Abrir menu principal

Wikipédia:Esplanada/Arquivo/2004/Agosto

Nuvola apps ark.png
Arquivos da Esplanada

Índice

Vamos jogar aos países!Editar

Amigos! Reparei agora que as páginas dos países estao seriamente maltratadas. É preciso:

  • Tirar os parêntesis dos linques para as subdivisoes
  • Traduzir bocados das caixas: President e Prime-minister aparecem com frequência
  • Substituir os links Presidente e primeiro ministro por Lista de presidentes de PAIS e Lista de primeiros ministros de PAIS
  • Muitas sao stubs ou nem isso
  • Fazer manutencao geral

Eu já comecei mais ou menos, mas agradecia-se uma ajudinha (sao muitos!) Muriel 14:48, 2 Ago 2004 (UTC)

Eu também já corrigi um monte dessas coisas, mas é uma tarefa chatíssima!... :( --Jorge 18:11, 2 Ago 2004 (UTC)

Redirects em CategoriasEditar

Este tema passou para a página Wikipedia:Categorias. A discussão continua em Wikipedia Discussão:Categorias.

Fomos mencionados no Lado Negro da Web...Editar

... mas falaram bem de nós. Aqui vai uma citação vinda daqui:

Considerada já uma das maravilhas da internet a wikipedia é enciclopédia feita em sistema de voluntariado, em que qualquer pessoa online pode participar na recolha de conhecimentos, e introduzir de forma muito simples, os artigos na sua língua. A versão em inglês tem já mais de 310 mil artigos compilados desde Janeiro de 2001, o que a torna a maior enciclopédia online. A versão em português, menos completa espera por mais voluntários. Uma verdadeira comunidade de conhecimento e partilha, ao alcance de todos e um excelente meio de consulta.

--Jorge 01:55, 5 Ago 2004 (UTC)

Estadounidense ou estadunidense?Editar

Qual a forma correcta usada no Brasil para referir a nacionalidade dos EUA?

É estadunidense; eu mesmo editei alguns artigos com "estadounidense" que aos poucos vou corrigir... O Manuel também citou uma forma encontrada num dicionário, "estado-unidense", me pareceu bonita. --Marcelo 03:42, 11 Ago 2004 (UTC)
Acho que isto é regra linguística. Não tenho a certeza, mas julgo que em casos desses, com a supressão do hífen (que é uma tendência que o acordo ortográfico contempla), se dá a contracção automática com a supressão de uma das vogais, neste caso o "o". É óptimo, este brasileirismo. --Jorge 13:21, 11 Ago 2004 (UTC)

O Aurélio (médio, de 1981) marca apenas estadunidense. E2m 14:17, 11 Ago 2004 (UTC)

Já agora, o Houaiss tem os dois termos: estado-unidense e estadunidense. Também coloca um B na segunda forma, sugerindo que a primeira é usada em toda a lusofonia, enquanto que a segunda é mais característica do Brasil. No português do acordo, no entanto, é essa (a segunda) a forma preferencial, o que basicamente adapta à ortografia a prática praticamente consensual em termos de pronúncia. --Jorge 14:41, 11 Ago 2004 (UTC)

Aqui também se usa ianque e norte-americano com freqüência (mais que estadunidense). e2m 15:56, 11 Ago 2004 (UTC)

Jorge, também já pode ser usado em Portugal, pelo que vi no ciberduvidas da Lingua portuguesa, é o termo mais correcto para definir os cidadãos dos EUA em português, acho que deviamos usar todos estadunidense (estadounidense não tem sentido em português por causa do "ou" - em português é "uu" logo "u"). Vou mudar os artigos onde pus "norte-americano" para esse. e2m, aqui tb, mas estadunidense é mais correcto que norte-americano. Porque a América do Norte vai do Canadá ao Panamá.--Pedro 16:46, 11 Ago 2004 (UTC)

Eu considero que vai do Canadá até o México. e2m 16:59, 11 Ago 2004 (UTC)

Quanto a isso, as opiniões dividem-se. Há muito quem considere a América Central (que vai do istmo de Tehuantepec, no México, ao do Panamá) simplesmente uma parcela da América do Norte (e as Caraíbas também). Um subcontinente, digamos, até porque essa zona já fazia parte do continente norte-americano antes de ter surgido o istmo do Panamá.
Quanto ao termo, o mais comum neste cantinho do mundo é "americano", sem mais. --Jorge 17:51, 11 Ago 2004 (UTC)

Centro-americano é usado e difundido. E2m 18:29, 11 Ago 2004 (UTC)

Er... sim, claro, mas estava-me a referir ao equivalente de "estadunidense"... --Jorge 18:49, 11 Ago 2004 (UTC)

GréciaEditar

Alguém vá lá dar uma olhada na pg da Grécia, por favor, eu não faço idéia de como arrumar aquilo. Mrcl 04:18, 12 Ago 2004 (UTC)

E na pg de Portugal também... Mrcl 04:21, 12 Ago 2004 (UTC)

Já arrumei essas páginas que estavam vandalizadas! --Jaques O. Carvalho 07:25, 14 Ago 2004 (UTC)

Interesse enciclopédicoEditar

Gostava de saber a opinão de outros wikipedistas sobre os artigos que são referenciados ná página da freguesia Ninho do Açor. Na minha opinião esse artigos têm pouco ou nenhum interesse enciclopédico. O Jorge arrumou tudo em artigos separados, mas penso que teria sido preferível juntar todos num único artigo. --Rui Malheiro 14:04, 12 Ago 2004 (UTC)

Eu também acho que têm pouco ou nenhum interesse enciclopédico, e seria favorável à sua eliminação (mas não vou assumir sozinho essa responsabilidade), mas acho que assuntos diferentes devem estar em artigos diferentes. Acho que um artigo sobre uma freguesia deve incluir informações sobre a freguesia (passado e presente, geografia, população, etc.), mas não deve incluir biografias de gente relacionada com ela. Ou seja, a na minha opinião deve-se ou eliminar aquelas páginas (o que eu prefiro), ou deixá-las como estão. --Jorge 15:34, 12 Ago 2004 (UTC)

Não pude verificar todas, mas as que vi eram pouco relevantes. Sugiro eliminação geral. --Patrick 16:31, 16 Ago 2004 (UTC)

    • Podem ser para nós pouco relevantes as pessoas que lá estão. Acho que está bem, cada pessoa com um artigo, e um link na freguesia para os ilustres da Terra. Como está, acho que está bem. -Pedro 17:16, 16 Ago 2004 (UTC)


Frescura dos Franceses? (cor de fundo na discussão)Editar

Aí... Percebi que na WP francesa as páginas de discussão tem uma cor de fundo diferente. Eu achei isso legal. Deve ser fácil alterar. Vocês acham que vale a pena ou isso é só frescura dos franceses?

--Osias 18:25, 12 Ago 2004 (UTC)

Gostei Jurema Oliveira 03:22, 14 Ago 2004 (UTC)\


Obrigado pela opinião. Alguém mais? Eu sou novo e não peguei ainda a idéia de a quem cabem essas decisões e tal. Nem quem mexe. --Osias 13:23, 14 Ago 2004 (UTC)

A Alemã também tem frescuras coloridas. Acho que devíamos ter. E2m 05:45, 18 Ago 2004 (UTC)

Também gostei.

Jurema Oliveira 06:07, 18 Ago 2004 (UTC)

Gostam?Editar

É assim que gostam? --Jorge 01:56, 21 Ago 2004 (UTC)

  • Parece que todo mundo agradou... --Osias 20:59, 23 Ago 2004 (UTC)

Côr na página de previsãoEditar

Seria possível ter uma cor diferente para o fundo da página de previsão? Às vezes estou a editar mais do que um artigo e troco as mãos relativamente ao que já gravei ou nao. Se a cor de fundo da página de previsão fosse diferente era uma ótima ajuda visual. -- Rui Malheiro 15:31, 10 Set 2004 (UTC)

Dúvidas de TeXEditar

Alguem pode me ajudar ?

no exemplo :

<math>dE\;=\;(\frac{\partial E}{\partial T})_V dT</math>

que vai dar:

 , o V de sufixo não está colocado suficientemente baixo., como consertar este problema ? ( para um trabalho no Wikilivros ) Hibisco-da-Ilha 13:53, 16 Ago 2004 (UTC)


Você deveria usar:

<math>dE = \left(\frac{\partial E}{\partial T}\right)_V dT</math>

  E2m 16:24, 16 Ago 2004 (UTC)

AtlânticoEditar

Pessoal, dêem uma olhadela numa pergunta deixada por um anónimo não destrutivo (uau!) na discussão:oceano Atlântico. Eu respondi, mas sem certeza. --Jorge 17:46, 16 Ago 2004 (UTC)

Brazilian PortugueseEditar

Antes que nada perdonen que este en español. Por favor vean Wikipedia-L Brazilian Portuguese y respuestas dadas por el momento, creo que es de interes para todos ustedes. Saludos JorgeGG 04:28, 18 Ago 2004 (UTC).

