Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2020

Septuagésima primeira edição do campeonato mundial de Fórmula 1

O Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2020 é a 71ª temporada do Campeonato Mundial de Fórmula 1, que é reconhecido pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o órgão regulador do automobilismo internacional, como a mais alta categoria de competição para carros de corrida monopostos. Equipes e pilotos competem para serem campeões mundiais de construtores e de pilotos, respectivamente. Com a saída do GP da Alemanha, o retorno do GP dos Países Baixos e a estreia do GP do Vietnã, o campeonato teria 22 etapas e poderia ser considerado a maior temporada da história. Contudo, o avanço da pandemia de COVID-19 provocou o cancelamento de treze etapas do campeonato, sendo substituídas por outras oito.[1]

Fórmula 1 de 2020
F1 70 Logo.svg
Logo especial em comemoração aos 70 anos da disputa do primeiro Campeonato Mundial.
Anterior: 2019  BSicon RACE.svg  Posterior: 2021

O campeonato que estava previsto para começar em 15 de março na Austrália,[2] foi adiado e iniciou somente em 5 de julho na Áustria,[3] com 13 etapas já confirmadas, mas com previsão entre 15 e 18 corridas a serem incluídas posteriormente.[4] Com a categoria adicionando os Grandes Prêmios da Estíria, 70.º Aniversário, Toscana, Eifel, Portugal, Emília-Romanha, Turquia e Sakhir.[5]

Pilotos e equipes

Os seguintes pilotos e equipes participam do Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2020:

Equipe Construtor Chassi(s) Unidade de potência Pneu Pilotos
N.° Nome do piloto Sigla Rodada N.° Pilotos de teste Sigla
  Alfa Romeo Racing Orlen[6] Alfa Romeo-Ferrari C39[6] Ferrari 065 P 7   Kimi Räikkönen[7] RAI 1-11 88   Robert Kubica[8] KUB
99   Antonio Giovinazzi[9] GIO 1-11
  Scuderia AlphaTauri Honda[10] AlphaTauri-Honda AT01[11] Honda RA620H[12] P 10   Pierre Gasly[13] GAS 1-11   Sébastien Buemi[14]
  Sérgio Sette Câmara[15]
BUE
SET
26   Daniil Kvyat[13] KVY 1-11
  Scuderia Ferrari Ferrari SF1000[16] Ferrari 065[17] P 5   Sebastian Vettel[18] VET 1-11 94   Pascal Wehrlein[19] WEH
16   Charles Leclerc[20] LEC 1-11
  Haas F1 Team Haas-Ferrari VF-20[21] Ferrari 065 P 8   Romain Grosjean[22] GRO 1-11   Louis Delétraz[23]
  Pietro Fittipaldi[24]
DEL
FIT
20   Kevin Magnussen[25] MAG 1-11
  McLaren F1 Team McLaren-Renault MCL35[26] Renault E-Tech 20[27] P 4   Lando Norris[28][29] NOR 1-11 2
21
  Stoffel Vandoorne[30][31]
  Esteban Gutiérrez[30][31]
VAN
GUT
55   Carlos Sainz Jr.[32] SAI 1-11
  Mercedes-AMG Petronas F1 Team Mercedes F1 W11[33] Mercedes-AMG F1 M11[34] P 44   Lewis Hamilton[35] HAM 1-11
77   Valtteri Bottas[36] BOT 1-11
  BWT Racing Point F1 Team[37] Racing Point-BWT Mercedes RP20[38] BWT Mercedes[nota 1]
(Mercedes-AMG F1 M11)
P 11   Sergio Pérez[40] PER 1-4, 6-11
18   Lance Stroll[41][42] STR 1-10
27   Nico Hülkenberg[43] HUL 4-5,11
  Aston Martin Red Bull Racing Red Bull-Honda RB16[44] Honda RA620H P 23   Alexander Albon[45] ALB 1-11   Sébastien Buemi[46]
  Sérgio Sette Câmara[15]
BUE
SET
33   Max Verstappen[47] VER 1-11
  Renault DP World F1 Team[48] Renault R.S.20[39] Renault E-Tech 20[49] P 3   Daniel Ricciardo[50] RIC 1-11
35
  Guan Yu Zhou[51]
  Sergey Sirotkin[52]
ZHO
SIR
31   Esteban Ocon[53] OCO 1-11
  Williams Racing[nota 2] Williams-Mercedes FW43[55] Mercedes-AMG F1 M11[56] P 6   Nicholas Latifi[57] LAT 1-11  
40
  Jack Aitken[58]
  Roy Nissany[59]
AIT
NIS
63   George Russell[60] RUS 1-11
Fonte:[39]

Mudanças nas equipes

A Red Bull GmbH, empresa controladora da Red Bull Racing e da Scuderia Toro Rosso, renomeou a Toro Rosso para "Scuderia AlphaTauri". A equipe usa o nome de construtor "AlphaTauri".[39] O nome é derivado da marca de moda AlphaTauri de propriedade da Red Bull.[10][61]

Mudanças nos pilotos

Mudanças no meio da temporada

Calendário

Originalmente, vinte e dois Grandes Prêmios estiveram sob contrato para serem disputados como parte do Campeonato Mundial de 2020. Entretanto, o avanço da pandemia de COVID-19 passou a provocar revisões frequentes no calendário, com uma etapa europeia reprogramada de oito corridas sendo confirmada no início de junho, com quatro GPs sendo cancelados e doze sendo adiadas ou aguardam confirmação de uma data para a realização da corrida.[3] A duração de cada corrida é o número mínimo de voltas que excede uma distância total de 305 km. De acordo com os regulamentos esportivos, um mínimo de oito corridas deve ocorrer para que a temporada seja considerada um campeonato.[64][65]

