Abrir menu principal

Temporada de Fórmula 1 de 2018

Sexagésima nona edição do campeonato mundial de fórmula 1
Disambig grey.svg Nota: "F1 2018" redireciona para este artigo. Para o jogo baseado na temporada de Fórmula 1 de 2018, veja F1 2018 (jogo eletrônico).
Fórmula 1 de 2018
Anterior: 2017 Posterior: 2019

A temporada de Fórmula 1 de 2018 foi a 69ª temporada do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA. Com a saída do GP da Malásia e o retorno dos GPs da França e da Alemanha, a temporada teve 21 etapas disputadas. Iniciou-se em 25 de março de 2018 em Melbourne (Austrália) e terminou em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) no dia 25 de novembro. Equipes e pilotos estão competindo para serem campeões mundiais de construtores e de pilotos, respectivamente.

Índice

Pilotos e equipesEditar

Os três primeiros colocados da temporada 2018:

Campeão Vice-campeão Terceiro lugar
     
  Lewis Hamilton   Sebastian Vettel   Kimi Räikkönen
  Mercedes   Ferrari   Ferrari

Pilotos e equipes que participaram do Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2018:

Equipe Construtor Chassi(s) Unidade de potência Pneu Pilotos
N.° Nome do piloto Sigla Rodada N.° Pilotos de treinos livres Sigla
  Scuderia Ferrari[1] Ferrari SF71H[2] Ferrari 062 EVO P 5   Sebastian Vettel[3] VET Todas
7   Kimi Räikkönen[4] RAI Todas
  Sahara Force India F1 Team Force India-Mercedes VJM11[5] Mercedes M09 EQ Power+[6] P 11   Sergio Pérez[7] PER 1–12 34   Nicholas Latifi[8] LAT
31   Esteban Ocon[9] OCO 1–12
  Racing Point Force India F1 Team[nota 1] Force India-Mercedes VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ P 11   Sergio Pérez PER 13–21 34   Nicholas Latifi[8] LAT
31   Esteban Ocon OCO 13–21
  Haas F1 Team[11] Haas-Ferrari VF-18[12] Ferrari 062 EVO P 8   Romain Grosjean[11] GRO Todas
20   Kevin Magnussen[11] MAG Todas
  McLaren F1 Team McLaren-Renault MCL33[13] Renault R.E.18[14] P 2   Stoffel Vandoorne[15] VAN Todas 47   Lando Norris[16] NOR
14   Fernando Alonso[17] ALO Todas
  Mercedes AMG Petronas Motorsport[18][19] Mercedes F1 W09 EQ Power+[20] Mercedes M09 EQ Power+ P 44   Lewis Hamilton[18] HAM Todas
77   Valtteri Bottas[21] BOT Todas
  Aston Martin Red Bull Racing[22] Red Bull-TAG Heuer RB14[23] TAG Heuer[nota 2]
(Renault R.E.18)
P 3   Daniel Ricciardo[25] RIC Todas
33   Max Verstappen[26] VER Todas
  Renault Sport Formula One Team[27] Renault R.S.18[28] Renault R.E.18 P 27   Nico Hülkenberg[27] HUL Todas 46   Artem Markelov[29] MAR
55   Carlos Sainz Jr.[30] SAI Todas
  Alfa Romeo Sauber F1 Team[31] Sauber-Ferrari C37[32] Ferrari 062 EVO P 9   Marcus Ericsson[33] ERI Todas 36   Antonio Giovinazzi[34] GIO
16   Charles Leclerc[33] LEC Todas
  Red Bull Toro Rosso Honda Toro Rosso-Honda STR13[35] Honda RA618H[36] P 10   Pierre Gasly[37] GAS Todas 38   Sean Gelael[38] GEL
28   Brendon Hartley[37] HAR Todas
  Williams Martini Racing[39] Williams-Mercedes FW41[40] Mercedes M09 EQ Power+ P 18   Lance Stroll[41] STR Todas 40   Robert Kubica[42] KUB
35   Sergey Sirotkin[43] SIR Todas
Fontes:[44][45][46]

Mudanças nas equipesEditar

  • A McLaren, após três temporadas equipada com as unidades de potência Honda, encerrou sua parceria com a montadora japonesa e assinou um contrato de três anos para usar os propulsores fornecidos pela Renault.[14] A equipe citou o fracasso repetido da Honda em fornecer uma unidade de potência confiável e competitiva como a razão para o fim da parceria.[47]
  • A Toro Rosso deixou de usar os propulsores Renault — permitindo assim que a McLaren finalizasse seu acordo com a montadora francesa — e chegou a um acordo para usar as unidades de potência da Honda.[36] Como parte do acordo, a Red Bull Racing emprestou o piloto da Toro Rosso, Carlos Sainz Jr., para a equipe de fábrica da Renault.[48]
  • A Sauber renovou sua parceria com a Ferrari, atualizando para unidades de potência de especificação atual depois de usar propulsores de 2016 em 2017.[49]

Mudanças no meio da temporadaEditar

A Force India foi colocada em administração judicial durante o fim de semana do Grande Prêmio da Hungria.[50][51] Após a especulação de uma compra,[52] qualquer venda da equipe em um curto espaço de tempo foi complicada por processos judiciais contra determinados acionistas e a necessidade de liquidação de dívidas. Por esta razão, um consórcio liderado por Lawrence Stroll comprou os ativos de corrida e operações da Force India, através da empresa Racing Point.[53] A Force India foi então excluída do campeonato por sua incapacidade de participar das corridas restantes. Isso permitiu que uma nova equipe, a Racing Point Force India, solicitasse uma entrada para disputar o restante da temporada, começando a partir do Grande Prêmio da Bélgica.[54][55] A nova equipe foi obrigada a manter o nome "Force India" em seu nome, pois seu chassi havia sido homologado com o nome Force India e os regulamentos da FIA exigem que o nome da equipe inclua o nome do seu chassi.[56][57] A Racing Point Force India começou com zero ponto no Campeonato de Construtores, mas os pilotos da antiga equipe mantiveram seus pontos no Campeonato de Pilotos.[55] Posteriormente, foi informado que todas as equipes haviam concordado em permitir que a nova equipe Racing Point Force India retivesse o prêmio em dinheiro acumulado pela equipe original.[58][59]

