja tudo bem, pelo que estou vendo o clima aqui ainda não anda dos melhores, espero poder ajudar no que puder pra evitar que esse clima desagradável de brigas insuportáveis continue a assolar o projeto.

Estou com uma dúvida a respeito de uma edição sua, no artigo Isáuria: vi que você "traduziu" alguns dos termos que eu não havia conseguido encontrar equivalentes em português, você o fez com base em alguma fonte ou apenas pela intuição? É que não consegui encontrar coisas como Anemúrio ou Dalisando aqui nos meus "alfarrábios", até agradeceria se você tiver uma fonte legal para eles, para utilizá-los em edições futuras. O DOELP é muito bom mas infelizmente deixa um pouco a desejar no que diz respeito aos nomes da Antiguidade. Abraço, RafaAzevedo msg 05h34min de 7 de agosto de 2014 (UTC)

Salve Rafa D​ C​ E​ F, devo confessar que foi intuitivo mesmo, é tão fixo dizer que "us" é "o" que custo a crer que eles fugirão a regra aqui. Não posso prometer trazer-lhe uma fonte lusófona (assuntos específicos como esse são "porcamente" (não entenda como algo pejorativo) abordados nas fontes lusófonas), mas creio que consiga à espanhola ou à italiana, que é o mais próximo que temos.--Rena (discussão) 05h39min de 7 de agosto de 2014 (UTC)
Entendo, mas não sei se podemos usar fontes espanholas ou italianas para nos basear aqui. É uma discussão que sempre tive com o Albmont D​ C​ E​ F, por exemplo, e ele foi um dos que me convenceu a, na falta de uma fonte em português, deixar a transliteração grega em itálico no lugar de fazer uma pesquisa inédita e tentar "adaptar" para o português uma transliteração de outra língua. A questão da pesquisa inédita é uma fronteira que não podemos, em hipótese alguma, cruzar; se não foi publicado em português, não podemos criar nada. A Wikipédia não é criadora de conteúdo, apenas reprodutora... RafaAzevedo msg 05h46min de 7 de agosto de 2014 (UTC)
Eu, pelo menos, não vejo como uma criação quando você tem alguma fonte para se basear. Invariavelmente, quando não há para onde correr, somos forçados a recorrer às fontes que dispomos, quando no inglês acabamos, por conseguinte, versando para o uso dos termos no original e/ou à inglesa, se em outra língua, ai depende do caso.--Rena (discussão) 05h51min de 7 de agosto de 2014 (UTC)
A propósito, porquê não é possível dizer conde (Roma Antiga)? Na prática o título de comes foi usado pela Idade Média inteira num contexto oficial, sendo que o que difere o comes medieval do comes romano é somente seus atributos.--Rena (discussão) 05h52min de 7 de agosto de 2014 (UTC)
Sobre a primeira questão, o fato é que se não há fonte em português usando estes termos ou nomes, não cabe a nós sermos os primeiros a fazê-lo. Como eu disse, somos meros reprodutores do conhecimento já existente na língua portuguesa. Não é o nosso papel sermos os primeiros a utilizar um termo ou nome, por mais que julguemos estar corretos (e até possamos estar). Entendo bem o seu argumento, mas infelizmente ele vai de encontro com a próprio filosofia da Wikipédia.
Já sobre a questão do 'comes', o fato é que nunca vi um livro em português que se refira aos comites romanos como condes, por mais que etimologicamente um termo possa ter dado origem ao outro. Além de confundir o leitor, isso acabaria sendo prejudicial, pois concederia aos indivíduos em questão uma espécie de "título de nobreza" que eles nunca tiveram, eram meros líderes militares. Seria como transformar o artigo sobre o dux romano em "Duque (Roma Antiga)" (espero que não tenham mudado esse também). São conceitos muito diferentes, e o parentesco etimológico, a meu ver, não serve para justificar a mudança de título. O conceito de comes é totalmente diferente do de um 'conde'. Mas desnecessário dizer que se você encontrar alguma fonte fiável que utilize o termo "conde" para se referir aos comites romanos, acato de bom grado a mudança. :) RafaAzevedo msg 05h59min de 7 de agosto de 2014 (UTC)
Tem essa, essa, essa. E tem essa, essa e essa que faz a mesma relação, conde = comes, só que com os indivíduos medievais. Dessas últimos tem mais inclusive. --Rena (discussão) 06h07min de 7 de agosto de 2014 (UTC)

Template para solucionar conflitos sobre topónimos e antropónimosEditar

Renato, gostaria da sua opinião aqui. Obrigado. Gameiroestá lá? 21h25min de 7 de agosto de 2014 (UTC)

Texto de CalingaEditar

Olá Rena. Olha, nem tinha visto quem escreveu o texto. Quando vi os quilómetros de puxa-empurra na página de discussão perdi a vontade. Obrigado digo eu, por essa sua luta ingrata para defender com coerência o que está certo. Rui Gabriel Correia (discussão) 12h21min de 9 de agosto de 2014 (UTC)

Jacques DeMolayEditar

Jacques DeMolay ou Tiago de Molay? Em todas os Artigos da Wikipédia e nos artigos que busquei no Google, indicam Jacques deMolay. Você pode verificar( uma vez que foi o Sr. que redirecionou o artigo para Tiago Demolay). Obrigado Marcelo Victor Fale 21h36min de 9 de agosto de 2014 (UTC)

Marcelo Victor D​ C​ E​ F, Tiago é a tradução do francês Jacques. Fonte há, e não são poucas. Veja 1. Além disso, os interwikis e/ou os artigos da Wikipédia pouco ou quase nada valem para determinar que um nome está correto ou não, já que a Wikipédia não é fonte para ela mesma.--Rena (discussão) 23h30min de 9 de agosto de 2014 (UTC)
Rena D​ C​ E​ F, então deixa ver se eu entendi: Jacques (nome francês) no português significa Tiago? Marcelo Victor Fale 23h40min de 9 de agosto de 2014 (UTC)
Sim, embora por vezes também seja traduzido para Jacó (em especial para o personagem bíblico) e Jaime (reis ingleses e demais nobres mais recentes).--Rena (discussão) 23h41min de 9 de agosto de 2014 (UTC)
Então podemos usar também Diogo? Então o Sr. acha correto ir nos Artigos Jacques-Yves Cousteau, Jacques Villeneuve, Jacques Chirac e mudar para Tiago? Jacques é um nome próprio é a identidade dele, se o próprio estivesse vivo hoje no Brasil, nos o chamaríamos de Jacques não de Tiago ou Jaime etc... O que eu estou querendo mostrar para o Sr. é que mudar a identidade de um artigo, o descaracteriza no contexto histórico. descaracteriza o personagem a biografia dele, o cara chama Jacques, se no Português existe outros derivados para esse nome não importa. Você me desculpa, não quero fazer guerra de edição, por isso não modifiquei o artigo, prefiro o entendimento do que o atrito, mas deixar o artigo da maneira em que você pretende, vai transformar-lo em motivo de muitas reversões e discussões e com razão, porque acredito que muito gente discordaria do seu ponto de vista neste caso.Marcelo Victor Fale 00h14min de 10 de agosto de 2014 (UTC)
Desculpe dizer Marcelo, mas você trouxe exemplos péssimos para a discussão. Todos eles são indivíduos pós-século XIX, momento no qual somente nobres e alguns bispos mais notórios tem seus nomes traduzidos. O Tiago em questão é do século XIII, um cruzado e senhor dos templários. Tem obras que referem-se a ele com seu nome traduzido. Só com todos eles elementos a discussão acabou. Até porquê, se levássemos a ferro e fogo sua interpretação, então é um erro usarmos Henrique VIII, Carlos Magno e Júlio César.--Rena (discussão) 14h55min de 10 de agosto de 2014 (UTC)

EsclarecimentoEditar

Com conhecimento a: Antero de Quintal, Stegop, Jbribeiro1 e JMGM

Olá Renato. O Antero chamou-me a atenção do seguinte Citação: omo é possível teres chamado ao Renato mentiroso e afirmado que inventou o termo? escreveu: «Antero». Não sei se interpretaste o que eu disse da mesma forma que o Antero. Se foi esse o caso, quero pedir-te as minhas desculpas, pois não era essa a minha intenção, pois sei que existem os dois termos (só se fosse cego ou completamente burro, é que não sabia disso)! Sinceramente, o que eu acho é que forças um bocado as traduções, quando na minha hulmide opinião não há necessidade disso ser feito. A língua portuguesa deve ser defendida, e nisso estamos de acordo. Parece-me é que levas essa defesa a um extremo demasiado elevado sem necessidade. Se me perguntares se devemos utilizar os termos ingleses, que na realidade se estão a implementar a nível mundial, eu respondo-te que não. A língua inglesa não tem valor superior (se é que existe alguma medida para isso) à língua portuguesa. Em relação à questão "Sri Lanka/ Sri Lanca", é uma questão que já foi votada, discutida, etc. Vais-me desculpar a sinceridade, mas tu a a Jurema acabam por parecer o gato e o rato, tentando sempre culpar o outro de todas as discussões sobre mudanças de nomes. Um diz "A" e o outro diz que o "A" é "b" e além disso o "C" no artigo "Z" está errado e devia ser "y", ou seja, vocês conseguem numa discussão, ir buscar assuntos de outras discussões, só para se chatearem mutuamente. (nota: não vou discutir nem procurar quem iniciou esta maldita guerra, pois isso já não interessa para ninguém). O que interessa é que voçês evitem dar algum motivo para o outro vir logo refilar. Se me permitires que te dê uma dica, para tentar diminuir a entropia existente, faz as mudanças nos títulos dos artigos em que te parece que a mudança seja consensual, deixando os outros para mais tarde. Se necessário naqueles casos em que pode haver alguma questão (e tu sabes perfeitamente quando é provável isso acontecer), coloca na Esplanada. Uma braço para ti, e um abraço para todos que tomaram conhecimento deste meu bla, bla, que podia ser muito mais longo e pormenorizado, mas não quero aborrecer ninguém. --João Carvalho deixar mensagem 15h02min de 10 de agosto de 2014 (UTC)

João D​ C​ E​ F, vou ser breve. De início realmente pensei que foi levemente "ofensivo" seu comentário, porém ao analisar sua situação de mediador numa discussão que não está chegando a alguma mediação aparente, entendo que tenha explodido ali. Qualquer um na sua situação chegaria a esse extremo. E por isso venho dizer-te que não me afetou em nada seu comentário, bola pra frente quanto a isso. Do caso em questão do Sri Lanca, veja, em ponto algum sugeri algo além do que tenho o "direito" de sugerir, que é que o texto que eu adicionei, todo coberto por fontes, seja respeitado e fique fora da guerra deflagada na discussão. um termo é tão válido quanto o outro, respeito isso, mas, como o Stegop disse, se eu acho que Sri Lanca é o mais apropriado no texto que escrevi, porquê deveria de achar natural que a Jurema tentasse forçar uma alteração desse tipo, claramente motivada por ela achar o outro melhor? Em não menos que uma dúzia de discussões tive que ouvir da parte dela e de outros gatos pingados que a apoiam que deve-se respeitar a opinião dos editores originais do artigo. E até onde tinha entendido, o artigo foi integralmente refeito por mim, não sobrando nada do texto anterior todo sem fontes e com erros. Assim, aquilo nem deveria ter entrado em pauta. A discussão já estava abarrotada demais com outros pontos, e a Jurema deu o azar de pedir a alteração da grafia para um editor, o Rui, que inclusive concorda com a mesma.--Rena (discussão) 15h22min de 10 de agosto de 2014 (UTC)

RE: Panécio de RodesEditar

Olá Renato, só consegui voltar para a WP agora, imprevistos no trabalho, e quanto a paciência talvez eu a tenha um pouco mais devido, infelizmente ..., ter alguns anos a mais kkkkk. Brincadeiras a parte, talvez seja por morar na Tailândia onde ela é mais necessária que nos países latinos, não ter paciência aqui é um péssimo defeito.

