Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2021

Septuagésima segunda edição do campeonato mundial de Fórmula 1

O Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2021 será a 72ª temporada do Campeonato Mundial de Fórmula 1, que é reconhecido pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o órgão regulador do automobilismo internacional, como a mais alta categoria de competição para carros de corrida monopostos. O campeonato deve ser disputado em vários Grandes Prêmios realizados em diferentes países. Equipes e pilotos competirão para serem campeões mundiais de construtores e de pilotos, respectivamente.

Fórmula 1 de 2021
Anterior: 2020  BSicon RACE.svg  Posterior: 2022

Pilotos e equipes

Os seguintes pilotos e equipes estão atualmente sob contrato para participar do Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2021:

Equipe Construtor Chassi(s)[1] Unidade de potência Pneu Pilotos
N.° Nome do piloto Sigla Rodada N.° Pilotos de teste Sigla
  Alfa Romeo Racing Orlen[2] Alfa Romeo-Por confirmar Por anunciar P   Por anunciar   Por anunciar
  Por anunciar
  Scuderia AlphaTauri AlphaTauri-Honda Honda[3] P   Por anunciar   Por anunciar
  Por anunciar
  Alpine F1 Team[4] Alpine-Renault Renault E-Tech[4] P 14   Fernando Alonso[5][6] ALO   Por anunciar
31   Esteban Ocon[7][8] OCO
  Aston Martin F1 Team[9] Aston Martin-Mercedes Mercedes[9] P 5   Sebastian Vettel[10] VET   Por anunciar
18   Lance Stroll[11] STR
  Scuderia Ferrari Ferrari Ferrari P 16   Charles Leclerc[12] LEC   Por anunciar
55   Carlos Sainz Jr.[13] SAI
  Haas F1 Team Haas-Ferrari Ferrari[14] P   Por anunciar   Por anunciar
  Por anunciar
  McLaren F1 Team McLaren-Mercedes Mercedes[15][16] P 3   Daniel Ricciardo[17] RIC   Por anunciar
4   Lando Norris[18] NOR
  Mercedes-AMG Petronas F1 Team[19] Mercedes Mercedes P 77   Valtteri Bottas[20] BOT   Por anunciar
  Por anunciar
  Red Bull Racing Red Bull-Honda Honda[3] P 33   Max Verstappen[21] VER   Por anunciar
  Por anunciar
  Williams Racing Williams-Mercedes Mercedes[22] P 6   Nicholas Latifi[23][24] LAT   Por anunciar
63   George Russell[23][25] RUS
Fonte:[26]

Mudanças nas equipes

Mudanças nos pilotos

Calendário

Os seguintes dezoito Grandes Prêmios estão sob contrato para serem realizados como parte do calendário da temporada de 2021:

