Abrir menu principal

Confederação Sul-Americana de Futebol

Confederação Sul-Americana de Futebol
Confederación Sudamericana de Fútbol
(CONMEBOL)
CONMEBOL member associations map.svg

Tipo Desportiva
Fundação 9 de julho de 1916 (103 anos)
Sede Paraguai Luque, Paraguai
Membros 10 países
Línguas oficiais Espanhol e Português
Filiação FIFA
Presidente Paraguai Alejandro Domínguez
Sítio oficial www.conmebol.com
Edifício da Confederação Sul-Americana de Futebol. Luque, Paraguai

A Confederação Sul-Americana de Futebol (espanhol: Confederación Sudamericana de Fútbol), mais conhecida pelo acrônimo CONMEBOL, é uma instituição esportiva internacional que organiza, desenvolve e controla competições de futebol. A entidade tem como membros filiados a Associação de Futebol da Argentina, a Federação Boliviana de Futebol, a Confederação Brasileira de Futebol, a Federação de Futebol do Chile, a Federação Colombiana de Futebol, a Federação Equatoriana de Futebol, a Associação Paraguaia de Futebol, a Federação Peruana de Futebol, a Associação Uruguaia de Futebol e a Federação Venezuelana de Futebol.[1] Está sediada na cidade de Luque, (perto da capital Assunção) no Paraguai.

Os campeonatos mais conhecidos são a CONMEBOL Libertadores, disputado por clubes e a CONMEBOL Copa América, disputado por seleções. A confederação possui seu próprio ranking de clubes.

As associações de Guiana, Guiana Francesa e Suriname preferiram aderir à Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe, CONCACAF, mesmo fazendo parte geograficamente da América do Sul.[2]

HistóriaEditar

Em 1916, após o sucesso de um campeonato realizado na Argentina em virtude das comemorações do centenário da independência dessa, com a presença das seleções nacionais da Argentina, Chile, Uruguai e Brasil, o então dirigente uruguaio Héctor Rivadavia Gómez propõe a criação de uma entidade sul-americana de futebol.

Assim, em 9 de julho de 1916, as confederações da Argentina, Chile, Uruguai e Brasil fundam a CONMEBOL.

Posteriormente as outras confederações locais filiaram-se à Conmebol, Paraguai em 1921, Peru em 1925, Bolívia em 1926, Equador em 1927, Colômbia em 1936, e por fim a Venezuela em 1952.

MembrosEditar

 
Antigo logo, usado entre 1989 e 2017

Dez associações nacionais de futebol pertencem à CONMEBOL, representando todos os estados independentes da América do Sul, exceto as federações ou associações nacionais do Suriname, da Guiana e da Guiana Francesa que estão afiliadas à CONCACAF (destas três, apenas as duas primeiras são afiliadas à FIFA). Embora as Ilhas Malvinas possam ter sua própria seleção nacional como outros territórios ultramarinos britânicos (Ilhas Virgens Britânicas, Gibraltar, Anguilla e muitas outras), eles nunca foram membros da CONMEBOL já que seus países membros não apoiam a Argentina no conflito com o Reino Unido sobre a soberania do arquipélago.

Membros afiliadosEditar

País Associação Fundação Afiliação Seleção nacional Primeira divisão
  Argentina AFA 1893 1916 ARG (M, F) Primera División
  Bolívia FBF 1925 1926 BOL (M, F) División Profesional
  Brasil CBF 1914 1916 BRA (M, F) Campeonato Brasileiro Série A
  Chile FFC 1895 1916 CHI (M, F) Primera División
  Colômbia FCF 1924 1936 COL (M, F) Primera A
  Equador FEF 1925 1927 ECU (M, F) Serie A
  Paraguai APF 1906 1921 PAR (M, F) División Profesional
  Peru FPF 1922 1925 PER (M, F) Primera División
  Uruguai AUF 1899 1916 URU (M, F) Primera División
  Venezuela FVF 1926 1952 VEN (M, F) Primera División