Páginas, links, ou ligações externasEditar

Tenho visto o uso de Links externos e Ligações externas nos artigos, quando se colocam os endereços de outras páginas fora da wikipédia. Acho que os dois termos são inadequados, visto que nem o link nem a ligação é externa. Entendo que correto é Páginas externas ou Ligações para (páginas) externas. Gostaria de saber qual a opinião do resto da comunidade e se podemos padronizar algum termo. E2m 23:30, 18 Ago 2004 (UTC)

  • Oi e2m. Também já tinha reparado nessa falta de padronização. Penso que "páginas externas" é o melhor. -Pedro 23:41, 18 Ago 2004 (UTC)
  • Não é so nesse caso que há incoerência, nas referências internas também é o mesmo ('Ver também', 'Artigos relacionados', 'Páginas relacionadas', ...). No caso dos links externos, prefiro "Referências externas" (porque é o que melhor define os links), mas "Páginas externas" também serve. Proponho que se crie uma página que agrupe estas definições (um glossário ou outro nome mais adequado) para colocar nas "Decisões da comunidade". --Rui Malheiro

Eu tenho usado o termo "Recursos exteriores à Wikipédia"--Rui Silva 14:44, 20 Ago 2004 (UTC)

  • Coloquem em votação e que o pessoal escolha. -Pedro 16:24, 20 Ago 2004 (UTC)
  • Sista-se à vontade para colocar, eu acho que ainda podemos pegar mais algumas opiniões e chegar a um consenso. Eu acho que referências não é o que melhor define os links poisjá temos um significado muito claro para referências, ainda mais que estamos fazendo artigos. Referências, em qualquer trabalho, significam outros trabalhos usados para a realização do nosso. Se adotarmos Referências externas acho que o sentido ficará comprometido. Poderão haver casos em que o artigo tenha Referências, e aí ficará estranho. Páginas externas é o meu termo preferido. Acho Artigos relacionados o melhor para ligações dentro da wikipédia. E2m 00:18, 21 Ago 2004 (UTC)
  • Estou convencido em relação a Referências externas não ser adequado. Passo então a preferir Páginas externas. Para ligações internas, também prefiro (e tenho usado) Artigos relacionados. --Rui Malheiro 01:11, 21 Ago 2004 (UTC)
Página é um termo utilizado quando se faz uma ligação a um determinado endereço na Internet, normalmente estático, como por exemplo: http://www.planalto.gov.br/legisla.htm. Quando colocamos uma ligação para um sítio como um todo (por exemplo, http://www.brasil.gov.br/), não é apropriado classificá-lo como uma página. Não vejo impedimento ao uso do termo referências externas. A wikipédia não é um periódico científico, não entendo que exista confusão com a palavra referência (Houaiss: 1 ato de se reportar a; menção), que me parece neutra e clara para um leigo ou visitante comum. --Patrick 01:54, 21 Ago 2004 (UTC)
É correto sim chamar de página um sítio como todo. Acesse a página que você citou: http://www.brasil.gov.br/ e veja "Páginas do Governo Federal" listando uma série de coisas que você classificaria como sítio. Um exemplo nã acaba com a questão, entretanto. Você acabou por levantar mais uma variante, Sítios externos. E2m 02:15, 21 Ago 2004 (UTC)
Referências não são usados só em trabalhos científicos, eu uso desde o primeiro grau. Se eu fizer umaartigo que tenha referências, ele fica melhor com as seções "Artigo relacionados", "Páginas externas" e "Referências", na minha opinião. E2m 02:19, 21 Ago 2004 (UTC)

Categoria línguasEditar

Ninguém comentou o que falei na discussão da categoria línguas? Eu vou chorar... :(


--Osias 16:42, 20 Ago 2004 (UTC)

Reflexão sobre direitos autorais, imagens e comercialização do conteúdo da wikipédiaEditar

(Peço desculpas se houver alguma imprecisão técnica no artigo. João, você, por ser mais experiente no trato com a filosofia GNU, corrija diretamente o meu texto se for necessário)

Alguns colegas têm colocado imagens na wikipédia de autoria própria com restrição de distribuição comercial. Um exemplo recente é Imagem:Castelo abrantes.jpg (Rui, não é nada pessoal, já vi vários casos semelhantes)

Respeitosamente, teço alguns comentários e faço um convite: mudem de idéia e adotem plenamente a licença GNU FDL.

Primeira consideração inicial: eu acredito piamente que a wikipédia em português - tal como a versão em inglês - será um estrondoso sucesso e fará parte do dia-a-dia dos cidadãos que têm como língua mãe o português.

Segunda consideração inicial: há algum outro projeto semelhante cujo sucesso possa nos inspirar e mostrar acertos e erros? Sim, há. É o Linux. Em 1991, Linus Torvalds publicou seu trabalho inicial e teve a feliz idéia de submetê-lo à licença GPL. Essa licença, à semelhança da GNU FDL (já que redigida pela mesma Fundação, a Free Software Foundation), não é sinônimo de domínio público. Ela exige o respeito ao direito autoral, o reconhecimento da autoria do software pelos colaboradores do projeto e os protege da ação de piratas que utilizem o seu código em programas proprietários (não confundir com programas comerciais). No entanto, ela não proíbe a comercialização por terceiros do material produzido (afinal, estamos falando de liberdade). Isso é ruim? Não, muito pelo contrário. Provou ser o um grande acerto da licença GPL! Graças a essa liberdade, podemos adquirir por pouquíssimos dólares (US$ 3) ou reais (R$ 10) um sistema operacional de alta qualidade (vide: http://www.cheapbytes.com, http://www.linuxmall.com.br ou passe na sua banca de jornal preferida). Isso sem falar no desenvolvimento descentralizado de empreendimentos comerciais complementares: (http://www.redhat.com, http://www.suse.de, http://www.mandrakesoft.com, http://www.caixamagica.pt, http://www.conectiva.com.br ).

Se Linus Torvals tivesse restringido seu trabalho para uso não comercial, o Linux não teria sucesso e milhões de sítios na Internet não existiriam hoje. Mesmo que ele tivesse permitido o uso comercial mas não a sua distribuição com fins lucrativos, qual teria sido o resultado? Fracasso total, também. Quem, em 1991 ou 1992, dispunha de acesso à Internet para baixar os arquivos diretamente do FTP da Universidade de Helsinque? Puxa, eu só vim a ter acesso discado à Internet em 1997. E até hoje, é o único que possuo, meu acesso banda larga é na faculdade e não posso fazer o download de grandes arquivos (exemplo: CDs de distribuições linux e o conteúdo completo da wikipédia) e nem acessar o IRC (o que, como administrador, castra minha capacidade de colaborar mais intensamente com o projeto).

Ao restringirmos a distribuição comercial da wikipédia, estamos sendo elitistas. O custo mensal de uma linha telefônica no Brasil é de R$ 40,00 (pelo poder paritário de compra, isso é semelhante a US$ 40,00 ou 40 euros) e isso desde que você não a utilize. No mês em que estava de férias e fiz uso um pouco mais intensivo, minha conta saltou para R$ 100,00. Banda larga, nas escassas localidades onde está disponível, custa aproximadamente R$ 120,00 mensais.

Ao permitimos a distribuição comercial do conteúdo da wikipédia, estamos favorecendo quem tem um menor poder aquisitivo. Comparem os custos relatados no parágrafo anterior com a possibilidade de comprar um CD na banca da esquina por apenas R$ 15,00. É relativamente fácil, mesmo nos rincões mais esquecidos do Brasil, conseguir um PC ultrapassado com leitor de CD-ROM e com capacidade de processamento suficiente para executar um leitor off-line da wikipédia. No entanto, o custo de conectá-lo a Internet é astronômico. Um ínfimo percentual (15 a 20%) dos municípios brasileiros possui um provedor local de acesso à Internet (e muitos menos dispõem de banda larga). Nos demais, é preciso pagar o valor de uma ligação interurbana (estupidamente mais caro que os meus custos, citados no parágrafo anterior)!

Não se preocupem, a distribuição comercial do conteúdo da wikipédia não fere o seu direito de autor. Lembre-se que a GNU FDL o protege da pirataria! Também não se preocupem com trabalho derivativo. Se a Microsoft utilizar seus textos e suas fotos na próxima versão da Encarta, terá que publicar o trabalho derivado também sob a licença GNU FDL e você poderá reaproveitar esse material de novo na wikipédia. A opção História existe em todos os artigos e sua finalidade não é apenas permitir a fácil reversão de vandalismo, mas também registrar a coletânea de autores do artigo.

Outra questão importante: digamos que, semana que vem, a empresa que graciosamente cede sua banda de conexão à Internet para a wikipédia venha a falir. O que será do projeto? Tudo o que estiver submetido à licença GNU FDL poderá ser recolocado on-line em outro provedor, sem o menor trauma. Aliás, nada impede que isso ocorra agora, neste exato momento. Já houve um fork desse tipo na wikipédia em espanhol: http://www.enciclopedia.us.es/ (viu Pedro, as nossas discussões são inocentes colóquios perto do que acontece em outras edições). Você mesmo quer criar o fulanodetalpedia.org? Basta baixar os arquivos com o conteúdo da wikipédia: http://download.wikimedia.org/ Nada impede que alguém crie o fulanodetalpedia.com, coloque publicidade e transcreva o conteúdo da wikipédia (desde que respeitada a GNU FDL, é claro).

Por isso, peço um favor a todos, coloquem imagens de sua autoria nas condições da GNU FDL.

A respeito de imagens originárias de órgãos públicos brasileiros, também vou comentar. Tenho vários parentes funcionários públicos e eles são taxativos a respeito: se o funcionário não coloca por escrito o que diz por telefone, é porque não está convicto do que diz. O Estado do Rio Grande do Sul, em particular, tem um péssimo precedente. Uma empresa pública que lhe é vinculada abriu o código fonte de um programa de sua autoria sob a licença GPL e, recentemente, voltou atrás e declarou tal ato nulo. Portanto, sou da opinião de que se não houver um texto, explícito e publicamente divulgado no respectivo sítio, indicando a liberdade de uso das imagens/textos, não devemos utilizá-las, mesmo que se trate de símbolos oficiais definidos em lei. Isso enfraquece a wikipédia. Digo e repito: um dia faremos grande sucesso. Esse sucesso, não se iludam, irá incomodar muita gente com trânsito político. Daí a pipocarem ações judiciais será apenas um pequeno passo.