Aproveito para te agradecer pelas correções que realizas nos artigos iniciados por mim, procuro caprichar o mais que posso mas infelizmente não sou bom em gramática portuguesa. Um abraço DARIO SEVERI (discussão) 08h15min de 12 de agosto de 2014 (UTC)

Dário D​ C​ E​ F, às ordens! Dá gosto de ajudar aqueles que realmente estão interessados em melhorar o projeto.--Rena (discussão) 23h19min de 12 de agosto de 2014 (UTC)

PetrobrasEditar

Caro editor, meu IP 177.9.99.125 foi bloqueado por VSª sem a devida atenção em relação a contenda ocorrida no verbete Petrobras. O Usuário Chronus REMOVEU uma grande quantidade de texto do verbete sem a devida discussão sobre o porquê. Estava eu apenas reinserindo o que foi retirado sem os devidos procedimentos. Favor voltar a página de discussão do verbete aqui [[9]] e ler atentamente o que está ocorrendo. Sua decisão foi arbitrária e fora de propósito, já que eu não estava vandalizando nada, apenas corrigindo uma falha de outro usuário. Me informe afinal: Pode um usuário remover mais de 2000 caracteres de um verbete sem consultar ninguém? Sendo que esse trecho todo de um artigo estava estável há mais de dois anos? E com referências? O usuário Chronus chegou a deletar minhas mensagens privadas em sua página pessoal de discussão, apagando a conversa que vinhamos tendo a respeito. Isso é uma atitude respeitável? 200.153.155.168 (discussão) 06h01min de 13 de agosto de 2014 (UTC) (antigo IP 177.9.99.125)200.153.155.168 (discussão) 06h02min de 13 de agosto de 2014 (UTC)

IP, a discussão já acabou e eu concordo com o Chronus.--Rena (discussão) 06h04min de 13 de agosto de 2014 (UTC)
Desculpe amigo, para mim não acabou. Está apenas começando. Printando todas as telas. Ou você me responde porque me bloqueou sendo que eu não removi nem inseri nada novo, apenas reverti um tremendo corte de texto sem debate nem consulta ou vamos deixar claro aqui que há parcialidade de sua parte em participar dessa discussão. Abs! Romisetta (discussão) 06h20min de 13 de agosto de 2014 (UTC)

Sobre Talássio (professor)Editar

Prezado Renato.
Acerca do movimento da página Talássio de volta para o título Talássio (professor), tenho a te dizer que não há outros artigos com este prenome no título. Consultando aqui, as páginas encontradas são somente redirecionamentos para o mesmo artigo.
Caso realmente haja novas biografias com o nome Talássio na Wikipédia, convém criar uma página de desambiguação listando os artigos.

Saudações.

Guilherme (Mariomaníaco) mensagem 12h11min de 13 de agosto de 2014 (UTC)

OctavianoEditar

Boas Renato. Não faço ideia se ainda leva c ou não. Provavelmente não, pois dizemos "Otávio" e AO-1990 era Octávio, mas não tenho a certeza absoluta se o c caiu. --Stegop (discussão) 14h26min de 14 de agosto de 2014 (UTC)

TriunviratoEditar

Renato

Não seria o caso de mudar os artigos Primeiro triunvirato e Segundo triunvirato para Primeiro Triunvirato e Segundo Triunvirato? Pedrassani (discussão) 22h31min de 14 de agosto de 2014 (UTC)

Em minha ignorância com maiúsculas acho que sim Pedra D​ C​ E​ F. Mas não custa perguntar ao Stegop D​ C​ E​ F, o Antero D​ C​ E​ F ou quem sabe o D​ C​ E​ F.--Rena (discussão) 22h34min de 14 de agosto de 2014 (UTC)
Imagino que sim. José Luiz disc 22h43min de 14 de agosto de 2014 (UTC)
Não faço ideia, mas suponho que sim. --Stegop (discussão) 23h34min de 14 de agosto de 2014 (UTC)
Vou mover lá, se alguém aparecer e questionar, depois vemos.--Rena (discussão) 00h21min de 15 de agosto de 2014 (UTC)
O do segundo eu consegui, o do Primeiro triunvirato requer eliminação do redir. Se habilita Zé?--Rena (discussão) 00h24min de 15 de agosto de 2014 (UTC)

Artigo destacadoEditar

Olá Renato,como faço para botar uma candidatura para artigo destacado naquela lista.Eu estava tentando só que acabei cometendo um erro.Saudações--Leon saudanha 16h29min de 17 de agosto de 2014 (UTC)

Você colocou certo Leon D​ C​ E​ F, o problema é que você tinha colocado no lugar errado e ao fazê-lo você "comeu" a parte final da lista, o que desestruturou ela toda. Eu já corrigi o problema.--Rena (discussão) 16h31min de 17 de agosto de 2014 (UTC)
Certo,obrigado.Saudações!--Leon saudanha 16h33min de 17 de agosto de 2014 (UTC)

RevisãoEditar

Rena, já que está animado pra fazer revisões (como fez em Crisóstomo), todos estes marcados como "Prontos" vão em breve pra lista de destaque. Me ajuda se revisar antes, pois assim a patrulha da chatice diminui. Como sabes, pretendo levar todos e destacar um tópico de quase quarenta artigos. Abraços! José Luiz disc 21h21min de 17 de agosto de 2014 (UTC)

Ok.--Rena (discussão) 21h25min de 17 de agosto de 2014 (UTC)

Community consultationEditar

Hi, Renato!

My name is Asaf Bartov, and I work for the Wikimedia Foundation. You may have seen the Esplanada notice about the upcoming community consultation we will be having in São Paulo next weekend. I wanted to explicitly encourage you to consider participating, as a highly active editor. The Foundation is happy to cover your travel and accommodation costs. If you are able to attend, please e-mail me at abartov AT wikimedia DOT org so we can make the arrangements. Thanks! Ijon (discussão) 04h59min de 21 de agosto de 2014 (UTC)

AugustoEditar

Oi. Eu já sabia disso, Rena. Estava vendo o que estava acontecendo na Wikipédia e vi você fazendo grandes edições no artigo. Fui ver como ele estava e, sem nenhuma surpresa, mais um artigo de qualidade eu encontrei. Sabe, o mais irônico era que eu ia traduzir o artigo do primeiro imperador de Roma para a Wiki lusófona. Se você soubesse o quanto os nossos caminhos se cruzam de uma forma positiva ira entender que juntos poderíamos destacar todos os imperadores desde o Augusto. Sobre a Conquista Normanda, por hora vou aguardar mais gente se interessar pelo assunto, andei dando umas mensagens ao Projeto História e Sociedade, você mesmo viu, estava tentando atrair mais olhares já que tinha muitos nomes, aff, muito esquisitos, rs. Por hora vou azula-lo, depois, passado alguns dias, vou lê-lo pela última vez e propô-lo para destaque. Alguma recomendação por hora? --Zoldyick (Discussão) 05h36min de 27 de agosto de 2014 (UTC)

Zold D​ C​ E​ F, nestas alturas da madrugada fica difícil prometer qualquer coisa a respeito, mas amanhã ao longo do dia posso ver os nomes esquisitos e fazer como eu e o Zé comumente deixamos no artigo, forma aportuguesada + nome original entre parenteses, o que facilitará seu azulamento. Depois, com mais calma eu posso ir revisando aos poucos. Sobre os imperadores, acho uma boa ideia, o Pedrassani D​ C​ E​ F já meio que inquirindo a respeito dessa questão, principalmente após conseguir com ajuda dele destacar Reino de Roma e Fundação de Roma. Poderíamos ir aos poucos vendo o que fazer a respeito. Alguns deles estão destacados nas demais Wikipédias, sendo necessário "apenas" (como se fosse pouco) traduzir e melhorar caso seja prudente. Para os que requerem mais trabalho, vemos aos poucos. Somente Augusto demandará um longo trabalho, devido ao grande número de vermelhos, situação que se repete em outros artigos quase prontos aos destaque, como guerras romano-persas.--Rena (discussão) 05h47min de 27 de agosto de 2014 (UTC)
Zoldyick D​ C​ E​ F, Rena D​ C​ E​ F: O artigo "A Conquista normanda" está ótimo. Falta "só" azular alguns links. Sugiro colocar uma lista na discussão, em ordem decrescente de importância, para ajudar na organização. Beem depois, a conquista normanda do sul da Itália abre um campo vastíssimo. Voltando à Roma Antiga, o Triunfo romano a meu ver está pronto para destaque. Destacar todos os imperadores romanos? Meta ousada, que tem meu apoio. Pedrassani (discussão) 13h34min de 27 de agosto de 2014 (UTC)
Obrigado a ambos. Acredito que o que realmente cansa nesse tipo de assunto seja justamente o azulamento, algo como a criação em massa de artigos cruciais. O Triunfo Romano está quase pronto [ainda estou vendo se formato o padrão das fontes] mais os demais vou precisar de um tempo criando os "filhotes". Também vou dar uma olhada nos que são destaques na Anglófona, ver os que estão melhores para serem traduzidos e o mais importante, poder contar com vocês :-) --Zoldyick (Discussão) 14h35min de 27 de agosto de 2014 (UTC)
Da formatação deixa comigo Zold D​ C​ E​ F. Já me acostumei a mexer nas referências. Isso não é algo que me incomoda, embora seja bem trabalhoso.--Rena (discussão) 17h09min de 27 de agosto de 2014 (UTC)
Já que vão mexer nas referências de Triunfo romano: Na verdade lá estão juntos "notas e referências", o que não é proibido, mas fica melhor se separar as "notas" das referências, especialmente se há várias notas. Pedrassani (discussão) 18h13min de 30 de agosto de 2014 (UTC)

Indicação de eliminação rápida para a página Aldred de IorqueEditar

O artigo Aldred de Iorque foi indicado para eliminação rápida. Isso foi feito porque o artigo, que aparentemente era sobre uma pessoa, organização (banda, clube, empresa, etc.) ou conteúdo de Internet real, não indicou como ou por que motivo um artigo sobre aquele assunto deveria ser incluído na Wikipédia. Pelos critérios de eliminação rápida, artigos que não indiquem a notoriedade do assunto podem ser apagados a qualquer momento. Se você puder indicar por que razão ou razões o artigo é realmente notório, sinta-se livre para recriar o artigo, assegurando-se de citar fontes verificáveis e relevantes.