Grandes Prêmios sob contrato para 2021
Grande Prêmio Circuito Ref.
Grande Prêmio de Abu Dhabi   Circuito de Yas Marina, Abu Dhabi [36]
Grande Prêmio da Austrália   Circuito do Grande Prêmio de Melbourne, Melbourne [37]
Grande Prêmio do Azerbaijão   Circuito Urbano de Baku, Baku [38]
Grande Prêmio do Bahrein   Circuito Internacional do Bahrein, Sakhir [39]
Grande Prêmio da Bélgica   Circuito de Spa-Francorchamps, Stavelot [40]
Grande Prêmio do Canadá   Circuito Gilles Villeneuve, Montreal [41]
Grande Prêmio da Cidade do México   Autódromo Hermanos Rodríguez, Cidade do México [42]
Grande Prêmio dos Estados Unidos   Circuito das Américas, Austin [43]
Grande Prêmio da França   Circuito de Paul Ricard, Le Castellet [44]
Grande Prêmio da Grã-Bretanha   Circuito de Silverstone, Silverstone [45]
Grande Prêmio da Hungria   Hungaroring, Mogyoród [46]
Grande Prêmio da Itália   Autódromo Nacional de Monza, Monza [47]
Grande Prêmio do Japão   Curso Internacional de Corridas de Suzuka, Suzuka [48]
Grande Prêmio de Mônaco   Circuito de Mônaco, Monte Carlo [49]
Grande Prêmio dos Países Baixos   Circuito de Zandvoort, Zandvoort [50]
Grande Prêmio da Rússia   Autódromo de Sóchi, Sóchi [51]
Grande Prêmio de Singapura   Circuito Urbano de Marina Bay, Singapura [52]
Grande Prêmio do Vietnã   Circuito Urbano de Hanói, Hanói [53]
Grandes Prêmios sob contrato para 2020, mas não para 2021
Grande Prêmio Circuito Ref.
Grande Prêmio do 70.º Aniversário   Circuito de Silverstone, Silverstone [54]
Grande Prêmio da Áustria   Red Bull Ring, Spielberg [55]
Grande Prêmio do Brasil   Autódromo José Carlos Pace, São Paulo [56][57]
Grande Prêmio da China   Circuito Internacional de Xangai, Xangai [58]
Grande Prêmio do Eifel   Nürburgring, Nürburg [59]
Grande Prêmio da Emília-Romanha   Autódromo Enzo e Dino Ferrari, Ímola [60]
Grande Prêmio da Espanha   Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló [61]
Grande Prêmio da Estíria   Red Bull Ring, Spielberg [62]
Grande Prêmio de Portugal   Autódromo Internacional do Algarve, Portimão [63]
Grande Prêmio de Sakhir   Circuito Internacional do Bahrein, Sakhir [64]
Grande Prêmio da Toscana   Circuito de Mugello, Toscana [65]
Grande Prêmio da Turquia   Istanbul Park, Istambul [64]

Expansão e mudanças do calendário

A Liberty Media, detentora dos direitos comerciais do esporte, anunciou que haveria espaço para o calendário de 2021 se expandir além das vinte e duas corridas originalmente adicionadas ao calendário de 2020.[66] Os regulamentos esportivos foram alterados para permitir um máximo de vinte e cinco GPs por ano.

Outras mudanças no calendário estão planejadas após a interrupção do campeonato de 2020 provocada pela pandemia de COVID-19. Os Grandes Prêmios da Austrália, do Azerbaijão, da França, do Japão, de Mônaco, dos Países Baixos e de Singapura, que tiveram suas edições canceladas em 2020 por causa da pandemia,[69][70][71][72] devem retornar ao calendário em 2021.[49][73][74] O Grande Prêmio da Estíria no Red Bull Ring, o Grande Prêmio do 70.º Aniversário no circuito de Silverstone e o Grande Prêmio da Toscana no circuito de Mugello serão removidos do calendário. O Grande Prêmio da Estíria e o do 70.º Aniversário foram criados especificamente para o calendário de 2020 para permitir que fosse realizado mais de uma corrida num mesmo circuito.[75]

Mudanças nos regulamentos

O campeonato de 2021 deve introduzir mudanças significativas nos regulamentos, incluindo a governança do esporte e as regras esportivas. Alterações nos regulamentos técnicos foram planejadas, mas foram adiadas em março de 2020 em resposta à interrupção provocada pela pandemia de COVID-19.[76] Essas mudanças de regra serão introduzidas em 2022.[1][77]

Regulamento financeiro

O campeonato deve introduzir um limite de orçamento, com equipes limitadas a gastar no máximo 145 milhões de dólares por ano,[78] sendo necessário que as equipes usem mais materiais disponíveis comercialmente e elas deverão enviar seus dados financeiros com suas despesas anuais.[79] Algumas equipes solicitaram uma redução ainda maior do limite de orçamento para 100 milhões de dólares, citando preocupações de que o impacto financeiro a longo prazo provocado pela pandemia de COVID-19 ameaçasse o futuro de até quatro das atuais equipes.[80][81]

