Abrir menu principal
Nuvola apps ark.png
Arquivos da Esplanada

AnúnciosEditar

TutorEditar

Comunidade, acabei de adicionar meu nome como tutor nesta wiki. Se houver objeção por favor postem em minha discussão que imediatamente retirarei meu nome da lista. Obrigado. Amats d 00h20min de 1 de maio de 2010 (UTC)

Suspensão de ferramentasEditar

Comunico que foi aberto um pedido de suspensão de ferramentas do adminsitrador Castelobranco aqui.Wikipedia:Pedidos de suspensão/Castelobranco Sds MachoCarioca oi 22h32min de 1 de maio de 2010 (UTC)

E eu comunico que cancelei este pedido de suspensão, visto não se enquadrar na política: Após a solicitação de um pedido formal de revisão do bloqueio, em caso de abuso constatado, poderá ser aberto um pedido de suspensão temporária do administrador em Wikipedia:Pedidos de suspensão/nome do administrador. Christian msg 23h56min de 1 de maio de 2010 (UTC)
  • E eu comunico que abri um pedido de opinião de comportamento do burocrata Castelobranco aqui [[1]] que no jargão técnico é 'discussão formal de filtro', mas isso não faz sentido, pois o filtro ja foi feito e encerrado, não há o que discutir, não dá pra desfaze-lo e também que pretendo levar à Esplanada Propostas uma discussão para retirar adendos da atual politica de bloqueios, que caso alguém (fora os adms mais interessados) não tenha notado, simplesmente impede qualquer administraodr da Wikipedia, (a não ser um louco) de ser desnomeado ou ter suas ferramentas suspensas e vou mostrar à comunidade os itens desta politica que garantem essa total impunidade a eles.

É preciso ter um fim o que se instalou aqui, uma mordaça completa para se poder reclamar de descasos administrativos e de suas atiudes mo minimo dúbias, e não poder se fazer nada, nem reclamar. Burocrata protegendo burocrata, administrador protegendo administrador, - parece que há algum pacto de nenhum desfazer o que outro faz quando essas pessoas deviam proteger era ao grosso dos editores e usuários do projeto - é a lama daqui, e a unica maneira de impedir que isso continue aqui, é removendo dois adendos das tais 'regras' tanto dos motivos para desnomeação quanto dos pedidos de suspensao de ferramentas. Sds MachoCarioca oi 02h29min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  • Pedido aberto as 22h22min de 1 de maio de 2010 encerrado as 23h51min de 1 de maio de 2010, pouco mais de uma hora depois. Pena que na horas dos PAs não exista esta velocidade. Deve ser coincidência. Fabiano msg 02h36min de 2 de maio de 2010 (UTC)
  • A função de um burocrata na Wikipedia é proteger os outros, são eleitos pra isso uai.. e vcs continuam votando em eleição de adms. Eu ja disse, isso tem que ser automatico pra quem atingir tla tempo de casa e tantas edições ... MachoCarioca oi 02h43min de 2 de maio de 2010 (UTC)
  • Não vi o que se trata, nem tenho nada em particular contra o Castelo; mas agora eu só votarei contra os administradores... Duro admitir, mas nem ética mais existe... Depois que vi se omitirem em benefício de POV contra o que a comunidade decidiu numa votação, e lendo as "desculpas" de que era um "conflito editorial", acho que nenhum deles se presta ao papel... Jamais pensei em dizer isso, neste contexto, mas a coisa está podre. Demais. Algo que está putrefacto, insalubre, pernicioso... Conhecer (discussão) 14h24min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Claro, sysop só é bom se concordar incondicionalmente com tudo o que eu digo. GoEThe (discussão) 14h31min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Nem sempre, mas tbém não é so pra discordar de tudo que dizemos...hehe MachoCarioca oi 02h24min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Introdução x ReferênciasEditar

Anuncio que foi iniciada uma discussão a respeito da presença ou ausência das referências na seção introdutória dos artigos, principalmente naqueles artigos completos e desenvolvidos levados para EAD. Acesse o link para opinar. Att Burmeister (discussão) 18h27min de 2 de maio de 2010 (UTC)

List of Wikipedias by sample of articles/GrowthEditar

Parece-me que apesar de tudo, nem tudo corre mal na wikipedia lusófona ! Em Abril de 2010 fomos a wikipédia que mais cresceu em tamanho dos artigos e em Março de 2010 fomos a 2ª ! Isto não será 100 % verdadeiro, mas é um bom indicador. Podem ver aqui:

--João Carvalho deixar mensagem 23h15min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Creio que seja verdadeiro sim, pois já tinha visto isso de sermos a Wikipédia que mais cresceu em abril em uma outra lista de uma outra página, só não lembro onde foi. Inox msg 00h21min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Eu acompanho esta lista. É uma lista de exemplo, dos 1000 artigos "que toda enciclopédia deveria ter". Com relação a estes artigos, a apuração é automática, por bot, e reflete a realidade. Com relação a todos os artigos, creio que não, ela é apenas um indicador. CasteloBrancomsg 00h32min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Agora que você disse, CasteloBranco, lembrei mais ou menos onde foi que já tinha visto isso. Foi em alguma lista relacionada aos 1000 artigos essenciais. Inox msg 00h44min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Pedido de mediaçãoEditar

Comunico que abri um pedido de mediação sobre a questão do Dom dos Câmara leme, agradecendo desde já ao editor ou editores que possam fazer o especial favor de mediar este conflito.--- Darwin Alô? 06h00min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Revisão de bloqueios: TdCEditar

Informo que abri uma tentativa de consenso para reformular os processos de revisão de bloqueio existentes aqui com base nesta discussão e recomendação do conselho de arbitragem. Att., Ruy Pugliesi 14h51min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Enunciado de regra da politica de bloqueioEditar

Informo que abri uma proposta de discussão para votação sobre enunciado de regra da atual politica de bloqueio aqui. [2] Sds MachoCarioca oi 02h26min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Artigos com forte afinidade a certos países lusófonosEditar

Criei aqui uma tentativa de consenso propondo que, aos artigos Wikipedia:Versões da língua portuguesa e Wikipedia:Ortografia, seja acrescentada uma nova secção intitulada "Artigos com forte afinidade a certos países lusófonos" que recomende que os artigos diretamente relacionados com um dado país lusófono sejam redigidos na variante da língua em uso nesse país. Por exemplo: o artigo Amazônia deve ser redigido em português do Brasil; Lisboa em português de Portugal; Malanje em português de Angola; etc. Regras idênticas existem noutros projetos, designadamente na Wikipédia de língua inglesa.

Participe na discussão! Um abraço lusófono, -- Manuel de Sousa msg 09h11min de 4 de maio de 2010 (UTC)

AutorrevisorEditar

Fiz pedido para autorrevisor, nessa página.

Sds.

LuanSP (Discussão) 21h54min de 6 de maio de 2010 (UTC)

Neste caso não precisa anunciar na esplanada. Christian msg 22h01min de 6 de maio de 2010 (UTC)

Jimmy Wales remove previlégios executivos do seu estatuto de fundadorEditar

No decurso da polémica que se instaurou, derivada sobretudo da recente intervenção no Commons, Jimmy Wales acabou de anunciar que removeu os privilégios executivos que lhe eram dados pela flag de fundador nos vários projectos da WMF, mantendo os de visualização de edições (oversight), com a justificação de não desejar que discussões sobre o seu estatuto interfiram no debate sobre conteúdo que actualmente decorre. (No entanto, manteve também as permissões globais que lhe permitem recuperar esses estatutos quando quiser.)

Aproveito para anunciar que decorre actualmente no Meta um pedido de opinião sobre a remoção total da flag de founder a Jimmy Wales (que lhe permite a intervenção com estatuto máximo nos vários projectos da WMF), assim como uma petição sobre o seu papel interventivo nas várias comunidades.

Mais informações sobre a polémica da intervenção de Jimbo no Commons podem ser obtidas na discussão sobre conteúdo de natureza sexual (ver links no topo da página) e nas discussões que decorrem na esplanada do Commons.--- Darwin Ahoy! 10h58min de 9 de maio de 2010 (UTC)

Esta tarde, após ter sido confrontado com a possibilidade de poder restaurar os privilégios que auto-removeu do estatuto de fundador, Jimmy Wales removeu também essa possibilidade, sendo também removido do grupo dos administradores globais. Neste momento o estatuto de fundador está praticamente reduzido aos privilégios de oversight (visualização de edições e ficheiros eliminados) e a usuário autoconfirmado.--- Darwin Ahoy! 23h23min de 9 de maio de 2010 (UTC)

E enquanto isso, na Wiki-pt, seus adms tem o privilegio de só poder ter suas ferramentas ou seu estatuto de sysop pedidos em consulta à comunidade, se no primeiro caso eles mesmo concordarem, e no segundo caso, se insistentemente fizerem mau uso de seu estatuto. MachoCarioca oi 23h07min de 9 de maio de 2010 (UTC)

PS Mas creio que isso vai acabar.

Voluntários para a Wikimedia Portugal (WMP)Editar

Caríssimos, conforme anunciado na mailing-list da Wikimedia Portugal, refiz a anterior Lista de interessados na formação da Wikimedia Portugal que, com a formação/constituição da Associação Wikimedia Portugal perdeu utilidade, para uma nova Lista de voluntários.

Como tal, e porque não podemos presumir que os interessados sejam, efectivamente, voluntários, foram contactados todos os anteriores inscritos (30 via Special:Emailuser, 9 via página de discussão) para enviarem os seus contactos e-mail para mim para, posteriormente, solicitar-lhes que se reinscrevam na lista atestando, dessa forma, a sua disponibilidade para participarem/colaborarem nos projectos (página ainda em elaboração) que este ano irão arrancar.

Se acham que podem colaborar connosco, inscrevam-se (mas deixem-me o vosso contacto, por favor)! Estamos à procura de gente dinâmica e que goste de actividades como as propostas.

Ideias de novos projectos são sempre benvindas, pelo que também vos deixo o convite a participarem nas discussões que decorrem na mailing-list da Wikimedia Portugal.

Saudações a todos e obrigado pela ajuda, -- Nuno Tavares 20h32min de 9 de maio de 2010 (UTC)

DesambiguaçãoEditar

Conforme o que escrevi aqui, resolvi voltar ao status quo ante a decisão de um usuário para que mais pessoas opinem sobre a organização do redirecionamento. Grato. --tony :: jeff ¿ 22h13min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Pedido de aprovação para a utilização do HuggleEditar

O usuário Super braulio D​ C​ E​ F abriu seu pedido de aprovação para a utilização do Huggle em Wikipedia:Semi-bot/pedidos, mas parece ter se esquecido de anunciar aqui. Qualquer editor que tenha direito ao voto pode participar da votação. ThiagoRuiz msg 01h57min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Novo logo da WikipediaEditar

A Wikimedia anunciou um novo logótipo para a Wikipedia. Neste momento ele já foi adoptado na Wikipedia-en e será adoptado em breve para todas as Wikipédias. Por lá, há muitas sugestões para melhorar o novo logo, que muitos consideram de qualidade inferior ao actual. GoEThe (discussão) 17h49min de 14 de maio de 2010 (UTC)

Local para sugerir melhorias ao novo globo: [3]. GoEThe (discussão) 12h47min de 15 de maio de 2010 (UTC)

Prefiro o atual. MachoCarioca oi 02h24min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Também. Muito melhor. Dornicke (discussão) 02h31min de 17 de maio de 2010 (UTC)

E espero que a turma daqui que é dada a imitar a Wiki-en no que seja que eles façam, apenas por imitar, não deem ideia. MachoCarioca oi 02h33min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Prefiro o atual. [2] RmSilva msg 02h43min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Preferem o actual, mas o logo vai ser mudado. Por isso, anunciei aqui, pois ainda é possível fazer melhorias ao logo, indo à página que indiquei. GoEThe (discussão) 06h30min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Não vai ser mudado aqui, se não quisermos. Ou é automatico? MachoCarioca oi 08h09min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Acho que vai ser automático. GoEThe (discussão) 08h26min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Eu até gosto. Tem um ar mais sofisticado. Praticamente apenas se alisou e ficou melhor. É o que eu chamo uma boa mudança. --Bluedenim (conversa) 16h08min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Pedido de AWBEditar

Fiz pedido para uso do AWB. Ver: Wikipedia:Semi-bot/pedidos. Prowiki (discussão) 19h10min de 14 de maio de 2010 (UTC)

Wikipedia: Apostas de 600 milEditar

Gostaria de alertar que existe Wikipedia:Apostas - 600 mil para apostas, pois já chegamos 580 mil páginas em português, o que significa que está abandonado ou ninguém se lembrou (só eu e os usuários Senhordopoder D​ C​ E​ F​ B e Cdmafra D​ C​ E​ F​ B votaram. Bruno Leonard (discussão) 21h59min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Talvez as pessoas estejam preocupadas com coisas mais uteis e maduras,de maior interesse ao projeto, é um bom alento saber que essa bobagem está abandonada. MachoCarioca oi 21h25min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Precisamos de ajuda para elaborar o texto de Wikipedia:Comunicado de imprensa - seiscentos mil artigos. Obrigado, Lechatjaune msg 22h17min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Se correr tão mal como correu nos 500.000 mil, com um rio de lixo a entrar portas a dentro para fazer número, sugiro um pedido de desculpas para o texto do comunicado de imprensa.--- Darwin Ahoy! 22h40min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Se alguém criar lixo só para atingirmos os 600 000 mil, devia ser bloqueado. GoEThe (discussão) 22h44min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Espero que sim. No ano passado não só não levaram bloqueio, como ainda tiveram direito a medalhinha.--- Darwin Ahoy! 22h46min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Eu comecei o texto tentando evitar palavras e estruturas que denunciassem o uso privilegiado de uma versão específica do português. Lechatjaune msg 22h51min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Se as palavras e estruturas não dão conta, que tal uma imagem? Lixo atrai moscas. E aumentem a aposta para 666 mil. Beelzebub (discussão) 06h47min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Concordo. Essa bobagem de competição em número de artigos só prejudica a pt-wiki, que já tá mesmo cheia de lixo, como os artigos de uma linha de jogadores de futebol e comunas da Europa. Tudo lixo. Preferia um wiki com 1000 bons artigos do que esses monstrinhos mínimos. Amats disc 12h18min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Seria bem melhor estar preocupado com o número de artigos bons (24)! Esse número diz muito mais sobre o estado da pt.wp, seja por ser tão pequeno, seja porque é um décimo dos número de artigos destacados, já de si também diminuto. Faz algum sentido que haja muito mais artigos excelentes do que bons? --Stegop (discussão) 17h35min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Stegop, a respeito dos artigos bons a verdade é que a wiki está vazia em vários setores e um deles é a EAD. Os artigos bons são relativamente novos, começaram no ano passado eu acho, e poucos tem interesse em levar este tipo de artigo para lá. Eu já achei uns 2 ou três largados por aí mas só posso enviá-los depois de conferir tudo pois não editei neles. Infelizmente, a wiki está bem vazia. Abç OTAVIO1981 (discussão) 18h25min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Se pessoal acha bobagem, não votem. Cuidado: esse negócio aumentar para 666 mil é o número da besta, segundo a Bíblia. Bruno Leonard (discussão) 03h51min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Pedido de verificaçãoEditar

Caros irmãos, depois de meses fora, lembrei-me da Wikipédia e estou de volta. Poderiam dar uma olhada aqui? Grato.MatheusCafé-Coffee-Kawa? 00h18min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Desambiguações muito longas / incompletasEditar

Abri uma discussão sobre o assunto em Projetos/Desambiguação --Stegop (discussão) 04h44min de 23 de maio de 2010 (UTC)

Pedido para o AWBEditar

Conforme requisitado, anuncio aqui meu pedido em curso (oldid) para a utilização do AWB. – Opraco (discussão) 23h17min de 23 de maio de 2010 (UTC)

Semi BotEditar

Pedido para utilização de AWB. Conforme pedido na página, publico o anúncio aqui MatheusCafé-Coffee-Kawa? 23h20min de 23 de maio de 2010 (UTC)

ReversorEditar

Administradores, daria para opinar aqui?. Obrigado.MatheusCafé-Coffee-Kawa? 23h22min de 23 de maio de 2010 (UTC)

Por favor, tenha paciência. Os pedidos de obtenção de estatuto normalmente demoram um pouco, mas sempre são avaliados. ThiagoRuiz msg 02h05min de 24 de maio de 2010 (UTC)

Votação de semi botsEditar

Pessoal que usa AWB e bot, favor dá uma passadinha em Wikipedia:Semi-bot/pedidos que tem 2 pedidos abertos e o prazo já vai acabar.--Lépton msg 00h58min de 27 de maio de 2010 (UTC)

Votação sobre uso de itálico no título de filmesEditar

Prezados e prezadas,

Como tem havido uma disputa editorial acerca do uso de itálico nos verbetes sobre filmes, e sendo esta a meu ver uma questão menor que pode ser decidida através duma votação por maioria simples da comunidade, e estando a página de debate sobre isso paralizada desde 2006, resolvi abrir uma votação aqui para saber qual a forma preferida pela maioria - e que, portanto, deverá figurar como "norte" aos demais editores.

Particularmente, não tenho preferência. Mas como surgiu a questão, nada melhor que todos possamos de logo colocar um desfecho a isto, e nada melhor do que saber como pensa a maioria dos interessados.

De já agradeço aos que quiserem opinar/votar. Abraços, Conhecer (discussão) 12h57min de 27 de maio de 2010 (UTC)


Nova e mais abrangente discussão

Como foi decidido pelos participantes da consulta acima (que deixou, portanto, de ser efetuada), devemos ampliar a escolha da regra para os diversos casos similares contemplados no LE. Assim, comunicamos que a partir das 8 horas UTC de 29 de maio, terá início a votação sobre o uso (ou não) do itálico no parágrafo inicial dos verbetes de que trata.

Para participarem, podem ir ao local apropriado, de já agradecendo a todos quanto puderem/quiserem se manifestar. Conhecer (discussão) 20h02min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Acesso ao estatuto de autorrevisorEditar

Conforme discutido neste tópico, houve um claro consenso pela simplificação do acesso ao estatuto de autorrevisor, passando a ser necessária apenas a aprovação de um administrador para o estatuto ser concedido a quem o desejar. Caso haja reprovação por parte do primeiro administrador, um segundo poderá intervir. Se este for contra, o pedido é negado. Se for a favor, um terceiro faz o desempate.

O diferencial de edição da alteração na documentação é este. Obrigado a todos que deram sua contribuição. Kleiner msg 16h57min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Wikipedia:Pedidos a administradores/Discussão de bloqueio/VanthornEditar

Informo a comunidade que foi aberta a discussão sobre o bloqueio ao usuário Vanthorn.--- Darwin Ahoy! 04h17min de 29 de maio de 2010 (UTC)

Conversor de idiomas (para as variantes do Português)Editar

Está aberta a troca de ideias sobre uma possível implantação do Conversor de Idiomas do MediaWiki para a Wikipédia lusófona, como forma de minimizar os problemas que surgem devido às variações existentes na língua portuguesa.

Todos os interessados estão convidados a expor seus pontos de vista, questionar, criticar, pesquisar, propor alternativas, etc... A página é a seguinte:

Helder17h35min de 30 de maio de 2010 (UTC)

Revisão de bloqueios: TdC (2)Editar

A tentativa de consenso para reformular os processos de revisão de bloqueio existentes foi aberta há quase um mês e prorrogada em razão da baixa participação. É importante que haja mais participação, pois faltam poucos dias para o término do debate. O andamento da proposta está documentado aqui. Ruy Pugliesi 14h38min de 31 de maio de 2010 (UTC)


PropostasEditar

Eliminar sem precisar marcar ER

Para diminuir um pouco a burocracia e compensar a pouca atividade (e pouco número) dos administradores (em alguns momentos), proponho permitir que os administradores apaguem uma página diretamente, sem precisar mandar para ER e esperar outro administrador para apagar.

Obviamente, isso não vale para tudo, apenas para casos muito especiais. Proponho, de início, que isso seja válido apenas para eliminação de redirect de discussão. Os RDD já são marcados e eliminados quase que de forma automática, não vejo necessidade de duas pessoas checando. E, claro, qualquer mau uso de subverter o sistema terá suas punições.

Tem muita RDD para apagar, e fazer dois administradores passarem pelo menos processo é muita perda de tempo e recursos humanos. Vamos redirecionar o tempo dos adms para coisas mais úteis (outras regras de ER, ou ... alguém falou "atender aos pedidos a adms"? hein, hein? já ouvi reclamações sobre isso)

Rjclaudio msg 03h29min de 31 de março de 2010 (UTC)

  Concordo Ótima proposta, só falta por-la em prática!Rilson Joás (discussão) 04h13min de 31 de março de 2010 (UTC)

Um bot não poderia fazer a marcação desses casos? Isso evitaria até mesmo ter que alterar a regra, pois envolveria apenas um humano (administrador), como já é o caso das marcações do Salebot. Bitolado (discussão) 03h47min de 31 de março de 2010 (UTC)

Antes de mais nada, lembro que:

A eliminação é contrária ao espírito inicial da cultura wiki. Esta possibilidade foi introduzida na Wikipédia devido à proliferação de material que nada tinha a ver com uma enciclopédia. Por esta razão, a função de eliminação de páginas só está disponível para administradores. Os administradores não escolhem, entretanto, quais páginas devem ser excluídas.

WP:PDE

Dito isto,   Concordo que isso seja feito em redirects de discussão, pois não são verdadeiras páginas, mas   Discordo para todos os outros casos, pela política enunciada acima.--- Darwin Alô? 04h08min de 31 de março de 2010 (UTC)

Eu prefiro um bot fazendo as marcações de ER, mas apesar dos pedidos ainda não consegui achar um que faça isso. O bot pouparia temo dos editores, que é melhor q poupar os adms. Até termos o bot pelo menos adiantamos em alguma coisa com essa regra de ER. Rjclaudio msg 13h14min de 31 de março de 2010 (UTC)
  •   Concordo há situações que não se justifica serem vistas ou revistas por duas pessoas. Penso até que se poderia ir mais longe, permitindo apagar directamente casos como aqueles cujo conteúdo é deste tipo: lkjoiuv knerwgoldvçÇ ! A comunidade tem de ter um mínimo de confiança nos administradores ou então mais vale desistir. --João Carvalho deixar mensagem 21h29min de 2 de abril de 2010 (UTC)

Tb concordo com a ideia do João: vandalismos de letras aleatórias. Colocaria também vandalismos de insulto / ofensivo. Nessas regras tem que ficar claro o limite, e o limite tem que ser pro mais específico. Vandalismo de letras aleatórias está claro o que é, e o ofensivo também (se tiver palavrão no meio, e apenas se tiver palavrão). Ficam então três situações:

  • Redirect de discussão - já há apoio, sem ninguém contra, e como o assunto não me parece complexo pra mim já há consenso e já estarei aplicando
  • Vandalismo com letras aleatórias - nova sugestão
  • Vandalismo de insulto/ofensivo (com palavrão) - nova sugestão.

Algum comentário para as 2 novas sugestões? Pra RDD já considero consenso, alguma ideia de onde colocar essa regra? Não sei mais navegar pela nossa documentação. Rjclaudio msg 21h37min de 2 de abril de 2010 (UTC)

  • Como a 3ª sugestão foi posterior ao que escrevi, informo que   Concordo com ela. --João Carvalho deixar mensagem 22h05min de 2 de abril de 2010 (UTC)
  •   Concordo e acrescento: redirects para páginas eliminadas também (esta já tem respaldo em WP:PE, mas é bom que se juntem ambas). Yanguas diz!-fiz 15h45min de 3 de abril de 2010 (UTC)

Mais duas sugestões, que são um pouco mais subjetivas (nem tanto):

  1. Subpágina de usuário - desde que não tenha edição de outro usuário na página nem na discussão. Ou seja, não seja objetivo de discussão pela comunidade - se for deve ser avaliada duas vezes mesmo, pq podem considerar mover para o namespace wikipedia ou qualquer outra coisa.
  2. Erro meu - se o próprio adm criou a página, e pouco depois (pouco, em menos de 1 semana) percebeu o erro (como um título errado, namespace errado, conteúdo q era para outro lugar, coisas q já aconteceram comigo, e eu apaguei diretamente sem er, eu assumo), ele pode apagar a página diretamente.

Com isso agora são 5 propostas. Redirect de discussão, vandalismo aleatório, vandalismo ofensivo, subpágina, erro meu.

Rjclaudio msg 23h51min de 3 de abril de 2010 (UTC)

  •   Discordo dos dois casos de vandalismo — porque pode dar margem a muitas interpretações e a eliminações indevidas — e da subpágina de usuário — a proposta não está clara, e muitos usuários as utilizam para testes, no entanto concordarei se a proposta se referir às subpáginas do próprio sysop. Yanguas diz!-fiz 02h50min de 4 de abril de 2010 (UTC)
  • Sim, a subpágina de usuário é apenas para a subpágina do próprio administrador, e não qualquer subpágina.
  • Sobre vandalismo ofensivo, concordo q pode dar alguma subjetividade, assim como há subjetividade nos pedidos de bloqueio sobre ofensas a usuários.
  • Para as letras aleatórias não vejo mts interpretações possíveis: letras aleatórias que não formem nenhuma palavra de mais de quatro letras existente na língua portuguesa. Essa é minha definição de letras aleatórias, uma bem restrita e objetiva. Mas se formos usar essa não terá mt sentido pq os bots anti-vandalismo já marcam ER pra isso. Melhor então deixar esses 2 casos de vandalismo de fora, o que puder ficar objetivo nesses casos os bots já marcam ER.
  • Ficando 3 propostas então: RDD e redirect para página eliminada, Subpágina do próprio administrador, Erru meu (único editor é o adm, para casos de título errado e conteúdo sem sentido que deveria ter ido para outro lugar)
  • Rjclaudio msg 03h10min de 4 de abril de 2010 (UTC)
  Concordo com a eliminação sem marcação de {{ER}} dos redirecionamentos de página de discussão e das subpáginas de usuário do próprio administrador (já vi isto acontecer em outros projetos sem que surgissem problemas). Bisbis msg 14h41min de 5 de abril de 2010 (UTC)
  Discordo da eliminação da própria subpágina, por uma hipótese que agora me ocorreu. Suponha que um sysop queira eliminar suas mensagens arquivadas: elas estão todas em subpáginas. Ora, não se podem eliminar mensagens recebidas, mas se esta proposta for aprovada, poder-se-ão. Quem controlará um editor de má-fé? Continuo preferindo que sejam mandadas para ER. São raríssimos os casos, e não dá trabalho algum.
  Concordo com as "letras aleatórias", desde que elas sejam o único conteúdo da página. Suponha que o editor escreva uma frase, um artigo mínimo, e no meio dela, por erro de digitação, a preposição para vire arap, por exemplo. Não vamos eliminar uma página por causa disto, certo? Sei que parece óbvio, mas, caso seja aprovada, é bom deixar claras estas questões, para evitar "forçadas de barra" no futuro. Yanguas diz!-fiz
  •   Discordo mesmo nos casos de vandalismo. Editores comuns não têm meio de confirmar o conteúdo da página após a sua eliminação, e isso poderia levantar dúvidas sobre abuso da ferramenta sem qualquer necessidade. Já existe o salebot que marca ER na esmagadora maioria desses casos, mais que isso, não. --- Darwin Alô? 22h06min de 5 de abril de 2010 (UTC)
  •   Concordo com a eliminação sem marcação de {{ER}} para os redirecionamentos de página de discussão e também para subpáginas do próprio administrador. Ao contrário do que o Yanguas mencionou acima, não percebo qualquer problema, desde que essas subpáginas não sejam arquivos de discussão com histórico preservado por movimentação manual e composto por revisões de outros usuários. Nos demais casos, são apenas subpáginas do próprio usuário, de interesse pessoal, não havendo, portanto, qualquer necessidade de passarem pela revisão de mais de uma pessoa. Ruy Pugliesi 23h25min de 5 de abril de 2010 (UTC)
Ruy, e o que garante que a ferramenta não será abusada para apagar "arquivos de discussão com histórico preservado por movimentação manual e composto por revisões de outros usuários"? Estou com o Yanguas, e   Discordo que admins possam apagar sem confirmação de segunda pessoa nesses casos. --- Darwin Alô? 23h29min de 5 de abril de 2010 (UTC)

Só restringir a subpágina para as que a única edição é do próprio adm sem mais nenhuma outra pessoa adicionando conteúdo (assim elimina-se a movimentação de páginas). Se foi copiar+colar, o conteúdo estará em algum lugar (provavelmente no histórico de sua própria página), mas tb podemos restringir mais: sem nenhum link para PU e PDU de outros usuários. Claro que isso não dá para os não-administradores verificarem, mas é bom-senso dos adms seguir a regra (confiamos neles, por isso são adms), e se não respeitar a regra será mau uso como qualquer outra ferramenta, passível das mesmas punições. Rjclaudio msg 23h49min de 5 de abril de 2010 (UTC)

O que garante é o fato dos administradores terem sido eleitos pela comunidade para desempenhar funções que requerem a confiança da mesma. Se têm autonomia até para efetuar bloqueios e proteções, por que não podem simplesmente apagar uma subpágina pessoal que, como o Rjclaudio mencionou, é um copy/paste de arquivo ou contém basicamente apenas edições dele próprio?, ou eliminar redirecionamentos de discussão? A Wikipédia lusófona é a única wiki do mundo que possui um sistema jurássico e burocratizante de eliminação para casos assim. Ruy Pugliesi 00h07min de 6 de abril de 2010 (UTC)

  •   Concordo com a eliminação sem marcação de {{ER}} dos redirecionamentos de página de discussão, dos redirects para páginas eliminadas e das subpáginas de usuário do próprio administrador, esta última com algumas restrições, já citadas pelo Ruy e pelo Rjclaudio. Jeferson msg 17h44min de 7 de abril de 2010 (UTC)
  •   Concordo com o Jeferson. EuTugamsg 14h24min de 8 de abril de 2010 (UTC)
  • Citação: Rjclaudio escreveu: «e se não respeitar a regra será mau uso como qualquer outra ferramenta, passível das mesmas punições. » Rjclaudio (e Ruy), o problema é que bloqueios e proteções indevidos podem ser fiscalizadas por qualquer tipo de usuário. Uma página eliminada só pode ser aberta por um sysop. Imagine que eu, na calada da noite, nomeie um arquivo de discussão meu para — sei lá — Chorumelas e apague ambas. Ora, apaguei um redirect e uma página chamada "Chorumelas". Quem vai contestar isso? Que sysop vai ficar em cima de outro para ver suas eliminações? Temos exemplo recente, aqui, de sysop que se locupletou e tinha um fantoche para marcar ER nas páginas que ele eliminaria no dia seguinte. Não custa prevenir. Ademais, por que o sysop teria o privilégio de eliminar suas subpáginas, e editores comuns não? Esse privilégio nada acrescenta a suas funções, não beneficia em nada a comunidade. Sem falar que são raríssimos os casos de subpáginas postas para eliminar, não atrapalha em nada o desempenho de um sysop analisar uma subpágina alheia de vez em quando. Dito isso,   Discordo da eliminação de subpáginas em qualquer hipótese, tornando sem efeito meus votos anteriores em contrário. Yanguas diz!-fiz 16h13min de 8 de abril de 2010 (UTC)
  • Com os redirecionamentos de discussões eu   Concordo, mas   Discordo do resto. Eric Duff Discussão 00h33min de 13 de abril de 2010 (UTC)
  • Com os redirecionamentos de discussões eu   Concordo, mas   Discordo do resto.[2] CasteloBrancomsg 07h08min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Pra redirect de discussão e de páginas já eliminadas (ver Especial:Redireccionamentos quebrados) e subpáginas do próprio sysop   Concordo, mas   Discordo dos vandalismos (mas pode ser discutido mais pra frente, até acho que não tem problema, o problema são os abusos....)--Lépton msg 23h23min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Adoção do formato de desambiguações da en.wp

Convido todos os editores que se interessam por desambiguações a participarem na proposta que fiz há alguns dias em Wikipedia Discussão:Desambiguação. --Stegop (discussão) 02h10min de 8 de abril de 2010 (UTC)

Apesar da discussão ter tido pouca participação, dado que não houve oposição, devo assumir que posso incluir o quadro em discussão em Wikipedia:Desambiguação#Conteúdo e formato? --Stegop (discussão) 00h37min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Predefinições de tradução feita

Eu detectei que existem predefs repetidas pra indicar que um artigo foi traduzido e fui até o café dos tradutores pra eles decidirem qual ficava. Ninguém respondeu e eu coloquei outra msg lá, aí apareceram users pra discutir a coisa. Só que os coments evoluíram e tô criando este tópico.

Basicamente querem a extinção destas predefs por acharem elas de pouca utilidade. Vou colocar aqui a conversa:

O texto seguinte foi movido de: Wikipedia:Café_dos_tradutores#Predefini.C3.A7.C3.B5es_repetidas

Existem 4 predefs para indicar que um artigo foi traduzido: {{Tradução de}}, {{Traduzido}}, {{Tradução integral}} e {{Página Traduzida}}. Peço que escolham uma pra ficar. Minha sugestão:

Odeio predefs emporcalhando artigos, então ela deveria estar na discussão: {{Traduzido}}. Se quiserem alguma outra função na predef peçam no WP:CP.--Lépton 20h37min de 30 de março de 2010 (UTC)

Nenhum tradutor interessado? Posso escolher a que me apraz?--Lépton msg 21h14min de 14 de abril de 2010 (UTC)
Eu só utilizo estas predefinições quando não vou terminar de traduzir um artigo (o que limita a utilidade do aviso a {{Tradução de}}), do contrário não vejo motivo para manter os avisos. Daemorris discussão 21h25min de 14 de abril de 2010 (UTC)
Aí já é uma discussão mto ampla, e deveria estar na esplanada então. Se quiser levar adiante ok, minha msg aqui era só pra acabar com a redundância msm.--Lépton msg 22h07min de 14 de abril de 2010 (UTC)
Não vejo grande utilidade em qualquer delas, mas quem as usa e as criou lá terá (ou teve e já não tem?) as suas razões. Para artigos que estão a ser traduzidos, existe {{Em tradução}}, para os que foram traduzidos, existe {{Tradução/ref}} e {{Tradução/ref2}} (que deviam ser fundidas). Podem argumentar que faz algum sentido avisar que a tradução está incompleta... Talvez, mas {{Expandir2}} (que também deve ser fundida com {{Expandir}}, já que é uma expansão desta) não serve? --Stegop (discussão) 04h17min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Eu posso fundir {{Tradução/ref}}={{Tradução/ref2}} / {{Expandir2}}={{Expandir}} (aqui há diferenças nos parâmetros), só preciso do ok de mais pessoas. Com relação a {{Em tradução}}, eu acho ela uma predefinição de muito bom gosto (até o nosso ícone é o melhor, os da en, ja, zh e tr indicam transliteração e não tradução), pois ela cumpre seu papel, e não há quase nada a se adicionar, sem ela acho que acabaríamos tentando inventar várias maneiras de marcar artigos em tradução.
Agora vamos ver alguns números:
{{Tradução/ref2}} 29 afluentes
{{Traduzido}} 56 afluentes
{{Página Traduzida}} 56 afluentes
{{Tradução integral}} 63 afluentes
{{Tradução de}} 67 afluentes
{{Expandir2}} 14 afluentes
{{Expandir}} 206 afluentes

{{Em tradução}} 1.858 afluentes
{{Tradução/ref}} 881 afluentes
Eu acho que os números refletem a minha opinião, a não ser pela {{Tradução/ref}}, que eu realmente desconhecia, mas considero útil, afinal poucos verificam referências. Mas marcar um artigo como "traduzido" é mais ou menos como colocar um aviso de:
O que diverte a atenção, sem nenhuma utilidade. Nunca percebi ninguém gritar, "DESVIA! DESVIA! EITA! POR QUE ASFALTO?!! NÃÃÃÃO!!", já que artigos traduzidos não deveriam ser nada incomuns em qualquer ambiente wiki que adote licenças livres. Quanto a questões como artigos mal traduzidos, etc, etc, há outras predefinições exclusivamente para isto, assim como há outras placas de sinalização, muito mais úteis. Daemorris discussão 05h02min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Dado que fui eu quem criou {{Tradução/ref2}} e {{Expandir2}}, também me ofereço para fundi-los, mas atenção que ambas teem diferenças de argumentos e não cumprem exatamente a mesma função, pelo que provavelmente é melhor haver alguma (tentativa de...) discussão prévia sobre a fusão. Aliás, no que toca à {{Tradução/ref}}, a discussão é mais ampla, pois envolve o livro de estilo; já participei numa discussão inconclusiva sobre se ela(s) deveriam estar na secção "referências", discussão essa que agora não encontro.
PS: Gostei da metáfora do asfalto!   --Stegop (discussão) 06h28min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Melhor discutir isto na esplanada propostas, imagina quem gosta destas predefs acordar um dia e a ver apagada. Da minha parte tanto faz, eu não uso e nem vou usar estas predefs msm.--Lépton msg 13h38min de 15 de abril de 2010 (UTC)

Achei as discussões entre Daemorris, Lépton e Stegop muito interessantes e instrutivas.Isto dito, acho que algumas predefinições, como Tradução/ref e Em tradução, podem facilitar buscas quando se procura avaliar o artigo traduzido e compará-lo ao original, antes de se tomar a decisão de expandi-lo. Já as predefinições Página Traduzida e Tradução integral parecem-me menos úteis, notadamente porque mesmo os artigos de qualidade podem e devem ser melhorados, atualizados. Na realidade, a atualização permanente dos artigos é uma das forças do projeto que sustentamos. Visto assim, a predefinição Expandir me parece ter o mérito de incitar pessoas a envolverem-se neste tipo de trabalho. Por último, observei a pouca utilisação que se faz da página de discussão em tais circunstâncias. O que não ocorre nas wikis francesas, por exemplo, onde as ditas páginas dão lugar a muitos comentários e debates. Eliezer (discussão) 18h11min de 17 de abril de 2010 (UTC)

O texto acima foi movido de: Wikipedia:Café_dos_tradutores#Predefini.C3.A7.C3.B5es_repetidas

O que posso dizer é: por mim podem apagar, eu não usaria estas predefs por achar totalmente desnecessário, pra que uma predef eterna dizendo que foi traduzido se daqui a 10 anos ele pode não ter nem resquício da tradução? Basta o sumário. Isto vale tbm pra {{tradução/ref}} (que disseram ser útil) que tem a msm finalidade de indicar que o artigo foi traduzido. A doc dela diz para colocar na seção de referências, mas qual o sentido disto? O artigo da outra pédia não é a referência, elas devem estar no corpo do texto (ou na seção apropriada). Se é pra indicar de onde o texto veio, volte ao começo, basta o sumário que ficará eterno no histórico.--Lépton msg 23h11min de 17 de abril de 2010 (UTC)

Como disse acima, não vejo qq. utilidade nas restantes, mas acho úteis a {{Em tradução}}, {{Tradução/ref}} e {{Tradução/ref2}}.
O {{Em tradução}}, avisa os possíveis editores que alguém está a traduzir o artigo. É verdade que em quase todos os casos que tenho visto isso é mentira - a marca foi lá colocada por quem começou a tradução, mas não a retirou quando desistiu, frequentemente ao fim de dois ou três parágrafos. Aí, acaba por ser tão inútil como as restantes. Talvez fosse útil uma marca do tipo {{Tradução incompleta}}, para substituir {{Em tradução}} quando o tradutor desistiu d traduzir mais.
Quanto às {{Tradução/ref}}'s, o assunto dos artigos estrangeiros não serem referências foi discutido recentemente algures (lembro-me que o RJClaudio, o Darwin, e o Conhecer intervieram). Concordo que em rigor não são referências, mas na prática, quantos artigos da wp não são mais fiáveis que muitas das referências utilizadas por aí? Quantas das referências, inclusivamente fiáveis, como publicações e sites institucionais não usam a wp como fonte? Quantas dessas fontes teem, na prática um sistema de verificação de fiabilidade daquilo que publicam muito menos eficaz do que as wp's? Se já intuía isso há muito tempo, foi precisamente no decurso das minhas edições (por sinal as maiores foram traduções) que isso é um facto inegável, acontecendo-me frequentemente que, quando vou à procura de referências para um trecho mal referenciado no artigo estrangeiro, as referências com aspeto mais fiável são afinal baseadas nesse artigo.
Entre não dizer nada sobre a origem do texto e informar ao menos que é tradução de um artigo estrangeiro, a última opção parece-me muito melhor, já que, mesmo que as referências do artigo original não sejam incluídas na tradução, o leitor e futuro editor teem a hipótese de ir ao original. Mesmo que o artigo original não esteja bem referenciado, é completamente diferente ter acesso ao original e ao seu histórico do que não saber de todo qual é a origem do texto. Junte-se a isto que é muito frequente que os tradutores não incluam na tradução as referências do original, o que se "percebe", pois verificar e formatar referências dá bastante trabalho e diminui bastante a produtividade, pelas interrupções que implica na tradução, já de si um trabalho difícil complicado. Há ainda a considerar que, mesmo que as referências sejam muito boas e completas, é inevitável que nem todos os detalhes estejam referenciados e/ou o tradutor não tenha paciência para os verificar, pelo que se se informar o leitor de onde os dados veem, fica mais fácil para ele fazer essa verificação.
Pessoalmente, senti a necessidade de criar o {{Tradução/ref2}} porque geralmente uso mais do que um artigo estrangeiro para fazer as minhas edições baseadas em traduções, então achei que seria bom que pudesse distinguir as partes que vinham de uns artigos e de outros. Isso é tanto mais útil quando há dados, senão contraditórios, pelo menos incoerentes entre os artigos usados na tradução.
Quanto a no futuro o texto poder já ter pouco a ver com o artigo original, passa-se exatamente o mesmo com as outras (verdadeiras) referências. Daí que, mais uma vez, ache {{Tradução/ref2}} mais adequado, por poder identificar partes do texto em vez de todo ele, permitindo que os editores cuidadosos identifiquem as partes que já não são tradução.
Dizer que o tradutor deve trazer as referências dos artigos usados na tradução e completá-las nos casos em que elas se revelem insuficientes ou inadequadas soa bem, mas a realidade é que, se já são raros os que se dão ao trabalho de indicar que o texto é traduzido... E como vamos obrigar os editores a incluírem as referências? Quantas PE's são passam quando há iw's, mesmo que o texto da pt.wp pouco tenha a ver com o dos iw's ou, na melhor das hipóteses, ser apenas uma ínfima parte deles, quando não apenas o 1º parágrafo?
Desculpem o discurso sem fim, mas a síntese não é o meu forte. Só espero que consiga ter explicado minimamente o meu POV. --Stegop (discussão) 01h20min de 18 de abril de 2010 (UTC)
O meu ponto de vista é o mesmo do Stegop. Em relação aos comentários feitos sobre a suposta inutilidade da {{Tradução/ref}}, afirmo que ela não só é extremamente útil, mesmo quando o texto está referenciado, pois permite saber qual a fonte da tradução e conferir, como deveria até ser de uso obrigatório sempre que se faz uma tradução, tanto por uma questão de respeito para com o criador do texto original, como sobretudo pela legalidade no cumprimento das licenças livres (licença livre não é o mesmo que sem licença, como alguns parecem pensar por aqui). O seu lugar no artigo é de facto junto com as referências, de preferência numa secção própria denominada "Fonte(s) da tradução" --- Darwin Alô? 09h34min de 18 de abril de 2010 (UTC)
A {{tradução/ref}} é útil, justa com os artigos originais e, como notou o Darwin, necessária por questões de licença. Acho que a mensagem dela não é a ideal (e a da {{Tradução/ref2}} é muito estranha, preferiria as que usam em en:Translation/ref, por exemplo), mas   Discordo de apagá-la. De resto,   Concordo que as demais realmente não são muito úteis, mas também   Concordo uma {{Tradução incompleta}} seria útil. Por mim, todas as outras poderiam ser apagadas ou redirecionadas para uma suposta {{Tradução incompleta}}, especialmente devido ao argumentum ad asphaltum do Daemorris  --Brandizzi (discussão) 11h29min de 18 de abril de 2010 (UTC)
Se a questão é respeito a licença então a predef deve ser modificada para aceitar não somente textos de outras pédias, mas tbm de outras fontes, e não se referir apenas a tradução. E não me deram sequer uma razão para que ela esteja na seção de referências. Pra mim o sumário basta, mas se fazem tanta questão, que fique na discussão. Mas pra mim continua inútil: o texto será modificado durante o tempo e pouco da cópia/tradução estará no artigo.
A {{tradução/ref2}} não pode ser usada como referência, mas como nota.
Uma possível {{tradução incompleta}} pode parecer útil, mas duvido que alguém complete a tradução em tempo hábil: Wikipedia:Esplanada/geral/Trechos em língua estrangeira de artigos em tradução (11mar2010). Ou pretendem que a predef fique lá por tempo indeterminado? Podem até criar ela, desde que tenha um período de tempo máximo que ela possa ficar.--Lépton msg 14h21min de 18 de abril de 2010 (UTC)
Ponho {{tradução/ref}} na seção de referências porque é o que a documentação da predef sugere. Por mim, colocava na seção de {{ligações externas}} - mas me acostumei com ela onde está. Como não se confunde com uma referência do meio do texto - que, essas sim, garantem a verificabilidade do artigo - não vejo problemas. Para mim é assunto irrelevante se a {{tradução/ref}} aparece em {{ligações externas}}, {{referências}} ou {{ver também}}. Só acho ineficiente pô-la na discussão, pois ficaria muito escondido do leitor.
Por outro lado, concordo que o texto pode e deve ser alterado, depois de traduzido, e por isso discordo da mensagem da {{tradução/ref}} e proponho que ela seja mudada. Inútil, garanto que a predef não é: eu mesmo já fui do artigo traduzido para o original através desse tipo de referência.
Ademais, a {{tradução incompleta}} não seria uma predef de manutenção - ou pelo menos não só para manutenção. Seria uma predefinição de alerta ao leitor, e poderia servir como um guia ao outro artigo, completo. Assim, eu sugeriria que ela ficasse no artigo por quanto tempo fosse necessário (o que não nos impediria, por exemplo, de datar a predefinição). --Brandizzi (discussão) 15h04min de 18 de abril de 2010 (UTC)
A "fonte da tradução" é algo que de facto é usado no artigo, pelo que está muito mais relacionada com as referências que com ligações externas. O texto da tradução/ref diz explicitamente que "o artigo foi inicialmente traduzido do artigo X ,especificamente da versão Y", pelo que não percebo que confusão possa haver. Após o artigo ser alterado, mesmo depois dos 10 anos que diz o Lepton, essa frase continua perfeitamente válida. Em relação à tradução/ref2 ser colocada como nota e não como referência, também me parece ser o correcto.--- Darwin Alô? 19h27min de 18 de abril de 2010 (UTC)
Continuo vendo o sumário como mais adequado que a predef eternamente no artigo, por isto na discussão seria o melhor se quiserem manter ela. Mas se quiserem que ela esteja no artigo, melhor que nas LEs, na seção de refs ou até msm outra seção, é bom inventarmos menos moda e usarmos a boa e velha seção {{notas}} para ela então. proponho alterar a documentação da {{tradução/ref}} indicando a seção notas para abrigar ela, e alterar a {{tradução/ref2}} para ser usada em conjunto com a {{notas}} ao invés de {{referências}}, pelo menos até se decidir se ela vai ficar na discussão ou não.
Só que não concordo nem um pouco com a futura predef {{tradução incompleta}} ficar por tempo indeterminado no artigo, devemos com certeza firmar um prazo limite (minha sugestão: 6 meses).--Lépton msg 19h45min de 18 de abril de 2010 (UTC)
  1. Texto e usos (distintos) de {{Tradução/ref}} e {{Tradução/ref2}}:
    Não dou grande importância às mensagens das predef.s. Acho que o que se pretende transmitir está lá. Não sei como é como os outros, mas as minhas traduções teem tanto de tradução propriamente dita como de adaptação a partir do texto estrangeiro. É frequente certos trechos e a estrutura do artigo pouco terem a ver com o original porque este me parece deficiente. Por outro lado, quase sempre uso vários artigos de diversas wp's. Para notificar o leitor dessa situação, a {{Tradução/ref}} não serve para tal, e foi por isso que criei a {{Tradução/ref2}}. Dito de outra forma, a {{Tradução/ref}} afeta a generalidade do texto, enquanto que a {{Tradução/ref2}} pode ser usada para trechos específicos. Por outro lado, {{Tradução/ref2}} permite que os trechos fiquem assinalados como divergindo do artigo traduzido.
  2. Inclusão ou não na secção de referências:
    Em princípio, acho que a melhor solução será ou andará próxima do que o Darwin sugeriu: usar a {{Tradução/ref2}} na secção de notas. No entanto, tal como disse noutra discussão, isso traz problemas práticos e estéticos. Usar "group" nas ref.s é uma chatice adicional à chatice que já é formatar as referências, principalmente numa tradução, pelas interrupções que trazem ao processo de tradução do texto. É certo que se pode usar {{Nota de rodapé}} e {{Notas}}, mas embirro com aquela [nota x]. Acredito que para os que aqui estamos a discutir essas questões são menores, mas não haverá muitos editores que acham isso demasiado complicado? Será que o risco do número, já de si restrito, de editores que se dão ao trabalho de incluir notas que em sentido estrito não são referências (continuo a não estar convencido disso..) na secção de referências, não vai diminuir ainda mais? Sinceramente, estes preciosismos são ridículos em face do que se passa numa grande parte dos artigos traduzidos, que não só não teem quaisquer referências, como nem sequer mencionam a(s) fontes, que frequentemente estão referenciadas. E, volto a insistir, se aceitamos (e é inevitável fazê-lo), tantos sites e publicações cujos textos não sabemos de onde vieram, porque não tolerar que a nota sobre a fonte da tradução figure nas referências? No outro dia vi um programa de televisão (não era talk-show :-) de ar credível que afirmava que a Wikipédia tinha menos erros que a Enciclopédia Britânica. Não vou ao ponto de acreditar em tal coisa, mas quantas situações não há em que muitas das "referências fiáveis" que encontramos no Google não são afinal baseadas em artigos da wp? Mas nós somos tão puristas nem sequer permitimos que a nota sobre a fonte da tradução esteja na secção de referências... E entretanto todos os dias assistimos nas discussões das PE's aquilo que se sabe, nem sequer tendo coragem de alvitrar que www.jornal-da-minha-freguesia-mixuruca.com pode não ser uma fonte fiável.
  3. {{tradução incompleta}}
    Não vejo qualquer problema em ficar eternamente num artigo. Cabe aos editores decidirem se faz sentido ou não retirarem-na, à semelhança do que acontece com outras marcas de manutenção. O que não faz sentido nenhum é ter Categoria:!Artigos em tradução desde Agosto de 2007! Mas também nada tenho contra ser removida automaticamente. E já agora faça-se o mesmo para {{Em tradução}}. Mas parece-me que há um problema técnico complicado: como saber quando a marca foi posta nos casos em que o editor não se deu ao trabalho da colocar? Atualmente Categoria:!Artigos em tradução tem 1111 artigos (fui lá pôr uma dúzia mesmo agora para ficar uma linda duma capicua :-).
  4. {{Tradução/ref(2)}} servir para fontes que não sejam da Wikipédia:
    Nada tenho contra que se criem prefef.s para traduções genéricas, o que se passa é que a estrutura das wp's nós conhecemos, pelo que podemos simplificar ao máximo sem perda de dados, mas o mesmo não acontece com outras fontes.
  5. Sumário de edição
    Além de não ser prático (uma tradução geralmente envolverá várias edições), quem é que vai à procura da origem do texto nos sumários?