Por favor, veja a página Wikipedia:Critérios de notoriedade para encontrar as diretrizes a respeito do que é geralmente aceito como relevante; além disso, para tipos mais específicos de artigos, você pode querer examinar os nossos critérios para biografias, músicos e empresas. Sinta-se livre para deixar uma nota em minha página de discussão se tiver quaisquer perguntas sobre o assunto. Marcos Dias ? 06h32min de 28 de agosto de 2014 (UTC)

Marcos D​ C​ E​ F, o que há de errado com o redirecionamento?--Rena (discussão) 06h34min de 28 de agosto de 2014 (UTC)
Desculpe-me a falha,acontece que eu uso o RTRC, e não vi que era um usuário experiente, e fui verificar se tinha afluentes,como alguns usuários criam redirecionamento sem motivo,Marcos Dias ? 22h04min de 28 de agosto de 2014 (UTC)

Traduzir a imagemEditar

Muito obrigado pela Infocaixa. Embora eu, particularmente, acredito que não seja assim tão necessário não vejo nenhum problema nisso. Pude ver que onde você edita e coloca imagens você meio que "traduz" as imagens. Essa aqui eu estava com receio de usar por que, como você pode ver, está em inglês. Tem como deixar em português? Abraços, Rena. --Zoldyick (Discussão) 22h12min de 28 de agosto de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  Medalha do designer gráfico
Mais como é que faz essa porra? Parabéns por, além do mais, ilustrar essa wiki como ninguém. Desconheço outros antes de ti que fizeram este trabalho (o que não desmerece os que não conheço, mas "remerece" o teu caso, pois "sei tudo" hahaha José Luiz disc 02h45min de 30 de agosto de 2014 (UTC)
Você sabe mexer com desenho vetorial? É bem fácil isso. Fazendo uma alusão bem tosca, é tipo desenhar com papel manteiga, só que nesse você apaga e não fica borrado (>.<).--Rena (discussão) 02h47min de 30 de agosto de 2014 (UTC)
Desenho vetorial? Bicho, meu celular é de fósforo verde. Datilografo com os cinco dedos de cada mão, ajuda? José Luiz disc 01h43min de 31 de agosto de 2014 (UTC)
Acho que indifere, pois eu por exemplo só uso os indicadores para digitar.--Rena (discussão) 02h04min de 31 de agosto de 2014 (UTC)
Infelizmente devido a restrição do uso de links do youtube aqui eu não tenho como deixar lincado uma vídeo aulas bem interessantes sobre isso. Mas caso você se interesse em aprender a mexer em mapas, sugiro que tente usar o Adobe Illustrator (uso esse, embora meu PC deu um chilique e o serial craqueado que eu tinha conseguido expirou e eu tive que remover o programa) ou o Inkscape (esse eu não sei mexer direito, mas o pessoal do Commons recomenda e por isso talvez você conseguirá bastante gente que pode te ajudar).--Rena (discussão) 02h09min de 31 de agosto de 2014 (UTC)

Aproveitando o tópico: estaria interessado em criar uma sequência animada sobre a evolução das possessões portuguesas e holandesas na ilha de Ceilão entre os séculos XVI e XVI? Seria esta sequência, mas com cores menos estapafúrdias. Como base, talvez este mapa de relevo a preto e branco, de forma semelhante a este. Antero de Quintal (discussão) 11h28min de 1 de setembro de 2014 (UTC)

Antero D​ C​ E​ F, consigo com muita facilidade refazer os mapas para nosso proveito, já que são bem simples, o único problema que estou encontrando no fim das contas são os topônimos ilegíveis, ao menos em meu PC? Isso ocorro contigo também?--Rena (discussão) 20h36min de 1 de setembro de 2014 (UTC)

Referências em Pedro (conde)Editar

Olá, Renato de carvalho ferreira. O artigo Pedro (conde) em que colaborou não possui referências necessárias para cumprir a política de verificabilidade da Wikipédia, pelo que o texto foi removido, modificado ou marcado com a predefinição {{Sem-fontes}}.

Para referenciar, é necessário colocar <ref>referência</ref> após sua edição, substituindo referência pela bibliografia ou ligação de onde obteve a informação, de acordo com o livro de estilo.

Antes de retirar a predefinição, por favor, consulte o usuário que a colocou, ou com alguém que goze da confiança da comunidade (ex. um administrador).

Por favor, leia as ligações observando o que dizem, assim seu esforço aqui terá um bom resultado. Se ao ler a política lhe surgir alguma dúvida, por favor deixe-me uma mensagem em minha página de discussão e quando eu puder lhe responderei, ou então, pode consultar algum membro do programa de tutoria da Wikipédia. Se desta vez não o fez, pode utilizar o assistente para a criação de artigos, que o guiará passo-a-passo no processo de criação. Saudações e boa sorte em suas edições. Mecanismo (discussão) 13h56min de 31 de agosto de 2014 (UTC)

Mecanismo D​ C​ E​ F, está certo disso? Ambos os parágrafos do texto estão referenciados pela mesma fonte: Martindale 1980, p. 869.--Rena (discussão) 17h49min de 31 de agosto de 2014 (UTC)
  • O artigo apenas refere uma fonte bibliográfica que só muito dificilmente é que alguém poderá consultar. Sem poder corroborar então nada indica que a fonte sequer refere o tópico do artigo. Assim, na prática é como se não existisse. Consequentemente, é preferível que sejam indicadas fontes, nem que seja para facilitar a confirmação das referências. Já houve vários casos aqui na wikipedia onde um editor tenta fazer passar artigos fraudulentos alegando fontes que não existem ou que não corroboram nada no artigo. Para evitar este tipo de fraude entõa é sempre útil ter pelo menos mais que uma fonte a suportar o artigo. --Mecanismo (discussão) 17h56min de 31 de agosto de 2014 (UTC)
O tema em questão é muito específico e abordado por poucas fontes, notadamente prosopografias. E veja que a fonte citada é essa: Prosopografia do Império Romano Tardio, a melhor fonte para o tópico. Isso já bastaria para corroborar o artigo. Além disso eu tenho o PDF dos quatro volumes da obra e poderia disponibilizar para qualquer um que se interesse para que então verificasse.--Rena (discussão) 18h02min de 31 de agosto de 2014 (UTC)
  • A obra referida pode ser excelente, mas se ninguém for capaz de ter acesso a ela então na prática é como se não existisse, uma vez que ninguém é capaz de corroborar essa informação. É uma questão de Wikipédia:Verificabilidade.É essa a razão da exigência de Wikipédia:Fontes fiáveis ser acompanhada da exigência de várias fontes independentes. --Mecanismo (discussão) 19h00min de 31 de agosto de 2014 (UTC)
Nem tudo será acompanhado por várias fontes independentes, quando aquele texto foi elaborado todos sabiam disso. Aqui é um caso. No máximo acho mais uma ou duas que falam sobre esse Pedro. E foi o que eu disse eu consigo, caso alguém queira, mandar por PDF a obra e a pessoa verifica por si só. Além disso, veja que eu linquei no artigo o Google Books que possui uma visualização parcial da obra. Não é possível atribuir que o artigo está sem fonte, pois falsamente induz a acharem que eu estou agindo de má fé atribuindo fonte que nada corrobora para o que ali está escrito, sendo que meu histórico de edição já provaria o contrário.--Rena (discussão) 19h04min de 31 de agosto de 2014 (UTC)

Alisson Euler de Freitas CastroEditar

Sobre generalizar o nome Alisson, não posso dizer que ele é o mais notório, eu só estava seguindo a wiki en onde a página dele era apenas Alisson.

Entretanto, acredito que Alisson (futebolista) está certo com sua notoriedade, pois Alison Wagner Lira Ferreira que você citou não é um AliSSon e sim um AliSon (nome que já até possui página de desambiguação). Outro famoso AliSon é o Lopes Ferreira, volante do Santos e que estava no sub-20 junto a Alisson, no entanto este ainda não possui página na wikipédia mesmo sendo merecido de ter.

Assim, digo que Alisson Euler é o mais notório futebolista com este nome já que os outros possuem o nome AliSon. Ainda não encontrei na wikipédia outro alisson futebolista,então penso que a página pode receber o nome Alisson (futebolista) em definitivo. --GustavoHC (discussão) 20h50min de 2 de setembro de 2014 (UTC)GustavoHC

Situação desfavorávelEditar

Sabe, eu até gostaria de ter mais tempo para poder editar alguns artigos meus atrasados [outros muito atrasados]. Só que quanto mais eu vejo artigos livres, mais eu vejo vandalismo saindo impune das MRs. O único problema é que se que se eu fico fora das reversões mesmo que por pouco parece que já sentem minha falta. A quantidade de vandalismos se crescem de forma acentuada. Quanto mais demanda de IPs, mais a Wiki precisa de gente pra ficar de olho no que eles fazem. Isso é uma situação desfavorável, pois poderia estar fazendo coisas das quais preciso fazer a tempos. Já viu os artigos que entram aqui escritos por gente que não faz a menor ideia do que é uma enciclopédia, aff. --Zoldyick (Discussão) 22h33min de 3 de setembro de 2014 (UTC)

Metendo a colher, Zoldyick, minha sugestão é que você não tente "salvar o projeto". A não ser que você goste da vigilância per se (há vários usuários que gostam, como o Stuckkey e o Mazuco) e se profissionalize (Huggle), é mais prazeroso pra você escolher um tema e colocar o máximo possível de páginas sobre ele nas suas vigiadas, ou seja, contribua BEM no que PODE e não fique se punindo por fazer MAL o que NÃO PODE.... Eu vigio 50000 artigos, mas todas de temas bem específicos e nelas eu garanto que não entra besteira (não garanto que não tenham besteiras antes de eu vigiar, mas vou limpando). Agora, se estão vandalizando os dubladores ou jogadores de futebol, não sei e não me importo (pra não morrer louco). José Luiz disc 22h43min de 3 de setembro de 2014 (UTC)
Zold D​ C​ E​ F, sim é uma verdade que vandalismo cresceu. Desde que o captcha deixou de ser obrigatório vê-se uma ampla disseminação, que já não era pequena, de IPs vandalizando. Eu particularmente me enquadro no grupo de editores "radicais" e que repudiam as edições IPs num contexto geral (de 10 edições, salva-se 2 e olhe lá). Entretanto algo que ajuda a "remediar" um pouco o estresse é fazer como o Zé diz, tentar não "salvar o projeto", tampouco tentar "abraçar o mundo". Em bora seja muitas vezes difícil fazer (a exemplo do Zé, tenho quase 43 000 páginas nos meus vigiados), pois dentre meus vigiados há artigos "populares" (cidades, principalmente europeias, pessoas notórias, o que inclui alguns famosos e pessoas históricas conhecidas, etc.) e os IPs nível ensino-médio como cara de pré-primário adoram mexer neles. Cansa horrores, principalmente quando você percebe que a edição danosa foi feita, por exemplo, num artigo destacado, o que nos leva a pensar que todo um moroso trabalho feito pelos artigos pode ser desfeito com o clique dum botão por um merdinha que não tem o que fazer.--Rena (discussão) 23h49min de 3 de setembro de 2014 (UTC)
Pessoal, essa é a beleza da coisa toda. Deixar todo mundo editar é excelente para "relatar o mundo". Artigos sobre as guerras na Síria, no Iraque e na Ucrania ou sobre o Snowden são excelentes justamente por que a nova geração contribui muito (e ajuda muito) em manter o "limiar" atualizado. Sobre coisas "velhas", a molecada (os "novos editores" ) não tem geralmente nada pra acrescentar pois qualquer nova informação exige pesquisa acadêmica, coisa que não acontece em português. Em 200 anos, teremos vários novos Teófanes ou Sozomenos..... Finalmente, há a cultura pop, que, pra mim, deve ser vigiada por quem gosta e defende. É discutível se é enciclopédico (personagens do Game of Thrones? Episódios do Arquivo X?), mas é praticamente pacífico que outras wikis aceitam e, por isso, acho que deve ser (daqui 100 anos terá utilidade), mas só ajudarei no limite do que gosto de fazer (Babylon 5, por ex., a melhor série de scyfi de todos os tempos!!!!). José Luiz disc 00h12min de 4 de setembro de 2014 (UTC)
Estou devendo a mim mesmo assistir mais séries, filmes e animes ( ). A última coisa que voltei a acompanhar foi Samurai X (a propósito fiquei contente que alguém interessou-se por mexer em Rurouni Kenshin e inclusive propôs Himura Kenshin).--Rena (discussão) 01h05min de 4 de setembro de 2014 (UTC)