Este é apenas um convite à reflexão. Por favor, não criem um flame war com base no que escrevi. --Patrick 15:36, 21 Ago 2004 (UTC)

Concordo com tudo o que dizes (já agora, trabalho quase exclusivamente com Linux desde 2002) e vou só comentar a licença que uso para imagens. Eu uso a licença "Creative Commons, attribute, share-alike, non comercial" que não é 100% compatível com a GNU FDL devido ao "non-comercial". Eu usaria GFDL se fosse possível garantir que qualquer utilização comercial da minha fotografia seria feita também ao abrigo de uma licença compatível GFDL. Infelizmente, se uma fotografia GFDL for usada, por exemplo, numa revista, essa revista não necessita de ser publicada como GFDL. Na prática, publicar uma imagem como GFDL é muito semelhante a coloca-la no domínio público. Aqui é onde eu bato o pé. Se uma empresa necessita de uma foto do castelo de Abrantes para ilustrar um texto, tem toda a liberdade de ir até lá e tirar uma. Se quiser utilizar a minha, contactem-me e acordamos o preço (isto é obviamente uma questão de princípios, as minhas fotos não são nada de espetacular).
Quanto á licença que uso para a Wikipédia, eu sou bem claro no texto que considero a utilização das fotografias como "fair use" pelo que as imagens podem ser usadas neste ou noutro projecto que pode ser emprestado, dado, alugado ou vendido com elas junto. Apenas não podem ser utilizadas para fins comerciais se separadas do contexto da Wikipédia ou de outro produto derivado e que mantenha a licenca GNU FDL. --Rui Malheiro 16:43, 21 Ago 2004 (UTC)
Prezado Patrick, poderias dar mais detalhes sobre o caso da empresa do Rio Grande do Sul? Grato, E2m 14:12, 24 Ago 2004 (UTC)
E2m, acho que o Patrick está falando do software Direto da PROCERGS, detalhes aqui. --gbitten 15:19, 24 Ago 2004 (UTC)
Pelo que entendi, no caso da PROCERGS, havia na página da mesma um texto assegurando que o software era GPL, e mesmo assim aconteceu o que tu falaste. E2m 16:16, 24 Ago 2004 (UTC)
O que nos deve deixar ainda mais atentos quando se tratar de material originário de *.gov.br. Lembro que não há no Brasil, como nos EUA uma previsão legal que coloque no domínio público tudo o que é produzido pela Administração Pública. Pelo contrário, veja o exemplo do planalto.gov.br: § 1° A reprodução de mais de vinte atos distintos em volume superior a cinqüenta cópias, bem como a divulgação do conteúdo da base de dados em sítio diverso, requer autorização do Subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República. (e essa restrição, vejam só, se refere ao texto de leis!?!). Continuo aguardando resposta à consulta que fiz em julho. Talvez seja um bom sinal, pode ser que a assessoria jurídica esteja analisando o caso. --Patrick 16:52, 24 Ago 2004 (UTC)
Talvez seja mais fácil ir pegar os dados sobre o Brasil lá nos Estados Unidos... Vai sair uma regulamentação de software livre no Brasil ou isso é só boato? E2m 17:12, 24 Ago 2004 (UTC)

Adote um dia do ano!Editar

Está sendo lançada a campanha Adote um dia do ano! com o objetivo de melhorar estas páginas da Wikipédia. A nossa realidade é horrível, pois temos uma série de dias carentes, dias de rua, sem o mínimo que um artigo de dia precisa ter. Para participar é muito simples:

  1. Escolha um dia do ano. Pode ser o dia do seu aniversário, da independência do seu país, do dia do seu casamento ou qualquer outro neste espírito. Visite o orfanato.
  2. Visite a página do seu dia. Veja o que pode melhorar, se as ligações estão corretas, etc.
  3. Mande o seu dia para a escola. Ou seja, categorize-o em categoria:Dias do ano.
  4. Crie o redirecionamento para os brasileiros. Nós brasileiros gostamos dos dias no formato 2 de abril ao invés de 2 de Abril. Além disso, se for o primeiro dia do mês, o redirecionamento em 1o de abril e similares será necessário.
  5. Inclua a informação contida nos artigos afluentes. Clique em artigos afluentes e você terá uma lista de artigos com informações que certamente não estarão na página do dia. Geralmente, as pessoas colocam nos seus artigos as ligações para os dias mas não os atualizam. Faça-o.
  6. Coloque o seu dia para brincar com os estrangeiros. Veja se seu dia tem o telefone dos amiguinhos em outras línguas. As páginas em outras línguas também são uma boa fonte de informação para melhorar a condição do seu dia.
  7. Procure mais informações. O Google e os meios tradicionais podem dar uma boa colaboração para o seu dia crescer saudável e forte.
  8. Faça a manutenção. Continue dando uma atenção para o seu dia, pois ele é como um filho: mesmo que vá embora da casa dos pais, ele ainda precisará apoio.
  9. Coloque o seu nome na lista abaixo.

Se você quiser também adotar mais de um dia, ou um dia e um ano (as regras são as mesmas para os dois), fique à vontade.

Para os que participarem da campanha, eu prometo um chocolate, disponível para ser retirado aqui em casa, em Porto Alegre. E2m 02:23, 23 Ago 2004 (UTC)

  1. E2m 02:23, 23 Ago 2004 (UTC) adotou 4 de Novembro e 1971.
  2. gbitten 17:10, 23 Ago 2004 (UTC) adotou 29 de Fevereiro.
  3. Pedro 17:40, 23 Ago 2004 (UTC) adoptou 29 de Junho.
  4. E-roxo 23:02, 23 Ago 2004 (UTC) adoptou 21 de Fevereiro e 15 de Junho
  5. Jurema Oliveira 23:44, 23 Ago 2004 (UTC) adotou 2 de Março
  6. Marcelo 16:35, 24 Ago 2004 (UTC) adotou 24 de Janeiro

DiscussãoEditar

Gbiten nasceste no dia 29 de Fevereiro, como comemoras o teu aniversário. :P Pedro 17:40, 23 Ago 2004 (UTC)

Eu sou de agosto porem acho do "dia bissexto" interessante, vale uma pesquisa. --gbitten 13:06, 24 Ago 2004 (UTC)

Proponho que mude os artigos dos dias que estão atualmente dividos em "sub-sub-seções" para seções e que os títulos das seções comecem com letra maiúscula, algo assim:

== Eventos históricos ==

== Nascimentos ==

== Falecimentos ==

== Feriados e eventos cíclicos ==

--gbitten 16:45, 24 Ago 2004 (UTC)


Pessoal, percebo que muitos têm buscado listagem de artigos correspondentes em outras línguas (interwiki) na EN, mas agora há pouco percebi que a FR tem uma lista mais completa de interwiki para os dias do ano, vale dar uma olhada... Marcelo 16:53, 24 Ago 2004 (UTC)
Concordo com o gbitten. As FR, DE e ES tem listas mais completas. Observe a lista que eu juntei nas mudanças recentes. E2m 00:11, 25 Ago 2004 (UTC)

Os testes lamer que os caras fazemEditar

Penso que a maioria das pessoas que fazem teste idiotas em páginas que não são para teste poderia ler um aviso, que estivesse em todas as páginas de edição:

* Por favor, não faça testes nessa página, para isso use 
* (alguma coisa aí). Se quer saber se é mesmo verdade que 
* qualquer um pode editar, acredite em mim: é verdade.

--Osias 21:04, 23 Ago 2004 (UTC)

Um pedido para não fazer testes já lá está. --Jorge 00:37, 24 Ago 2004 (UTC)
Lá aonde? --Osias 12:03, 24 Ago 2004 (UTC)
No topo do formulário de edição de novas páginas... --Rui Malheiro 15:11, 24 Ago 2004 (UTC)
  • Eu sei, eu estava me referindo às páginas já existentes. Ademais, um link direto para a página em que as pessoas podem fazer testes no texto de aviso seria útil.
  • Mais: ninguém no Brasil sabe o que é um parque dos miúdos, eu sugiro que haja uma versão brasileira dessa página de testes, chamada parquinho. É a palavra usual aqui. É que a maioria dos novatos que desfiguram páginas falam em pt brasileiro, mesmo...

--Osias 15:24, 24 Ago 2004 (UTC)

Eu acho a denominação parque dos miúdos incorreta. Por contraposição, parece que a Wikipédia é uma coisa séria e para adultos. A maioria dos novatos que desfiguram as páginas é brasileira porque existem 18 brasileiros para cada português. 200.102.74.160 15:29, 24 Ago 2004 (UTC)

  • "...18 brasileiros para cada português" -> Eu sei disso. Ah, tem que levar em consideração a porcentagem de uso da net nos dois países, mas de qualquer forma isso nào importa.
  • AH! Tenho uma sugestão de palavra neutra e livre da conotação de infantilidade: Zona livre.

--Osias 15:34, 24 Ago 2004 (UTC)

  • Em Portugal, parque dos miúdos não é a tradução corrente de playground, o mais usual é parque infantil, ou parque de diversões. Concordo que qualquer tradução literal de playground passa uma ideia de coisa para crianças. Sugestões:
    • Banco de ensaios
    • Sala de testes
--Rui Malheiro 16:05, 24 Ago 2004 (UTC)
  • A propósito, sugeri Zona livre porque a palavra Zona teria uma dupla conotação de "bagunça" e supostamente eles iriam para um lugar que se sentissem livres para bagunçar.
  • Minha premissa é que muita gente poderia até mesmo virar contribuidor regular se não se enxergasse como inimigo da Wikipédia... --Osias 16:55, 24 Ago 2004 (UTC)
Essa discussão me parece um tanto estéril. Não acho que a denominação da página de testes tenha tanto a ver com a decisão da pessoa em contribuir ou não com a Wikipedia. Existem coisas mais importantes, como o layout da página inicial, a quantidade de artigos de ajuda disponíveis (traduzidos ou criados), etc. A EN usa sandbox e tem mais de 100k artigos... Marcelo 16:58, 24 Ago 2004 (UTC)
O ponto não é esse. E sim se um aviso em TODA página de edição vai ajudar. Paralelamente, mudar o nome da página de testes pode ajudar, sim. Todo falante de inglês sabe o que é uma Sandbox. Agora, quase todo mundo no Brasil fica tentando imaginar o que seria um miúdo... --Osias 17:11, 24 Ago 2004 (UTC)

Comentários sobre esta discussão:

1. Podem existir mais de duas páginas de testes. Podemos ter uma com o nome actual e outra com um nome que mais agrade aos brasileiros.

2. A página actual pode perfeitamente mudar de nome para um nome mais neutro.

3. Se calhar não é tecnicamente possível colocar um aviso em todas as páginas de edição. Se calhar tem que ir parar ao mesmo sítio que o aviso do copyright. Alguém sabe os detalhes?