O valor do limite de orçamento é definido para vinte e uma corridas; cada corrida adicional aumenta o limite em 1 milhão de dólares e vice-versa: cada corrida removida do calendário programado para 21 corridas reduz o limite de orçamento em 1 milhão de dólares.[82] No entanto, o limite de orçamento não inclui o orçamento de marketing, os salários dos pilotos e os salários dos três principais executivos da equipe. Haverá restrições adicionais que determinam como o prêmio em dinheiro pode ser gasto.[83] O limite aplica-se apenas às despesas relacionadas ao desempenho do carro, que permanecerão em vigor até 2026.[82] No caso de uma equipe violar os regulamentos financeiros, ela poderá ser penalizada de três maneiras distintas. Por uma violação processual, as equipes serão multadas caso a caso. As equipes podem receber uma série de punições por exceder seu orçamento anual, que incluem dedução de pontos no campeonato, redução do tempo de teste, proibição de corrida ou, nos casos mais graves, desclassificação do campeonato.[82]

Regulamento técnico

As equipes disputarão a edição de 2021 com os carros que usaram no campeonato de 2020.[1] Este requisito foi introduzido para aliviar as pressões financeiras sobre as equipes provocadas pela pandemia de coronavírus.

Dispositivos banidos

O sistema de "direção de eixo duplo" desenvolvido pela equipe Mercedes em 2020 será proibido em 2021.[84] O sistema de eixo duplo permitiu ao piloto ajustar o ângulo de convergência das rodas dianteiras para otimizar a aderência mecânica, puxando ou empurrando o volante do carro.[85]

Regulamentos esportivos

As equipes deverão permitir que os pilotos que competiram em menos de dois GPs substituem um de seus pilotos na primeira sessão de treinos de um final de semana. Embora essas regras deem chance de pilotos que não são da Fórmula 1 testarem um carro de Fórmula 1, a regra permite que as equipes cumprem o requisito se um dos seus pilotos titulares estiver em sua temporada de estreia.[86]

Estrutura do fim de semana de corrida

Para a temporada de 2021, o fim de semana de corrida vai ser reduzido. De acordo com a regulamentação preexistente, um fim de semana de corrida se estende por quatro dias, com a quinta-feira antes da corrida sendo reservada para mídia, eventos promocionais e análises. No entanto, com a nova regulamentação, todos os eventos de quinta-feira serão transferidos para a manhã de sexta-feira, com os horários entre as atividades de sexta-feira, sendo reduzidos.[87] Os carros estarão em condições de parque fechado após o final do terceiro treino livre em vez de se qualificarem, restringindo ainda mais as equipes e os pilotos, em fazer grandes mudanças nas configurações antes da corrida.