Vocês estão certos, como sempre, sabe José D​ C​ E​ F eu não tenho mais interesse em "salvar a Wikipédia", já tive no passado e não tenho mais. Não vale apena, já viram o histórico do artigo Albert Einstein? Não faz muito tempo, isso foi no passado, eu traduzi ele da en-wiki. Foi um processo tão cansativo e demorado, mais no final deu certo. Na época ele estava todo marcado, sem fontes e com muita coisa sem relevância. Não que hoje esteja perfeito, mais se comparar com o passado, aff. Agora deem uma olhada no histórico. Se resume a editar-reverter: só tem vandalismo. Eu só vou me agarrar a temas dos quais eu tenha interesse. Assim poderei trabalhar mais utilmente no que eu sei que posso. O resto, vou deixar pra quem se interesse. --Zoldyick (Discussão) 00h25min de 4 de setembro de 2014 (UTC)

Você já viu como estão os nossos preciosos artigos sobre o [sempre chato] assunto política e seus "sempre dispostos" "editores da Wikipédia"? Qunado as eleições chegarem não saberemos oque é uma boa edição de uma propaganda... --Zoldyick (Discussão) 00h35min de 4 de setembro de 2014 (UTC)
Z, aprendi lendo outras wikis. Planejei minha vida pra ter tempo pra me dedicar pelos próximos 50 anos, como se fosse um emprego, só que divertido (rs...). Trabalho voluntário é "trabalho" também e só consegui conciliar a pressão quando percebi que não posso salvar tudo na wiki.... No mesmo dia, percebi que se formos variados o suficiente, a ideia (da wiki) do Jimbo funciona, mas ela fracassa parcialmente em ambientes menos engajados (pouca gente, muita gente em poucos assuntos etc.).... Estamos vivendo isso: a enwiki é comprovadamente muito melhor que qqer enciclopédia em inglês, mas o mesmo não vale pra ptwiki. E isso é suficiente pra elite lusófona que fala que fala inglês, mas não pra massa., que depende do nosso trabalho em português (ainda que traduzido). José Luiz disc 00h43min de 4 de setembro de 2014 (UTC)

@ Rena: Você é otimista ao achar que 2 em 10 IPs trazem algo de útil. Dois em 100 seria mais realista. Penso que um dia a maioria dos editores e administradores compreenderá que ao menos os artigos destacados devem ser protegidos contra IPs. Pedrassani (discussão) 20h35min de 11 de setembro de 2014 (UTC)

Re: SumiçoEditar

A falsa percepção dos factos por parte de uns, traz consequências ao projecto; e uma delas parte do abandono voluntário de outros. Ainda assim, tenho andado sem tempo para trabalhar na criação e expansão das páginas como dantes.

Está para breve a candidatura a destaque do artigo Augusto? Abç. Kenchikka 16h04min de 4 de setembro de 2014 (UTC)

Re:Editar

OLá Renato! Qual edição seria? Saudações. Vitor MazucoMsg 00h34min de 7 de setembro de 2014 (UTC)

Vitor D​ C​ E​ F, foi uma que realizei no artigo do Reino Suevo. Eu tinha ajustado alguns pontos e removido dois mapas que estavam esmagando o texto.--Rena (discussão) 05h15min de 7 de setembro de 2014 (UTC)

Burcardo I da SuábiaEditar

Rena, você redirecionou Burcardo I da Suábia ([10]) para Burcardo I de Halberstadt, mas tenho várias dúvidas: (i) o título sequer é citado no texto; (ii) O Burcardo I da Suábia "mais famoso" é certamente en:Burchard I, Duke of Swabia, que é pai de Burcardo II da Suábia, inclusive. Recomendo vivamente começar a utilizar o título junto do nome, pois, como disse, haverá, daqui pra frente, muitas colisões como essa e os anglófonos já fizeram o favor de desembaralhá-las (quase) todas. José Luiz disc 21h18min de 7 de setembro de 2014 (UTC)

Lembro-me desse caso. Na verdade foi um erro meu (confundi com o duque da Suábia). Seria necessário eliminar esse redir.--Rena (discussão) 21h27min de 7 de setembro de 2014 (UTC)
Marca lá como WR#7 (autor admite que se enganou) e eu elimino. José Luiz disc 21h32min de 7 de setembro de 2014 (UTC)

Indicação de eliminação rápida para a página Bandeiras de subdivisões de paísesEditar

O artigo Bandeiras de subdivisões de países foi indicado para eliminação rápida. Isso foi feito porque o artigo, que aparentemente era sobre uma pessoa, organização (banda, clube, empresa, etc.) ou conteúdo de Internet real, não indicou como ou por que motivo um artigo sobre aquele assunto deveria ser incluído na Wikipédia. Pelos critérios de eliminação rápida, artigos que não indiquem a notoriedade do assunto podem ser apagados a qualquer momento. Se você puder indicar por que razão ou razões o artigo é realmente notório, sinta-se livre para recriar o artigo, assegurando-se de citar fontes verificáveis e relevantes.

Por favor, veja a página Wikipedia:Critérios de notoriedade para encontrar as diretrizes a respeito do que é geralmente aceito como relevante; além disso, para tipos mais específicos de artigos, você pode querer examinar os nossos critérios para biografias, músicos e empresas. Sinta-se livre para deixar uma nota em minha página de discussão se tiver quaisquer perguntas sobre o assunto. Luan fala! 15h40min de 8 de setembro de 2014 (UTC)

MapasEditar

Achando omissões nas traduções dos mapas, é melhor mandar aqui ou na página dos mapas? P.ex. em Ficheiro:Map_Greco-Persian_Wars-pt.svg, você deixou passar um vasalos e um Jerjes. Albmont (discussão) 21h41min de 9 de setembro de 2014 (UTC)

Qualquer erro que voce encontre pode avisar aqui. A proposito, eu pretendo em breve revisar todos os mapas que eu traduzi--Rena (discussão) 23h34min de 9 de setembro de 2014 (UTC)

Novas moções polêmicasEditar

Rena, você havia se comprometido a não fazer nenhuma movimentação possivelmente polêmica (mudança de nome próprio em língua estrangeira para aportuguesamento) sem marcar para renomeação antes. Mas olhando suas últimas moções, verifiquei que se encontram nesses casos Berengário de Namur, Bahadur Xá de Guzarate, André (intérprete), Alpes Cócios (província romana) e Batalha do Fórum dos Galos. O que pode acontecer é que daqui há algum tempo a Jurema dirá que não viu e começará a reverter, sobrando para nós administradores termos que decidir entre a regra do primeiro editor e o status quo de um mês. Vejo com muitos maus olhos essa sua atitude. Matheus diga✍ 01h46min de 10 de setembro de 2014 (UTC)