4. Duvido que quem adiciona lixo à wikipédia seja sensível a avisos.

--JoaoMiranda 23:39, 24 Ago 2004 (UTC)

Não é possível incluir um aviso específico sobre edição por causa da estrutura do MediaWiki, pelo que eu pude perceber. Mas existe uma saída bastante simples para incluir um pequeno aviso adicional depois da linha "edithelp" => "Ajuda de edição", do arquivo LanguagePT.php. Inclusive imagino eu que ele deve ser incluído entre , algo como:
"edithelp" => "Ajuda de edição | Área de Testes"
Eu não sei quem está habilitado a alterar esse arquivo LanguagePT.php, mas ele precisa ser atualizado de qualquer modo - existem várias palavras não traduzidas. 201.0.7.148 00:33, 25 Ago 2004 (UTC)

</nowiki>

O ficheiro LanguagePT.php deixou de ser utilizado. Agora a tradução é feita nas páginas linkadas em MediaWiki:All_system_messages. Só os administradores é que podem editar essas páginas. --JoaoMiranda 01:17, 25 Ago 2004 (UTC)

Contribuindo a GalopeEditar

Tem um monte de páginas que eu poderia estar traduzindo ou mesmo escrevendo do zero mas meu tempo é curto e quando eu tenho tempo, minhas mãos já estão doendo de tanto digitar, pq trabalho com computador a semana inteira.

Mas eu tenho microfone e placa de som.

Então... vocês conhecem algum software de ditar textos em português GRATUITO que eu possa baixar? Já procurei pra todo lado...

--Osias 12:31, 25 Ago 2004 (UTC)

Duvido que exista. --JoaoMiranda 00:54, 26 Ago 2004 (UTC)
Se você usa Windows, há uma chance de encontrar alguma solução baseada no Microsoft Agent, que é uma interface de speech (tanto fala quanto reconhecimento) elaborada pela Microsoft. (Consulte http://www.microsoft.com/msagent/default.asp) Mas é improvável que seja gratuito. Se você trabalha no computador com programação, pode se virar consultando a API do Microsoft Agent e escrevendo alguma coisa, quem sabe não se torna o primeiro projeto free software nessa área? Marcelo 02:02, 26 Ago 2004 (UTC)
Eu entendo muito pouco de reconhecimente de voz e ainda estou com pouco tempo disponível para projetos pessoais de programação - tem vários parados... Mas o que essa API faria? Osias 15:02, 31 Ago 2004 (UTC)
Osias, se encontrares o tal software, por favor me avise. Por e-mail, se possível. Estou com o mesmo problema. Brigado, Amorim Parga 02:17, 30 Ago 2004 (UTC)
Pois é, estou chegando à conclusão que não existe... --Osias 15:02, 31 Ago 2004 (UTC)

Categorias nas predefiniçõesEditar

O que acham de incluir as categorias nas predefinições que lhes estão associadas? Um exemplo obvio é o casos dos países, que poderiam ser facilmente categorizados através das tabelas que são inseridas em cada um. No caso de Portugal: Países da Europa, UE, CPLP, e OTAN. A única desvantgem que vejo é o facto de a própria predefinição passar a aparecer na categoria, assim como a página Wikipedia:Namespace predefinição passava a aparecer em todas as categorias em questão.

Isto já está a ser feito para {{A-Z}} e {{apagar}}, mas antes de aplicar a outros gostava de ter a aprovação da comunidade. -- Rui Malheiro 13:13, 26 Ago 2004 (UTC)

O namespace principal devia ser estanque. Quem consulta a wikipédia não devia encontrar links para os bastidores no namespace principal. O mesmo princípio deve ser aplicado às categorias. Deviam existir categorias gerais que englobam todos os namespaces (meta-categorias) e categorias cuja função é apenas categorizar o conteúdo.
Isto significa que {{A-Z}} não devia estar na categoria Alfabeto Latino mas numa meta-categoria que inclui {{A-Z}} e a categoria Alfabeto Latino. --JoaoMiranda 14:10, 26 Ago 2004 (UTC)
Compreendo e concordo com os argumentos sobre a separação do namespace geral dos outros, mas não entendo como é que essa das meta-categorias se aplica ao que estou a propor. O objectivo é que, ao incluir uma predefinição num artigo, esse artigo fique categorizado automagicamente. -- Rui Malheiro 23:13, 26 Ago 2004 (UTC)
Estive a pensar nisso, e arranjei um workaround para que as categorias incluidas através das predefinições apenas apareçam no namespace geral, mas tem o efeito colateral de estragar a apresentação nos outrs namespaces. Basicamente seria aplicar a categoria na predefinição da seguinte forma: [[categoria{{NAMESPACE}}:Alfabeto latino]]. -- Rui Malheiro 23:51, 26 Ago 2004 (UTC)

Canal de IRCEditar

Foi criado no Freenode um canal de IRC para a wikipédia portuguesa. Para lhe ter acesso não têm mais que apontar os vossos browsers para:

caso tenham os vossos sistemas construídos de maneira que o browser reconheça um endereço de IRC e chame o programa adequado. Caso contrário, é abrirem o vosso programa de IRC, seleccionarem (ou acrescentarem) o servidor irc.freenode.net e depois entrarem no canal #pt.wikipedia.

Não tem grande movimento, por enquanto, mas pode servir para conversas rápidas sobre isto ou aquilo. O boss é o E2m. --Jorge 14:56, 27 Ago 2004 (UTC)

(http:)//www.hostgold.com.br/hospedagem/Página_principalEditar

Alguém sabe me dizer o que é isto? E2m 03:30, 29 Ago 2004 (UTC)

Alguém que tem online uma versão antiga da pt.Wikipédia (um dump da base de dados) mas não fez as configurações corretamente (nomeadamente esqueceram-se de alterar o namespace template para predefinição). -- Rui Malheiro 12:39, 29 Ago 2004 (UTC)

Mas eles não deveriam de alguma maneira citar a wikipédia original e colocar avisos sobre a licença? E2m 16:12, 29 Ago 2004 (UTC)

Isso não está bem definido, mas em princípio deve haver um link em cada artigo para o respectivo artigo da wikipedia. Para alem disso, a licença GNU FDL deve estar bem visível. Se esse site for editável, os artigos derivados da wikipédia têm que estar sob licença GNU FDL. --JoaoMiranda 16:23, 30 Ago 2004 (UTC)

RiosEditar

Vou criar subcategorias de categoria:Rios para classificar os rios por país, mas estou na dúvida se hei de usar categoria:rios portugueses ou categoria:rios de Portugal. Eu prefiro rios de Portugal, porque acho que portugueses tem um sentido de "possessão" que não me soa bem. O que acham? -- Rui Malheiro 12:30, 29 Ago 2004 (UTC)

Esqueçam, já existe categoria:rios portugueses, apenas não estava classificado em categoria:rios. -- Rui Malheiro 12:42, 29 Ago 2004 (UTC)

Já agora, ainda sobre rios, para ser considerado português um rio tem que nascer em Portugal ou basta que passe por lá? -- Rui Malheiro 15:04, 29 Ago 2004 (UTC)

Basta passar por lá, acho... aliás quando me perguntam de onde é o tejo eu digo que é Português ;) --E-roxo 15:16, 29 Ago 2004 (UTC)

Basta passar. O Tejo é provavelmente mais português que espanhol, apesar de ter um curso (e bacia) maior em Espanha. Mas é muito mais importante para Portugal que para Espanha. --Jorge 15:20, 29 Ago 2004 (UTC)
Era o que pensava, mas como na inglesa os rios parecem estar apenas associados ao país com a nascente, fiquei na dúvida. -- Rui Malheiro 15:50, 29 Ago 2004 (UTC)

Tradução das WikistatsEditar

Pessoal, para quem não conhece, o sítio Wikistats tem um mooonte de estatísticas sobre todas as wikipédias. Eu traduzi a página para o português, mas gostaria que mais gente revisasse pra ver se tem erros e/ou sugestões. O Erik, o sujeito que cuida do sítio, colocou uma versão de teste da tradução aqui; ele pretende uploadear uma nova versão do script na sexta, acho que é tempo suficiente para revisarmos. Se não for, tudo bem, mandamos a ele a versão revisada depois. Qualquer coisa, me escrevam. Amorim Parga 02:47, 30 Ago 2004 (UTC)

Parece estar bom. Nos números que excedem o milhar, prefiro o uso de "k" (ao invés de "mil"), que é uma maneira mais curta, mais rápida e mais correta (tecnicamente) de indicar essas quantidades; facilita também a leitura da página por pessoas de outros idiomas. Há também um pequeno erro na legenda da tabela principal: a letra "A" (tem um "que" a mais no final da linha, deve ficar só "wikipedistas"). A frase "Artigos que contêm pelo menos uma ligação interna e .. caracteres de texto legível, não contando códigos wiki e html, ligações ocultas, etc.; títulos também não contam (excluindo páginas de redirecionamento)" está com pontuação errada. No mais, está OK. Marcelo 15:06, 30 Ago 2004 (UTC)
Quanto à primeira frase, Marcelo, foi erro de copiar/colar, eu já corrigi (a frase certa é "wikipedistas que editaram x vezes etc etc", como na tabela logo abaixo, "aumento no número de wikipedistas que editaram..."). Já na segunda frase, a pontuação não me parece estar errada. O original era:
"Articles that contain at least one internal link and 200 characters readable text, disregarding wiki- and html codes, hidden links, etc.; also headers do not count (other columns are based on the official count method)" (copiei isto do arquivo em questão, eliminando nbsps e <br>s )
A minha tradução foi, também eliminando as tags:
Artigos que contêm pelo menos uma ligação interna e 200 caracteres de texto legível, não contando códigos wiki e html, ligações ocultas, etc.; títulos também não contam (outras colunas são baseadas no método oficial de contagem)
Na tua opinião, onde está o erro? Concordo que talvez haja uma tradução melhor.
E já que estou aqui a comentar a tradução, coloco duas dúvidas que tive: como eu traduzo "from the SQL dump files of"? Como eu não soube traduzir dump, displicentemente tirei a palavra. Além disso, na parte de estatísticas de visitantes, eu não soube traduzir "hits". Se alguém puder buscar as tais definições do tal webalizer e explicar a diferença entre hits e visits neste caso, seria legal. Amorim Parga 16:29, 31 Ago 2004 (UTC)
Na segunda frase, não é erro de pontuação: falta(va) o 200, no lugar de "..". Agora parece que está OK. Bom, quanto a esse trecho que você tem dúvida, acho que uma boa tradução seria: "a partir de cópias do banco de dados SQL". "Dump" seria o equivalente a um backup, uma extração dos dados a partir do banco de dados; poderia então ficar "a partir das extrações do banco de dados SQL". Quanto a "hits", eu traduziria para "acessos"; embora tenha uma idéia mais abrangente do que "hits" propriamente dito, é muito próximo. Bom, são detalhes menores, se não der tempo de traduzir, já está legal. Marcelo 19:04, 31 Ago 2004 (UTC)