Grandes Prêmios confirmados para 2020
Grande Prêmio Circuito Data Ref.
1 Grande Prêmio da Áustria   Red Bull Ring, Spielberg 5 de julho [66]
2 Grande Prêmio da Estíria 12 de julho
3 Grande Prêmio da Hungria   Hungaroring, Mogyoród 19 de julho [67]
4 Grande Prêmio da Grã-Bretanha   Circuito de Silverstone, Silverstone 2 de agosto [68]
5 Grande Prêmio do 70.º Aniversário 9 de agosto
6 Grande Prêmio da Espanha   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló 16 de agosto [69]
7 Grande Prêmio da Bélgica   Circuito de Spa-Francorchamps, Stavelot 30 de agosto [70]
8 Grande Prêmio da Itália   Autódromo Nacional de Monza, Monza 6 de setembro [71]
9 Grande Prêmio da Toscana   Circuito de Mugello, Toscana 13 de setembro [72]
10 Grande Prêmio da Rússia   Autódromo de Sóchi, Sóchi 27 de setembro [73]
11 Grande Prêmio do Eifel   Nürburgring, Nürburg 11 de outubro [74]
12 Grande Prêmio de Portugal   Autódromo Internacional do Algarve, Portimão 25 de outubro [74]
13 Grande Prêmio da Emília-Romanha   Autódromo Enzo e Dino Ferrari, Ímola 1 de novembro [74]
14 Grande Prêmio da Turquia   Istanbul Park, Istambul 15 de novembro [75]
15 Grande Prêmio do Bahrein   Circuito Internacional do Bahrein, Sakhir 29 de novembro [76][75]
16 Grande Prêmio de Sakhir 6 de dezembro [75]
17 Grande Prêmio de Abu Dhabi   Circuito de Yas Marina, Abu Dhabi 13 de dezembro [77][75]
Fonte:[78]

As etapas a seguir foram incluídas no calendário original publicado pelo Conselho Mundial de Automobilismo, mas foram canceladas em resposta à pandemia de COVID-19:

Corridas sob contrato para realização em 2020, porém foram canceladas:
Grande Prêmio Circuito Data original Ref.
Grande Prêmio da Austrália   Circuito de Albert Park, Melbourne 15 de abril [79][80]
Grande Prêmio do Vietnã   Circuito Urbano de Hanói, Hanói 5 de abril [81][82]
Grande Prêmio da China   Circuito Internacional de Xangai, Xangai 19 de abril [83][84]
Grande Prêmio dos Países Baixos   Circuito de Zandvoort, Zandvoort 3 de maio [85][86]
Grande Prêmio de Mônaco   Circuito de Mônaco, Monte Carlo 24 de maio [87][88]
Grande Prêmio do Azerbaijão   Circuito Urbano de Baku, Baku 7 de junho [89][90]
Grande Prêmio do Canadá   Circuito Gilles Villeneuve, Montreal 14 de junho [91][74]
Grande Prêmio da França   Circuito Paul Ricard, Le Castellet 28 de junho [92][93]
Grande Prêmio de Singapura   Circuito Urbano de Marina Bay, Singapura 20 de setembro [94][90]
Grande Prêmio do Japão   Circuito de Suzuka, Suzuka 11 de outubro [95][90]
Grande Prêmio dos Estados Unidos   Circuito das Américas, Austin 25 de outubro [96][74]
Grande Prêmio da Cidade do México   Autódromo Hermanos Rodríguez, Cidade do México 1 de novembro [97][74]
Grande Prêmio do Brasil   Autódromo José Carlos Pace, São Paulo 15 de novembro [98][74]
Fonte:[99]

Mudanças no calendário

Depois de comprar os direitos comerciais para o esporte da CVC Capital Partners em janeiro de 2017, a Liberty Media anunciou planos para expandir o calendário da Fórmula 1 usando um conceito que eles denominaram de "corridas de destino" e modelado no Grande Prêmio de Singapura. Sob o modelo de "corridas de destino", os Grandes Prêmios estariam estabelecidos nos principais destinos turísticos do mundo e teriam três funções (corrida, entretenimento e vida social), com o objetivo de tornar o esporte mais acessível e atraente para um público mais amplo. Após o anúncio deste novo formato, diversos países e cidades anunciaram interesse na realização de novas provas. Dentro deste novo formato, duas provas foram adicionadas ao calendário nesta temporada.

  • O Grande Prêmio do Vietnã foi anunciado como a primeira nova corrida criada sob a administração da Liberty. A corrida teve uma data provisória em abril de 2020 e está prevista para ocorrer em um circuito de rua na capital Hanói, mas posteriormente foi adiada.[82]

Inicialmente, a Liberty Media esperava que o calendário de 2020 consistisse em 21 Grandes Prêmios e que para cada nova prova que entrasse no calendário, uma existente seria removida. Devido a pressão das equipes, houve um acordo para permitir até 22 Grandes Prêmios. Durante este período, diversas alterações no calendário foram feitas como a descontinuação do GP da Alemanha do calendário,[101] e a renomeação do GP do México para GP da Cidade do México.