Matheus Faria Que polémicas? Tem a certeza que percebe alguma coisa dos temas desses artigos, para vir alegar "polémicas"? --Stegop (discussão) 11h29min de 10 de setembro de 2014 (UTC)
Matheus, deixa eu ver se entendi. Toda movimentação agora será tratada como polêmica? Se sim, então vou tender, sob protesto, a concordar com a Jurema de que deveríamos permitir que somente vocês administradores possam fazer moções. Que eu saiba algo como Mogúncia, por exemplo, é polêmico porquê envolve uma página de um topônimo relativamente conhecido e que tem amplo número de pessoas vigiando, sem contar que trata-se de um assunto do interesse de muita gente. Agora Alpes Cócios (a razão dessa moção está nessa discussão), Berengário de Namur (vou me explicar lá) e André (até o que eu criei?)?--Rena (discussão) 14h16min de 11 de setembro de 2014 (UTC)
Tanto eu estava certo que em um dos casos o RafaAzevedo voltou ao nome antigo, e no outro a Jurema fez a mesma coisa. Custa alguma coisa fazer o procedimento que você se comprometeu, para evitar problemas? Acho que não, né? Claro que nem toda movimentação a coisa se torna polêmica, mas em casos de aportuguesamentos, traduções e transliterações de nomes próprios, a partir de agora, é bom agir assim. Matheus diga✍ 23h05min de 13 de setembro de 2014 (UTC)
Só gostaria Matheus que olhasse com mais vagar principalmente o primeiro caso. Naquele a reversão deveu-se a outro motivo alheio a minha movimentação (foi revertido muito mais pelo nome da localidade, no qual não mexi, do que pelo nome do biografado, cheque lá). No segundo, dos quatro participantes da discussão, somente ela discorda. Por isso mesmo que disse que não é possível reduzir toda a discussão como "polêmica", mesmo as que envolvem tais categorias supracitadas, principalmente porquê não podemos esquecer que é algo que costumeiramente ocorre nos artigos, muitos deles onde nem envolvido estou. Além disso, veja que o argumento dela empregado na discussão do Berengário de Namur em nada ou quase nada difere do mesmo usado em Raimundo Berengário IV de Barcelona (onde novamente não recebeu suporte de outros editores) e na malfadada campanha acalorada para forçar reverter o consenso obtido em 2008 para Catar.--Rena (discussão) 23h11min de 13 de setembro de 2014 (UTC)
Citar o caso do Berengário aqui só pode ser piada. Sugiro que o Matheus apareça lá na discussão antes de citar a discussão aqui, pois até o editor convocado pela Jurema opinou contra manter o título que atualmente encabeça o artigo... José Luiz disc 00h44min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
Não quero discutir o mérito, só a forma, já que pra mim a maioria desses casos pouco importa. Apenas que seja feito da forma mais transparente possível. Matheus diga✍ 00h47min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
Matheus, vamos aprofundar o teu interesse então. Vou te fazer duas perguntas: (i) na sua opinião, toda movimentação precisa ser "avisada e pré-aprovada" ou vale WP:AUDAZ e a Wikipédia:Política de edição? (ii) Se for montado um grupo no IRC ou no Face pra que as movimentações sejam divididas entre os editores para que os compromissos não sejam descumpridos, qual seria sua opinião? O compromisso que cita é "do Renato", não? Ou espera um compromisso "de todos"? José Luiz disc 01h05min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
Todas não, como respondi mais acima (i) "em casos de aportuguesamentos, traduções e transliterações de nomes próprios, a partir de agora, é bom agir assim". (ii) Não vejo muito propósito nessa pergunta, mas creio que discussões sobre a Wikipédia devem acontecer na Wikipédia prioritariamente, até por não haver muito controle sobre o facebook. Se a Jurema e o Renato, que são os usuários que mais frequentemente entram em conflito sobre isso, entrarem em consenso lá pelo facebook quanto a determinada renomeação (algo pouco provável de acontecer), não tenho nada contra que essa renomeação seja feita, já que se eles dois concordam em algo, dificilmente alguém mais vai discordar. Matheus diga✍ 01h12min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
A probabilidade de que eu e ela cheguemos num acordo minimamente definitivo nestas matérias é muito pequeno, mas enfim, acho que por hora isso não vem ao caso. Do Facebook, o que o Zé está se referindo é a questão de muitas destas discussões terem sido citadas em tom acalorado no grupo da Wikipédia no Facebook, o que abriu espaço para as variadas ofensas que talvez você tomou conhecimento. Embora eu participe daquele grupo, nunca envolvi-me em nenhuma discussão dessa ou doutra natureza correlata ali e inclusive não compactuo que seja discutido fora do âmbito do projeto, exatamente por ser um local onde nossa jurisdição pouco afeta (salvo caso editores ainda ativos e olhe lá).--Rena (discussão) 01h17min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
(i) Discordo totalmente "É bom agir assim" é um eufemismo pra "se você não agir assim, vai dar mer...". É ameaça e discordo. (ii) Não tolero e não reconheço acordos feitos fora daqui. Não sei de onde vocês tiram essa ideia de que "transparência" é "anunciar" em algum lugar. Não é. No modelo wiki, fundamental é trabalhar vigiando MRs e PNs, pois "todos podem editar" e isto aqui é "livre". Anacronismo típico é achar que não é "transparente" quem não "anuncia" (ou tuíta ou põe na timeline) toda edição que faz.... Não, tudo o que se faz aqui é "transparente", mas precisa suar a camisa vigiando... Vigiando... Vigiando.... Isso é wiki, o resto é fecesbook.... José Luiz disc 02h14min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
Não, , não "vai dar mer...", já está dando, faz meses, e no fim nós é que temos que apagar o incêndio. Se fosse uma questão onde não se pressupõe que a divergência vá ocorrer (a extensa maioria dos casos) o padrão é o "audaz", mas nesse caso específico sabemos que tem dado divergência com a Jurema. Sei que é difícil de dialogar com ela às vezes, mas um bom primeiro passo nessa direção é anunciar pelo menos na categoria, com a predefinição certa. Mais importante, numa das inúmeras vezes em que mediei essa situação, o Renato (não tenho diff agora) concordou em fazer isso. Daí o meu desapontamento, não que ele seja obrigado por natureza, mas sim por ter dado a palavra. Matheus diga✍ 02h00min de 15 de setembro de 2014 (UTC)
Matheus D​ C​ E​ F, lembro-me de ter dito (embora não lembre em qual discussão) e realmente é isso que vim fazendo e pretendo continuar a fazer. Porém somente em casos realmente polêmicos, tipo Mogúncia onde preferi abrir um tópico de discussão antes de partir para reversões e começar outra guerra como em Calinga onde a Jurema conseguiu pelo grito convencer que a vontade dela deveria prevalecer. Se todo caso que ela vir a potencialmente discordar de algo precisaremos ficar meses a fio discutindo, então o negócio naufragou de vez e nem me dei conta disso. Ela tem todo direito de discordar, mas ao menos que usasse algo que fosse palpável cientificamente, e não coisas do tipo: "revirar-se no túmulo", "quando seu aluno perguntar", etc. E, de preferência, que ela participasse somente em assuntos onde trará algum contributo para a discussão, e não somente porquê ela acha que deva discordar. Até ai eu poderia criar uma discussão aleatória num artigo pouco claro para mim (sobre física, por exemplo) e ver Roma arder enquanto toco lira. A Jurema é intransigente e disse que não sede fácil, e tem um histórico de anos de conflito pelo mesmo motivo (poderia trazer toneladas de discussões onde ela participou sobre isso), basta verificar. Tal fato inclusive foi alertado por mais de um editor, mais de uma vez, sendo a última vez aqui.--Rena (discussão) 02h33min de 15 de setembro de 2014 (UTC)
Eu também não concordo com a forma como a Jurema argumenta por vezes, e acho que nos casos onde todo mundo diz que ela está errada, usando argumentos válidos, e só ela não cede, pode ser pedida a proteção na versão contrária à estável por abuso do status quo. Mas ao menos deve ser dada a oportunidade para que ela se manifeste seus argumentos contra aquela moção, caso tenha algum. Foi dado um passo importante nessa discussão quando se definiu uma convenção de nomenclatura, agora o segundo passo é todos aprendermos a respeitá-la e discutir as moções com base nela. No caso do Calinga/Kalinga, eu vi de tudo na discussão, menos alguém copiar a convenção de nomenclatura e citar qual o item dela que justificasse o renomeio ou não. O único que vi citar fontes ali foi o João, que citou a Barsa e outra enciclopédia, justificando o Kalinga com K. Matheus diga✍ 00h41min de 16 de setembro de 2014 (UTC)
Nisso estamos de pleno acordo, que ela argumente, porém como disse, argumente. Não somente empaque a discussão por achar que precisa fazê-lo, principalmente em artigos que ela afirmou desconhecer sobre o tema. Do caso que eu citei, antes mesmo do João aparecer eu tinha citado no artigo e na discussão que havia fonte para Calinga, com "c". Eu e ela estávamos discutindo tranquilamente, até que, sem razão aparente, ela reverteu, ai a guerra começou e para evitar que o nome ficasse como eu havia escolhido durante a melhoria do artigo ela pediu a proteção do artigo com a versão dela (daí que o João apareceu) e insinuou pelo resumo da edição que minha edição era vandalismo. Isso é ser civilizado e isso é exemplo de quem quer consenso? Acho que não. E ela já afirmou em mais de uma discussão que não se incomoda que as discussões fiquem sem conclusão, e mais que isso, demonstrou empiricamente que está disposta a ficar eternamente discutindo casos já concluídos como na proposta Wikipédia:Fusão/Central de fusões/Nagôs; Iorubás, onde reabriu o assunto do nome, que já está acertado a muito tempo, somente porquê ela discorda veementemente do nome, alegando inclusive que trata-se de um etnocídio não citar o nome "no original". E veja que aqui chegamos num dos vários motivos para verdadeira guerra entre ela e o Rafael anos atrás.--Rena (discussão) 00h52min de 16 de setembro de 2014 (UTC)

Re: VisagapatãoEditar

Olá, Rena! Desculpe, a resposta longa.

Nesta semana (e nas próximas duas) tirei algum tempo para me deslocar à Biblioteca Municipal de Lisboa (Palácio das Galveias) e à Biblioteca Nacional e consultar algumas obras de referência sobre topónimos. Queria começar pela obra mais antiga (Ortografia Nacional, de Gonçalves Viana) mas infelizmente só a encontrarei na BN para a semana que vem. Sendo assim, passei para Topónimos e Gentílicos, obra-prima do prof. Ivo Xavier Fernandes, cujo primeiro volume é todo ele dedicado a topónimos estrangeiros e seus aportuguesamentos, com explicações várias e uma extensa lista de topónimos aportuguesados, entre os quais estava Visagapatão.

Consultei até ao momento o Prontuário Ortográfico e Guia da Língua Portuguesa (Magnus Bergstöm e Neves Reis; 1955; 38.ª edição: 2000), Saber Falar, Saber Escrever: Um guia completo para usar correctamente a língua portuguesa (Edite Estrela, Maria Almira Soares e Maria José Leitão; 2004) e o Guia Essencial da Língua Portuguesa para a Comunicação Social (Edite Estrela e J. David Pinto-Correia; 1994; 5.ª edição: 2001) e em nenhum deles surge o topónimo. Por fim, consultei o Dicionário Prático Ilustrado: Dicionário Enciclopédico Luso-Brasileiro (dir. Jaime de Séguer; edição atualizada de 1995), mas fiquei-me na letra B, por isso ainda não consegui verificar Visagapatão.

Faltam ainda obras máximas da língua que também só estão disponíveis na BN, que conto ver nestas semanas (por ordem cronológica):

  • Nomenclatura geográfica: subsídios para a restauração da toponímia em língua portuguesa, de Fortunato de Almeida, 1928;
  • Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, Academia das Ciências de Lisboa, 1940;
  • Tratado de Ortografia da Língua Portuguea, Rebelo Gonçalves, 1947;
  • Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves, 1966;
  • Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, José Pedro Machado, 1981;
  • Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, J. Malaca Casteleiro, 2009;

E ainda:

  • Nos Garimpos da Linguagem, Luiz Autuori e Oswaldo Proença, 1953.
  • Enciclopédia Luso-Brasileira de Cultura, Verbo
  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira

Contudo, acho que basta uma pequena pesquisa no Google para perceber que Visagapatão não tem atualmente uso generalizado. Os únicos resultados são o artigo da Wikipédia e uma digitalização do Instituto: Revista scientifica e litteraria de 1908, na qual está publicado Nomenclatura geográfica... (ver acima). Na pesquisa de livros, surge o Topónimos e Gentílicos (a minha fonte), um documento de 1887 e uma obra já deste século, mas que se refere à localidade dos tempos de outrora. Assim, conclui-se que o topónimo é absolutamente válido em português, mas em total desuso. Como tal, é lícito usá-lo como quiser, mas é de evitar transformá-lo no título do artigo. Gameiroestá lá? 21h03min de 11 de setembro de 2014 (UTC)

Concordo consigo. Era aliás o que tencionava fazer. Saudações! Gameiroestá lá? 16h24min de 16 de setembro de 2014 (UTC)

Primeiro TriunviratoEditar

Olá Renato. Desculpa, mas devia estar com a cabeça noutro lado qualquer. Vou tratar disso já. Abraços --João Carvalho deixar mensagem 15h28min de 14 de setembro de 2014 (UTC)

Por favor verifica, se não fiz asneira. Abraços --João Carvalho deixar mensagem 15h31min de 14 de setembro de 2014 (UTC)
João D​ C​ E​ F, está certinho. Obrigado.--Rena (discussão) 15h59min de 14 de setembro de 2014 (UTC)

LatimEditar

Só um comentário para não complicar ainda mais outra discussão...