CalendárioEditar

Os seguintes vinte e um Grandes Prêmios foram realizados como parte do calendário da temporada de 2018:[60]

Grande Prêmio Circuito Data
1 Grande Prêmio da Austrália   Circuito de Albert Park, Melbourne 25 de março
2 Grande Prêmio do Bahrein   Circuito Internacional do Bahrein, Sakhir 8 de abril
3 Grande Prêmio da China   Circuito Internacional de Xangai, Xangai 15 de abril
4 Grande Prêmio do Azerbaijão   Circuito Urbano de Baku, Baku 29 de abril
5 Grande Prêmio da Espanha   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló 13 de maio
6 Grande Prêmio de Mônaco   Circuito de Mônaco, Monte Carlo 27 de maio
7 Grande Prêmio do Canadá   Circuito Gilles Villeneuve, Montreal 10 de junho
8 Grande Prêmio da França   Circuito de Paul Ricard, Le Castellet 24 de junho
9 Grande Prêmio da Áustria   Red Bull Ring, Spielberg 1 de julho
10 Grande Prêmio da Grã-Bretanha   Circuito de Silverstone, Silverstone 8 de julho
11 Grande Prêmio da Alemanha   Hockenheimring, Hockenheim 22 de julho
12 Grande Prêmio da Hungria   Hungaroring, Mogyoród 29 de julho
13 Grande Prêmio da Bélgica   Circuito de Spa-Francorchamps, Stavelot 26 de agosto
14 Grande Prêmio da Itália   Circuito Nacional de Monza, Monza 2 de setembro
15 Grande Prêmio de Singapura   Circuito Urbano de Marina Bay, Baía da Marina 16 de setembro
16 Grande Prêmio da Rússia   Autódromo de Sóchi, Sóchi 30 de setembro
17 Grande Prêmio do Japão   Circuito de Suzuka, Suzuka 7 de outubro
18 Grande Prêmio dos Estados Unidos   Circuito das Américas, Austin 21 de outubro
19 Grande Prêmio do México   Autódromo Hermanos Rodríguez, Cidade do México 28 de outubro
20 Grande Prêmio do Brasil   Autódromo de Interlagos, São Paulo 11 de novembro
21 Grande Prêmio de Abu Dhabi   Circuito de Yas Marina, Abu Dhabi 25 de novembro
Fontes:[60][61][62][63][64]

Mudança no calendárioEditar

Calendário de lançamento dos carrosEditar

Pré-temporadaEditar

Os testes de pré-temporada foram realizados nos dias de 26 de fevereiro até 1 de março e de 6 até 9 de março. O circuito escolhido foi novamente o Circuito de Barcelona-Catalunha em Montmeló.[79]

(Em negrito, a volta mais rápida de cada semana)

N.º Circuito Mapa do circuito Resultados
1   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló   Dia Piloto Equipe Melhor tempo Voltas Ref.
26 de fevereiro   Daniel Ricciardo   Red Bull-TAG Heuer 1:20.179 103 [80]
27 de fevereiro   Sebastian Vettel   Ferrari 1:19.673 98 [81]
28 de fevereiro   Fernando Alonso   McLaren-Renault 2:18.545 11 [82]
1 de março   Lewis Hamilton   Mercedes 1:19.333 69 [83]
2   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló   Dia Piloto Equipe Melhor tempo Voltas Ref.
6 de março   Sebastian Vettel   Ferrari 1:20.396 168 [84]
7 de março   Daniel Ricciardo   Red Bull-TAG Heuer 1:18.047 165 [85]
8 de março   Sebastian Vettel   Ferrari 1:17.182 188 [86]
9 de março   Kimi Raikkonen   Ferrari 1:17.221 157 [87]

Mudanças no regulamentoEditar

Fim das "asas em T" e barbatanas

Aproveitando uma brecha na forma como o regulamento de 2017 foi escrito, as equipes desenvolveram não somente as barbatanas para o carro daquela temporada, mas também as chamadas "asas em T", que limpavam o ar sujo direcionado para o aerofólio traseiro. A FIA, contudo, não cometeu o mesmo erro para 2018 ao reescrever aquela área do regulamento, acabando com as chances de as escuderias acharem nova brecha.[88][89]

Halo

Cercado de polêmica em torno de sua introdução na Fórmula 1, o halo (se fala álo, de aureola) passou a ser usado a partir da temporada de 2018. A peça serve para proteger a cabeça dos pilotos em eventuais acidentes, tendo em vista casos passados, tais como o de Felipe Massa no Grande Prêmio da Hungria de 2009, e o de Jules Bianchi no Grande Prêmio do Japão de 2014. O novo acessório de segurança pesa cerca de 10 kg e é capaz de suportar impactos de até 12 toneladas — aproximadamente o peso de um ônibus de dois andares típico de Londres, ou 16x o peso do próprio carro. Para encaixar a peça no carro sem prejudicar a complexa aerodinâmica que envolve as máquinas, as equipes tiveram que injetar uma boa quantidade de dinheiro no projeto, que introduziu importantes mudanças em dois aspectos: o peso mínimo dos carros, que aumentou para 734 kg; e o tempo necessário para o piloto sair do carro no teste da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), que agora é de sete segundos, contra cinco dos anos anteriores.[90]

Outra esperteza de algumas equipes que não foram mais válida em 2018 diz respeito ao funcionamento do sistema de suspensão dos carros. De acordo com o regulamento, peças como as do sistema de amortecimento não podem ter efeitos aerodinâmicos. Era exatamente isso que os engenheiros de Ferrari e Red Bull faziam, ao projetar e instalar nos veículos um dispositivo na suspensão dianteira que mudava a altura do carro — peça chave em performance aerodinâmica — ao longo da volta, dependendo do ângulo de esterçamento do volante.