Acabei de enviar ao Erik a tradução; me desculpo por não tê-lo feito até a sexta, dia em que não usei o computador. Incorporei tuas sugestões, Marcelo; a do número 200 não apareceu errada pra mim, talvez tenha sido uma falha do site de teste. Incluí o "bando de dados SQL", os "acessos" e o k e M no lugar de mil e milhão, que realmente facilitam. Obrigado pela força. Amorim Parga 20:29, 5 Set 2004 (UTC)

Namespace EspecialEditar

Há várias páginas do namespace Especial com conteúdo estático, nomeadamente Especial:Wantedpages, Especial:Lonelypages e Especial:Deadendpages, que são bastante úteis para os contribuintes assíduos da Wikipédia. Não seria possível que essa páginas fossem atualizadas com mais frequência? -- Rui Malheiro 14:18, 31 Ago 2004 (UTC)

Apóio esta causa. E2m 14:23, 31 Ago 2004 (UTC)

português do BRasilEditar

Tive uma idéia meio doentia esse fim de semana.

A proposta é uma pequena mudança no soft da WP para permitir a seleção da forma de portguês pelos leitores, entre Português do Brasil e de Portugal, e tags novas para indicar as diferenças.

Ia dara trabalho modificar os artigos para atenderem às duas normas ao mesmo tempo mas MUIIIITOO menos que manter duas Wikipédias separadas.

Eu pensei em várias versões para essas tags, uma delas seria (*br:PALAVRA*)

Exemplo:

O (*br:quadribol:pt:quiddtich*) é um (*br:esporte:pt:desporto*) 
ficcional dos livros da série [[Harry Potter]], que está  
(*br:fazendo:pt:a fazer*) muito sucesso  ao redor do [[mundo]].  
Trata-se da principal (*br:atividade:pt:actividade*)  
recreativa da [[escola de Bruxaria Hogwarts]], e o útlimo campeão foi a 
casa (*br:Grifinória:pt:Gryffindor*). 


Quem estiver com a opção (em algum lugar do cabeçalho, como um "select") de pt BRasileito vai ler:

O quadribol é um esporte ficcional dos livros da série Harry Potter, que está 
fazendo muito sucesso  ao redor do mundo. 
Trata-se da principal atividade recreativa da escola de Bruxaria Hogwarts, 
e o útlimo campeão foi a casa Grifinória.

E Portugal:

O quiddtich é um desporto 
ficcional dos livros da série Harry Potter, que está 
a fazer muito sucesso  ao redor do mundo. 
Trata-se da principal actividade recreativa da escola de Bruxaria Hogwarts, 
e o útlimo campeão foi a casa Gryffindor.

O exemplo acima é extremo, na verdade a maioria das páginas teria uma ou duas palavras duplas, grande parte das categorias e listas não precisaria mudar e isso não inibiria iniciantes de contribuir, porque poderiam escrever o que quisessem em sua versão da norma, depois alguém ia lá e complementaria.

A gente poderia testar isso em algumas páginas, se der certo pode até mesmo ser uma solução para os problemas do inglês britânico versus inglês americano.

(pausa)

E NUNCA MAIS haveria discussão sobre palavras neutras (que em alguns casos nem existem).

--Osias 15:20, 31 Ago 2004 (UTC)

"Ao terminar de proferir estas palavras, Osias abaixa os braços, antes envolvidos em vibrante gesticulação, e olha para a platéia, desde os rostos atentos nas primeiras fileiras até o distante fundão; e, um piscar de olhos depois, o público irrompe em palmas e gritos de hurra!. Osias, então, sorri, discreto e satisfeito, com o canto dos lábios."
Muito boa idéia. Eu já tinha pensado em algo do naipe, mas como não sabia como implementar, tinha ficado quieto. Se isso der certo, pode ser usado para coisas como os dias do ano também (2 de agosto versus 2 de Agosto). (Aliás, já que falei nisso: em Portugal se usa mesmo os meses com letra maiúscula?). E acho que deve haver uma terceira opção além das que você mencionou (tudo escrito em pt-pt e tudo em pt-br), de mostrar as palavras na forma em que foram escritas originalmente (para quem, como eu, não se importa com a diversidade e até gosta).
E acredito que isto eliminaria a discussão sobre se deve haver uma wikipédia em "Brazilian Portuguese", como dizem os gringos que acham que tal língua existe. Amorim Parga 16:44, 31 Ago 2004 (UTC)
Eu, que esperava que a primeria opinião fosse de completa desaprovação por um dos sysops, estou supreso com o apoio! (risos) Obrigado! :)
(A propósito, eu tenho a tendência a considerar o Português BRasileiro como outra língua, bastante parecida com o Português, mas isso é coisa de quem lê muito texto de Sóciolingüística).
Eu tenho mais algumas idéias preparadas aqui para enfrentar as principais objeções, mas vou esperar mais gente se manifestar.
--Osias 16:55, 31 Ago 2004 (UTC)
Com essa narração do Amorim Parga isto aqui está começando a virar um RPG. A idéia é boa, só é necessário saber o que tem que mudar no software. Usuário:e2m
A minha opinião como contribuidor recente da wikipédia é que devia existir uma só wikipédia portuguesa. Embora existam diferenças a nível da norma linguística (sou português... senão escreveria lingüística... ;-)) essas diferenças não justifica, em minha opinião, a existência de duas wikipédias nem de duas versões da wikipédia em português. Para mim seria melhor fazer a observação, quando for caso disso, que existem duas (ou até mais, se considerarmos que o português é falado noutros locais) formas de dizer determinada palavra. Se optarmos por duas versões, quem escolhe português europeu deixa de aprender como se diz determinada palavra em português do Brasil. Para mim isso é muito importante. Ficaríamos a viver em dois «universos paralelos» em que uns não conheceriam o que se passa ao nível do léxico ou ortografia dos outros. Fala um português que gosta de saber que quidditch é quadribol e que autocarro é ônibus... --Heitor Branco 18:03, 31 Ago 2004 (UTC)
Aprender as diferenças é legal, mas não é algo que interessa a todo mundo, e muitos se afastam da wikipédia por acharem o texto estranho.
Minha sugestão nào elimina a prática interessante de apontar qual o signficado de alguma coisa na outra norma, só torna o texto mais fácil de ler.
Encontrar no começo do artigo um parenteses "Griffyndor (no Brasil, Grifinória)" é uma coisa, ler o texto todo em outra norma é outra.
DETALHE: tive a idéia também de, ao se passar o mouse por sobre uma palavra dupla, se ver em hint a outra versão, o que deve agradar pessoas que querem aprender. Olhe esses exemplos:
autocarro
ônibus
fila
bicha
Aliás, desta forma vc aprenderia muito mais do que hoje, em que só as vezes se informa a outra versão da palavra.
Só mais uma coisa: Não estou propondo duas Wikipédias, mas uma com ligeras diferenças aqui e acolá.
--Osias 18:15, 31 Ago 2004 (UTC)
Compreendo que pode ser complicado ter um artigo com uma constante referência às duas variantes das palavras. Não tenho é noção de qual a dimensão dessas diferenças e se é justificada a separação em duas versões. Alguém tem idéia (ideia em Portugal ;-)) de algum artigo onde isso seja mais notório para avaliar melhor?

--Heitor Branco 18:21, 31 Ago 2004 (UTC)

Claro, culturalmente é melhor entender 5.000 idiomas e dialetos. Mas não podemos forçar ninguém à isto. Temos que pensar que nossa wikipédia é para todos, até para os que não gostam das outras variantes do português. A proposta do Osias é um meio simples de tornar mais amigável a wikipédia para todos e é assim que ela tem que ser medida. Eu gosto de saber sobre as variantes do nosso idioma, mas cansa a leitura ter que ficar lendo palavras estranhas a mim. Toda vez que isto acontece é uma paradinha na corrida que meus olhos fazem pela página. Além disso, tem coisas que são inaceitáveis em uma das variantes e que são escritas sem problemas nas outras. E2m 18:47, 31 Ago 2004 (UTC)
Uma pequena colaboração para a proposta: podemos um dia ter mais de duas variantes, e talvez tenham wikipédias que tenham mais de duas. Vou usar um exemplo fictício, o qual não pretendo implementar neste momento: digamos que se tenham três variantes: pt (Portugal), br (Brasil) e rs (Rio Grande do Sul). Cada variante deveria ter uma lista a seguir caso faltasse a sua definição. Por exemplo:
O *rs:negrinho;br:brigadeiro* é um doce.''

O que aconteceria com os portugueses? Teria uma lista para pt, dizendo que se faltasse a definição própria, deveria seriam preferidos nesta ordem o br e o rs. Ou seja, a lista indicaria qual variante a ser usada caso falte a própria. Também deveria haver a possibilidade de uma estrutura do tipo:

O *rs:negrinho;br,pt:brigadeiro* é um doce.