Dizem outros que o U existia em latim e apenas a forma de escrever se confundia com o V. Ademais só existiam maiúsculas (e era difícil fazer a curva do U na pedra...). Assim o nome seria BERENGARIVS. Outras palavras seriam RES PVBLICA, AVGVSTVS, SENATVSPOPVLVSQVEROMANVS (ou SENATVS POPVLVSQVE ROMANVS). Pedrassani (discussão) 20h48min de 14 de setembro de 2014 (UTC)

ExplicaçãoEditar

Caro Renato,

Ao contrário do que possa parecer, nada tenho contra si, apenas discordo profundamente dos aportuguesamentos que, do meu ponto de vista, são destrutivos da utilidade da própria Wikipedia. Nenhum mapa, nem GPS ou outro qualquer sistema, tem Escópia: isso é uma aportuguesamento à século XIX que já saiu de uso há muito e deve ser combatido. Os topónimos, e os nome próprios, devem hoje, na era da globalização, ser sempre escritos fielmente na língua original. Apenas aqueles casos em que a tradição cultural consagrou outras soluções (como Londres ou Berlim) podem ser mantidos. Trata-se de uma questão prática de utilidade, pois são esses os nomes que surgem na literatura e nas informações da comunicação social, e simultaneamente de abrangência cultural e respeito pelas outras clturas e línguas. Numa Europa onde todos os cidadão devem saber pelo menos três línguas, não se fazem traduções de topónimos ou de reis (excepto, repito, os consagrados pelo uso). Também não se desfiguram os nomes latinos, anteriores à nossa língua e seus ancestrais, produzindo vocábulos que são no mínimo cómicos. São estas as questões e não o meu relacionamento consigo, que espero seja cordato e com a decência que a ética deste projecto exige. Como verá, raramente tenho interacção com outros editores nestas questões e detesto guerras de edições, mas neste caso achei que devia a explicação. Boas edições, se possível respeitando as línguas dos outros. Angrense (discussão) 22h17min de 15 de setembro de 2014 (UTC)

Augusto/Reis e RainhasEditar

Caro Rena, comecei a ler a página de Augusto e já fiz alguns ajustes; pretendo ler o artigo inteiro aos poucos, mas estou gostando até agora. Minha única grande sugestão até agora seria usar a Predefinição:Info/Nobre ao invés da Info/Monarca ... sei que é um assunto polêmico, mas a prefiro primeiramente pela estética e também por um melhor "gerenciamento" dos dados, porém é algo que fica a seu critério.

Quanto aos meus artigos sobre reis e rainhas ... tenho vários artigos traduzidos, mas não sei se a escrita está boa o suficiente para destaque. Na minha opinião, talvez o que tenha mais chance de passar seria Carolina de Ansbach ... talvez também Eduardo VI de Inglaterra e Frederico III da Alemanha. Outros que tenho (completos) são Henrique I de Inglaterra, Estêvão de Inglaterra, Henrique III de Inglaterra, Isabel I de Inglaterra, Jaime VI da Escócia e I de Inglaterra, Carlos I de Inglaterra, Carlos II de Inglaterra, Maria II de Inglaterra, Ana da Grã-Bretanha, Jorge III do Reino Unido, Guilherme IV do Reino Unido, Wallis, Duquesa de Windsor e Isabel II do Reino Unido. Se quiser ler algum (principalmente Carolina, Eduardo ou Frederico), ficaria grato se pudesse me dar algum feedback sobre eles ... se conseguir ler todos melhor ainda hehehe ... de todos, acho que o que eu mais gostaria de ver destacado seria o de Isabel II, principalmente por ser a monarca atual e um artigo de grande importância enciclopédico.

Cléééston (discussão) 01h31min de 18 de setembro de 2014 (UTC)

Cléééston, certamente que o farei, obviamente que aos poucos por serem muitos, mas vou me arranjando. Vou terminar de azular o Augusto para propô-lo e vemos como as coisas fluem. Eu me envolvi numa empreitada gananciosa de destacar todos os imperadores romanos com o Pedrassani e Zoldyick e pretendo cumpri-la, por mais difícil que pareça. Ao menos consegui o Arcádio hehe.--Rena (discussão) 01h35min de 18 de setembro de 2014 (UTC)

Sobre o verbete: História da Grécia.Editar

Não entendi o motivo de ter praticamente apagado todo o conteúdo do verbete: História da Grécia. Eu recoloquei todo o texto de volta --OS2Warp msg 20h29min de 2 de outubro de 2014 (UTC)

Império RomanoEditar

Ok, de acordo. Na sua versão ainda está demais "como um ditador militar": "Porém, na realidade, manteve seu poder autocrático sobre a república como um ditador militar". Pedrassani (discussão) 03h08min de 9 de outubro de 2014 (UTC)

Talvez se tirarmos "militar" melhora? Esse ditador é o ditador romano.--Rena (discussão) 03h20min de 9 de outubro de 2014 (UTC)
Mas não creio que ele tivesse tido todo o tempo o cargo de dictador. Tampouco era um ditador no sentido moderno. Acho que dizer que ele manteve um "poder autocrático" é suficiente. Pedrassani (discussão) 13h19min de 9 de outubro de 2014 (UTC)
Faz sentido, embora veja que, principalmente devido sua fama, Augusto adquiriu do senado uma posição impar no mundo romano, mesmo nos primeiros anos do Principado, momento no qual ele ainda não havia recebido aqueles inúmeros poderes que caracterizaram o poder imperial. Ele agiu como um protetor de Roma e mesmo que ele não tivesse o imperium ditatorial, certamente foi aquilo que chegou mais próximo de defini-lo antes das reformas subsequentes.--Rena (discussão) 13h23min de 9 de outubro de 2014 (UTC)

  Comentário: Oi, como vai? Como vão os artigos sobre os Imperadores? Ainda sobrou algum sem fonte ou incompleto? Já faz tempo que não passo por esse tema. --Zoldyick (Discussão) 22h30min de 12 de outubro de 2014 (UTC)

Tirando, o Augusto, que está na fase de azulamento, falta mexer em todos os demais (sem contar os bizantinos).--Rena (discussão) 22h36min de 12 de outubro de 2014 (UTC)
Entendido, muito obrigado e boa noite. Hora de estimular um pouco a Wiki-concorrência. Abraços. --Zoldyick (Discussão) 22h41min de 12 de outubro de 2014 (UTC)

ImagemEditar

Colega, me diz uma(s) coisa(s). Como você faz para traduzir o texto de uma imagem? Como o exemplo desse para esse [do inglês para o português]? Me desculpe o incomodo mas acho melhor você me dizer do que eu ficar vindo aqui até você e pedir para que faça isso para mim/nós. Obrigado e boa noite. --Zoldyick (Discussão) 00h55min de 13 de outubro de 2014 (UTC)

Quando a imagem está em svg (é o caso desse ai), eu uso o Inkscape ou o Adobe Illustrator para traduzir.--Rena (discussão) 01h04min de 13 de outubro de 2014 (UTC)
Zoldyick D​ C​ E​ F, embora tenha revelado meu segredo para ti, não se acanhe a pedir mapas quando precisar. Eu gosto muito de fazê-los, somente não faço em maior número porquê eles são, em alguns casos, bem trabalhosos. Não sei se ajuda em alguma coisa, mas aqui eu listei todos os mapas que já fiz, pode usá-los quando queira.--Rena (discussão) 21h11min de 13 de outubro de 2014 (UTC)
Humm, muito grato. Utilizarei sempre que necessitar. Como eles dizem por ai: Arigatōgozaimashita. --Zoldyick (Discussão) 22h06min de 13 de outubro de 2014 (UTC)

Santo Ângelo não existe....Editar

....e o ideal seria que a igreja se chamasse "Santo Anjo". Mas ela é tradicionalmente conhecida como Sant'Angelo... É como "Santana" ou "Sant'Ana". Enfim, sem boas fontes, discordo desta mudança, Rena. José Luiz disc 01h57min de 13 de outubro de 2014 (UTC)

D​ C​ E​ F, excetuando esta fonte que faz menção específica ao local, há outras que fazem menção ao nome Santo Ângelo (aqui), em grande parte devido ao Santo Ângelo dos Sete Povos das Missões. E como comparação ainda temos o Castelo de Santo Ângelo (aqui) e a diaconia correspondente, que foi criada com o nome traduzido Santo Ângelo em Pescheria (diaconia).--Rena (discussão) 02h04min de 13 de outubro de 2014 (UTC)

ErixEditar

Realmente, falam do mesmo assunto; teria algum problema se eu redireciona-se Erix para Eryx? Beatriz Alencar 00h04min de 14 de outubro de 2014 (UTC)

Beatriz D​ C​ E​ F, bom, acho eu que seria melhor o contrário, pois além do primeiro ser o nome adaptado para o português, como apresentado nas fontes do primeiro, é o artigo mais antigo.--Rena (discussão) 00h06min de 14 de outubro de 2014 (UTC)
    • Tudo bem, fiz o inverso. Saudações Beatriz Alencar 00h15min de 14 de outubro de 2014 (UTC)

Casa Dourada?Editar

Caro Renato, o que o levou a renomear a página Domus Aurea para "Casa Dourada"? Shgür Datsügen (discussão) 04h21min de 16 de outubro de 2014 (UTC)