Pneus

Para 2018, a Pirelli apresentou dois novos pneus. Com a introdução dos compostos "hipermacio" e "superduro" , a fornecedora italiana passou a ter sete opções para pista seca. A novidade fez com que o pneu duro mude de cor em relação às ultimas temporadas: deixou de ser laranja para se tornar azul.

Motores

Se em 2017 já foi difícil para as equipes disputarem vinte corridas com apenas quatro motores por piloto, em 2018 teriam que disputar 21 provas com apenas três unidades de potência disponíveis sem sofrer punições. A intenção visava a redução de custos, mas também o aumento da durabilidade das peças, já que a Fórmula 1 é laboratório para carros de rua. A medida gerou polêmica, já que alguns times afirmavam que o investimento para criar peças mais duráveis quebra o argumento da redução de gastos. Além de apontarem o receio de que o campeonato poderia ser decidido em função de punições para os pilotos que trocassem mais peças do que o permitido.

Sistema de punições

Devido as grandes punições aplicadas na temporada anterior, principalmente na McLaren — quando Fernando Alonso ou Stoffel Vandoorne chegaram a ser punidos com 35 ou mais lugares no grid, resultando numa enorme confusão na hora da largada —, as regras de punições às equipes que usarem um número de componente acima do permitido foram alteradas para a temporada de 2018. Agora quem atingir 15 lugares de punição terá de, automaticamente, largar do fim da fila. Se mais de um piloto receber tal penalidade, a colocação deles será organizada de acordo com a ordem em que foram penalizados.[91]

Sistema de relargada

A partir da temporada 2018, as relargadas passaram a ser dadas com os carros parados no grid na ordem em que estavam na classificação antes da interrupção, e não mais em fila indiana atrás do carro de segurança, antes de a bandeira verde ser agitada como numa relargada normal.[92]

PneusEditar

Desde 2011, a Pirelli tem sido a fornecedora oficial de pneus do campeonato de Fórmula 1. Como mudança na temporada, a Pirelli introduziu um sexto composto, o hipermacio, que é identificado na cor rosa, é mais macio que o composto ultramacio, e um sétimo composto, chamado de superduro, identificado pela cor laranja, que era a do duro, que por sua vez, passou a ser identificado na cor azul, a mesma do composto de chuva extrema. O nome do novo composto foi escolhido pelos fãs através de três opções escolhidas pela Pirelli que eram: Mega macio (Megasoft), Extremo macio (Extremesoft) e Hipermacio (Hypersoft).[93]

Compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para a temporada de 2018 da Fórmula 1
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de condução Dry Type* Aderência Longevidade
Hipermacio Rosa   Slick
(P Zero™)
Seco Hypersoft Muito alta Muito baixa
Ultramacio Roxo   Slick
(P Zero™)
Seco Ultrasoft Alta Baixa
Supermacio Vermelho   Slick
(P Zero™)
Seco Supersoft Ligeiramente alta Ligeiramente baixa
Macio Amarelo   Slick
(P Zero™)
Seco Soft Média Média
Médio Branco   Slick
(P Zero™)
Seco Medium Ligeiramente baixa Ligeiramente alta
Duro Azul Gelo   Slick
(P Zero™)
Seco Hard Baixa Alta
Superduro Laranja   Slick
(P Zero™)
Seco Superhard Muito baixa Muito alta
Intermediário Verde   Sulcos
(Cinturato™)
Molhado Intermediate
(Água não estagnante)
Chuva Azul   Sulcos
(Cinturato™)
Molhado Wet
(Água estagnante)
Compostos AUS
 
BHR
 
CHN
 
AZE
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
FRA
 
AUT
 
GBR
 
ALE
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
SIN
 
RUS
 
JAP
 
EUA
 
MEX
 
BRA
 
ABU
 
Option                                          
Medium                                          
Prime                                          
Intermediate                                          
Wet                                          
Referência [94] [94] [94] [95] [96] [97] [98] [99] [100] [101] [102] [103] [104] [105] [106] [107] [104] [108] [109] [110] [111]
Legenda:
     Pneu que foi utilizado para o Grande Prêmio.
     Pneu que não foi utilizado para o Grande Prêmio.