Mudanças no calendário devido a pandemia de COVID-19

Com a interrupção do campeonato de 2020 provocada pela pandemia de COVID-19 várias mudanças drásticas foram feitas no calendário. Como o cancelamento dos Grandes Prêmios da Austrália, Azerbaijão, Brasil, Canadá, Cidade do México, Estados Unidos, Mônaco, França, Azerbaijão, Países Baixos e Singapura,[80][74][88][93][90][86] e, a inclusão dos Grandes Prêmios da Estíria (disputado no Red Bull Ring), 70.º Aniversário (no circuito de Silverstone) — estes Grandes Prêmios foram criados especificamente para permitir que fosse realizado mais de uma corrida num mesmo circuito —, Toscana (no circuito de Mugello), Eifel (em Nürburgring), Portugal (no Autódromo Internacional do Algarve) e Emília-Romanha (no Autódromo Enzo e Dino Ferrari).[102][103][74]

Pandemia de COVID-19

Originalmente, o Grande Prêmio da China estava marcado para ocorrer em Xangai no dia 19 de abril. Porém, devido a epidemia de coronavírus no país, o evento foi adiado por tempo indeterminado.[104] A decisão de adiar a corrida foi tomada em fevereiro de 2020, devido a questões de logísticas envolvidas no campeonato.[105] Posteriormente, no dia 12 de março, três dias antes do GP da Austrália, confirmou-se que um mecânico da McLaren estaria infectado com COVID-19. Ao saber desta situação, a McLaren retirou-se imediatamente do Grande Prêmio, levando a FIA a cancelá-lo. Logo no dia seguinte a FIA anunciou igualmente a decisão de adiar os Grandes Prêmios do Bahrein e do Vietnã.

O calendário com a data das oito primeiras corridas foi divulgado em 2 de junho.[106]

Calendário de lançamento dos carros

Mudanças nos regulamentos

Regulamentos esportivos

Os pilotos que participarem de sessões de treinos livres terão direito a pontos adicionais para a Superlicença FIA. Qualquer piloto que completar um mínimo de 100 km durante uma sessão de treinos livres receberá um ponto adicional para a Superlicença com a condição de que não cometa nenhuma infração de trânsito.[117] Os pilotos só podem acumular dez pontos para a Superlicença por ano em sessões de treinos livres.

As equipes receberão uma cota adicional de alguns componentes da unidade de potência para compensar o aumento da demanda em razão da disputa de 22 corridas.[118]

Regulamentos técnicos

A fim de reduzir o risco de furos nos pneus, os últimos 50 mm da asa dianteira não poderá ter nenhuma parte metálica. Os dutos de freio não podem mais ser terceirizados e devem ser feitos e projetados pela equipe. A quantidade de combustível que pode estar fora do tanque foi reduzida de 2 litros para 250 mililitros. Os pilotos terão menos ajudas eletrônicas nas largadas, tendo a disposição 90% do torque do carro na embreagem (que será somente do padrão de puxar a borboleta da embreagem no volante), tendo somente o sistema anti-stall e assistência no ponto de mordida da embreagem.[119]

Pré-temporada

Os testes de pré-temporada serão realizados nos dias de 19 até 21 de fevereiro e de 26 até 28 fevereiro, com duas datas a menos em relação a 2019. O circuito escolhido será novamente o Circuito de Barcelona-Catalunha em Montmeló, Espanha.[120]

(Em negrito, a volta mais rápida de cada semana)

N.º Circuito Mapa do circuito Resultados
1   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló   Dia Piloto Equipe Melhor tempo Voltas Pneu Ref.
19 de fevereiro   Lewis Hamilton   Mercedes 1:16.976 94   [121]
20 de fevereiro   Kimi Raikkonen   Alfa Romeo 1:17:091 134   [122]
21 de fevereiro   Valtteri Bottas   Mercedes 1:15.732 65   [123]
2   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló   Dia Piloto Equipe Melhor tempo Voltas Pneu Ref.
26 de fevereiro   Robert Kubica   Alfa Romeo 1:16.942 53   [124]
27 de fevereiro   Sebastian Vettel   Ferrari 1:16:841 145   [125]
28 de fevereiro   Valtteri Bottas   Mercedes 1:16.196 79   [126]

Pneus

Desde 2011, a Pirelli tem sido a fornecedora oficial de pneus do campeonato de Fórmula 1. Como mudança na temporada, a Pirelli, a pedido da FIA, decidiu simplificar os nomes que indicam os pneus de pista seca, sendo eles Macio, Médio e Duro, com suas respectivas cores. O tipo de composto utilizado era separado em nomenclaturas (C1 [Mais Duro] ao C5 [Mais Macio]), sendo separado para cada Grande Prêmio três dos cinco compostos disponíveis pela Pirelli.

Compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para a temporada de 2020 da Fórmula 1
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de condução Dry Type* Aderência Longevidade
Macio Vermelho   Slick
(P Zero™)
Seco Soft Muito alta Muito baixa
Médio Amarelo   Slick
(P Zero™)
Seco Medium Média Média
Duro Branco   Slick
(P Zero™)
Seco Hard Muito baixa Muito alta
Intermediário Verde   Sulcos
(Cinturato™)
Molhado Intermediate
(Água não estagnante)
Chuva Azul   Sulcos
(Cinturato™)
Molhado Wet
(Água estagnante)
Compostos AUT
 
EST
 
HUN
 
GBR
 
70
 
ESP
 
BEL
 
ITA
 
TOS
 
RUS
 
EIF
 
POR
 
EMI
 
TUR
 
BHR
 
SKR
 
ABU
 
Duro C2 C2 C2 C1 C2 C1 C2 C2 C1 C3 C2 C1 C2 C1 C2 C2 C3
Médio C3 C3 C3 C2 C3 C2 C3 C3 C2 C4 C3 C2 C3 C2 C3 C3 C4
Macio C4 C4 C4 C3 C4 C3 C4 C4 C3 C5 C4 C3 C4 C3 C4 C4 C5
Intermediário I I I I I I I I I I I I I I I I I
Chuva W W W W W W W W W W W W W W W W W
Referência [127] [127] [127] [127] [127] [127] [127] [127]
Legenda:
     Pneu que foi utilizado para o Grande Prêmio.
     Pneu que não foi utilizado para o Grande Prêmio.