Shgür D​ C​ E​ F (vou demorar para me acostumar com sua recém renomeação) - favor olhar aqui e favor aqui para ilustrar o exemplo paralelo da Casa de Augusto.--Rena (discussão) 05h40min de 16 de outubro de 2014 (UTC)
Pergunto porque domus não é apenas uma casa, mas um tipo de casa particular dentre outros tipos de habitações existentes na Roma Antiga. Neste caso esta mudança de título não passa de uma simples tradução literal do termo. Se é para esse tipo de alterações então que se mude "Domus" para "Residência Senhorial" ou algo do género. Seria exactamente a mesma coisa. Até estaria de acordo caso alterasse para "Casa Dourada de Nero" e mesmo assim tenho algumas dúvidas. Aliás porque não Palácio Dourado (de Nero) uma vez que existem também fontes bibliográficas para esse nome? Apenas para que saiba que discordo totalmente desta "artificiosa alteração". Abraço. Shgür Datsügen (discussão) 16h04min de 16 de outubro de 2014 (UTC)
Shgür D​ C​ E​ F, veja, você está certíssimo em alertar que é arbitrário mudar domus, no contexto genérico, para casa, pois trata-se de tipo específico de da Roma Antiga. Entretanto, neste exemplo em questão, e em outras similares como Casa de Augusto, Casa de Lívia, etc., não. E digo porquê. Estes indivíduos que tem seus nomes e histórias preservadas são abastados, o que não exclui o sentido do termo, e ao se usar casa ao invés de domus somente reforça o sentido do termo, como residência, e não o aglomera dentre os demais tipos de edificações residenciais. Além disso, não seria prudente, creio, misturar casa com palácio, pois na própria Roma Antiga havia palácios, como os palácios imperiais do Palatino e o Palácio de Diocleciano em Split.--Rena (discussão) 16h32min de 16 de outubro de 2014 (UTC)
Então porque não alterar para "Casa dourada de Nero"? Isto é, quantas casa douradas existem? Apenas referi "Palácio Dourado" porque, para além das referências, a domus define-se como residência de modestas proporções palacianas, podendo portanto referir-se a palácios; comparativamente com as insulae que são também casas. Este tipo de movimentações só motivam a desculturalização, tratando-se de mudanças forçadas que nada contribuem para o aperfeiçoamento do projeto, e falo deste caso em particular. Criar uma proposta para alteração do título seria mais apropriado. Shgür Datsügen (discussão) 17h25min de 16 de outubro de 2014 (UTC)
Certamente que há várias casas douradas. Mas, especial no contexto romano, somente há aquela de Nero, não sendo necessário distinguir o título usando o nome do imperador. E veja, mesmo na língua mais agregadora de todas que é o inglês, temos uma miríade de ocorrências do nome traduzido, obviamente que ali para a respectiva tradução. Não creio que seja uma "desculturalização", pois o nome não foi plenamente excluído. O redirecionamento para o título anterior não foi eliminado e o nome latino consta igualmente no artigo, de modo que qualquer um que queira saber sobre o assunto mediante o nome latino o encontrará. E, ao contrário, acho que tal situação leva ao total oposto, ou seja, a culturalização, uma vez que mostra ao leitor a tradução que grande número de fontes prefere.--Rena (discussão) 17h57min de 16 de outubro de 2014 (UTC)
Não concordo, mas obrigado por esclarecer. Continuação de boas contribuições. Shgür Datsügen (discussão) 18h10min de 16 de outubro de 2014 (UTC)

República Soviética da BavieraEditar

Renato

A República Soviética da Baviera nunca foi parte da União Soviética. O "soviética" do nome refere-se a uma forma específica de governo, baseada em conselhos populares chamados "sovietes" que tiveram um importante papel durante a Revolução de Outubro. Desta form,a não é correta a inclusão dela na categoria União Soviética. Por outro lado, sendo a única (ou das poucas) a assim intitular-se fora da União Soviética, penso que é importante sua inclusão nas "Socialismo" e "Revoluções" comunistas", como estava. Pedrassani (discussão) 21h50min de 28 de outubro de 2014 (UTC)

Aquela categoria adicionada é arbitrária por, na prática, nunca ter existido países que seguissem a risca o modelo comunista, mas pelo menos é um alternativo para não confundir com a URSS. Agradeço o comentário. Passar bem.--Rena (discussão) 22h30min de 28 de outubro de 2014 (UTC)

Indicação de eliminação rápida para a página Godofredo I de VillehardouinEditar

O artigo Godofredo I de Villehardouin foi indicado para eliminação rápida. Isso foi feito porque o artigo, que aparentemente era sobre uma pessoa, organização (banda, clube, empresa, etc.) ou conteúdo de Internet real, não indicou como ou por que motivo um artigo sobre aquele assunto deveria ser incluído na Wikipédia. Pelos critérios de eliminação rápida, artigos que não indiquem a notoriedade do assunto podem ser apagados a qualquer momento. Se você puder indicar por que razão ou razões o artigo é realmente notório, sinta-se livre para recriar o artigo, assegurando-se de citar fontes verificáveis e relevantes.

Por favor, veja a página Wikipedia:Critérios de notoriedade para encontrar as diretrizes a respeito do que é geralmente aceito como relevante; além disso, para tipos mais específicos de artigos, você pode querer examinar os nossos critérios para biografias, músicos e empresas. Sinta-se livre para deixar uma nota em minha página de discussão se tiver quaisquer perguntas sobre o assunto. José Luiz disc 23h47min de 2 de novembro de 2014 (UTC)

ApologiesEditar

Olá Renato, I saw a discussion in es.wiki and I came to apologize. You have always helped me with my very deficient Portuguese and have been supportive. I don't want to get into who's right or wrong, but good manners especially with those who speak a different language, are very important for civilized discourse especially in a project such as this one where what should be important is knowledge, not language barriers. Abraços, --Maragm (discussão) 15h26min de 3 de novembro de 2014 (UTC)

Mara D​ C​ E​ F, exactly. Even disagreeing Caligatus and Lourdes about the best title for the article, the problem there it was that he was rude just because I can't write correctly in Spanish, including saying "cómo se atreve a escribir en español?" I told them that the information was reliable because I used a good source, but I couldn't put the source there because I don't know the appropriate template.--Rena (discussão) 15h33min de 3 de novembro de 2014 (UTC)
Believe me, it's not a very friendly place. If my Portuguese was better I would participate here more often, but when I get fed up with my "home" wiki, I participate in the English version. Take care and keep up your good work. --Maragm (discussão) 15h44min de 3 de novembro de 2014 (UTC)
For a moment I thought that Portuguese wiki was the Eye of the Storm, but the few moments I was there I found out that I was completely wrong.--Rena (discussão) 15h50min de 3 de novembro de 2014 (UTC)
Na maior parte das línguas, a forma neutra (como o latim) é preferida simplesmente por não trazer à tona questões étnicas ou nacionalistas... Na Espanha, já existe uma relutância gigantesca em aceitar que "espanhol" é o castelhano e, em outros projetos, essa resistência é virulenta. No Commons, lembro-me claramente de alguns editores que aceitam apenas que a categoria master seja "Spain", mas que vigiam diuturnamente para garantir que nenhuma imagem jamais esteja na "Espanha" e sim na "Andaluzia" ou na "Catalonia". Escolher o topônimo em latim como "oficial" é muito menos conflitivo.... Agora, saiba que fiquei espantado com sua frustração, pois é só aqui que a coisa é "leve". Vá na enwiki e tente chamar qualquer cidade originalmente grega na Turquia pelo nome grego ou priorizar o termo "Ragusa" ao invés de "Dubrovnik" ou se meter a opinar sobre o "nome oficial" de qualquer cidade na Bélgica... "Escolher" é tomar partido e, por isso, a única forma de manter a paz é garantir que o termo seja o "original": os anglófonos não usam diacríticos, mas aceitá-los foi a única forma de encerrar as intermináveis batalhas étnico-nacionalistas que surgiam cada vez que alguém movimentava um artigo. Guerras já começaram por que pessoas acreditam que mudar o nome de um topônimo é uma "violência cultural".... José Luiz disc 00h34min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
Ao menos o argumento da "violência cultural" já chegou aqui, com direito a taxação de "etnocídio".--Rena (discussão) 00h37min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
E como eu disse pra Mara, o problema não foi nem o nome (considerando que eu nem edito na es., quando começaram a contestar o nome eu logo pulei do barco e deixei pra lá), e sim a rispidez com que entenderam a situação. E exatamente essa conduta leva a vários questionamentos do tipo, se eu, como editor experiente, me incomodei com o tom da conversa, considerando que foi meu primeiro contato com os referidos editores, imagina um novato que está começando a se aventurar por lá. É quase que um cartão de desistência no primeiro dia. (e pelo que a Mara disse, minha má impressão é verídica)--Rena (discussão) 00h41min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
Eu li a discussão toda e, IMHO, a rispidez é proposital. "Não discuta um tema delicado se não estiver envolvido [diga-se: se não tiver nada a perder]". Enfim, se não sou sérvio, não posso discutir a Sérvia ou se sou cristão, não posso discutir neutralidade em artigos cristãos.... "Desconstruir" é a palavra. José Luiz disc 01h21min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
Eu não tinha levado a conversa por esse ângulo, e realmente faz sentido.--Rena (discussão) 01h28min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
"Como se atreve" só diz quem está discursando, Rena. Em qualquer língua. José Luiz disc 01h34min de 4 de novembro de 2014 (UTC)

EnganoEditar

Fiz uso da sua página para abri a página de discussão do José e acabei por escrever na sua :) Lamento. Shgür Datsügen (discussão) 19h56min de 4 de novembro de 2014 (UTC)

Jamais me incomodaria com uma ilustre visita sua!--Rena (discussão) 20h00min de 4 de novembro de 2014 (UTC)

FavorEditar

Quando estava traduzindo dinastia Bagrationi, fiquei chocado ao perceber que NENHUM dos títulos detidos pela dinastia (que remetem a estados extintos) tinha artigo, o que me incomodou profundamente. Agora que terminei minha visita à Grécia, vou pro Cáucaso e devo ficar um tempinho lá. Mas faltam bons mapas da região em português... este aqui é bom, mas seria legal ter uma série pra ajudar a contar a história toda. Interessado? José Luiz disc 23h24min de 4 de novembro de 2014 (UTC)

Sem dúvida. Inclusive pretendo revisar todos os mapas que fiz para aperfeiçoá-los e corrigir alguns erros que a gente deixa passa enquanto traduz. Só preciso de um tempinho, pois recentemente formatei meu computador e perdi o programa que eu uso (Adobe Illustrator). Preciso tentar providenciá-lo novamente em algum site da vida...--Rena (discussão) 23h57min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
A propósito, eu também preciso criar vergonha e continuar melhorando os artigos do Cáucaso. O grande dilema é que eu perco horas tentando entender a confusão que o Sr. Ávila fez ali e eu acabo desistindo sempre. É dois passos pra frente e três pra trás.--Rena (discussão) 00h07min de 5 de novembro de 2014 (UTC)

Olà e...Editar

First of all, please accept my apologies for not being able to write in your wonderful language. I can understand simple text and speech in Portuguese, and make myself understood, more or less, face-to-face, but that's not quite the same thing.

The reason I'm getting in touch with you is because I've just seen your talk page at Wikipedia in Spanish and I wish to express my dismay at treatment you received there from an administrator and another user. I also offer you my services if you need anything translated into or from Spanish. My Spanish isn't perfect, but I get by pretty well. Please don't let such bully tactics keep you away from editing at the Wikipedia in Spanish, there are always plenty of things that need doing there, and at all the other Wikipedias. Um abraço e boas contribuições. --Technopat (discussão) 10h33min de 6 de novembro de 2014 (UTC)

GermanoEditar

Boa noite.