Resultados e classificaçãoEditar

Por Grande PrêmioEditar

Grande Prêmio Pole Position Tempo Volta mais rápida Tempo Piloto do dia Vencedor Equipe Descrição
1   Grande Prêmio da Austrália   Lewis Hamilton 1:21.164   Daniel Ricciardo 1:25.945   Fernando Alonso   Sebastian Vettel   Ferrari Descrição
2   Grande Prêmio do Bahrein   Sebastian Vettel 1:27.958   Valtteri Bottas 1:33.740   Pierre Gasly   Sebastian Vettel   Ferrari Descrição
3   Grande Prêmio da China   Sebastian Vettel 1:31.095   Daniel Ricciardo 1:35.785   Daniel Ricciardo   Daniel Ricciardo   Red Bull-TAG Heuer Descrição
4   Grande Prêmio do Azerbaijão   Sebastian Vettel 1:41.890   Valtteri Bottas 1:45.149   Charles Leclerc   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
5   Grande Prêmio da Espanha   Lewis Hamilton 1:16.173   Daniel Ricciardo 1:18.441   Lewis Hamilton   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
6   Grande Prêmio de Mônaco   Daniel Ricciardo 1:10.810   Max Verstappen 1:14.260   Daniel Ricciardo   Daniel Ricciardo   Red Bull-TAG Heuer Descrição
7   Grande Prêmio do Canadá   Sebastian Vettel 1:10.764   Max Verstappen 1:13.864   Sebastian Vettel   Sebastian Vettel   Ferrari Descrição
8   Grande Prêmio da França   Lewis Hamilton 1:30.029   Valtteri Bottas 1:34.225   Sebastian Vettel   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
9   Grande Prêmio da Áustria   Valtteri Bottas 1:03.130   Kimi Räikkönen 1:06.957   Max Verstappen   Max Verstappen   Red Bull-TAG Heuer Descrição
10   Grande Prêmio da Grã-Bretanha   Lewis Hamilton 1:25.892   Sebastian Vettel 1:30.696   Lewis Hamilton   Sebastian Vettel   Ferrari Descrição
11   Grande Prêmio da Alemanha   Sebastian Vettel 1:11.212   Lewis Hamilton 1:15.545   Lewis Hamilton   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
12   Grande Prêmio da Hungria   Lewis Hamilton 1:35.658   Daniel Ricciardo 1:20.012   Daniel Ricciardo   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
13   Grande Prêmio da Bélgica   Lewis Hamilton 1:58.179   Valtteri Bottas 1:46.286   Sebastian Vettel   Sebastian Vettel   Ferrari Descrição
14   Grande Prêmio da Itália   Kimi Räikkönen 1:19.119   Lewis Hamilton 1:22.497   Kimi Räikkönen   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
15   Grande Prêmio de Singapura   Lewis Hamilton 1:36.015   Kevin Magnussen 1:41.905   Max Verstappen   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
16   Grande Prêmio da Rússia   Valtteri Bottas 1:31.387   Valtteri Bottas 1:35.861   Max Verstappen   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
17   Grande Prêmio do Japão   Lewis Hamilton 1:27.760   Sebastian Vettel 1:32.318   Daniel Ricciardo   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
18   Grande Prêmio dos Estados Unidos   Lewis Hamilton 1:32.567   Lewis Hamilton 1:37.392   Max Verstappen   Kimi Räikkönen   Ferrari Descrição
19   Grande Prêmio do México   Daniel Ricciardo 1:14.759   Valtteri Bottas 1:18.741   Max Verstappen   Max Verstappen   Red Bull-TAG Heuer Descrição
20   Grande Prêmio do Brasil   Lewis Hamilton 1:07.281   Valtteri Bottas 1:10.540   Max Verstappen   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
21   Grande Prêmio de Abu Dhabi   Lewis Hamilton 1:34.794   Sebastian Vettel 1:40.867   Fernando Alonso   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição

Sistema de pontuaçãoEditar

Os pontos são concedidos até o décimo colocado.

Posição                             10º 
Pontos 25 18 15 12 10 8 6 4 2 1

Classificação do Campeonato Mundial de PilotosEditar

Pos. Piloto N.° Equipe (a) AUS
 
BHR
 
CHN
 
AZE
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
FRA
 
AUT
 
GBR
 
ALE
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
SIN
 
RUS
 
JAP
 
EUA
 
MEX
 
BRA
 
ABU
 
Pts.
1   Lewis Hamilton 44 Mercedes 2 3 4 1 1 3 5 1 Ret 2 1 1 2 1 1 1 1 3 4 1 1 408
2   Sebastian Vettel 5 Ferrari 1 1 8 4 4 2 1 5 3 1 Ret 2 1 4 3 3 6 4 2 6 2 320
3   Kimi Räikkönen 7 Ferrari 3 Ret 3 2 Ret 4 6 3 2 3 3 3 Ret 2 5 4 5 1 3 3 Ret 251
4   Max Verstappen 33 Red Bull 6 Ret 5 Ret 3 9 3 2 1 15† 4 Ret 3 5 2 5 3 2 1 2 3 249
5   Valtteri Bottas 77 Mercedes 8 2 2 14† 2 5 2 7 Ret 4 2 5 4 3 4 2 2 5 5 5 5 247
6   Daniel Ricciardo 3 Red Bull 4 Ret 1 Ret 5 1 4 4 Ret 5 Ret 4 Ret Ret 6 6 4 Ret Ret 4 4 170
7   Nico Hulkenberg 27 Renault 7 6 6 Ret Ret 8 7 9 Ret 6 5 12 Ret 13 10 12 Ret 6 6 Ret Ret 69
8   Sergio Pérez 11 Force India 11 16 12 3 9 12 14 Ret 7 10 7 14 62
Racing Point 5 7 16 10 7 8 Ret 10 8
9   Kevin Magnussen 20 Haas Ret 5 10 13 6 13 13 6 5 9 11 7 8 16 18 8 Ret DSQ 15 9 10 56
10   Carlos Sainz Jr. 55 Renault 10 11 9 5 7 10 8 8 12 Ret 12 9 11 8 8 17 10 7 Ret 12 6 53
11   Fernando Alonso 14 McLaren 5 7 7 7 8 Ret Ret 16† 8 8 16† 8 Ret Ret 7 14 14 Ret Ret 17 11 50
12   Esteban Ocon 31 Force India 12 10 11 Ret Ret 6 9 Ret 6 7 8 13 49
Racing Point 6 6 Ret 9 9 DSQ 11 15 Ret
13   Charles Leclerc 16 Sauber 13 12 19 6 10 18† 10 10 9 Ret 15 Ret Ret 11 9 7 Ret Ret 7 7 7 39
14   Romain Grosjean 8 Haas Ret 13 17 Ret Ret 15 12 11 4 Ret 6 10 7 DSQ 15 11 8 Ret 16 8 9 37
15   Pierre Gasly 10 Toro Rosso Ret 4 18 12 Ret 7 11 Ret 11 13 14 6 9 14 13 Ret 11 12 10 13 Ret 29
16   Stoffel Vandoorne 2 McLaren 9 8 13 9 Ret 14 16 12 15† 11 13 Ret 15 12 12 16 15 11 8 14 14 12
17   Marcus Ericsson 9 Sauber Ret 9 16 11 13 11 15 13 10 Ret 9 15 10 15 11 13 12 10 9 Ret Ret 9
18   Lance Stroll 18 Williams 14 14 14 8 11 17 Ret 17† 14 12 Ret 17 13 9 14 15 17 14 12 18 13 6
19   Brendon Hartley 28 Toro Rosso 15 17 20† 10 12 19† Ret 14 Ret Ret 10 11 14 Ret 17 Ret 13 9 14 11 12 4
20   Sergey Sirotkin 35 Williams Ret 15 15 Ret 14 16 17 15 13 14 Ret 16 12 10 19 18 16 13 13 16 15 1
Pos. Piloto N.° Equipe (a) AUS
 