--Stegop (discussão) 22h49min de 18 de abril de 2010 (UTC)

1-Não lembro de ter visto alguém questionar tal coisa.

2-Não penso se tratar de preciosismo, a seção de referencias se refere a verificabilidade do texto, e tanto a trad/ref como a trad/ref2 não fazem isto, mas apenas informam que veio de tal pédia, portanto é uma nota e não a referência. Não vejo nenhum trabalho, é só modificar a predef, pelo que vi ela não precisa do <ref></ref>, basta ela somente.

A pédia não pode ser fonte pra si mesma, isto parece claro, e não pq outras fontes podem ser pouco fiáveis que vamos permitir tudo. É uma carência do próprio formato wiki. Imagina só como a pédia seria ainda mais ridicularizada e descreditada do que já é se permitissimos que ela fosse fonte de si mesma.

3-Me pergunto que serventia teria uma marca dizendo para se completar uma tradução feita anos depois de não terminada.... o msm problema que temos hoje com a {{em tradução}} teremos com a {{tradução incompleta}}, só vai mudar a predef!!!

4-Neste caso pode ser criada outra se for o caso, Só resta saber se há demanda para tal.

5-Começa dizendo de onde veio a tradução e na última edit diz que acabou, pronto. deveriam ir ao sumário pra isto sim, lá seria mto mais fidedigna a informação, ao contrário de eternamente no artigo, ainda que pouco ou nada mais da dita origem do texto estar lá.--Lépton msg 01h04min de 19 de abril de 2010 (UTC)

2- Não diz nada quanta às questões práticas que coloquei. As trad/ref não teem <ref></ref>. Permitir tudo? E desde quando é que somos assim tão exigentes??? Qual é a percentagem de artigos sem quaisquer fontes? Quantas PE's são rejeitadas porque "existe iw" e os artigos em causa ou não teem a ver com os iw's? E dos que teem algo a ver, quantos é que dizem alguma coisa sobre as fontes (os artigos das wp's estrangeiras)? Para mim, a bem da simplificação, aceitar as trad/ref's nas referências é um mal menor.
3- Há uma diferença entre as duas: uma diz que que ainda está em tradução, o que é falso; a outra diz que a tradução está incompleta (ponto). Se um editor verificar que já está completa ou que já não se justifica a marca porque o texto já pouco tem a ver com o original (ou o original já mudou muito), retira a "trad. incompleta". Já o retirar o "em trad." geralmente é muito mais complicado: experimente tentar descobrir desde quando a marca está num artigo com muitas edições sem recorrer a ferramentas do toolserver.... --Stegop (discussão) 01h39min de 19 de abril de 2010 (UTC)
2-A questão prática seria a perda users só por ter que colocar no local correto as predefs trad/ref e a chatice de se escrever ref group? Se não haverá necessidade de usar a ref group, portanto não teria chatice adicional, e se a perda de users se daria por isto, ela não ocorreria. A trad/ref nem precisa de citação, de modo que bastaria uma seção simples com ela em baixo. Qto mais não fosse não acho certo permitir o menos correto e o mal feito por medo de perder contribuidores.
Qto as perguntas, são problemas a serem resolvidos, não exemplos a serem seguidos. Qual diabos é a dificuldade de se colocar ambas as trad/ref na seção notas?
3-Vai dar [mais] briga isto... um prazo fixo facilitaria por não dar margem a subjetividades, 6 meses é bem razoável.--Lépton msg 02h06min de 19 de abril de 2010 (UTC)
2-Não é perda de users, é users a não se darem ao trabalho (acrescido) de assinalarem de onde vieram os diversos trechos das suas edições baseadas em tradução. A trad/ref não põe problema nenhum, tanto trabalho dá colocar num sítio como noutro, mas repito: só serve para informar que partes do texto resultaram de tradução, não diz quais; e a confusão aumenta quando foi usado mais do que um artigo. Como é que acha que eu devia ter feito na minha última tradução (Sardenha; veja as ref's nº 1, 2, 18, 19, 20, 21, 22 e 23)? Por acaso o pouco texto já existente antes das minhas edições era também tradução, pelo que a trad/ref (que não existia) fazia sentido, mas se não fosse o caso, se o texto existente fosse bom, mesmo que fizesse uma tradução literal de um só artigo, a trad/ref não tinha sentido.
3-Isto não é briga nem reclamação... Estamos a discutir e é mais do que natural que tenhamos opiniões diferentes. Como é que vai garantir que o prazo de 6 meses vai ser cumprido? Essa faz-me lembrar os políticos portugueses - "há um problema? Cria-se uma lei" - mas ela de nada serve se não for aplicada e muitas vezes isso não acontece porque é muito complicado fazê-lo. --Stegop (discussão) 02h44min de 19 de abril de 2010 (UTC)
2-2 jeitos: usando a predef que vc não gosta ({{nota de rodapé}}), e o segundo jeito é ainda melhor e mais prático até do que é hoje, modificando a {{tradução/ref2}} para que fique que nem a {{nota de rodapé}}, ou seja, não precisar de <ref group="nota"></ref>, aí bastaria ela e {{notas}}.
3-Quis dizer apenas que esta de tirar qdo o user achasse que não precisasse que ia dar briga, não me referia a esta discussão!! Controlar os 6 meses seria feito obrigando a usar subst (a predef não funcionaria de outro jeito, se não tivesse o subst o artigo ficaria numa cat separada e um bot aplicaria o subst) que calcularia a data automaticamente, e colocaria o artigo na cat apropriada.--Lépton msg 03h30min de 19 de abril de 2010 (UTC)

Embora continue a achar um preciosismo exagerado não poder misturar "verdadeiras" referências com indicação da fonte da tradução, só para vos fazer a vontade :), criei {{Ntref}}, que consta duma chamada a {{Nota de rodapé}} cujo conteúdo é uma variante de {{Tradução/ref2}}. --Stegop (discussão) 03h28min de 26 de abril de 2010 (UTC)


fr:Modèle:Demande de traduction: aqui está uma predef. que em teoria parece ser muito interessante. Digo "em teoria" porque se grande parte das marcas atualmente existentes na pt.wp são postas e esquecidas, não estou a ver que haja muita gente a dar-se ao trabalho de preencher todos aqueles dados. --Stegop (discussão) 03h26min de 28 de abril de 2010 (UTC)


A propósito de referenciar artigos de outras wikis usados como fontes: o que acham do que fiz em Capadócia? Basicamente, em vez de usar {{Tradução/ref2}} na secção de "referências" como era meu hábito, criei {{Ntref}} e {{Ntref2}}, apenas para ser mais simples codificar, e usei a secção "notas". --Stegop (discussão) 01h20min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Era exatamente a isto que me referia, logicamente achei ótimo! Aquilo são notas e não refs, portanto estão agora no lugar mais correto.--Lépton msg 14h56min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Ordenação das Outras linguas da barra lateral esquerda

Como em outras Wikipédias, proponho que o Inglês seja a primeira língua da lista, e as seguintes ordenadas alfabéticamente. Parece-me também que seria mais fácil se as línguas fossem referidas pelo seu nome em português (Inglês em vez de English, Francês em vez de Français, Filandês em vez de Suomi, e por maioria de razão, Japonês em vez de 日本語) --JotaCartas (discussão) 05h11min de 22 de abril de 2010 (UTC)

Pq a anglófona ser a primeira? Os nomes em português podem ser vistos ativando um gadget nas suas preferencias.--Lépton msg 07h36min de 22 de abril de 2010 (UTC)
Antes de mais, obrigado pela dica do gadget, que eu desconhecia e que já ajuda muito. A "anglófona ser a primeira" porque: 1. os 'bots' atuam a partir dos interwikis feitos à Wikipedia inglesa; 2. é a Wikipedia com mais itens; 3. exceptuando eventualmente o espanhol, o Inglês deverá ser a língua estrangeira mais falada e entendida pelos lusófonos; 4. creio ser por norma (para quem sabe um pouco de inglês) a primeira wikipedia a consultar quando se pretende encontrar algo inexistente na nossa (exeptuando quando se procura algo de um determinado país, caso em que se procura na wikipedia da língua desse mesmo país); 5. e, por fim ... quer se queira, quer não ... é a língua mais falada e de referência no mundo ocidental (onde se incluem tanto o Brasil como Portugal e forçando um pouco, tambem os restantes países lusófonos, exceptuando Timor e a região de Macau ) - acrescento que este últimos, apesar de não serem do mundo Ocidental, falam possivelmente mais inglês do que português, por causa de Hong Kong e da Austrália.
De notar que a ordenação que eu sugiro, é para apresentação na barra lateral esquerda, e que deveria ser efetuada pelo software; quanto à edição e inclusão de interwikis nos artigos, este possivelmente deverão ser ordenados por ordem alfabética do código da língua (o que também poderia ser revisto e corrigido periodicamente por um 'bot') --JotaCartas (discussão) 08h28min de 22 de abril de 2010 (UTC)
  Discordo. Proponho que seja o Esperanto a primeira língua, porque 1) é uma língua não-nacional, e assim não reflete a supremacia de um povo em detrimento de outro; 2) é a língua que eu falo melhor, depois do português; 3) estimularia outras pessoas a conhecê-la e a contribuir com o projeto de lá, que anda tão carente de editores... Brincadeira, gente. Era só uma forma de mostrar que há argumentos para preferir várias línguas, e a escolha do inglês pode ser injusta. A ordem alfabética anula isso, e o pouco incômodo que causa a quem procura a versão em inglês não é nada comparado com o incômodo que um privilégio a uma língua causa às demais. CasteloBrancomsg 06h54min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Alteração de frase em tópico da política de bloqueio

Prezados, trago uma proposta à comunidade de alteração de duas frases na atual política de desnomeação de administradores e dos pedidos de suspensão de suas ferramentas. Acredito que a atual leitura das duas politicas, traz o entendimento de que, hoje, na Wikipedia, se um administrador não for completamente louco, não há nenhuma possibilidade dele ter suas ferramentas retiradas pela comunidade ou de ser suspenso por mau uso delas, a não ser que desista por si próprio.

Explico com os exemplos abaixo:

  • No que tange ao item da política de bloqueios, a parte sobre abuso das ferramentas, que permite o pedido de sua suspensão, diz o seguinte:[4]

Citação: frase escreveu: «Após a solicitação de um pedido formal de revisão do bloqueio, em caso de abuso constatado, poderá ser aberto um pedido de suspensão temporária do administrador em Wikipedia:Pedidos de suspensão»

Vejam onde nos leva isso. É preciso que um adm que faça mau uso de suas ferramentas, seja condenado antes numa discussão formal, para que se POSSA abrir um pedido, a ser atendido ou não, de suspensão simples de suas ferramentas. Faz algum sentido alguém ser julgado duas vezes?? E como se 'constata um abuso'? Discute-se e alguns acham que houve, outros que não, ou todos tem que achar que houve? Se for unanime, pra que ainda pedir suspensão? Se houver duvidas, não for unanime que não houve, pode-se pedir a suspensão para uma definição? Como isso funciona? Ninguém diz.

Sabemos também que os tais cercadinhos de discussão de bloqueios, são frequentados, sempre que ele acontece, por pouquissimas pessoas, muitas vezes apenas os envolvidos, e nunca leva a nada. Temos hj sete pedidos de 'discussão' mortos e abandonados por lá, ninguém se interessa. Além do mais, o que se discute de algo que já acabou? Porque alguém ainda iria discutir um bloqueio ali, que ja ocorreu ha mais de mês, como alguns ali?

Sabemos também que a grande maioria dos editores, preferem nem esquentar cabeça com esse tipo de discussão, ou não tem saco, ou não tem articulação, ou sabem que não dá em nada, tudo que escreve é rebatido, o assunto é desvirtuado, vira uma bola de neve, acontecem mais brigas, e isso tudo entre tres ou quatro participantes, e aquilo não leva a lugar nenhum.

Porque então diante de uma situação em que algum editor é bloqueado e filtrado e tem algum apoio à injustiça ou equivoco de seu filtro ou bloqueio, ele não pode aferir a comunidade, pedindo uma suspensão de ferramentas direto, onde aqueles sem muita disposição para discussões infindáveis e inóquas possam apenas deixar sua opinião com um voto?

Também é importante ressaltar, que a menos que outro editor abra um pedido de revisão de bloqueio por ele, o bloqueado ou filtrado simplesmente só pode faze-lo ao fim de seu periodo travado, porque geralmente só pode editar fora do dominio Wikipedia. Ora, os mesmos administradores que sempre dizem ser a propria pagina de discussão de um filtrado ou bloqueado o lugar ou um dos lugares para se discutir um bloqueio ou filtro, agora negam isso, baseado nesta frase, que isso só vale se for feito no local formalmente apropriado, mesmo que durante sua vigencia, o bloqueado não o possa faze-lo!

Assim acredito que seja necessário uma mudança nesta frase da politica, dentro do item 4. Abuso da ferramenta de bloqueio por parte do administrador, de:

"Após a solicitação de um pedido formal de revisão do bloqueio, em caso de abuso constatado, poderá ser aberto um pedido de suspensão temporária do administrador em Wikipedia:Pedidos de suspensão"

para

"Um editor tem o direito de abrir um pedido de suspensão de ferramentas caso algum ato de bloqueio ou filtragem realizado por este administrador seja discutido em qualquer local da Wikipedia e haja alguma contestação dele nestas discussões"

E a comunidade que decida, num pedido formal de suspensão de ferramentas. Do jeito que está, na prática, os administradores jamais podem ter suas ferramentas pedidas. Não esqueçam que essa suspensão conseguida aqui a duras penas e que freou vários abusos, já foi votada sem discussão de coisa nenhuma, só pelos fatos apresentados e notados. ( e a comunidade, suspendeu muitos poucos, o que se nota que isso jamais serviu para 'vinganças pessoais' ) O que há lá no momento, é praticamente uma probição de que determinado caso de abuso possa sequer ser levado a uma decisão concreta.

E mais uma coisa: e o silencio, num pedido de discussão, significa o que? Concordancia silenciosa? Discordancia silenciosa? É necessario essas respostas.

  • Quanto aos pedidos de desnomeação vejam onde fomos parar:

Citação: sobre a desnomeação escreveu: «Pode ser requisitada, por qualquer editor, a retirada do estatuto de administrador de algum usuário que tenha feito mau uso de suas ferramentas insistentemente (mesmo após ter sido avisado). »

e também

Citação: da desnomeação escreveu: «é possível iniciar-se uma votação para revogar o estatuto do administrador que infringir normas vigentes, caracterizado como infração insistente e deliberada de qualquer das políticas vigentes, mesmo após aviso, desrespeito às decisões da comunidade (sejam votações ou decisões obtidas por consenso), o que inclui também o abuso de ferramentas administrativas.»

Ou seja, nenhum administrador pode ter um pedido de desnomeação iniciado, (algum outro irá correndo arquivar) a menos que faça dez vezes a mesma coisa.

Deixo aqui um exemplo: se um administrador X chamar um usuário Y de filho da puta e nunca tiver feito isso antes, ele pode ser bloqueado, MAS NÃO SE PODE NEM PEDIR A DESNOMEAÇÃO DELE.

Vcs concordam com isso? Essa completa impunidade?

Portanto, proponho que das frases acima sejam retiradas quaisquer menções a insistencias e repetições. Afinal, pedir uma desnomeação ou uma suspensão, não significa que alguém vai ser suspenso ou desnomeado, é preciso uma votação. A questão é que da maneira como isso está redigido ( e sabemos que certos administradores se prendem unicamente ao que está exatamente escrito) hoje é praticamente impossível se pedir a desnomeação ou a suspensão de uma ferramenta (que deveria ser bem mais facil, por ser algo temporario) por um ato pretensamente mal feito.

Acredito ser os pontos acima dignos de uma discussão, de maneira ou a acharmos um consenso pró ou contra elas ou levarmos isso a uma votação para a mudança. Sds MachoCarioca oi 03h38min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Mais uma coisa bem interessante. Vcs já notaram, que na tal politica de filtragem, que o item destinado a tempo minimo da mesma está em branco? [5]Notaram quando votaram a implicancia disso? Isso significa que dependendo do humor de um administrador quando acordar em determinado dia, caso ele te fitre, tanto pode ser por uma hora, 1 dia, 1 semana, ou dois meses e meio e ponto final. (o máximo é tres, o minimo qualquer coisa até tres) Está coberto pela 'regra'. Sabiam disso? Segundo o Ruy Pugliesi, isso dá flexibilidade aos admininstradores de analise. Vcs já imaginaram o que pode ser feito com essa 'flexibilidade', se não se estipular um tempo minimo ali? Sds MachoCarioca oi 03h57min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  Concordo com tudo o que vc disse e assino em baixo. As revisões de bloqueio até hoje não serviram para nada. Ninguém nunca discute isso a finco e o bloqueado/filtrado acaba permanecendo assim até o final e fica como está, já que ninguém constata se é abusou ou não. Para tudo que é decisão de punição é necessário haver também prazos. Não aceito que ninguém tenha a liberdade para decidir o que for sozinho em uma comunidade. Do contrário não seria comunidade. E casos graves como brigas entre outras coisas devia ir logo para desnomeação e não suspensão. E não me venham com história que ninguém é empregado da Wikipédia, que é trabalho voluntário e toda a mesma baboseira de sempre, que aqui também não é uma ditadura para quem tem mais poder fazer o que quiser e sair impune. Mizunoryu (discussão) 04h51min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo de vários pontos. Não tem nenhum mal ser "julgado" duas vezes, três ou quatro se for preciso. Nas instâncias judiciais existem vários níveis para aferir a culpa/inocência de um réu. O que poderá estar relativamente mal, é ser inocentado na 1ª instância e o réu não ter possibilidade de recorrer, julgo que é isso que se passa. Mas para o fazer teria que ter uma fundamentação forte e partir não para uma desnomeação mas para uma aferição ou não de culpabilidade por uma instância "superior", a comunidade. Temos também que refletir que um admin não deixa de ser um editor como os outros e que também pode estar sujeito a punições como os outros, nomeadamente bloqueio, ou suspenção temporária das funções. Há aqui um hábito de se lançar logo a bomba atómica. Na política de bloqueio, tanto quanto a conheço, existem intervalos de punição, no filtro deverá existir na mesma. Não me choca que a punição máxima de um filtro seja elevada, tanto que é uma punição mais leve que um bloqueio completo. E sempre fui a favor de uma agilização do poder de decisão dos admins. Se querem criar regras e regrinhas para controlar o comportamento de toda a gente não fazemos outra coisa senão política e discussão e o principal, editar e criar artigos, zero. Lijealso (discussão) 16h12min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  Comentário. Por enquanto vou apenas comentar a primeira sugestão de mudança de texto, a da suspensão. Não me agrada a parte do "em qualquer local da Wikipedia", que pode dar margem a coisas como, por exemplo, um linchamento de um administrador em plena Esplanada (espaço público que não se destina a esse tipo de coisas). Se limitar esses locais à discussão de bloqueio e às discussões do usuário bloqueado e do sysop que bloqueou, já me parece mais razoável. Acho também que, se é pra flexibilizar as exigências para abrir um pedido de suspensão, será melhor permitir votos a favor e contra (já que, segundo a proposta, pode não existir um "julgamento inicial" do ato do sysop em WP:PA/DB). Filipe Ribeiro Msg 16h31min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Tinha-me esquecido de referir precisamente esse ponto A questão de onde discutir o bloqueio sofreu já há tempos uma proposta e foi aceite, precisamente para centralizar a discussão e não se ser alvo de julgamentos onde não faz sentido que existam. Lijealso (discussão) 16h41min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo. A proposta do MC é: "Um editor tem o direito de abrir um pedido de suspensão de ferramentas caso algum ato de bloqueio ou filtragem realizado por este administrador seja discutido em qualquer local da Wikipedia e haja alguma contestação dele nestas discussões" - Ou seja, basta uma louca desgrenhada gritar num canto qualquer "Ladrões! Bloqueio injusto! À guilhotina, já!!!" para que seja montado o cadafalso e o linchamento popular tenha início. Por mais que eu discorde com a negligência a que actualmente estão votadas as discussões de bloqueio, de modo algum posso concordar com semelhantes jacobinismos aqui dentro. O problema da ineficácia e inutilidade das discussões de bloqueio tem de ser analisado, sim, mas com calma e cabeça fria, e não na cola dum qualquer usuário que não gostou de ser bloqueado e desata a gritar por todos os cantos. Em casos em que se considere ter havido injustiça na discussão de bloqueio ou que esta seja inválida por não ter havido participação de administradores existe o recurso ao CA que, tanto quanto sei, até agora não foi usado.--- Darwin Alô? 16h55min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  • A questão é que hoje os administradores podem fazer o que bem entendem. São eles que decidem se as contestações a bloqueios são válidas ou não, se os filtros são válidos ou não, se alguém abusa ou não do espaço público (esta a maior vergonha pela sua absoluta seletividade nas decisões) e quando não decidem algo ignorando todas as opiniões contrárias como foi a recente troca de um bloqueio por um filtro, que quando a discussão era em um local onde todos podiam editar foi contestada e arquivada; como claramente esta decisão contrariou a opinião de um dos administradores que era favorável ao filtro ele levou a discussão para o café dos administradores onde os pobres mortais não podem editar e lá conseguiu seu intento e ao arrepio da opiniões contrárias fez aquilo que desejava desde o início. Temos administradores utilizando a ferramenta de proteção de páginas ao arrepio das regras com a cumplicidade dos demais, temos até um que eliminou o histórico de uma página de discussão por que um deles ofendeu um Ip em uma clara tentativa de acobertar a ação e esconder sua omissão já que presenciou a ação. Os administradores hoje não são julgados nem uma, nem duas ou mais; eles simplesmente não são julgados por suas ações indevidas sem respaldo das regras. A idéia de levar para o CA não me surpreende que tenha aparecido é só mais uma forma de deixar tudo como está, já que nem preciso lembrar que este "órgão" da Wikipédia pode ser comparado a um apêndice, só notasse que ele existe quando inflama, caso contrário não serve para nada. Os canais de desbloqueio são outra piada, quem responde sobre os pedidos de revisão é quem bloqueou então como vai admitir que fez porcaria; as regras deste tipo de resposta é levar o máximo de tempo para que o período de bloqueio ou filtro se esgote ai vem a frase mais hipócrita da Wiki: "Ninguém contestou o bloqueio, além do bloqueado", o bloqueado virá ninguém e os demais editores tem que virar fiscais das ações daqueles que deveriam em tese ser os maiores responsáveis pelo zelo do projeto e que ao invés disso se consideram iluminados por que tem um porcaria de "botão" na mão. Fabiano msg 18h37min de 2 de maio de 2010 (UTC)
Apesar de não concordar com a proposta do MC, concordo de modo geral com as observações do Fabiano: A situação actual em que há na prática uma ausência de mecanismos de regulação de abusos administrativos neste projecto é muito grave, e inclusive já motivou uma petição (ou mais propriamente, um alerta) da minha parte ao CA sobre o assunto. O caso tem realmente de ser debatido pela comunidade (conforme recomendado pelo próprio CA), e urgentemente, mas a resposta não está, de modo algum, em liberar geral as suspensões e desnomeações, e muito menos de cabeça quente sobre um caso recente de bloqueio que provavelmente desvirtuaria todo o debate.--- Darwin Alô? 18h54min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Mais um comentários aos comentários: a questão de que os admins fazem o que bem entendem não é absolutamente verdadeira. O que se tem notados, por exemplo, na política de bloqueio, é que se tornou mais rígida e com regras e regrinhas, aquilo tornou-se num monstro, e limitou a capacidade de julgar dos admins. Realmente existe muita hipocrisia por aí: o que eu noto é que existem admins a fazer porcaria frequentemente (mais que suficiente para desnomeação) e curioso é que ninguém nota nada. Depois desnomeiam amins com comportamento quase exemplar (quase, não aparecem tanto como deveriam supostamente aparecer). De facto curioso, asneiras feitas relacionado com a construção de conteúdo, que deveria ser o ponto mais importante, não tenho tenho notado. Lijealso (discussão) 19h26min de 2 de maio de 2010 (UTC)

  • Concordo com o Darwin mais acima e com algumas observações do Fabiano, apesar de também discordar da proposta. Os mecanismos existentes para revisão de bloqueio e contestação de possíveis abusos têm-se mostrado de plena ineficácia. Os pedidos de revisão chegam a ficar semanas ou até meses mofando, com baixíssima participação de administradores e demais usuários, que negligenciam a existência da página e não demonstram qualquer engajamento na resolução das questões apresentadas. Isto tem de ser debatido pela comunidade de modo a se buscar uma solução para salvaguardar o direito de revisão em possibilidade de abusos, mas, como salientou o Darwin, o caminho não está na liberação geral de suspensões e desnomeações, o que só causará um mau ambiente no projeto, além de imprimir ainda mais medo nos administradores, que pouco atuam em questões intrincadas. Há de se achar uma solução. Ruy Pugliesi 03h22min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo da proposta. Acho que cabia estabelecer um prazo final para a discussão de bloqueio e anúncio (anúncio não é extensão da discussão) em Esplanada/Anúncios. O editor bloqueado faria sua argumentação explicando porque acha que o bloqueio foi incorreto, o administrador que bloqueou faria as suas justificativas, e qualquer editor faria sua argumentação contra ou a favor do bloqueio. Ao fim do prazo, se for identificado abuso, pensa-se nas demais possibilidades (suspensão e desnomeação). Mas só porque o bloqueado não concordou com o bloqueio e sua discussão do bloqueio não surtiu efeito algum não me parece motivo suficiente para abrir pedido de desnomeação. Ou seja, concordo com o Darwin e o Ruy. Se a defesa é falha, deve ser melhorada, ao invés de querermos tornar outro processo (neste caso, a desnomeação) igualmente falho. CasteloBrancomsg 06h39min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  • Resumido, deixa tudo como está. "Os seres iluminados e infalíveis do projeto" continuam com a ampla e total possibilidade de fazer o que bem entendem e o resto que cale a boca. O "botão" exerce um fascínio impressionante. Fabiano msg 21h56min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Algumas colocações aos comentários
  • Lijealso - o que vc colocou é o mesmo que questionei. "Mas para o fazer teria que ter uma fundamentação forte e partir não para uma desnomeação mas para uma aferição ou não de culpabilidade por uma instância "superior", a comunidade." Isso significa um pedido, certo? Qto a ser julgado varias vezes, isso aqui é um processo eletronico, não é vida real. Aqui tudo muda rápido, de uma semana pra outra, as premencias já mudam completamente, tudo cai no esquecimento. Não foi comentado por vc, como fica a situação no tal 'pedido de discussão' (que apelido de 'a vala') os exemplos que indiquei acima. Tbém gostaria de um comentário sobre os exemplos que citei, a cerca da 'insistencia' existente na tal regra criada pelo Ruy, para desnomeação, o que não está sendo falado aqui.
  • Vc fala em criação de regras que no fundo apenas exasperam até pela propria complexidade com que se cria regras aqui. Ora, era muito mais simples isso aqui antes, se vc olhar a tal regra agora,parece bula de remédio. São trocentos itens, que lê realmente aquilo? Já viu anova levadaa tentativa de consenso pelo Ruy? Ele não consegue fazer nada simples, pão, pão, queijo, tudo tem trinta subitens, e tudo deve ser aprovado ou não de cambulhada. Não é possivel isso assim. O que acontece é que os adms decoram e sempre esfregam na nossa cara algum subitem do tem 435 que pode dizer várias coisas, inclusive o que eles acham, e isso não pode ser contestado.

Qto a seu ultimo comentario posterior, 'fazem porcaria e ninguém nota nada', como assim? Nota-se sim - não viu o que Fabiano mostrou do Castelo Branco? - mas o que se pode fazer com a regra atual? Nada. Se vc denunciar é 'abuso do espaço publico'. Vai ficar falando pras paredes na propria paginade discussão?

  • FIRB - claro que o enunciado ali é algo a ser melhor elaborado (aceita-se sugestões e contribuições) isso não é o caso, mas a ideia que está sendo discutida. Qto a questão da suspensão, o fato dos dez votos a favor vem de que suspensão de ferramentas não é desnomeação, ora, é muito mais simples e de tempo extremamente breve. Não se pode dar o mesmo peso a coisas bem diferentes. Me aprece que alguém que fosse votado desta maneira para suspensão e perdesse, nem tinha mais o que fazer como adm.
  • Darwin - seu exemplo é ridiculo, porque evidentemene o texto pode ser melhorado e não basta 'uma louca gritar' nada, trata-se obviamente de alguém a quem a punição foi contestada por outros, mesmo que em minoria. Falar em CA é simplesmete troça com os debatedores, aquilo não existe. è brincar de querer resolver alguma coisa. E não adinata 'louca gritar' que ela não suspende nem desnomeia ninguém, precisa a comunidade aprovar. E o mais ridiculo no seu comentario, é que, em tese, vc fez uma petição ao CA(claro que vai ficar por isso mesmo lá) exatamente sobre o que falo aqui. É ridiculo sua participação aqui pra dizer isso, tenha alguma coerencia.
  • Fabiano - vc falou muito sobre o que eu queria dizer, mas resolvi limitar ao que falei, pra não espalhar muito o assunto, limitado a dois já se omitiram em , imagina colocar tudo aqui? Mas é bom que levante essa peteca, porque qualquer um aqui sabe que isso que diz é exemplo diario aqui, não saiu do nada. Aquilo ali é uma 'vala', de total interesse apenas de alguns adms e seus puxa sacos,(os que aprontam e nunca vão parar ali) nada mais do que isso. Regras e leis são criadas todos dias numa sociedade, mas é o dia a dia do funcionamento delas que mostra sua eficacia ou não. E se não funciona, aperfeiçoa-se ou troca-se. A idéia pareceu boa na época? Pode ser, para alguns (eu sempre protestei porque sabia o que ia virar, tirou da Esplanada é colocar embaixo do tapete, essa idéia veio daquele tal Ozias, que sumiu tbem e deixou isso de 'herança') mas a realidade hj mostra que serve apenas como 'arquivo'. Inútil e INJUSTO.
  • Qto às participações de Ruy Pugliesi e Castelo Branco, me desculpem mas me recuso a debater com adm que vem a uma discussão que trata justamente do poder praticamente ilimitado de um adm aqui hj, advogar em causa propria.
  • O assunto tem que ir em frente, gostaria que os demais se ativessem aos pontos sugeridos na proposta, suspensão e a questão da desnomeação, não tocada. Vejam que o Ruy saiu pra criar outra coisa, que nem trata d atual regra de suspensão nem, pior, a de desnomeação, o que trata isso aqui. Os adms estão se fazendo de mortos, espero que os usuarios comuns não se façam tbém. Sds MachoCarioca oi 12h29min de 4 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo da proposta de alteração na política; aliás já vejo "propostas" assim com desconfiança e maus olhos, a partir do momento que elas surgem de editores que sofreram bloqueios recentes e, principalmente (e não-coincidentemente) quando vêm daqueles editores que justamente têm o perfil de comportamento que a política de bloqueio visa combater (i.e., editores com currículo frequente de violação às normas de conduta e abuso dos espaços públicos do projeto). RafaAzevedo disc 12h42min de 4 de maio de 2010 (UTC)

  • Exatamente o curriculo do RafaAzevedo,por sinal. Só que eu não sou boi nopaso e me recuso a ver adms serem totalmente TUDOCRATAs aqui, sem ninguém fazer nada. Atenha-se ao termo da proposta, é mai util querer diminui-la pelo proponente dela não leva a nada não resolve nada. MachoCarioca oi 12h54min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Não preciso fazer nada para "diminuir" a proposta, ela em si já vale muito pouco ou quase nada. RafaAzevedo disc 12h56min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Talvez pra vc, que gosta de apanhar sem poder fazer nada, pra mim não, questão de personalidade, não sou masoquista. E enfim, a questão aqui não é ficar EU ou VOCE discutindo entre eu e voce, isso aqui é pra ser discutido uma proposta baseado em fatos escritos nela. Apenas isso. Os que não quiserem desvirtuar o assunto pro lado pessoal, tem mais o que acrescentar. Quem entra aqui pra fazer juizo de valor de proponente está apenas fazendo 'abuso do espaço publico'. hehe MachoCarioca oi 13h02min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Não é "juizo (sic) de valor do proponente", é da proposta mesmo, que é uma porcaria sem tamanho, se me permite a franqueza. O proponente em si dispensa comentários, o nível da "argumentação" usado por ele ("gosta de apanhar sem poder fazer nada", "masoquista") diz tudo sobre o tipo de editor que quer levar adiante estas mudanças. RafaAzevedo disc 13h04min de 4 de maio de 2010 (UTC)
  • Argumentação boa é a sua, a proposta é uma 'porcaria' (sem dizer porque, obviamente). É um academico. Vc cansa. MachoCarioca oi 13h08min de 4 de maio de 2010 (UTC)
E precisa, depois desta sua mensagem? Precisa, depois do seu comportamento nesta página e em tantas outras? Tá na cara que é uma proposta que visa salvar sua própria pele quando você atacar, ofender os outros ou usar de maneira inadequada os espaços do projeto. Por isso, mais uma vez o meu   Discordo a ela. RafaAzevedo disc 13h11min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Citação: MachoCarioca escreveu: «me desculpem mas me recuso a debater com adm que vem a uma discussão que trata justamente do poder praticamente ilimitado de um adm aqui hj, advogar em causa propria» e Citação: MachoCarioca escreveu: «Os adms estão se fazendo de mortos, espero que os usuarios comuns não se façam tbém». Afinal, vc defende que os adm participem dessa discussão ou não? Braswiki (discussão) 12h47min de 4 de maio de 2010 (UTC)
  • Pra advogar em causa propria sim. Que validade tem a opinião de um adm dizer que concorda que ele tem o poder de fazer o que quiser e não pode ser suspenso ou desnomeado? Vc leu a regra atual? A opinião de um adm aqui, dizendo que é contra a mudança, é a mesma que Luis XVI dizer que não acha que monarquia deva ser extinta na França. MachoCarioca oi 12h54min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Ah, tá, então para vc, o adm só pode vir aqui se concordar com a mudança... Braswiki (discussão) 12h56min de 4 de maio de 2010 (UTC)
  • Qualquer um ,adm ou não, podevir aqui concordar ou discordar da proposta, uai, mas que validade tem pra vc Luis XVI dizer que discorda da queda da propria monarquia?. Podem discordar oque quiser ai, mas vou debater o que? MachoCarioca oi 12h57min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Então administrador só pode comentar se for pra concordar com o MC? Que ótimo, muito democrático isso... RafaAzevedo disc 12h58min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Administrador e seus baba-ovo tem o direito de comentar o que quiser em qualquer lugar como qualquer um, só disse que EU nada tenho a comentar de Luis XVI defender seu proprio imperio, é outra coisa. é perda de tempo. MachoCarioca oi 13h04min de 4 de maio de 2010 (UTC)
  • A maior prova do que fazem o que querem e não estão nem ai para o resto foi a decisão tomada por cinco deles (local onde só administradores pode editar) a decisão de ignorar uma sanção comunitária e o arquivamento do pedido de revisão por absoluta falta de consenso sobre o assunto. Basta ver como estão as coisas que a pergunta de um daqueles que não participou da decisão feita a três dias atrás não mereceu nem resposta até o momento. Fabiano msg 20h00min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Bem, e como a discussão parou, sem uma definição e poucos entraram no merito do assunto, vou transforma-la em proposta de votação. Sds MachoCarioca oi 21h30min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Revisão de bloqueios: TdCEditar

Informo que abri uma tentativa de consenso para reformular os processos de revisão de bloqueio existentes aqui com base nesta discussão e recomendação do conselho de arbitragem. Ruy Pugliesi 14h50min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Informo que se esse consenso não der em nada, vou abrir votação para a mudança e que tbém acho irrelevante administradores virem aqui em causa própria discordarem de uma mudança nas regras que os protege de simples PEDIDOS de alguma coisa. E estão tratando aqui apenas de um ponto entre vários colocados. Este tal tentativa de consenso tem a ver com apenas um tópico da minha proposta, ela exemplifica outras coisas, até o momento ignoradas, portanto, é querer desvirtuar a atenção e dividir algo que é UNO. Ainda não li todas as colocações acima e nem posso le-las no momento, mas pretendo debate-las e questioná-las, quando tiver um tempo melhor, no máximo amanhã. Abs MachoCarioca oi 22h17min de 3 de maio de 2010 (UTC)

PS E minha 'discussão de bloqueio' não vai ficar por aquilo msmo ali. Não adianta empurrarem pra baixo do tapete, senhores, o adm terá que ser avaliado pela comunidade em seu ato e não só por seus pares.

Receitas na Wikipédia


Caríssimos wikipedistas, encontrei problemas com esta regra:

  • Livros de receitas. A Wikipédia não ensina como se confecciona um prato. Isso cabe ao nosso projeto irmão, o Wikilivros.
Bem como está em "O que a Wikipédia não é", "A Wikipédia não é um guia ou manual"
  • 1º) Parece bastante subjetiva a diferenciação entre "processo de fabricação" e "receita". Notei que seções de processos de fabricação são aceitas (como no artigo rapadura). No entanto receitas, como a que estava no artigo cerveja amanteigada antes de eu remover ([6]), não são aceitas. O que permitiria brechas como: [7].
  • 2º) Artigos como OpenCola perdem a razão de existir aqui, já que o principal (a fórmula nesse caso) não pode ser disponibilizado nos artigos.
Acredito que há duas opções:
1) Remove-se a regra.
2) Altera-se a regra.

O que acham? 189.63.156.202 (discussão) 15h38min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Interessante essa discussão, obrigado por levantá-la. Ainda não consegui encontrar o limiar perfeito entre o que deveria constar e o que não deveria constar. Mas tenho alguns palpites:
  • São permitidas e encorajadas:
    • Informações gerais e resumidas como: "massa feita a base de leite, ovos e açúcar".
    • Informações sobre processo de fabrição, quando este é relevante por si, ex. processo de obtenção do amoníaco.
  • São proíbidas:
    • Receitas comuns quando seria esperada a existência de múltiplas variantes, todas igualmente relevantes.
    • Informações detalhadas e em formato de manual.

Sei que isso não é suficiente para esclarecer todos os casos. Desculpe-me o colega, mas não entendi por que o artigo OpenCola perde a razão de existir. Existe muito mais a se falar sobre isso do que disponibilizar a receita, estou errado? Lechatjaune msg 15h59min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Não está errado, mas uma informação de extrema importância fica faltando (na minha opinião). E está proibido traduzir este artigo para a Wikipédia em português: http://en.wikipedia.org/wiki/Coca-Cola_formula 189.63.156.202 (discussão) 16h06min de 2 de maio de 2010 (UTC)
No caso do artigo fórmula da Coca-Cola, entendo que, por ser uma receita de valor histórico e com fontes, a receita deve(ria) ser aceita. Observe que a receita é revevante por si só, um caso totalmente diferente de se colocar uma receita de bolo de chocolate qualquer quando existem centenas por aí. Lechatjaune msg 16h12min de 2 de maio de 2010 (UTC)
Então acredito que isso deveria ser explicado lá nas regras. E quanto a diferença entre processo de fabricação e receita? 189.63.156.202 (discussão) 16h14min de 2 de maio de 2010 (UTC) Só agora que vi que você já respondeu isso, desculpe. Pode ignorar essa última mensagem minha, esperemos mais opiniões então, obrigado. 189.63.156.202 (discussão) 16h19min de 2 de maio de 2010 (UTC)
No caso da OpenCola, eu concordo que acabamos omitindo informação pertinente. Olhando para esta versão antiga. Eu acho que as seções com a composição da bebida é informação relevante. A seção "Modo de fazer" poderia ser reformulada para evitar verbos no imperativo, típicos de receitas e manuais de instruções. Já a seção "Dicas e cuidados a serem tomados" é menos adequada. Lechatjaune msg 16h30min de 2 de maio de 2010 (UTC)
Lembrando que receitas são aceitas no Wikilivros. Sugiro colocar a receita lá e as informações enciclopédicas (história, importância, influência) no artigo da Wikipédia. Um projeto complementa o outro, não é necessário competir. Tem até uma forma de fazer ligação específica para esse conteúdo: {{Wikilivros receitas}}. CasteloBrancomsg 06h23min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Aviso nas votações de páginas a eliminar


Gostaria que o aviso que aparece antes da votação nas páginas a eliminar informasse, também, que é obrigatório justificar o sentido do voto. Afinal, ninguém é obrigado a vasculhar o arquivo da esplanada para saber algo que pode levar à remoção do voto. Manuel Anastácio (discussão) 18h42min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Hum... afinal, já consta o aviso. Por alguma razão não o vi... Peço desculpa. Manuel Anastácio (discussão) 18h49min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Sim já consta. O problema é que muita gente anula voto e não avisa por algum motivo obscuro. --Dédi's ✓♂®Ⓐ (☞SCRAP - @) 20h37min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Penso que mais grave é não se avisar os editores do artigo de que o artigo foi colocado em votação (eliminar ou manter) . --João Carvalho deixar mensagem 21h37min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Predefinição para encorajar a formatação de referências

Hoje deparei-me com a existência de uma curiosa predefinição na Wikipédia anglófona, a en:Template:Cleanup-link rot, que incentiva a formatação das referências, ou seja, a utilizar as predefinições {{Citar web}}, {{Citar livro}}, por aí. A predefinição deverá ser colocada no cimo da página que use a ainda popular maneira de referenciar conteúdo, <ref>[http://www.google.pt]</ref>. Achei boa ideia adaptarmos também na Wiki lusófona. Vítor&R™ The Wait is Ova! 20h31min de 2 de Maio de 2010 (UTC)

Acho uma excelente ideia, mas uma pequena correção: a predefinição não se destina a artigos nos quais a referência tenha sido colocada de maneira "manual", como você citou (o que nem é tanto um problema, desde que ela esteja bem formatada, como por exemplo: Notícia tal, BBC, 2 de maio de 2010), mas sim para artigos onde estas referências consistam simplesmente de um link (bare link), sem especificar o título da publicação, sua data, e assim por diante. RafaAzevedo disc 19h41min de 2 de maio de 2010 (UTC)
Se reparar bem eu dei o exemplo do que pretendia, por achar que iriam compreender melhor minha ideia, senão vejamos: <ref>[http://www.google.pt]</ref> - vê aqui algum título? Ao colocar assim irá assumir apenas a hiperligação, expressão inglesa bare URLs. Vítor&R™ The Wait is Ova! 20h46min de 2 de Maio de 2010 (UTC)
Compreendo. Neste caso, totalmente de apoio, como eu disse, é muito bem-vinda e existem muitos artigos com esse tipo de problema. RafaAzevedo disc 19h48min de 2 de maio de 2010 (UTC)
Também seria interessante criarmos uma página parecida a esta, não? Seria uma ajuda para uma melhor compreensão da predefinição, e acho que ainda não foi criada por cá. Vítor&R™ The Wait is Ova! 20h52min de 2 de Maio de 2010 (UTC)

Vitor, a referenciação passou por uma constante discussão a respeito do melhor modo de ser feita. Isso, pelo o que me lembro, durante a fase de votação e elaboração dos novos critérios de AD. Eu concordo com essa metodologia aí (afinal é um incentivo), se ficar clara a sua vantagem sobre o uso normal de referência bibliográfia (por exemplo) feita apenas dentro da <ref></ref>. Sei que é só um encorajamento ao uso, mas seria interessante explicitar a vantagem sobre o uso habitual. Sobre a referência web, é a mesma coisa. Há artigos bem referenciados, com tudo acertadinho, "exceto" pelo fato de não utilizarem da predefinição (que visualmente dariam o mesmo resultado). Talvez seja questão de costume, mas seria legal explicar as vantagens da predefinição: Acessibilidade? Não sobrecarrega a página do artigo? Essas coisas. Abraços! - Dehsim? 14h29min de 3 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Não sei o que você está dizendo tem a ver com a predefinição proposta pelo Vítor, Deh, é apenas uma predefinição que indica que a pessoa que colocou a tal "referência" deixou ali apenas a URL (bare URL), sem qualquer outro parâmetro. RafaAzevedo disc 14h42min de 3 de maio de 2010 (UTC)
A predefinição é uma boa quando as referências não estão formatadas em nenhum aspecto. A questão é que quando estiverem visualmente ok, como acontece no caso de um artigo que estou a ajustar agora (acho que é o do Brasil. infelizmente confundo) pergunto qual seria a vantagem de se usar predefinição e não a forma habitual. Digo pelo seguinte: esta predefinição pode ser usada em qualquer artigo que não se enquadre dentro do "citar web" e do "citar livro", por exemplo, mesmo quando visualmente não fizer diferença. Eu estou vendo o quadro como um todo e não apenas o caso de falta de formatação, como a url aparecendo apenas ou só um número. Um exemplo claro disso? Sim, deixa inventar aqui um: <ref>[www.google.com.br Site oficial Google] visitado em 3 de maio de 2010</ref> Faltam alguns parâmetros, mas no geral, é como são preenchidas sem a presença da predef. O mesmo vale para a referenciação bibliográfica, que não usa de citar livros. Dizendo as vantagens, pode-se tornar um padrão que gradualmente se instale aqui. Apenas isso. Questão semelhante foi bastante debatida para os ADs e decidiu-se não obrigar os usuários a utilizarem apenas uma forma de referenciação, desde que dê para identificar, como nos casos lá citados. Fui melhor na explicação? - Dehsim? 15h24min de 3 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
Percebi o seu ponto de vista, por isso é que no desenrolar da conversa com o RafaAzevedo eu falei na possibilidade de adaptar esta página, sendo que pode ainda ser mais específico, ou então será explicitado na documentação da predefinição. Já agora, existem sugestões para o nome da predefinição aqui? Vítor&R™ The Wait is Ova! 19h19min de 3 de Maio de 2010 (UTC)
Deh, se você ler o que eu discuti antes de você com o Vítor, verá que eu tinha tido a mesma impressão que você. Mas a predefinição não se destina a referências formatadas como você citou (<ref>[www.google.com.br Site oficial Google] visitado em 3 de maio de 2010</ref>), e sim apenas a referências que tenham apenas a URL (<ref>[www.google.com.br]</ref>). RafaAzevedo disc 21h17min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Sim, mas ideia da Deh é pertinente, pois não custa nada fazer uma chamada de atenção a esse facto, o de incentivar a uma melhor formatação de referências. Vítor&R™ The Wait is Ova! 22h42min de 3 de Maio de 2010 (UTC)
Concordo, desde que se mantenha a possibilidade dele formatá-la manualmente também; me oponho à obrigatoriedade de se usar predefinições. RafaAzevedo disc 21h46min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Ninguém está obrigando ninguém a absolutamente nada ou quer obrigar alguém a fazer alguma coisa, eu só dei o pontapé inicial para continuar o meu raciocínio, que passa bem longe desse caminho. Bom, Vitor, seria interessante aprimorar a ideia da predefinição levando o usuário aos links de uso(s), o que acaba tornando a ação de uso da predef mecânica. Me citando como exemplo, a "citar web" para mim já é mecânica, a faço facilmente. Como o processo é gradual, vale a pena sim, mostrar aos usuários que as fontes carecem de formatação e os caminhos que podem leva-lo às predefs, mas para isso é preciso citar as vantagens da modificação possível e que ela não é obrigatória, apenas recomendada, pois dá para fazer no braço também e há quem prefira. Obrigatório mesmo é manter a mesma predefinição ou jeito de usar das notas, como se faz na e.wiki por exemplo, em todo o texto. E não, não tenho nenhuma sugestão de título  . Vitor, vale já agora definir se seria bom usar desta marcação em artigos bem formatados nas referências, apesar de não usarem das predefs. Abraços! - Dehsim? 23h16min de 3 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
Citação: Deh escreveu: «vale já agora definir se seria bom usar desta marcação em artigos bem formatados nas referências, apesar de não usarem das predefs.» Deh, confesso que continuo sem entender: a marcação citada aqui deve ser usada apenas quando a referência tiver unicamente o link, não para quando for 'um artigo bem formatado na referência' que só não usa predefinição. Ou você está falando de uma nova, a ser criada? RafaAzevedo disc 23h20min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Aquilo era uma pergunta. Vacilei na pontuação. Rafa, numa boa, me basiei nisso daqui Hoje deparei-me com a existência de uma curiosa predefinição na Wikipédia anglófona, a en:Template:Cleanup-link rot, que incentiva a formatação das referências, ou seja, a utilizar as predefinições {{Citar web}}, {{Citar livro}} para tecer o raciocínio. Não são os únicos métodos de citar referências, por isso vale pensar em outros casos, em casos visualmente iguais, mas feitos manuamente, por exemplo. Se aqui se pensa que vale a pena passar, por exemplo, um método mais fácil, eficiente e/ou de melhor adequação aos servidores daqui, há de se passar isso na predefinição, mesmo que o artigo esteja bem formatado em suas fontes. Por isso, torno a perguntar: vale já agora definir se seria bom usar desta marcação em artigos bem formatados nas referências, apesar de não usarem das predefs? Se sim, foi o que eu disse antes, é necessário explicitar as vantagens desse uso. - Dehsim? 23h38min de 3 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Sobre a predef:   Concordo, é horrível aquelas refs que só tem a URL.
Sobre o pensamento da Deh em criar uma outra predef para artigos com refs bem formatadas, mas sem as predefs citar. Discordo, se está bem formatada não tem pq usar a predef, a única vantagem dela é msm a padronização do resultado final de todas as refs do artigo.--Lépton msg 15h33min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Lepton, eu não pretendo criar outra predefinição e menos ainda, dei ideia para que isso fosse feito. Não sei de onde tirou esta interpretação, mas tudo bem. O que eu disse ao RafaAzevedo, não deixa dúvidas, a predefinição é voltada apenas à duas formas de referenciar quando temos algumas outras. Isto significa que, aquele artigo fora dos padrões estabelecidos na predef (que são dois), receberão predefinição estejam eles adequados a outras formas de se referenciar ou não. Mais claro? Pedi ao Vitor apenas que apontasse a vantagem de se padronizar tudo ou que dissesse que não, os demais artigos não receberiam a marca, e a predefiniçao então, seria modificada para todos os casos possíveis de formatação das referências. Capice? - Dehsim? 15h47min de 4 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
Eu entendi a sua ideia, Deh. E já percebi a dúvida da Deh. Vou ver se consigo explicar bem: quando disse "...{{Citar web}}, {{Citar livro}}, por aí", o "por aí" é o mesmo que dizer, todas as outras maneiras de formatar correctamente uma referência, apenas citei essas duas como exemplo, com ideia de facilitar a compressão da minha proposta. Entendeu Deh? Vítor&R™ The Wait is Ova! 18h55min de 4 de Maio de 2010 (UTC)

Dou uma primeira sugestão de nome: {{Formatar referências}}.--Lépton msg 22h34min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Eu sou a favor de uma wikipédia devidamente arrumada, no entanto não podemos esquecer-nos de que o objectivo principal é a inserção de conteúdo de qualidade, razão pela qual devemos manter sempre a edição o mais simples possível. Creio que chamadas de atenção devem ser mais do que suficiente, pois colocar mais uma tag acaba por poluir o próprio artigo. De momento, o meu bot faz isto, ou seja, partindo de <ref>www.ligação externa</ref> adiciona a citarweb com título. Se ninguém se opuser, posso fazer com que o bot vá correndo todos os artigos periodicamente, em vez do modo actual, onde se limita apenas a um pequeno número de artigos com outros problemas. Alchimista Fala comigo! 08h14min de 5 de maio de 2010 (UTC)
A predef iria ajudar os users a darem mais importância a formatação das refs, nomeadamente novatos, com o link para a página explicativa de como o fazer. A tag pode ajudar o bot tbm, selecionando os artigos que precisam de sua intervenção. A edição continuará sendo simples, não se está pedindo nada demais, só que os artigos tenham refs formatadas decentemente.--Lépton msg 16h28min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Não vejo problema nenhum em existir uma referência que dê a noção que o artigo necessita de atenção, aliás encoraja a que sejam formatadas as referências. Por mim,   Concordo com {{Formatar referências}}. Vítor&R™ The Wait is Ova! 18h58min de 5 de Maio de 2010 (UTC)

deveria te uma {{citar revista}}, na anglófona é um redirect para {{citar jornal}}.Hyju (discussão) 01h43min de 10 de maio de 2010 (UTC)

  • Fazem amanhã dez dias que este tópico foi aberto, como ninguém levantou nenhuma oposição à criação da predefinição e afluentes, se não se importam vou proceder à criação. Vítor&R™ The Wait is Ova! 20h52min de 11 de Maio de 2010 (UTC)
Criei {{Formatar referências}}. É o mesmo sistema de outras predefinições de revisão editorial, sendo encorajado o uso de {{Subst:f-referências}} para incluir automaticamente a data e a categoria indicada. Pensei colocar na documentação da predefinição a lista de predefinições que formatam as referências, como {{Citar web}}. Boa ideia? Alguma dúvida? Vítor&R™ The Wait is Ova! 23h16min de 11 de Maio de 2010 (UTC)
Ficou bacana, nenhuma dúvida, mas, para que colocar isso na predef de formatação já? - Dehsim? 00h14min de 12 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Nova fila no OTRS

Na nova política de conteudo restrito estamos permitindo outras licenças não-livres além da "©Todos direitos reservados". Vamos permitir também as licenças Creative Commons CC-BY-NC-ND, CC-BY-NC-SA, CC-BY-NC e CC-BY-ND. Apesar de não serem concideradas licenças livres, essas licenças liberam alguns direitos, logo será melhor mantermos uma imagem ou áudio com essas licenças do que com todos os direitos reservados.