Notem a estrutura com :, : e ,. Com relação ao uso do símbolo *, não acho que seja o mais adequado, talvez << e >> cumpram melhor a função (já temos [[ e ]] para ligações, {{ e }} para definições, sem falar nas aspas. Então:

O <<rs:negrinho;br,pt:brigadeiro>> é um doce.

Como será feita a identificação da variante? Isto poderia ser feito através de um menu lateral.

Mas podemos ir mais além: poderíamos atacar os títulos. No arquivo, os títulos teriam apenas um nome. Como 2 de Maio. Agora, bastava ter uma marcação no início de cada página que disse qual é o título que deve aparecer, algo como:

#TÍTULO:2 de <<pt:M;br:m>>aio

Isto ajudaria muito para páginas que devem iniciar com minúsculas, como por exemplo, pascal (unidade):

#TÍTULO:pascal

Além, é claro, de tirar o incoveniente (unidade). Ressalto que o título original é que ficaria na barra de navegação.

E2m 18:50, 31 Ago 2004 (UTC)

Obrigado. Eu tinha pensado em tudo isso (menos o lance dos títulos), mas optei por apresentar a idéia aos poucos.
RS é meio exagero, sim, mas eu tinha pensado em AN para Angola, MO para Moçambique, etc, quando fosse o caso.
Além disso pensei no seguinte uso de um símbolo como a exclamação no meio de uma palavra: A!ctualmente, o "c" seria eliminado na versão Brasileira, aparecendo nas demais.
Além disso, creio que não precisamos nem de símbolo, exceto quando houver espaços. Usei o (* *) como exemplo fácil de entender num primeiro contato com a idéia. Mas poderia ser só negrinho!br:brigadeiro, signficando que em todos os lugares apareceira negrinho, mas na opção Brasil apareceria brigadeiro.
--Osias 19:13, 31 Ago 2004 (UTC)


Proposta alternativaEditar

Enriquecer culturalmente a partir do convívio e da tolerância com o que é diferente. --Patrick 19:05, 31 Ago 2004 (UTC)

Apóio sem ressalvas. Marcelo 19:07, 31 Ago 2004 (UTC)
qual? E2m 19:49, 31 Ago 2004 (UTC)
A do Patrick, obviamente.
Vc está me chamando de intolerante, Patrick? Essa proposta é justamente baseada na tolerância. --Osias 19:17, 31 Ago 2004 (UTC)
Repare como soa agressiva essa frase: "Vc está me chamando de intolerante, Patrick?"
Osias, não faça de sua experiência ruim com um artigo (aquele comentário do Jorge) um cavalo de batalha. Em projetos colaborativos como a Wikipédia ou o software livre, você precisa aprender a ter tolerância. Nem sempre impõe suas idéias e seu modo de ver o mundo; e o que há de mais incrível do que justamente descobrir que você tem um modo peculiar, diferente, de ver o mundo? Você percebe que não é sozinho, e que precisará deixar um pouco de você por aí, ganhando um pouco dos outros. Mesmo que seja da "frescura" francesa. E não é só com relação a ortografia. Sua proposta não cobre, por exemplo, diferenças de opinião. Dê uma olhada na discussão de Fascismo, por exemplo: o João acredita que é mais natural associar o fascismo à religião, eu acho que é proeminente a influência do capital. Devemos então criar uma Wikipédia para marxistas e outra para não-marxistas? (Ou tags para esses diferentes pontos de vista?) Nada disso, ao invés de reinventar a roda, nós elaboramos um artigo que possa satisfazer a ambas as partes, sem exagerar em nenhum aspecto da coisa.
Existe muito mais, em termos estritos de linguística, do que a simples opção por uma ou outra grafia, são coisas que sua alternativa não resolve. Mas há um trabalho sério na Wikipédia em português, na Wikipédia em espanhol e na Wikipédia em inglês para instruir os usuários a evitar palavras muito parciais. Confie nesse trabalho. O mundo é grande. E por fim, seja um pouco antropofágico!
Deixo-te um verso de um grande poeta português, talvez aquele que melhor soube utilizar essas palavras que tanto nos causam discussão:
"Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo...
Por isso minha aldeia é grande como outra qualquer
Porque sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura..."
(Alberto Caeiro)
Abraço, Marcelo 19:40, 31 Ago 2004 (UTC)
  • Marcelo, tem uma coisa que vc não entendeu: eu, pessoalmente, eu, o Osias, não tenho nada contra a norma portuguesa nem contra aprender nada novo, nem acho que o mundo é só o meu quintal nem nada. Não sou eu o problema. Eu frequento as wikipédias em Inglês, Francês e Holandês para aprender.
  • O problema são as pessoas que acessam e se sentem incomodadas com a mistura de ortografias e vocabulário e vão embora e não se tornam contribuidores. Eu gostaria que a discussão seguisse baseada NESTE público alvo e não na minha pessoa.
  • --Osias 20:16, 31 Ago 2004 (UTC)
  • PS: Talvez vc não tenha entendido meu uso da frase "frescura dos franceses". Ela estava embutida numa pergunta, "alguém acha que é...?", e eu jamais achei que era.
Como você pode opinar sobre o que vai na cabeça das outras pessoas (do nosso "público alvo")? Marcelo 20:58, 31 Ago 2004 (UTC)

Uma das coisas me mais me atrai na wiki é a diversidade, tenho minhas dúvidas se são tantas pessoas assim que se incomodam essa diversidade. Acho que seria um esfoço brutal por muito pouco resultado.--gbitten 20:44, 31 Ago 2004 (UTC)

  • Uma opinião contrária a minha que não joga o foco da questão para a minha pessoa. Obrigado. :) Mais tarde eu falo alguma coisa sobre o seu ponto. Até mais! --Osias 20:50, 31 Ago 2004 (UTC)


Tb apoio o Patrick, e que conversa mais inutil. O Osias precisa de ler outros livros. Não vejo problema nenhum em ler "eu estou fazendo" -até pq entendo logo o que quer dizer, não fosse isso um tempo verbal totalmente válido em port. Apesar da ideia do osias não ser má, peca por ser desnecessária. Se nas outras wikipédias adoptarem algo assim, tb devemos, se os outros não o fizerem, tb não o devemos fazer. -Pedro 21:06, 31 Ago 2004 (UTC)

Vou tentar ser direto. Na minha opinião, proposta do Osias tem vantagens e desvantagens:

Vantagens
  1. Permite os leitores optarem por uma "variante" da língua portuguesa.
  2. Aumenta as possibilidades da Wikipédia, tornando o software mais versátil
Desvantagens
  1. separa as "variantes" da lingua portuguesa.
  2. tem que ser implementado no software (programação)
  3. aumenta a carga no servidor e a dimensão da base de dados.

Para mim as desvantagens superam em muito as vantagens:

Primeiro, tal como o Patrick, o Marcelo e o Pedro, eu acho que se perde mais com a "separação" das diferentes "tonalidade" da nossa língua. Até há poucos anos a nossa língua foi evoluindo de formas diferentes, separados que estavamo pelos mares e oceanos. Hoje, unidos pela tecnologia, temos a hipótese de convergir e fazer da nossa língua um motivo de união. Pode ser mais "fácil" e "cómodo" fecharmo-nos e ignorar o que nos rodeia, mas é certamente mais enriquecedor sair e aprender com as diferencas.

Por outro lado será que vale a pena? Por um lado temos o custo do desenvolvimento e adaptação do software. Por outro temos o custo de aprendizgem de novas sintaxes, o que eventualmente iria dificultar a captação de novos colaboradores. E finalmente o impacto no desempenho e na dimensão da base de dados teria talvez um custo demasiado alto para um projecto que tem dificuldades de financiamento.

Ou seja, a ideia é interessante, mas não me parece ter vantagens, antes pelo contrário. -- Rui Malheiro 22:05, 31 Ago 2004 (UTC)


ProblemasEditar

Esta proposta coloca uma série de problemas:

  1. O software da wikipedia é feito por uma equipa internacional. Nós teriamos que convencer essa equipa a adoptar esse sistema. Para isso, vários membros da nossa wikipédia teriam que pertencer à equipa de desenvolvimento.
  2. O software teria que se basear no reconhecimento de IPs para reconhecer o país de origem da pessoa que consulta a wikipédia. Vários países teriam que ficar de fora.
  3. Uma das versões da língua portuguesa teria que ser escolhida para língua principal para o caso em que software não consegue identificar a proveniência da pessoa que consulta a wikipédia.
  4. a proposta não resolve todos os problemas linguísticos.

--JoaoMiranda 22:51, 31 Ago 2004 (UTC)

  • que problemas linguisticos? Não vejo mais problemas nenhuns, e dava para resolver tudo, penso. A ideia dele é boa (merece parabéns pela ideia, pois adaptaria logo ao gosto local). Mas tem dificil aplicabilidade, de como a wikipedia é feita:
  • reconheceria o país pelo IP (o que falha bast. devido a problemas de endereçamente e uso de endereços)
  • ou, o usuário escolheria (este trás um incoveniente de ter que levar uma flag no endereço do browser por toda a sessão na wikipédia.

Não sei pk é que ele cisma tanto com os "eu estou a fazer" e com os "actores" e a falta de acentos. Acho que os ingleses e os americanos não iam gostar dessa ideia para a wiki deles. Em casos extremos, antes vale essa ideia, por isso deve ser tida em conta. Mas, e o acordo ortográfico que está prometido para breve, tornará isso ainda mais inutil. --Pedro 01:41, 1 Set 2004 (UTC)

Há pelo menos um problema linguístico que esta solução não resolve:o problema dos títulos das páginas. --JoaoMiranda 02:15, 1 Set 2004 (UTC)

Desvantagens apontadas pelos colegas:

1) Separa as "variantes" da língua portuguesa.Editar

Isto é uma vantagem! Cada pessoa poderá ler os textos na sua variante preferida, e se quiser, nas outras também! Se esta enciclopédia é para algum dia ser alguma coisa respeitável, isto tem que ser implementado. Textos mistos ou em outras variantes que não a do leitor são problemas gramaticais e de leitura. Quem acessa uma enciclopédia está buscando informação objetiva e correta. Senão, haveria apenas uma enciclopédia, e não 80 em línguas diferentes.