Competições organizadasEditar

ClubesEditar

FutebolEditar

Competição Edição atual Última edição Atual campeão
Conmebol Libertadores 2019 2018   River Plate (4º título)
Conmebol Sul-Americana 2019   Independiente del Valle (1º título)
Conmebol Recopa 2019   River Plate (3º título)
J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final 2019   Athletico Paranaense (1º título)
Conmebol Libertadores Sub-20 2018   Nacional (1º título)
Conmebol Libertadores Feminina 2019   Corinthians (1º título)

FutsalEditar

Competição Edição atual Última edição Atual campeão
Conmebol Libertadores 2019   Carlos Barbosa (6º título)
Conmebol Libertadores Feminina 2018   Leoas da Serra (1º título)

Futebol de AreiaEditar

Competição Edição atual Última edição Atual campeão
Conmebol Libertadores 2019   Vasco da Gama (3º título)

Extintas [3]Editar

Futebol masculino

SeleçõesEditar

FutebolEditar

Competição Edição atual Última edição Atual campeão
Copa América 2019   Brasil (9º título)
Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018   Brasil
Sul-Americano Sub-20 2019   Equador (1º título)
Sul-Americano Sub-17 2019   Argentina (4º título)
Sul-Americano Sub-15 2017   Argentina (1º título)
Copa América Feminina 2018   Brasil (7º título)
Sul-Americano Feminino Sub-20 2018   Brasil (8º título)
Sul-Americano Feminino Sub-17 2018   Brasil (3º título)

FutsalEditar

Competição Edição atual Última edição Atual campeão
Copa América 2017   Brasil (10º título)
Sul-Americano Sub-20 2016   Argentina (1º título)
Sul-Americano Sub-17 2018   Brasil (2º título)
Copa América Feminina 2017   Brasil (5° título)
Sul-Americano Feminino Sub-20 2016   Brasil (1º título)

Futebol de AreiaEditar

Competição Edição atual Última edição Atual campeão
Copa América 2018   Brasil (12º título)

Desempenho em finais de Copas do MundoEditar

TotalEditar

21   Brasil (5 títulos, 2 vices, 2 terceiros lugares, 2 quartos lugares)
17   Argentina (2 títulos, 3 vices)
13   Uruguai (2 títulos, 3 quarto lugares)
9   Chile (1 terceiro lugar)
8   Paraguai (1 quartas de final)
6   Colômbia (1 quartas de final)
5   Peru (2 quartas de finais)
3   Equador (1 oitavas de final)
3   Bolívia (1 primeira fase)
0   Venezuela

Títulos das seleções sul-americanas de futebol masculinoEditar

 Ver artigo principal: Principais títulos

Desempenho de seleções e clubesEditar

Títulos de seleçõesEditar

Copa do Mundo
Jogos Olímpicos (medalha de ouro)
Copa das Confederações
Mundialito
Jogos Pan-americanos - Futebol masculino (medalha de ouro)
Jogos Pan-americanos - Futebol feminino (medalha de ouro)
Campeonato Pan-americano
Campeonato Mundial de Futebol Sub-20
Campeonato Mundial de Futebol Sub-17
Copa do Mundo de Futebol de Areia
Universíada - futebol feminino
Taça Independência
Torneio Bicentenário dos EUA
Torneio Bicentenário da Austrália
Jogos Olímpicos da Juventude - Futebol masculino (medalha de ouro)
Jogos Olímpicos da Juventude - Futebol feminino (medalha de ouro)
Jogos Mundiais Militares - Futebol feminino (medalha de ouro)
Torneio Internacional de Toulon
Macabíadas (medalha de ouro)
Notas
  • MEX. ^ Compartilhado com o México
  • OF. ^ Competição organizado pela FIFA

Campanhas de destaque de seleçõesEditar

Copa do Mundo
Copa do Mundo de Futebol Feminino
Jogos Olímpicos
Jogos Olímpicos (futebol feminino)
Copa das Confederações
Mundialito
Jogos Pan-americanos
Jogos Pan-americanos (futebol feminino)
Campeonato Pan-americano
Campeonato Mundial de Futebol Sub-20
Campeonato Mundial de Futebol Sub-17
Copa do Mundo de Futebol de Areia
Copa Ouro da CONCACAF
Copa Ouro Feminina
Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20
Universíada
Universíada (futebol feminino)
Taça Independência
Torneio Bicentenário da Austrália
Jogos Mundiais Militares
Jogos Olímpicos da Juventude - Futebol feminino
Torneio da França