Os autores das imagens e áudios poderam enviar uma permissão para utilização de uma dessas licenças utilizando estes modelos. Mas para o sistema OTRS verificar a autenticidade dessa permissões eles precisarão criar uma nova fila, e essa fila só pode ser criada se houver a concordância da comunidade. Danilo.mac(discussão) 23h12min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Conforme acordo entre os agentes do OTRS, a criação de uma nova fila para o OTRS será criada para permitir a aplicação da PID. O nome da nova fila seria permissions-pt-nf (at) wikimedia.org. Os que concordam favor assinalar abaixo com {{concordo}}.

  Concordo
  1. Danilo.mac(discussão) 23h53min de 2 de maio de 2010 (UTC)
  2. Vítor&R™ The Wait is Ova! 00h22min de 3 de Maio de 2010 (UTC) Acho esta pseudo-votação uma perda de tempo, pois é fruto da complicação de certas pessoas. Pelos vistos ainda existe muito boa gente contra a política de imagens protegidas a vigorar na Wikipédia lusófona.
  3. Stegop (discussão) 23h27min de 2 de maio de 2010 (UTC)
  4. - Dehsim? 23h50min de 2 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
  5. Vitor Mazuco Msg 00h11min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  6. Lépton msg 00h33min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  7. MachoCarioca oi 21h36min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  8. Mizunoryu (discussão) 13h09min de 4 de maio de 2010 (UTC) - Sure! CC licenses are the best
  9. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 02h54min de 5 de maio de 2010 (UTC)
  10. Mwaldeck msg 03h06min de 5 de maio de 2010 (UTC) Se facilita a vida deles e podemos ajudar, por que não?
  11. --- Darwin Alô? 03h08min de 5 de maio de 2010 (UTC)
  12. Yone (discussão) 04h04min de 5 de maio de 2010 (UTC)
  13. Jonas kam diga? 06h28min de 5 de maio de 2010 (UTC)
  14. --Arthemius x (discussão) 11h23min de 5 de maio de 2010 (UTC)Apóio os acima.
  15. AkamaruVP 12h12min de 5 de maio de 2010 (UTC) Apoio os acima tbm.
  16. Dornicke (discussão) 23h45min de 5 de maio de 2010 (UTC)
  17. Fabiobarros (discussão) 03h19min de 6 de maio de 2010 (UTC)
  18. -- Marcio Benvenuto de Lima (discussão) 23h44min de 24 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo
Adrianodri (discussão) 04h35min de 5 de maio de 2010 (UTC) Ver nota abaixo.
Joaopedroxm (discussão) 12h50min de 5 de maio de 2010 (UTC) Ver nota abaixo.
Hiper Luke (discussão) 15h11min de 5 de maio de 2010 (UTC) Beija minha mão! Ver nota abaixo.
Igorvictor (discussão) 17h44min de 5 de maio de 2010 (UTC) Apóio os acima. Número insuficiente de edições (ver Wikipédia:Direito a voto)
OrlandoPontes (discussão) 20h53min de 5 de maio de 2010 (UTC) Ver nota abaixo.
Isewalter (discussão) 21h14min de 5 de maio de 2010 (UTC) Ver nota abaixo.

Os votos acima são de sockpuppets (ver verificação).

Comentários

Quantos votos para refletir a vontade da comunidade eles precisam? Foi anunciado aqui já. Precisam mais do que exatamente? - Dehsim? 14h22min de 3 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

No Café do OTRS o Vítor&R discutiu com o Lestaty, o único voluntário OTRS que tem nos apoiado até então, fazendo-o retirar seu apoio. A exigência desse consenso vêm dos administradores do OTRS, nenhum deles falantes nativos de português, não é o Lestaty que nos está impondo isso. Agora sem o apoio dos voluntários OTRS ficará difícil aplicarmos corretamente a política. Danilo.mac(discussão) 20h11min de 3 de maio de 2010 (UTC)
Agora a culpa é minha? Apenas fiz um reparo, que por acaso é verdade, e parece-me que houve alguém que colocou a carapuça... Sendo assim então, retiro-me deste processo de implementação da política de conteúdo restrito, agora façam como quiserem. Vítor&R™ The Wait is Ova! 21h23min de 3 de Maio de 2010 (UTC)

Obrigado por se retirar. Volta Lestaty! (Danilo se vc votou aí deve ser bom, votei tbém, não entendo lhufas:-) heheMachoCarioca oi 21h36min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Com certeza não é por si, que voltou dos infernos e que em nada contribuiu para o que a política é hoje. E agradeço que não me dirija a palavra enquanto escrever dessa maneira. Vítor&R™ The Wait is Ova! 22h39min de 3 de Maio de 2010 (UTC)

Sem a criação da votação e a aprovação do sistema não tinha 'politica' nenhuma. Beija minha mão. boa tarde. MachoCarioca oi 22h09min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Isso não é discussão para este tópico, e novamente, não contribuiu nada para o que a política é hoje, nem mesmo com aquela pseudo-votação. Beijar? Eu escarrava nela, que é melhor dado à sua pessoa. Vítor&R™ The Wait is Ova! 23h14min de 3 de Maio de 2010 (UTC)

E como vc faria a 'politica' (que vc não fez, por sinal) sem a pseudo-votação, genio? Beija minha mão . MachoCarioca oi 11h25min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Essa troca de provocações não está nos ajudando em nada.
Depois de pedidos do Vítor e do MC o Lestaty reconsiderou sua decisão e voltou a nos apoiar. Agora precisamos de mais usuários opinando, os administradores do OTRS só vão considerar um consenso se tiver no mínimo umas 15 opiniões. Danilo.mac(discussão) 13h06min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Opa, chegamos lá então! - Dehsim? 11h47min de 5 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Quem é esse povo que nunca participou da Esplanada e que ninguém nunca viu votando contra? Mizunoryu (discussão) 13h08min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Ambos de setembro de 2009. Hunmm... Mizunoryu (discussão) 15h42min de 5 de maio de 2010 (UTC)

É mesmo é curioso, até agora 4 contra e todos de Setembro de 2009. Hummm!!! Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 17h52min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Isso tá cheirando a "pato". E dos "bons". Mizunoryu (discussão) 18h23min de 5 de maio de 2010 (UTC)

O único "pato" aqui é você, e ainda come na mão do MachoChávez. Note que pato tem relação direta com Mizu. hehe Hiper Luke (discussão) 20h23min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Vamos manter o respeito mútuo e concentrar-nos na questão em discussão, ok? Alchimista Fala comigo! 20h46min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Nota: Esta tentativa de consenso está sendo realizada conforme as regras que regem o OTRS, e portanto, usuários que discordam devem explicar os motivos pelos quais discordam. Discordar sem explicar-se é motivo para invalidar o voto, já os que concordam não precisam explicar-se uma vez que estão apoiando a explicação dada para a efetivação da proposta. Cumprimentos ---- @lestaty discuţie 21h39min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Isso tudo ai é um bando de gato saído do mesmo balaio hehe Se passar um check não sobra um. Miau. Vamos em frente. MachoCarioca oi 21h50min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Não sr. "Sabe tudo". Não concordo com a proposta pq é do MC, que de fato não é. Vc nem ao menos se dá ao trabalho de saber o que está se passando. A proposta é do Danillo e o MC nem sequer sabe o que é, tá concordadno pq a intuição dele (ou seja lá o que for) diz que a proposta é boa. Já vc e os demais (se não forem um puppet cagão) são "pessoinhas" imaturas que usam de ad hitlerum para justificar algo. BTW, vc só editou na Wiki-en, ou vc usa outra conta para editar na Wiki-ja? Mizunoryu (discussão) 00h25min de 6 de maio de 2010 (UTC)

Isewalter e Orlando sõ ambos de 14 de setembro de 2009 e "nasceram" sabendo wikificar como os outros aí  . Mizunoryu (discussão) 00h29min de 6 de maio de 2010 (UTC)

Esta fila é só para o material CC não aceite no Commons? Pelo que percebi o material com todos os direitos reservados não vai para essa fila, mas corrijam-me se estou errado por favor. GoEThe (discussão) 08h29min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Goethe esta fila é para ser similar aos pedidos de licenciamento de artigos por OTRS. Ou seja, será para esta fila que serão enviados os pedidos de licenciamento que não são compatíveis com o commons. Todos aqueles ficheiros que o sejam, devem ser carregados lá. Alchimista Fala comigo! 09h27min de 7 de maio de 2010 (UTC)
Só mais uma dúvida, eu acho que é óbvio mas não está explicado: Se a imagem estiver noutro site com essas licenças, basta indicar o site de origem, certo, sem precisar de mandar autorização OTRS? GoEThe (discussão) 11h02min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Yup! Mizunoryu (discussão) 12h45min de 7 de maio de 2010 (UTC)

De pensar que ainda perdi meu tempo indo argumentar com o cidadão. - Dehsim? 23h55min de 11 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

  Feito A fila foi criada. Melhores Cumprimentos ---- @lestaty discuţie 00h59min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Artigos com forte afinidade a certos países lusófonos


Criei aqui uma tentativa de consenso propondo que, aos artigos Wikipedia:Versões da língua portuguesa e Wikipedia:Ortografia, seja acrescentada uma nova secção intitulada "Artigos com forte afinidade a certos países lusófonos" que recomende que os artigos diretamente relacionados com um dado país lusófono sejam redigidos na variante da língua em uso nesse país. Por exemplo: o artigo Amazônia deve ser redigido em português do Brasil; Lisboa em português de Portugal; Malanje em português de Angola; etc. Regras idênticas existem noutros projetos, designadamente na Wikipédia de língua inglesa.

Participe na discussão! Um abraço lusófono, -- Manuel de Sousa msg 09h14min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Proposta de predefinição: falta-árvore-genealógica


Depois que eu criei árvores genealógicas nos artigos Anaxândrides II e Cleômenes I, eu vi que são muito poucos os artigos que tem árvores. Muitas vezes, descrever as relações familiares de cada elemento seria muito enfadonho, e uma árvore daria uma ideia bem melhor (vejam estes artigos para entender o que eu quero dizer). Que tal criar uma Predefinição:falta-árvore-genealógica para estes casos? Albmont (discussão) 17h54min de 7 de maio de 2010 (UTC)

  Concordo Tudo o que é esquematização e sistematização é benéfico para a facilidade de leitura e consulta. --Stegop (discussão) 18h43min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Chamo a atenção que pela minha experiência, uma grande parte das árvores genealógicas são pesquisa inédita ou assenta em fontes pouco ou nada fiáveis. É necessário um cuidado redobrado com as fontes nesses casos.--- Darwin Ahoy! 20h31min de 7 de maio de 2010 (UTC)
Mas eu não estou propondo pesquisa inédita nos artigos, apenas ilustrações das fontes fiáveis. Veja a claridade dos exemplos acima (Anaxândrides II e Cleômenes I) e compare com a confusão em Lico (irmão de Nicteu). Note que apresentar família por texto é tão ruim que no artigo do Nicteu os pais de Hirieu foram confundidos com os pais do próprio Nicteu. Albmont (discussão) 20h58min de 7 de maio de 2010 (UTC)
Gostei muito da predef, Albmont. Dá para usar com refs?--- Darwin Ahoy! 05h54min de 9 de maio de 2010 (UTC)
  • Não sei se dá para usar com refs, mas acho que pode-se indicar no texto onde estão as refs. Por exemplo, veja o que eu fiz em Joquebede, modificando a árvore (sem-fontes) da wiki.en. Albmont (discussão) 14h36min de 10 de maio de 2010 (UTC)

Videos e uma mudança nas palavras

  • Seria muito interessante que vocês colocassem videos na wikipédia, isso atrairia muito mais a atenção do leitor.
  • Substituir um pouco as fotografias para colocar videos sobre determinado assunto.
  • Usassem palavras um pouco menos acadêmicas e colocassem palavras que nos fazem aguçar a imaginação, palavras bonitas e um pouco menos difíceis de serem interpretadas.--Filipe Artur Martins (discussão) 20h24min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Arquivamento de tópicos no novo formato de Esplanada


Meses atrás, surgiu uma ideia neste tópico da Esplanada sobre colocar uma predefinição nos tópicos arquivados para marcar que o consenso havia sido atingido. Resgato agora essa ideia, indo um pouco além. Motivado pelo fato de descobrir, semanas depois, que um tópico criado por mim havia sido arquivado sem que a discussão houvesse terminado, venho sugerir que a pessoa que for arquivar os tópicos coloque uma marca no início para que quem o vigiar fique ciente de que o tópico foi arquivado. Minha sugestão é uma {{Arquivo Esplanada}}, da seguinte forma:

Em "Razão", pode-se colocar "Consenso obtido" (como na ideia anterior) ou qualquer outra justificativa, como "Discussão abandonada", "Solução alternativa aplicada", "Conteúdo inadequado" etc. Filipe Ribeiro Msg 17h41min de 9 de fevereiro de 2010 (UTC)


Sugiro utilizar uma existente para não duplicar o número de predefinições. Temos as seguintes que deveriam ser fundidas numa só:

  • {{arquivo de discussão}} (utilizada neste momento nas Edittools em "Predef. p/artigos"->"Página de discussão", foi escolhida por ocupar a largura toda da página devido à importância que tem para não adicionarem mais discussões)
  • {{Discussão arquivada}} Afinal esta tem outra funcionalidade.
  • {{Arquivo Discussão}}

Podem existir outras. Caso a predefinição não tenha um campo "razão" pode-se adicionar um opcional. O ideal até seria funcionar como a mw:Template:MoveToMediaWiki que resulta em mw:Extension:Cite/Cite.php/it (ver o tracejado lateral). Seria melhor alterar a cor de fundo, por exemplo, para se destacar melhor (cor suave, nada de cores berrantes). Algo do género como nesta página de pedidos de administração arquivada mas sem a necessidade de acrescentar outra predefinição para fechar. Mosca (discussão) 19h52min de 9 de fevereiro de 2010 (UTC)

Desarquivei o tópico porque continuo achando importante marcar de alguma forma os tópicos que são arquivados. Uma pessoa que não vê o arquivamento da Esplanada (ou que vê, mas não dá tanta importância) fica sem saber que um tópico de seu interesse foi arquivado, ficando a vigiar uma página parada. Reforço a sugestão de marcar os tópicos arquivados, tanto para informar veementemente aos que o vigiados, quanto para alertar desavisados que porventura pensem se tratar de um tópico como outro qualquer (quando não o é, uma vez que é um arquivo). Filipe Ribeiro Msg 16h59min de 18 de março de 2010 (UTC)
Continuando, acho a primeira sugestão do Mosca (usar a {{arquivo de discussão}}) a melhor, por não ser necessário criar nenhuma predefinição e por informar ao visitante da página tudo o que é necessário. Filipe Ribeiro Msg 17h01min de 18 de março de 2010 (UTC)

Isso vai dar mais trabalho para o arquivamento. Que tal um bot para inserir essa predef em todas as transclusões do arquivo da esplanada, sempre que o arquivo for atualizado? Rjclaudio msg 17h07min de 18 de março de 2010 (UTC)

Que seja... pra mim o importante é ter a marcação...  Se der pra fazer isso automaticamente a cada arquivamento, nenhum trabalho humano adicional será necessário, o que torna a questão ainda melhor. Filipe Ribeiro Msg 17h09min de 18 de março de 2010 (UTC)

Digo isso pq uma das maiores vantagens desse modelo de esplanada era a facilidade de arquivamento e desarquivamento (além de vigiar só alguns tópicos). Se isso for feito manualmente perde um pouco da eficiência desse modelo. Rjclaudio msg 17h15min de 18 de março de 2010 (UTC)

  Concordo com usar {{Arquivo de discussão}} nos tópicos arquivados, e com um bot que passaria adicionando a predef. Só que a predef vai ter que ser modificada, pq do jeito que tá ela indica a página de discussão da EP. Devia ser incluso um parâmetro (|esplanada) para que a predef exibisse um texto diferente, algo como:

Este tópico da esplanada está arquivado. Não edite o conteúdo do mesmo.

Se quiser iniciar um novo tema de discussão, crie um novo tópico. Se quiser retomar um tema abordado nesta página, por favor desarquive esta página.

Tem que criar um tuto ensinando como desarquivar tópicos.--Lépton 20h23min de 18 de março de 2010 (UTC)

Bem observado, Lépton. Reformei a {{arquivo de discussão}} e adicionei este parâmetro. Testando:
{{Arquivo de discussão}}
{{Arquivo de discussão|Esplanada}}
Se não houver oposição, fica faltando apenas criar o tutorial e a regra do bot que vai incluir essa marcação nos arquivos. Filipe Ribeiro Msg 19h41min de 21 de março de 2010 (UTC)
Não houve nenhum sim, não houve nenhum não. E aí? Como ficamos? Podemos usar esta marcação? Aproveitando, gostaria de saber a opinião de todos sobre outro assunto já abordado em discussões sobre arquivamento, a proteção dos arquivos, a fim de evitar edições de bem-intencionados feitas por engano e manipulações de arquivos feitas por mau-intencionados. Acreditando que a capacidade dos robôs não tem limites, pergunto ainda: seria possível configurar um robô para fazer o arquivamento automático, colocar o aviso e proteger a página? Claro que para isso seria necessário dar ao bot o estatuto de administrador, mas já temos algumas contas especiais com este estatuto, acho que isso não seria problema. Filipe Ribeiro Msg 10h37min de 3 de abril de 2010 (UTC)

Concordo com a marcação se tiver robo para isso. Assim que fizerem um terá meu apoio total. Sobre a proteção, será que não dá pra fazer uma proteção em cascata na página de arquivo do mes? Não entendo como funciona, mas me parece ser possível. Ou então pedir pros devs programarem uma proteção só para páginas q estão transcluídas. Rjclaudio msg 12h29min de 3 de abril de 2010 (UTC)

Mesmo arquivos podem precisar ser editados para corrigir afluentes, por exemplo. Deve ser evitado a protecção por tempo indeterminados. Protecção em cascata não protegeria também qualquer página que estivesse linkada nesse arquivo? Quanto à predefinição, força, não vejo nada de mal. GoEThe (discussão) 13h40min de 9 de abril de 2010 (UTC)

Bem vamos por partes:

  • A Gabrielle tem muitas habilidades e embora eu não tenha alterado em quase nada a configuração dela desde que foi criada, precisaria ver como ela se comportaria por aqui, ela arquiva as discussões de usuários, insere novas datas nas caixas de arquivos, arquiva a linha direta e bla bla bla, mas em cada página ela tem um coportamento diferente, e ainda não vi como é feito o novo arquivamento da esplanada, portanto precisaria ter uma idéia pra ver como ela iria se comportar, uma vez que mesmo sendo completamente automatizada, eu assisto todo o processo de arquivamento dela, e esse é um dos motivos pelos quais ela não roda no toolserver como meus outros bots.
  • Sobre a proteção podemos descartar as partes de developers criando uma proteção só para páginas que estão transcluídas, e a proteção em cascata até me pareceu boa idéia no princípio, mas meditando sobre isso, não sei até que ponto isso traria benefícios, pois como disse Goethe, qualquer página linkada seria automaticamente protegida também e acho que posso até prever os problemas que isso trariam... Entretanto não me agrada muito a idéia de que se a Gabrielle for fazer esse arquivamento ela faça a proteção, (não que ela não saiba, pelo contrário, essa função está ativada desde dezembro de 2009) pois não era minha intenção ter um outro bot administrador nesta wiki. Vou esperar as demais opiniões e se acharem que seja interessante ela fazer a proteção também, posso mudar de idéia. Vou contar com o Filipe para me dar um follow up da conversa, pois não vigio páginas e nos últimos tempos quase nem venho muito por aqui. E Goethe, não me esqueci sobre a Gabrielle arquivar os pedidos aos admins, vamos ver se com isso fazemos tudo junto.

Cumprimentos -- @lestaty discuţie 08h42min de 10 de abril de 2010 (UTC)

Mais uma vez passam-se vários dias sem novas opiniões... O bot multiuso (que arquiva, marca e protege) já temos (ou quase, faltando apenas ajustes pra rodar direitinho), só falta uma confirmação por parte da comunidade se há desejo de fazer o arquivamento desta maneira. Seria interessante um chamado na Esplanada Anúncios ou este tópico já basta? Filipe Ribeiro Msg 18h26min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Concordo com tudo mas fico reticente com a proteção, pq é um obstáculo a mais. Mas se decidirem por isto......
Falando do arquivamento, que acham de mudar o modo de se fazer isto? Ao invés de mensalmente, arquivar somente tópicos sem edições durante x dias. A intenção é evitar que se arquive tópicos ainda em discussão. Se é que algo assim é possível.--Lépton msg 19h16min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Concordo plenamente. É assim que bots operam no Commons e, se não me engano, na en-wiki. É só o Sir confirmar se a Gabrielle pode fazer isso (já não duvido mais de nada... ) e aí poderemos formular a proposta final, a ser referendada pela comunidade. Filipe Ribeiro Msg 19h20min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Falei com o Sir e ele disse que a Gabrielle pode fazer dessa forma. Vou elaborar (acho que amanhã) a proposta completa e levar ao conhecimento da comunidade. Filipe Ribeiro Msg 20h31min de 15 de abril de 2010 (UTC)
Excelente! Acho que não tem pq a comunidade recusar, livrar os users de fazer o arquivamento é útil e inteligente.--Lépton msg 20h47min de 15 de abril de 2010 (UTC)

PropostaEditar

Justificativas
  • O atual processo de arquivamento não impede edições em tópicos arquivados, nem alerta de forma enfática que o tópico está arquivado.
  • Atualmente os tópicos são arquivados uma vez por mês, sem levar em consideração a data de abertura, o que acaba por arquivar tópicos sem conclusão.
  • Uma edição em um tópico arquivado pode ser usada para deturpar uma mensagem anterior ou forjar um sentido que o tópico não possui. Pode, ainda, ser feita por acidente, no caso de alguém simplesmente não perceber que um tópico foi arquivado.
  • Após o arquivamento, a maioria dos usuários que vigiavam o tópico deixam de vigiá-lo, por acreditarem que a discussão está encerrada (e, na esmagadora maioria das vezes, está).
  • Sem vigilantes, edições em tópicos arquivados (feitas com má-fé ou não) dificilmente são percebidas.
Proposta
  • Usar um bot (em princípio, a Lady Gabrielle de Lioncourt Bot D​ C​ E​ F, já colocada a disposição pelo Sir Lestaty) para arquivar de forma automática os tópicos, tirando essa responsabilidade dos usuários.
  • Além de repetir o processo feito atualmente, o bot deverá adicionar ao topo da página o código <noinclude>{{Arquivo de discussão|Esplanada}}</noinclude> e proteger a página nível sysop em infinito.
  • O bot deverá arquivar tópicos sem edições nos X dias anteriores.
Implicações

Sobre o valor "X" (número de dias sem edições antes de ocorrer o arquivamento), não houve nenhuma sugestão durante a discussão anterior a essa proposta, de modo que solicito ao usuários que desejarem opinar que sugiram um valor. Solicito também que utilizem as marcas   Concordo e   Discordo, para facilitar a visualização da opinião geral sobre o assunto. Obrigado. Filipe Ribeiro Msg 15h26min de 19 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo, 30 dias.--Lépton msg 16h40min de 19 de abril de 2010 (UTC)

Eu tenho feito o arquivamento da esplanada depois do dia 15 de cada mês (esse mês alguem arquivou antes de mim), e tenho arquivado todos os tópicos cujo último comentário é do mês anterior, ou seja, tenho aquivado todos os tópicos com mais de 15 dias sem edições. Acho que 15 dias é tempo o bastante para considerar que uma discussão foi encerrada ou abandonada. Eu tenho monitorado os tópicos arquivados, todo mês quando arquivo eu coloco links de todos os tópicos em uma página, a desse ano é esta, verifico as alterações nelas e coloco o comentário "(editado após arquivamento)" em todos os que tem edições após a data de arquivamento. Dos tópicos que foram editados após o arquivamento, alguns foram reabertos e nos outros foram adicionados comentários que não mudaram o que já foi decidido. Tenho dúvidas se a proteção contra edição é realmente necessária, no mínimo isso irá dificultar a reabertura de tópicos, teriamos que dar pelo menos um tempo entre o arquivamento e a proteção para ter certeza que ninguem mais deseja dar continuidade à discussão. Danilo.mac(discussão) 20h02min de 19 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo --João Carvalho deixar mensagem 21h11min de 19 de abril de 2010 (UTC)

  Comentário Citação: Danilo escreveu: «tenho arquivado todos os tópicos (...) com mais de 15 dias sem edições. (...) Eu tenho monitorado os tópicos arquivados, todo mês quando arquivo eu coloco links de todos os tópicos em uma página (...), verifico as alterações nelas e coloco o comentário "(editado após arquivamento)" em todos os que tem edições após a data de arquivamento.» Olha o trabalho que dá o arquivamento manual sem proteção da página!! Achei a ideia do intervalo entre o arquivamento e a proteção boa, resta saber se é possível. Filipe Ribeiro Msg 21h32min de 19 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo, 7 dias (como na es.wiki). CasteloBrancomsg 23h40min de 19 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo - entre 15 e 30 dias, 7 dias é muito pouco. Vejo regularmente tópicos com mais de 7 dias tomarem novo fôlego após alguma estagnação.--- Darwin Alô? 16h25min de 20 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo. Preferiria 15 dias, mas concordo com 30 dias também. Acho 7 dias muito pouco. Abraços Mwaldeck msg 19h14min de 20 de abril de 2010 (UTC)

Passada mais de uma semana depois da inclusão da proposta, não houve nenhuma objeção, mas ainda não há um consenso sobre o prazo. Pela opiniões já dadas, observei uma tendência por 15 dias (+- 2 semanas) ou 30 dias (+- 4 semanas). Podemos, então, ficar num meio termo, ou seja, 21 dias (3 semanas)? Filipe Ribeiro Msg 17h37min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Adendo: como puderam ver, o teste foi bem sucedido, o que quer dizer que o bot está pronto pra entrar em ação. Filipe Ribeiro Msg 18h11min de 27 de abril de 2010 (UTC)
  Concordo--- Darwin Alô? 17h45min de 27 de abril de 2010 (UTC)
  Concordo com 15, 21 ou 30 dias, mas não seria o caso de perguntar se todos aceitam 15 dias? Acho que essa foi a opinião da maioria. Se alguém se opuser, fechamos em 21 dias. Abraços Mwaldeck msg 18h26min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Na minha contagem, 1 manifestou preferência por 15 dias, 1 manifestou por 30 dias, 1 se mostrou indiferente aos dois prazos e 1 preferiu 7 dias, prazo que teve oposição total nos comentários seguintes. Filipe Ribeiro Msg 18h43min de 27 de abril de 2010 (UTC)
  Concordo com 30 dias, assim facilita a vida do operador hehehe ---- @lestaty discuţie 20h15min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Talvez o voto do operador tenha que ter um peso maior. É muito fácil escolher um prazo e sobrecarregar aquele que se ofereceu a cumpri-lo. Fico com os 30, então. CasteloBrancomsg 00h28min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Em tempo: qual é mesmo a grande necessidade da proteção do tópico arquivado? Não pela questão técnica, mas me preocupa que isso venha a ser um empecilho enorme para o desarquivamento. Pedir autorização para os administradores para poder retomar um assunto na Esplanada? Talvez seria mais prático orientar logo a abrir uma nova seção citando a discussão antiga como referência (só o link, sem repetir texto)? Ou não existiria neste bat-cinto aí uma funcionalidade para desarquivar um tópico que voltou a ser editado? CasteloBrancomsg 00h35min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Castelo, a questão da proteção é pelo fato de, normalmente, se deixar de vigiar uma discussão após o seu encerramento. Você se preocupa com a proteção antes do vandalismo? Pode ser.   30 dias. Abraços Mwaldeck msg 00h40min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Gostaria que isso fosse bem claro, pois entendo a proteção como uma exceção em um ambiente wiki. É tecnicamente inviável trabalhar sem ela? Se um dos problemas, apontado pela justificativa, é a falta de aviso (deixaram de vigiar, não se sabe que está arquivada), isso se resolve com o procedimento do bot sem a proteção, que deixa um aviso bem grande e claro ("Este tópico da Esplanada está arquivado. Não edite seu conteúdo."). A proteção evita aquela hipótese de má-fé, de deturpação. Mas esse argumento pode ser usado para se proteger qualquer página aqui deste projeto, e vai de encontro ao que definimos desta ferramenta. Fora que a prática de se retomar discussões antigas pode ser baixa agora, mas e se um belo dia recebermos uma enxurrada de pedidos? Temos administradores suficientes para isso? Vejam a C:PER, as PE, os PA, os Cafés,... Fora que essa alteração de procedimento evita as duas implicações da proposta, e retira o negrito. CasteloBrancomsg 00h59min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Na enwiki, sei que usuários bloqueados, quando querem pedir revisão do bloqueio colocam uma predefinição na sua talk e um administrador revisa isso, baseado nisso, poderia se criar uma predefinição em que o usuário que quisesse reabrir um tópico bastaria apenas colocar ela na discussão do tópico e assim como as marcações de ER, os administradores checariam essa categoria e efetuariam a desproteção, sem necessidade de encher ainda mais os pedidos aos administradores, uma vez que não seria necessário o usuário se justificar pelo pedido (Seria apenas necessário que o usuário removesse a predefinição após a página ser desprotegida). O bot também, se for necessário e assim concordarem pode efetuar essa desproteção sempre que possível, não vou falar de modo contínuo pois todos sabem que meu tempo fica bem reduzido na maior parte do tempo, mas sempre que houver disponibilidade posso colocar o bot a fazer isso, nada que não poderia ser feito em 2 ou 3 minutos. Cumprimentos ---- @lestaty discuţie 03h21min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Eu continuo concordando com os 30 dias, e achei a ideia da predef na disc da página a ser desprotegida uma ótima!--Lépton msg 10h17min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Preferia simplificar um pouco. Os procedimentos de Esplanada estão cada vez mais difíceis. Imaginem um novo editor querendo manifestar-se ali, lançar uma proposta, e agora, fazer novos comentários sobre uma proposta arquivada? Não poderíamos começar com o arquivamento sem proteção e, em caso de constatada necessidade geral, proporíamos a proteção? Se tivermos um ou outro caso, as ferramentas atuais já atendem (avisos, proteção, bloqueio, filtro, conforme o caso) e seriam usadas após um motivo claro para tal. Mas se for demonstrada uma falha do processo, que provasse a necessidade da proteção após o aviso grandão e objetivo, incluímos esse procedimento. Mas também concordo com a proteção, se a desproteção ficar a cargo da Gabrielle, tal como o Lestaty descreveu aí em cima. Não quero atrasar a proposta. CasteloBrancomsg 14h32min de 28 de abril de 2010 (UTC)

A proteção dos arquivos foi sugerida por mim aqui após o Observatore ter feito esta demonstração de como editar um tópico arquivado é fácil e como perceber isso é difícil. A ideia sofreu oposição na época, mas não foi apresentada nenhuma outra alternativa (exceto o retorno da Esplanada ao sistema antigo, também rejeitado). Pela atual proposta, além da proteção os arquivos teriam um aviso, «grandão e objetivo», como o CasteloBranco disse. Dessa forma, até concordo com ele sobre testar o arquivamento com aviso e sem proteção e, «se for demonstrada uma falha do processo, que provasse a necessidade da proteção (...) incluímos esse procedimento». Filipe Ribeiro Msg 17h07min de 28 de abril de 2010 (UTC)

A Esplanada Propostas começou a dar erro pelo exesso de predefinições e tive que arquivar manualmente, e as páginas das esplanadas estão ficando muito grandes, por isso volto a defender que é melhor arquivar com 15 dias, para compensar podemos esperar dar 30 dias para proteger. Danilo.mac(discussão) 22h37min de 27 de maio de 2010 (UTC)
Entrei em contato com o Sir pedindo pra ele começar arquivando com 15 dias, apenas enquanto temos muitos tópicos gigantes ativos. Filipe Ribeiro Msg 11h28min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Pessoas conhecidas por um único evento

que tal aprovarmos o seguinte: "Pessoas conhecidas por um único evento serão sempre redirecionadas para a página do evento"??

Isso iria evitar muitas marcações sem sentido, ao invés de marcar eliminar, a pessoa simplesmente faz logo o redirecionamento.

João Hélio está na categoria: Pessoas assassinadas mas redireciona para Caso João Hélio, o que é certo. Já João Hélio Fernandes Vieitis é artigo próprio e isso não deveria poder.

Ja tem uma recomendação nesse sentido, mas não é oficial. Nicholas Luis oi a todos 00h41min de 9 de maio de 2010 (UTC)

Não é artigo próprio não, amigo, é redirecionamento para Caso João Hélio. Alguém deve ter feito a modificação já. Agora, a sua proposta pode ser que gere uma série de problemas, a menos que a pessoa nunca mais apareça. Abraços! - Dehsim? 12h41min de 10 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
Como assim "uma série de problemas"? É algo bem sucinto, não imagino que controvérsias poderiam surgir daí.
Flávio, o Maddox (msg!contrib) 15h39min de 10 de maio de 2010 (UTC)
Então nunca ouviu falar do fulano de um(a) ... só. No mais, o Onjack aqui tem razão: não tem notoriedade descrita, vira, no muito, redirect, como no caso do menino, pois podem procurar por seu nome, o que, claro, deve ser analisado caso a caso. Necessidade em si, não tem, basta o que já temos, pois um bombeiro pode estar ligado a um evento e nem por isso deve virar redirecionamento. Sds! - Dehsim? 17h46min de 11 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Que tal


  • Pessoas notáveis por apenas um único evento deverão ser redirecionadas para o artigo do evento.
  • Ser parente de uma pessoa notável em si mesmo não confere nenhum grau de notabilidade sobre essa pessoa. No entanto, esposas, filhos e demais parentes que sejam elementos relevantes na vida de uma pessoa notória podem ser citados nos artigos desta última, podendo também terem seus nomes redirecionados.

Outros casos: Casos mais específicos serão guiados pelos critérios das áreas específicas. Assim:

Onjackmsg 20h56min de 10 de maio de 2010 (UTC)

  •   Concordo com a ideia do Onjack. Só pra citar dois casos recentes: Eliane Kheireddine e Diana Piedade. Ambas participantes de reality-shows (notórias por um único evento), ambas deveriam logo ser redirecionadas no artigo do reality show. Não precisava realmente votar esses casos. Ajudaria muito se já existisse uma recomendação mandando fazer automaticamente esse tipo de fusão.

Claro que há casos de ex-BBBs onde se cogita que poderia possuir artigo próprio, como é o caso do Dourado. Mas repare que os maiores argumentos a favor da manutenção dele eram o fato dele ter uma carreira de lutador profissional, e o fato de ter participado de mais de uma edição do programa (o que não caracteriza como exatamente "notavel por somente um evento"). Nos outros casos, onde a personalidade somente participou do reality e mais nada, aí não há dúvidas.

Outro exemplo: Champinha, assassino notório apenas por ter participado de um único evento, que já é descrito em Caso Liana Friedenbach e Felipe Caffé.

Mais um: Alexandre Nardoni, que redireciona para Caso Isabella Nardoni.

Proposta muito madura e bem pensada. A única mudança que eu faria é que ao invés de "Pessoas notáveis por apenas um único evento deverão ser redirecionadas para o artigo do evento.", eu diria "Pessoas notáveis por apenas um único evento deverão ser fundidas e redirecionadas para o artigo do evento." AkamaruVP 23h49min de 16 de maio de 2010 (UTC)

  • Discordo. Continuam tentando fazer de Ciencias Humanas, Ciencias Exatas. Tudo depende, cada caso é um caso, não pode ser cartesiano.. Tem gente ligada a um unico evento que dá um livro proprio.

[8] [9] Tudo depende do biografado, tem que ser caso a caso. Concordo que peo menos 90% de pessoas ligadas a um unico evento aqui que tem verbetes, nao deveriam te-lo, bastaria um redirect. Mas nem todos e não se pode generalizar. É a mesma coisa das 'fontes de blogs' e 'lista de curiosidades'. Sds MachoCarioca oi 23h57min de 16 de maio de 2010 (UTC)

¬¬' AkamaruVP 00h01min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Ainda acho que o redirect seria a melhor opção. Vamos entrar num concenso. Vcs estão complicando demais. AkamaruVP 19h44min de 23 de maio de 2010 (UTC)

"Agora, a sua proposta pode ser que gere uma série de problemas, a menos que a pessoa nunca mais apareça." Deh, não entendi. É óbvio que se a pessoa aparecer por outro motivo ela não será "notória por apenas um único evento, aí desfaz o redirect e continua o artigo.

Machocarioca, eu até acho que vc tem um pouco de razão, mas a ideia é justamente criar uma 'recomendação, não uma regra burra. Os casos diferentes as pessoas podem discutir à parte. Como o do Dourado. Ou esses que vc citou.Mas na maioria das vezes o que acontece é que já se pede apagar e não fusão e nem redirect. A mudança no texto indicaria que a primeira coisa a se pensar seria a fusão ou pelo o menos o redirect. Quem discordasse argumentaria sobre pq não fundir, abrindo exceção à regra, e mantendo. Pq acho que todos concordam que se a pessoa não for notória por si própria, pelo o menos a ligação dela pro artigo do evento deve existir, até pra facilitar a vida do leitor.

Não tem muito sentido o apagar simples, e a maioria dessas discussões acaba girando em torno dessa opção.

Também vale lembrar o que foi dito AQUI em relação ao que já é regra AQUI ou seja, essa regra seria apenas apenas iríamos reafirmar em outro lado uma regra que já existe, e não criar nada novo. Vejam: " Em tais casos, um redirecionamento ou uma fusão poderão ser a melhor opção. Escreva sobre o evento, não sobre a pessoa. " É exatamente o está aqui.

Tem uma outra dicussão também em relação a [[10]] poderia esse anexo ser aceito também, mas aí vai depender do resultado da votação de eliminação. AkamaruVP 19h36min de 25 de maio de 2010 (UTC)

Eu   Concordo, mas somente se for respeitado o que disse o Machocarioca. Ficaria bom assim:

  • Pessoas notáveis por apenas um único evento deverão ser, a princípio, redirecionadas para o artigo do evento. No entanto há casos particulares que poderão possuir artigos próprios, e estes deverão ser discutidos em separado.

O resto do que foi proposto eu acho até meio desnecessário estar na recomendação, de tão óbvio que é. Mas tb não sou contra, se faz diferença pra alguem. Sandrofogo (discussão) 15h47min de 28 de maio de 2010 (UTC)

  Concordo com Sandro Fogo. Tanto Mark David Chapman quanto a mocinha-que-usou-um-tapa-sexo-no-carnaval-de-sei-lá-quando são conhecidos por um único evento, mas nem por isso ambos devem ter artigos próprios. Acho melhor avaliar caso a caso e fazer o redirecionamento nas páginas de quem não merecer artigo próprio. Bisbis msg 17h04min de 28 de maio de 2010 (UTC)
  •   Concordo com MachoCarioca e Sandrofogo. Há casos particulares que merecem ser discutidos antes do redirect. Diego Vieira da Silva msg 18h28min de 30 de janeiro de 2011 (UTC)

Fim dos Esboços

Estou organizando um projeto, de objetivo acabar com os esboços na Wikipédia.pt e por isso preciso da colaboração de muitos usuários autoconfirmados e de alguns admininstradores para coordenar o projeto.A colaboração não necessita de ser rápida podendo demorar mais do que uma semana a melhorar.Artigos mínimos tambem estão incluidos neste projeto.

Ninux2000 (discussão) 16h56min de 9 de maio de 2010 (UTC)

Se quiser participar escreva o seu nome a seguir e uma breve explicação dos seus objetivos.

Bom, dos 570 mil artigos da Wiki, talvez metade seja esboço. Estou curioso para saber como pretende acabar com eles. Sds MachoCarioca oi 23h25min de 9 de maio de 2010 (UTC)

Marote discussão 00h56min de 10 de maio de 2010 (UTC) Quero ajudar principalmente para aumentar a qualidade e a informação dos nossos artigos.

Acho que para esse projeto dar certo, deve ser realizado com cooperação de outros wikiprojetos mais específicos. RmSilva msg 11h14min de 10 de maio de 2010 (UTC)

É, melhor entrar em contato primeiro com os Wikiprojetos. Isso vai organizar melhor o seu trabalho, pois ampliar um artigo requer muita pesquisa e nem todos os assuntos são fáceis de serem trabalhados. Ampliar e largar artigos enormes sem qualquer referência é pior que ter um minúsculo. - Dehsim? 12h33min de 10 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Eu vou contactar o projeto de biografia que é o que eu ando metido, vós contateis outros projetos por onde andam. É mais essencial melhorar e aumentar o texto do que inserir imagens e mídia, mas não há mal nenhum.

Ninux2000 (discussão) 17h44min de 10 de maio de 2010 (UTC)

Sou organizador do wikipedia:Projetos/Biografias, e me coloca a disposição para discutir junto as membros do projeto a criação de uma tarefa para expansão de esboços e artigos mínimos.Michael Pires (discussão) 14h49min de 11 de maio de 2010 (UTC)

O projeto biografias concordou, logo primeiro vamos começar com biografias.Mãos a obra!

Um abraço

Ninux2000 (discussão) 17h45min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Boa sorte com os cerca de 500.000 artigos que esse novo projecto decidiu ampliar! Se não sabem por onde começar, sugiro as comunas francesas. Pode ser que lá pelo final do século XXI já tenham terminado pelo menos essa parte. ;) --- Darwin Ahoy! 06h34min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Um projecto interessante seria este. Há também Wikipedia:Projetos/Encontrar e ampliar esboços que está abandonado. GoEThe (discussão) 09h56min de 13 de maio de 2010 (UTC)


Para que saiba muito sobre dinossauros recomenda-se procurar os seguintes artigos nesta lista:

Anexo:Lista de Dinossauros

Não é preciso conhecer muitos dinossauros, artigos como o Anquilossauros tambem precisão de melhoramento.a divisão em seçõs pedem e faço logo!

Ninux2000 (discussão) 11h18min de 15 de maio de 2010 (UTC)

Jogos Olímpicos

Prezados, tenho editado atletas olímpicos e noto que muitos dos Jogos ten o adendo 'de Verão' neles, termo usado comumente pelos portugueses - apesar de sem uso comum no Brasil - para diferenciar estes dos Jogos de Inverno. Apesar de no Brasil não existir essa diferenciação - aqui é Jogos Olímpicos e Jogos Olímpicos de Inverno - entende-se(?) este adendo, por na medida em que a partir de 1924, passaram a haver dois JO, o tradicional e o de inverno.

Acredito eu que o termo passou a ser usado pelos portugueses a partir daí, dos anos 20, justamente para fazer esta diferenciação ( que aqui é feita apenas sem nada após os JO normais). Na verdade até poucos anos atrás os Jogos de Inverno eram uma abstração, passou a ser mais conhecido pelo publico em geral apenas na ultima decada, com uma pequena participação (bizonha) de brasileiros e com a transmissão deles por tv a cabo. Mesmo hj a popularidade do evento é quase nenhuma, comparada aos JO normais, o que se explica por sermos um país tropical.

Mas acredito que até 1920, por exemplo, os portugueses não chamavam os Jogos Olimpicos de Jogos Olimpicos de Verão, até porque não tinha outro. Sendo assim, me parece estranho a terminologia Jogos Olimpicos de Verão de 1896 ou de 1912. Assim, proponho que estes Jogos, até o surgimento dos de Inverno, em 1924, passem a ter o titulo apenas de Jogos Olímpicos de tal ano. Aguardo manifestações. MachoCarioca oi 00h35min de 10 de maio de 2010 (UTC)

Eu   Concordo. Não faz sentido ser Jogos Olímpicos de Verão, sendo o termo apenas usado para diferenciação, quando não havia jogos de inverno. RmSilva msg 11h12min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo, por padronização. Se essa mudança fosse feita, não seria só nos artigos das edições, mas também nos artigos dos esportes e dos países (pelo menos), causando uma bagunça generalizada. Filipe Ribeiro Msg 11h20min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo. O pensamento não está sem sentido de todo, mas se há a diferenciação, por que haveríamos de reverter todos os artigos até 1924? Até porque, a realização dos JO, quando não no verão, era próximo a ele, o mesmo com os de inverno, o que não deixa de dar este tipo de ligação também. Desacredito que o Brasil e os Jogos de Inverno sejam justificativas para esta mudança. Posso estar enganada. Quem tiver mais conhecimento sobre o assunto, pode apresentar as fontes aqui. - Dehsim? 11h59min de 10 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
  Discordo também, para que se mantenha a padronização (que, diga-se de passagem, é adotada em todas as outras wikipédias). RafaAzevedo disc 12h28min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo por três razões: não foi apresentada nenhuma fonte que comprove ser mais correta a nomeclatura requerida; a tranqueira vai ser imensa para algo que não se apresenta errado; e por questão de padronização com as demais Wikipédias. -Jeh Liukin oi? 13h52min de 10 de maio de 2010 (UTC)Jeh Liukin
  Concordo. Não precisa dessa separação (Verão e Inverno, só Inverno). Edward Pazos (discussão) 17h40min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo. Entendo o raciocínio, mas prefiro que haja essa diferenciação por uma questão de padronização, não só daqui, como de todas (ou a maioria) das wikis. Como não se caracteriza um erro nos títulos, considero a mudança desnecessária. Jonas kam diga? 18h41min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo pelos mesmos motivos dos demais de manter a padronização dos artigos. Inox msg 19h47min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo Lijealso (discussão) 19h53min de 10 de maio de 2010 (UTC) Tendo em conta que os artigos podem ser vistos como entidades únicas/distintas, convém explicitar tanto quanto possível, no título ao que se referem
  Discordo por padronização, não só dos JO como das demais competições Paraolimpíadas, Universíadas, etc (não sei se temos etc). O que deve existir (e existe) são os redirecionamentos (Jogos Olímpicos de 2008, Jogos da XXIX Olimpíada). Abraços Mwaldeck msg 20h00min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  Discordo Para mim, o de inverno ter essa informação e o de verão não, pode-se entender que talvez esteja indicando que ele é inferior, o que não é o caso.LuanSP (Discussão) 21h12min de 10 de maio de 2010 (UTC)
  • A padronização não pode se sobrepor aos fatos. Então porque está padronizado de uma maneira não se corrige a nomenclatura e se padroniza de outra porque 'vai dar trabalho'?? Não faz sentido nem para os portugueses os Jogos de Verao anteriores a 1924, (neste ano sim, houve Verao e Inverno e por isso faz sentido a diferenciação) simplesmente não existiam os de Inverno. A falta de senso não pode se sobrepor a um simples problema tecnico, padronizar-se direito. Não é porque 'é aotada em todas as outras Wikipedias' que se adota aqui, onde a expressão 'Verão' não é utilizada. MachoCarioca oi 02h31min de 17 de maio de 2010 (UTC)
  • Volto a insistir, principalmente àqueles mais afeitos a editarem em esportes e esportes olimpicos:(porque já notei por certos argumentos que tem uns aqui que não tem a menor ideia do assunto em si) minha gente, 'Jogos Olímpicos de Verão de 1920' é a mesma coisa que '100 m com barreiras feminino'! Deu pra entender? Concordam com essa maluquice? MachoCarioca oi 03h43min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Limitações e capacidades para WP:EV, WP:ER, WP:ESR


Venho aqui expor algo que acho um pouco insólito:

Ultimamente tenho verificado o aparecimento de IP's e Usuários sem direito de voto a nomearem artigos para WP:EV, WP:ER, WP:ESR.

A minha pergunta é simples, se estes elementos não têm direito a voto, por se considerar que ainda não conhecem o projecto em condições ou ainda não terão todas as capacidades e competências para votar, como é possível que lhes seja concedido o direito de por artigos para eliminar?

É de facto um pouco absurdo, insólito e inusitado, até porque tal situação pode servir (como suspeito que sejam alguns casos), para retaliação de alguns novatos que viram os seus artigos recentes eliminados.

Como tal proponho que se estenda as limitações de quem não tem capacidade de voto ao não ter este direito adquirido por defeito.

Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 21h07min de 10 de maio de 2010 (UTC)

  Não apoio: IPs e usuários sem direito de voto podem fazer nomeações, e não votar. O que tem de errado nisso? sinceramente, anônimos e novatos sofrem um certo preconceito na Wikipédia. Sei disso vendo comentários como esse e também porque já fui um. --HVL disc. 21h13min de 10 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo Há IPs que fazem melhores edições do que muitos registados. O registo não é obrigatório, embora seja sempre de o aconselhar a fazer. Nenhum IP pode apagar uma página, mas tem todo o direito a editar e propor a eliminação de qualquer artigo. Em relação aos novatos, acho que tens toda a razão. A maioria das vezes são tratados abaixo de cão, havendo muitos usuários que não percebem que eles por vezes fazem coisas erradas, porque desconhecem as normas e como fazer como deve ser. Uma das razões porque isso acontece, foi a proibição de se dar as boas vindas aos novos usuários, quando se registam. --João Carvalho deixar mensagem 22h11min de 10 de maio de 2010 (UTC)

  Apoio, e venho pregando isso há anos. Deixar que IPs proponham PEs e dêem palpites nas PEs é alimentar os trolls. Normalmente são usuários registrados que se acovardam atrás do anonimato para provocar outros usuários. Digo mais: IPs que propõem PEs deveriam ter um check-user rodado e, constatada a malícia, gerar punição equivalente à do uso ilícito de sock-puppets. Albmont (discussão) 12h16min de 11 de maio de 2010 (UTC)

  Apoio também, pela minha experiência todas as vezes que um IP indicou alguma página para eliminação tinha algo errado; ou o IP era de um editor bloqueado, ou a eliminação que ele queria propor era inadequada. Se eles não podem votar ali, nada mais justo que também não possam indicar para votação. RafaAzevedo disc 12h31min de 11 de maio de 2010 (UTC)

  Apoio e concordo com o exposto. Se IP não tem direito ao voto, indifere se é bom editor ou não. Se quer contribuir desse modo, pode se registrar. O anonimato se dá da mesma forma. De qualquer jeito, controlar a conta de um usuário que age de má fé, é bem mais fácil que controlar IPs. - Dehsim? 23h53min de 11 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

  Apoio para ESR e ER e   Não apoio para votações. Nos dois primeiros modelos de eliminação, é obrigatório que duas pessoas participem da eliminação: uma marca; outra apaga. Se o IP não tem direito ao voto, porque supostamente não conhece regras de eliminação, essa exigência perde sentido, já que, na prática, a decisão seria tomada por apenas uma pessoa que conhece as regras.
É mesmo contraditório que IPs sejam impedidos de votar - um processo com a participação de, no mínimo, quatro usuários, o que diminui a chance de erro -, mas que possam marcar uma página e ser um dos dois usuários que participam da eliminação. Quanto à votação, o IP pode propor e argumentar, mas se ele não participa da contagem dos votos, não participa da decisão. Portanto, a decisão continua na mão dos que supostamente conhecem as regras de eliminação.--TeleS dê a vozzz-- 00h36min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  Não apoio - Desde que sejam cumpridas as políticas e recomendações, não vejo qualquer problema com marcações feitas por IP. E se há dúvidas porque podem ser só dois elementos a participar do processo de ER e ESR, comecem por banir as marcações do Salebot que, essas sim, são realmente graves, uma vez que nelas só participa um usuário, o que elimina o verbete. Eu mesmo já tenho revertido várias destas marcações do Salebot em artigos perfeitamente legítimos e bem fundamentados que pecam apenas pela formatação, e essa questão, ao contrário dos IPs, realmente levanta-me alguma preocupação.--- Darwin Ahoy! 06h19min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Já agora acrescento que há pelo menos um IP que trabalha como um mouro nas PNs, fazendo dezenas de marcações de ER e ESR todas bem fundamentadas e seguindo à risca as políticas do projecto. Parece-me que não estamos assim tão folgados para que se possa dispensar, e até proibir, este tipo de colaboração.--- Darwin Ahoy! 06h26min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  Não apoio - A razão porque IPs não têm direito ao voto não é por não conhecerem as regras, que até podem conhecer, mas sim porque em sistemas de votação o que conta é uma pessoa, um voto, e para prevenir abuso de sockpuppets, IPs e contas novas estão proibidas de votar. Como são necessárias pelo menos duas pessoas para eliminar uma página e assume-se que o administrador seja alguém que conhece as regras de eliminação, não vejo que proibir marcações resolva qualquer problema. GoEThe (discussão) 09h03min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  Não apoio, considero que a indicação de uma página para eliminar é um procedimento editorial e pelo qual não deve ser proibido aos anônimos. De fato, eu já vi usuários não registrados fazerem marcações corretas. Lechatjaune msg 11h48min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  Apoio para ER e ESR. Quando o IP não conhece as políticas, a nomeação resulta imprópria e/ou incompleta em 99,9% dos casos. Quanto conhece, então é registrado que, por algum motivo, não quer aparecer (fantoche, por exemplo). Yanguas diz!-fiz 02h06min de 13 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo da perseguição aos usuários não registrados,algo fora da filosofia do projeto. MachoCarioca oi 03h27min de 17 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo. --Dé ✓ (☞SCRAP - @) 03h32min de 17 de maio de 2010 (UTC)

  Apoio por mim baniam os IPs de vez rsrs Tetraktys (discussão) 04h29min de 17 de maio de 2010 (UTC)

o único bom argumento que vejo pra proibir os ips de marcar eliminação é o contorno de bloqueio. só que ainda não tô certo se seria vantajosa a proibição.--Lépton msg 05h56min de 17 de maio de 2010 (UTC)

  Concordo Só o que tem é usuário covarde que se passa por anônimo para fazer algo ilícito. Colocar artigos que não gostam para eliminação ou provocar alguém. Mizunoryu (discussão) 13h12min de 17 de maio de 2010 (UTC)

  • Mizu, aí é outra coisa, tbém já passei por isso numa das aquelas antigas sanções de insulto, lembra? Essa canalhices ninguém concorda, mas aqui estamos falando de um coisa especifica. MachoCarioca oi 13h21min de 17 de maio de 2010 (UTC)


Qual problema se resolve com essa proposta?Editar

Sinceramente não entendo qual é exatamente o problema que esta proposta tenta resolver. Vamos fazer uma rápida análise:

Situação Regras atuais Esta proposta Diferença
Anônimo faz marcação correta de ER A página é corretamente eliminada A marcação é revertida ou endossada por usuário registrado Negativa
Anônimo faz marcação incorreta de ER A marcação é revertida A marcação é revertida Nula
Anônimo faz marcação correta de ESR A página é corretamente eliminada A marcação é revertida ou endossada por usuário registrado Negativa
Anônimo faz marcação incorreta de ESR A marcação é revertida A marcação é revertida Nula
Anônimo faz marcação correta de PE A discussção corre normalmente A marcação é revertida ou endossada por usuário registrado Negativa
Anônimo faz marcação incorreta de PE ? A marcação é revertida Positiva

Dessa tabela, eu entendo que o único caso em que há vantagem com esta proposta é no caso das PEs. Ainda assim, acho que não temos tantos problemas assim a ponto de precisarmos estabelecer a proibição e nem estou convencido que os IPs estejam fazendo um mau trabalho por lá. Lechatjaune msg 21h30min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Pois... Em teoria deveria ser assim, mas infelizmente não é o que acontece. Temos que levar em consideração que os administradores também são seres humanos e cometem erros. Na minha terra temos uma expressão popular que diz "mais vale prevenir, do que remediar", se podemos evitar que tais problemas surjam, porque não evitámos? Acho que a questão correcta é o de pesar os benefícios e os contras da presente situação, ou seja: será que vale a pena continuar como está só porque alguns IPs não cometem erros?.Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 21h44min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Caro Z, é bem verdade que algumas páginas são eliminadas sem o devido cuidado, mas não acho que o problema esteja nos IPs. E você deve concordar comigo que se seguirmos a máxima do "melhor prevenir", deveremos proibir os IPs de editar e não só os IPs. Veja, concordamos que pode haver problemas a resolver, mas talvez precise ficar mais clara a maneira de resolver. Veja um exemplo, as contribuições do Joao666 (DctribAElogsBMF) mostram claramente que ele estava a abusar da Wikipédia para provar um ponto de vista e não houve consenso sobre como agir no caso dele até que se provou que era sockpuppet do Quintinense. O eu quero dizer é precisamos urgentemente encontrar meios de lidar com a disrupção no projeto ao invés de ficarmos tentando evitar que ela aconteça, porque afinal de contas, não conseguimos evitar. Lechatjaune msg 21h51min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Eu sou daqueles que acho que se deveria encontrar formas alternativas para resolver os problemas de maneira, digamos "civilizada", por outras palavras, sem opressão excessiva. Mas no que se trata a eliminar páginas acho que não se deve brincar em serviço. Já me deparei com situações de criar uma página e descobrir que a mesma já tinha sido eliminada antes. Nessas alturas fica a duvida (também devido a muitos erros que encontro nas ER), será que alguém inadvertidamente terá eliminado uma página válida? É claro que só me posso ficar pela duvida porque não tenho acesso ao histórico e não sei o que aconteceu, mas infelizmente, depois de reverter, imensas situações de ER feitas por IP e usuários inexperientes, essa duvida grita bem alto dentro de mim. E também temos de levar em consideração que o mesmo acontece com as ESR, apesar de ter sido um avanço, se não se informar ninguém (o que muitas vezes acontece, pelo menos a mim aconteceu, se não vigia-se todas as páginas que já fiz não saberia que um usuário inexperiente tinha colocado um artigo meu, erradamente, para ESR, porque não me avisou), acaba muitas vezes por ser uma ER, pois o resultado final é o mesmo. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 22h03min de 13 de maio de 2010 (UTC)

O combate do comportamento disruptivo pode parecer opressor, mas o resultado final é maior liberdade para todos. Ou você acha que wikiencalço, assédio moral, insultos, panelinhas e POINT não são por si só uma forma de estabelecer poder dentro do projeto e de exercer opressão? Quanto às páginas indevidamente eliminadas, acho que a criação da ESR já foi um avanço porque verbetes que não se enquadram bem nas regras de eliminação rápidas são enviadas para ESR. Outra coisa que podemos fazer é criar um novo grupo de acesso restrito dentro do projeto com direitos de ver revisões eliminadas, eliminá-las e restaurá-las. Para criar o grupo, basta que a comunidade assim o decida e podemos fazer um pedido aos devs. Adianto-me à pergunta natural: não é possível criar um grupo apenas com o direito de ver revisões eliminadas, uma vez que esta habilidade está associada ao direito de eliminar a página. Em relação à páginas eliminadas e recriadas, deve-se estar consciente que páginas eliminadas por ER são páginas com conteúdo impróprio e não porque o assunto não deve ser abordado na wiki.pt. Lechatjaune msg 22h14min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Pois... Excluindo o caso de 80% das ER serem artigos mínimos. E isso meu caro não há nada nas normas que vá contra. Mas se eliminarmos todos os artigos mínimos da wiki, ficamos com pelo menos (se não for mais) 1/3 a menos na wiki. De facto o ideal seria haver um grupo de controle para as ER e ESR em que tivessem que existir pelo menos dois usuários experientes a sancionar a sua eliminação e sem que não fosse possível efectuar a mesma sem o seu aval, mas isso acho que seria muito mais complicado de realizar do que aquilo que eu propus aqui. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 22h27min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Supondo que todo administrador seja um usuário experiente, uma página não é eliminada por ER sem a sanção de pelo menos um usuário experiente e mais outro usuário. ESR não só isso como tem que ficar anunciado por pelo menos quatro dias aos olhos de todos. Colega, Z, continuo não percebendo como a proibição dos IPS vai melhorar o caso. Você acho que são os IPs os principais responsáveis pelas marcações erradas? Lechatjaune msg 22h35min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Caro Lechatjaune, não deve ter entendido correctamente o que escrevi. Nunca disse que um administrador não era um usuário experiente, apenas disse que errar é humano, logo dois olhos vêm (e decidem), melhor que um. Tal como eu referi, o ideal era construir uma página especifica em que ficassem lá todos os artigos para eliminar e que fosse sancionado a eliminação pelo menos por dois utilizadores experientes. Dessa forma diminuía-se consideravelmente a hipótese de erro. E não, infelizmente não são só os IP e os inexperientes que mandam erradamente para eliminar artigos que nunca lá deveriam estar, mas penso que pelo menos 80% dos erros são feitos por eles. Em relação ao ESR tal como disse, o estar à vista de todos é muito relativo, pois se ninguém estiver a vigiar as páginas em questão e se ninguém for informado que estão para ESR é o mesmo que estarem perdidas no limbo e como tal não estão à vista de ninguém. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 22h59min de 13 de maio de 2010 (UTC)

  • Há uma coisa que eu não percebo aqui. Segundo a proposta, IP não pode marcar ER, ESR, e PE. Mas IP marca na mesma, e alguém terá que tirar. Então eu pergunto, mas quem está lá para tirar a marcação, não está para ver se ela é correcta ou não?--- Darwin Ahoy! 00h10min de 14 de maio de 2010 (UTC)
pode-se ver se é possível criar um filtro proibindo ip de gavar uma página que tenha uma destas predefs.--Lépton msg 05h56min de 17 de maio de 2010 (UTC)
E como um usuário não registrado deveria reagir quando encontrasse material impróprio ou VDA? Lechatjaune msg 20h14min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Criar uma conta e passar a contribuir construtivamente, em vez de vandalizar anonimamente. Essa libertinagem de deixar IP editar serve apenas para dar trabalho de manutenção de quem quer colaborar. Albmont (discussão) 12h49min de 31 de maio de 2010 (UTC)
  • Mais uma vez alerto para evitarem abusar dos filtros, pois isso realmente afecta de forma significativa e negativa a performance e a experiência da Wikipédia para todos nós, como é alertado no Meta e na documentação da wiki-en (num dos dois, ao menos). Lembrem-se que cada filtro que colocam é aplicado a todas as edições de todos os utilizadores, registados ou não, tomando tempo na edição e gerando mais lag.--- Darwin Ahoy! 13h47min de 31 de maio de 2010 (UTC)

Alteração de software na arquitectura da Wikipédia

Olá a todos,

É com prazer que volto a contribuir na Wikipédia. Tenho uma alteração a propor na arquitectura do software da wikipédia.

Trata-se do seguinte: quando se está a vizualizar ou editar um artigo, por exemplo na pagina 5, e se clica para aceder a outro, quando se volta atrás fica-se na primeira pagina do artigo original e assim sucessivamente.

Proponho então alteração do software para facilitar a pesquisa e manutenção da wikipédia.

Tendo sido eu Analista Programador em RPG IV (ILE) para o AS400, gostaria de olhar para os sources dos programas ou modulo ou modulos, se for esse o caso, para entender onde seria melhor fazer a alteração sem modificar a filosofia da arquitectura da aplicação.

Evidentemente que teria de ter um ambiente de testes para fazer as simulações em cenário de teste, para poder propor as devidas alterações.

Caso alguem esteja disponnivel para debater este assunto, para me ajudar ou encaminhar para a pessoa/sitio certo, contacte-me por favor para falarmos sobre este assunto.

Lembro-me que antigamente tinha de contar as linhas do ecran, os registos, guardar variaveis para poder inicializar no sitio devido, para a frente e para trás, era deveras interessante. Depois claro a linguagem foi evoluindo até haver operações automáticas para controlar o pageup/pagedown que nós chamavamos rollup/rolldown.

Tendo eu agora algum tempo disponível defenitivamente, muito me aprazeria dedicar-me a este assunto.

Respeitosamente

Joao Gouveia, Usuário:jmbgouveia 7:01 de 12 de Maio de 2010 (UTC) Lisboa/Portugal

Acesse http://www.mediawiki.org/wiki/Download/pt para obter mais informações sobre o software que suporta a Wikipédia. Instalar localmente para testes parece ser a melhor pedida neste caso. Sds, --Leonardo Stabile msg 06h53min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Leonardo. Muito obrigado pela sua atenção. Assim farei. Depois dou noticias.

--Joao Gouveia msg 05h29min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Tamanho da fonte da nossa Wikipédia

Andei reparando que a wikipédia em português tem o tamanho da fonte menor do que o das outras línguas. Sinceramente, eu acho a nossa fonte mais feia e mais difícil de ler. (É a única wikipédia que eu preciso dos óculos pra ler!) Então eu gostaria de sugerir o aumento da fonte. O que vocês acham? Cícero 02h20min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Ctrl +. Fabiano Tatsch discussão 02h38min de 13 de maio de 2010 (UTC)

  • De certeza que não andou a experimentar com os temas nas preferências? Tenho a impressão que aqui há umas semanas aconteceu-me um par de vezes achar as fontes muito pequenas, mas há muito que não noto isso. Mas como, diz o Fabiano, suponho que qualquer browser dá para aumentar o tamanho da fonte e, ao contrário de muitos sites por aí, a wiki é muito respeitadora das normas da W3C e das preferências individuais dos leitores, pelo que aparentemente todas as fontes são escaláveis. --Stegop (discussão) 03h16min de 13 de maio de 2010 (UTC)
    • Sim, claro! sei de tudo isso. Mas eu estava pensando em alterar o tamanho "default", quero dizer, a visualizacão padrão, inclusive para usuários não registrados. Dá uma olhada em algumas poucas wikipedias e verás que todas têm sua fonte iguais. Parece que só aqui alguém configurou com uma fonte menor. Cícero 03h54min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Eu não noto nada disso. Uso o FF 3.6.3 e o tema "Vector". --Stegop (discussão) 04h56min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Política/recomendações sobre ligações internas


Pessoal, acho que temos um problema de omissão nas diversas páginas que tratam sobre como fazer as ligações internas (links). A principiar, quase todas limitam-se a repetir as memas orientações sobre como criar um link, e não especificam uma orientação clara acerca de onde devemos ou não linkar:

Tal orientação, entretanto, encontra-se parcialmente definida numa seção da página principal do Livro de estilo - a seção "não exagere" do livro de estilo, que diz:

Torna-se mais fácil retomar o desenvolvimento de um artigo por si ou por quem lhe suceder se não optar por exagerar nas marcações (ligações — internas ou externas, formatação, etc). Mesmo com as sugestões apresentadas, o editor deve ter em conta que qualquer marcação irá resultar numa determinada aparência quando for visualizada.
É mais fácil visualizar a Wikipédia, editar ou adicionar artigos, se não se complicar a marcação, mais do que o estritamente necessário para disponibilizar a informação de uma forma compreensiva e útil. O principal objectivo é conseguir uma enciclopédia de utilidade, embora a facilidade de edição e manutenção dessa enciclopédia sejam os sucessores imediatos.
Entre outras coisas, isto significa que o editor não deve usar a marcação excessivamente, e fazê-lo conscientemente. (grifamos)

É recorrente o surgimento de editores que começam a deitar links em palavras soltas ao longo do texto; em contrapartida, acabo de deparar-me com a situação oposta: quem apaga os links vermelhos, por julgar que isso faça parte de nossas políticas.

Proposta

Tendo identificado o "problema", faço a sugestão de que a "orientação" genérica contida no LE seja desenvolvida em pelo ao menos uma das 3 páginas que tratam do assunto, deixando de modo mais claro qual a norma que devemos observar para as ligações internas; proponho, também, que editores mais afeitos com a disciplina desse tópico possam elaborar um texto base, sobre o qual possamos debater.

De já agradecendo, Conhecer (discussão) 21h05min de 16 de maio de 2010 (UTC)

concordo, deve ficar claro que somente o que é relevante no contexto deve ser linkado, e que não tem problema nenhum nos links vermelhos (desde que válidos). pode ser bom ver como outras pédias tratam do assunto pra termos uma direção.--Lépton msg 05h45min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Em relação à segunda parte, ver Wikipedia:Ligação vermelha. GoEThe (discussão) 06h22min de 17 de maio de 2010 (UTC)
interessante, podia ser parte do livro de estilos.--Lépton msg 06h44min de 17 de maio de 2010 (UTC)
  •   Concordo - deve realmente fazer parte do LE. Mas, mesmo ali, a frase Apenas faça ligações internas para termos relevantes dentro do contexto é um link para um dos guias indicados acima, onde simplesmente essa orientação não é desenvolvida! Ou seja, ela precisa fazer parte de nosso LE, e minha sugestão é que seja fundida com wikipedia:livro de estilo/Ligações; assim, acho que fica tudo bem escrito, num mesmo lugar. Boas, GoEthe! Conhecer (discussão) 08h03min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Dois artigos destacados por semana


Prezados, olhando a lista de artigos eleitos para destaque em 2010,[11] noto que, apesar de ainda estarmos em maio, o ultimo artigo destacado só irá aparecer na PP em novembro, daqui há seis meses! E que, baseando-se pela atual lista de artigos sendo votados, os eleitos ainda este mês só irão pra PP no ano que vem! E ainda estamos no meio de maio!

Ora, acho que isso não tem cabimento. Notei que os artigos na PP estão ficando uma semana (quando na Wiki-en são trocados diariamente - ok, lá tem muito mais gente colaborando e muito mais artigo destacado, não dá pra comparar). Mas diante da atual situação, proponho que, como antigamente, os aritogs destacados fiquem meia semana na PP, sendo dois por semana, de maneira a tornar mais proxima a data entre o destaque e sua exposição. É absurdo este tempo. Do jeito que vamos, em setembro ou outubro deste ano, nas atuais condições, vão ser eleitos artigos para serem expostos na PP apenas em 2012! Não dá pra fazer Wikipedia na base da vaidade pessoal, parece que um dos argumentos para os arigos ficarem uma semana é que, como estava, era 'pouco tempo' (porque tres dias e meio na PP´é pouco tempo?). E deu nisso. Com dois por semana, um artigo destacado agora só irá mesmo aparecer em agosto ou setembro, o que já é longe. Aguardo comentarios. MachoCarioca oi 03h19min de 17 de maio de 2010 (UTC)

estão ficando uma semana inteira?? não tinha reparado nisso rsrs. se é assim,   Concordo com a redução de prazo Tetraktys (discussão) 04h23min de 17 de maio de 2010 (UTC)
foi decidido ficar uma semana pq tinham mto poucos artigos de reserva, e em pouco tempo iriamos ficar sem artigos inéditos pra colocar na PP. se não é mais o caso concordo em diminuir o tempo, senão não.--Lépton msg 05h41min de 17 de maio de 2010 (UTC)
A decisão sobre o aumento do prazo ocorreu aqui, exatamente pelo motivo que o Lépton lembrou: quase não havia artigo de reserva. No ritmo que as EADs iam na época, não demoraria e não haveria mais artigo inédito para a PP. Não sei se aquela discussão ajudou, mas é fato que de lá pra cá o ritmo das votações aumentou muito, e é provável que o prazo de sete dias tenha voltado a ser longo demais. Dessa forma, também   Concordo com o retorno do prazo de 3,5 dias. Filipe Ribeiro Msg 11h39min de 17 de maio de 2010 (UTC)

  Concordo com dois artigos por semana. --João Carvalho deixar mensagem 12h05min de 17 de maio de 2010 (UTC)

  • Concordo, mas sugiro que modifiquem a regra para que o número de dias em exposição na página principal seja em função do estoque de artigos destacados, assim quando o número abaixar muito os dias aumentam, quando aumentar muito os dias de exposição diminuem. Tomara que os artigos destacados sejam tantos que fiquem só quinze minutos na página principal.-- Jo Lorib ->d 15h19min de 17 de maio de 2010 (UTC)
  • Nem havia notado a mudança no tempo de permanência de artigos destacados na PP, aliás, nem sabia da existência da discussão que definiu isso. Sendo assim,   Concordo com a mudança pelos motivos expostos pelo MC. Também   Concordo com a proposta do Jo Lorib, pois assim eventuais discussões futuras como esta poderão ser evitadas, já que a quantidade de artigos a serem destacados pode variar com o tempo, como foi o que aconteceu. Inox msg 20h02min de 17 de maio de 2010 (UTC)
  • Jo, a idéia é essa mesmo, adaptarmos o tempo à quantidade de artigos na fila; tendo poucos, passasse para uma semana. No momento não tem necessidade disso, pelo contra´rio, está atrapalhando, tem artigo pra novembro já, podemos voltar aos 3,5 dias, não precisa ser fixo, depende da oferta, acho que isso é um consenso entre todos, a maleabilidade, não ser rigido. Sds MachoCarioca oi 21h02min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Hoje eu acho que dá para reduzir para uns 5 dias. Reduzir mais do que isso, não sei, de repente fique faltando lá para frente, mas é caso para estudar.   Concordo com o Filipe. - Dehsim? 00h43min de 18 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

temos que definir qtos artigos temos que ter de reserva então. realmente me parece melhor ter este critério do que um nº fixo de dias, evitaria estes tópicos toda vez que a quantidade de artigos muda-se.--Lépton msg 06h14min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Acho que a Deh nao leu o que escrevi. (o que será que disse o Felipe diferente dos outros pra ela concordar com o Felipe? rs)Com dois por semana (nuca houve 5 dias aqui ou é dois ou um por semana) artigos eleitos agora só vão pra PP em setembro, daqui há quatro meses. Mesmo assim, com a quantidade que tem, já é longe demais. A ideia é voltar aos dois por semana . Caso volte a não ter artigos com um minimo de dois meses pela frente, voltamos a um por semana. É elastico. Nem o Lepton leu nada, pois ja marquei la em cima qtos tem e ele ainda pergunta 'temos que ver quanto temos'. Se ler de novo, lerá: hoje, com um por semana, o ultimo destacado só entra em novembro, no fim do ano, e ainda estamos em maio. Acho que agora ele leu. MachoCarioca oi 16h46min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Quem é o adm que anda colocando os artigos destacados na PP? MachoCarioca oi 16h48min de 18 de maio de 2010 (UTC)

  •   Concordo. É um esquema automático parece, tem que fazer uma programação de tempo no código que tá lá. --Dé ✓ (☞SCRAP - @) 16h51min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Já havia antes, Dedis. A mudança era 09:00 UTC de quarta feira e 00:00 de domingo, se não me engano. Dava um tempo exato igual de exposição aos dois por semana. Dá uma olhada na regra antes de mudar pra uma semna, tá la histórico, acho. MachoCarioca oi 16h53min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Eu sei, foi uma resposta a pergunta acima sobre o admim, rs. Deixo pra alguém que está acostumado a mexer naquelas coisas pq minha conta não é boa pra isso, sempre da uma zica qd fuço em coisa da PP, e as vezes qd nem edito lá aparece coisa lá, ver [12] rs. --Dé ✓ (☞SCRAP - @) 17h03min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Acho que o cod. será este:[13]. --Dé ✓ (☞SCRAP - @) 17h10min de 18 de maio de 2010 (UTC)

É, o Giro 720 fazia isso, tinha mais um, que sempre fazia e colocou o relogio e sumiu, esqueci o nome dele. MachoCarioca oi 17h13min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Até onde sei o aumento para 1 artigo por semana foi "decidido" em fevereiro numa proposta que ficou dois meses na esplanada. Alteraram a predefinição no dia 5 de janeiro. Eu prefiro 2 artigos destacados por semana, mesmo que tenha quer repetir um antigo pois o conteúdo da PP fica mais dinâmico. Abç OTAVIO1981 (discussão) 17h22min de 18 de maio de 2010 (UTC)

MC, a alteração] que você fez na listagem de 2010 não surtirá efeito se a predefinição {{Em destaque}} não for atualizada também. Aproveito e pergunto onde foi realizada a consulta para a alteração da ordem dos artigos e o consenso obtido. Abç OTAVIO1981 (discussão) 17h37min de 18 de maio de 2010 (UTC)
  • Já está aualizado, não? MachoCarioca oi 21h10min de 18 de maio de 2010 (UTC)

aff.... tinha que vir de quem msm? parece que não sabe ou ler ou interpretar ou quer mto arrumar confusão (agora que descobriu que me renomeei de Quark pra Lépton), pq não sei de onde tirou que falei 'temos que ver quanto temos', disse bem claro 'temos que definir qtos artigos temos que ter de reserva'. vamu desenhar: temos que ter um mínimo de artigos de reserva definido para com isto trabalhar qto tempo vão ficar no ar (ou queria colocar os dias que bem entendesse sem referência alguma?). tipo, se definirmos que temos que ter 20 (chute) artigos de reserva, então é com isto que vamos trabalhar o número de dias que os artigos vão ficar na PP. se atingirmos isto ou menos o tempo aumenta, se for 21 pra mais o tempo cai. pode-se ter até msm menos que 2 artigos por semana dependendo de qtos artigos temos na reserva. ou fazer uma fórmula como o número de artigos em estoque deve ser suficiente para abastecer a PP por x meses e com isto definir qto tempo devem permanecer na PP. acho que agora entendeu.--Lépton msg 18h07min de 18 de maio de 2010 (UTC)

(conflito de edição)
É uma boa pergunta a do Otavio. E ainda diz que continuará fazendo, arrumando temas. Baseado em que? Existe alguma regra na Wikipédia que permita isso? Faz-se sob consulta? Como é? Decidido somente por ti? Enfim, segundo o exposto pelo Filipe e pelo JoLorib, concordo com o número flexível, coisa que não foi apresentado na proposta, por isso, respondendo sua pergunta, MC, foi com isso que concordei, com um número variável de acordo com a situação em que se encontrar a Wikipédia em número de artigos destacados: e isso significa que deve figurar na Wikipédia como regra essa aberta possibilidade. Dito isso, dois por semana vai gerar um tempo variável ou é mera formalidade na qual cada artigo figurará por 3,5 dias? Na prática já vi 3 e 4, aproximando o tempo, justamente por causa dessas 12 horas. Talvez dê para contar por dia invés de por semana. - Dehsim? 18h12min de 18 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Vou dar um palpite parecido com o do Lepton: Toda vez que a fila de espera tiver menos de 10 artigos, o tempo de permanência é alterado para 7 dias. Quando a fila de artigos passar dos 20 artigos, retornamos ao tempo de permanência de 3,5 dias. OTAVIO1981 (discussão) 18h55min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Isso tudo começará a valer a partir de quando? --HVL disc. 19h12min de 18 de maio de 2010 (UTC)

(conflito de edição)
Eu dei uma avaliada no que ele disse. Hoje, na fila de espera, na reserva, dá até o fim do ano. O negócio é que não dá para avaliar quantos serão destacados e quantos não são, numa média mensal de EADs. Na real, é difícil fazer uma previsão. Até discutimos diminuir o tempo da EAD e de recandidatura, mas de cara não agradou muito e permaneceram os 30 dias. - Dehsim? 19h14min de 18 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

É difícil mesmo prevermos pois a wikipédia pode ser abandonada de vez e termos zero artigos destacados como pode ir aumentando os poucos. Acho que a idéia da quantidade de mínima pode funcionar mas fico na dúvida de como tornar isso prático e de fácil atualização. Acho que vou incluir o assunto na pauta do WikiRio 4.0! hehehehe Abç OTAVIO1981 (discussão) 19h21min de 18 de maio de 2010 (UTC)

A falta de interesse da comunidade nas EADs é enorme. Tanto, que chegamos ao cúmulo de deixar um artigo por sete dias na PP ou pedir que artigos bons figurassem por lá. Pff. A verdade é que poucos editores tentam e os que tentam são chamados de máfia, panela e etc. Agora é que, com o Wikiatividade, apareceram mais votantes e mais proponentes, mas no geral, as votações são de 7, 10 pessoas, e já houve casos de nem ter isso e o artigo não receber status nenhum, mesmo quando merecedor. Enfim, acho que aqui chegamos num consenso sobre variar o tempo, mas a real causa não foi atingida não, a menos que na semana que vem tenhamos outro Wikiatividade, rs. - Dehsim? 19h27min de 18 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Quanto ao Lepton ou Quak, meu caro, não há o que complicar, a pergunta era obvia e tbém me parece obvio que havendo poucos artigos, passa-se de volta pra uma semana e não precisa de mais um diabo de uma regra pra isso, isto aqui não é um escritoria de contabilidade nem empresa de analise de pesquisa. As pessoas notam, quando for ocaso, que haverá poucos artigos na fila e muda-se o tempo rapidamente, da mesma maneira que agora notei que tem uma fila enorme, não precisa estar regrado, basta observar.

Qto a mudança de assuntos, não sei onde está talvez o Dedis ache, nunca acho essas coisas, é mais antigo que vcs, é do tempo que aqui havia bom senso. E por bom senso e consenso, ficou claro a quem discutiu o assunto, que não tinha sentido colocar artigos destacados sobre o mesmo assunto um colado no outro e resolveu-se que quando isso acontecesse, para maior variedade de artigos na PP, eles fossem mais espaçados. Isso ja foi feito varias vezes, a ultima me parece que com 4 artigos de anarquismo, destacados um logo apos o outro, e que foram espaçados.

Otavio, os artigos de xadrez sao seus? Tanto os de xadrez quanto os de ginastica necessitam um espaço maior uns entre os outros, para variar o tema na PP. Houve também um consenso de mudança de aparição dos artigos, quando por acaso houve algum destacado que combinasse com alguma data em especial. Me lembro que um sobre Jesus, da Beria, ia entrar em fevereiro e foi adiantado para a semana de Natal. Não sou bom em achar essas coisas. Lidar com a vaidade humana nessa seção é extremamente dificil. Os artigos de vcs destacados, não vão deixar de ir pra PP, apenas vão mais separados, permitindo uma maior variedade de assuntos entre uns e outros. Talvez venha daí a falta de interesse pelos EADs. MachoCarioca oi 21h00min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Tbém acho qo tempo de 30 dias pra votação de um EAD não tem senso, acho que é a mais longa votação dessa bagaça. Podia tranquilamente ser de quinze dias, o tempo de votações normais, ia ser mais rapido subir artigo pra Destaque. Não há a menor necessidade daquilo ficar ali um mes inteiro, noventa por cento dos votos sao dados na primeira semnaa. MachoCarioca oi 21h02min de 18 de maio de 2010 (UTC)

  • Acho que a mudança pode começar esta semana mesmo. MachoCarioca oi 21h03min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Deh, é que pra alguns tem que ser tudo muito explicadinho beabá, enteneu? A maioria aprovou de cara sem muita conversa, porque entende rapido o óbvio, que a proposta tem a ver com o momento, que tendo pouco artigo na fila volta pra sete, mas pra alguns tem que explicar direitinho, tem que estar tudo nas letrinhas, se não não entendem nada, não leem entrelinhas. MachoCarioca oi 21h10min de 18 de maio de 2010 (UTC)

  • Fazendo os calculos aqui, para dae um tempo exato de meia semana para cada artigo destacado, as mudanças devems er feitas as 00:00 UTC de segunda feira e 12:00 UTC de quinta feira. Dá 84 horas exatas pra cada um. MachoCarioca oi 21h15min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Os artigos não são meus, mas você mudou a lista sem consultar ninguém e ainda não informou de onde vem este consenso. Se você não sabe onde está faz um esforço aí e procura, não deve ser difícil já que você é tão antigo. Eu queria pelo menos saber de onde veio e você não disse. Se tivesse, não precisava nem perder tanto tempo respondendo e se explicando. O espaço é comunitário, porque você acha que eles estão "colados" se eu espero 1 mês para enviar para destaque cada um? OTAVIO1981 (discussão) 11h09min de 19 de maio de 2010 (UTC)

A propósito,   Discordo que esta alteração seja feita de qualquer jeito e o este consenso fique depois perdido na esplanada. Se querem alterar o prazo tudo bem, mas que se indique claramente como vai ser feito e quando e que isto conste na listagem anual. Aqui não é a casa da mãe joana, ainda. Abç OTAVIO1981 (discussão) 11h13min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Até onde eu vi aqui, tudo só é muito óbvio na cabeça dele, porque expor mesmo, não expõe (só depois dos outros virem com as ideias). Enfim, como meu interesse não é ficar de bate-boca com ele, me arrisquei a dizer que houve consenso não apenas para reduzir o prazo, como para torna-lo, em regra escrita, variável de acordo com a necessidade da Wikipédia lusófona, seja em tantos dias, seja em tantas horas. Otavio, é de tempos que já vi pedirem que se coloque os artigos X, Y e Z em determinadas datas, devido a seus significados. Nunca vi (e isso não é sinônimo de não existe aqui) isso estar regrado. Só vi pedidos. Nunca vi consenso a respeito dos temas espaçados também estarem em regra. Não vou dar chilique se quiserem espaçar, desde que isso seja de conhecimento da comunidade e não decisão de um só e nem para a data que este um quiser e bem entender colocar. Sds! - Dehsim? 11h24min de 19 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Não é que eu tenha mudado a lista sem consultar ninguém, isso já foi feito antes, várias vezes, e era feito pelo adm Bonás (que sumiu na Wiki) que era quem cuidava. Qdo surgiu a ideia foi unânime o bom senso da providencia, parece que com a nova geração de votantes de EAD não é mais hehe. E não está regrado mesmo, surgiu do bom senso, e houve um consenso, onde está iso agora, não sei. E não tem como regrar isso, acontece de vez em quando, nota-se e faz-se a separação ,apenas isso. Deh, não tem mais nada pra expor, é super simples, mas um ou outro temque explicar explicadinho, ica dificil, mas a maioria entendeu de primeira sem muito bls bla bla, sem necessidade de discussão, tá bom assim heheMachoCarioca oi 17h17min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Você diz que tem mas não mostrou ainda nada. Eu quero saber como você muda a ordem do seu agrado pois acha que estava colado e não pergunta a absolutamente ninguém e ainda nem sequer mostra de onde veio tal decisão. Agora, só porque você mudou está bom? E seu achar que ainda está muito junto e decido separar mais? Ou outro editor acha que a distância anterior estava boa e reverte? Você falou de novo em bom senso, e cadê o seu? É evidente que este assunto está desviando o foco da discussão, então só vou ficar daqui aguardando você mostrar o consenso, porque isto precisa ficar visível para o futuro. E da sua proposta, reitero que   Discordo que seja feito de orelhada. Se é para ser feito, que seja direito. OTAVIO1981 (discussão) 17h49min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Eu olhei a mudança do entende tudo e vi que ele tacou um artigo de xadrez lá para baixo, colando assim, dois de ginástica. É isso que está chamando de orelhada, rsrsrs? Dá para ficar direito, porque acabou juntando dois de música também com a dança das cadeiras. - Dehsim? 17h52min de 19 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Não foi ao meu 'agrado', Otavio, separei os artigos que estavam muito proximos, podia ser qualquer um. Podem separar como quiser, pra mim tanto faz. fiz o que fazima aqui, não sabia que ia causar celeuma algo obvio. O Dedis tá vendo isso. Quer colocar tudo junto? Ok pra mim. MachoCarioca oi 17h54min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Não Deh, eu colei 'lá embaixo ' porque ainda tá longe de entrar, como disse na aba , depois se separa tbem. Não tinha separado os de ginastica ainda, hehe MachoCarioca oi 17h55min de 19 de maio de 2010 (UTC)

(conflito de edição)
Aham. Negócio é que foi feito tão de tacão que ficaram 3 pares de artigos sobre o mesmo assunto juntos. Ou não percebeu ou o bom senso não anda tão em alta assim. Não custa dar uma consultada para ponderar o que dá para fazer, tipo, não aumentar em dois meses o tempo largo de espera de um artigo na fila, por exemplo, ou adianta-lo na mesma proporção; ver se dá para encaixar um artigo ou outro numa data significativa, e por aí vai. Feito isso, justifica a mudança. Isso é bom senso. Sds! - Dehsim? 18h02min de 19 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

Sim, ficaram ,mas seriam mais separados a medida que se chegasse perto de coloca-los, por enquanto separei apenas o mais proximo, o de xadrez, ta dificil? Não é uma mudança deinitiva, uai, era só o que vinha de momento. :-) MachoCarioca oi 18h10min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Para mim está muito simples: os dois artigos que vem agora em cima, MC, segundo sua justificativa de aos poucos, são os que estão com o mesma tema: música. E depois acha ruim quando alguém contesta seu bom senso. Logo após a Emma, vem dois novamente, artes, mas até que dá para relevar, se considerar o biografado apenas como pintor. Sds! - Dehsim? 18h15min de 19 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

São de musica mas de itens bem diferentes. Os de xadrez sao a mesma coisa. Mas se quiser separar esses ai, pra mim tá tudo certo tbém :-) MachoCarioca oi 18h19min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Eu não quero colocar tudo junto. Primeiro eu queria que você me mostrasse o consenso. Daí, dependendo do que foi discutido deixar isso num local mais visível pois não dá para evocar os arquivos de esplanada toda vez alguém quiser mudar isso concorda? Apesar desta discussão não ser o foco principal da proposta ilustra bem o que acontecerá com a extensão do prazo dos artigos na PP. Daqui a algum tempo decidem alterar e discute-se novamente os motivos pois não fica visível de onde vem a decisão. Simplesmente não dá para tomar decisões importantes para o projeto e deixar escondido no fundo do baú. OTAVIO1981 (discussão) 18h21min de 19 de maio de 2010 (UTC)

O Dedis vai ver isso. E é um consenso que pode ser feito novamente a qualquer momento, pelo bom senso que traz, por isso houve um consenso na epoca. MachoCarioca oi 18h25min de 19 de maio de 2010 (UTC)

PS Bem, o assunto original da proposta acho que está ok ,certo? (porque essa discussao atual já é outro assunto)

Sobre alterar o prazo sim, concordo com a proposta. Sobre como vai ser feito não, melhora aí isso vai! OTAVIO1981 (discussão) 18h33min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Minha intenção era definir prazos matemáticos e pedir no CP um código que fizesse a mudança automaticamente. isto livraria os users de ter que se preocupar com isto, simplificando tudo mais ainda.--Lépton msg 18h36min de 19 de maio de 2010 (UTC)

É, eu já pensei mais no trabalho braçal. Só eliminaria futuras discussões iguais a essa, mas vamos esperar para ver a proposta em si do MC. - Dehsim? 18h42min de 19 de maio de 2010 (UTC)Sway_2

sobre não achar as discussões, uma boa solução é colocar o link pros consensos na discussão da página apropriada. e sim Deh, os prazos matemáticos pra mudar os dias dos artigos na PP tbm evitariam contestações e brigas por alguém alterar pq achou que tinha mto ou pouco.--Lépton msg 18h51min de 19 de maio de 2010 (UTC)

É importante deixar os consenso visíveis sim lepton, a wikipédia tem que ser auto-suficiente para os futuros editores. Sobre automatizar, creio que na predefinição {{em destaque}} não seria muito difícil. Eu mesmo poderia implementar um código da seguinte maneira: sabemos que atualmente o artigo 200(exemplo) está na PP, então se a diferença entre o artigo de hj e o total de destacados for menor que X, este ficará visível 7 dias, se for maior que X ficará visível 3,5 dias. É uma tentativa que pode ser discutida, porém o problema é atualizar a listagem 2010 e as próximas então a intervenção humana em algum momento será necessária. A alternativa braçal também é viável, basta atualizar o procedimento para encerramento da votação com um texto mais ou menos assim:

9. Verificar se a diferença da numeração do artigo recém destacado na listagem e o que está atualmente na PP é menor que X, em caso positivo solicitar a um adminstrador o aumento do tempo de permanência na PP para 7 dias aqui. Caso a diferença for maior que Y e o tempo de permanência na PP for 7 dias, solicitar um adminstrador a redução do tempo para 3,5 dias.

Pode até colocar um exemplo ilustrativo, para ficar bem claro para as futuras gerações de editores! Abç OTAVIO1981 (discussão) 19h23min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Tem um código que muda automaticamente as Imagens do Dia, acho que pode ser o mesmo pra isso, não? O problema é que o unico adm que entrou aqui foi o Dedis, só eles manjam de mudar e so eles podem. MachoCarioca oi 11h31min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Deh, minha proposta já foi feita e acho que houve um acordo geral da necessidade de trocar mais rapido. Como vai ser feita, pra mim pouco importa. É só avisar ao adm responsável pelas mudanças e pode até colar esse troço ai do OTAVIO lá. De preferencia hj, porque com 3,5 dias por semana o dia de trocar o que está na PP é amanha, acho. MachoCarioca oi 11h34min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Otavio, sobrou procê. Se precisar de ajuda para criar uma proposta dessa ideia, é só avisar. Aqui já encerrou, creio eu. Sds! - Dehsim? 11h55min de 20 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
OK, vou falar com um admin mas e o X e Y? Vamos usar que valores? 10 e 20 mesmo? Abç OTAVIO1981 (discussão) 12h43min de 20 de maio de 2010 (UTC)
Já postei o pedido no balcão dos admins e agora é só aguardar decidir X e Y e atualizar o procedimento de encerramento de votação. Abç OTAVIO1981 (discussão) 12h59min de 20 de maio de 2010 (UTC)
  Feito, mas não consegui detectar que horas ele irá trocar uma página pela outra. Christian msg 01h17min de 21 de maio de 2010 (UTC)   Desfeito, ocorreu um erro no código. Estou na espera de alguém que lide com estas predefinições para arrumar o problema. Christian msg 01h19min de 21 de maio de 2010 (UTC)
  • O Giro 720 acabou de me responder naminha pagina de discussão e existe um codigo que muda as paginas automaticamente nos periodos marcados. Sugeri voltar como era domingo 00:00 UTC e quarta-feira 12:00 UTC porque os dois ficam exatamente com 84 horas cada um de exposição assim. O X eo Y pra mim pode ser voltar a sete dias automaticamente se abaixar de 2 meses o tempo em que um artigo entra depois de ser eleito, no momento são seis! MachoCarioca oi 01h50min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Acho que o Giro está cuidando disso, chequem com ele. MachoCarioca oi 01h51min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Ok, o GoEThe já fez a alteração para essa semana. Giro720msg 23h43min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Então, só para deixar bem claro:

O procedimento de encerramento será atualizado com o seguinte texto:

9. Verificar se a diferença da numeração do artigo recém destacado na listagem e o que estiver atualmente na PP é menor que 10; em caso positivo, solicitar a um administrador o aumento do tempo de permanência na PP para 7 dias aqui. Caso a diferença for maior que 20 e o tempo de permanência na PP for 7 dias, solicitar um adminstrador a redução do tempo para 3,5 dias.

Lembrando que o 10 e 20 foram propostos em função de um artigo recém candidatado não demorar mais de 3 meses para entrar na PP.

Parece bom: quando tivermos 10 artigos, teremos um prazo de pouco mais de 2,5 meses de AD para a PP, e ao atingir 20 na lista de espera, o tempo do destacamento máximo do 20º artigo cai para 2,5 meses. Giro720msg 23h43min de 21 de maio de 2010 (UTC)
  • Não entendi bem a conta. Sendo menor que 10, passa-se para 7 dias, ok. Sendo maior que 20, volta-se pra 3,5. O que se faz entre 10 e 20? Não seria menor que 10, passa pra 7, maior que 10, volta pra 3,5? (acredito que a mudança comece hj às 00:00 UTC, não?)MachoCarioca oi 15h09min de 22 de maio de 2010 (UTC)
Seria um processo com uma espécie de histerese, e o tempo de destacamento dependeria de qual foi o último número de artigos em espera atingido (10 ou 20 no caso). Menor que 10 passa para 7 e maior que 10 volta para 3,5 não tem essa histerese e não é viável pelo número alterações que viria a provocar no tempo de destacamento. Por exemplo, atinge-se 9 artigos na espera, muda-se para 1 artigos por semana; se naquela semana surgir dois artigos destacados, muda-se novamente para 2. No caso de não termos nenhum outro artigo destacado na semana seguinte, o número de artigos em espera passaria para 9 e teríamos que alterar a data para 1 artigos por semana novamente. Ou seja, no pior do caso, a cada 7 dias teríamos que alterar o prazo de destacamento, o que não é bom. Se o exemplo não é muito claro, temos o caso da geladeira e termostato: por exemplo, o compressor liga quando a temperatura aumenta de 10 graus e desliga quando chega a 0 (o que a faz ligar de hora em hora), por exemplo. Mas seria inviável que ela ligasse sempre que a temperatura passe de 5 e deligue quando passe de cinco (teria que ligar e desligar de minuto em minuto). Giro720msg 22h51min de 22 de maio de 2010 (UTC)

Ok, Giro, já que então só adms mexem por ali, vc fica vigiando aí o nosso 'termostato' nos domingos e quartas pra ver se anda tudo direitinho, pelo menos no começo hehe Abs MachoCarioca oi 11h44min de 23 de maio de 2010 (UTC)

ConcordoEditar

  1. OTAVIO1981 (discussão) 19h52min de 21 de maio de 2010 (UTC)
  2. - Dehsim? 23h29min de 21 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
  3. Giro720msg 23h43min de 21 de maio de 2010 (UTC)
  4. -- Jo Lorib ->d 13h46min de 22 de maio de 2010 (UTC)
  5. -Jeh Liukin oi? 00h32min de 23 de maio de 2010 (UTC)
  6. Lépton msg 20h56min de 23 de maio de 2010 (UTC)


Aviso: já atualizei o procedimento de encerramento conforme pode ser visto aqui. O texto não ficou exatamente o mesmo que acima mas a idéia foi a mesma. Abç OTAVIO1981 (discussão) 18h42min de 24 de maio de 2010 (UTC)

Predefinições "ver também" e "ligações externas"


As predefinições {{Ver também}} e {{Ligações externas}} não parecem ser muito úteis. No passado, ela foi útil para uniformizar a escrita (veja também, links externos, etc), mas ela hoje já está uniforme.

Para evitar sobrecarregamento do servidor desnecessário ao usar uma predefinição mais de 80 mil vezes, sugiro ou eliminar ou que se use o recurso de substituição (subst:).