Resultados e classificação

Por Grande Prêmio

Grande Prêmio Pole Position Tempo Volta mais rápida Tempo Piloto do dia Vencedor Equipe Descrição
  Grande Prêmio da Austrália Corrida cancelada[nota 3] Descrição
1   Grande Prêmio da Áustria   Valtteri Bottas 1:02.939   Lando Norris 1:07.475   Alexander Albon   Valtteri Bottas   Mercedes Descrição
2   Grande Prêmio da Estíria   Lewis Hamilton 1:19.273   Carlos Sainz Jr. 1:05.619   Sergio Pérez   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
3   Grande Prêmio da Hungria   Lewis Hamilton 1:13.447   Lewis Hamilton 1:16.627   Max Verstappen   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
4   Grande Prêmio da Grã-Bretanha   Lewis Hamilton 1:24.303   Max Verstappen 1:27.097   Lewis Hamilton   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
5   Grande Prêmio do 70.º Aniversário   Valtteri Bottas 1:25.154   Lewis Hamilton 1:28.882   Max Verstappen   Max Verstappen   Red Bull-Honda Descrição
6   Grande Prêmio da Espanha   Lewis Hamilton 1:15.584   Valtteri Bottas 1:18.183   Sebastian Vettel   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
7   Grande Prêmio da Bélgica   Lewis Hamilton 1:41.252   Daniel Ricciardo 1:47.483   Pierre Gasly   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
8   Grande Prêmio da Itália   Lewis Hamilton 1:18.887   Lewis Hamilton 1:22.746   Pierre Gasly   Pierre Gasly   AlphaTauri-Honda Descrição
9   Grande Prêmio da Toscana   Lewis Hamilton 1:15.144   Lewis Hamilton 1:18.833   Daniel Ricciardo   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
10   Grande Prêmio da Rússia   Lewis Hamilton 1:31.304   Valtteri Bottas 1:37.030   Max Verstappen   Valtteri Bottas   Mercedes Descrição
11   Grande Prêmio do Eifel   Valtteri Bottas 1:25.269   Max Verstappen 1:28.139   Nico Hülkenberg   Lewis Hamilton   Mercedes Descrição
12   Grande Prêmio de Portugal Descrição
13   Grande Prêmio da Emília-Romanha Descrição
14   Grande Prêmio da Turquia Descrição
15   Grande Prêmio do Bahrein Descrição
16   Grande Prêmio de Sakhir Descrição
17   Grande Prêmio de Abu Dhabi Descrição

Sistema de pontuação

Os pontos são concedidos até o décimo colocado. Um ponto extra é concedido ao piloto que fizer a volta mais rápida durante uma corrida. O ponto adicional só é concedido caso o piloto a ter feito a volta mais veloz de um GP e que esteja entre os 10 primeiros na classificação final da prova. Não é dado ponto se a volta mais rápida for feita por um piloto que não esteja entre as dez primeiras posições no final da corrida.

Posição                             10º   VMR* 
Pontos 25 18 15 12 10 8 6 4 2 1 1

Campeonato de Pilotos

Pos. N.º Piloto AUT
 
EST
 
HUN
 
GBR
 
70
 
ESP
 
BEL
 
ITA
 
TOS
 
RUS
 
EIF
 
POR
 
EMI
 
TUR
 
BHR
 
SKR
 
ABU
 
Ptos.
1 44   Lewis Hamilton 4 1 1 1 2 1 1 7 1 3 1 230
2 77   Valtteri Bottas 1 2 3 11 3 3 2 5 2 1 Ret 161
3 33   Max Verstappen Ret 3 2 2 1 2 3 Ret Ret 2 2 147
4 3   Daniel Ricciardo Ret 8 8 4 14 11 4 6 4 5 3 78
5 11   Sergio Pérez 6 6 7 EX EX 5 10 10 5 4 4 68
6 4   Lando Norris 3 5 14 5 9 10 7 4 6 15 Ret 65
7 23   Alexander Albon 13† 4 5 8 5 8 6 15 3 10 Ret 64
8 16   Charles Leclerc 2 Ret 11 3 4 Ret 14 Ret 8 6 7 63
9 18   Lance Stroll Ret 7 4 9 6 4 9 3 Ret Ret NP 57
10 10   Pierre Gasly 7 15 Ret 7 11 9 8 1 Ret 9 6 53
11 55   Carlos Sainz Jr. 5 9 9 13 13 6 NL 2 Ret Ret 5 51
12 31   Esteban Ocon 8 Ret 13 6 9 13 5 8 Ret 7 Ret 36
13 5   Sebastian Vettel 10 Ret 6 10 12 7 13 Ret 10 13 11 17
14 26   Daniil Kvyat 12† 10 12 Ret 10 12 11 9 7 8 15 14
15 27   Nico Hülkenberg NL 7 8 10
16 99   Antonio Giovinazzi 9 14 17 14 17 16 Ret 16 Ret 11 10 3
17 7   Kimi Räikkönen Ret 11 15 17 15 14 12 13 9 14 12 2
18 8   Romain Grosjean Ret 13 16 16 16 19 15 12 12 17 9 2
19 20   Kevin Magnussen Ret 12 10 Ret Ret 15 17 Ret Ret 12 13 1
20 6   Nicholas Latifi 11 17 19 15 19 18 16 11 Ret 16 14 0
21 63   George Russell Ret 16 18 12 18 17 Ret 14 11 18 Ret 0
Pos. N.º Piloto AUT
 
EST
 
HUN
 
GBR
 
70
 
ESP
 
BEL
 
ITA
 
TOS
 
RUS
 
EIF
 
POR
 
EMI
 
TUR
 
BHR
 
SKR
 
ABU
 
Ptos.
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Corrida cancelada
(C)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida
† - Classificado por ter completado mais de 90% da prova