Falácia. Que eu saiba só há uma língua potuguesa, porque é que o argumento de que existem 80 línguas da Wikipedia é para aqui chamado? De qualquer modo, eu continuo a achar uma desvantagem. Ah e quanto às várias línguas, elas existem e devem existir separadas quando expressam diferenças culturais importantes na sua estrutura, e não apenas porque há um ou dois vocábulos que soam "estranho". Não é definitivamente esse o caso em questão. -- Rui Malheiro 07:06, 1 Set 2004 (UTC)
Estava tentando exemplificar a precisão que se chega em termos lingüísticos, e como isto é importante. Este é o ponto principal do argumento. É este falacioso? E2m 07:57, 1 Set 2004 (UTC)
Nas enciclopédias de papel luso-brasileiras, que são as que têm mais credibilidade no mundo lusofono, os textos não têm duas versões. Porque é que isso acontece? Acontece porque a linguagem mais neutra é também a mais adequada a uma enciclopédia. Há palavras que simplesmente não devem ser usada numa enciclopédia. --JoaoMiranda 10:19, 1 Set 2004 (UTC)


Como já disse acima, não vejo isso como vantagem. Não vejo porque você não considera a wiki como uma coisa respeitável. Eu busco informações "objetivas e corretas" e é isto que eu acho aqui. Realmente tenho minhas dúvidas se existem tantos incomodados assim com a pluralidade de variantes da lingua portuguesa. Imagino que essas mesmas pessoas achem deplorável ler Machado de Assis e Erico Veríssimo pois escreveram em uma época diferente ou são de uma região diferente.--gbitten 09:23, 1 Set 2004 (UTC)

2) Tem que ser implementado no software (programação)Editar

Mínima. Já existem estruturas parecidas, como expliquei lá em cima.

Não existem. As páginas que o leitor está a ler são versões HTML que são geradas uma única vez, sempre que há alterações ao registo corespondente da base (do banco) de dados. O que está a ser proposto implica implementar mecanismos de HTML dinâmicos. Eventualmente haveria possibilidade de implementar parte em CSS, mas não estou a ver como. -- Rui Malheiro 07:06, 1 Set 2004 (UTC)
Como funcionam as páginas que têm a tag {{NUMBEROFARTICLES}} (1 014 116)? E as que têm predefinições? O software tem suporte a PHP, que gera html dinâmico. Não sei bem como estas coisas estão relacionadas. Mas não saber como estão relacionadas e supor que por isso não estão é argumentum ad ignorantiam. E2m 07:57, 1 Set 2004 (UTC)
Não, argumentum ad ignorantiam é supor que eu não sei como as coisas estão ligadas :)
A wikipédia está assente sobre uma base de dados muito simples, em que a última versão de todos os artigos se encontram numa única tabela (cur) e as ligações entre artigos numa outra tabela (links). Quando se grava um artigo, o software analiza o texto de modo a extrair a informação de links e é gerada uma página html com a nova versão. Para aplicar as substituições, o software verifica se os artigos correspondentes (no namespace "template") foram alterados e regenera a página quando o artigo é lido. Algumas variáves são fornecidas de forma dinâmica, nomeadamente o NUMBEROFARTICLES, PAGENAME, NAMESPACE e outras, mas essas variáveis não implicam leitura da base de dados (são lidas da memória) pelo que não há impacto no desempenho. Para implementar o que está a ser proposto teria necessáriamente de ser efectuada sempre uma regeneração da página (ou com parsing do campo cur_text ou acedendo a outra tabela) para cada variante da lingua na altura em que a página é servida. Pode ser que seja possível implementar de forma mais eficiente, mas assim de repente é o que me ocorre -- Rui Malheiro 11:14, 1 Set 2004 (UTC)
E as equações, bom amigo? Podemos escolher se elas devem aparecer em PNG ou em formato texto, e isto é feito dinamicamente. E2m 01:50, 2 Set 2004 (UTC)
Sua avaliação: "mínima" é sem embasamento, o grande complicador da implementação é encaminhar aos navegadores páginas diferentes de acordo com o perfil do usuário.--gbitten 09:23, 1 Set 2004 (UTC)

3) Aumenta a carga no servidor e a dimensão da base de dadosEditar

Mínima. Quanto aumenta colocar 10 caracteres de vez em quando? E o tempo de parsing já existe, para a procura das estruturas parecidas que já citei. Agora, quanto aumenta criar duas enciclopédias?

Não são (só) mais 10 caracteres. Como disse acima, trata-se de mudar de HTML estático para HTML dinâmico. -- Rui Malheiro 07:06, 1 Set 2004 (UTC)
Com certeza o impacto seria muito grande, sua avaliaçao mínima é sem embasamento.--gbitten 09:23, 1 Set 2004 (UTC)

4) Custo de aprendizagem de novas sintaxesEditar

Por outro temos o custo de aprendizagem de novas sintaxes, o que eventualmente iria dificultar a captação de novos colaboradores.

Mínima. A única sintaxe introduzida é intuitiva.

A sintaxe é simples quando a vemos separadamente porem em um artigo estará longe de ser intuitiva pois cria um texto extremamente confuso de ser editado onde cada palavra pode ter N altenativas nas mais diversas variantes.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

5) Convencer os programadores a fazer as alteraçõesEditar

O software da wikipedia é feito por uma equipa internacional. Nós teríamos que convencer essa equipa a adoptar esse sistema. Para isso, vários membros da nossa wikipédia teriam que pertencer à equipa de desenvolvimento

Non sequitur. Podemos convencê-los a fazer. Vocês falam como se fosse uma coisa difícil.

Num projeto de Software Livre não se convencem pessoas a fazer o que "queremos". Num projeto de software livre, quem quer implementar novas funcionalidades arregaça as mangas e contribui com o código. Depois é necess+ario convencer o "núcleo duro" que as alterações valem a pena. -- Rui Malheiro 07:06, 1 Set 2004 (UTC)
Não vamos convecê-los do que queremos, vamos convecê-los do que é melhor para a wikipédia. Claro, se ninguém comprar a idéia, se não for o melhor, é outra coisa. Mas se for uma reivindicação com fundamento, talvez não precisaremos fazer nada. E2m 07:57, 1 Set 2004 (UTC)
Está difícil me convencer, imagine o desenvolvedores.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)
  • Qualquer questão feita aos desenvolvedores, deve envolver a wikipédia como um todo em relação a todas as línguas internacionais (Inglês, espanhol, português, alemão e francês) - todas partilham da mesma problemática. E, não o caso especifico do português (já estamos vistos como uma wikipedia problemática). A wikipédia alemã (a língua internacional que contem mais variedade) é a wikipédia que resulta melhor, não sei de queixas deles, tb como poderia não se percebe nada mm :P. Novamente, isto apenas se trata de uma questão linguistica isolacionista - "nós temos a nossa maneira não aceitamos mais nenhuma". E, que eu saiba, acabei de ver um prontuário ortográfico, o "eu estou a fazer" e o "eu estou fazendo" fazem parte do português, e não devem ser conotados só pq uns usam mais do que outros. Quanto ao resto do vocabulário, é imaginação pura, pq a palavra padrão no Brasil para "sinaleira" é semáforo, tal como em Portugal. Continuo a dizer que não achei a ideia má, mas vão haver problemas pq há wikipedistas que não vão gostar das adaptações (ou as acha mal feitas) e o outro vai-se sentir calcado pq é a forma dele escrever. -Pedro 20:58, 2 Set 2004 (UTC)

6) Reconhecimento de IPs para encontrar a versão por omissãoEditar

O software teria que se basear no reconhecimento de IPs para reconhecer o país de origem da pessoa que consulta a wikipédia. Vários países teriam que ficar de fora.

Leia o que eu escrevi sobre o menu lateral.

O engine do wipi poderiar identificar a variante por 3 métodos, todos os três tem seus problemas:
  • IP do usuário: não identifica o usuário brasileiro que está em Portugual nem o português no Brasil. Não é trivial ou gratuito adquirir uma base de IPs por país atualizada.
  • Pela lingua configurada no navegador: Como fica que usa o navegador em inglês (como eu)?
  • Por cookie: aumenta ainda mais a carga nos servidores da wiki, pois é necessário armazenar a informação da opção da variante para cada usuário. E a cada nova requisição de artigo o servidor terá que verificar esta informação.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

7) Escolher a versão por omisãoEditar

Uma das versões da língua portuguesa teria que ser escolhida para língua principal para o caso em que software não consegue identificar a proveniência da pessoa que consulta a wikipédia.

Leia o que eu escrevi sobre o menu lateral.

O menu lateral não resolve o problema. A Wikipédia teria que ter uma versão oficial para quem não se der ao trabalho de usar o menu lateral. O conceito de versão oficial viola o princípio da imparcialidade. --JoaoMiranda 10:18, 1 Set 2004 (UTC)

8) A proposta não resolve todos os problemas lingüísticosEditar

Francamente, este é de longe o mais fraco. Nós nunca vamos resolver todos os problemas lingüísticos. Dizer que não resolve todos não é argumento. Quer dizer que você não toma remédio porque os remédios não curam todas as doenças?

Há pelo menos um problema lingüístico que esta solução não resolve:o problema dos títulos das páginas

Leia acima minha colocação sobre os títulos. Lembro que há redirecionamentos para termos das variantes.