BHR
 
CHN
 
AZE
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
FRA
 
AUT
 
GBR
 
ALE
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
SIN
 
RUS
 
JAP
 
EUA
 
MEX
 
BRA
 
ABU
 
Pts.
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Notas:

  • † — Pilotos que não terminaram o Grande Prêmio mas foram classificados pois completaram 90% da corrida.

Classificação do Campeonato Mundial de ConstrutoresEditar

Pos. Construtor N.° AUS
 
BHR
 
CHN
 
AZE
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
FRA
 
AUT
 
GBR
 
ALE
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
SIN
 
RUS
 
JAP
 
EUA
 
MEX
 
BRA
 
ABU
 
Pts.
1   Mercedes 44 2 3 4 1 1 3 5 1 Ret 2 1 1 2 1 1 1 1 3 4 1 1 655
77 8 2 2 14† 2 5 2 7 Ret 4 2 5 4 3 4 2 2 5 5 5 5
2   Ferrari 5 1 1 8 4 4 2 1 5 3 1 Ret 2 1 4 3 3 6 4 2 3 2 571
7 3 Ret 3 2 Ret 4 6 3 2 3 3 3 Ret 2 5 4 5 1 3 6 Ret
3   Red Bull-TAG Heuer 3 4 Ret 1 Ret 5 1 4 4 Ret 5 Ret 4 Ret Ret 6 6 4 Ret Ret 4 4 419
33 6 Ret 5 Ret 3 9 3 2 1 15† 4 Ret 3 5 2 5 3 2 1 2 3
4   Renault 27 7 6 6 Ret Ret 8 7 9 Ret 6 5 12 Ret 13 10 12 Ret 6 6 Ret Ret 122
55 10 11 9 5 7 10 8 8 12 Ret 12 9 11 8 8 17 10 7 Ret 12 6
5   Haas-Ferrari 8 Ret 13 17 Ret Ret 15 12 11 4 Ret 6 10 7 DSQ 15 11 8 Ret 16 9 10 93
20 Ret 5 10 13 6 13 13 6 5 9 11 7 8 16 18 8 Ret DSQ 15 8 9
6   McLaren-Renault 2 9 8 13 9 Ret 14 16 12 15† 11 13 Ret Ret 12 12 16 15 11 8 15 14 62
14 5 7 7 7 8 Ret Ret 16† 8 8 16† 8 15 Ret 7 14 14 Ret Ret 17 11
7   Racing Point Force India-Mercedes 11 5 7 16 10 7 8 Ret 10 8 52
31 6 6 Ret 9 9 DSQ 11 14 Ret
8   Sauber-Ferrari 9 Ret 9 16 11 13 11 15 13 10 Ret 9 15 10 15 11 13 12 10 9 Ret Ret 48
16 13 12 19 6 10 18† 10 10 9 Ret 15 Ret Ret 11 9 7 Ret Ret 7 7 7
9   Toro Rosso-Honda 10 Ret 4 18 12 Ret 7 11 Ret 11 13 14 6 9 14 13 Ret 11 12 10 13 Ret 33
28 15 17 20† 10 12 19† Ret 14 Ret Ret 10 11 14 Ret 17 Ret 13 9 14 11 12
10   Williams-Mercedes 18 14 14 14 8 11 17 Ret 17† 14 12 Ret 17 13 9 14 15 17 14 12 18 13 7
35 Ret 15 15 Ret 14 16 17 15 13 14 Ret 16 12 10 19 18 16 13 13 16 15
EX   Force India-Mercedes[nota 3] 11 11 16 12 3 9 12 14 Ret 7 10 7 14 0 (59)
31 12 10 11 Ret Ret 6 9 Ret 6 7 8 13
Pos. Construtor N.° AUS
 
BHR
 
CHN
 
AZE
 
ESP
 
MON
 
CAN
 
FRA
 
AUT
 
GBR
 
ALE
 
HUN
 
BEL
 
ITA
 
SIN
 
RUS
 
JAP
 
EUA
 
MEX
 
BRA
 
ABU
 
Pts.
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Notas:

  • † — Pilotos que não terminaram o Grande Prêmio mas foram classificados pois completaram 90% da corrida.