A desambiguação para Paleocastro vai aonde no artigo? Sdç. --Zoldyick (Discussão) 05h00min de 10 de novembro de 2014 (UTC)

Época Dourada da PiratariaEditar

Renato
Se tiver um tempo, dá uma olhada em Época Dourada da Pirataria. É candidato a destaque (era "Bom") mas está cheio de erros ortográficos banais e evidentes ("início" sem acento, diversas maisúsculas impróprias). Corrigi, como normalmente faço, e ainda me ofereci para melhorar posição de imagens. O editor simplesmente reverteu minhas edições (e ainda as classificou de "mal feitas"). Cansei de interagir com pessoas com dificuldades em reconhecer seus erros. Assim simplesmente votei contra o destaque (não pode nem mesmo sem "bom" com esses erros). Mas tenho um compromisso com a Wiki e não aceitarei esse artigo como destaque, da forma que está. Pedrassani (discussão) 12h40min de 13 de novembro de 2014 (UTC)

Sua ajuda ainda é necessária lá. Antero reverteu e foi revertido. Detesto ver um artigo de história com erros ortográficos, ainda mais sendo submetido pra destaque. Pedrassani (discussão) 15h41min de 13 de novembro de 2014 (UTC)

Alguns toquesEditar

Rena, sempre gosto das mudanças que faz, mas quero te dar alguns toques (alguns eu já dei antes): (i) Quando você encontrar uma segunda forma válida em português, não saia alterando os afluentes, pois isso dá a impressão que a outra forma está incorreta. Além disso, se ambas são válidas, somente no título é que existe preferência para uma ou outra. No corpo do artigo, não. Assim, estou muito desconfortável por você ter alterado tudo para "Tao-Clarjétia" (que existe em português e deve ser o título do artigo) em todos os afluentes. Continuarei a escrever "Tao-Klarjeti" pois é o que encontro em virtualmente todas as obras que leio/li e gostaria que desfizesse as alterações que fez (exceto a moção, que está correta), pois a forma existe e é válida. O mesmo para "Imerícia" (Imereti, que nem é tão ofensivo em português) e Cártlia (Kartli).... Por favor, ok? Se eu escrevi de uma forma e você prefere outra, discuta comigo antes, plz. (ii) Quando você for colocar esse template do harvref (que eu detesto e não é obrigatório*), não altere o posicionamento da referência de antes da pontuação para depois dela, algo que você só poderia fazer se alterasse mais de 50% do artigo. O desconforto é o que foi feito em Anselmo de Cantuária, por exemplo. (iii) Não ponha tags em artigos propostos para destaque, pois votantes podem se enganar com isso e desprezarem seus votos ou deixar de votar por isso. Boas! José Luiz disc 20h14min de 13 de novembro de 2014 (UTC) * Detesto por que é arcano para um novato e mesmo pra mim. Na enwiki, estão dando cada vez mais preferência para as referências "limpas", que ajudam na compreensão dos novatos.... Eu não consigo usar. Também não gosto da {{ilc}}, pois ela gera falsos azuis e não estimula os redirects, que são mais efetivos. Enfim, são coisas que precisam ser discutidas antes.

  • Por outro lado, Svanétia é uma coisa sem pé nem cabeça. É uma mistura do inglês com o português e não sei está certo... O que acha? José Luiz disc 20h39min de 13 de novembro de 2014 (UTC)
D​ C​ E​ F, bom, vamos lá: (i) com relação as mudanças de afluentes, caso você não tenha gostado, aceito e não o farei mais nos referidos artigos. Porém só gostaria de ressaltar que em todos os artigos onde foi alterado eu coloquei ao lado, como combinamos várias vezes, a outra forma, o que faz com que quem pesquise ache com facilidade por qualquer um dos nomes. Não as fiz por achar que estava errado (se estivesse não me daria ao trabalho de colocar a outra forma junto), foi mesmo como meio de usar o nome do título, nada mais. E como disse, se você que criou muitos dos artigos não quer, que assim o fique, embora contudo ainda devo chamar a atenção ao fato de que em alguns casos você reverteu com o intuito de voltar à grafia anterior, e mais que isso fez com que outras coisas (inclusive correções ortográficas) se perdesse. Além disso, nos próprios artigos fonte (Tao-Clarjétia, Clarjétia, Simbácio III de Clarjétia) você reverteu e isso passa a impressão, em quem chegar subitamente no artigo, que o nome novo é errado e você discordou dele, ainda mais porquê as fontes que justificam-o se perderam. O mesmo pode se dizer das reversões inclusive em artigos que eu tinha criado (Família mirrânida, Taique, Gregório Pacuriano) ou artigos que não foram criados por nenhum de nós (João Curcuas (general), Nicéforo Urano). (ii) Do harvref, no caso do Anselmo de Cantuária, eu não alterei o padrão de referências. Ele assim já estava (na forma do sfn) e eu somente continuei. A respeito de alterar para depois do ponto isso se deve a distorção causada entre o final da linha e o ponto final (o Albmont D​ C​ E​ F já falou disso várias vezes), com direito a casos onde o ponto final fica numa linha separada, bem longe da última palavra da frase. É meramente uma questão de resolver o problema, que não ocorre quando a referenciação fica depois do ponto. (iii) Eu também era receoso do ilc, porém depois de muito debater com o Stegop D​ C​ E​ F acabei por convencer-me de seu uso. E de certo modo eu tendo a discordar de si quando a questão dos redirecionamentos. Pelo contrário, ele evita de duplicar-se artigos de mesmo assunto, mas com nomes diferentes, pois sempre se lista todas as formas mais importantes no corpo do artigo e somente basta ao editor interessado escolher uma e redirecionar as demais. (iv) Percebo seu ponto quando a tag, mas eu a coloquei porque realmente o artigo está em processo de ajuste. Logo após revê-lo, eu havia começado a pesquisar pelas fontes faltantes, mas não consegui terminar, pois tinha que ir para a faculdade. Além disso, penso o oposto aqui. A tag é um indicativo para aqueles que chegam de que o problema está sendo resolvido. Somente deixar os {{carece de fonte}} é muito mais danoso, e leva aos editores, às vezes sem ler, a votar contra ([11]) (v) Svanétia é algo para checar mesmo. As parcas fontes encontradas nas línguas latinas que se referem ao topônimo o fazem desta forma, porém como sabemos, no português palavras iniciadas com "s" mudo ganham "e" (Esparta) e por isso talvez a estranheza. Eu pretendo consultar-me no Ciberdúvidas a respeito disso e outras coisas.--Rena (discussão) 12h52min de 14 de novembro de 2014 (UTC)

AfroditeEditar

Valeu Renato pelas observações. Como vi que tbm gosta de Mitologia Grega, adoraria que ajudasse com o artigo, principalmente na questão da tradução. Obrigada,Abraços! Beatriz Alencar 23h07min de 15 de novembro de 2014 (UTC)

RE:Naturais do Império BizantinoEditar

Olá Renato. Vamos andando, razoavelmente bem, embora com pouco tempo e paciência para a wiki. Espero que contigo também esteja tudo bem.

Em relação à "Categoria:Naturais do Império Bizantino" o que sucede é o seguinte. Desconhecia a existência da "Categoria:Bizantinos" mas parece-me que o que é correcto é "Naturais do Império Bizantino" que está de acordo com as normas de categorização. Vê isto por favor. Abraços --João Carvalho deixar mensagem 23h52min de 17 de novembro de 2014 (UTC)

Comigo está tudo ótimo João Carvalho D​ C​ E​ F, principalmente porquê meu desafeto não aparece a exatos 1 mês e por isso mesmo não estou em discussão com ninguém. Sobre a categoria, você acha melhor passarmos tudo para a sua nova e eliminar a outra? Ela serve praticamente somente como armazenadora de subcategorias. Ela quase não é usada para não ser atolada.--Rena (discussão) 23h56min de 17 de novembro de 2014 (UTC)

O software anda maluco. Tinha acrescentado umas palavras nesta tua página e quando cliquei em "mostrar previsão" apareceu-me o que tinhas acrescentado e desapareceu o que escrevi. Tinha acrescentado que a "Categoria:Italianos" também já foi movida para "Categoria:Naturais da Itália" pelo mesmo motivo.--João Carvalho deixar mensagem 00h02min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Já agora, aproveito para perguntar a quem sabe mais do assunto do que eu. Bizantinos não significa naturais de Bizâncio ? --João Carvalho deixar mensagem 00h07min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Depende, tanto vale para os habitantes do Império Bizantino ou indivíduos que exerceram função nele (mas não necessariamente nasceram) como os habitantes da cidade anterior à Constantinopla. Por isso mesmo que decidimos que não poderíamos usar "de Bizâncio" no nome dos artigos dos imperadores como estava.--Rena (discussão) 00h20min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

HannoverEditar

A cidade é mais conhecida pelo nome alemão(sendo assim mais simples achar a página), e não pela aportuguesação. Grato,Ma2xlon (discussão) 19h33min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

Ma2xlon D​ C​ E​ F, a cidade também é bem conhecida pelo nome aportuguesado, não havendo nenhum motivo forte para ser usado o nome alemão. Mesmo que seja comum seu uso no português brasileiro, isso ainda é irrelevante para a contenda.--Rena (discussão) 20h05min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

Teodósio III CrisobergesEditar

Olá Renato de carvalho ferreira. Gentileza verificar Teodósio III Crisoberges, criada por você, visto que está como autoredirecionamento. Boas edições RódiMsg 08h16min de 25 de novembro de 2014 (UTC)

Ródi D​ C​ E​ F agradeço a mensagem. O problema já foi corrigido.--Rena (discussão) 11h55min de 25 de novembro de 2014 (UTC)

Acácio (católico)Editar

Rena

Em Acácio (católico), usei "amontoadas" como força de expressão. Não me parece bonito deixar outras imagens junto da infocaixa, uma vez que há espaços diversos em outros lugares. Mas não há uma norma rígida sobre isso, assim reconheço que é uma questão do senso estético de cada um. Nesse caso está no limite, mas há artigos, inclusive propostos para destaque, em que a disposição é realmente feia.

Ah... por favor corrija o título da seção "Biografia" que está erroneamente como "Bibliografia". Pedrassani (discussão) 11h36min de 26 de novembro de 2014 (UTC)

Eu particularmente não me incomodo com imagens junto a infocaixa, exceto se estiverem desenquadradas (maiores ou menores). Sempre que coloco elas ali faço por onde padronizar o tamanho 1.05 (que é o da infocaixa).

Anastácio I DicoroEditar

  Por favor, não assine suas edições em artigos, como fez em Anastácio I Dicoro.

Cada vez que você edita uma página, suas alterações e seu nome de utilizador ficam gravados no histórico — por exemplo, se consultar a história desta página, poderá ver todas as edições anteriores a esta, bem como todos os editores, a data e a hora de cada edição.

Devem ser assinadas apenas as páginas de discussão (para deixar mensagem a alguém, por exemplo) e os artigos que tenham o obje(c)tivo de servir para discussões (como na Esplanada).

Para mais ajuda, consulte o Guia Prático Assinando e a página Coisas a não fazer.
Obrigado(a).

Pedrassani (discussão) 17h58min de 26 de novembro de 2014 (UTC)

Pedra D​ C​ E​ F, eu assinei a página? Não vi onde fiz isso.--Rena (discussão) 18h46min de 26 de novembro de 2014 (UTC)

Rena - Desculpa! Não tenho ideia de onde eu cliquei para aparecer isso! É claro que você não assinou. E se tivesse assinado eu simplesmente apagaria. Deve haver algum botão muito fácil de apertar por engano aqui. Depois vou pesquisar isso. Desculpa, mais uma vez. Pedrassani (discussão) 18h55min de 26 de novembro de 2014 (UTC)

Uma medalha!Editar

  Medalha ao tradutor
Fico feliz que tenha traduzido os nomes! obrigado pela contribuição ao artigo. Beatriz Alencar 02h25min de 27 de novembro de 2014 (UTC)