Campeonato de Construtores

Pos. Construtor N.º AUT
 
EST
 
HUN
 
GBR
 
70
 
ESP
 
BEL
 
ITA
 
TOS
 
RUS
 
EIF
 
POR
 
EMI
 
TUR
 
BHR
 
SKR
 
ABU
 
Ptos.
1   Mercedes 44 4 1 1 1 2 1 1 7 1 3 1 391
77 1 2 3 11 3 3 2 5 2 1 Ret
2   Red Bull-Honda 23 13  4 5 8 5 8 6 15 3 10 Ret 211
33 Ret 3 2 2 1 2 3 Ret Ret 2 2
3   Racing Point-BWT Mercedes 11 6 6 7 EX EX 5 10 10 5 4 4 120[nota 4]
18 Ret 7 4 9 6 4 9 3 Ret Ret NP
27 NL 7 8
4   McLaren-Renault 4 3 5 14 5 9 10 7 4 6 15 Ret 116
55 5 9 9 13 13 6 NL 2 Ret Ret 5
5   Renault 3 Ret 8 8 6 14 11 4 6 4 5 3 114
31 8 Ret 13 4 9 13 5 8 Ret 7 Ret
6   Ferrari 5 10 Ret 6 10 12 7 13 Ret 10 13 11 80
16 2 Ret 11 3 4 Ret 14 Ret 8 6 7
7   AlphaTauri-Honda 10 7 15 Ret 7 11 9 8 1 Ret 9 6 67
26 12  10 12 Ret 10 12 11 9 7 8 15
8   Alfa Romeo-Ferrari 7 Ret 11 15 17 15 14 12 13 9 14 12 5
99 9 14 17 12 17 16 Ret 16 Ret 11 10
9   Haas-Ferrari 8 Ret 13 16 Ret 16 19 15 12 12 17 9 3
20 Ret 12 10 16 Ret 15 17 Ret Ret 12 13
10   Williams-Mercedes 6 11 17 19 15 19 18 16 11 Ret 16 14 0
63 Ret 16 18 15 18 17 Ret 14 11 18 Ret
Pos. Construtor N.º AUT
 
EST
 
HUN
 
GBR
 
70
 
ESP
 
BEL
 
ITA
 
TOS
 
RUS
 
EIF
 
POR
 
EMI
 
TUR
 
BHR
 
SKR
 
ABU
 
Ptos.
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Corrida cancelada
(C)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida
† - Classificado por ter completado mais de 90% da prova

Notas

  1. A Racing Point usa unidades de potência Mercedes-AMG F1 M11 EQ Performance. Mas para fins de patrocínio, esses propulsores são rebatizados como "BWT Mercedes".[39]
  2. A equipe operou com o nome de ROKiT Williams Racing durante os testes de pré-temporada e até o dia 29 de maio de 2020, quando anunciou o rompimento do contrato com a patrocinadora, tendo efeito imediato.[54]
  3. O Grande Prêmio da Austrália de 2020 foi cancelado pela FIA cerca de duas horas antes do início da primeira sessão de treinos livres por conta da pandemia de COVID-19, atingindo inclusive um mecânico da McLaren.[128]
  4. A Racing Point foi punida com a perda de quinze pontos no Mundial de Construtores e uma multa de 400 mil euros por utilizar um duto de freio com grande similaridade ao utilizado no carro W10 da equipe Mercedes na temporada anterior, infringindo o regulamento.[129]