Não vejo como é que isso pode funcionar. Teriam que existir duas páginas para o mesmo assunto. Ou então, uma das páginas teria que ser virtual. Mais uma vez, teria que ser estabelecida uma versão oficial da língua para o caso de o reconhecimento não funcionar.
A complexidade do que está a ser proposto envolve:
  • modificações no redireccionamento de páginas com páginas virtuais. O redirect passa a depender de cookies
  • reconhecimento de IPs, menu lateral, cookies
  • adopção de uma versão oficial da língua portuguesa para funcionar como default
  • processamento de novos tags
Todas estas novas capacidades do software têm que ser compatíveis com as suas capacidades actuais e têm que ser compatíveis com as necessidades já previstas pela equipa de desenvolvimento.
O problema é que o que se está a propor dá tanto trabalho e tem tão poucas vantagens que não me parece que compense. --JoaoMiranda 10:18, 1 Set 2004 (UTC)


9) Reconhecer o país por IP falha bastanteEditar

Reconheceria o país pelo IP (o que falha bast. devido a problemas de endereçamente e uso de endereços), ou usuário escolheria (este trás um incoveniente de ter que levar uma flag no endereço do browser por toda a sessão na wikipédia

Não precisa ser um flag, pode ser um cookie. Ele pode ler o cookie do google na primeira vez que for acessada a wikipédia, além da identificação por ip. Se desse errado, a pessoa escolheria de um menu lateral, e seria gravado neste cookie.

Esta opção aumenta ainda mais a carga nos servidores da wiki, pois é necessário armazenar a informação da opção da variante para cada usuário. E a cada nova requisição de artigo o servidor terá que verificar esta informação. Multiplique isso pela quantidade de usuários em todas as wikis.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

10) O acordo ortogrãfico está para breveEditar

Mas, e o acordo ortográfico que está prometido para breve, tornará isso ainda mais inútil.

Mesmo se vingue, ainda há as questões que o acordo não irá contemplar, nitidamente as de vocabulário.

Qual o problema com o vocabulário que um dicionário não resolva, ou ainda um debate para definir uma palavra mais adequada.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

11) Ruptura da comunidadeEditar

Ruptura da comunidade.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

12) É necessario para readequar todos os artigosEditar

Esfoço (a meu ver inútil) para readequar todos os artigos.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

13) Teria de prever todas as variantes do portuguêsEditar

A possibilidade de haver sempre mais uma variante (Gaucha, Nordestina, Timorense, Angolana, etc).--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

14) Muito esforço para pouco benefícioEditar

Fazer um esforço imenso para atender a uns poucos (na minha avalição) usuários descontentes.--gbitten 09:59, 1 Set 2004 (UTC)

E2m 04:03, 1 Set 2004 (UTC)


Bom dia. A discussão está muito interessante. Gostaria de contribuir outra vez com uma sugestão que pudesse ultrapassar os problemas de vocabulário entre as variantes da língua portuguesa. Parece-me que o problema ortográfico não é preocupante devido ao novo acordo ortográfico e porque não afecta a compreensão mútua. Já a questão do vocabulário parece ser mais grave pois pode levar a mal-entendidos e a não compreensão do conteúdo de certos artigos por utilizadores não especialistas nos assuntos em questão. A minha sugestão é que, nesses artigos onde a confusão possa existir devido a vocabulários diferentes, se criem duas (ou mais) versões do mesmo artigo em que o utilizador pudesse escolher a versão que quer consultar através de algo parecido com a actual desambiguação. A criação de duas versões do artigo seria apenas para casos excepcionais julgo eu. Poderia aparecer no título por exemplo «Harry Potter (versão brasileira)» e «Harry Potter (versão europeia)». Acrescento que a existência de uma wikipédia em língua portuguesa que junta a comunidade de língua portuguesa do Brasil, de Portugal, de Angola, de Moçambique, de Cabo Verde, da Guiné, de São Tomé e Príncipe, de Timor, da Galiza, etc. foi um dos motivos porque me interessei pela wikipédia. Acho que é essa partilha da mesma língua com pessoas de todos esses países que faz com que seja uma experiência ainda mais rica e interessante. Ainda a propósito ou não, não me parece que tenha lido nenhum comentário intolerante ou menos apropriado aqui na esplanada... Pelo contrário. --Heitor Branco 07:48, 1 Set 2004 (UTC)


Uma palavra breveEditar

Pessoal, estou sem muito tempo hoje para responder tudo, mas aqui vai uma palavra breve: Eu não apresentei a idéia como sendo uma solução definitiva e acabada, mas apenas como o começo da idéia, para ser discutida e melhorada. Agradeço a todos que estão contribuindo para a discussão, mesmo aos que acham que é uma perda de tempo. Eu mesmo tenho essa dúvida se algo assim valeria a pena. Mas achei muito mais enriquecedor submeter a idéia à variedade de opiniões daqui do que ficar calado. :) --Osias 12:52, 1 Set 2004 (UTC)


Respostas mais urgentesEditar

Boa noite! Vou escrever um texto geral respondendo às principais objeções. Não se trata de um dogma, são só idéias, eu posso mudar de opinião. Vou fazer um site mais tarde com a proposta passada a limpo.


  • A idéia é inútil
    • Será? Talvez seja. A gente poderia experimentar. O soft da WP é aberto, não é? Poderíamos instalar num servidor à parte e tentar essa experiência por lá, quem estiver disposto. De repente dá até errado mas gente aprende alguma coisa nova com isto. OU não: pode ser que dê certinho e seja o "feature" seja incorporado à WP oficial.
  • Daria muito trabalho implementar no software
    • Eu não sei. Baixei os fontes e vou dar uma olhada. Não seria mau para meu curriculum ter participado de um projeto de software aberto. :)(sem falar que eu GOSTO) O negócio é me sobrar tempo.
  • Aumentaira a carga no servidor - tempo de CPU e espaço em disco
    • Sim, um pouco, sim. Não sei quanto pq não sei como está implementado. Mas pense na alternativa dee ter duas wikipédias separadas: ISSO duplicaria a carga do servuidor com certeza.
    • O que propus é um tipo de "refatoração", é ter duas wikipédias pelo preço de uma. Ou de 1.24. Ou ter 2,4 Wikipédias (tem outras variantes) pelo preço de 1.35.
  • Sintaxe complexa
    • Eu concordo. Eu acredito que TALVEZ fosse um preço pequeno a pagar. A verdade é que eu não sei. pensei em várias alternativas de minimizar o impacto disso. Acho que a experiência que propus acima pode jogar alguma luz, porque só no uso no dia-a-dia é que a gente iria sentir a dificuldade, principalmente por parte dos novatos.
    • Mas temos considerar também que a WP comporta usuários de vários níveis. As vezes alguém escreve um texto simples, vem outro e formata, vem outro e pões links, etc. Essa diversidade é uma força. alguém pode escrever um texto em sua variante e depois a gente vai lá e acrescenta as alternativas.
  • Se as outras WP fizerem isso, então a gente faz
    • Por que temos que viver a sombra deles? Por que a WP em pt não pode ser fonte de inovação? Acho que a situação Brasil/Portugal é ideal para tentar algo assim. Há outras situações sóciolingüísticas ao redor do mundo que iriam se beneficiar disso.
Não temos que viver na sombra deles, mas há duas coisas que têm que ser evitadas a todo o custo:
  • o software usado na wikipedia.pt não pode ser incompatível com o software das outras wikipedias
  • a equipa de desenvolvimento de software tem que ser fiável. Nós não vamos mudar de software para depois a equipa de desenvolvimento perder o interesse.
Sendo assim, nós temos bons motivos para continuar a viver na sombra deles. A equipa de desenvolvimento de software é fiável. Quem quiser introduzir alterações no software actual devia juntar-se à equipa de software internacional em vez de tentar um projecto paralelo. Um projecto paralelo só vai trazer confusão. --JoaoMiranda 01:35, 3 Set 2004 (UTC)
  • As vantagens não compensam as desvantagens
    • Este é o argumento que eu não tenho como refutar, porque realmente não sei. Talvez seja mesmo o caso. Por isso propus acima um tempo de experiência, talvez num servidor separado,
  • Só você acha a situação atual ruim - como você sabe que outras pessoas se incomodam com ela?
    • Vejamos, os brasileiros são maioria em uma porção de lugares da Internet. Por que não aqui? Isso não diz nada? Talvez fosse o caso de conduzir uma pesquisa de opinião. Mas eu tenho um forte palpite de que o pessoal estranha muito. Assim como há portugueses aqui que acham algumas expressões brasileiras que surgem como feias e sugerem a troca, tem muita gente que acha o mesmo das portuguesas. (não é o meu caso!!!)
    • E Portugal recebe muita influência lingüísitca do Brasil, pela TV, música, etc. Não é o caso, aqui. Infelismente, aqui o povo português ainda é o protagonista preferido das piadas. (embora muitas estejam migrando para piadas de louras. :( ) Acredito que esse estranhamento da linguagem afaste muita gente.
  • Não resolve todos os problemas
    • Não, só alguns. Mas é um começo, né?
    • A propósito, me fala qual problema não resolve que eu vou bolar uma idéia pior ainda pra tentar resolver, hehehe!


  • Você é intolerante e xenófobo
    • Eu realmente não entendi porque isso. Eu acredito que, cedo ou tarde, a Wikipédia vai sofrer uma invasão brasileira. Nesse caso, ou o público português será uma minoria, ou vão acabar criando uma WP só pro Brasil. Agora, ISSO vai separar os países.
    • Tentei imaginar um mecanismo que mantivesse todo mundo junto numa só Wikipédia e permitisse aos frequentadores aprender as diferenças entre as variantes a um clique do mouse (literalmente). Eu realmente não entendo porque acham que sou contra o Português de Portugal, sendo que a intenção é ajudá-lo. Agora, SE esta proposta vai fazer isso mesmo, podem argumentar à vontade, mas não me xinguem de nomes feios, se não eu chamo a minha mãe!! Buá!!


--Osias 01:12, 3 Set 2004 (UTC)

Se sofrer uma invasão de brasileiros melhor, mas há 3,97 brasileiros por cada português na internet, não vai ficar muito desiquilibrado. Os brasileiros são recordistas a passar o tempo na Internet, enquanto os portugueses a usam pouco. Honestamente, acho esta conversa desinteressante e já enjoativa - vai sempre dar ao mesmo. Mas se levarem isso avante, força (eu não sou contra, atenção!). Acho que esta conversa e outras anteriores desmotivam realmente quem quer trabalhar na WP. Se acham que temos que ser diferentes das outras, eu honestamente acho muito mal, porque estamos a descer mto a fasquia e a credibilidade das pessoas que aqui andam. -Pedro 02:53, 3 Set 2004 (UTC)