**** junto com Trinidad e Tobago
***** junto com Honduras

Títulos de clubesEditar

Copa do Mundo de Clubes da FIFA
Copa Intercontinental
Copa Rio Internacional
Copa do Atlântico de ClubesEditar

Torneio Octogonal Rivadavia Corrêa Meyer

Copa Interamericana
Copa Suruga Bank


Pequena Taça do Mundo
Recopa dos Campeões Intercontinentais
Mundialito de Clubes

Campanhas de destaque de clubesEditar

Copa do Mundo de Clubes da FIFA
Copa Intercontinental
Copa Interamericana
Pequena Taça do Mundo
Recopa dos Campeões Intercontinentais
Copa Suruga Bank
Mundialito de Clubes

PresidentesEditar

País Nome Início Término
1   Uruguai Héctor Rivadavia Gómez 9 de julho de 1916 3 de outubro de 1936
2   Argentina Luis O. Salesi 29 de abril de 1936 15 de janeiro de 1939
3   Chile Luis A. Valenzuela 15 de janeiro de 1939 27 de fevereiro de 1955
4   Chile Carlos Dittborn Pinto 27 de fevereiro de 1955 30 de março de 1957
5   Brasil José Ramos de Freitas 30 de março de 1957 5 de março de 1959
6   Uruguai Fermín Sorhueta 5 de março de 1959 15 de dezembro de 1961
7   Argentina Raúl H. Colombo 15 de dezembro de 1961 1 de maio de 1966
8   Peru Teófilo Salinas Fuller 1 de maio de 1966 1 de maio de 1986
9   Paraguai Nicolás Leoz 1 de maio de 1986 30 de abril de 2013[4]
10   Uruguai Eugenio Figueredo 1 de maio de 2013 8 de agosto de 2014
11   Paraguai Juan Ángel Napout 8 de agosto de 2014 3 de dezembro de 2015[5]
12   Uruguai Wilmar Valdez 3 de dezembro de 2015 26 de janeiro de 2016
13   Paraguai Alejandro Domínguez 26 de janeiro de 2016

Ligas associadasEditar

CríticaEditar

Em outubro de 2019, Alexandre Senechal escrevendo à revista Veja criticou os diversos erros que a Conmebol vem cometendo ao longo de décadas, que comprometem a segurança dos jogadores e dos torcedores.
"Quantas tragédias serão necessárias até que a Conmebol aprenda? Memória curta da entidade ignora a catástrofe da final da Libertadores do ano passado ao manter Flamengo X River Plate no Chile (…) As palavras ‘Conmebol‘ e ‘segurança’ sempre soaram como antônimos. Apesar do caos social, econômico e político que o Chile passa nas últimas duas semanas, a entidade que organiza o futebol sul-americano não demonstra qualquer preocupação com a decisão de manter a final da Copa Libertadores da Américano Estádio Nacional, em Santiago."
— Alexandre Senechal, Veja, 2019
[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. CONMEBOL. «A instituição». Consultado em 26 de abril de 2014 
  2. Concacaf.com. «As associações nacionais da Concacaf». Consultado em 31 de julho de 2014. Arquivado do original em 5 de setembro de 2015 
  3. http://www.conmebol.com/pages/Ver_Todas_Las_Competiciones.html
  4. «Emotiva Despedida Del Doctor Nicolás Leoz» (em espanhol). Conmebol.com. 30 de abril de 2013. Consultado em 1 de maio de 2013 
  5. «Preso, Napout renuncia "por e-mail" e Conmebol marca eleições para janeiro». Terra Networks. 12 de dezembro de 2015. Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  6. Alexandre Senechal (31 de outubro de 2019). «Opinião: quantas tragédias serão necessárias até que a Conmebol aprenda?». Veja. Grupo Abril. Consultado em 1 de novembro de 2019 

Ligações externasEditar