Notas

Referências

  1. a b c Herrero, Daniel (20 de março de 2020). «Formula 1's new regulations delayed until 2022». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 20 de março de 2020 
  2. «Kubica assina como terceiro piloto da Alfa Romeo e time muda de nome; entenda». motorsport.uol.com.br. 1 de janeiro de 2020. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  3. a b «F1: Honda estende contrato com Red Bull e Toro Rosso para 2021». motorsport.uol.com.br. 27 de novembro de 2019. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  4. a b «Renault confirma que equipe de F1 passa a se chamar Alpine em 2021». www.terra.com.br. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  5. a b «Fernando Alonso volta à Fórmula 1 com a Renault». rr.pt. Consultado em 7 de julho de 2020 
  6. «Fernando Alonso Joins Renault F1 Team». www.renaultsport.com. Consultado em 8 de julho de 2020 
  7. «Esteban Ocon joins Renault F1 Team». renaultsport.com. Renault Sport. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  8. «F1 – Mercedes não pode chamar Ocon de volta antes de 2022». autoracing.com.br. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  9. a b «Após acordo com Stroll, Racing Point passa a se chamar Aston Martin em 2021». motorsport.uol.com.br. 31 de janeiro de 2020. Consultado em 31 de janeiro de 2020 
  10. a b «Vettel to make sensational Racing Point switch in 2021 as they re-brand as Aston Martin | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 10 de setembro de 2020 
  11. «Racing Point descarta Vettel e garante Stroll na equipe em 2021». F1 Mania. 18 de maio de 2020. Consultado em 18 de maio de 2020 
  12. «Leclerc and Ferrari announce multi-year agreement | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). 23 de dezembro de 2019. Consultado em 23 de dezembro de 2019 
  13. «Ferrari anuncia Carlos Sainz no lugar de Sebastian Vettel para 2021». g1. 14 de maio de 2020. Consultado em 14 de maio de 2020 
  14. Grandprix.com. «Haas to stick with Ferrari amid engine crisis». www.grandprix.com (em inglês). Consultado em 31 de agosto de 2020 
  15. «McLaren confirma mudança para motores Mercedes a partir de 2021». motorsport.uol.com.br. 28 de setembro de 2019. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  16. «Mesmo com regulamento adiado, McLaren garante uso de motor Mercedes em 2021». Grande Prêmio. 23 de março de 2020. Consultado em 13 de abril de 2020 
  17. «McLaren anuncia Daniel Ricciardo como piloto para a temporada de 2021». g1. 14 de maio de 2020. Consultado em 14 de maio de 2020 
  18. Richards, Giles (10 de julho de 2019). «Lando Norris signs new McLaren contract after superb start to F1 career». The Guardian. Consultado em 1 de maio de 2020 
  19. Morrison, Mac (23 de maio de 2014). «Mercedes F1 extends Petronas partnership for 10 years». autoweek.com (em inglês). Consultado em 13 de setembro de 2019 
  20. «Valtteri Bottas signs new deal to drive for Mercedes in 2021». F1 (em inglês). 6 de agosto de 2020. Consultado em 6 de agosto de 2020 
  21. «Fórmula 1: Verstappen renova contrato com a Red Bull». motorsport.uol.com.br. 7 de janeiro de 2020. Consultado em 7 de janeiro de 2020 
  22. «Williams renova contrato com a Mercedes para fornecimento de motores até a temporada 2025». Globo Esporte. 13 de setembro de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  23. a b «Williams confirma Russell e Latifi para a temporada 2021 da F1». motorsport.uol.com.br. 16 de julho de 2020. Consultado em 16 de julho de 2020 
  24. «Russell and Latifi to stay on at Williams in unchanged 2021 driver line-up». Formula1.com (em inglês). 16 de julho de 2020. Consultado em 16 de julho de 2020 
  25. «Formula 1: Williams confirm George Russell through 2021». Beyond the Flag. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  26. «CONFIRMED: All 10 teams reach new Formula 1 Concorde Agreement». Formula1.com. 19 de agosto de 2020. Consultado em 19 de agosto de 2020 
  27. Takle, Abhishek (28 de setembro de 2019). «McLaren to return to Mercedes engines from 2021». reuters.com. Reuters. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  28. «Stroll se torna acionista, e Racing Point é rebatizada para Aston Martin em 2021». Grande Prêmio. 31 de janeiro de 2020. Consultado em 31 de janeiro de 2020 
  29. «Aston Martin Lagonda Global Holdings plc». London Stock Exchange. Consultado em 31 de janeiro de 2020 
  30. «Renault to rebrand as Alpine F1 Team in 2021». Formula One. 6 de setembro de 2020. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  31. «Ferrari confirma saída de Vettel da equipe ao final da temporada 2020». motorsport.uol.com.br. 12 de maio de 2020. Consultado em 25 de maio de 2020 