Referências

  1. «Fórmula 1 cancela GPs do Brasil, Estados Unidos, México e Canadá devido ao coronavírus». Globoesporte.com. 24 de julho de 2020. Consultado em 26 de julho de 2020 
  2. «Diary dates: The 2020 F1 calendar, pre-season testing details and F1 car launch schedule». F1i.com (em inglês). 12 de dezembro de 2019. Consultado em 8 de junho de 2020 
  3. a b «F1 confirma início da temporada na Áustria e divulga parte europeia do calendário 2020 com oito provas em seis países». motorsport.uol.com.br. 2 de junho de 2020. Consultado em 8 de junho de 2020 
  4. «F1 confirma inclusão de Mugello e Sochi na temporada 2020; calendário tem agora dez etapas». Globoesporte. Consultado em 12 de julho de 2020 
  5. «Formula 1 adds Portimao, Nurburgring and 2-day event in Imola to 2020 race calendar | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 1 de agosto de 2020 
  6. a b c Khorounzhiy, Valentin (1 de janeiro de 2020). «Alfa Romeo F1 team rebranded as Kubica joins in reserve role». motorsport.com. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  7. Howard, Tom (11 de setembro de 2018). «Raikkonen to join Sauber after Ferrari exit». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  8. «Fora da Williams, Kubica fecha com Alfa Romeo para ser reserva em 2020». Grande Prêmio. 1 de janeiro de 2020. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  9. «Antonio Giovinazzi confirmed to drive for Alfa Romeo in 2020». formula1.com. 4 de novembro de 2019. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  10. a b «Toro Rosso recebe aprovação para mudar de nome em 2020». autosport.com. 16 de outubro de 2019. Consultado em 16 de outubro de 2019 
  11. «Scuderia AlphaTauri reveals new Formula One car». Red Bull Content Pool (em inglês). Red Bull. 11 de fevereiro de 2020. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  12. «Hear the 2020 Honda power unit fire up». GPToday.net (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2020 
  13. a b «Toro Rosso to stick with Kvyat and Gasly in 2020». formula1.com. 12 de novembro de 2019. Consultado em 12 de novembro de 2019 
  14. «Sébastien Buemi». Scuderia AlphaTauri. 9 de março de 2020. Consultado em 9 de março de 2020 
  15. a b «Sette Câmara é anunciado como piloto reserva de RBR e Alpha Tauri na F1 para 2020». Sébastien Buemi. 9 de março de 2020. Consultado em 9 de março de 2020 
  16. «GALLERY: Ferrari SF1000 launch: Ferrari unveil their 2020 F1 car | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  17. «SF1000 LAUNCHED IN REGGIO EMILIA». ferrari.com. 11 de fevereiro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  18. «Extension of agreement between Scuderia Ferrari and Sebastian Vettel». ferrari.com. Scuderia Ferrari. 26 de agosto de 2017. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  19. «Wehrlein stays with Ferrari as simulator driver for 2020». Formula1.com. Formula 1. 9 de janeiro de 2020. Consultado em 12 de julho de 2020 
  20. Coch, Mat (15 de setembro de 2018). «Leclerc a long term commitment for Ferrari». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  21. «Haas to reveal 2020 F1 car on first morning of testing». Formula1.com. 28 de janeiro de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  22. «Haas confirma permanência de Grosjean e Magnussen para a temporada de 2020». ge.com. GE. 19 de setembro de 2019. Consultado em 19 de setembro de 2019 
  23. «Pietro Fittipaldi and Louis Deletraz to share Haas test and reserve roles». formula1.com. 26 de março de 2020. Consultado em 10 de junho de 2020 
  24. «Pietro Fittipaldi assina contrato e passa a ser piloto reserva da equipe Haas na F1». globoesporte.globo.com. 26 de março de 2020. Consultado em 10 de junho de 2020 
  25. Herrero, Daniel (28 de setembro de 2018). «Haas to take unchanged line-up into 2019». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  26. van Osten, Phillip (18 de outubro de 2019). «McLaren set for 'decent step' with 2020 design - Seidl». F1i.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2019 
  27. «McLAREN MCL35 TECHNICAL SPECIFICATION». mclaren.com. 12 de fevereiro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  28. «McLaren Confirm 2020 Formula 1 Driver Line-up». mclaren.com. McLaren. Consultado em 9 de julho de 2019 
  29. «Nada de Alonso: McLaren anuncia Norris e Sainz como pilotos em 2020». Mtorsport.com. Consultado em 9 de julho de 2019 
  30. a b «Racing Point also sharing Mercedes reserve drivers with McLaren». www.racefans.net. 20 de junho de 2020. Consultado em 12 de julho de 2020 
  31. a b Khorounzhiy, Valentin. «Ex-McLaren driver Vandoorne gets Mercedes F1 reserve driver role». Autosport.com (em inglês). Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  32. «Sainz signs multi-year deal with McLaren». formula 1.com. Formula One World Championship. 16 de agosto de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  33. «New Mercedes W11 Hits the Track For the First Time!». Mercedes AMG Petronas. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  34. «An all-new Power Unit». Mercedes AMG Petronas. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  35. Herrero, Daniel (19 de julho de 2018). «Lewis Hamilton renews with Mercedes». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  36. «Mercedes retain Bottas alongside Hamilton for 2020». formula1.com. 29 de agosto de 2019. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  37. «Racing Point debuts 2020 livery, names BWT as title sponsor». www.motorsport.com (em inglês). Consultado em 17 de fevereiro de 2020 
  38. «Racing Point revela data de apresentação do RP20 de Pérez e Stroll». f1pt.pt. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  39. a b c d «2020 FIA Formula One World Championship – Entry List». Fédération Internationale de l'Automobile. 19 de fevereiro de 2020. Consultado em 1 de maio de 2020 
  40. «Pérez renova com Racing Point por mais três anos». motorsport.uol.com.br. 30 de agosto de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  41. «Force India confirma Lance Stroll e fecha oficialmente grid 2019». motorsport. 30 de novembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  42. «Em "contrato de longo prazo", Force India confirma Lance Stroll para a temporada de 2019». F1 Mania. 30 de novembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  43. a b «Racing Point confirma Hulkenberg como substituto de Pérez na Inglaterra». 31 de julho de 2020. Consultado em 31 de julho de 2020 
  44. «Red Bull ahead of schedule with 'great concept' for 2020». Motorsport Week. 19 de dezembro de 2019. Consultado em 22 de dezembro de 2019 
  45. «Alex Albon to remain alongside Max Verstappen at Red Bull for 2020». formula1.com. 12 de novembro de 2019. Consultado em 12 de novembro de 2019 