O que pensam sobre isso? ~pikolas [[mia diskuto]] 16h26min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Acho que sinceramente existem coisas mais importantes e urgentes a serem pensadas no projeto do que isso. RafaAzevedo disc 17h50min de 28 de maio de 2010 (UTC)
Penso que você não anda por muitas páginas por aqui, pois ainda ajusto muito essas seções, principalmente as de "ligações externas". Abraços! - Dehsim? 18h02min de 28 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
Tbm acho inúteis, eu nem uso mais. Tomei a seguinte postura: não uso e tiro qdo vejo, e se a seção tem outro nome coloco o padrão sem transclusão. Eu cheguei a ir na wiki en e outras pra ver se usavam estas predefs, e ao que parece somos os únicos a usar.... quase esqueci, outra inútil é a {{bibliografia}}. Concordo com manter e usar o subst.--Lépton msg 19h36min de 28 de maio de 2010 (UTC)
Ao que julgo saber, o uso dessas predef.s prende-se com a padronização e a possibilidade dessa padronização vir a mudar - os artigos que usarem as predef.s refletirão a mudança de padrão de forma automática e instantânea. Se por um lado não vejo que seja assim tão importante que todos os artigos tenham "Ver também" em vez de "Veja também", "Vide", por outro lado, o que li sobre o Mediawiki e recomendações técnicas (já foi há muito tempo, muito antes de me tornar editor viciado aqui), leva-me a pensar que a transclusão de predef.s simples como essa é imperceptível nos servidores. Se esse tipo de problemas se pusesse, imagino que na en.wp não usariam predef.s complicadíssimas e muitíssimo usadas como Template:Cite web. --Stegop (discussão) 19h46min de 28 de maio de 2010 (UTC)
Na verdade o que seria perceptível aos seguidores seria se alterassem alguma dessas predefinições. Isso teria um efeito bem grande. Segundo seu argumento, devemos continuar usando-as, porque talvez um dia mudemos alguma dessas predefinições... mas por quê mudaríamos o texto em {{Ver também}} e afins? Além disso, bots podem padronizar a escrita. ~pikolas [[mia diskuto]] 00h40min de 29 de maio de 2010 (UTC)
Como já disse, não dou muita importância ao assunto, mas da mesma forma que não vejo problema em fazer o subst, não vejo porque é que se há-de fazer. O argumento de (sobre)carga dos servidores, quer para este subst, quer para os bots para refletir uma mudança de padrões, pode servir para tudo continuar como está, pois são processos que vão mexer em toneladas de páginas e aumentar os históricos. --Stegop (discussão) 00h54min de 29 de maio de 2010 (UTC)

en:Wikipedia:Don't worry about performance. GoEThe (discussão) 08h59min de 30 de maio de 2010 (UTC)

Goethe e demais fans deste ensaio não se preocupem, logo logo Daemorris traduz ele!! Stegop, pq vc não lembrou dele qdo o Opraco encheu a {{artigo principal}} de #ifexists? :)
No mais toda esta discussão se torna inútil por uma coisa: as predefs são inúteis. Vou continuar não usando e tirando qdo vejo.--Lépton msg 09h16min de 30 de maio de 2010 (UTC)
Lépton, não tenho {{artigo principal}} na minha lista de vigiados, mas se me tivesse apercebido disso, tê-lo-ia avisado. Já não me lembro se foi com o Opraco nem tenho a certeza se foi com {{Ver desambig}}, mas já chamei a atenção de que vi algures que #ifexists pode ser problemático em termos de carga dos servidores. Quanto a ser fan daquele artigo, acho que não faz sentido estar-me a preocupar demasiado com algo que os sysadmins de um sistema gigantesco como a wiki (que por isso teem que ser necessariamente muito competentes, ou não haveria servidores que chegassem para servir tantas páginas de forma eficiente), me dizem que não deve ser minha preocupação. Não me admiraria, por exemplo, que 2 ou 3 {{link}}'s numa página requeiram mais recursos do que os {{Ver também}} e afins em 100 artigos. Quanto a não usar essas predef.s, já disse que tb. não lhes vejo assim tanta utilidade, mas ponho isso na mesma prateleira da {{link}} no caso em sites em português. --Stegop (discussão) 18h46min de 30 de maio de 2010 (UTC)

Padronização de páginas relacionadas à Macedónia


Passeando pelas páginas dos reis da Macedónia, percebi que havia vários links vermelhos. A razão era simples: além dos nomes em si terem várias versões, a situação ainda se complica porque o nome do país pode ser escrito como Macedônia ou Macedónia. Considerando que este é um país europeu, gostaria de sugerir que todas as páginas fossem padronizadas para a forma europeia do nome, Macedónia. Albmont (discussão) 17h47min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Sou totalmente contrário a qualquer tipo de padronização neste caso. Se um brasileiro criou um artigo sobre alguma coisa da Macedônia, nada mais natural que a grafia escolhida por ele seja utilizada. O fato do tema ter ligação com a Europa é totalmente irrelevante. Existem diversos artigos relacionados com os incas e astecas aqui na Wikipédia que foram criados no português europeu, e isto não me incomoda nem um pouco. RafaAzevedo disc 17h55min de 28 de maio de 2010 (UTC)
Bom, como a Macedônia não tem a mínima ligação com nenhum país lusófono (lembrando de uma proposta tópicos acima), sou 100% contrária a uma padronização desse tipo. Macedónia e Macedônia estão corretos, então, válidos. - Dehsim? 18h07min de 28 de maio de 2010 (UTC)
Se vocês derem uma olhada, as páginas e categorias referentes à Macedônia estão um caos total. Tem uma Categoria:Macedónia que, suportamente, fala da Macedónia Antiga (assim mesmo, maiusculite braba), mas que tem subcategorias que falam da Macedônia atual. Para começar a organizar isto, seria prudente antes padronizar os nomes. Albmont (discussão) 18h10min de 28 de maio de 2010 (UTC)
A versão da língua não justifica o erro. O problema é quem edita, que não vai buscar a informação antes. Já cometi esse tipo de erro e passei a prestar mais atenção nas edições e nas categorias. - Dehsim? 19h25min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Acho que o Albmont quer obrigar brasileiros a aprender o portugues de Portugal antes de editar aqui...Já não basta a Polónia? MachoCarioca oi 22h16min de 28 de maio de 2010 (UTC)

Não, mas eu quero que usuários lusófonos aprendam português antes de editar aqui; ou, pelo, menos, que aceitem as correções de quem sabe português. Obviamente, usuários que não são lusófonos não precisam aprender pt. Quando eu edito nas wikipedias em francês, italiano ou alemão, eu não me importo de ser corrigido depois. O que eu quero evitar é que cada bloco de personagens históricos tenha 4, 5, 6, etc versões diferentes para seus nomes, fazendo com que os artigos deles tenham mais links vermelhos do que azuis - não porque os artigos non eczistem, mas porque existem com nomes alternativos. A situação da Macedónia é particularmente crítica, porque, além de duplicar tudo com a dualidade Macedônia/Macedónia, os nomes tem várias versões (Antígono/Antigono/Antigonus/etc) e eles podem ter número ou complemento (Dóson/Doson/etc). Eliminar a redundância do país reduziria à metade o problema. Albmont (discussão) 15h13min de 30 de maio de 2010 (UTC)
Isso é problema geral da Wikipédia. Maior quando o nome não é lusófono ou tenha tradução para o pt. Entendi o que quis dizer, mas não tem nada a ver com pt-pt ou pt-br, por exemplo. Passo por isso constantemente com biografias de esportistas. Paciência. Acontece do nome ter diferentes grafias Elena e Yelena é um exemplo bem simples. Eliminar a redundância do país faz o AO. Se o título deve estar adequado a ele, conforme já está em vigor a regra da Wikipédia, siga-o. Se o link vermelho não estiver de acordo, mude-o. Se a grafia é estrangeira, mude-a também, como no exemplo que citou. O que não dá é para generalizar desse jeito e aparecer com uma ideia dessa achando que vai solucionar boa parte do problema, porque não vai, ainda mais numa pédia largada dessa como está. Sds! - Dehsim? 22h56min de 31 de maio de 2010 (UTC)


GeralEditar

Visão

Hoje estive em uma biblioteca pública com acesso gratuito à Internet e pude reparar numa criança que pesquisava a Wikipedia lusófona enquanto fazia anotações em seu caderno. Tratava-se do verbete Pelé, que, creio, ainda tem muito a melhorar. Essa visão deu um significado muito grande ao projeto, no meu entender, e espero que consigamos, todos juntos, aprimorá-lo cada vez mais. Eu começarei com este e convido aos demais para, se possível, diminuirmos as trívias e aumentarmos as referências. --tony :: jeff ¿ 23h04min de 28 de abril de 2010 (UTC)

É esta magia que contagia a todos nós. Este senso de contribuição move todos os editores.--BernardoBR (discussão) 00h47min de 9 de maio de 2010 (UTC)

Queixa pública contra os administradores

Quero trazer à comunidade como um todo a situação vexatória que venho passando ao ter o meu trabalho vilipendiado pelo Capmo D​ C​ E​ F, sem qualquer intervenção por parte dos administradores.

Constatando o conteúdo pífio e parcial contido na época nos verbetes glossolalia e xenoglossia, após um diálogo com outro editor, deliberei começar um verbete em Dom de línguas, para levar uma versão diversa do fenômeno, de acordo com a teologia tradicional e, ainda, para diferir o fenômeno narrado em Atos dos Apóstolos.

Atendendo a um estranho "pedido de fusão" feito por ip, o citado editor apagou o conteúdo e transformou-o em redirect para Xenoglossia. Quando o reverti, e o avisei, começou meu inferno: ele abriu uma votação onde, até há pouco, a comunidade opinava por manter.

Ao ver a vontade comunitária prevalecendo num sentido diverspo à vontade dele, resolveu atacar o conteúdo do verbete.

Algo que, quem quer tenha a mínima compreensão, poderá ver ser totalmente contra o conteúdo que estava eu a construir por lá, e portanto contra aquilo que as pessoas já tinham votado em manter.

O mais estranho: os verbetes glossolalia e xenoglossia continuam pífios - ele não edita neles! Quando a disputa foi para o conteúdo do verbete, parei de nele editar. Levei o caso para a discussão, sem resposta. O Capmo continuou a impor sua visão no conteúdo do verbete que ele quer apagar!

Instado por mim a debater antes, e convidar um terceiro a participar, ele simplesmente ignorou e continuou a editar no verbete a opinião pessoal dele.

Acabo de pedir o bloqueio dele aos administradores. Porque não acho justo que me desvie do trabalho na wikipédia por conta do POV de um editor. Não é justo que tenha de desviar outros editores porque o Capmo quer impor sua visão do mundo. Porque não é justo que os administradores, eleitos pela comunidade para interceder nesses momentos, simplesmente fiquem com a cabecinha no buraco, omissos - mesmo havendo eu solicitado a sua intervenção.

Pude ver, por exemplo, que um administrador pelo ao menos, editou após o meu pedido. Não se dignou a falar nada - mas era um administrador outrora muito valente, capaz de reverter minhas edições...

Se a coisa dissesse respeito apenas às minhas edições, eu até concordaria que era problema meu; mas há uma votação em andamento, aberta pelo editor Capmo, e ele está burlando a decisão dos que votaram, ao mudar o conteúdo do verbete que, afinal, ele quer mesmo a todo custo apagar.

Estou já triste, nervoso com isto, e pensando seriamente em mandar isso aqui para as cucuias - com o descaso dos administradores.

E porque sou eu quem está pedindo:? E o restante que votou? Eu mesmo nem votei, por me julgar "parte envolvida"...

Não sei o que esperar, mas é triste que uma fraude acintosa como esta vá passando impune!

Conhecer (discussão) 21h10min de 30 de abril de 2010 (UTC) (e desculpem os erros de escrita, mas é mesmo um saco ter de ficar explicando, provando, pedindo...)

  • Omissão dos administradores na Wikipédia? Tem certeza, eu duvido. São tão zelosos pelo projeto, jamais permitiriam tal fato. Ops, agora vi este caso não envolve filtros, bots, solicitação e afins então é possível que tenha razão. Fabiano msg 21h49min de 30 de abril de 2010 (UTC)
  • Kohene, por falar em queixa publica contra os administradores(gostei disso, poderia virar uma seção da Esplanada permanente) seria interessante que visse também isso aqui [14] e depois isso aqui

[15]. Sds MachoCarioca oi 02h33min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Eu proponho que se alterem de raiz as competências dos administradores, tornando-os, de facto, o corpo governante da Wikipédia, com poderes de decisão discricionários, já que é assim que eles são vistos pela comunidade. Se a comunidade pensa que os administradores são tal coisa, é porque quer tal coisa. Simples. Manuel Anastácio (discussão) 18h22min de 2 de maio de 2010 (UTC)

Desde quando administradores tem a função de deliberar sobre disputas de conteúdo? Os editores têm que se habituar a resolver as suas questões editoriais de modo civilizado e baseando-se em Wikipedia:Como resolver disputas e Wikipedia:Consenso. GoEThe (discussão) 11h31min de 3 de maio de 2010 (UTC)

De pleno acordo com o GoEThe. Os administradores não têm a incumbência de deliberar sobre questões editoriais, nem qualquer primazia a esse respeito. Ruy Pugliesi 11h42min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  • Ok, para bom entendedor meia palavra basta... Um editor provocar um POV, em algo editado e trabalhado por Conhecer, é "disputa editorial"; não o é se editores envolvidos se chamarem, sei lá... GoEthe ou Pugliesi? O que eu disse, e repito: o editor apagou um texto. Normal, eu reverti; o editor colocou em votação o texto que havia, normalíssimo. O editor alterar o texto porque viu que estava sendo mantido, para aquilo que acredita e em confronto com a decisão tomada pela comunidade, iniciando uma guerra de edições, isto não é POV, é conflito de um editor...

Ah, como é bom elegermos administradores! Quando precisamos deles, o que obtemos em troca? Se vire, usuáriozinho! Vá correr defender a comunidade para lá! Siga os passos para aumentar a perda de tempo, faça isso e aquilo...

Portanto, agradeço aos que leram e seguiram adiante... rezando para não toparem com uma disrupção em seu caminho... Mas não posso agradecer ao que disseram o GoeThe e o Pugliesi. Não quando uma decisão da comunidade numa votação foi cuspida por um editor.

Se isso não é trabalho admnistrativo, na suas visões, então... O que é? Me digam qual regra os exime de agir, então colocarei a viola no saco e suportarei ad infinitum uma guerra de edições, porque não vou abrir porcaria nenhuma para fazer cumprir o que a comunidade decidiu.

Não entenderam isso? Conhecer (discussão) 14h17min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Não sei o que é "provocar um POV", mas sei o que é provocar um usuário. É indiferente ser o usuário A, B ou C e mostre onde eu trato um caso do Conhecer diferente do caso do Desconhecido. Ponto de vista (POV) todos temos, o que é preciso é que o resultado "final" tenha um ponto de vista neutro (NPOV), conjugando os vários pontos de vista e cumprindo a verificabilidade. Se for necessário proteger o artigo para que discutam as mudanças necessárias para atingir esse NPOV, isso sim, já será um trabalho administrativo. Quando alguém vem forçar um POV não suportado por fontes em artigos de evolução ou aquecimento global peço fontes para comprovarem esse POV. Se não forem produzidas, o texto é retirado. Raramente peço "providências" a administradores. Além disso, onde diz que um texto votado em PE tem que ser mantido ipsis verbis para sempre? Não conhecia essa obrigação. GoEThe (discussão) 14h29min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  • Olha só: o discurso já mudou, mas creio que agora, GoEthe, já seja tarde, não? Houve toda uma mutilação do conteúdo assim que o editor me causa viu estar perdendo a votação; ele até alterou a disposição dos itens, durante a votação - e o texto que estava sendo votado foi tão alterado que parecia dizer outra coisa... Só rindo, então, a esta "oferta" atual... Teria eu que mostrar tantos diffs que não faria mais nada aqui.

Acho, cá comigo, não tenho fontes, que exista um interesse de alguma(s) seita(s) em não admitir que haja uma interpretação tradicional para o que era, até o final do século XIX, comumente chamado de falar em línguas. Mas daí o sujeito apagar o que muitos teólogos dizem, e querer tratar dum assunto num verbete que, justamente por não ser cabível noutra parte, impondo seu POV, este POV ter sido patenteado ao longo de uma votação, alterando o sentido do texto votado (não estou falando em fiabilidade, somente - estou falando em alterar o que estava em votação) e você agora me dizer essas coisas, fica-me parecendo que eu, sim, tenho um POV - e que todos os votantes eram, com o perdão, ingênuos e loucos para manterem algo, e o autor do POV colocar lá outro algo... vou rir um pouco. Quem sabe assim eu entenda como são fiáveis, não as fontes que citei, mas os... administradores! Conhecer (discussão) 14h39min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Mudou o quê? Esperar que usuários (que até já foram administradores) consigam resolver disputas editoriais sem recorrer a guerras de edição e sim a um diálogo civilizado? Não, isso mantém-se. As suas suposições sobre as intenções de outros editores são apenas isso, suposições. Discuta o assunto na discussão do artigo e chegará mais longe do que a sua indignação sobre a inoperação de alguém que não tem tal obrigação. Rir é saudável, por isso junto-me e dou uma outra gargalhada. Cumprimentos, GoEThe (discussão) 14h49min de 3 de maio de 2010 (UTC)
  • Goethinho, meu velho, folgo em vê-lo rindo... Não tivesse eu feito o pedido com a votação em andamento, não tivesse eu feito ao editor um convite na discussão dele para, tanto ele quanto eu, discutirmos as alterações antes, não tivesse o editor mudado da água para o vinho o conteúdo que se votava, eu até me juntaria a ti. Eu até iria dizer que não era um editor contra a comunidade; eu, até, lhe daria toda a razão... Mas, como disse, a votação se encerrou... Para quê? Para que o seu proponente se submeta à vontade da comunidade e não altere o conteúdo para aquilo que ele acredita?

Bem lembrado: fui administrador. Perdi a função porque atendi a um pedido feito nas PAs e fui revertido por um "colega" que, fingindo não ver o que se tratava, agiu como se fosse uma exarcebação de minha parte... Posso ter errado, então, por ter continuado administrador quando uma grande parte da comunidade imputava a mim um erro que, acho que agora está patente, não me pertencia... Errei, atendendo a um pedido feito... mas, sorry, não errei por omissão, nem tampouco por lavar minhas mãos. Conhecer (discussão) 15h17min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Consequências da revalidação


Temos {{Ex-destacado/bom}}, e {{Ex-destacado}} para os casos em que o artigo destacado proposto para revalidação, falha em obtê-la. Mas não tem nada pro caso dele manter o estado de destacado.

Se a revalidação foi aberta, é porque algum problema o artigo tinha. Por isso, acho importante que seja instaurada alguma coisa pra esses casos. Pensei num {{Revalidação/mantido}}.

Flávio, o Maddox (msg!contrib) 20h15min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Criei a predefinição. Aguardo os comentários dos amigos.
Flávio, o Maddox (msg!contrib) 20h20min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Já existe a {{História do artigo}} que contempla todos os casos possíveis. GoEThe (discussão) 08h11min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Aliás se foi a revalidação e foi mantido já tem a {{destacado}} para o estado actual. Não precisa inventar coisa nova. GoEThe (discussão) 08h13min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Mas se foi pra RAD é porque algum problema havia, e não seria importante registrar essa proposição? Por isso "inventei coisa nova".
Mas essa predefinição que você indicou deve substituir inclusive a de destaque a partir do momento em que mais de uma ação relevante ocorre com o artigo, não?
Flávio, o Maddox (msg!contrib) 15h25min de 4 de maio de 2010 (UTC)

WP:AWB

Bem, no dia 24 de abril de 2010 ás 18h36min fiz um pedido de uso do AWB. Faz mais de uma semana, houveram seis votos (segundo isso, o mínimo é cinco), todos a favor. Até agora não recebi nenhuma resposta, alguém pode me ajudar?

LuanSP (Discussão) 21h47min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Já foi efectuado. Alchimista Fala comigo! 00h56min de 4 de maio de 2010 (UTC)

WikiRio

WikiRio 4.0
<font="3">Tudo acertado! O que era bom agora vai ficar mais rápido com o motor 4.0 Total Flex rsrsrsrsr!

O WikiRio 4.0 promente fazer história dentro da Wikipédia (eu acho). O quarto encontro dos wikipedistas no Rio de Janeiro acontecerá num lugar importante da cidade, no Largo da Carioca. Vamos encher os camêlos com altos papos sobre a Wikipédia e nos conhecer! Veja mais sobre o encontro aqui.

Você está convidado! O encontro será no dia 22 de Maio, no Bob’s perto do Shopping PromoInfo/Info shopping no Largo da Carioca - Centro - Rio de Janeiro, RJ. O encontro será as 14:00hs. Vamos todos!


  • Espero a presença de todos! AkamaruVP 16h54min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Nome de artigos


Olá!

Nos últimos dias editei artigos sobre cidades, condados e RCD de Washington e antes do Oregon. O maior problema sem dúvida são os links, que redirecionam para nada. Muitas páginas não contêm a informação "(Washington)" ou "(Oregon)". Se formos ver na Wikipédia em inglês, todas, TODAS essas páginas contém essa informação.

O que acham de movermos as páginas, mudando os nomes para que contenham essa informação?
Por exemplo: Condado de ClackamasCondado de Clackamas (Oregon)

LuanSP (Discussão) 16h44min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Mas porque haveria de desambiguar sem necessidade? A quase totalidade desses artigos de cidades americanas foram criados por bot com vários erros, e esse que diz é só mais um deles. O remédio é corrigir os artigos, e não andar a fazer essas moções sem qualquer necessidade.--- Darwin Alô? 00h20min de 6 de maio de 2010 (UTC)

Novos artigos "especializados" que nada adiantam à secção correspondente do artigo "generalista"

O que me leva a trazer este assunto é o artigo História de Fazenda Rio Grande, por sinal criado por um editor que tem vindo a criar uma série de artigos sobre a história de cidades, muitas, embora nem todas, sofrendo do mesmo mal: pouco ou nada adiantam ao que já constava da secção de história do artigo da cidade. Mas não quero, de todo, personalizar a situação, antes gostaria de ver discutido o assunto em abstrato, tanto mais que já me tenho deparado com situações bem mais absurdas, pois embora neste exemplo Fazenda Rio Grande#História tenha aproximadamente mais 50% de caracteres do que História de Fazenda Rio Grande (3600 contra 2400), há casos em que o artigo especializado tem uma frase ou duas e a secção correspondente tem vários parágrafos.

A minha questão é: qual é o sentido e a utilidade para o leitor de criar este tipo de artigos e referenciá-los no artigo "generalista" como "artigo principal". Isto não é enganar o pagode?

É evidente que tem sentido criar um artigo separado quando uma secção cresce em demasia, prejudicando a leitura e tornando o artigo muito pesado, mas nesse, deixe-se um resumo no artigo generalista e inclua-se mais informação no artigo especializado. --Stegop (discussão) 06h22min de 7 de maio de 2010 (UTC)

E esse nem é o único problema, Stegop. Pelo menos esse artigo é basicamente um VDA wikificado deste website. Seria bom verificar os outros também.--- Darwin Alô? 06h35min de 7 de maio de 2010 (UTC)
Que desgraça, veja a discussão dele, é tudo VDA!  --- Darwin Alô? 06h39min de 7 de maio de 2010 (UTC)
Amigo... Fui eu que marquei os VDA's... Já nem me lembrava que eram tantos... Mas dou de barato que este possa não ser. Não verifiquei em pormenor, mas suspeito que o que se passou foi que o texto anterior de Fazenda Rio Grande#História já está copiado em dezenas de sites. --Stegop (discussão) 06h42min de 7 de maio de 2010 (UTC)
Eu retirei o texto anterior porque eu quis retirar o texto anterior da seção de história do artigo sobre Fazenda Rio Grande para criar o artigo História de Fazenda Rio Grande como diz em Wikipedia:Coisas_a_não_fazer#Não_copie_o_conteúdo_integral_de_um_artigo_para_criar_um_novo e Wikipedia:Coisas_a_não_fazer#Não_apague._Em_vez_disso,_corrija_e_acrescente. No lugar do texto anterior, escrevi um texto baseando numa fonte fiável sobre a história dos municípios paranaenses: o livro O Paraná e seus municípios, de autoria de João Carlos Vicente Ferreira. Daí resolvi criar o um artigo especializado sobre a história do município. O motivo para isso é que eu não quis estragar o trabalho feito pelos usuários Claudinei de Jesus Braine e Lgtrapp, senão um dia eles podem dizer que eu mexi no artigo sem pedir autorização para editar. Deyvid Aleksandr Raffo Setti (discussão) 19h01min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Comentários à mensagem do Deyvid:
1. Embora "texto não se meça aos palmos", qual é o sentido do texto especializado ser menos extenso do que o não especializado? É isto que eu acho que não faz sentido!
2. Embora não seja isso que eu pretendesse discutir, repare que não referenciou a fonte fiável que mencionou.
3. "Estragar o trabalho feito por outros usuários"???? "sem pedir autorização para editar"???? Aqui não há donos de artigos nem do seu conteúdo! --Stegop (discussão) 03h33min de 8 de maio de 2010 (UTC)

Aniversário de Tchaikovsky


Hoje é o 170º aniversário do nascimento de Piotr Ilitch Tchaikovsky, e o Google escolheu a data para fazer uma das suas habituais promoções. Como são esperadas centenas ou milhares de visitas, e o nosso verbete está meio miserável, se alguém não souber o que fazer hoje, fica aqui a sugestão de melhorar este verbete. :) --- Darwin Alô? 08h17min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Um excelente ponto de partida são os destacados da wiki-es e wiki-en.--- Darwin Alô? 08h22min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Realmente impressionante, http://stats.grok.se/pt/201005/Piotr_Ilitch_Tchaikovsky, o artigo recebeu 103 000 visitas num só dia! 100 800 visitas a mais que no dia anterior! 201.21.12.76 (discussão) 16h39min de 8 de maio de 2010 (UTC)

Impressionante e deprimente ao mesmo tempo. Apesar do artigo não estar protegido para IPs, dessas 103.000 visitas, tirando alguns ligeiros ajustes, o mais das edições foram vandalismos e o artigo não evoluiu praticamente nada. Notavelmente, a primeira edição foi para colocar no artigo a "curiosidade" de gosto altamente duvidoso que uma composição de Tchaikovsky tinha aparecido num qualquer episódio do Chaves. É assim, temos de viver com as nossas misérias.--- Darwin Ahoy! 06h45min de 9 de maio de 2010 (UTC)
Não há maneira de saber antecipadamente qual é o logo do Google? Assim poderia pensar-se em melhorar os artigos antes do aumento do tráfego. GoEThe (discussão) 14h20min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Títulos com caracteres não latinos

A propósito do artigo Закон и порядок: отдел оперативных расследований... Faz sentido o título de um artigo usar caracteres não latinos? Já me tinha ocorrido a mesma dúvida em relação a caracteres "semi-latinos" como Š, Ş, ŝ, ś, etc., mas esses ainda são minimamente inteligíveis (mesmo que por vezes erroneamente) por qualquer leitor de português. Mas a maior parte de nós nem sequer consegue fazer ideia do som das palavras escritas na maior parte dos outros alfabetos. Há alguma regra quanto a esta situação? Não me parece que Wikipedia:Convenção de nomenclatura seja muito clara. --Stegop (discussão) 15h44min de 10 de maio de 2010 (UTC)

hehehe. Eu pensa que o artigo Vāsavadattā, que eu criei a algum tempo, estava incorreto mas este aí é muito pior!rsrs. De fato a regra não está muito clara, apesar do bom senso indicar que este título é "impraticável". Imagine só fazer as ligações internas para o artigo? Abç OTAVIO1981 (discussão) 16h57min de 10 de maio de 2010 (UTC)
Esta votação de 2008 decidiu que se o título original não estiver em alfabeto latino, deve ser transliterado. Não tenho conhecimento de nada posterior que tenha alterado este resultado, então é só aplicar ao caso citado. Filipe Ribeiro Msg 17h40min de 10 de maio de 2010 (UTC)
Sugiro então que Wikipedia:Convenção de nomenclatura deixe isso claro. E quanto a casos como Ð,Ə, ş, ə, ŷ e afins que, ao que julgo saber, em algumas línguas o som correspondente não é de todo evidente para um lusófono? --Stegop (discussão) 17h47min de 10 de maio de 2010 (UTC)

OTAVIO: Pelo que percebi, segundo as regras, o "seu" Vāsavadattā devia ter um redir para Vasavadatta, que já criei. --Stegop (discussão) 17h55min de 10 de maio de 2010 (UTC)

O mais esquisito desse artigo é que não existe na Wikipédia russa, existe o ru:Закон и порядок (Law&Order), mas o "Закон и порядок: отдел оперативных расследований" é apenas um link vermelho na seção "Смотрите также" (veja também) desse artigo, ou seja, temos um artigo sobre uma série da TV russa que nem a Wikipédia russa tem. Danilo.mac(discussão) 20h02min de 10 de maio de 2010 (UTC)
Para línguas que usam o alfabeto latinos com outros diacríticos há que se usar como no original. Afinal, creio que todos nós preferimos ver nas outras Wikipédias "São Paulo" em vez de "Sao Paulo" ou "Conceição" em vez de "Conceicao" (nosso alfabeto também tem diacríticos impronunciáveis para leitores estrangeiros!). Já para artigos cujo título se deve escrever em língua que não usa o alfabeto latino, sempre acho preferível usar a versão em português mesmo. Se houver disputa de versões entre o europeu e o brasileiro, usemos a forma transliterada. Só que aí surge um outro problema: que transliteração usar? Muitas línguas não têm uma transliteração oficial ao alfabeto latino, como exemplo o russo. Então, faz-se a confusão. Dantadd (α—ω) 15h28min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Falo como quem consulta a wiki. Preferia não ver esses símbolos estranhos. Agradeceria, no entanto, uma indicação de como se escreve na língua original e tanto melhor se tivesse um ficheiro de som com pronúncia. Abs. Lijealso (discussão) 20h40min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Pesquisas

Antes eu só fazia pesquisa neste site, qualquer assunto digitava e já aparecia o que eu queria, selecionava o que eu queria, imprimia e pronto trabalho de escola acabado. Agora com esse monte de link dentro da página de pesquisa, virou uma massaroca, como dizia minha vó, é tanto link que nem excuindo tudo dá pra aproveitar alguma coisa. Nem selecionando o link dentro da página, ai vem outra página com mais link ainda, e outra página com mais link. Sinceramente não dá. o comentário precedente deveria ter sido assinado por 201.3.108.230 (discussão • contrib.) 21h29min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Solicitação de deleção de conta inativa.


Solicito que esta conta seja deletada, pois está sem uso desde 2006. E a como a reencontrei a pouco tempo, ela é desnecessária, pois possuo outra. Sendo Usuário:LMrcS, a nova. Mrcs2000 (discussão) 16h24min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Não é possível apagar uma conta, uma vez que as contribuições que essa conta fez necessitam de estar atribuídas a alguém. Basta fazer redireccionamento, como fez, para a sua conta nova. GoEThe (discussão) 16h31min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Ok, meu interesse era somente em liberar espaço que nem estou utilizando. LordMrcS msg 19h17min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Artigos curtos sobre produtos de consumo

Trago o assunto a propósito duma série de artigos que teem aparecido sobre modelos de telemóveis da LG (só para dar um exemplo, LG Shine (KE970)), mas a discussão aplica-se a muitos mais casos. A minha questão é: será lícita a existência deste tipo de artigos? Não quero dizer que todos os artigos sobre produtos de consumo sejam impróprios, creio até que haverá imensos produtos que devem ter artigo; no entanto, se o conteúdo dos artigos se limitar a uma descrição de caraterísticas, nada dizendo sobre a suas história, o seu impacto, etc., isso será enciclopédico? E não poderão ser mesmo qualificados de publicidade?

Inclino-me a pensar que tais casos se enquadram em "A Wikipédia não é um repositório desordenado de informações", nomeadamente quando aís se diz, apesar de se fazer em relação a sumários de enredo: Citação: WP:RDI escreveu: «...devem ser explorados no contexto do mundo real, ou seja, podem oferecer detalhes sobre o desenvolvimento do trabalho, seu impacto e importância histórica em vez de oferecer somente uma descrição...». --Stegop (discussão) 13h32min de 14 de maio de 2010 (UTC)

Artigo só com a infobox, sem nenhum texto, realmente é o fim da picada. Para mim isso deveria ser ER direto... RafaAzevedo disc 14h09min de 14 de maio de 2010 (UTC)

Camelus


Olá pessoas. Tudo bem? Fiz uma edição em Camelus e gostaria que alguém revisasse. Nunca ouvi falar naquilo e não há fontes, logo apaguei. Grato pela ajuda. 201.14.231.31 (discussão) 22h38min de 14 de maio de 2010 (UTC)

Fez muito bem em apagar. Era disparate pegado. Obrigado pela contribuição. GoEThe (discussão) 07h33min de 15 de maio de 2010 (UTC)
Grazzie mille. 201.14.231.31 (discussão) 18h04min de 15 de maio de 2010 (UTC)

Alteração de versão linguística em artigos sobre símbolos nacionais


Entre ontem e hoje a versão linguística da biografia de Luís Vaz de Camões foi alterada de pt-pt para pt-br durante uma remodelação feita no artigo, que alterou e acrescentou uma porção suficiente de conteúdo para justificar essa alteração de acordo com o nosso Livro de Estilo. O nosso Livro de Estilo, ao contrário do Manual of Style da wiki-en, não protege a versão linguística em artigos sobre símbolos de uma nação que participa do projecto, pelo que a alteração neste projecto é válida.

O caso presente que motiva a abertura deste tópico, Luís de Camões, é um dos maiores símbolos da Nação Portuguesa, a tal ponto que o dia da sua morte foi o escolhido para festejar o Dia de Portugal. Além de símbolo da nacionalidade, Camões é o maior símbolo da língua portuguesa, em particular da nossa variante nacional, e em sentido lato, de toda a lusofonia.

Por estas razões, já de si mandaria o bom senso que a variante nacional portuguesa fosse mantida no artigo, pelo que contactei o editor responsável pela remodelação, o Tetraktys, no sentido de permitir a manutenção da variedade nacional, disponibilizando-me eu próprio para as revisões que fossem necessárias. Infelizmente a resposta não foi a que esperava, tendo-me sido respondido que "...os portugueses devem é agradecer aos brasileiros, e não agora pretender tomar posse de um trabalho que não fizeram, passando um cosmético linguístico sobre ele" e "...piada de total mau gosto é darem uma de neocolonizadores reformando o texto para pt-pt, não passaria de uma fraude intelectual que, esta sim, seria motivo da mais clamorosa chacota aqui no Brasil".

Ora, acho que todos aqui temos, ou deveríamos ter, a consciência de que os artigos estão a ser escritos para os leitores, e não para promover editores, e que artigos sobre temas portugueses são lidos sobretudo por portugueses, assim como os artigos de temas brasileiros são lidos sobretudo por brasileiros. É verdade que o artigo precisava de melhorias, e é mais verdade que o Tetraktys é reconhecido pelo trabalho de qualidade que faz aqui, mas não posso concordar que isso sirva como justificação para alterar a versão linguística dum dos nossos símbolos nacionais. Seria o mesmo que eu forçar um verbete sobre Machado de Assis integralmente escrito em pt-pt pela goela abaixo dos Brasileiros.

Como a manutenção da variedade linguística em artigos sobre símbolos de uma nação lusófona não está prevista no nosso Livro de Estilo, e como é uma situação que não diz respeito apenas a esse verbete do Luís de Camões, mas sim de âmbito geral, trago o caso para apreciação da comunidade.--- Darwin Alô? 17h13min de 26 de abril de 2010 (UTC)

a alteração foi realizada pelos seguintes motivos:
  • o artigo original não possuía nenhuma fonte bibliográfica, sendo o seu conteúdo, portanto, desde logo posto sob suspeita.
  • em vista disso, me senti perfeitamente livre para editá-lo à vontade, e realmente o conteúdo foi integralmente reformado, muito expandido e obviamente melhorado - ainda está sendo trabalhado
  • seria ridículo esperar que um brasileiro escrevesse no jargão de Portugal. nem eu teria a fluência necessária para fazê-lo sem cair no ridículo, como toda a coisa iria cheirar a um embuste. vou eu agora ser obrigado a escrever em pt-pt só porque o tema diz respeito a Portugal? é cômica esta proposição.

ora, depois de os portugueses, com todo o respeito que merecem, deixarem o artigo do seu poeta nacional às traças durante todo este tempo - é só verem o estado em que ele estava antes de eu iniciar a reforma - é no mínimo ultrajante, sob quaisquer argumentos, que se venha pretender a alteração do jargão para pt-pt, depois do tranbalho quase todo pronto. reafirmo que isso seria uma fraude intelectual, causada por um único e simples motivo: a vergonha portuguesa de abandonarem seu vate às mãos de um brasileiro, e verem que está recebendo um tratamento digno, que os seus conterrâneos não foram capazes de dar rsrsrsrs. se ele é um símbolo nacional português, é óbvio, mas creio que o pt-br é suficientemente nobre para abordar sem pejo o tema em questão, e o domino com habilidade suficiente para fazer um artigo qualificado. como o próprio Darwin disse, temos em vista o leitor, e não os editores. assim, chamo a atenção à sua própria posição de editor, um entre milhares, e considero esse protesto apenas um bairrismo que não cabe na wikipédia. por fim, solicito que me deixe trabalhar em paz para os todos os leitores lusófonos, e não só para os portugueses. Tetraktys (discussão) 17h36min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Pela sua frase acima sou levado a crer que a sua intenção ao impedir a manutenção da grafia portuguesa é bem mais a de humilhar e rebaixar os Portugueses, que a de facilitar o seu trabalho ao escrever o artigo. Se tivesse em vista o leitor, como afirma, depressa compreenderia a vantagem de ter o verbete escrito na variante utilizada por aqueles que sobretudo o consultam e consultarão, mas está visto que não é o caso.--- Darwin Alô? 17h44min de 26 de abril de 2010 (UTC)
não tive nenhuma intenção de humilhar os portugueses, mas se a situação acabou por se configurar como tal, não foi por minha culpa. aliás, foi vc quem levantou o caso como uma questão nacionalista. eu estava quieto no meu canto trabalhando sem sequer pensar nisso. Tetraktys (discussão) 18h03min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Mas é uma questão nacionalista, aliás, esse é todo o fulcro da questão. Se a questão é a dificuldade de escrita na nossa versão, basta permitir que os termos que usa sejam alterados para pt-pt, ninguém o está a obrigar a escrever nessa versão.--- Darwin Alô? 18h08min de 26 de abril de 2010 (UTC)
mas então cabe perguntar se nacionalismos têm lugar na wikipédia. na minha opinião não têm Tetraktys (discussão) 18h52min de 26 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo que se adote esta norma de proteção à variante nacional caso o assunto tenha fortíssima ligação com o país (como é o caso do artigo citado), assim como se faz na anglófona, mas é necessário que a situação seja bem estrita, não bastando apenas o cidadão ser de Portugal para usar o pt-pt, por exemplo. ThiagoRuiz msg 17h48min de 26 de abril de 2010 (UTC)

(conflitos e mais conflitos)
Bem, assim como o Tetraks eu também sou brasileira, e quando me propus a arrumar o artigo Lisboa (que era nada mais nada menos que uma coleção de listas e fotos) achei por bem, por ser esta a capital de Portugal, que o artigo mantivesse a grafia portuguesa, pelo que dei permissão expressa para que alterassem para pt-PT tudo que eu escrevesse em pt-BR.
Eu acho que, da mesma forma que indepedente de quem escreveu o artigo, artigos sobre temas extremamente importantes para um dos lados deviam ficar na grafia correspondente (Lisboa, Porto e Coimbra em pt-PT; Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro em pt-BR, somente para manter os exemplos de cidades). E usando a mesma lógica para os escritores, o Camões e o Machado de Assis são, de longe, os mais importantes para Portugal e Brasil, respectivamente, portanto concordo com o Darwin aqui (e isso é raro).
Só temos que discutir a parte pratica da coisa: Quais artigos abrangidos, como fazer a mudança, isso engloba o AO ou não (já que um dos lados ainda não o adoptou) e outras coisas do tipo. Att, Béria Lima msg 18h04min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Já agora: Essa ideia poderia ajudar-nos também a evitar o maldito demónio da Cisão da Wikipédia. Se um editor do Brasil não for obrigado a ver o artigo sobre o Machado de Assis escrito em "outra língua" não vai querer criar uma nova wiki para proteger o artigo, e vice-versa. E, por outro lado, se é para jogar querosene na fogueira, o mais fácil é obrigar os editores a ver todos os topicos mais importantes sobre o seu país escrito num português que não é o seu. Béria Lima msg 18h20min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Não tenho uma opinião final formada, mas tendo a discordar do Darwin. Acho que a língua portuguesa está acima de qualquer uma das variantes. Sendo assim, um brasileiro que deseje editar um artigo fortemente ligado a Portugal não deve precisar fazer um "curso de português europeu" para isso (e vice-versa). Se temas fortemente ligados a um país só puderem ser escritos na variante deste país, só duas coisas podem acontecer: ou apenas falantes desta variante darão qualidade aos artigos ou, depois de aumentada a qualidade na outra variante, um outro usuário irá alterar o texto (que é precisamente o que o Darwin sugeriu ao Tetraktys neste caso). Isso, na minha opinião, não deveria virar regra/norma/recomendação, pois tira a liberdade do usuário de escrever na variante que aprendeu desde pequeno (já que, antes de editar, terá que entrar com contato com outra pessoa pra fazer as alterações de grafia). A atitude do Darwin, de sugerir uma mudança, não merece repúdio, mas, uma vez que foi rejeitada, também não tem por quê ser estendida. Cada usuário é livre para editar na variante que quiser. Se quiser usar a outra variante (como a Béria fez no artigo Lisboa), tudo bem, mas se não quiser, tudo bem, também. Filipe Ribeiro Msg 18h31min de 26 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo que assim seja, de facto não faria lógica nenhuma (neste caso) por exemplo colocar poemas de Camões escritos em português do Brasil ou vice-versa no que se relaciona a poetas do Brasil, de facto acho que não só artigos de importância maior para cada nação deveria ser mantido na versão desse país, como todos os artigos referentes aos vários países da lusofonia deveriam (dentro da medida do possível) serem mantidos nas suas respectivas versões linguísticas, independentemente de quem os crie. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 18h32min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Concordo com o Darwin nesse ponto, seria igualmente estranho para os brasileiros um artigo sobre o Rio de Janeiro ou Machado de Assis em pt-br. Imaginemos uma situação hipotética, em que algum dia um português resolva reescrever inteiramente o artigo Brasil em pt-pt, como ficaria? Quanto ao que disse o Filipe acima, não vi onde, nas palavras do Darwin, ele parecesse estar sugerindo que os editores deve "fazer um curso da outra variante do idioma" ou consultar alguém antes de fazê-lo; este tipo de coisa, a meu ver, deveria acontecer naturalmente, não como imposição. Cada um edita na variante do português que sabe e domina, obviamente, e depois é que as coisas se arranjam (como é feito, por exemplo, na Wikipédia anglófona, citada pelo Darwin), se necessário com a intervenção de outros editores. Tentar levar a coisa para este lado é distorcer um pouco o foco da questão, a meu ver. RafaAzevedo msg 18h35min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Caro Filipe Ribeiro, acho que estás a ver mal o assunto. Ninguém está a querer impor que quem quer que seja não possa escrever como quiser. De facto se alguém for incapaz de escrever noutra versão linguística alem da sua isso não deve ser impedimento para engrandecer qualquer artigo, o que deve ser discutido é o permitir, aquém melhor conhece a respectiva variante, alterar os textos para a versão linguística correspondente, algo que de momento, segundo as normas não é tolerado. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 18h38min de 26 de abril de 2010 (UTC)
O que o Darwin sugeriu não foi que se adicionasse ao livro de estilo «a manutenção da variedade linguística em artigos sobre símbolos de uma nação lusófona»? Se tem outra forma de fazer isso sem ser aprendendo a escrever na outra variante, pedindo a outro usuário que altere a grafia ou deixando o artigo para nativos da variante, desconheço. Foi isso que eu quis dizer. Filipe Ribeiro Msg 18h43min de 26 de abril de 2010 (UTC)

É óbvio que não leu o que escrevi senão encontrava outra opção. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 18h46min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Sim, existe outra forma, não é necessário nem que o editor passe o artigo para a tal variante nem que ele vá pedir a alguém, outros editores interessados naturalmente fariam os eventuais ajustes. Pelo menos foi como compreeendi o que foi dito (e me pareceu que é o que estava ocorrendo no artigo do Camões). RafaAzevedo msg 18h47min de 26 de abril de 2010 (UTC)

  Discordo da proposta (se é uma proposta, deveria estar na Esplanada correspondente), por enquanto (posso mudar de opinião). Creio que existe ainda certa intolerância entre as diferentes variantes no projeto. Isso é visível. Entretanto, existe outro ponto em questão: o AO. Pelo que pude ver rapidamente, a expansão feita no artigo sobre Camões não está muito distante do que determina o AO e as diferenças entre as variantes que vi nas edições são, em sua maioria, de natureza ortográfica. Não é segredo que os portugueses e africanos estão tendo dificuldades para implementar o AO e existe grande resistência, o que é compreensível. Eu, Fred, não concordo com o AO, mas se trata de um acordo feito pelos países lusófonos, incluindo Portugal. Portanto, cedo ou tarde, gostemos ou não, os artigos deverão ser adaptados ao AO. Vejo essa proposta mais como um protesto dos portugueses ao AO, visto que as poucas diferenças que vi foram ortográficas, como falei anteriormente. Acho lamentável que o excelente trabalho de expansão do artigo em si seja menos discutido que a ortografia utilizada em certas palavras. Cumprimentos. JSSX uai 18h51min de 26 de abril de 2010 (UTC)

não discordo da revisão do artigo segundo o AO, mas por favor somente depois que ele for concluído, para não gerar resíduos perdidos de correções parciais no meio do processo.Tetraktys (discussão) 18h56min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Citação: JSSX escreveu: «Acho lamentável que o excelente trabalho de expansão do artigo em si seja menos discutido que a ortografia utilizada em certas palavras.» Por que alguém abriria um tópico apenas para falar bem da expansão de um artigo? Não é para isto que servem as páginas do projeto, mas sim exatamente para o que está sendo feito aqui, discutir temas de interesse da comunidade. Se alguém tem algo a dizer ao Tetraktys pelo seu excelente trabalho (e de fato o é, o artigo está ficando ótimo, como tantos outros dele) pode fazê-lo na sua página de discussão. Não vi muito sentido neste comentário, a menos que tenha sido uma forma de provocar o Darwin e os demais participantes do debate... RafaAzevedo msg 19h00min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Caro Fred, a história do AO actual, lembra-me o que aconteceu no Brasil aquando do AO de 1931 que foi arrastado até 1945 e nunca chegou a entrar em vigor no Brasil. Isso pela mesma razão que agora os portugueses não querem o acordo. Porque acha que será diferente desta vez? Quem lhe garante que o acordo irá entrar em vigor em Portugal? Eu meu caro duvido. E tal como estou farto de dizer, foi extremamente precoce a adesão do acordo na wiki. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 19h03min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Citação: Rafa escreveu: «outros editores interessados naturalmente fariam os eventuais ajustes». Disto eu discordo inteiramente, pois é uma afronta a Wikipedia:Ortografia. Não vejo problemas em se adicionar à(s) página(s) pertinente(s) uma sugestão sobre consultar alguém para mudar a grafia de uma só vez, mas permitir que mudanças de grafia sejam feitas a conta-gotas é demais, na minha opinião. Aplicando ao caso do Camões, que motivou a abertura do tópico, o procedimento seria idêntico ao que de fato ocorreu. Com a recusa do editor que fez a adição de conteúdo, caso encerrado. Não me revoltarei se decidirem por permitir isso, mas peço que, se permitirem, definam estritamente que tipos de artigos poderão ter sua grafia alterada, sob pena de termos barracos pipocando aqui e acolá, recheados de acusações de infração àquela recomendação. Filipe Ribeiro Msg 19h08min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Mas quem falou em "alterações feitas a conta-gotas"? Novamente não vejo onde foi que você leu isso... RafaAzevedo msg 19h15min de 26 de abril de 2010 (UTC)

(vários conflitos de edição)

Ao Rafa: Naturalmente, é uma opinião pessoal, distante de qualquer possível adjetivação pejorativa que se queira dar (ou atribuir) aos demais editores.

Quanto ao que Tetraktys falou acima é justamente isso: revisando o artigo segundo o AO resolve-se o impasse.