  32. «Ferrari anuncia Carlos Sainz no lugar de Sebastian Vettel para 2021». Globo Esporte. 14 de maio de 2020. Consultado em 14 de maio de 2020 
  33. «McLaren anuncia Daniel Ricciardo como piloto para a temporada de 2021». Globo Esporte. 14 de maio de 2020. Consultado em 14 de maio de 2020 
  34. «Fernando Alonso to make sensational return to F1 with Renault in 2021». formula1.com. Formula One Administration. 8 de julho de 2020. Consultado em 8 de julho de 2020 
  35. «F1: Pérez anuncia saída da Racing Point após temporada 2020 e deixa caminho livre para Vettel». motorsport.uol.com.br. 8 de setembro de 2020. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  36. Meenaghan, Gary (22 de novembro de 2014). «Etihad Airways on board with F1 until 2021 in new Abu Dhabi Grand Prix deal». The National. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  37. «Formula 1 anuncia renovação do GP da Austrália até 2025». motorsport.uol.com.br. Motorsport Network. 18 de julho de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  38. «Palco de corridas imprevisíveis, GP do Azerbaijão tem contrato estendido com Fórmula 1 até 2023». Globo Esporte. 5 de fevereiro de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  39. Rencken, Dieter (25 de abril de 2018). «How Ecclestone's parting shot to Liberty added to their F1 calendar woes». Racefans.net. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  40. Bradley, Charles; Cleeren, Filip (15 de junho de 2018). «Belgian GP secures three-year F1 contract extension at Spa». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  41. Keating, Steve (7 de junho de 2014). «Motor racing-Canadian GP organisers announce 10-year extension». reuters.com. Reuters. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  42. «GP do México permanece no calendário da F1 até 2022». Motorsport.com. 8 de agosto de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  43. «Formula One returns to the United States». formula1.com. Formula One Administration. 25 de maio de 2010. Consultado em 13 de setembro de 2019. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2015 
  44. Benson, Andrew (3 de dezembro de 2018). «French Grand Prix returns for 2018 after 10-year absence». BBC Sport. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  45. «F1 confirma permanência de Silverstone no calendário até 2024». Motorsport.com. 10 de julho de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  46. «Hungarian Grand Prix deal extended until 2021». GP Today. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  47. «Monza garante renovação de contrato com F1 por mais cinco anos». motorsport.uol.com.br. Motorsport Network. 4 de setembro de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  48. «Suzuka renova contrato por três anos para o Grande Prêmio do Japão». F1 Mania. 31 de agosto de 2018. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  49. a b «Monaco announces date for 2021 Grand Prix». GrandPrix247. 19 de maio de 2020. Consultado em 22 de maio de 2020 
  50. a b c d «F1: Organização confirma cancelamento do GP da Holanda de 2020». motorsport.uol.com.br. 28 de maio de 2020. Consultado em 6 de junho de 2020 
  51. «Russia GP: Sochi race deal extended to 2025». bbc.co.uk. BBC. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  52. van Leeuwen, Andrew. «Singapore Grand Prix to stay on Formula 1 calendar to at least 2021». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  53. Herrero, Daniel (7 de novembro de 2018). «Vietnam secures 2020 Formula 1 berth». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  54. Galloway, James (24 de junho de 2020). «F1's new race names: Silverstone's 70th Anniversary GP confirmed». Sky Sports. Consultado em 10 de julho de 2020 
  55. Plavec, Florian (23 de julho de 2013). «Formel 1 kommt zuruck nach Osterreich» [Formula 1 comes back to Austria]. Kurier (em alemão). Kurier-Zeitungsverlag und Druckerei GmbH. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  56. «Diretor da F1 diz que não há nada definido sobre GP no Brasil após 2020: "Estamos conversando"». Globo Esporte. 11 de maio de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  57. a b «Rio faz acordo de exclusividade para negociar com F1 até novembro». motorsport.uol.com.br. 13 de julho de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  58. «Formula 1 to race on in China for a further three years». formula1.com. Formula One World Championship Ltd. 11 de novembro de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  59. «Formula 1 adds Portimao, Nurburgring and 2-day event in Imola to 2020 race calendar». Formula1.com. 24 de julho de 2020. Consultado em 24 de julho de 2020 