  46. «The Team». Red Bull Racing. 9 de março de 2020. Consultado em 9 de março de 2020 
  47. Green, Jonathan (20 de outubro de 2017). «Max Verstappen signs new Red Bull contract to the end of 2020». skysportsf1.com. BSkyB. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  48. Coch, Mat (11 de março de 2020). «Renault unveils 2020 race livery in Albert Park». Speedcafe. Consultado em 13 de março de 2020 
  49. «Formula 1 - Car». renaultsport.com. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  50. Coch, Mat (3 de agosto de 2018). «Renault announces Ricciardo for 2019». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  51. «Zhou substitui Aitken e vira piloto de testes da Renault na F1». Grande Prêmio. 12 de fevereiro de 2020. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  52. «Sirotkin named as Renault reserve driver». ESPN.com (em inglês). 30 de junho de 2020. Consultado em 12 de julho de 2020 
  53. a b «Esteban Ocon joins Renault F1 Team». renaultsport.com. Renault Sport. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  54. «Equipe Williams de F1 pode ser colocada à venda; contratos com patrocinadores são rompidos». GloboEsporte. Consultado em 29 de maio de 2020 
  55. «ROKiT Williams Racing Announces New Partnership with Lavazza». www.williamsf1.com (em inglês). Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  56. «Williams renova contrato com a Mercedes para fornecimento de motores até a temporada 2025». Globo Esporte. 13 de setembro de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  57. a b «F1: Williams confirma Latifi na vaga de Kubica ao lado de Russell em 2020». motorsport.uol.com.br. 28 de novembro de 2019. Consultado em 28 de novembro de 2019 
  58. «Williams anuncia Aitken como piloto reserva, com participação em treinos livres em 2020». motorsport.uol.com.br. 4 de fevereiro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  59. «Roy Nissany is confirmed as Official Test Driver - Racing». Williams. 15 de janeiro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  60. Collantine, Keith (12 de outubro de 2018). «George Russell handed F1 debut with Williams in 2019». racefans.net. Keith Collantine. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  61. «Toro Rosso ganha aval da FIA e muda nome para AlphaTauri em 2020». grandepremio.com.br. 16 de outubro de 2019. Consultado em 16 de outubro de 2019 
  62. Cooper, Adam (19 de setembro de 2019). «Robert Kubica announces Williams exit after F1 2019 season». Autosport. Consultado em 14 de outubro de 2019 
  63. «Pérez testa positivo para covid e é impedido de correr na Inglaterra; piloto pode perder dois GPs». 30 de julho de 2020. Consultado em 30 de julho de 2020 
  64. «How many races does Formula 1 need to declare a season?» 
  65. Cooper, Adam (4 de junho de 2020). «F1 News: European calendar would count as world championship, says Brawn». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 8 de junho de 2020 
  66. «Austrian Grand Prix set to return to F1 calendar in 2014». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  67. «Hungarian Grand Prix deal extended until 2021». GP Today. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  68. «F1 confirma permanência de Silverstone no calendário até 2024». Motorsport.com. 10 de julho de 2019. Consultado em 10 de julho de 2019 
  69. «Fórmula 1 confirma Grande Prêmio da Espanha em 2020». terra.com.br. Consultado em 28 de agosto de 2019 
  70. Bradley, Charles; Cleeren, Filip (15 de junho de 2018). «Belgian GP secures three-year F1 contract extension at Spa». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 16 de junho de 2018 
  71. «Monza garante renovação de contrato com F1 por mais cinco anos». motorsport.uol.com.br. Motorsport Network. 4 de setembro de 2019. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  72. «Formula 1 adds Mugello and Sochi to revised 2020 F1 race calendar» (em inglês). Formula One. 10 de julho de 2020. Consultado em 10 de julho de 2020 
  73. «Russia GP: Sochi race deal extended to 2025». bbc.co.uk. BBC. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de julho de 2018 
  74. a b c d e f g h i «Formula 1 adds Portimao, Nurburgring and 2-day event in Imola to 2020 race calendar». F1 (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2020 
  75. a b c d «Formula 1 to return to Turkey's Istanbul Park as four more races are added to the 2020 F1 calendar». www.formula1.com (em inglês). Formula 1. 25 de agosto de 2020. Consultado em 25 de agosto de 2020 
  76. Rencken, Dieter (25 de abril de 2018). «How Ecclestone's parting shot to Liberty added to their F1 calendar woes». Racefans.net. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  77. Meenaghan, Gary (22 de novembro de 2014). «Etihad Airways on board with F1 until 2021 in new Abu Dhabi Grand Prix deal». The National. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  78. «F1 confirms first 8 races of revised 2020 calendar, starting with Austria double header». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2020 
  79. «Formula 1 anuncia renovação do GP da Austrália até 2025». motorsport.uol.com.br. Motorsport Network. 18 de julho de 2019. Consultado em 20 de julho de 2019 
  80. a b «Australian F1 Grand Prix cancelled over coronavirus concerns». abc.net.au. Australian Broadcasting Corporation. 13 de março de 2020. Consultado em 20 de março de 2020 
  81. Herrero, Daniel (7 de novembro de 2018). «Vietnam secures 2020 Formula 1 berth». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  82. a b Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome gpbahreinvietna
  83. «Formula 1 to race on in China for a further three years». formula1.com. Formula One World Championship Ltd. 11 de novembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  84. «GP da China é adiado pela Fórmula 1 em meio a temor de epidemia de coronavírus». GE.com. Globo.com. 12 de fevereiro de 2020. Consultado em 12 de fevereiro de 2020 
  85. a b «Holanda tem retorno confirmado ao calendário da Fórmula 1 em 2020». motorsport.uol.com.br. Motorsport Network. 14 de maio de 2019. Consultado em 14 de maio de 2019 
  86. a b «F1: Organização confirma cancelamento do GP da Holanda de 2020». motorsport.uol.com.br. 28 de maio de 2020. Consultado em 28 de maio de 2020 
  87. «Monaco Grand Prix extends F1 deal by 10 years». BBC Sport. BBC. 28 de julho de 2010. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  88. a b «Mônaco cancela GP, que fica de fora da F1 pela 1ª vez desde 1954». motorsport.uol.com.br. 19 de março de 2020. Consultado em 20 de março de 2020 