Ao Zorglub: Assim como você, não concordo com o AO. Portugal assinou o acordo e a Wikipédia já vem adotando o mesmo. Creio que isso que você falou mereça outra discussão mais profunda, em outro tópico mais específico. Cumprimentos. JSSX uai 19h18min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Que fique bem claro que nós não usamos o AO em Portugal, isso nunca foi implementado aqui e a utilização dos termos em AO continua sendo erro ortográfico cá.--- Darwin Alô? 19h36min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Rafa, "naturalmente" pra mim significa "aos poucos", ou seja, "a conta-gotas". Eu li isso nessa parte do seu comentário. Filipe Ribeiro Msg 19h32min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Não, "naturalmente" no sentido de que seria algo a ocorrer de maneira natural, espontânea, pelos editores da outra variante interessados na mudança, sem que tivessem que ser instados a isso. RafaAzevedo msg 19h35min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Como eu disse em meu primeiro comentário, ainda não tinha uma opinião final sobre o assunto. Vendo o desenvolvimento do tópico, já admito a existência de uma recomendação que oriente a manutenção da grafia falada no país a que o artigo se refere. Por outro lado, continuo discordando de edições "naturais" que não visem a alterar a grafia do artigo inteiro. Já tentando explicar melhor, usando o próprio caso do Camões, o Darwin poderia alterar a grafia deste artigo ao abrigo da recomendação, mas não poderia alterar apenas um trecho, o que caracterizaria infração a outra recomendação. Para evitar problemas, sugiro que seja adicionado à recomendação uma "regra" dizendo que usuários que forem fazer mudanças assim explicitem isso no sumário de edição. Também reforço a importância de deixar claro e transparente os tipos de artigo que a recomendação abrange. Filipe Ribeiro Msg 19h48min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Por mim concordo com isso, Filipe. Eu abri esta discussão focando apenas os símbolos nacionais, porque me parecem casos óbvios de aplicação dessa recomendação. Não me importo que ela fique apenas para esses casos, se mais tarde houver interesse em expandir ou alterar isso pode sempre ser rediscutido.--- Darwin Alô? 20h03min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Citação: Darwin escreveu: «Que fique bem claro que nós não usamos o AO em Portugal, isso nunca foi implementado aqui e a utilização dos termos em AO continua sendo erro ortográfico cá.» Que fique bem claro que Portugal assinou o acordo, juntamente com os demais países lusófonos. JSSX uai 19h51min de 26 de abril de 2010 (UTC)

A Assembleia Legislativa não promulgou essa lei, por isso ela não existe, Fred. O Governo pode assinar os acordos que quiser, que se eles não passarem na Assembleia não valem de nada.--- Darwin Alô? 20h03min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Correndo o risco de ser chacinado pelos meus colegas portugueses, eu considero que, tal como alguém disse acima, a Língua Portuguesa é superior a nacionalismos (pelo menos na acepção que eu tenho do que seja a Língua Portuguesa) - e Luís de Camões não é um símbolo nacional. Isso é menorizá-lo. Camões é Universal. É tão dos brasileiros como dos portugueses. Claro que me incomoda ler "no Marrocos" em vez de "em Marrocos". E isso, não há acordo ortográfico que sane. Mas creio que, com boa vontade, conseguimos um texto de leitura agradável para quem quer que seja. Jamais li uma frase de Assis ou de Amado que me parecesse outra Língua que não a Portuguesa. Não somos Machado de Assis. Não somos Jorge Amado. Somos uma coisa estranha e compósita, mas já fizemos muito. Mais do que julgavam que seríamos capazes há poucos anos atrás. Usemos Camões para nos chegarmos. Não para nos afastarmos. Manuel Anastácio (discussão) 22h37min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Não serás certamente chacinado por mim, Anastácio! Este assunto é complexo e, bem sei, a Wikipédia anglófona permite grafias próprias consoante o país. Nos assuntos especificamente relacionados com a Suíça, a wiki alemã também permite que se usem as particularidades ortográficas helvéticas. Mas no nosso caso, isso nunca foi avante. É assunto que pode ser ponderado, mas isso terá de ser feito de forma calma e completamente desapaixonada.
Só uma palavrinha sobre o AO em Portugal: Darwin, a Assembleia da República já aprovou tudo o que tinha a aprovar (AO; 1.º protocolo; 2.º protocolo). Cabe apenas ao governo decidir quando quer começar a usar o AO no ensino e na administração do Estado. Na imprensa já é usado em vários meios, incluindo na agência noticiosa oficial de Portugal, a Lusa. Acredito piamente que é só uma questão de tempo até o AO se generalizar em Portugal e não creio que o que se passou no Brasil em relação ao AO de 1945 se passe em Portugal com o de 1990. Um abraço, -- Manuel de Sousa msg 23h15min de 26 de abril de 2010 (UTC)
Totalmente, off-topic, mas eu acho sinceramente que os portugueses não deveriam embarcar nessa canoa furada chamada AO. Corrigir provas de estudantes do terceiro ano do ensino médio público do Brasil (onde estudam 85% de nossos jovens) causa mais aflição do que assistir ao pior dos filmes de terror. Em breve, aberrações como "concerteza" e "infelismente", com certeza e infelizmente farão parte do nosso vernáculo... Dornicke (discussão) 02h14min de 27 de abril de 2010 (UTC)
E não vamos mesmo, Dornicke. Ao contrário do que o Manuel de Sousa escreveu aí acima, a nossa Assembleia da República de modo algum "já aprovou tudo o que tinha a aprovar". O 2º protocolo referido pelo Manuel de Sousa obriga justamente a uma terceira ratificação por parte da AR, que nunca ocorreu. É bonito dizer que a AR aprovou um protocolo sobre o AO, mas já será menos bonito explicar que esse protocolo impõe justamente a necessidade de uma decisão adicional pela AR sobre o assunto. Quanto à Agência Lusa, tem dias. Ora usa o AO, ora não usa, e nem se deu ao trabalho de "actualizar" as biografias dos seus quadros.--- Darwin Alô? 02h26min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Terceira ratificação pela AR? Esta é nova para mim! :) O que o Manuel disse está certíssimo.--189.24.142.64 (discussão) 14h52min de 27 de abril de 2010 (UTC)
É, parece que me troquei mesmo ao ler a letra desse Segundo Protocolo, a terceira ratificação de que fala lá é a ratificação de um terceiro país, o que já ocorreu. Realmente o que não houve foi a decisão do governo sobre o início da aplicação do AO cá, como disse o Manuel.--- Darwin Alô? 15h36min de 27 de abril de 2010 (UTC)

É mais ou menos isso Darwin, em todo o caso, a minha opinião é que sendo o AO um tratado internacional, a sua efetivação ocorre através da transposição para a ordem jurídica interna via ratificação (Assembleia da República) e a subsequente promulgação pelo Presidente da República e publicação no Diário da República, o que veio a acontecer a 29 de julho de 2008. Legalmente, os 6 anos do período de transição começam a contar a partir dessa data. Posto isto, na minha opinião, podemos afirmar que o AO já se encontra em vigor em Portugal. A questão do governo mencionar uma data (se é que vai fazê-lo) é completamente irrelevante e desprovida de qualquer valor legal. Um abraço. --189.24.163.46 (discussão) 16h00min de 27 de abril de 2010 (UTC)

Tudo bem, é um ponto de vista válido, realmente, mas por enquanto não corresponde à realidade. Os estabelecimentos de ensino não adoptaram o AO, nem o próprio órgão oficial da República, o DR, o adoptou, pelo que não é claro que essa situação seja algo mais que um ponto de vista. Aliás, tanto quanto sei, ainda não temos sequer uma lista de vocabulário oficial por onde nos guiarmos para a aplicação do AO, apenas existem propostas e protótipos.--- Darwin Alô? 16h49min de 27 de abril de 2010 (UTC)
É verdade o que diz, no entanto o AO já começou a ser usado por entidades estatais, como por exemplo os discursos [16] [17] [18] do Ministro de Estado e das Finanças bem como a Agência Lusa. Deverá querer dizer alguma coisa, não? :)--189.24.96.191 (discussão) 17h53min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Sim, quer dizer que alguns estão fazendo a coisa por conta deles, mas não me parece nada próprio fazer o mesmo aqui, ainda mais quando nem se conhecem com certeza as regras da coisa. De qualquer modo, penso que será melhor continuar a discussão a... 15 de Agosto? ou por aí, quando voltarem a falar no AO, pode ser que haja dados novos.--- Darwin Alô? 18h02min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Claro, sem dúvida. Eu mesmo só estou a aplicar o acordo porque vivo no Brasil. Enquanto não houver um VOLP oficial em Portugal defendo que não devemos entrar em grandes aventuras. -189.24.135.67 (discussão) 21h25min de 27 de abril de 2010 (UTC)

  Discordo completamente que o artigo seja "adequado" para satisfazer um gosto nacionalista. OTAVIO1981 (discussão) 13h17min de 27 de abril de 2010 (UTC)

Eu não me oponho que artigos sobre assuntos que digam respeito principalmente a um país devem preferencialmente ser escritos na variante daquele país. No entanto, assim como o Manuel Anastácio, creio que Luís Vaz de Camões vai além das fronteiras de portuguesas. Mais do que um símbolo de Portugal, Camões é um símbolo de toda a lusofonia. A língua falada por Camões deu origem não apenas ao português que fala hoje em Portugal, mas a todas as variantes da língua. Camões é tão importante para a literatura portuguesa como para a literatura brasileira. Tanto isso é verdade, que foi um brasileiro quem quis que o artigo fosse melhorado e ampliado. Pelo exposto, discordo de uma adaptação ao português europeu. Lechatjaune msg 17h04min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Lechat, o contexto de Camões em Portugal, onde ocupa o estatuto de símbolo nacional, não tem comparação possível com o do Brasil, por mais que ele seja apreciado aí também. Pareces ter limitado a questão à literatura, esquecendo o estatuto de símbolo nacional que é precisamente o que está em causa aqui. Continuo discordando da mudança de versões, obviamente.--- Darwin Alô? 18h02min de 27 de abril de 2010 (UTC)
No mínimo, tal transformação foi absurda e despropositada. Não me agradaria ver um artigo sobre um brasileiro, uma coisa brasileira escrita em pt-pt, assim como o contrário. Isso aí no mínimo deveria ser revertido, com advertência para o editor e bloqueio se fosse IP. Às vezes, eu mexo em artigos portugueses, embora eu evite isso e em artigos gerais escritos conforme o pt-pt, mas raramente alterei a grafia deles, a não ser em coisas como verdadeiros erros ortográficos (tais como palavras sem acentos, com acentos fora da posição, letras mudas que não existem nem mesmo no pt-pt, como é o caso de prática, que algumas vezes já vi grafada como "práctica"). Bom, isto é a prova que não somos uma coisa só e nem falamos a mesma língua, mas sim duas variantes inconciliáveis de uma mesma língua, assentadas sobre princípios gráficos e fonológicos diferentes, léxico diferente e que não podem ser mantidas juntas se não ao custo da rejeição e da incompreensão mútuas. Fasouzafreitas (discussão) 10h39min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Não existe artigo português ou brasileiro. Por favor, vamos ter respeito pelas edições de quem contribui com a wikipédia. Se querem abrir exceções a regra que pelo menos apresentem uma proposta viável. No momento, a única coisa que pode ser feita é adequar o artigo todo ao AO o que não me parece que vá ser aceito.OTAVIO1981 (discussão) 11h32min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Claro que existe. Se não existisse, não estaríamos discutindo isto, pois todos usariam as mesmas regras ortográficas. Deve-se ter respeito pelas edições de quem contribui com a Wikipédia conhecendo as regras. Com quem as desrespeita não há porque haver respeito. Portanto, se um artigo sobre um português escrito conforme o AO-1945 for mexido por um brasileiro, este há de respeitar a regra anterior. O preço da união é muito alto e se todos desejam pagá-lo, devem pagá-lo por inteiro, sem descontos...Fasouzafreitas (discussão) 11h51min de 28 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo plenamente com o Fasouzafreitas. Apesar de escrevermos todos em português, na prática existem duas versões do português, cada uma com a sua especificidade, basta ver o que aconteceu na Rádio França Internacional (RFI): "O «Acordo Ortográfico» desencadeou uma pequena guerra na secção de língua portuguesa da Rádio França Internacional (RFI). Consta que uns brasileiros quiseram impor aos correspondentes coisas como Moscou em vez de Moscovo e terremoto em vez de terramoto; e ainda propinas em vez de luvas (quando se abordam casos de corrupção). O corresponde na Rússia, José Milhazes, recusou (e bem) a história do Moscou…"--189.24.101.220 (discussão) 18h00min de 28 de abril de 2010 (UTC)

As regras dizem que informações não verificáveis podem ser removidas então um artigo com somente uma fonte citada no corpo do texto pode ser alterado em toda a sua extensão pelo editor. Está claro que o impasse está longe de ser resolvido então quem está incomodado com a versão atual devem apresentar uma proposta razoável porque a discussão aqui não levará a lugar algum. Se o objetivo da discussão era saber se a comunidade aprova a alteração por se tratar de um símbolo nacional, acho que a resposta já temos a resposta. Abç OTAVIO1981 (discussão) 12h39min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Otavio, o artigo é sobre um símbolo nacional português, por isso, quer queira quer não, há nacionalismo envolvido. Julguei que seria uma mera questão de bom senso manter os símbolos de cada país lusófono escritos na variante deste país, e jamais imporia uma alteração de grafia de símbolos de outros países para a do meu país, mas infelizmente nem todos pensam assim.--- Darwin Alô? 19h55min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Prezado Darwinius. Não me entenda mal. Sua intenção é boa mas o modo que foi apresentado deixa muitas "brechas" para nos alongarmos numa discussão que até o momento nem chegou perto de resolver o problema. O bom senso seria fantástico mas a quantidade de consensos que temos por aqui indica que as divergências de pensamento são significativas portanto o melhor a ser feito é uma atualização do livro de estilo para esta peculiaridade e um processo de votação para exclusão e inclusão de itens. Pode parecer um caminho tortuoso e complicado mas no futuro, quem quiser buscar seu direito de alterar a variação da língua, o que atualmente não é permitido, saberá o caminho das pedras. Não deve ser muito difícil, propõe-se o texto do LE e vota-se, a esplanada/votações já serve de espaço para votações e pronto. Não acredito que seja necessário criar uma lista de itens iniciais pois o caminho está criado. É mais burocracia, infelizmente, mas não abre precedentes e nem espaço para reclamações futuras. Abç OTAVIO1981 (discussão) 20h21min de 28 de abril de 2010 (UTC)
Claro, Otavio. Esta sondagem de opinião a que dei início aqui é apenas um dos passos do processo. Uma vez que não há consenso à vista, a única forma legítima de tomar uma decisão sobre o assunto neste caso terá de ser, infelizmente, uma votação.--- Darwin Alô? 20h33min de 28 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo com a alteração da versão do Português do artigo Camões para pt-pt já que era a versão em que o artigo estava antes da última alteração que é agora questionada. Concordo inteiramente com o Darwinius. Acho que o artigos sobre símbolos nacionais devem permanecer na versão do respectivo país. Acho que também nenhum brasileiro gostaria que o artigo Rio de Janeiro ou Hino Nacional Brasileiro estivessem em pt-pt. Acho que com certeza o bom-senso vai prevalecer. Madeirense (discussão) 02h17min de 29 de abril de 2010 (UTC)

Algumas precisões se me permitem:

  • O facto de um acordo internacional (o AO neste caso) ter sido assinado pelo Governo, aprovado pela Assembleia da República e ratificado (e não promulgado como li acima) pelo Presidente da República não significa que esteja em vigor. Tal como uma lei que pode ser aprovada e permanecer sem vigência durante um largo período.
  • É preciso distinguir o momento de aprovação do momento da entrada em vigor (isto verifica-se tanto com as leis como com os acordos internacionais): o AO foi assinado, aprovado e ratificado mas NÃO ESTÁ EM VIGOR em Portugal.
  • Portugal quando ratificou o AO em 2008 fê-lo com uma moratória de 6 anos (em tratados internacionais as moratórias equivalem a reservas), ou seja o AO está regularmente ratificado na ordem interna portuguesa e vincula externamente o Estado Português, mas não se encontra em vigor. Ao Governo (como órgão que dirige a política externa) é contudo atribuído o poder de reduzir ou alargar a moratória de 6 anos, fazendo com que o AO entre em vigor na ordem jurídica interna portuguesa mais cedo ou mais tarde, deixando decorrer o actual prazo de 6 anos que expira em 2014, aumentar o referido prazo ou até diminuí-lo, pelo que neste momento não se sabe quando isso irá suceder (a avaliar pela actual crise financeira não deverá ser tão cedo...);
  • Mesmo depois da entrada em vigor do Ao em Portugal vão sempre continuar as diferenças de versões do Português na Wiki-pt, pois o AO como o nome indica é meramente ortográfico, pelo que vão sempre continuar a existir diferenças em termos de vocabulário (os portugueses vão sempre chamar hospedeira ao que os brasileiros chamam de aeromoça) e de sintaxe/construção frásica (como a ausência do artigo, como por exemplo: pouco se sabe com certeza sobre a sua vida OU pouco se sabe com certeza sobre sua vida). Madeirense (discussão) 02h17min de 29 de abril de 2010 (UTC)
Moratória ou período de transição é a mesma coisa?--189.24.44.202 (discussão) 03h06min de 29 de abril de 2010 (UTC)

Durante o período de moratória o AO não se encontra em vigor na ordem jurídica interna portuguesa. Apenas depois de expirada a moratória é que o AO entrará em vigor em Portugal. Madeirense (discussão) 11h40min de 29 de abril de 2010 (UTC)

Não Moratória não é o mesmo que período de transição. Depois de terminada a moratória e o acordo for oficializado, é que será estipulado o período de transição para o mesmo se tornar na única norma. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 12h23min de 29 de abril de 2010 (UTC)

  Discordo do Madeirense. A resolução prevê, no art. 2.º, um período de transição de 6 anos, em Portugal. Em nenhum caso é mencionado o termo moratória. Se lerem o artigo com cuidado podem constatar isso mesmo [19]: "1 — O depósito, pela República Portuguesa, do instrumento de ratificação do Acordo do Segundo Protocolo Modificativo ao Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa [...] 2 — No prazo limite de seis anos após o depósito do instrumento de ratificação do Acordo do Segundo Protocolo Modificativo ao Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, a ortografia constante de novos actos, normas, orientações, documentos ou de bens referidos no número anterior ou que venham a ser objecto de revisão, reedição, reimpressão ou de qualquer outra forma de modificação, independentemente do seu suporte, deve conformar -se às disposições do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa." Acho que o texto é suficientemente claro ao demonstrar que o prazo limite é de seis anos APÓS o depósito do instrumento de ratificação e não quando o Governo lhe der na real gana!. --189.24.89.53 (discussão) 17h14min de 29 de abril de 2010 (UTC)

Caro senhor IP, isso aí está totalmente errado. A resolução também não fala em "período de transição", pois não? Mas vou explicar um pouquinho de DIP (Direito Internacional Público): a dilação da vigência de uma tratado internacional ou acordo internacional em forma simplificada toma a natureza de moratória, a qual é equivalente a uma reserva. Ora uma vez feita uma ratificação com uma moratória o Estado é livre da diminuir, alargar ou manter a mesma. Para diminuir ou alargar a moratória basta uma nova resolução da Assembleia da República (ou não sabia isso?), sendo que a Assembleia é livre de aprovar as resoluções que bem entender (nem carecem de promulgação). Caso a Assembleia decida alterar a moratória basta aprovar uma resolução nesse sentido, que após a publicação desta em DR (Diário da República) o Governo deve depositar uma adenda ao instrumento de ratificação inicialmente depositado junto do Estado escolhido para o efeito (no caso a República Portuguesa), devendo a adenda conter as alterações efectuadas à ratificação portuguesa. Pode também a Assembleia autorizar, por meio de resolução, o Governo a alterar a moratória por ela aprovada em 2008. Para além disso poderá ler a Convenção de Viena e desse modo ficar a saber que um Estado é livre de se desvincular de qualquer tratado ou acordo que tenha ratificado, mesmo na vigência dos mesmos, quanto mais antes do início da vigência. Mas enfim, este não é o tema agora em análise mas antes a alteração da versão do português do artigo Camões de pt-pt para pt-br. Madeirense (discussão) 01h26min de 30 de abril de 2010 (UTC)

  Concordo com o Darwinius. Está claro que não há consenso à vista, pelo que se devia passar a uma votação. Madeirense (discussão) 12h24min de 29 de abril de 2010 (UTC)

Parece que está a ocorrer (mais) uma disputa editorial no artigo Camões pois o usuário Tetraktys decidiu alterar o artigo de maneira a que a influência de Camões no Brasil venha primeiro do que a influência de Camões em Portugal (que ficou somente em último no artigo, sendo a última informação existente no mesmo). Primeiro ainda acreditei na boa fé do usuário (atendendo à elevada expansão do artigo), mas agora vejo que sempre esteve de má fé e aproveitou a alteração do artigo para o colocar todo em pt-br quando ele estava em pt-pt, tentando agora menorizar a influência camoniana em Portugal relativamente ao Brasil. Mais vale pôr no artigo que Camões nasceu no Brasil e foi brasileiro. Isto é um autêntico escândalo!! Madeirense (discussão) 01h26min de 30 de abril de 2010 (UTC)

  Discordo O Tetraktys está ampliando o artigo, seria até injusto se ele tivesse que aprender um vocabulário mais próprio pra editar um determinado artigo, assim como também seria injusto se ele tivesse que uma ortografia estrangeira e que está em período de acordo ortográfico, além de que Camões é importante para toda a lusofonia, impor estas duas barreiras só vai impedir o andamento do projeto, pois Tetraktys não ampliaria o artigo se ele tivesse estas duas barreiras impostas, e seria um desrespeito à sua propriedade intelectual mudar apenas a ortografia de sua edição.--Luizdl (discussão) 20h29min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Criei aqui uma tentativa de consenso propondo que, aos artigos Wikipedia:Versões da língua portuguesa e Wikipedia:Ortografia, seja acrescentada uma nova secção intitulada "Artigos com forte afinidade a certos países lusófonos" que recomende que os artigos diretamente relacionados com um dado país lusófono sejam redigidos na variante da língua em uso nesse país. Por exemplo: o artigo Amazônia deve ser redigido em português do Brasil; Lisboa em português de Portugal; Malanje em português de Angola; etc. Regras idênticas existem noutros projetos, designadamente na Wikipédia de língua inglesa. Participe na discussão! Um abraço lusófono, -- Manuel de Sousa msg 09h05min de 4 de maio de 2010 (UTC)

  Discordo (atrasado): sempre achei que a melhor forma de "defender" uma variante é usando-a. Esse mesmo verbete pode voltar à variante antiga mediante colaboração de usuários da variante europeia – simples assim. Da mesma forma que um verbete relevante à identidade brasileira pode ser desenvolvido na outra variante. Espero mesmo que haja cada vez mais usuários da variante europeia, tanto europeus quanto africanos, e que cheguem a contribuir muito mais do que ora se verifica. --tony :: jeff ¿ 21h19min de 19 de maio de 2010 (UTC)

  Concordo e vou além. Acho que, para manter o equilíbro, assuntos relacionados à Europa devem ser preferencialmente escritos em português europeu. Assuntos relacionados à América devem ser preferencialmente escritos em português americano. Se for possível, Ásia, África e Oceania também devem adotar o português destas regiões. Até a Antártida, que é uma província da Argentina [:-)], deve adotar o português mais falado por lá, que é o americano. Só não sei como tratar temas extraterrestres. Albmont (discussão) 19h44min de 20 de maio de 2010 (UTC)

E aí? Mais uma proposta feita na surdina que não dá em nada? Porque não usamos logo o espaço democrático das WP:PE como sendo de páginas para avaliar? Albmont (discussão) 18h45min de 9 de junho de 2010 (UTC)
Wikipedia Discussão:Versões da língua portuguesa/Tentativa de consenso.--Lépton msg 22h06min de 9 de junho de 2010 (UTC)

Nomes estrangeiros com nome de família/clã na frente

Vagando por artigos de personalidades japonesas eu tenho notado que os nomes das pessoas estão vindo da forma usada por lá. Primeiro o nome de família/clã e depois o nome próprio (vide: (Miyamoto Musashi, Oda Nobunaga. Acho esse uso errado (aqui) por não nos referirmos a ninguém dessa forma, além de confundir os leitores (inclusive eu que sou acostumado me confundo às vezes). Gostaria de saber o que a comunidade pensa a respeito e se há alguma regra sobre esse tipo de nomenclatura. Mizunoryu (discussão) 17h27min de 26 de abril de 2010 (UTC)

Mizuno, me permite uma opinião? Posso estar enganado mas, pelo que me lembro, nunca houve uma discussão sobre a tradução de nomes japoneses, dentro desse âmbito específico. As discussões sobre nomenclatura de nomes sempre se preocuparam com questões relativas à transliteração, por exemplo. Creio que se fosse feita uma regra específica, esta deveria constar em Wikipedia:Convenção de nomenclatura#Tradução de nomes próprios e topónimos. Sobre os exemplos citados, no caso do famoso samurai, creio que já é uso consagrado (ainda que não esteja correto). Sempre vi ele sendo chamado dessa forma (como curiosidade, a banda Iron Maiden tem uma música baseada na história dele). O mesmo, creio, ocorre no outro exemplo citado. Portanto, eu, se fosse criar uma biografia de um japonês, pesquisaria pelo forma cujo uso é mais consagrado. Não sei dizer se as biografias existentes em Categoria:Japoneses se encontram dentro deste raciocínio. Cumprimentos. JSSX uai 16h40min de 29 de abril de 2010 (UTC)

Aí é que tá. Nos EUA tb é normal falar o nome de família/clã primeiro, embora também usem como nós. Aqui na Wiki-pt encontrei vários artigos escritos das duas formas. Deveria haver uma padronização de acordo com o uso aqui. Em filmes, desenhos e videogames lançados no Brasil (não sei nos outros países lusófonos, mas creio que seja a mesma coisa),o nome principal sempre vem primeiro, por ser o nosso costume. Se você fosse ao Japão eles o chamariam de Shabie-san (Xavier-san) ao menos que tivessem bastante intimidade para o chamarem de Fred. Mizunoryu (discussão) 16h38min de 30 de abril de 2010 (UTC)

Entendo... talvez, o ideal portanto seja respeitar o nosso costume, colocando o nome principal na frente. Em casos de uso consagrado uma nota poderia ser incluída no artigo. É uma opção. Faço o que a comunidade decidir. JSSX uai 18h41min de 30 de abril de 2010 (UTC)

É! Mas tá difícil a comunidade decidir algo aqui. Vou tentar no Projeto Japão. Mizunoryu (discussão) 22h23min de 9 de maio de 2010 (UTC)
  • Todo japonês que eu conheço inverte o nome na hora de se apresentar para um ocidental, já sabendo que o ocidental vai interpretar o segundo nome como o nome da família. Então os artigos devem seguir o padrão escolhido pelos próprios japoneses para apresentarem os seus nomes para quem não entende japonês. Albmont (discussão) 19h48min de 20 de maio de 2010 (UTC)

"Artigo de qualidade N sobre assunto X"


Várias páginas de discussão têm uma tag com esse tipo "avaliação", muitas vezes ocupando mais bytes que o próprio artigo.

Parece-me uma sobrecarga desnecessária aos servidores abrir uma discussão só para essa tag (que, não raro, têm a avaliação "qualidade desconhecida"!).

Pergunto: que resultado prático têm essas tags? Quem avalia os artigos?

Se há, realmente, um objetivo prático, essa tag não poderia ser substituída por uma categoria oculta (uma predefinição invisível, como {{semcat}}), a ser inserida no próprio artigo?

Yanguas diz!-fiz 19h31min de 27 de abril de 2010 (UTC)

Também já me interroguei sobre esse assunto e, a priori, também me parece de utilidade questionável, tanto mais porque não me lembro de ter visto nenhum que não fosse de "qualidade desconhecida". Só uma correção: {{semcat}}) é visível. --Stegop (discussão) 19h58min de 27 de abril de 2010 (UTC)
A avaliação cabe a cada projeto relacionado ao assunto. Se a qualidade ou a importância são desconhecidas, o problema é do projeto, não da marcação. Ela serve para que pessoas interessadas no tema monitorem como anda seu desenvolvimento na Wikipédia, bem como para formar as matrizes de classificação dos projetos. A avaliação pode ser feita por qualquer pessoa, desde que observados os critérios de cada projeto ou, na falta destes, os critérios gerais. Filipe Ribeiro Msg 20h37min de 27 de abril de 2010 (UTC)

O que eu contesto é a utilidade prática de criar uma página de discussão em artigos muitas vezes mínimos para colocar uma marca que me parece inútil, na medida em que a colocação da página numa simples categoria faria o mesmo efeito. Por mim esta discussão não teria sentido se tivesse a sensação que esses projetos dão algum uso a essas marcas. Não estou a acusar ou cobrar de ninguém, imagino que quem coloca as marcas o faz com a melhor das intenções. --Stegop (discussão) 20h45min de 27 de abril de 2010 (UTC)

A utilidade da marca já foi dita. De fato existem projetos que não fazem mais nada além de colocar as marcas (dois exemplos: 1, 2), mas há outros que se baseiam nelas para direcionar força de trabalho. Filipe Ribeiro Msg 21h02min de 27 de abril de 2010 (UTC)
Se olhar a página mostrada pelo Filipe, verá que a marcação não é inútil nem para artigo de uma linha. Sds! - Dehsim? 11h22min de 1 de maio de 2010 (UTC)Sway_2
Se querem exemplos de artigos em que a qualidade não é desconhecida (ou ainda não avaliada), ver Categoria:!Artigos de qualidade 1 sobre anfíbios, por exemplo. GoEThe (discussão) 09h20min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Ordenação dos interwikis


Na Ajuda:Guia de edição/Interwikis#Ordenação diz o seguinte:

A lista de interwikis deve ser ordenada alfabeticamente baseado no nome local das línguas, como descrito em ordenação de interwikis. Entretanto, ordenar alfabeticamente de acordo com o código da língua também é aceitável.

Eu concordo plenamente que os interwikis devam ser ordenados no nome local, na wiki-en também é assim, e eu também concordo que seja aceitável ordenar de acordo com o código da língua, já que facilita a ordenação manual, o problema é que todos os bots ordenam de acordo com o código da língua. Existe um meio de avisar a todos os bots que na wiki-pt também se ordena os interwikis de acordo com o nome local das línguas igual na wiki-en?--Luizdl (discussão) 19h20min de 3 de maio de 2010 (UTC)

Será possivel dar alguns exemplos? Os bots ordenam de acordo com o que lhes for indicado, sinceramente não sei como estão a fazer por cá, é a primeira vez que alguém coloca essa questão. Alchimista Fala comigo! 01h02min de 4 de maio de 2010 (UTC)
Sim, na primeira vez que eu percebi isto foi quando eu traduzi o artigo Transição glotal sonora sussurrada, um bot adicionou o link da wiki chinesa e mudou a ordem dos interwikis que eu tinha copiado e colado da wiki-en, como eu não conhecia as políticas de ordenação e eu sabia que "língua japonesa" em japonês é "nihongo", eu alterei a ordem e contatei o operador do bot, daí que ele me disse que cada wiki tem sua forma de ordenação, e que geralmente é ordenado pelo código da língua (essas duas letras como pt en etc), e que algumas, no caso da inglesa, é de acordo com o nome local da lingua, como no caso do japonês, cujo código é ja, mas que na verdade começa com a letra N e não J, mas esta não foi a primeira vês, algo semelhante aconteceu no artigo Consoante vibrante simples, onde um bot ordenou pelo código da língua, foi aí que eu percebi que todos os bots ordenam de forma contrária do que diz na Guia de edição.--Luizdl (discussão) 02h07min de 4 de maio de 2010 (UTC)

Deixa eu explicar de uma maneira mais simples, o padrão de ordenação nas wikis em geral é através do código da língua, ou seja, Esperanto (eo) vem antes de Español (es), já que alfabeticamente a letra o de "eo" vem primeiro que o s de "es", mas quando ordenado no nome local, Español passa a vir antes de Esperanto, pois a letra "a" vem primeiro que a letra "e", assim que é ordenado na wiki-en, e segundo o nosso guia de edição, aqui na wiki-pt também deveria ser assim, mas no artigo 2014 por exemplo, o Esperanto está vindo primeiro que o Español, já em en:2014 é o Español que está vindo primeiro que o Esperanto, então ou o nosso guia de edição está errado, ou os bots estão errados.--Luizdl (discussão) 00h32min de 7 de maio de 2010 (UTC)

Alguém pode me dar alguma informação, pois a ordenação dos bots está diferente até da ordenação da nossa página principal, enquanto na nossa página principal "Español" está primeiro que "Esperanto", os bots continuam ordenando páginas como 2014 com "Esperanto" na frente de "Español".--Luizdl (discussão) 01h54min de 27 de maio de 2010 (UTC)

Desbloqueio do Vidente


Prezados, a comunidade, em 2007, decidiu em votação, que o editor Vidente fosse bloqueado em infinito em todos os domínios. Bom, o editor Vidente foi desbloqueado após ter um pedido de revisão de bloqueio, aberto por um sock puppet do próprio Vidente, ser atendido. Apenas 2 editores comuns apoiaram o sysop no desbloqueio. Entretanto, como nenhum sysop tem autoridade para passar por cima de uma decisão comunitária e a comunidade (vocês) não foi avisada, convido a comunidade para opinar sobre o caso neste link. Obrigado. JSSX uai 16h51min de 5 de maio de 2010 (UTC)

Prezados, o sysop Ruy fechou o pedido acima, por não considerar o local apropriado, em sua interpretação. Por isso, fui obrigado a reabrir o pedido no local sugerido por ele. Peço desculpas pelo incômodo, mas me obrigaram. A discussão foi reaberta em: Wikipedia:Pedidos a administradores/Discussão de bloqueio/Vidente/2. Grato. JSSX uai 00h55min de 6 de maio de 2010 (UTC)
O pedido foi concluído e o desbloqueio negado por um administrador. Ruy Pugliesi 15h07min de 30 de maio de 2010 (UTC)

Biografia em página de usuário


Olá, havia marcado uma página de usuário (aqui) para eliminação, como currículo. Acredito que este é um exemplo de página que vai contra o que é especificado em Wikipedia:Página de usuário, no item "anúncios de serviços profissionais". O usuário Lépton D​ C​ E​ F me alertou que em WP:BSRE#O_que_fazer_em_caso_de_ver_uma_biografia_sem_relevo_enciclop.C3.A9dico.3F, há recomendação de se mover (auto)biografias sem relevo enciclopédico para a página do usuário autor (no caso de ele "deixar um comentário na página da proposta de eliminação"), permitindo então que biografias sejam colocadas em PUs. Observo que a própria WP:PU estabelece que "anúncios de serviços profissionais" não são permitidos, mas que a página "pode conter uma descrição objetiva sobre seu domínio profissional e acadêmico". Acredito já ter marcado páginas semelhantes pra eliminação, sem ter sido alertado por outros usuários (não conferi todas, mas acredito que tenham sido apagadas). Gostaria da opinião de mais usuários sobre o caso, pra que fique mais claro o que é permitido e o que não é. Eamaral (discussão) 22h04min de 22 de fevereiro de 2010 (UTC)

  • Autobiografias são sempre para apagar! Claro que na página de usuário, pode dizer coisas como por exemplo: Sou inglês, e técnico de informática. Se disser além disso que é técnico de informática da empresa XXXX que por acaso é sua, marca-se com ER/SPAM. (minha opinião) --João Carvalho deixar mensagem 22h12min de 22 de fevereiro de 2010 (UTC)
No caso apontado, em que o usuário se denomina de professor e apresenta o título dum livro publicado por si, acho que se deve marcar como SPAM/currículo/vaidade e apagar. --João Carvalho deixar mensagem 22h15min de 22 de fevereiro de 2010 (UTC)
Eu tbm já marquei páginas assim e foram apagadas, e nunca vi nenhuma BSRE ser movida para PU, o que indica que a regra existe mas não é lá cumprida. Eu achei e quis apagar a predef {{BSRE}} (aliás...), mas vendo seus afluentes cheguei até esta votação de 2005, que foi a que instituiu mover BSREs para PUs. Por mim derrubávamos tal votação, talvez naquela época tenha sido útil, mas considero uma brecha, vão começar a se autodivulgarem nas PUs e não vamos poder apagar. Tbm não acho que esta seja uma estratégia mto boa para trazer editores à pédia, provavelmente durariam pouquíssimo já que não tem nenhum interesse real em colaborar com a manutenção/criação da wiki. Não temos que aturar auto-promoção grátis para ter 'editores'.
João, aí é que tá, se ele pode colocar sua autobiografia na PU, no máximo poderíamos apagar (ou pedir para o usuário apagar) o que está sendo considerado divulgação, mas não apagar toda a página.--Lépton 22h24min de 22 de fevereiro de 2010 (UTC)

Então, parece que até agora concordamos que tais páginas não são adequadas. Podemos esperar mais algumas opiniões e, se mais editores concordarem, poderíamos colocar uma nova votação (ou outra forma de decisão, se for o caso) para alterar o que foi votado em Wikipedia:Votações/Alteração da conduta face a páginas de vaidade. Mas parece que ainda precisa ficar claro se páginas como o exemplo dado deveriam ser apagadas ou apenas editadas para retirar o que for considerado divulgação. Eu acho um pouco difícil, às vezes, definir limites de onde começa a ser divulgação. Já perguntei a outros usuários quando tive dúvida e já deixei de marcar ER em alguns casos. Nessa página mesmo, não sei exatamente o que tiraria pra que ela deixasse de ser considerada divulgação (deixaria, com certeza, a primeira frase, mas provavelmente algo mais poderia ser deixado). Eamaral (discussão) 23h07min de 22 de fevereiro de 2010 (UTC)

Eis mais um exemplo de inconsistência dos textos que deveriam ajudar. Em WP:PU, tem-se que a PU não pode ser usada "para a manutenção de artigos que foram apagados após votados pela comunidade" - embora a manutenção é justamente o que se recomenda em WP:BSRE, para alguns casos. Gostaria de ter claro se isso valeria também para artigos apagados por ESR ou eliminação rápida. Um caso específico: Usuário:Adnet e Eduardo Adnet (não eliminado, mas com ESR proposta). Eamaral (discussão) 06h00min de 23 de fevereiro de 2010 (UTC)

As duas páginas de usuário citadas nessa discussão foram colocadas pra eliminação pelo Yanguas D​ C​ E​ F e apagadas pelo Alchimista D​ C​ E​ F. Pretendo assim voltar a marcar páginas semelhantes a essas para eliminação, dada a falta de clareza nas páginas de orientação e o aparente consenso de que elas não são adequadas (embora não tenha ficado consensual aqui o que seria o melhor a se fazer com elas). Eamaral (discussão) 05h54min de 1 de março de 2010 (UTC)

Devemos decidir o que fazer com a parte da documentação de BSRE que diz que pode-se mover autobiografias pra lá. Eu discordo disso, e por mim derrubávamos a votação anterior. Pela regra as página eliminadas deveriam ficar, mas foram eliminadas, a regra já não é cumprida.--Lépton 05h58min de 1 de março de 2010 (UTC)
A questão que me parece clara é que a PU não pode ser um verbete. É comum que usuários, frustrados por não conseguir inserir sua biografia no domínio principal, tentem fazê-la na PU, julgando-a sua, como um perfil do Facebook ou do Orkut. Não é uma coisa nem outra. O usuário pode descrever sua profissão (sou escritor), mas se fizer a lista de livros já é verbete, então não pode (ou não deveria poder). Outro exemplo: sou músico. Ok. Mas: "sou músico, toco na banda X": não pode. Mais um: sou empresário, minha empresa é a Sá SA: não pode. Isso tudo é minha opinião, as regras realmente não são claras a respeito. Como eu disse no início: PU não é verbete, é apenas a forma de o usuário se apresentar à comunidade, sem fazer propaganda de si. Yanguas diz!-fiz 14h38min de 3 de março de 2010 (UTC)

Encontrei mais recomendações pra se manter BSRE em WP:COI: WP:COI#Subp.C3.A1gina_de_usu.C3.A1rio_para_publicar_autobiografias_curtas. Por mim derruba tudo, a pédia não pode se tornar repositório de autobiografias que não foram aceitas no domínio principal.--Lépton msg 06h39min de 9 de maio de 2010 (UTC)

Não vejo qualquer problema em mover para a PU do usuário uma autobiografia escrita em formato de perfil, e tenho-o feito muitas vezes, pois sempre presumo que o usuário novato sem conhecimento dos vários domínios se equivocou e fez o seu perfil no domínio principal. Penso mesmo que isto deveria ser instituído em recomendação oficial, pois não há vantagem nenhuma em humilhar e expor um novato atirando com o perfil dele para ER ou ESR quando uma solução bem mais diplomática e baseada na boa fé pode ser conseguida. O uso de métodos bruscos e tantas vezes insultuosos só contribui para afastar potenciais contribuidores. Dito isto, também concordo que qualquer autobiografia que seja descaradamente promoção pessoal deve ser eliminada por ER ou SPAM mas, como já disse, há que ter bom senso e ponderação nessa avaliação.
Quanto ao COI, essa sim, é uma política oficial (e respectiva predefinição) que eu derrubaria sem qualquer remorso. Uma biografia deve ser escrita com base em fontes fiáveis e seguindo o princípio da imparcialidade, e basta. Pouco importa que seja escrita pelo próprio biografado, desde que esses princípios sejam seguidos. O COI não faz aqui falta nenhuma, presume sempre a má fé, e o abuso dessa política, que já tenho observado aqui bastas vezes, tem sido sempre causa de situações muito vexatórias totalmente dispensáveis aos acusados de COI. Por mim era ER na política e predefinição respectiva. --- Darwin Ahoy! 07h02min de 9 de maio de 2010 (UTC)
Evidente que não tem problema em mover um perfil criado no local errado, e inclusive já o fiz algumas vezes. Mas não é isto que está em pauta, mas autobiografias sem relevância (BSRE) constarem na PU/subpágina. Sou um dos que abomina quem manda {{bv-av-registrado}} e {{aviso}} pra recém cadastrados ou como forma de humilhar, e sou totalmente contrário a palavras ofensivas em PEs ou respostas atravessadas a novatos nos linhas diretas da vida. Mas não é isto que me faz ver com bons olhos recomendações cá e lá na doc interna para se criar/mover BSREs para PUs/subpáginas.
Concordo com vc qdo diz que a predef de coi não faz falta, realmente vejo com maus olhos ela nos artigos. Se o artigo estiver parcial basta colocar a {{parcial}} que já informa o problema. Tbm discordo do COI ser usado como justificativa em PEs, se é relevante e tem refs tanto faz ter coi ou não. SObre a política ainda não tenho opinião.--Lépton msg 08h24min de 9 de maio de 2010 (UTC)
Concordo totalmente sobre o WP:COI. O que vale é a notoriedade e a imparcialidade, por isso, se o artigo se adequa a essas duas características, pouco importa quem está escrevendo. Eu também derrubaria esta política. Quanto a páginas de usuário, cada caso é um caso. Sou a favor de dar ampla liberdade ao usuário para ele falar de si próprio na sua página de usuário, inclusive falando de atividades pessoais, até mesmo em qual empresa atua. É importante para quem vai ler a Wikipedia saber onde atuam os seus autores, quais seus gostos, seus hobbys, aquilo que é importante nas suas vidas. Quando digo que sou a favor de dar maior liberdade, é pro usuário mesmo, aquele que participa da Wikipedia de verdade, e não aquele que vem pra Wikipedia somente pra criar uma PU e vai embora, sem nunca contrubuir com uma linha no dp. É o que ocorre com esse Professor citado aí, a página de usuário dele não tem nada de propaganda, só é estranho que ele tenha criado somente ela, e em dois meses, mais nada. AkamaruVP 23h32min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Página protegida, por quê?

Baseado em que regra, estou perguntando regra (aquilo que define o que pode e o que não pode neste projeto) as páginas Wikipedia:Café dos administradores e Wikipedia:Café dos burocratas estão protegidas apenas para sysop? Não estou querendo saber sobre a interpretação dos administradores, ou achismos estou falando regra. Na dos administradores tem um aviso que é ridículo pela falta total de noção: Esta página destina-se à discussão entre os administradores. Todos os comentários de não-administradores inseridos neste espaço serão removidos. Me expliquem qual é o usuário não-administrador que poderia editar uma página protegida da forma atual. Na dos burocratas tem algo parecido: Esta página destina-se à discussão entre os burocratas. Todos os comentários de não-burocratas inseridos neste espaço serão removidos. Nesta suponho que nem os administradores podem se manifestar. Temos ai a classe A - Burocratas, a classe A menos 1 - Administradores e a classe Z o resto da comunidade. Não tem nenhum fundamento estas proteções já que o que é discutindo nestas paginas não são assunto referentes somente as duas castas mais altas e sim decisões que afetam todos os usuários. E antes que falem sobre as páginas de discussão já me antecipo, nem na página principal levam as perguntas em consideração, um feita por um administrador que não participou de um "encontro de notáveis" lá levou oito dias para ser respondida. Na discussão talvez leve um mês se for respondida. Então a menos que apresentem uma regra definida pela comunidade está mais do que nas hora destas páginas serem desprotegidas e também ignorada a parte que fala da remoção de comentários já que neste projeto apesar do que alguns pensam não existe nenhum usuário que esteja acima das regras. Fabiano msg 20h02min de 9 de maio de 2010 (UTC)

É, o aviso de remoção de todos os comentários de não-administradores é realmente sem noção... que exista um canal exclusivo (desde que público, à vista de todos, claro) de comunicação entre os administradores dentro do projeto é até explicável. Não permitir comentários ou sequer edições de não administradores... já é um tanto bizarro... Dornicke (discussão) 20h12min de 9 de maio de 2010 (UTC)
Mas não é exatamente isto que a tal página é, um "canal exclusivo de comunicação entre os administradores"? RafaAzevedo disc 20h18min de 9 de maio de 2010 (UTC)
  • Não estou perguntado o que é, estou perguntando que regra ampará isto e desde o momento que as discussões feitas lá afetam toda a comunidade jamais poderiam ser alvo de comentários somente dos administradores. Fabiano msg 20h22min de 9 de maio de 2010 (UTC)
Rafa, entendo que o adjetivo "exclusivo" na minha frase se aplica à função do canal, não à natureza da comunicação. Que uma página seja destinada exclusivamente à discussão de questões relativas ao projeto por parte dos administradores, é compreensível. Que um não-administrador não possa comentar ou sequer editar tal página... não me parece ter explicação lógica. Dornicke (discussão) 20h54min de 9 de maio de 2010 (UTC)

A Wikipedia foi dividida em castas, à revelia da comunidade, omissa sobre isso. E, se reclamar, é 'abuso do espaço publico'. Bom ver que mais editores andam questionando certos poderes monárquicos por aqui. Vamos aguardar a resposta de uma de suas majestades. O Rei está nu. MachoCarioca oi 22h02min de 9 de maio de 2010 (UTC)

PS Em breve, votação para acabar com a impunidade monarquica do cargo.

O Wikipedia:Café do OTRS tem a mesma informação: Todos os comentários de não-agentes inseridos neste espaço serão removidos. Esses cafés foram feitos precisamente para que discussões entre administradores e entre burocratas fossem feitas à vista de todos e não no email, MSN ou IRC. Em relação à protecção, por mim pode ser desfeita e nem sei porque foi feita inicialmente, qualquer comentário que não siga as normas de conduta pode sempre ser removido. Acho que foi colocado esse aviso de que comentários seriam removidos porque a intenção é que o espaço seja usado por admins ou burocratas, e pedidos a administradores podem ser feitos noutros locais e discussão sobre actividades de admins também têm o seu local. Em relação à regra, talvez seja a mesma regra que permite que uma página de usuário esteja semi-protegida indefinidamente [20] sem ter histórico de vandalismo, mas realmente não sei qual é. GoEThe (discussão) 14h22min de 10 de maio de 2010 (UTC)

  • Que bom que um dos membros da corte resolveu se reportar a plebe, pena que para justificar o que não tem justificativa ele tenha feito a opção por contar meias informações. Se ao menos tivesse se dado ao trabalho de ver meu nick anterior em sua expedição as minhas ações como ex-administrador não recorreria a este tipo de reposta. Quem não faz nada com as ferramentas de administração fora tomar decisões ao arrepio do que está escrito nas regras não precisa se preocupar com vandalismos em suas páginas de usuário. E a despeito do que nosso zeloso administrador tentou passar, minhas páginas de usuário não estão abertas a debates que envolvam a comunidade o que as diferencia totalmente do cafés dos administradores e burocratas e por fim quanto a parte do MSN e IRC nem vou comentar. Já passei da fase da ingenuidade faz tanto tempo que nem me lembro quando foi. A isenção nos exemplos é que me deixa mais gratificado [21], [22], estas ele certamente não viu, ops; pertencem a mesma casta. Fabiano msg 20h54min de 10 de maio de 2010 (UTC)

E quem disse que eu concordo que essas paginas estejam protegidas indefinidamente? E ja manifestei isso varias vezes. Mas nao venho armar um escandalo e elaborar uma teoria da conspiracao sempre que vejo algo errado. Faco. Se e verdade que so faco com as ferramentas de administracao decisoes de arrepio ao que esta escrito, tem mecanismos para me tirar as ferramentas. Tenho a consciencia tranquila. --GoEThe (discussão) 09h58min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Em meados de 2007 e 2008, quando os vandalismos atingiram seu ápice e virou "moda" a prática de linchamentos de sysops, perdido diante disso, fui buscar na época informações com membros de outros projetos, para saber como eles lidaram com isso. Bom, uma das opiniões que mais me chamou a atenção foi a de um steward que me afirmou que, se quisesse, poderia ser abertas páginas protegidas, específicas para sysops discutirem questões administrativas. Me falou que tal ação teria respaldo da Fundação (não cheguei a confirmar isso, portanto, pode estar errado tal afirmação).
Bom, considerando que muitos editores que praticaram "linchamentos" contra sysops "retornaram", entendo que a proteção contra essas páginas pode continuar em vigor. Contudo, em hipótese alguma a respectiva página de discussão deve ser protegida, para permitir desse modo a participação de toda a comunidade. Entendo a preocupação do Fabiano mas, se as discussões estão desprotegidas, permitindo a opinião da comunidade, não vejo grande problema... a princípio. Cumprimentos. JSSX uai 14h58min de 11 de maio de 2010 (UTC)
Só para ilustrar:
A comunidade pode opinar livremente em ambas as discussões. Não estão protegidas. JSSX uai 15h00min de 11 de maio de 2010 (UTC)
    • Fred se na página onde somente a casta superior pode editar eles levam oito dias para dar uma resposta, imagine na discussão onde perguntaram os meros mortais (embora desconfie que a resposta foi dada por que comecei a fazer uma contagem de dias que levariam para responder), as opiniões contrárias as ações deles serão ignoradas como são hoje. Se cumprirem as regras ninguém vai se linchado, agora ficar sem dar explicações a comunidade é inadmissível e esta é a situação atual. Quanto ao argumento do nosso caro administrador é de dar risadas, fiz uma pergunta no bloqueio de um usuário e não foi respondida; então não vou repetir aqui, até por que se sua opinião sobre a política de bloqueio no que se refere a contorno de bloqueios é a que aplicou e que não está escrita nas regras este projeto chegou no fundo do poço e pior continua cavando. Fabiano msg 20h17min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Esse problema da morosidade e da omissão dificulta mesmo. Eu estou sentindo isso na prática. Faz sentido sua reclamação. JSSX uai 21h31min de 11 de maio de 2010 (UTC)

  • Depois de ter renunciado ao cargo de administrador, posso comentar à vontade sem ser acusado de ser parte interessada. Defendo que os administradores devem ter um local onde possam discutir assuntos, sem que mais ninguém interfira. Vou até mais longe, defendo a utilização do canal de IRC privado para os administradores. Pena tenho eu que, enquanto fui administrador nos últimos tempos a maioria dos administradores não tenham aparecido nesse canal. Acho que faz todo o sentido a sua existência, pois podem-se tomar decisões em conjunto, o que facilitaria o funcionamento da wikipedia.--João Carvalho deixar mensagem 23h32min de 11 de maio de 2010 (UTC)
  • A outra questão, da morosidade em responder a certas questões, acho que de facto, não devia acontecer. Há no entanto uma situação em que gostaria de fazer uma ressalva. Em certas situações melindrosas de bloqueios a certos usuários, percebo que muitos administradores até fujam da questão, porque não tendo discutido o assunto em privado com outros administradores, têm de tomar a decisão sozinhos e sabem muito bem que em seguida vão ser linchados na praça pública pela decisão que tomaram. Se a decisão fosse conjunta, esse linchamento não aconteceria. Todos sabemos da existência de usuários experientes (nas regras da wiki) que arranjam maneira de fugir a bloqueios e até conseguem fazer com que o que solicitou o bloqueio seja bloqueado, usando a regra que está na moda designada por "abuso de espaço público". --João Carvalho deixar mensagem 23h32min de 11 de maio de 2010 (UTC)
  • Há falta sim, mas de um canal de discussão entre os usuários e os administradores, sem ser através dos "pedidos a administradores", mas em local diferente das discussões entre administradores. Desculpem-me se me alonguei, mas acho que estou numa posição em que posso compreender a posição de ambas as partes porque já estive dos dois lados da barricada (entre aspas).--João Carvalho deixar mensagem 23h32min de 11 de maio de 2010 (UTC)
  • Para finalizar, faço dois pedidos. Deixem de atacar sistematicamente os administradores e aos administradores peço um pouco mais de celeridade nas respostas. --João Carvalho deixar mensagem 23h32min de 11 de maio de 2010 (UTC)
    • Admiro o João, mas discordo da opinião dele. A morosidade é apenas um dos problemas, existe um gigante "espírito de corpo" envolvendo a função de administração deste projeto, administradores fazem o que bem entendem e não dão nenhuma satisfação ao resto da comunidade. A política de bloqueio é utilizada no rigor máximo contra alguns usuários em especial contra aqueles que ousam discordar da ações administrativas e pelo lado contrário não se observa nada. Poderia enumerar casos que começam por proteções de páginas sem nenhum respaldo nas regras, administrador ofendendo Ip e passando em branco mesmo que outros tivessem visto a ofensa (administradores que não deixam passar nada quando se trata de não-administradores), utilização de critérios diferentes para o mesmo tipo de ação e por fim o famoso "abuso do espaço público", tem alguns usuários que o nome dele "gravado" no filtro enquanto outros nem se implorarem para ser filtrados acontece. Não peço que ninguém faça nada além de sua capacidade, agora como usuário deste projeto quero que as regras que dão o norte deste projeto sejam aplicadas para todos e do mesmo modo e hoje notasse casos iguais recebendo tratamento diferente e enquanto este for o padrão a mim ninguém vai fazer ficar quieto, para me calar só existe duas possibilidades ou que eu desapareça ou que quem ocupa a função da administração que os botões que eles tem são apenas isto e não algo que os torna melhor que os demais usuários deste projeto. E não postei nenhum nome de usuário apenas por que alguns envolvem bloqueios e sei que adorariam me acusar de estar discutindo bloqueios em outros lugares para poder me filtrar, mas se alguém tiver curiosidade não tenho nenhum problema em apontar os links sobre o que estou falando. Fabiano msg 03h19min de 12 de maio de 2010 (UTC)
    • E algo que me esqueci, um abraço para aqueles que acompanham minha página de usuário. Fabiano msg 03h21min de 12 de maio de 2010 (UTC)


Este tópico não era pra discutir a proteção do Café dos administradores? Não entendi porque virou um (mais um) local para críticas aos atos administrativos em geral. Filipe Ribeiro Msg 11h07min de 12 de maio de 2010 (UTC)

A idéia de estabelecer um IRC privado para administradores, francamente, é tão absurda que não consigo acreditar que li isso... Dornicke (discussão) 14h09min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Embora esteja com pressa, vou tentar ser breve:

  1. Se uma página é específica para um determinado grupo de usuários ou para um tipo específico de assunto é muito comum que se peça que tais locais não sejam editados ou que se fuja ao assunto do conteúdo proposto, se for necessária uma proteção para garantir isso não existe anomalia nenhuma, existem em quase todas as wikis páginas como essas, e esse se tornou um procedimento muito comum, tão comum quanto usuários pedirem que suas páginas sejam protegidas, de momento (por estar ocupado com assuntos maiores no meta) cito apenas a página da confirmação dos stewards, onde em determinada página a edição de outros usuários que não sejam stewards não é aceita, só é aceita abaixo do quadro especificado (ver: m:Talk:Stewards/confirm/2010), e uma proteção não e feita ali, por ser na mesma página permitida a edição dos demais usuários.
  2. No caso específico dos cafés, como foi mencionado acima, se a página de discussão está aberta a todos os demais não existe motivo para alardes. Seria sim, muito estranho que as pessoas fosse impedidas até mesmo de editarem a discussão.
  3. Sobre a morosidade dos atendimentos, só tenho a recomendar que escolham melhor as pessoas em quem votam. Não é difícil perceber como determinadas pessoas irão se comportar como administradores, como dizem comumente "pau que nace torto não se corrige".
  4. E sobre o IRC e MSN, não existe nada de absurdo, 99% das wikis possuem canais privados para administradores, checkusers, oversights, stewards e afins e em casos como a enwiki onde a comunidade é extremamente grande eles chegam até mesmo se organizar e manterem páginas como essa e para comunidades que ainda tem poucas pessoas que saibam utilizar o IRC é oferecido um canal genérico como esse, todos restritos apenas aos administradores. Portanto é muito comum isso, acredito que possa ser novo para alguns isso e não me espanto, mas se sairem um pouco dos "muros" da ptwiki vão ver que existe muita coisa nova por ai.