NotasEditar

  1. A Force India entrou em administração judicial em 27 de julho. Depois de ser comprada pela Racing Point UK Ltd, a equipe Sahara Force India foi excluída do campeonato devido a sua incapacidade de completar a temporada; com a equipe Racing Point Force India F1 Team competindo a partir do Grande Prêmio da Bélgica de 2018.[10]
  2. A Red Bull Racing usa as unidades de potência Renault R.E.18. Para fins de patrocínio, esses propulsores são rebatizados como "TAG Heuer".[24]
  3. A Sahara Force India foi excluída do campeonato e seus pontos acumulados foram anulados em 23 de agosto, em razão da equipe ter se transformado na Racing Point Force India, porque só assim os novos donos poderiam colocar os carros em pistas por terem comprado apenas os ativos da equipe. Os pontos foram excluídos, porque todas as equipes devem aceitar manter os pontos na nova equipe e 3 delas não aceitaram (Williams, Renault e McLaren).[112]

Referências

  1. Barretto, Lawrence (5 de julho de 2016). «Ferrari already working on 2018 Formula 1 programme». Autosport.com (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2017 
  2. «SF71H Discover it now». Scuderia Ferrari. 22 de fevereiro de 2018. Consultado em 22 de fevereiro de 2018 
  3. «Vettel e Ferrari confirmam acordo na F1 até 2020». Motorsport.com. 26 de agosto de 2017. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  4. «Ferrari anuncia renovação de acordo com Raikkonen para 2018». terra.com. Consultado em 22 de agosto de 2017 
  5. Sahara Force India [ForceIndiaF1] (16 de fevereiro de 2018). «Sahara Force India is pleased to announce a partnership with RAVENOL, the high-quality lubricants specialists.The partnership will see RAVENOL branding appear on the bargeboard of the team's VJM11 car as well as on the drivers' race suits.» (Tweet). Consultado em 22 de fevereiro de 2018 – via Twitter 
  6. «FIA Friday press conference - Mexico» (em inglês). formula1.com. 30 de outubro de 2015. Consultado em 7 de abril de 2017 
  7. Baretto, Lawrence (17 de setembro de 2017). «Sergio Perez keeps Force India seat for 2018 Formula 1 season». Autosport. Motorsport Network. Cópia arquivada em 17 de setembro de 2017 
  8. a b «Latifi Piloto Reserva da Force India». motorsport.com. 5 de janeiro de 2018. Consultado em 6 de janeiro de 2018 
  9. «Force India signs Ocon on multi-year deal» (em inglês). Motorsport.com. Consultado em 7 de abril de 2017 
  10. «FIA approves mid-season entry from Racing Point Force Inda». Fédération Internationale de l'Automobile. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  11. a b c «The honeymoon period is over - exclusive Gene Haas Q&A». formula1.com. 21 de julho de 2017. Consultado em 21 de julho de 2017 
  12. Haas F1 Team [HaasF1Team] (3 de fevereiro de 2018). «Yes, definitely. The team is making big steps every year and 2018 will only be our third year of racing, but the VF-18 looks really impressive!» (Tweet). Consultado em 14 de fevereiro de 2018 – via Twitter 
  13. «Preparing for 2018». McLaren. 15 de dezembro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2018. From this point on, it’s all about MCL33… 
  14. a b «McLaren oficializa saída da Honda e parceria com a Renault». Motorsport.com. 15 de setembro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  15. Green, Jonathan (10 de julho de 2017). «Stoffel Vandoorne to keep McLaren drive in 2018, says Zak Brown». Sky Sports. Consultado em 21 de julho de 2017 
  16. «M Oficial: Lando Norris novo driver de substituição McLaren.». Motorsport.com. 6 de novembro de 2017. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  17. «McLaren confirma renovação de Alonso para 2018». Motorsport.com. 19 de outubro de 2017. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  18. a b Parkes, Ian (20 de maio de 2015). «Lewis Hamilton and Mercedes announce three-year new F1 deal». Autosport.com (em inglês). Haymarket Publications. Consultado em 7 de abril de 2017. Cópia arquivada em 22 de maio de 2015 
  19. Morrison, Mac (23 de maio de 2014). «Mercedes F1 extends Petronas partnership for 10 years». autoweek.com (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2017 
  20. «See it first! 2018 Car Launch». Mercedes AMG Petronas Motorsport. 18 de janeiro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  21. «Mercedes confirma renovação com Bottas para 2018». Motorsport.com. 13 de setembro de 2017. Consultado em 13 de setembro de 2017 
  22. «Driving Future Innovation». redbullracing.com. Red Bull Racing. 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2017 
  23. «Red Bull to move RB14 launch forward by five days». Speedcafa. 9 de novembro de 2017. Consultado em 2 de dezembro de 2017 
  24. «Red Bull and TAG Heuer extend engine naming partnership». Formula1.com (em inglês). 25 de novembro de 2016. Consultado em 7 de abril de 2017 
  25. «Daniel Ricciardo rules out move to Mercedes after successful 2016 with Red Bull». abc.net.au (em inglês). Australian Broadcasting Corporation. 21 de dezembro de 2016. Consultado em 7 de abril de 2017 
  26. «Max, Red Bull's Monaco mistake, and more - Exclusive Christian Horner Q&A». Formula 1.com (em inglês). 12 de junho de 2016. Consultado em 7 de abril de 2017 
  27. a b «Nico Hülkenberg joins Renault Sport Formula One Team» (em inglês). Renault Sport F1. Consultado em 7 de abril de 2017 
  28. Renault Sport Formula One Team [RenaultSportF1] (29 de janeiro de 2018). «The rumours were true... The covers will officially come off on 20 February. Tune in on the day!» (Tweet). Consultado em 29 de janeiro de 2018 – via Twitter 
  29. Brierty, William (24 de agosto de 2018). «Artem Markelov announced as Renault development driver». thecheckeredflag.co.uk. The Checkered Flag. Consultado em 20 de fevereiro de 2018 
  30. «Renault confirma Sainz por empréstimo em 2018». Motorsport.com. 15 de setembro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  31. «Alfa Romeo retorna à F1 como parceira da equipe Sauber». Motorsport.com. 29 de novembro de 2017. Consultado em 29 de novembro de 2017 