  89. «Azerbaijan signs 10-year-contract for holding Formula-1». trend.az. Trend News Agency. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  90. a b c d «Fórmula 1 anuncia o cancelamento das etapas de Singapura, Azerbaijão e Japão». GE. 12 de junho de 2020. Consultado em 12 de junho de 2020 
  91. Keating, Steve (7 de junho de 2014). «Motor racing-Canadian GP organisers announce 10-year extension». reuters.com. Reuters. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  92. Benson, Andrew (3 de dezembro de 2018). «French Grand Prix returns for 2018 after 10-year absence». BBC Sport. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  93. a b «Por coronavírus, GP da França de F1 é cancelado, e Inglaterra fará evento com portões fechados». Globo Esporte. 27 de Abril de 2020. Consultado em 27 de Abril de 2020 
  94. van Leeuwen, Andrew. «Singapore Grand Prix to stay on Formula 1 calendar to at least 2021». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  95. «Suzuka renova contrato por três anos para o Grande Prêmio do Japão». F1 Mania. 31 de agosto de 2018. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  96. «Formula One returns to the United States». formula1.com. Formula One Administration. 25 de maio de 2010. Consultado em 3 de dezembro de 2018. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2015 
  97. «GP do México permanece no calendário da F1 até 2022». Motorsport.com. 8 de agosto de 2019. Consultado em 8 de agosto de 2019 
  98. «Diretor da F1 diz que não há nada definido sobre GP no Brasil após 2020: "Estamos conversando"». Globo Esporte. 11 de maio de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  99. «Record-breaking 22-race F1 calendar set for 2020». Formula 1 (em inglês). 29 de agosto de 2019. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  100. «F1: Organização confirma cancelamento do GP da Holanda de 2020». motorsport.uol.com.br. 28 de maio de 2020. Consultado em 6 de junho de 2020 
  101. Benson, Andrew (27 de agosto de 2019). «Spanish Grand Prix to remain on F1 calendar in 2020 after funding secured». BBC sport. Consultado em 28 de agosto de 2019 
  102. «F1 confirms first 8 races of revised 2020 calendar, starting with Austria double header». formula1.com (em inglês). Formula One World Championship Ltd. Consultado em 6 de junho de 2020 
  103. «F1 confirma adições do GP da Rússia e do GP da Toscana Ferrari 1000, em Mugello ao calendário 2020». motorsport.uol.com.br. Consultado em 10 de julho de 2020 
  104. «2020 F1 Chinese Grand Prix postponed due to novel coronavirus outbreak». formula1.com. 12 de fevereiro de 2020. Consultado em 12 de fevereiro de 2020 
  105. «Coronavirus fears force the postponement of the F1 Grand Prix in China in April». abc.net.au. Australian Broadcasting Corporation. 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  106. «F1 confirms first 8 races of revised 2020 calendar, starting with Austria double header». F1 (em inglês). 2 de junho de 2020. Consultado em 2 de junho de 2020 
  107. «Ferrari reveal their 2020 F1 car, the SF1000». www.formula1.com. 11 de fevereiro de 2020. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  108. «Red Bull exibe nova pintura de carro para temporada 2020 da F1». motorsport.uol.com.br. 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  109. «McLaren lança carro para temporada 2020 da F1 e 'laranja papaia' permanece». motorsport.uol.com.br. 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  110. «Mercedes lança oficialmente carro que pode dar hepta a Hamilton». motorsport.uol.com.br. 14 de fevereiro de 2020. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  111. «AlphaTauri lança carro para temporada 2020 da F1, o primeiro após troca de nome». essentiallysports.com/. 14 de fevereiro de 2020. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  112. «Williams aposta no vermelho em carro para 'sair do buraco' em 2020». motorsport.uol.com.br. 17 de fevereiro de 2020. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 
  113. «Racing Point lança carro para 2020 em busca de retorno à forma». motorsport.uol.com.br. 17 de fevereiro de 2020. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 
  114. «Haas lança carro de 2020 em busca de melhor performance». motorsport.uol.com.br. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  115. «Alfa Romeo lança modelo de 2020 em busca de crescimento na F1». motorsport.uol.com.br. 19 de fevereiro de 2020. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  116. «Após idas e vindas, Renault exibe versão não-oficial do carro de 2020». motorsport.uol.com.br. 19 de fevereiro de 2020. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  117. Mitchell, Scott. «Practice sessions will count towards F1 superlicence points». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 18 de setembro de 2019 
  118. Cooper, Adam (30 de agosto de 2019). «F1 teams agree MGU-K allocation-limit increase with 2020's 22 races». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 18 de setembro de 2019 
  119. «F1 RULES & REGULATIONS: What's new for 2020?». formula1.com. Formula 1. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  120. «Com calendário cheio, F1 diminui pré-temporada e acaba com testes coletivos durante 2020». Grande Prêmio. Consultado em 28 de novembro de 2019 
  121. «Hamilton lidera dobradinha da Mercedes já no primeiro dia da pré-temporada da Fórmula 1». Globo Esporte. 20 de Fevereiro de 2020. Consultado em 20 de Fevereiro de 2020 
  122. «Raikkonen supera Pérez e lidera segundo dia de testes em Barcelona». Motorsport.com. 20 de Fevereiro de 2020. Consultado em 20 de Fevereiro de 2020 
  123. «Bottas fecha a primeira semana em Barcelona na frente com Hamilton em segundo». Motorsport.com. 21 de Fevereiro de 2020. Consultado em 21 de Fevereiro de 2020 
  124. «Com "torcida organizada", Kubica surpreende e lidera 4º dia de testes da Fórmula 1 em Barcelona». Globoesporte. 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 26 de fevereiro de 2020 
  125. «Vettel roda, mas lidera manhã de quinta da F1 em Barcelona». Motorsport.com. 27 de fevereiro de 2020 
  126. «Bottas supera Verstappen no último teste da pré-temporada da F1». Motorsport.com. 28 de Fevereiro de 2020. Consultado em 28 de Fevereiro de 2020 
  127. a b c d e f g h «Same P-Zero compounds for Austria double-header, different nominations for each race at Silverstone» (em inglês). Pirelli. 17 de junho de 2020. Consultado em 17 de junho de 2020 
  128. «GP da Austrália de F1 é cancelado devido à pandemia de coronavírus». 12 de março de 2020 
  129. «Racing Point deducted 15 points and fined heavily as Renault protest into car legality upheld». Formula 1 (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2020