Finalizando digo apenas que por mais que tentemos dizer que não existe diferenças entre as "classes" de usuários é o mesmo que dizer que 2+2 não é 4, e isso é a maior falácia de todos os tempos. Embora admins, crats e afins não sejam donos de nada, a verdade é que eles tem os famosos "botões" e isso certamente os diferencia, mas não os torna superiores em nada, tanto não os torna que existem formas de remover esses botões, e se até mesmo o fundador do projeto foi recentemente privado de seus acessos de Grande Ditador Benevolente, portanto não seria um pobre coitadinho da ptwiki que seria poupado. Espero que com isso o motivo por essas páginas estarem protegidas tenha sido esclarecido, não está na política local é um costume global. Cumprimentos -- @lestaty discuţie 20h35min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  • Citação: FilRB escreveu: «Este tópico não era pra discutir a proteção do Café dos administradores? Não entendi porque virou um (mais um) local para críticas aos atos administrativos em geral.» Não era, é. A questão é que o único administrador que resolveu responder a minha pergunta, resolveu lembrar da época em que eu tinha o estatuto e não simplesmente apresentar a regra. Já sobre o comentário Sir Lestaty de Lioncourt, embora interessante confirma que não existe regra e o que não existe nas regras não deve ser feito a menos que a comunidade permita. Sobre a discussão das duas páginas, repito o que disse se nem nas páginas principais respondem as perguntas feitas por seus pares de administração imagine quando feita na discussão por meros mortais. E sobre a remoção dos estatutos do fundador chega a ser engraçado, se editasse aqui jamais correria tal risco. Fabiano msg 21h00min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Se não está na regra só pode ser feito se a comunidade autorizar. Ok. Então, sugiro que abra uma discussão formal ou uma votação sobre isso, para que seja cancelada ou confirmada essa proteção. Filipe Ribeiro Msg 21h38min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  • Se os administradores e burocratas querem ter seu canto de discussões protegidos do resto eles é quem tem que consultar a comunidade, já que nada nas atuais regras ampará a ação feita por eles. Fabiano msg 22h11min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Citação: lestaty escreveu: «E sobre o IRC e MSN, não existe nada de absurdo, 99% das wikis possuem canais privados para administradores, checkusers, oversights, stewards e afins e em casos como a enwiki onde a comunidade é extremamente grande eles chegam até mesmo se organizar e manterem páginas como essa e para comunidades que ainda tem poucas pessoas que saibam utilizar o IRC é oferecido um canal genérico como esse, todos restritos apenas aos administradores.»
Não existe nada de absurdo? Nada de absurdo, na sua opinião, deixemos claro. Eu não vejo absolutamente nada que se possa chamar minimamente de normal ou sequer concebível na existência de um Clube de Bilderberg wikipédico e muito me espanta que realmente existam editores por aqui que vejam qualquer normalidade nisso. Ah, existe na anglófona? Não me espanta, 99% de todas as bizarrices que existem nesse projeto são importadas da anglófona... Dornicke (discussão) 02h56min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Para quem não sabe, aproveito para informar que o tal canal privado de IRC já existe, e tem sido bastante útil para saber de novos pedidos nos PAs relatados por bots, fazendo com que seja mais rápido atende-los. Como é óbvio, o canal de IRC não deve servir (e não serve) para tomar decisões, nem para elaborar políticas, e para quem já imagina coisas escabrosas, devo dizer que o canal é bem sossegado, estando normalmente apenas um ou dois administradores online a determinado momento e tendo normalmente apenas o relato dos bots de mudanças nas ditas páginas. Tenho realmente pena que o nível de paranóia neste projecto tenha chegado a este ponto, e não digo que não tenha havido razões para isso, mas talvez esteja na altura de tal paranóia parar. Pode-se discutir a publicação do logs para garantir que não se passa nada lá "ilegal". GoEThe (discussão) 08h11min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Fiz a solicitação aos administradores, apesar de achar que o principal interessado na mudança (o Fabiano) é que deveria buscá-la. Filipe Ribeiro Msg 11h45min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Não vejo qual o mal de as páginas estarem protegidas, se o intuito é ser um espaço para administradores ou burocratas discutirem entre si. Há igualmente a oportunidade de não sysops ou não burocratas de comentarem, nas devidas páginas de discussão. Se todos pude-sem editar, ai sim viraria mais uma esplanada, e a já diminuta participação seria ainda mais reduzida. Alchimista Fala comigo! 13h09min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Minha opinião também é a de que a página, como o próprio nome esclarece, tem como propósito a discussão entre os administradores (do contrário, se fosse aberta a todos, não teria razão de existir). Ou seja: discussão de ações administrativas, que são de sua responsabilidade, nada além disso ou que fuja minimamente a seu objetivo (o mesmo vale para o café dos burocratas). Para fazerem uma solicitação aos sysops, os wikipedistas possuem as várias páginas de pedidos. No café dos burocratas, a página de pedidos é a própria discussão, conforme mensagem indicativa que consta no seu topo. As discussões destes cafés, por sua vez, sempre estiveram livres e sempre estarão abertas a ponderações da comunidade relacionadas a discussões administrativas em curso, se necessário. Como observou Sir Lestaty, logo acima, "é só sair um pouco dos "muros" da ptwiki" para constatar que páginas assim existem em todos os projetos, e seu único objetivo é centralizar e tornar públicas decisões administrativas de modo a lhes imprimir maior transparência. Ruy Pugliesi 13h22min de 13 de maio de 2010 (UTC)
a Wikipedia não é uma sociedade secreta, certo? Então isso, sinceramente, é um disparate. Já acho a troca de e-mails entre editores comuns preocupantes. A existência de um chat off-wiki exclusivo para administradores para discutir assuntos do projeto, não sei nem como classificar... começo a ver motivos para ficar preocupado com coisas que realmente, me pareciam paranóia. Até agora. Sobre a justificativa de João Carvalho para a existência de tal coisa (Acho que faz todo o sentido a sua existência, pois podem-se tomar decisões em conjunto, o que facilitaria o funcionamento da wikipedia.)... só tenho a dizer que é justamente a possibilidade de que se tomem decisões em conjunto em um local não público o motivo mais do que justificado para que tal coisa jamais existisse... Dornicke (discussão) 19h02min de 13 de maio de 2010 (UTC)
  • Vou repetir o que disse na abertura deste tópico zelosamente movido para correção do meu português, não me interessa a opinião dos administradores já que eles são 40 em uma comunidade de mais de seis mil editores ativos, não me interessa também o que acontece fora da Wiki-pt pois contribuo aqui, fora daqui apenas algumas edições no Commons em regra marcado imagens para eliminação. Perguntei sobre regra e decisão da comunidade (lembram comunidade, aquela que tem a soberania nas decisões), como não tem apoio nem nas regras e nem na comunidade a ação a ser tomada é bem simples, desproteger as páginas e os interessados em manter seu "castelo" cercado para os invasores que solicitem que a comunidade aceite. E me recuso a discutir a transparência das decisões dos administradores por que já faz tempo que estou me segurando para manter a linha. Fabiano msg 19h46min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Dornicke, foi exatamente pra evitar a paranoia sobre discussões secretas que o café foi criado. Ele é um local em que todos podem ver a conversa entre os administradores sobre os assuntos relacionados à administração. Ou seria melhor se as conversas entre eles forem feitas fora das vistas de todos? Como já foi dito diversas vezes e de diversas formas, a proteção da página não foi feita para impedir qualquer pessoa de se comunicar com os administradores, mas que para apenas eles discutam num local reservado para isso. Conversas entre administradores e não-administradores têm lugar na Esplanada, nos Pedidos a Administradores e na própria discussão do café. Filipe Ribeiro Msg 19h50min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Dornicke, todas as decisões só devem ser tomadas no âmbito do projeto. É com tal propósito que foi criado o café dos administradores, para centralizar e tornar públicas decisões administrativas de modo a lhes imprimir maior transparência, como escrevi mais acima. Quanto ao canal no IRC mencionado por você, pelo que sei, é apenas utilizado para enviar alertas, por um bot, sobre solicitações na página de pedidos a administradores. Não costumo frequentá-lo, mas, pelo que sei, da única vez em que o acessei, foi aberto apenas com esse propósito, em virtude das reclamações na demora ao atendimento aos pedidos. Se não me engano, o responsável por conceder o acesso é o Sir Lestaty, e deve haver uns três administradores cadastrados, creio eu (não sei porque não sou cadastrado, antes que me perguntem). Ruy Pugliesi 20h02min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Diria mais, em ocasiões em que há ataques sistemáticos e automatizados à integridade da Wikipédia, é bastante útil haver um canal de comunicação em tempo real entre administradores. GoEThe (discussão) 08h53min de 15 de maio de 2010 (UTC)
  • Vou perguntar mais uma vez, onde está a regra ou a decisão da comunidade que deu sustentação a isto? Como até agora ninguém respondeu apresentando um link, minha desconfiança que não existia se tornou uma certeza. Então quem quer manter isto que consulte a comunidade e para deixar claro isto aqui não vai morrer no esquecimento como tem sido habitual quando o assunto afeta os administradores e burocratas deste projeto. Fabiano msg 19h13min de 16 de maio de 2010 (UTC)

O "mínimo" perfeito!

Nem me atrevo a marcar para seja o que for, pois de certeza que haverá quem me venha explicar que falta de informação não é motivo para eliminação. Mas, arre, que eu sou burro!... É que por mais que me expliquem, não vejo o que há de enciclopédico em "artigos" como este: Mitologia armênia. --Stegop (discussão) 02h53min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Hoje encontrei o artigo mínimo Tonelada seca ao ar que dizia apenas que é uma "tonelada de massa secada ao ar", a primeira vista achei um absurdo, mas fazendo uma busca no Google achei uma referência e aumentei um pouco a explicação. Fazendo uma busca agora também achei uma fonte para esse artigo. O problema é: Nós temos que ficar fazendo buscas na internet para cada absurdo que encontrarmos? Eu acho que não, isso é problema de que criou a página e não dos editores que fazem manutenção. Danilo.mac(discussão) 04h00min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Nao tem que fazer nada, pode deixar para alguem que tenha interesse em expandir.--GoEThe (discussão) 09h40min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Pelos vistos já apareceu alguém que resolveu escrever um bom esboço. Será coincidência ele ser um dos editores aparentemente mais ativos (apesar do seu mau feitio de quando em vez :-)? Não me parece! Como diz o Danilo, que sentido tem os editores mais preocupados com a qualidade e, - porque não dizê-lo? - imagem da Wikipédia, terem que andar a limpar o lixo dos outros em nome de que não se podem apagar aberrações como a versão inicial da mitologia armênia? O argumento de que o que aconteceu com a melhora do artigo é um bom exemplo de como um artigo micro-mínimo deve ser mantido porque é um incentivo a que o assunto seja explorado não pega, pois de qq modo o Rafa estaria a contribuir para a Wiki, e se estivesse interessado no assunto, mais dia menos dia, ele criaria o artigo. --Stegop (discussão) 11h32min de 11 de maio de 2010 (UTC)
Eu só reformei o artigo porque é de uma área de interesse minha, fosse ele um "mínimo genérico" de Física ou Matemática, por exemplo, ainda estaria do mesmo jeito... Concordo plenamente com o Stegop, artigos de uma linha que não informam mais que o seu título ("Mitologia armênia é a mitologia dos armênios") têm pouca ou nenhuma utilidade, pelo contrário, são até contraproducentes ao projeto. RafaAzevedo disc 12h34min de 11 de maio de 2010 (UTC)
Da mesma maneira que há usuários activos com interesse em Mitologia armênia, pode haver algum com interesse em Tonelada seca ao ar. Seria mais útil criar um projecto que apanhasse esse mínimos, os dividisse por categoria e os transformasse em esboços razoáveis ou um que procurasse referências para artigos sem elas. GoEThe (discussão) 14h41min de 11 de maio de 2010 (UTC)
Aliás, há um projecto abandonado chamado Wikipedia:Projetos/Encontrar e ampliar esboços. Se houver interessados podemos reactivá-lo e incluir mínimos como prioridade para expansão. GoEThe (discussão) 14h43min de 11 de maio de 2010 (UTC)
Eu já sou a favor de criar uma marcação especial para esses casos, dariamos um tempo mais longo para eliminação, algumas semanas ou meses, quem não quizer que os artigos sejam eliminados que entre na categoria que reune esses artigos e procure fontes e aumente os esboços, se ninguem se interessar pelos artigos nesse período ele é eliminado sem nenhuma avaliação do "potencial" do título. Acho que manter os mínimos indefinidamente até que alguem se interesse em melhorá-los não é a melhor solução. Danilo.mac(discussão) 14h53min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Colegas, não acho que haja uma única resposta correta para a discussão sobre os artigos muito pequenos como os citados, mas uma avaliação de valores, vantagens e desvantagens. De um lado, a existência de artigos pouco informativos geram um certo custo comunitário para mantê-los atualizados e longe de vandalismo, por outro lado há diversas vantagens em mantermos estes esboços: 1)A presença de categorias e interwikis já é útil para encontrar mais informação e ajuda o editor que deseje ampliar o verbete. 2) boa parte de nossos leitores cheguam à Wikipédia através de motores de busca como o Google, pelo que esses artiguinhos ajudam à tornar o projeto conhecido e acessível. 3) Usuários que contribuem com tais verbetes podem se sentir desmotivados ao vê-los eliminados. Por fim, penso que um projeto como o nosso deveria valorizar toda contribuição positiva, mesmo que diminuta. Lechatjaune msg 17h10min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Eu pessoalmente há já algum tempo que aprendi que se deve de tempos a tempos esquecer que isto é uma enciclopédia (se é que é mesmo...) e que não se deve dar demasiada importância tal questão da imagem (para fora). Certamente aparecerão pessoas para completar esses artigos, devemos fazer maior e melhor trabalho em atrair voluntários nessas e noutras áreas. Por aí gasta-se a energia de uma modo positivo. Cumprs. Lijealso (discussão) 20h37min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Que significa esquecer que isso é uma enciclopédia? Lechatjaune msg 22h10min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Agrada-me a ideia da marcação do Danilo, principalmente porque para mim está por comprovar que «certamente aparecerão pessoas para completar esses artigos», ou pelo menos que essas pessoas tenham alguma necessidade da existência desses mínimos. Por sinal até tenho a ideia contrária, a maior parte destes artigos fica assim anos a fio, mas estou cá há pouco tempo, posso estar enganado. Arriscaria mesmo dizer que haverá alguns potenciais interessados que desistem da ideia de colaborar em temas que conhecem quando veem o que existe - haverá assim tantas pessoas interessadas em colaborar num projeto cuja qualidade média consideram muito baixa? Esse é possivelmente um dos problemas maiores de admitir este tipo de artigos. Apesar de aparentemente a realidade não lhe estar a dar razão, uma certa tendência para a wiki afugentar potenciais editores com grandes conhecimentos sobre alguns temas, relacionada com a falta de qualidade, foi uma das razões que levou à saída do co-fundador da wiki, cujo nome agora não me lembro. Não estou a insinuar que os artigos mínimos sejam o único fator a baixar a qualidade média, acho que nem sequer é o mais importante, mas isso não significa que seja insignificante e que se deva ignorar.

Quanto ao que é uma enciclopédia, "apanharam-me", sou péssimo para definições, e essa é uma daquelas bem difíceis, principalmente se quisermos evitar coisas vagas, como o que vou tentar ensaiar: desde pequeno me habituei a ir às enciclopédias quando queria ficar minimamente esclarecido sobre um assunto, nem que fosse de uma forma muito resumida. Associo uma enciclopédia uma certa ideia de "veracidade", ou seja, o que lá está escrito é aceite por pelo menos alguns reconhecidos especialistas de cada tema. Outra ideia importante é a de "organização" e critério: o detalhe com que cada assunto é tratado está relacionado com a importância relativa atribuída a cada um dos temas. Claro que a última parte faz pouco sentido na wiki, seja porque não há limite de espaço, seja porque não tem qualquer sentido obrigar os editores a tratarem determinados temas. No entanto, a parte de organização/estruturação coerente é tanto ou mais importante aqui do que nas enciclopédias de papel. O que é que isso tem a ver com artigos mínimos? É que grande parte, senão a maior parte deles, pouco ou nada adiantam a artigos mais genéricos, sendo até frequente o contrário, ou seja, ter artigos mínimos sobre temas que noutros artigos estão melhor tratados. O exemplo da mitologia hititaarménia até é bom para ilustrar isso - qual é a diferença em relação a ter uma nota num artigo sobre a Arménia, a sua história ou cultura? Provavelmente só uma: é mais provável que alguém se interesse pelo assunto num artigo maior e o desenvolva do que a existência de um artigo solto. Ou será que a quantidade de artigos é mais importante do que a quantidade e qualidade da informação?

Há ainda um aspeto importante da wiki que a diferencia de outros sites, para o qual a proliferação de artigos com pouca informação nada contribui. Na generalidade da web, a informação está muito dispersa, a maior parte das páginas que se encontram nas primeiras páginas do(s) Google(s) trata ou é spam ou tratam os assuntos de forma superficial, pouco cuidada, ou demasiadamente especializada, coisa que, por enquanto na wiki não acontece: aqui ainda é provável encontrar os assuntos tratados de forma estruturada, muitas vezes apresentando uma visão, senão global, pelo menos com uma certa preocupação de generalista, resumindo, com boas chances de ser pelo menos um bom ponto de partida para saber alguma coisa sobre o assunto. E neste ponto, a manutenção de artigos com pouca ou nenhuma informação, só porque "o tema pode vir a ser desenvolvido", nada ajuda, pois torna a wiki parecida com web em geral vista como um todo: um caos onde é requerido muito trabalho para encontrar a informação que cá está.

Como é hábito, já "estou a dar seca"... :D Só espero que faça algum sentido aquilo que disse. Se não fizer, tanto melhor, é sinal que se calhar estou a ver problemas onde eles não existem e tenho que dar razão (ainda mais do que aquela que já acho que teem) aqueles que dizem "dediquem mas é o vosso tempo a editar artigos". --Stegop (discussão) 23h56min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Uma vez que este é um assunto que me interessa, deixo também a minha impressão da coisa:

  1. No meu caso pessoal, os mínimos da wiki-pt afastaram--me do projecto durante anos. Cada vez que, andando pela wiki-en, encontrava um interwiki para a wiki-pt e experimentava segui-lo, deparava-me com um desses mínimos sem noção, mesmo sobre assuntos lusófonos. A ideia que me ficava sempre era de coisa sem qualidade e feita à pressa, seguindo a máxima de "mais vale ter qualquer porcaria que não ter nada".
  2. Não consigo entender o interesse em manter mínimos como Colonia Bicha, que nem se sabe se existe, ou Mojón de Fierro (que foi criado cheio de erros - a coisa nem município é). O primeiro pode bem ser uma fake, o segundo é pura desinformação. O trabalho que dá a corrigir esse tipo de coisa é o mesmo ou mais que refazer tudo do zero, e no entretanto fica esse lixo por aí.
  3. Um dos maiores problemas com esta situação é que grande parte dos mínimos não são criados por IPs ou novatos, mas por usuários registados e veteranos, o que denota que grande parte desse problema é de mentalidade e falta de consciência da comunidade.
  4. A minha impressão pessoal é que durante anos foi dominante aqui a "mentalidade do sucateiro", que aproveita todo o lixo que entra porque mais tarde pode servir. Presumo que isso tenha derivado da triste competição inter-wikis que durante anos andaram aí a fazer, gerando um crescimento totalmente artificial deste projecto, muitas vezes através de criação em série com bots, que não tinha qualquer correspondente na qualidade. As consequências nefastas dessa mentalidade miserável e mesquinha de crescimento a todo o custo estão aí: Ficamos conhecidos nas outras wikis pelos "Portubots", a qualidade média do projecto é má ou péssima, temos pouquíssimos artigos de qualidade (ao ponto de terem havido propostas para retirar esse número da Página Principal pois era causa de vergonha e chacota). Uma forma recente dessa mentalidade mesquinha e provinciana foram as chamadas "Comemorações dos 500.000 artigos" e respectiva aposta, tão mais infames quanto o artigo que foi considerado o 500.000 foi um desses mínimos execráveis cheios de erros, criado por um veterano só para fazer número na corrida ao número mágico.
  5. Finalmente, como já disse várias vezes, penso que a solução passa, sobretudo, por um maior controlo do que entra nas PNs. Mínimos como esses podem ser tolerados em IPs ou novatos (que deverão ser avisados para os fundamentar), mas não há qualquer motivo para que se continue a tolerar esse comportamento em veteranos. Neste momento a quantidade de problemas e lixo que existe já é totalmente ingerível, e é uma irresponsabilidade que usuários experientes venham contribuindo para aumentar o problema, em vez de ajudar a resolve-lo ou, ao menos, deixa-lo como está. A tal "mentalidade do sucateiro" deve ser extirpada deste projecto o quanto antes. Se isso pode ter tido alguma utilidade (bem duvidosa, por sinal) nos primeiros tempos do projecto, neste momento é um cancro que só o destrói.

--- Darwin Ahoy! 00h38min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Esta questão vem sendo levantada recorrentemente, não apenas aqui mas em todas as wikis. Pela minha parte,   Discordo da eliminação ou da restrição da criação de artigos mínimos válidos. E digo válidos porque para mim coisas como "Mitologia armênia é a mitologia dos armênios" e "Tonelada seca ao ar é uma tonelada de massa secada ao ar" deveriam ser eliminadas.

Grosso modo, partilho a opinião do Lechatjaune e do Lijealso sobre este assunto. Não concordo inteiramente com a questão da exposição ao vandalismo dos mínimos, pois passo muito tempo nas ER's e acredito que um link vermelho é pior. Já vi muitos títulos válidos a serem recriados ad nauseam com lixo e disparates até que alguém cria finalmente um mínimo - que em comparação não me parece sofrer nem uma fracção disso com o vandalismo. Também não concordo com o argumento do tempo perdido a refazer mínimos; o tempo que se perderia a procurar e eliminar essas páginas (notem que não é só quem procura e marca os artigos para eliminar que perde tempo; quem discute essa eliminação e os administradores que eliminam também) não seria de certeza menor do que o tempo necessário para se expandir minimamente o verbete; ou seja, gastando-se o mesmo ou mais tempo, teríamos um verbete a menos.

Não estou aqui a defender a inclusão/manutenção de toda e qualquer coisa, longe disso. Partilho algumas das opiniões aqui expressas sobre o problema da quantidade/qualidade dos verbetes na Wikipédia lusófona, mas na minha opinião este não deve ser o caminho. Vale lembrar que mesmo nas enciclopédias tradicionais a grande maioria das entradas são mínimos, e que a Wikipédia é e sempre será um trabalho inacabado e em constante expansão/melhoria. EuTugamsg 14h42min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Eu tenho de concordar com o EuTuga de que um mínimo causa menos problemas de manutenção que ligações vermelhas e eu mesmo já usei do artifício de criar um mínimo para parar o vandalismo. Lechatjaune msg 21h55min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Aposto que se aplicarmos à letra WP:V, um princípio dos mais sagrados da wiki, eliminamos mais de 90% dos artigos mínimos! O que eu ponho em causa não são "artigos com conteúdo válido"! Mais: concedo de bom grado que se ignore WP:V naqueles casos em que o tema do artigo não "cabe" noutro e ele diz qualquer coisa para além de "X é Y". Mas o problema é que a esmagadora maioria desses mínimos a que me refiro, e acho que todos terão uma ideia relativamente clara de quais são, não teem quaisquer fontes, são paupérrimos em informação, são sobre temas muitas vezes de duvidosa notoriedade enciclopédica e que podiam ser tratados em artigos mais genéricos.
O Darwin levantou um par de questões que eu também estive para levantar. Uma delas é a sua experiência pessoal. Como ele, a baixa qualidade dos artigos foi uma das razões para não me entusiasmar durante muito tempo. Não digo que foi por isso, mas por acaso as minhas primeiras edições foram na en (ou, recuando ainda mais, na gnupedia, mas muito pouco). Foi na en que me familiarizei com as regras e realmente temos muito a aprender com eles, nomeadamente na recepção aos caloiros e à exigência. Por exemplo, por lá é comum que na página de discussão apareçam avisos de que o artigo que acabámos de criar não tem fontes. É certo que para eles é muito mais fácil fazerem as coisas melhor, pois teem mais gente, mas indiretamente o Darwin tocou noutro ponto importante que não nos ajuda nada no que se refere a qualidade: o facto de alguns (muitos?) editores veteranos não só pactuarem com artigos com pouca informação, como inclusivamente serem eles próprios a criarem-nos. Basta olhar para muitos dos portais, para muitos dos projetos, para muitas das caixas de navegação cheias de links vermelhos a incitar à criação de artigos inevitavelmente mínimos sobre ruas, estradas, e sei lá que mais, só para dar um exemplo. E que dizer aqueles (muitos) casos caricatos em que um artigo ou lista da en dá origem a dezenas de artigos por cá, que todos juntos teem muito menos texto do artigo original e que, nem mencionam que são tradução nem trouxeram as fontes?
Acho que estamos completamente errados em ter medo que os novatos fujam se lhes apagarmos o artigozeco com uma ou duas frases mal escritas sobre a personagem de banda desenhada, de televisão, o jogador de futebol, ou a sua escola ou rua! O editor minimamente interessado em participar no projeto, por oposição ao estudante, fã, ou bairrista que quer ver a sua escola, cantor ou rua na wiki, vai tentar perceber como isto funciona e esforçar-se por se integrar. A wiki não é assim tão diferente de outras comunidades, elas só funcionam se existir uma cultura comum, que pode não ser aceite por todos os que querem entrar, os quais, para o fazerem, teem que fazer um esforço de integração; não podemos estar preocupados em agradar a todos - não o podemos fazer, por exemplo, com os que não sabem escrever, e há muitos nesse estado, ou que insistem em pesquisa inédita, etc. Estou convencido que, se conseguirmos melhorar a qualidade, o que envolve inevitavelmente apagar artigos como a versão inicial da mitologia arménia, podemos afugentar muito mais gente que escreve um par (ou mesmo que sejam duas dúzias) de porcarias, mas provavelmente atraímos mais mais pessoas que podem dar muito ao projeto. Não sei exatamente como isso se conseguirá, certamente que haverá muitos dos que defendem com unhas e dentes os artigos mínimos que teem muito mais sensibilidade que eu para saber como melhorar as coisas, mas tb. não estou a falar de cor. Já participei muito ativamente num par de comunidades e sei bem qual a diferença entre aquelas, a grande maioria, onde 95% do que se discute são trivialidades e mundanices, mesmo que o âmbito nada tenha a ver com o social, e as outras onde se aprende alguma coisa. Se nestas últimas não é fácil ganhar "entrar", ganhar "familiaridade", em contrapartida, não se espere encontrar nas outras, por exemplo, no caso de comunidades de âmbito técnico, muita gente que perceba muito dos assuntos.
Provavelmente dou ideia que acho que a wiki deve ser um lugar elitista. Nada disso! Uma das razões para o sucesso a todos os níveis da wiki é o ser tão aberta. Só que, nem tanto ao mar, nem tanto à terra. O enunciado em censura WP:CENSURA não é mais importante que WP:V, WP:RDI, WP:ANARQ, ou outras secções de WP:WNE!
E ainda alguém acredita que a minha intenção quando abri a discussão era apenas "mandar uma boca"? Mas, acreditem que era... Quando me comecei a envolver na triagem das páginas novas, ainda tive esperanças que todo aquele lixo me afastasse da wiki ou que, pelo menos, me fizesse virar-me apenas para editar um ou outro artigo que me interessasse mais, pois isto é vício tremendo que consome tempo infinito, mas infelizmente para mim e para aqueles que leem os meus desvarios isso tem tardado em acontecer. E já chega por agora...  o comentário precedente deveria ter sido assinado por Stegop (discussão • contrib.) 06h21min de 13 de maio de 2010

Citação: Stegop escreveu: «Mas o problema é que a esmagadora maioria desses mínimos a que me refiro, e acho que todos terão uma ideia relativamente clara de quais são, não teem quaisquer fontes, são paupérrimos em informação, são sobre temas muitas vezes de duvidosa notoriedade enciclopédica e que podiam ser tratados em artigos mais genéricos.»

Então o problema não é só o tamanho do artigo. Daí, começo a concordar. Lechatjaune msg 22h19min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Se quiser pôr assim, o problema não é de todo o tamanho do artigo. Só que quase invariavelmente o tamanho implica o verdadeiro problema: é muito raro que com numa frase ou duas se consiga transmitir alguma informação de jeito, a não ser que seja uma definição de dicionário, e para isso há o Wickcionário. E mais, quantos mínimos ou esboços teem fontes? Não me parece que eu seja o único a frequentemente me abster de colocar a marca de sem fontes e outras em artigos de meia dúzia de linhas por tornar ainda mais ridícula a situação. Já mais do que uma vez estive para tentar investigar porque é que na maior parte das outras wikis acabaram com a predef de "mínimo"... Será que não foi porque acharam precisamente que mínimo não era compatível com enciclopédico? --Stegop (discussão) 23h02min de 13 de maio de 2010 (UTC)
O verbete A-dos-Melros é um mínimo válido ou não na sua opinião? Lechatjaune msg 22h45min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Por coerência com o que venho dizendo acima, era inválido antes de eu rever, acima de tudo porque o que era indicado como fonte, no mínimo não é fiável, na medida em que qualquer um pode adicionar um ponto naquele mapa. Tanto é que não era fiável, que estava a apontar para o local errado, pois a localidade figura no Google Maps. Se o nome da terra figurasse diretamente no mapa, aí já seria válido, mas seria um bom/mau exemplo de um artigo paupérrimo e a evitar. Mas confesso que localidades e geografia em geral, é um dos temas em que não me choca assim tanto o minimalismo, desde que o que conste do texto dê para perceber onde é que a coisa fica. É por isso que nunca marco artigos sobre localidades para eliminação. De certa forma, é o oposto de biografias ou temas de índole mais abstrata, que, se forem muito curtos, dificilmente informam de alguma coisa ou então dão uma definição que, precisamente por ser muito curta, é inevitavelmente muito redutora ou simplificada, algo que não é compatível com "enciclopédia". --Stegop (discussão) 01h51min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Desculpa pelo fora, mas vamos tentar outros exemplos de páginas com pouca informação ou pouco fiáveis: Veia jugular, William McMaster Murdoch, Don Costa, Caldeira de recuperação, Guerras de Appenzell, Antônio de Souza Vianna. Exceto a primeira, todas foram marcadas pare eliminação. Lechatjaune msg 18h47min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Tal como estão agora, não me passaria pela cabeça marcar nenhum deles para ER ou PE. E para as versões originais (não sei qual seria a do Don Costa) talvez só o fizesse para o William McMaster Murdoch. Estou a fechar os olhos WP:V? Sim, mas do mal o menos, ao menos aprendo qq coisa com o texto ou o que lá diz confere com a ideia vaga que eu tinha do assunto, pelo que acho que não devo ser eu a questionar seja o que for. Digamos que me basta o princípio de "assuma boa fé". No entanto, este argumento pode ser usado para fazer o contrário: ou seja, eu ou alguém que marca ESR pode estar a fazê-lo de boa fé, achando que é bom para a wiki questionar a manutenção do artigo. Compreenda que o que eu contesto são coisas do tipo: "Antônio de Souza Vianna foi um pintor brasileiro do século XIX", ou "As Guerras de Appenzell foram conflitos medievais na Suíça", etc. O William McMaster Murdoch é um caso interessante, pois, estando tão mal redigido e com aspeto de ser cópia, confesso que era possível que fosse para ER#20 com Fast Buttons, apesar de ter alguma informação no meio daquele português de mau aluno da primária. Perdia-se muito? Sinceramente, não creio, pois o que existe agora pouco tem a ver com a versão inicial. O biografado é notório? Talvez nem tanto, dificilmente eu o criaria, nem que fosse especialmente fã do Titanic, mas nunca questionaria a relevância. Mas nem que fosse ainda mais relevante, acho que é pior estar representado aquela coisa abjecta que era a 1ª versão do que estar ausente. Poder-se-à alvitrar que aquele mau texto motivou a criação de um bom esboço... Sim, mas quem o fez estaria de qq. forma a fazer trabalho válido. E desse ponto de vista, até foi bom que fosse marcada a ESR, senão passaria despercebido. Podia ser que algum editor casual fizesse o mesmo (melhorar o artigo)... Qual é a probabilidade de isso acontecer? Mas o principal problema desta argumentação é que é um saco sem fundo e torna inúteis quaisquer discussões sobre notoriedade e verificabilidade.
PS: Estou a ganhar coragem e tempo para escrever mais qq. coisa na outra discussão que abri. Talvez amanhã... --Stegop (discussão) 19h48min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Quer então dizer que há gente ainda mais radical que eu quanto a mínimos sem fontes?!... :-) Folgo em saber que não sou "dos piores"! De qq. forma, tb. acho que se marcasse algum desses artigos para eliminação o faria com ESR, exceto talvez o do oficial do Titanic se fosse sobre um tema de notoriedade decididamente mais questionável. Confesso que às vezes envio para ER artigos de IP que se fossem de utilizador registado enviaria para ESR. --Stegop (discussão) 09h12min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Existe também gente que criticaria seriamente essa marcação, alegando que é para isso que existem os avisos como {{matrad}}, {{sem-fontes}} e {{correção}}. Citação: Stegop escreveu: «IP que se fossem de utilizador registado enviaria para ESR.» Será que é certo fazer essa distinção? Lechatjaune msg 10h19min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Alerta, alerta! A bela comuna francesa de Rompéchine, inventada por um bot em 2008, está prestes a desaparecer! Mais um mínimo perfeito que se perde, daqui a um ano, quem se lembrará dela? Será que alguém a chegou a conhecer?.. --- Darwin Ahoy! 03h30min de 20 de maio de 2010 (UTC)



Mais um caso que me parece interessante: Wikipedia:Esplanada/geral/Enxurrada de pseudo-artigos mínimos sobre políticos de Minas Gerais (27mai2010)
--Stegop (discussão) 17h22min de 27 de maio de 2010 (UTC)

Eliminação semirrápida: como agir em caso de insistência na marcação?

Prezados, uma das formas de eliminação existentes no projeto é a eliminação semirrápida (ESR). Lá afirma aque:

Se você nomeou um artigo para eliminação semirrápida e alguém impugnou sua marcação sem nomeá-lo por outro método de eliminação e você continua defendendo a supressão do artigo, considere indicá-lo para nomeação por votação. Evite fazer uma nova nomeação para eliminação semirrápida.

Isso significa que alguém, considerando que uma marcação de ESR seja errada ou tendo já resolvido o problema apresentado, pode remover a marcação. A pessoa que fez a marcação deve abrir uma página de eliminação (PE), caso ainda defenda a eliminação do artigo. Porém, não é isto que tenho visto.

Fiz as seguintes solicitações: aqui e aqui, pois vi o editor Rafa Azevedo revertendo editores que retiravam a marcação de ESR. Por exercer meu direito de questionar tal comportamento, venho recebendo todo tipo de insultos e insinuações que vocês podem imaginar. Links sobre minha pessoa são citados de forma descontextualizada, minhas edições são vigiadas, sou acusado de coisas que não fiz, até meu bloqueio foi pedido... Enfim, isso acaba fazendo com editores (principalmente novatos) fiquem com medo de questionar pois, se assim o fazem, são agredidos e perseguidos.

Rafa argumenta que se apóia no que diz a predefinição de ESR, onde diz: Você pode melhorar o artigo de forma a enquadrá-lo nas normas da Wikipédia, no entanto não pode impugnar uma nomeação sem uma justificativa válida. Isso significa que, da forma que ele interpreta, somente ele, autor da marcação, tem autoridade para remover a marcação.

Creio que há aqui uma dupla interpretação da política de ESR. Questiono: qual o procedimento correto? É para abrir a PE, em caso de questionamento, permitindo a livre opinião da comunidade? Ou é o responsável pela marcação (nesse caso, o Rafa) que tem autoridade para remover ou não a marcação? Grato. JSSX uai 19h59min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Mais calúnias, mais ataques, agora utilizando-se até do espaço da Esplanada para isso? Até onde você vai nessa sua sanha para me atacar, FX? Algum administrador está acompanhando este comportamento?
Citação: JSSX escreveu: «Isso significa que, da forma que ele interpreta, somente ele, autor da marcação, tem autoridade para remover a marcação.» De onde você tirou mais essa mentira agora? Onde exatamente eu disse isso? É no mínimo, no mínimo, um comportamento pouco ético colocar palavras suas na minha boca. RafaAzevedo disc 20h03min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Na minha interpretação, rápida, qualquer usuário pode reverter uma impugnação, se esta não for válida, ou seja, não forem cumpridos os preceitos 3 e 4 indicados na secção que indica como impugnar uma marcação. Lijealso (discussão) 20h29min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Diga-se de passagem nunca vi o autor deste tópico avisar qualquer autor das ESR que ele removeu de que havia feito isso e o porquê de tê-lo feito, contrariando o que é expressamente indicado pela a regra 4 citada pelo Lijealso ("4. Avise o editor que fez a proposta e os editores que, por ventura, a tenham endossado."). Creio que é dispensável, portanto, o discurso de "paladino das regras" (uma vez que ele próprio foi o primeiro a desrespeitá-las). RafaAzevedo disc 20h37min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Contra mim falo, já que das poucas vezes que desmarquei ESR nunca enviei aviso cf. regras. Corri foi o risco de ser revertido, mas tinha a perfeita noção de que tal poderia acontecer. Entra também em jogo de que tipo de usuários estão no processo, se são antigos, se temos a noção que eventualmente poderão ter marcação de artigos editados automaticamente nos vigiados, etc. Lijealso (discussão) 20h52min de 11 de maio de 2010 (UTC)

O tópico foi aberto seguindo sugestão do administrador Braswiki. JSSX uai 21h26min de 11 de maio de 2010 (UTC)
A sugestão do Braswiki foi discutir o assunto, não foi abrir um tópico me caluniando, mentindo e acusando. RafaAzevedo disc 21h36min de 11 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Braswiki escreveu: «(...)deveria ser iniciada uma discussão na esplanada, por exemplo, para tentar aclarar a situação.(...)» Está aí. Responderei somente aqui. Nesse momento, estou no chat da Wikipédia, lendo os insultos do Rafa Azevedo e do editor Darwin. Coisas do tipo termo chulo e similares, feita por ambos. JSSX uai 22h08min de 11 de maio de 2010 (UTC)

"Postar ataques pessoais ou difamações fora da Wikipédia é danoso à comunidade e ao relacionamento de um editor com ela, especialmente quando tais ataques violam a privacidade de outro editor. Tais ataques podem ser vistos como fatores agravantes por administradores e são evidências aceitas em processos de resolução de disputas, incluindo casos de arbitragem." RafaAzevedo disc 22h26min de 11 de maio de 2010 (UTC)
Fred, eu acho a discussão interessante, mas não pessoalizando os problemas. Vamos discutir abstratamente a questão, peço a compreensão de todos. Braswiki (discussão) 00h33min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Eu pessoalizando? É sério isso? Braswiki, tem 24 horas que estou sendo agredido de tudo quanto é jeito e em tudo quanto é lugar. Até no chat da Wikipédia! Em nenhum momento agredi Rafa Azevedo. Nem revidei. Eu critiquei uma conduta (e não sou o único a criticar) que tenho visto nos últimos dias, baseado na documentação. Se tivesse algo pessoal, sequer teria procurado o Rafa dias atrás para me ajudar na revisão de um artigo que fiz. Enfim, só quero saber: há contradição entre a predefinição e a documentação? Eu estou me orientando pela documentação. Cumprimentos. JSSX uai 01h20min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Sobre a possibilidade de retirada da marcação de ESR, para mim ela é bastante ampla, desde que justificada. Se eu marco uma ESR e um outro editor (especialmente alguém que tem bom conhecimento do projeto) desmarca, justificando, não vejo como insistir com a ESR. Se achar que é caso mesmo de eliminação, mandaria para PE sem problemas. Para mim, importante a primeira parte da primeira frase da documentação a respeito:
As eliminações semirrápidas constituem um processo de eliminação de páginas cuja supressão é suposta não controversa ...
 
WP:ESR
Então, se um usuário conhecedor das regras contesta a eliminação, a ESR já me parece indevida, sendo o caso de PE. Se a contestação vier do próprio autor da página, aí ainda é defensável que ela seja vista com receio, pois obviamente espera-se que o criador defenda a página (devendo ter pelo menos um apoio de outro usuário). Se o criador quiser contestar, que use a página de discussão do artigo ou a própria predefinição, pois isso alertará o administrador que for analisar a eliminação da página.
O fato da documentação exigir uma justificativa não torna o próprio proponente da ESR em julgador sobre a validade ou não dessa justificativa. Para mim, fica instaurada a controvérsia e a insistência na eliminação deve ser resolvida via PE. Insistentes reversões da retirada de marcação de ESR já justificada (notadamente se a retirada não for feita pelo próprio autor do artigo) a mim me parece violação das normas por parte de quem insiste em manter a marcação.
Acho que a vontade de manter em ESR é devido à notória falta de participação da comunidade nas ESR, o que não ocorre nas PE. Não entendo porque isso acontece, pois as páginas ficam 4 dias à disposição de todos; se há tanto interesse em não eliminar as páginas, por que só se interessar se forem para PE ? A ESR não deveria ser uma "eliminação na surdina"; do jeito que está, parece que quem leva algo de ESR para PE está "dando divulgação" a um pedido de eliminação que já estava feito. Braswiki (discussão) 01h11min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Braswiki, três questões: se o criador do artigo (geralmente um novato) apresenta o tratamento do problema, e o responsável pela marcação insiste em reverter, o que pode ser feito? Outra: e se o responsável pela marcação insistir em tentar impedir a criação da PE, o que pode ser feito? Há contradição entre a predefinição e a documentação? Abraço. JSSX uai 01h23min de 12 de maio de 2010 (UTC)

  • Citação: Braswiki escreveu: «Acho que a vontade de manter em ESR é devido à notória falta de participação da comunidade nas ESR, o que não ocorre nas PE. Não entendo porque isso acontece, pois as páginas ficam 4 dias à disposição de todos;» Talvez o desconhecimento sobre onde é que podem ser deixados os comentários. Eu só vim a descobrir isso há pouco tempo. Ainda assim, continuo a não entender a finalidade dessa tal de ESR, já que comentários são ali despejados e o formato impede que sejam contestados. Robertogilnei (discussão) 01h26min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Isso que o Robertogilnei falou é importante. Da forma como está sendo feito, não há contestação. JSSX uai 01h28min de 12 de maio de 2010 (UTC)

No meu caso, sempre que retirei a ESR justifiquei no sumário de edição ("coloquei fontes que asseguram notoriedade", etc.) Sendo necessária uma discussão mais detalhada, coloco os argumentos na discussão do artigo. Até hoje, pelo que me lembro, os únicos problemas que tive com contestação de ESR foram com um veterano que tem por costume retirar abusivamente a marcação de ESR sem apresentar qualquer argumentação (ver diff abaixo).--- Darwin Ahoy! 01h33min de 12 de maio de 2010 (UTC)
  • Concordo de uma maneira geral com o que diz o Braswiki, com uma única ressalva: Citação: Braswiki escreveu: «se um usuário conhecedor das regras contesta a eliminação, a ESR já me parece indevida» - Infelizmente nem sempre é assim, como bem demonstra esta situação. A justificação deve ser sempre avaliada com base no seu conteúdo, e não na reputação (ou falta dela) de quem a faz.--- Darwin Ahoy! 01h27min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Darwin, no caso da diff que vc mostrou, concordo que não houve justificativa válida. Não custa ao usuário experiente indicar por que efetivamente entende que o caso é controverso. Mas em vez de iniciar uma guerra de edições, seria muito mais fácil enviar logo para PE para evitar mais uma briga (até porque vc deveria imaginar que o administrador que fosse eliminar a página provavelmente acharia que houve controvérsia e acabaria enviando para PE para ter mais opiniões...)
Robertogilnei, eu entendo que se vc acha que a página deve ser mantida, vc poderia simplesmente retirar a marcação, justificando, e avisando ao marcador e, de preferência, enviando-a a PE. Houve uma vez que eu achei a página tão dentro dos critérios de notoriedade que nem enviar a PE era necessário. Avisei o marcador (o Rafa, se não me engano), que enviou para PE e na discussão eu me convenci que era o caso de eliminação (o Algébrico mostrou que havia informações falsas). Ou seja, sendo o caso controverso, a participação maior da comunidade só contribui para melhorar o processo.
Fred, eu acho que o usuário novato pode pedir orientação a outros usuários e pode deixar sua justificativa na discussão do artigo ou na própria predefinição, o que certamente alertará o administrador que analisará se cabe ou não eliminar a página. Um usuário impedir que a PE seja criada é muito difícil, ele pode insistir em manter a marcação da ESR. Nesse caso, penso que o administrador que quiser eliminar a página estará assumindo a responsabilidade de se eliminar uma página cuja eliminação não é incontroversa (ele verá pelo histórico que houve disputa e inclusive criação de PE) e ele compartilhará com o marcador a responsabilidade pela resolução da questão pela via rápida. Acho que o novato deve usar a discussão do artigo para deixar clara a situação, isso tudo certamente fará com que o administrador tome redobrados cuidados na eliminação. Sobre contradição entre a predefinição e a documentação, não tenho posição firmada. A princípio, a validade da justificativa deveria ser avaliada pela comunidade na PE. Não vejo como o marcador da ESR querer insistir que tem o direito a manter a ESR, vendo que existe uma justificativa, ainda que não concorde com ela.
Por exemplo, no caso de ESR baseada em inexistência de fontes fiáveis, se alguém entende que o assunto é enciclopédico e parece verídico, acho válido que, mesmo não incluindo fontes fiáveis, envie para PE para que a comunidade avalie e mesmo ajude a encontrar fontes (ou mesmo concorde em manter a página com um "carece de fontes", se assim for a decisão da PE). Muitas páginas continuam assim e há parcela da comunidade que entende que o artigo pode permanecer algum tempo assim, esperando que alguém venha cumprir a verificabilidade. Se a decisão da PE for assim, significa que a comunidade deu pelo menos mais 6 meses para a inclusão de fontes, o que numa segunda PE pode perder apoio porque já houve mais do que chance dessas fontes aparecerem... Braswiki (discussão) 02h11min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Citação: Braswiki escreveu: «Um usuário impedir que a PE seja criada é muito difícil» Não é difícil e posso colocar o diff aqui mostrando que isso já ocorreu, se quiser. No mais, concordo plenamente com tudo isso que falou. Em caso de contestação, para mim, o ideal é que a página vá para a PE. Assim, a comunidade pode eliminar ou não a página. Para mim, isso estava claro para todos, pelo seguinte trecho da documentação: ''Se você nomeou um artigo para eliminação semirrápida e alguém impugnou sua marcação sem nomeá-lo por outro método de eliminação e você continua defendendo a supressão do artigo, considere indicá-lo para nomeação por votação. Evite fazer uma nova nomeação para eliminação semirrápida. Creio que o texto da predefinição deveria ser modificado para ficar condizente com a política, impedindo possíveis falhas de interpretação e/ou manobras. JSSX uai 02h21min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Para impugnar tem de justificar com argumentação, Fred. Não basta só impugnar.--- Darwin Ahoy! 02h58min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Mesmo com argumentação e mesmo tentando resolver os problemas, as ESR estão sendo recolocadas na "marra". Mesmo administradores, que são os responsáveis por eliminar, estão sendo revertidos. Isso é fato e todos podem comprovar por diffs. JSSX uai 14h38min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Veja o diff que coloquei acima: É de um administrador, e obviamente que foi revertido. É grave quando são os próprios administradores a desrespeitar as políticas do projecto.--- Darwin Ahoy! 16h28min de 12 de maio de 2010 (UTC)
  • Citação: Braswiki escreveu: «Não custa ao usuário experiente indicar por que efetivamente entende que o caso é controverso. Mas em vez de iniciar uma guerra de edições, seria muito mais fácil enviar logo para PE para evitar mais uma briga» - Não é que "não custe", ele é obrigado a argumentar sobre a retirada da marcação. Seja veterano ou seja novato. E discordo totalmente que se possa entender como suficiente a simples retirada da marcação se esta for feita por um usuário experiente, nem tão pouco é isso que está nas regras. Usuários experientes não gozam de qualquer prerrogativa especial aqui para fazer o que bem entendem sem justificar. E nem sequer considero isso "briga" ou "guerra de edições", já que um flagrante desrespeito das regras como esse, sendo feito de forma continuada e depois de avisado o usuário sobre a sua má conduta, é caso para bloqueio, especialmente em se tratando de usuário antigo e conhecedor das regras (por WP:POINT).
  • Também me parece que essa visão das PEs como grande fórum onde se decide tudo está profundamente errada, e tão mais notório fica o erro quando se constata a magistral palhaçada que actualmente são as PEs, um sistema de voto burro baseado em preferências pessoais que só devia ser usado para questões de opinião, e que vem sendo usado, abusivamente, para avaliar coisas que nem tem fonte que prove que sequer existe. A ESR, sendo um sistema de consenso e, portanto, usando o método preferencial de decisão da Wikipédia, deve ser respeitada e deve ser feito o possível por manter a discussão ali sem aberturas precipitadas de PEs que, ao contrário do que você diz, regra geral cortam qualquer debate ou discussão séria e construtiva que possa haver sobre o assunto. O argumento de que as PEs são mais visíveis não me parece válido, já que tanto umas como outras são bem visíveis e só não vê quem não quer.
  • Citação: Braswiki escreveu: «no caso de ESR baseada em inexistência de fontes fiáveis, se alguém entende que o assunto é enciclopédico e parece verídico, acho válido que, mesmo não incluindo fontes fiáveis, envie para PE para que a comunidade avalie e mesmo ajude a encontrar fontes» - Isso descreve perfeitamente aquilo para que as PEs não servem. Um verbete que tem o seu texto contestado e não tem fontes que o sustentem, nem ninguém as apresenta em ESR, deve de facto ser eliminado de acordo com WP:V. A manutenção de um texto desses aqui constitui uma violação das nossas políticas mais fundamentais, tanto mais agravadas se o verbete for mantido em PE, forçando a manutenção de conteúdo contestado e sem fontes por seis meses. A comunidade não pode tomar esse tipo de decisões, e o envio para PE de verbetes nessas circunstâncias constitui um claro abuso da política de eliminação e subversão do sistema.--- Darwin Ahoy! 03h20min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Estou plenamente de acordo com o que disse o Darwin. Há uma certa relutância de alguns em utilizar a ESR, como se ela fosse algo "nocivo", quando na verdade é uma maneira extremamente eficaz de discutir o conteúdo do artigo (e até de melhorá-lo, exemplos não faltam), e não acarreta obrigatoriamente a exclusão do artigo que foi nomeado para ela, apesar dos temores generalizados destes indivíduos. Passar para PE por qualquer discordância me parece abusivo, e mais fácil seria simplesmente acabar com a ESR, já que sempre vai ter alguém oposto a ela - seja o criador do artigo, ou indivíduos que o fariam por motivações pessoais, removendo a marcação de ESR apenas porque quem a colocou é um de seus "desafetos". RafaAzevedo disc 10h51min de 12 de maio de 2010 (UTC)
E o que fazer quando usuários como você insiste em colocar a marcação mesmo depois dos ajustes ? Onjackmsg 13h30min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Os "ajustes" feitos por "usuários" como você nunca resolvem o problema indicado na ESR (e mesmo assim você sempre insiste em removê-la). RafaAzevedo disc 13h32min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Não é o que diz isso, primeiro você marcou ER, depois tentou marcar ESR, porque você queria marcar ESR em um artigo válido ? apenas porque foi criado por mim ? Onjackmsg 13h40min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Por que não tem o menor sentido se criar um artigo com nome em inglês numa enciclopédia em português, parece-me que deveria ser algo óbvio a todos que editam aqui mas, infelizmente, não é, o nível médio do wikipedista lusófono ainda é baixo demais. RafaAzevedo disc 13h41min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Nesse caso não seria melhor mudar o nome, ao invés de marcar ESR ? pois insistir em marcar ESR em artigos de editores experientes, parece que não é uma boa prática, o que acha ? Onjackmsg 13h44min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Foi exatamente este o resultado da ESR, graças a elas diversos editores opinaram e a coisa não virou guerra de edições (ou você duvida que era isto que teria acontecido, caso eu tivesse alterado o título do "seu" artigo?). A colocação da ESR, como eu disse, não implica que necessariamente o artigo será apagado, apenas aponta um problema nele que merece atenção. RafaAzevedo disc 13h56min de 12 de maio de 2010 (UTC)
Sei, esse problema você acha que resolve-se facilmente apenas insistindo em marca ER e ESR, ou a melhor forma de resolver é opinando e alterando o artigo, como os outros editores ? Onjackmsg 14h11min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Creio que, indo de encontro com o que eu falei mais acima e com o que o Onjack questiona no exemplo de Rolo (manuscrito) (peço que vejam a discussão do artigo), esta votação exemplifica bem o que vem ocorrendo e está sendo questionado. JSSX uai 16h29min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Deixa eu ver se entendi: o FX está mostrando uma votação de PE que está decorrendo sem qualquer problema para "exemplificar" uma suposta "insistência" em marcar com ESR? De fato, faz todo o sentido... :) RafaAzevedo disc 16h39min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Prezados, esqueci de citar dois diffs específicos relativos à votação: [23] e [24] (favor observarem com atenção). JSSX uai 16h47min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Como sempre, você seleciona bem o que mostra em seus preciosos "diffs", e distorce a realidade ao não contar toda a história; faltou citar a discussão absolutamente pacífica que eu tive com o Braswiki a respeito destas marcações, na qual ele me convenceu (com argumentos racionais e não ataques gratuitos e escândalos nos espaços públicos do projeto) de que era mais conveniente levar o caso a PE. Mas claro, apenas detalhes, que não importam a quem não quer mostrar a realidade, e sim apenas falseá-la a seu bel-prazer. RafaAzevedo disc 16h50min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Reservo-me no direito de não responder mensagens do Rafa. Qualquer dúvida (se existir), estou à disposição. JSSX uai 16h58min de 12 de maio de 2010 (UTC)