  32. Sauber F1 Team [SauberF1Team] (29 de janeiro de 2018). «CONFIRMED: The official online launch of our #C37 2018 #F1 car is set for the 20th of February. Who's excited?» (Tweet). Consultado em 29 de janeiro de 2018 – via Twitter 
  33. a b «Sauber confirma Ericsson e Leclerc para 2018». Motorsport.com. 2 de dezembro de 2017. Consultado em 2 de dezembro de 2017 
  34. «alfa-romeo-sauber-f1-2018-fahrer». Motorsport.com. 2 de dezembro de 2017. Consultado em 2 de dezembro de 2017 
  35. Scuderia Toro Rosso [ToroRossoSpy] (14 de dezembro de 2017). «Yep, is that time of the year again 🤗 @BrendonHartley is here in Faenza for his #STR13 seat fitting 💺🙌🏼 #F1 #GOTOROROSSO 👊🏼» (Tweet). Consultado em 18 de janeiro de 2018 – via Twitter 
  36. a b «F1 – Toro Rosso confirma acordo de "múltiplos anos" com a Honda». Autoracing. 15 de setembro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  37. a b «Toro Rosso confirma Gasly e Hartley para 2018». Motorsport.com. 16 de novembro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2017 
  38. «F1 Toro Rosso, Sean Gelael confermato collaudatore del team». 10 de janeiro de 2018. Consultado em 10 de janeiro de 2018 
  39. Cushnan, David (6 de março de 2014). «Williams unveils multi-million dollar Martini deal». sportspromedia.com (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2017 
  40. «Instagram post by Williams Martini Racing • Jan 3, 2018 at 3:10pm UTC». Instagram (em inglês). Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  41. «Williams Martini Racing confirms 2017 Abu Dhabi test driver line-up». Williams Martini Racing. 22 de novembro de 2017. Consultado em 24 de novembro de 2017. Lance, as confirmed race driver for 2018 
  42. «Kubica fica com vaga de reserva na Williams para 2018». Motorsport.com. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  43. «Williams oficializa Sirotkin ao lado de Stroll para 2018». Motorsport.com. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  44. «2018 FIA Formula One World Championship Entry List». fia.com. Fédération Internationale de l'Automobile. 4 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2017 
  45. «Leclerc to use number 16 in Formula 1». GPUpdate.net. JHED Media BV. 4 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2017 
  46. Barretto, Lawrence (16 de janeiro de 2018). «Sergey Sirotkin beats Robert Kubica to 2018 Williams F1 seat». autosport.com. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  47. «McLaren Racing and Renault Sport Racing confirm partnership». McLaren Honda. 15 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 
  48. «Carlos Sainz joins Renault Sport Formula One for 2018». Renault Sport F1. 15 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 
  49. «The Sauber F1 Team enters a multi-year partnership agreement with Alfa Romeo». Sauber F1 Team. 29 de novembro de 2017. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  50. Andrew Benson (28 de julho de 2018). «Hungarian Grand Prix: Force India put into administration by High Court». BBC (em inglês). Consultado em 23 de agosto de 2018 
  51. «Na Fórmula 1, Force India entra em administração após dívidas». Gazeta Esportiva. 28 de julho de 2018. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  52. «Force India set to exit administration». formula1.com (em inglês). Formula One Administration. 7 de agosto de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  53. «How the FIA used its own rules to save Force India» (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2018 
  54. «Racing Point Force India é a nova equipe de F1». Autoracing. 23 de agosto de 2018. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  55. a b «FIA approve Racing Point Force India F1 entry». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2018 
  56. «FIA allows new entry to save Force India» (em inglês). F1 Super News. 23 de agosto de 2018. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  57. Cooper, Adam. «How the FIA used little-known Formula 1 rules to save Force India». autosport.com. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  58. «Rivais concordam e Force India mantém premiação monetária». Motorsport.com. 24 de agosto de 2018. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  59. «Force India allowed to keep prize money» (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2018 
  60. a b «FIA announces World Motor Sport Council decisions». Federation Internationale de l'Automobile. Consultado em 2 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 16 de junho de 2017 
  61. Cooper, Adam (29 de setembro de 2017). «2018 Formula 1 calendar revised as Chinese and Bahrain GPs swap». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  62. Coch, Mat (29 de setembro de 2017). «China extends Formula 1 deal to 2020». speedcafe.com. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  63. «Singapore GP handed new four-year deal». motorsport.com. 15 de setembro de 2017. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  64. «FIA confirma calendário da F1 para 2018 e recomenda reforço na segurança no Brasil». Globoesporte 
  65. Benson, Andrew (5 de dezembro de 2016). «French Grand Prix returns for 2018 after 10-year absence» (em inglês). BBC Sport. Consultado em 7 de abril de 2017 
  66. Takle, Abhishek (2 de agosto de 2016). «German GP future remains uncertain» (em inglês). Reuters. Consultado em 7 de abril de 2017 
  67. a b «GP da Malásia deixa calendário da F1 em 2018; Alemanha volta». Motorsport.com. 7 de abril de 2017. Consultado em 7 de abril de 2017 
  68. «F1 confirma fim do GP da Malásia a partir de 2018». UOL. 7 de abril de 2017. Consultado em 7 de abril de 2017 
  69. «Haas first to reveal 2018 F1 car». Formula1.com. 14 de Fevereiro de 2018. Consultado em 14 de Fevereiro de 2018 
  70. «Williams unveil the FW41». Formula1.com. 15 de Fevereiro de 2018. Consultado em 15 de Fevereiro de 2018 
  71. «Red Bull launch new F1 car in special edition livery». Formula1.com. 19 de Fevereiro de 2018. Consultado em 19 de Fevereiro de 2018 
  72. «New-look Sauber unveil C37». Formula1.com. 20 de Fevereiro de 2018. Consultado em 20 de Fevereiro de 2018 