  60. «Formula 1 adds Portimao, Nurburgring and 2-day event in Imola to 2020 race calendar». Formula1.com. 24 de julho de 2020. Consultado em 24 de julho de 2020 
  61. «Fórmula 1 confirma Grande Prêmio da Espanha em 2020». terra.com.br. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  62. de Menezes, Jack (2 de junho de 2020). «F1 2020 calendar confirmed with Silverstone double-header as part of eight-race European schedule». independent.co.uk. Consultado em 10 de julho de 2020 
  63. «Formula 1 adds Portimao, Nurburgring and 2-day event in Imola to 2020 race calendar». Formula1.com. 24 de julho de 2020. Consultado em 24 de julho de 2020 
  64. a b «Formula 1 to return to Turkey's Istanbul Park as four more races are added to the 2020 F1 calendar | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2020 
  65. «Formula 1 adds Mugello and Sochi to revised 2020 F1 race calendar». Formula One. 10 de julho de 2020. Consultado em 10 de julho de 2020 
  66. Coch, Mat (10 de maio de 2019). «Two new events expected for 2020 F1 calendar». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  67. «Agreement in principle reached to host the first-ever Miami Grand Prix». F1. 19 de outubro de 2019. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  68. «Fórmula 1: organizadores anunciam GP de Miami em 2021; entenda». motorsport.uol.com.br. 16 de outubro de 2019. Consultado em 16 de outubro de 2019 
  69. «Australian F1 Grand Prix cancelled over coronavirus concerns». abc.net.au. Australian Broadcasting Corporation. 13 de março de 2020. Consultado em 20 de março de 2020 
  70. «Por coronavírus, GP da França de F1 é cancelado, e Inglaterra fará evento com portões fechados». Globo Esporte. 27 de abril de 2020. Consultado em 6 de junho de 2020 
  71. «Mônaco cancela GP, que fica de fora da F1 pela 1ª vez desde 1954». motorsport.uol.com.br. 19 de março de 2020. Consultado em 20 de março de 2020 
  72. «Fórmula 1 anuncia o cancelamento das etapas de Singapura, Azerbaijão e Japão». GE. 12 de junho de 2020. Consultado em 12 de junho de 2020 
  73. «Melbourne to host the Australian F1 Grand Prix until at least 2023». autosport.com. 12 de setembro de 2015. Consultado em 20 de maio de 2018. Cópia arquivada em 23 de agosto de 2016 
  74. «Organisers confirm 2020 French Grand Prix will not go ahead». formula1.com. 27 de abril de 2020. Consultado em 1 de maio de 2020 
  75. «F1 confirms first 8 races of revised 2020 calendar, starting with Austria double header». formula1.com (em inglês). Formula One World Championship Ltd. Consultado em 6 de junho de 2020 
  76. Cooper, Adam (19 de março de 2020). «F1 teams pushing to postpone '21 cars amid coronavirus uncertainty». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 19 de março de 2020 
  77. «Novas regras vão para 2022, mas teto de gastos já vale em 2021». motorsport.uol.com.br. 19 de março de 2020. Consultado em 20 de março de 2020 
  78. «F1 aprova redução do teto de gastos e regras para GPs com portões fechados». motorsport.uol.com.br. 27 de maio de 2020. Consultado em 6 de junho de 2020 
  79. Cooper, Adam. «Formula 1 cost cap figure from 2021 season set to be $175million». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  80. «Formula One risks losing teams due to the coronavirus crisis, says McLaren principal Andreas Seidl». abc.net.au. Australian Broadcasting Corporation. 16 de abril de 2020. Consultado em 1 de maio de 2020 
  81. Smith, Luke (16 de abril de 2020). «Seidl: F1 will survive COVID-19 crisis, but not all teams certain to». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 1 de maio de 2020 
  82. a b c «2021 F1 financial rules and regulations: What is the cost cap and how will it be enforced?». www.formula1.com. 31 de outubro de 2019. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  83. Coch, Mat (19 de junho de 2019). «F1 boss confident cost cap can be policed». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  84. Benson, Andrew (31 de março de 2020). «Formula 1: Mercedes revolutionary 'DAS' steering remains banned for 2021». BBC Sport. Consultado em 1 de maio de 2020 
  85. «F1 – Direção de eixo duplo não será permitida em 2021». autoracing.com.br. 21 de fevereiro de 2020. Consultado em 1 de maio de 2020 
  86. Mitchell, Scott (1 de novembro de 2019). «F1 teams obliged to run rookies in two FP1 sessions in 2021». Autosport.com (em inglês). Consultado em 1 de novembro de 2019 
  87. Mitchell, Scott (31 de outubro de 2019). «How F1's new three-day race weekend format from 2021 will work». Autosport.com (em inglês). Consultado em 1 de novembro de 2019