  73. «Renault take the wraps off R.S.18 F1 car». Formula1.com. 20 de Fevereiro de 2018. Consultado em 20 de Fevereiro de 2018 
  74. «World champions Mercedes officially unveil 'much improved' new car». Formula1.com. 22 de Fevereiro de 2018. Consultado em 22 de Fevereiro de 2018 
  75. «Ferrari introduce the SF71H». Formula1.com. 22 de Fevereiro de 2018. Consultado em 22 de Fevereiro de 2018 
  76. «McLaren unveil striking 2018 F1 car». Formula1.com. 23 de Fevereiro de 2018. Consultado em 23 de Fevereiro de 2018 
  77. «Toro Rosso present the Honda-powered STR13». Formula1.com. 26 de Fevereiro de 2018. Consultado em 26 de Fevereiro de 2018 
  78. «Force India take the wraps off new F1 car in Barcelona». Formula1.com. 26 de Fevereiro de 2018. Consultado em 26 de Fevereiro de 2018 
  79. «2018 car launch and pre-season testing schedule». Formula1.com. 5 de Fevereiro de 2018. Consultado em 5 de Fevereiro de 2018 
  80. «Com tempo da manhã, Ricciardo fecha primeiro dia de testes em Barcelona na liderança. Alonso recupera quilometragem». Grande Prêmio. 26 de fevereiro de 2018. Consultado em 26 de fevereiro de 2018 
  81. «Vettel coloca Ferrari na frente em segundo dia de testes marcado por neve em Barcelona. Kubica bate Sirotkin». Grande Prêmio. 27 de fevereiro de 2018. Consultado em 27 de fevereiro de 2018 
  82. «Alonso é único a marcar tempo em terceiro dia de testes coletivos marcado por clima caótico em Barcelona». Grande Prêmio. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 28 de fevereiro de 2018 
  83. «De pneus médios, Hamilton faz melhor volta da semana e lidera testes coletivos de Barcelona. McLaren passa das 160 voltas». Grande Prêmio. 1 de março de 2018. Consultado em 1 de março de 2018 
  84. «vettel-celebra-dia-de-programa-completo-da-ferrari». Grande Prêmio. 6 de março de 2018. Consultado em 6 de março de 2018 
  85. «ricciardo-melhora-tempo-da-manha-com-hipermacios». Grande Prêmio. 7 de março de 2018. Consultado em 7 de março de 2018 
  86. «Em tarde de simulações de corrida, Vettel se sustenta e fecha sétimo dia de testes em Barcelona na liderança». Grande Prêmio. 8 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018 
  87. «Raikkonen lidera». 9 de março de 2018. Consultado em 9 de março de 2018 
  88. «Barbatanas serão banidas dos carros da F1 em 2018». Motorsport. 24 de novembro de 2017. Consultado em 26 de novembro de 2017 
  89. «How Formula 1's 2018 T-wing and shark fin ban will work». Autorsport. 26 de abril de 2017. Consultado em 27 de julho de 2017 
  90. «Halo protection system to be introduced for 2018». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês) 
  91. «Além do halo: confira outras mudanças da Fórmula 1 para a temporada 2018». Globoesporte.com. 19 de Março de 2018. Consultado em 19 de Março de 2018 
  92. «Diretor de provas da Fórmula 1 rebate críticas a novo sistema de relargadas». Globoesporte.com. 19 de Março de 2018. Consultado em 19 de Março de 2018 
  93. «Pirelli terá composto ainda mais macio em 2018 e fãs escolherão seu nome». f1mania. 12 de Novembro de 2017. Consultado em 16 de Novembro de 2017 
  94. a b c «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Grand Prix in Australia, Bahrain and China». news.pirelli.com. Consultado em 28 de maio de 2018 
  95. «PIRELLI ANNOUNCES COMPOUND CHOICES AND MANDATORY SETS FOR THE 2018 AZERBAIJAN GRAND PRIX» (em inglês). pirelli.com. 11 de janeiro de 2018. Consultado em 12 de janeiro de 2018 
  96. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Grands Prix in Spain and Canada». news.pirelli.com. Consultado em 28 de maio de 2018 
  97. «Hypersoft to debut in Monaco, with lap record set to tumble» (em inglês). Formula1.com. 29 de março de 2018. Consultado em 29 de março de 2018 
  98. «New hypersoft tyres to appear in Canada» (em inglês). Formula1.com. 9 de março de 2018. Consultado em 9 de março de 2018 
  99. «PIRELLI ANNOUNCES COMPOUND CHOICES AND MANDATORY SETS FOR THE 2018 FRENCH GRAND PRIX» (em inglês). Formula1.com. 3 de maio de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018 
  100. «PIRELLI ANNOUNCES COMPOUND CHOICES AND MANDATORY SETS FOR THE 2018 AUSTRIAN GRAND PRIX» (em inglês). Formula1.com. 3 de maio de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018 
  101. «Pirelli revela pneus escolhidos para o GP da Grã Bretanha» (em inglês). Terra.com. 3 de maio de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018 
  102. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 German Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 28 de maio de 2018 
  103. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Hungarian Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 28 de maio de 2018 
  104. a b «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Grands Prix in Belgium and Japan». news.pirelli.com. Consultado em 21 de junho de 2018 
  105. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Italian Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 2 de julho de 2018 
  106. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Singapore Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 10 de junho de 2018 
  107. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Russian Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 14 de junho de 2018 
  108. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 United States Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 5 de julho de 2018 
  109. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Mexico Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 13 de julho de 2018 
  110. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Brazilian Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 29 de julho de 2018 
  111. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Abu Dhabi Grand Prix». news.pirelli.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  112. Noble, Jonathan (23 de agosto de 2018). «New Racing Point Force India team granted official F1 entry». Autosport. Motorsport Network. Cópia arquivada em 23 de agosto de 2018