Eu discordo profundamente da interpretação que o Rafa e o Darwin estão querendo dar sobre a ESR. Também gostaria que o sistema de eliminação fosse por consenso, mas o que temos são as PE, atualmente por votação. A documentação da ESR é muito clara no sentido de que se refere a eliminações não controversas. A própria predefinição que fica na página é destinada a endossos pela eliminação, até porque a documentação orienta que se não concordar com a eliminação, o aviso deve ser retirado e se recomenda a enviar para PE. Então eu não concordo que a ESR é um meio adequado de se discutir as melhorias no artigo, até porque não há uma página própria para isso (apenas a discussão do artigo, onde nem está posta a predefinição que indica porque a página deve ser eliminada) e também porque há um prazo exíguo, apenas 4 dias.
E também não há base alguma em se dizer que o motivo do proponente deve ser contornado para se retirar a marcação. E mais ainda que o próprio proponente é que vai avaliar se a exigência foi cumprida ou não. Havendo polêmica, envia-se para PE, que é o método normal de eliminação, e é o único método que temos para eliminar páginas onde há controvérsias.
Quanto à importância de WP:V, eu também concordo que é um princípio dos mais importantes. Mas eliminar páginas que não tenham fontes, se há contestação, depende de decisão nas PEs. Não se elimina tudo o que não tem fontes, por isso que existem predefinições avisando o caso. Não ter fontes não é motivo para ER e também não é motivo para impedir que se transfira uma ESR em PE. Braswiki (discussão) 20h42min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Concordo com tudo que o Braswiki disse. JSSX uai 22h47min de 13 de maio de 2010 (UTC)

  • Acontece, Braswiki, que no único caso em que me lembro de ter problemas com uma ESR (que não é o do diff acima, embora tenha sido com o mesmo administrador) não foi apresentada qualquer argumentação para a retirada da marcação, o que de acordo com a política pertinente permite reverter a remoção de marcação. De resto, não concordo, de todo, com essa interpretação de que à mínima controvérsia ESR deve passar a PE, e considero isso até um abuso do sistema das votações. Já houveram vários casos, inclusivamente este que ocorreu consigo, em que bastaria a simples remoção da ESR justificada para colocar um termo à questão, e no entanto a coisa foi levada a PE (correndo-se, inclusive, o risco de uma eliminação indevida do artigo). O envio para PE nesses casos, pior que burocracia, é expor o artigo a uma votação de desfecho incerto que pouco ou nada pode ter a ver com o seu conteúdo. Concordo que quando há controvérsia e uma das partes pede a eliminação, o caso deve ir a PE, mas quando não há é absurdo, quando não irresponsável.--- Darwin Ahoy! 00h22min de 14 de maio de 2010 (UTC)
No entanto, estou inteiramente de acordo que o tempo dado às ESRs é muito curto, e deveria ser pelo menos uma semana. Seria de bom senso, a meu ver, que os administradores deixassem a eliminação de ESRs um pouco para trás na lista de prioridades.--- Darwin Ahoy! 00h43min de 14 de maio de 2010 (UTC)
Darwin, nesse caso, como expliquei, a PE já estava criada por outro usuário e com dois votos pela eliminação, portanto não cabia a mim cancelá-la. Em outros casos, onde fica claro que os problemas apontados não existem, concordo em retirar a marcação sem necessidade de PE, avisando ao marcador, que pode enviar a PE, se entender que o caso ainda é de eliminação.
Eu acho um avanço as ESR para esses casos em que é um "quase impróprio", "quase spam", ou um artigo recente que não despertou interesse de outrem e não tem fontes, que são eliminadas sem maiores controvérsias e representam 80 a 90% dos casos, o que já justifica a existência das ESR. Quanto a deixar outras ESR, polêmicas, um pouco mais de tempo, creio que a manutenção da marcação de ESR é um grande risco ao artigo, pois um administrador na pressa, vendo vários dias depois que a marcação ainda está lá, corre o risco de apagá-la, até porque ninguém retirou a marcação tantos dias depois. Não sei se funcionaria na prática. Braswiki (discussão) 14h23min de 15 de maio de 2010 (UTC)

A anglófona mudou hoje seu logo para uma versão mais nova. Já existe uma versão lusófona. Quando a adotaremos? Procurei mas não achei nada que dissesse respeito a adoção desse logo por parte de outras Wikipédias senão a anglófona. ~pikolas [[mia diskuto]] 17h26min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Espero que a gente nunca adopte essa coisa, já que o acho bem mais feio que o actual.--- Darwin Ahoy! 17h47min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Acho que é uma questão de costume. No início eu também achava a nova versão beta bem feia, mas me acostumei, e agora não consigo ficar sem. ~pikolas [[mia diskuto]] 18h21min de 13 de maio de 2010 (UTC)
Quando a gente gosta gosta, quando não gosta engole. Esse novo logo é amesquinhado e lustroso, perdeu o relevo das peças de puzzle e alargou a abertura em cima, parecendo uma casa destelhada. O actual tem ar de coisa em construção, esse parece uma ruína. Enfim, para o actual estado de coisas por aqui, até que vem a calhar.--- Darwin Ahoy! 18h30min de 13 de maio de 2010 (UTC)

Gostei do novo logo da wiki-pt. Edward Pazos (discussão) 22h11min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Ficou bom, mas prefiro o de sempre. Também prefiro o layuot original. Parece que com o novo o computador fica mais carregado, lento. Percebi essa diferença no Commons. --HVL disc. 00h37min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Segundo o pessoal do Commons, a mudança será feita assim que todos os logotipos em outras línguas (em torno de 250) ficarem prontos. A discussão está acontecendo aqui. ~pikolas [[mia diskuto]] 04h40min de 23 de maio de 2010 (UTC)

WikiProjeto:Manutenção


Eu não sei se aqui é o melhor lugar para se discutir isso, eu acredito que sim. Triste o objetivo do WP:MAN. O objetivo do projeto não está sendo realizado (o de wikificação). Muitos wikipedistas pararam de wikificar artigos. Aí, o número de artigos wikificados está caindo muito. Que tragédia na pt-wiki. Também são muuuiiiitos artigos para wikificar. Edward Pazos (discussão) 21h04min de 16 de maio de 2010 (UTC)

A tragédia é a wiki-pt, não o WP:MAN.--- Darwin Ahoy! 18h02min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Falta de interesse, participação, incentivo... --HVL disc. 01h10min de 20 de maio de 2010 (UTC)
...tempo,... CasteloBrancomsg 21h39min de 27 de maio de 2010 (UTC)

Passione


O usuário Rafa Azevedo está fazendo mudanças constantes no artigo passione não respeitando a wikipédia nem as pessoas que trabalham para desenvolver o artigo

usuário RafaAzevedo está fazendo mudanças constantes no artigo Passioneo comentário precedente deveria ter sido assinado por Marcos Eugênio (discussão • contrib.)

Acho importante que toda a comunidade atenta para a discussão que está sendo levantada. Ver minha página de discussão, do Eugênio, do Rafa e, claro, a do próprio artigo.
O histórico dele aponta par uma série de mudanças, que, ao meu ver, são bastante positivas, mas obviamente controversas por irem contra a imagem que temos de um verbete sobre telenovela.
Flávio, o Maddox (msg!contrib) 17h46min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Talvez fosse interessante mandar novelas da Globo pra ER, q tal? Tanta coisa relevante e histórica pra fazer e nego brigando pela ultima novela das 9. O Orkut é aqui. MachoCarioca oi 21h20min de 18 de maio de 2010 (UTC)

  • Desde quando a esplanada virou local para este tipo de discussão? E pelo que me conste as edições do RafaAzevedo seguem o padrão da Wiki para o tema, ou eu perdi algo e mais uma mudança foi definida por alguém e o resto não foi avisado. Fabiano msg 21h23min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Este espaço, de fato, não é o forum para esta discussão. As edições do Rafa estão dentro dos padrões, não foi feita nenhuma alteração nas políticas, pelo menos não encontrei nada a esse respeito. Proponho o arquivamento desta bobagem. Amats disc 04h16min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Suprimir edição, usuário, sumário


Reparei que existe uma nova ferramenta de remoção de uma edição ou parte dela (sumário, conteúdo da edição, usuário) mais simples e mais versátil que o processo de restauro seletivo (exemplo). Como não temos regras bem definidas sobre o uso do restauro, queria saber se está definido quando usar esta ferramenta; que tipo de edição/sumário/nome de usuário deve ser suprimido.--TeleS dê a vozzz -- 22h46min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Já havia sido aberto um tópico sobre isso em Wikipedia:Café dos administradores#Mostrat/Ocultar edição.--TeleS dê a vozzz -- 23h06min de 19 de maio de 2010 (UTC)
  • Espero que o resto da comunidade possa participar desta discussão, até para ela possa definir quando este tipo de ferramenta (muito perigosa na minha opinião) deva ou não ser utilizada. Fabiano msg 23h11min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Iniciei um esboço aqui, com base nos critérios da Wiki anglófona e na política de oversight. Ainda precisa ser melhorado/ampliado. Ruy Pugliesi 02h57min de 20 de maio de 2010 (UTC)
  • Pelo pouco que entendi da colocação do Alchimista lá na frente, trata-se de uma ferramenta que permite a SYSOPS EXCLUSIVAMENTE editarem CONTEÚDO. É isso mesmo? MachoCarioca oi 04h25min de 20 de maio de 2010 (UTC)
    • Não, ela permite que administradores eliminem dados do histórico das páginas. Fabiano msg 04h27min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Baseados na propria interpretação do que deve ficar ou sair? (Não me leve a mal mas é que sempre vejo adm manjado reunido em algum cantinho da Wikipedia me dá coceira) MachoCarioca oi 04h30min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Acima quis me referir a conteudo de historico mesmo, Fabiano. MachoCarioca oi 04h38min de 20 de maio de 2010 (UTC)

A ferramenta deve ser usada apenas em casos de vandalismos claros, com uso de termos ofensivos grosseiros. Por exemplo, se alguém vandaliza uma página e escreve um palavrão no sumário, mesmo que a edição seja revertida, o vandalismo fica visível por qualquer um que visite o histórico da página. Nesse caso, o administrador reverteria a edição e suprimiria o sumário para que ele não fosse visto por "não-administradores". O uso da ferramenta fica registrado nos registros de eliminação da página (exemplo). O texto da anglófona deixa bem claro que só se deve usar a ferramenta em casos de absoluta certeza de que há violação das políticas do projeto. Exemplo: Esta conta foi bloqueada e suas edições foram revertidas. Entretanto, o sumário de edição com termos ofensivos ainda está presente no histórico de alguns artigos e é visível por todos. Nesse caso, o mínimo a ser feito seria a remoção do sumário. Pelo que entendi deveriam ser removidos também os conteúdos de algumas edições ofensivas, como esta. O nome do usuário, o sumário de edição e seu conteúdo podem ser removidos separadamente.--TeleS dê a vozzz -- 04h53min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Teles escreveu: «Nesse caso, o administrador reverteria a edição e suprimiria o sumário para que ele não fosse visto por "não-administradores". »

Não gostei de formação de casta nisso não.....não deixa de ser conteúdo. MachoCarioca oi 04h57min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Não entendi...se refere a esse tipo de conteúdo? Retirar isso, isso ou isso só traz benefícios ao projeto. É um sinal de respeito aos que se incomodam com esse tipo de linguagem e preconceito (em alguns casos, crime inclusive).--TeleS dê a vozzz -- 05h07min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Eu sinceramente vejo tudo isso como histórico deste projeto e uma boa ideia de como ele é e foi feito através dos tempos, com todos seus pró e contra. Claro que se trata da minha opinião. Acredito que apagado aqui só a pedido do proprio autor, como informações confidenciais, estas coisas no genero. MachoCarioca oi 05h30min de 20 de maio de 2010 (UTC)

  • No que pode ser útil: a ferramenta permite remover sumários ofensivos (palavrões, baixo calão, dados pessoais), o que antes era possível só com gambiarra e sumia totalmente do histórico e era processo + complicado de fazer; pode ser usada para esconder a ação do burocrata ao renomear um utilizador, pois isto fica no histórico da PU e PDU, revelando o nome da conta antiga, caso não use redirect; pode ser usada com calma para remover VDA do histórico; remover dados pessoais, dados ofensivos criados por conta de ataque do histórico até ser avisado para fazer o oversight total, evitando propagação de links pela Wiki ou Internet; inserção de material que leve a páginas que difamem a Wikipédia ou um usuário, evitando a mesma propagação de links por consulta ao histórico; além do que o MC disse acima, que as vezes acontece por engano com novatos; divulgação de conteúdos de e-mails e contatos por comunicadores externos sem autorização. No caso tudo fica no histórico riscado, mas só administradores conseguem ver o diff. Ferramente deveria ser usada com justificação obrigatória de registro no log. --Dé ✓ (☞SCRAP - @) 05h45min de 20 de maio de 2010 (UTC)
Além de suprimir edições, é possível suprimir registros, como os de bloqueio (o registro fica riscado, indicando que houve supressão. A data permanece). Servirá bem para casos em que o nome de uma conta de ataque é uma ofensa grave. Devemos ser mais rígidos com essa possibilidade.--TeleS dê a vozzz -- 05h53min de 20 de maio de 2010 (UTC)
Exato. É uma solução rápida para estes casos, até a conta ser renomeada, como acontecia com vândalos atacando usuários com criação de contas. --Dé ✓ (☞SCRAP - @) 05h55min de 20 de maio de 2010 (UTC)
Correto. Só lembrando que, nesses casos, a conta não é mais renomeada e é feito um oversight mesmo.--TeleS dê a vozzz -- 06h02min de 20 de maio de 2010 (UTC)
    • Vou deixar minha posição bem clara, não confio em mais do que cinco ou seis administradores deste projeto atualmente e como para desnomear algum é preciso um milagre, me posiciono contra a utilização desta ferramenta. Se acham que este tipo de ação é necessária peçam a um "steward" que realize as edições de "limpeza". Fabiano msg 06h09min de 20 de maio de 2010 (UTC)
Essa ação é similar ao restauro seletivo. Como falou o Dédi's, isso antes já era possível de ser feito de uma forma menos clara até, pois as edições ficavam escondidas no histórico e agora ficarão riscadas, indicando a todos que houve supressão. O conteúdo fica visível apenas a administradores, mas qualquer usuário pode requerer acesso a ele se não houver supressão por oversighters. Se houver dúvidas se houve abuso, qualquer administrador pode disponibilizar o conteúdo do que foi suprimido, incluindo aqueles cinco administradores nos quais confia.--TeleS dê a vozzz -- 06h31min de 20 de maio de 2010 (UTC)

Como reparei que ainda existem algumas dúvidas, vou começar por explicar um pouco a ferramenta. À semelhança do oversight, esta ferramenta permite ocultar no histórico edições, sumários e usuários, seja somente um dos elementos ou todos eles. A diferença entre esta e o oversight é de que as edições escondidas estão acessíveis e podem ser revertidas por qualquer sysop, e o oversight está somente visível para os oversight, para além de uma edição deles somente poder ser revertida por um developer. Na prática, a ferramenta não é nada mais do que o actual processo de eliminação e restauro selectivo. Como falei no café dos administradores, deve somente ser usada em casos graves que não se justifique a acção de um oversight, sendo preferível que se estabelecam critérios gerais de utilização, e já foram indicados aqui alguns exemplos de boa aplicação da ferramenta. Alchimista Fala comigo! 08h25min de 20 de maio de 2010 (UTC)

excelente! me lembro de qdo colocaram um texto bem ofensivo na PDU de uma usuária aqui, se isto já existisse na época seria mto mais fácil a retirada. na época eu cheguei a criar um tópico na esplanada pra implementar o oversight aqui, por este tipo de manipulação só ser possível a eles, o que não faria hoje. é mto óbvio que toda a comunidade que decidirá a política, não tem política aqui que seja definida só por sysop.--Lépton msg 10h41min de 20 de maio de 2010 (UTC)

  Apoio totalmente a utilização desta ferramenta. Lembro que tempos atrás eu sugeri algo parecido, só que utilizando a (agora antiga) ferramenta de restauro seletivo (perdi um tempo danado procurando isto nos arquivos da Esplanada mas não encontrei). Essa nova ferramenta é melhor porque o registro da eliminação fica incorporado ao histórico do artigo, visível a todos, ao contrário do outro método, em que os registros de eliminação e de restauro ficariam em uma página separada (mais escondida). É só definir os casos em que essa ferramenta pode ser utilizada e pronto. Nada a temer. Filipe Ribeiro Msg 12h51min de 20 de maio de 2010 (UTC)
    • Não entendo o gosto que alguns tem por ocultar fatos, parece que tem um medo de deixar a mostra aquilo que a Wikipédia é, um site aberto para todo tipo de pessoa. E quando muitos administradores são a favor me deixa mais preocupado ainda. Fabiano msg 21h06min de 20 de maio de 2010 (UTC)
A ferramenta deve servir apenas para retirar conteúdo ilegal do site, como violações dos direitos de autor ou difamação, conforme WP:BPV (Também pode servir para retirar do histórico revelações de informação pessoal de wikipedistas não disponível publicamente, mas na minha opinião isso deve ser apagado na mesma por stewards). Se é ilegal, não tem porque deixar acessível no histórico para toda a gente ver. Se não confiam nos administradores, não os tivessem elegido, mas isso não muda o facto que a ferramenta está disponível , pelo que seria melhor definir exactamente o que pode/deve ser permitido fazer com ela. GoEThe (discussão) 08h18min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Me parece que ilegal aqui é apenas VDA e invasão de privacidade, não? MachoCarioca oi 08h24min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Sim, ilegal será o VDA e invasão de privacidade, contudo tal como falou o Goethe podemos igualmente aplicar a difamações em Biografias. A informação privada de wikipedistas também creio que deva ser retirada por oversight. Alchimista Fala comigo! 09h38min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Em casos de ofensa grave, a ferramenta também deve ser usada. Devemos diferenciar em que casos as duas ferramentas (oversight e eliminação) são usadas. Informação de dados pessoais não deve ser vista nem por administradores e, por isso, deve ser removida com oversight (primeiramente, pode ser eliminado caso um steward não esteja disponível, mas deve ser suprimido em seguida). A eliminação de uma edição deve ser feita em casos de vandalismos claros quando há uso de sumário com termos ofensivos ([25], [26], [27]), para remoção de ligações para páginas com conteúdo puramente difamatório, racismo ([28]) ou qualquer outro tipo de preconceito (crime), ataques com ofensas grosseiras a usuários. Não há motivo para a permanência desse tipo de informação. O único benefício é servir de "rastro" para detectar vândalos. Por isso, não deve ser feito oversight na maioria dos casos.--TeleS dê a vozzz -- 10h47min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Bom, pra mim isso tudo que mostrou é a historia da Wiki, independente dos termos e deve continuar aqui. Acredito que na sua mão e na de mais alguns adms, essa ferramenta será usada apenas como instrumento de censura mesmo. Uma coisa é o que o OS2Warp fez com a Lucpila, outra é xingamento de maluco, coisas de nicks anonimos, algo que pode ficar na nossa lata de lixo sem problemas, faz parte de algo como isso aqui, de portas abertas a qualquer um. Se isso for utilizado aqui, acredito que deva haver uma regra muito estrita do 'em que' usar antes. Abracim. MachoCarioca oi 11h18min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Eu concordo que isso deve ficar na lata do lixo, mas não concordo que o histórico seja lata de lixo e por isso acho que esses termos devem ser removidos em respeito aos que se incomodam com isso. Eu não me incomodo (com exceção de edições criminosas) e parece que você também não, mas não devemos pensar a partir de nossas opiniões. Certas ações não precisam ser suprimidas, pois são pouco acessadas; só aparecem se procurarmos com vontade. Entretanto, o histórico de artigos e páginas de usuários são vistos por muitas pessoas, de diferentes culturas, religiões. Os sumários usados por este usuário e seu nome, por exemplo, com certeza são ofensivos pra alguém e estarão lá no histórico de um artigo que não tem nada a ver com isso. Esse usuário é registrado, mas devemos lembrar que IPs podem ser usados por diferentes usuários que verão "suas" contribuições, mas nada têm a ver com isso (comum em escolas, por exemplo, em que são usados IPs partilhados). Uma senhora católica de 70 anos não precisa ver isso. Um jovem da Igreja Universal sem dúvida se sentirá ofendido com isso. Acho que racismo, por exemplo, não deve continuar aqui, nem em qualquer lugar à vista de todos. Eliminamos artigos impróprios e não se atribui essa carga negativa de "censura". Da mesma forma, devemos eliminar edições impróprias (definidas aqui). Isso nada tem a ver com censura; tem a ver com respeito aos outros usuários. A Wikipédia possui normas de conduta. Não podemos permitir ataques de alta gravidade a pessoas, religião, etnia, com o falso argumento de que se impedirmos essas ações estaríamos "censurando" ou "impedindo a liberdade de expressão". Se tivermos que usar a falta de confiança nos administradores como argumento, não usaremos qualquer outra ferramenta administrativa. Ainda assim, existem meios de se proteger contra abusos e isso deve ficar bem claro na página sobre o uso dessa ferramenta.
Concordo com sua última frase. Pra isso abri esse tópico.--TeleS dê a vozzz -- 02h30min de 22 de maio de 2010 (UTC)
tu tem mta paciência teles.... mta...... se um sysop usar esta ferramenta a ação ficará visível a todos no histórico, então caros 'defensores da moral e dos bons costumes', fiquem despreocupados!! com exceção de 'riscar' o nome do user e o sumário, o que a ferramenta se propõem a fazer já era possível de maneira menos visível. exatamente por isto deveriam é estimular seu uso, pois assim poderão fiscalizar de maneira mais fácil os sysops malvados.--Lépton msg 12h19min de 22 de maio de 2010 (UTC)
  • A ferramenta é sobretudo preventiva. Vamos supor que alguém descubra o nome real de outro Wikipedista que não quer ter seu nome divulgado e saia divulgando isso com um ip nos sumários e textos. Além de bloquear o editor, evitamos que a informação seja propagada, causando danos maiores. Escondemos o diff e o sumário até chamar alguém para fazer o oversight total do histórico. --Dé ✓(☞SCRAP - @) 16h42min de 25 de maio de 2010 (UTC)

Repensar seriamente o princípio da verificabilidade

Índice

15 de maio de 2010Editar

A minha ideia inicial foi propor que a Ajuda:Guia de eliminação/Tutorial de votação fosse reescrita com o objetivo de deixar claro que alguns tipos de argumentos frequentemente usados a favor da manutenção de artigos em Páginas para eliminar não são aceites. Vou apenas mencionar dois que me parecem mais necessários, pois prefiguram atropelos graves aos princípios da wiki, nomeadamente ao princípio da verificabilidade, embora talvez muitos nem se apercebam disso, nem sequer os que os escrevem, que muitas vezes são editores experientes:

  • "...só falta procurar fontes..."
  • "...é notório porque isto ou aquilo...", quando 'isto ou aquilo' não constam do texto do artigo ou não são baseados em fontes.

Só a título de exemplo, escolhidos ao acaso, sem preocupação de procurar outras situações mais evidentes, veja-se o que aconteceu recentemente nos seguintes casos. Peço que se concentrem apenas nos detalhes que apontam, não no historial completo, pois felizmente até é frequente que os artigos mantidos acabem sem problemas de maior. Apelo ainda aqueles cujas intervenções são referidas que nisso não vejam qualquer tipo de acusação ou sequer crítica pessoal, pois não essa não é, de todo, a minha intenção.

Artigo em causa Argumento (ou parte dele) usado para manutenção Versão do artigo quando o argumento foi escrito Comentário
Wikipedia:Páginas para eliminar/Grupo Perspectiva Integral «Foi um dos líderes de mercado na época áurea dos cursos "pré-vestibulares" no Rio de Janeiro, como o MVI, o Miguel-Couto Bahiense e outros...» [29] No artigo não consta a informação usada no argumento
Wikipedia:Páginas para eliminar/Boca do Lixo (São Paulo) «Boca do lixo e Cracolândia são coisas distintas...» [30] No texto do artigo: «Nos anos 1990, o local passou a ser conhecido como a Cracolândia.». Seis dias depois, no último dia da votação, é que o texto foi alterado para «parte do quadrilátero foi chamado de cracolândia», o que já está mais próximo de validar o argumento usado, mas continua a não ser clara a distinção entre os dois lugares/nomes.
Wikipedia:Páginas para eliminar/Salesianos do Estoril Aqui o que é ilustrativo não é o argumento propriamente dito, mas o comentário genérico do Espadeiro Ver a minha resposta. Versão do artigo quando foi marcada a PE: [31]

No entanto, pus-me a pensar que propor tal coisa seria uma grande presunção da minha parte: afinal, se tanta gente aceita e/ou usa esses argumentos, pode dar-se o caso de serem eles que estão certos. Mais, certo nem é o termo correto, a wiki é completamente livre, e quem decide as regras por que se rege é a comunidade, por isso quem sou eu para ir contra um conjunto de práticas e conceitos do que é lícito ou ilícito fazer?

E cheguei então à conclusão que o melhor, senão em termos do que está "mais certo" ou "mais errado" e do que "deve ser a wiki", pelo menos em termos de harmonizar a prática com as regras escritas, será alterar estas últimas, por mais que alguns de nós, quixotescamente, ache isso muito mal. Entre ter regras muito boas que só são cumpridas quando nos apetece e outras menos boas que sejam mais usadas na prática, a última solução afigura-se-me muito mais lógica. Afinal o ótimo é inimigo do bom, e em vez de andarmos constantemente a "brigar" uns com os outros, vamos à nossa vidinha, que pode até passar por editar artigos, tenham eles fontes ou não, desde que sejam sobre assuntos que nós achemos notórios.

Não sei bem em que termos se poderia definir essa norma ou lista de "casos em que a WP:V se pode mandar às urtigas se a comunidade assim o entender", mas por mais absurdo que soe (e é-o realmente), muito mais absurda é a situação em que vivemos de constante atropelo às normas. Ou será isto um problema cultural lusófono de encarar as leis como algo para cumprir só quando estamos para aí virados? --Stegop (discussão) 23h19min de 15 de maio de 2010 (UTC)

Acho que está a falar de várias coisas diferentes. Verificabilidade e CITE são coisas ligadas, mas diferentes. Outra coisa é a visão de que uma PE é uma simples votação sem que haja interacção com o texto do próprio artigo. É normal que a interpretação da relevância de um assunto misture factos já presentes no artigo, com fontes ou sem elas mas do conhecimento geral, e de factos conhecidos pelos votantes, mas que não esteja presente no artigo. Mas o problema é que quem vota para apagar, considera que quem quer manter é que deve melhorar o artigo, já que o querem manter, e quem quer apagar, acha uma perda de tempo uma votação sobre algo "obviamente" notório. Um outro problema é que a "pressa" em ir logo para PE, quando a página de discussão do artigo não é sequer utilizada nem é pedido normalmente ao usuário que criou que melhore o artigo para que esteja mais de acordo com as políticas. GoEThe (discussão) 23h40min de 15 de maio de 2010 (UTC)
Caro, Stegop. Seja bem-vindo ao clube dos que gostariam de aproximar a lei à prática na Wikipédia Lusófona. Frente à mensagem que acaba de postar, eu não sei nem por onde começar meus comentários, mas fico feliz que haja usuários preocupados com isso. Em primeiro lugar, vou observar que já existem ensaios sobre argumentos em discussões sobre eliminações: Wikipedia:Argumentos a evitar em discussões de eliminação e Wikipedia:Argumentos pertinentes em discussões de eliminação. Existe também um ensaio chamado Wikipedia:Votações são maldosas. Outra coisa a ser observada é que verificabilidade, ponto de vista neutro e nada de pesquisa inédita são princípios oriundos dos cinco pilares e não são negociáveis. Claro, cada comunidade deve discutir a melhor maneira de adotá-los dentro de sua cultura, mas não é permitido revogá-los. No caso específico das biografias de pessoas vivas, existe uma resolução do Board que se encontra em http://wikimediafoundation.org/wiki/Resolution:Biographies_of_living_people. Na opinião, os princípios editoriais da Wikipédia precisam ser mais respeitados dentro de nosso projeto. A impressão que tenho é que em algum momento de sua história, não se deu a devida importância a eles e o projeto cresceu sem fomentar observância às política e recomendações. Se a verificabilidade fosse um preceito tão respeitado como respeito ao direito autoral desde a gênese da wiki.pt, hoje um artigo seria eliminado por falta de fontes fiáveis com o mesmo empenho como as VDAs. Reverter esse processo agora é mais difícil, mas deve ser uma meta de todos. (com conflito, mas a análise do Goethe é bem verdadeira). Lechatjaune msg 23h51min de 15 de maio de 2010 (UTC)

16 de maio de 2010Editar

Citação: Lechatjaune escreveu: «Se a verificabilidade fosse um preceito tão respeitado como respeito ao direito autoral desde a gênese da wiki.pt, hoje um artigo seria eliminado por falta de fontes fiáveis com o mesmo empenho como as VDAs. Reverter esse processo agora é mais difícil, mas deve ser uma meta de todos.»
Eu espero, sinceramente, que nunca cheguemos a esse ponto. Não concordo de maneira alguma com a equiparação de um artigo sem fontes à violação de direitos autorais. A segunda é crime segundo a maioria dos códigos legislativos do mundo, a primeira, se muito, é desvio das recomendações do projeto. E acho que em um projeto dessa natureza é inutilmente utópico querer que todos os editores, registrados ou não, contribuam da forma que seria ideal. O projeto está em constante aperfeiçoamento. Já perdi as contas de quantas vezes coloquei fontes em artigos e estou certo de que muitos outros editores também. Nem por isso considero que os artigos não fossem verificáveis antes de acrescentar as fontes. Apenas não estavam adequados às políticas do projeto. Eu não tenho poder de tornar nenhum assunto verificável. Verificáveis eles sempre foram. Dornicke (discussão) 01h49min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Dito isso, acho que seria igualmente útil ao projeto, em alguma oportunidade, discutir o que são as tais das fontes reputadas, fiáveis e independentes que servem para provar que um assunto é verificável - e não para tornar um assunto verificável. É uma discussão que, acredito, faz muita falta por aqui. Adotamos um sistema, aparentemente, idêntico ao da matriz anglófona... não me parece que seja adequado, dada às gritantes diferenças qualitativas entre o mercado editorial anglófono e o lusófono - sobretudo, o brasileiro, tão concentrado e restrito em termos de pluralidade e diversidade. Dornicke (discussão) 02h19min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Dornicke, posso assinar embaixo? MachoCarioca oi 05h13min de 16 de maio de 2010 (UTC)

PS O que mata uma nação é a burocracia excessiva, O que mata a wikipedia são seus burocratas. E não falo do cargo. Raciocinar ninguém quer.

PS2 Aproveito para declarar que só voto em PE pelo unico requisito que me parece mais justo e culto de se fazer uma enciclopedia, a relevancia do assunto. (que é um criterio pessoal meu, pelo meu nivel cultural e de conhecimentos gerais, e isso cada um tem o seu) O resto é carimbo em papel.

Interessante a discussão, pois incentiva a harmonização da política de eliminação e diminuição de conflitos que denotam análises mais abstratas que normativas. Sim, teoricamente, a harmonização já existe pelas regras que deveriam ter adesão tácita e conhecimento mesmo antes de cada participante ir à votação. No entanto, se as regras pudessem ser tão claramente aplicadas, a votação seria desnecessária. Os administradores não precisariam consultar o restante da comunidade antes de eliminá-los, mas democraticamente, como contempla este projeto, a votação mostra que, por vezes, nos enganamos em relação a alguns artigos. Pelo que percebo as votações engendram até mesmo uma proposta encorajadora para melhorar e até mesmo salvar os artigos, como acontece frequentemente. Se não fosse possível aplicar melhorias e as tentativas tivessem exaurido antes da PE, toda votação seria facilmente prevista. O que muitas vezes acontece é que vão às votações artigos (muito) ruins, que temporariamente podem estar pouco ou nada verificáveis, mas que aguardam a verificabilidade. Por isso, assim como o Dornicke, a falta de fontes não indica a falta de notoriedade permanente do assunto, mas talvez transitória. Às vezes, uma passada pelo Google indica as fontes fiáveis que o artigo não tem e poderia receber. Alexandre msg 23h01min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Queria também adicionar que mesmo problemas de relevância podem ser tratados com menos imediatismo. É apenas mais uma categoria de manutenção, que pode ser resolvido com mais calma do que os poucos dias de uma PE, basta ver como esses problemas são tratados noutros sítios. GoEThe (discussão) 07h56min de 16 de maio de 2010 (UTC)

  • Há uma questão relacionada com este problema que me parece ser bastante importante. Foi decidido aqui que, antes de se propor uma página para PE se devia tentar falar com o criador do artigo, pois ele poderá acrescentar dados que podem evitar a necessidade da página ir para votação. Também é frequente não se avisarem os editores que acrescentaram algo ao artigo de que o artigo está em votação. Isto quer dizer, na minha opinião de que deve haver, por uma questão de boa educação, um aviso aos que já contribuíram no artigo, permitindo-lhes melhorar o artigo ou serem ouvidos durante a votação.--João Carvalho deixar mensagem 11h33min de 16 de maio de 2010 (UTC)

A questão é que a falta de respeito tem campeado entre os editores, num nivelamento por baixo. Quando voto, voto no que compreendo seja importante numa enciclopédia que à partida pretendia ser "livre", está em permanente construção (é importante grifar para quem fantasia que está a consultar - de graça - a Britânica), e onde existem ferramentas como as tags de "mínimo" e "carece de fontes", entre outras, para indicar aos leitores onde é que possível melhorar ou complementar os textos. A Wikipedia não é feita por académicos para académicos: o maior número de usuários são mesmo estudantes e pessoas comuns, em busca de informação. Entretanto, uma pressão neurótica - fruto de insegurança de alguns editores - por fontes ou por "precisão" leva a autênticas escaladas de conflitos, numa grande fogueira de vaidades. Quando eu afirmo o que afirmei na justificativa pinçada como exemplo acima, que aquele curso foi importante, faço-o como editor, e como pessoa que viveu aquele período/mercado à época. Por acaso fui aluno dele e, mais tarde, vim a ser professor de cursos preparatórios por quase uma década em outro cenário do mesmo mercado. Mas não, não disponho das fontes do que vivi e, no meu melhor entendimento, à época em tela não havia rankings de cursinhos e nem estudos académicos acerca da génese e evolução desse mercado - o que seria classificado como "pesquisa inédita" por outro grupo de editores e, do mesmo modo, rejeitado. A informação não consta no verbete porque (a) não fui o editor dele; (b) não sou obrigado a inserí-la nele; e (c) estou a aditar a minha informação como justificativa no espaço próprio - justificativa essa ora sendo questionada. E vamos fazer o quê? Citar a quantidade de propaganda no Jornal dos Sports, que tradicionalmente cobria o mercado de concursos à época, antes do surgimento da Folha Dirigida? Ou deixar que a informação se perca com a deleção do verbete por não atender a quesitos "academicistas"? Por outro lado, ou eu estou de boa-fé a afirmar o que afirmo ou sou leviano. Além de que o editor A ou B não gosta de ser contrariado em declarações muitas vezes, francamente prepotentes. Deixa-se de discutir os objectivos iniciais do Fundador e começa a discutir-se uma educação que anda, sim, a fazer um bocadito de falta na comunidade. Mas isso é matéria de opinião. Carlos Luis Cruz (discussão) 12h39min de 16 de maio de 2010 (UTC)

(conflito de edição)

Atendendo ao convite do Stegop, trago aqui minha opinião sobre o assunto, que vejo como um dos principais focos de conflito da ptwiki atualmente. Como bem disse o Lechat, o princípio da verificabilidade não é negociável; pelo contrário, é essencial ao projeto. Se a comunidade lusófona achou que até hoje poderia ignorá-lo (como também achou que a necessidade de fontes era dispensável; vi outro dia uma editora antiga queixar-se que "em 2006 não existia a tal exigência de fontes que existe agora") a culpa é da comunidade, e não da regra; agora deve-se fazer o esforço de fazer valer o que efetivamente já deveria estar em prática. As regras inclusive são bem claras a este respeito: qualquer editor pode remover conteúdo sem fonte ou que não satisfaça o princípio da verificabilidade, portanto enviar para ER, ESR ou PE um artigo que não as tem não só é lógico, como o correto a fazer.

Como o Lechat também citou, já existem recomendações e diretrizes sobre como os votos devem ser dados, mas infelizmente elas são simplesmente ignoradas, e as PEs se tornam cada vez mais um espaço onde tipo de rivalidade pessoal é utilizado como desculpa para voto, seja contra ou a favor; vota-se mais contra ou a favor do proponente da PE do que pelo seu assunto em si. As justificativas então, tem desde "voto de protesto" até "au au", são piadas. Muitos também parecem ainda não ter se dado conta de que a Wikipédia é acessada por gente de todo o mundo, e não apenas de um local em particular (os brasileiros em especial têm esta mentalidade); então assuntos que são óbvios para x nem sempre o são para y, e é por isso que a necessidade de fontes se torna ainda mais importante. O problema, como já foi mencionado, é que dificilmente quem vota para manter acha que cabe a ele ajudar a "salvar" o artigo, pelo contrário, são frequentes as tentativas de se inverter o ônus, e acusar quem enviou o artigo para a eliminação de ser responsável por "melhorá-lo" (!), e citam a exigência de fontes (num artigo que não as tem) como "obsessão por fonte", com a mentalidade "eu conheço então existe", pouco apropriada, a meu ver, a um projeto colaborativo como este. RafaAzevedo disc 12h43min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Concordo com o Rafa em tom geral mas não concordo que "as PEs se tornam cada vez mais um espaço onde tipo de rivalidade pessoal é utilizado". Pode até ser verdade, mas não me é claro. Desde que acompanho as PEs, observo esse tipo de comportamento, mas tenho a impressão que houve um pequeno avanço nas discussões. Pelo menos, hoje é comum os editores discutirem fontes fiáveis e verificabilidade enquanto é difícil encontrar nas discussões mais antigas menções a tais páginas. O excesso de valorização para o conceito de "notabilidade" (que não é um princípio tão rígido) ainda é um vício, mas pouco a pouco, vejo os usuários começarem a se preocupar com a qualidade da informação, ponto de vista neutro e verificabilidade. Lembro também que antes da obrigatoriedade da justificativa de votos, jogávamos para baixo do tapete nossa incapacidade de observar as políticas e recomendações. Lembro do quão constrangedor era quando um usuário perguntava "por que minha página foi eliminada" e eu tinha de indicar uma página de votação onde nenhum justificativa era apresentada para tantos votos em apagar e o usuário perguntava "de onde vêem esse votos? Quem são essas pessoas? Qual é formação deste corpo de referees?".
Também concordo que não se deve derrubar a casa enquanto em construção e que a eliminação do conteúdo deve ser vista como último recurso. Por outro lado, qualidade e confiabilidade do material melhora a reputação do projeto e ajuda a trazer editores qualificados. Lechatjaune msg 15h37min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Citação: RafaAzevedo escreveu: «As regras inclusive são bem claras a este respeito: qualquer editor pode remover conteúdo sem fonte ou que não satisfaça o princípio da verificabilidade, portanto enviar para ER, ESR ou PE um artigo que não as tem não só é lógico, como o correto a fazer.»
Exatamente. As regras são bem claras. Qualquer editor pode remover conteúdo sem fonte ou que não satisfaça o princípio da verificabilidade (tal qual na anglófona, em que material sem fontes "may be challenged and removed"). Quando a regra disser que qualquer editor deve fazê-lo (must be challenged and removed), aí sim essa proposta teria um mínimo de cabimento e não seria um mero atentado, não apenas às próprias regras do projeto como ao espírito da Wikipédia, que é o de incluir e não de excluir. Não há absolutamente nenhuma regra do projeto ou recomendação que permita a qualquer usuário subentender que "enviar artigos sem fontes para PE, ESR ou ER é o lógico e correto a fazer". Ainda bem. Acho que os legalistas estão precisando ler melhor as regras. Dornicke (discussão) 17h23min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Atentado ao projeto, e aos leitores, é empurrar a ele um monte de informações não-referenciadas. É este tipo de mentalidade, aliás, que deixou a Wikipédia tão em descrédito, tanto entre a comunidade científica e acadêmica quanto com os leitores comuns; é notória por aí a imagem de que os artigos da wiki-pt são uma porcaria (isso quando os interlocutores são educados). Não é surpreendente. RafaAzevedo disc 17h28min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Aliás, já que se está invocando o espírito da Wikipédia, trago aqui uma citação do seu criador, o Jimbo Wales (embora nas atuais conjecturas talvez não seja sábio citá-lo):
I can NOT emphasize this enough. There seems to be a terrible bias among some editors that some sort of random speculative "I heard it somewhere" pseudo information is to be tagged with a "needs a cite" tag. Wrong. It should be removed, aggressively, unless it can be sourced. This is true of all information, but it is particularly true of negative information about living persons.
Portanto, como se vê por este trecho, retirado de uma mensagem entitulada Zero information is preferred to misleading or false information ("melhor nenhuma informação que informação falsa ou enganosa", numa tradução livre), a necessidade de se referenciar o que se coloca nos artigos parece estar no cerne do tão invocado "espírito Wiki". RafaAzevedo disc 17h38min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Jimmy Wales escreveu: «I think a fair number of people need to be kicked out of the project just for being lousy writers. (This is not a policy statement, just a statement of attitude and frustration.)»[32] Talvez fosse melhor ir por aqui, ahaha! GoEThe (discussão) 17h49min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Pobre da ptwiki, se isso acontecesse! :) RafaAzevedo disc 17h52min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Rafa, creio que o Dornicke não discorda que devemos satisfazer o princípio da verificabilidade, se discordasse, não se dedicaria à inclusão de fontes em artigos. O que parece defender é entre melhorar o texto e apagá-lo, é preferível a primeira opção. Lechatjaune msg 17h52min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Evidente que eu também concordo com isso, Lechat, o que me incomoda é que o ônus de "provar" que a informação é relevante e enciclopédica (e até mesmo de referenciá-la!) parece ter passado a quem a questiona, e não a quem quer mantê-la. RafaAzevedo disc 17h53min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Isso lá é verdade e para essas situações é que acho que PEs poderiam gerar como resultado a manutenção provisória: quando os defensores do "mantém" ganham um período para reparar os problemas do artigo. Lechatjaune msg 18h00min de 16 de maio de 2010 (UTC)
  • Uma sugestão que não sei se será viável. Marcar uma página, para ir a votação após dois dias da marcação e obrigatoriedade de se avisar todos os que editaram essa página até esse momento. Daria tempo para alguém tentar colocar fontes ou mais informação. Após esses dois dias de espera, qualquer um poderia retirar a marcação ou colocá-la mesmo em PE. Se alguém não concordar com a retirada do aviso, pode colocar na mesma para PE (apesar de terem tirado o aviso) sem ser necessário desta vez esperar dois dias. --João Carvalho deixar mensagem 18h15min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Não entendi. Lechatjaune msg 18h25min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Eu acho esta atitude excelente, Algébrico. Eu uma das votações você me alertou que eu (sem me dar conta) estava a construir um Frankestein. Imediatamente mudei meu voto. Acho que o importante é estarmos interessados em construir uma excelente enciclopédia. Ricardo Ferreira de Oliveira deixar mensagem 23h29min de 18 de maio de 2010 (UTC)
<conflito>
    • Não penso que o princípio da verificabilidade seja um problema e sim sua aplicação, quantos artigos e não vou citar uma área específica para não causar um debate desnecessário que passaram por votações e ficaram em que a fonte que foi utilizada para manter faz referência única que tal "item" existe e não o referenda como algo importante. Melhoraria e muito se as pessoas que querem manter artigos providenciassem fontes que comprovem relevância e não como hoje, que basta provar que existe para manter aqui. Fabiano msg 18h58min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Lechatjaune, vou tentar explicar de outra forma. Marca-se um artigo como candidato a PE, mas só como candidato (não vai ainda para votação). Durante dois dias, antes de ir para votação, o criador do artigo e outros editores devem melhorá-lo de forma a não ser necessário chegar-se à votação, ou seja, os artigos ficariam dois dias em quarentena para serem colocadas fontes e mais informação. Passados esses dois dias, ou se retira o aviso, ou coloca-se mesmo em votação. Nota importante: o criador do artigo e os outros editores têm de ser avisados da marcação do artigo, para saberem que têm dois dias para o melhorar, senão vai para votação mesmo. Não sei se me soube explicar convenientemente. Às vezes é difícil de explicar as nossas ideias e por vezes é difícil compreender as ideias dos outros (o pt-pt e o pt-br, apresentam algumas diferenças na construção das frases) --João Carvalho deixar mensagem 20h20min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Se for possível implantar tal sistema, parece-me uma boa idéia. Dornicke (discussão) 20h25min de 16 de maio de 2010 (UTC)
  • Eu discordo da proposta do João, antes de pensar nisto deveria se aplicar com mais rigor tudo que está definido em O que a Wikipédia não é para eliminações rápidas. Muito do que vai para votação e ESR, nem precisaria ir se fosse aplicado ER (claro também se as páginas para Er não ficassem mofando como ficam hoje). Fabiano msg 20h31min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Esta ideia não seria mais ou menos o que é a ESR? RafaAzevedo disc 21h04min de 16 de maio de 2010 (UTC)
  • Semelhante, mas com um prazo muito mais curto e com a obrigação de aviso aos editores do artigo, coisa que infelizmente não costuma ser feita por estas bandas, além de que não seriam eliminadas por um administrador, mas sim colocadas em votação. --João Carvalho deixar mensagem 21h17min de 16 de maio de 2010 (UTC)
Pois eu concordo como Rafa. Acho que esta função já é coberta pelas ESRs. O problema que vejo é que quando uma página é proposta para eliminação e alguém melhora o artigo ou a discussão avança, os votos deixados permanecem válidos, mesmo que a justificativa tenha se tornado superada (e isso acontece nos dois sentidos: manter e eliminar). Não, parece algumas pessoas continuam votando com base na justificativa como se não tivesse sequer lido a página em avaliação. Outro fato a ser considerado quando se discute processos de eliminação é imagem do projeto frente à comunidade da Internet. Vou apenas citar um exemplo: Wikipedia:Páginas para eliminar/Cláudio Fortunato Michelon Jr. fechada por unanimidade com sete votos válidos. Depois disso, a página foi recriada duas vezes e duas vezes eliminadas por ER5. Recentemente eu descobri que o verbete havia sido escrito por um amigo do biografado que depois escreveu em seu blog "Apenas para se der uma idéia do grau de “relevância” dos editores da Wikipédia, o primeiro a excluir o artigo referido, Jeferson, tem, em sua página na Wikipédia, como informação mais relevante acerca de sua formação o fato de ser são-paulino; o segundo, Luckas Blade, que também entendeu que saber mais sobre Cláudio Michelon seria “irrelevante”, se identifica apenas como estudante, sendo que da sua página se pode apreender, como informação que deve ser de extrema relevância, que ele faz parte de um grupo de wikipedistas que gosta de batatas fritas e da cor azul. O último a apagar o artigo, que se identifica como Lechatjaune, tem interesses mais identificados, todos no ramo das Ciências Exatas, passando por bolas de gude. Nada, no entanto, no campo da Filosofia, Direito ou Filosofia do Direito. Não seria, portanto, um bom árbitro acerca da relevância de um Jus Filósofo." A frase do verbete à época da eliminação era "Cláudio Fortunato Michelon Jr é um acadêmico brasileiro que leciona na Universidade Federal do Rio grande do Sul (onde está licenciado) e na Universidade de Edimburgo." sem fontes alguma, apenas uma ligação externa para a homepage do acadêmico. Acredito que se as discussões de eliminação girassem mais em torno do conceito de verificabilidade e se exigissemos que relevância fosse comprovada por fontes fiáveis ao invés de tentar fazer juízo de valor como se a presença de um artigo na Wikipédia fosse uma comenda, a imagem do projeto frente à comunidade melhoraria, os conflitos nas discussões diminuiriam, mas artigos impróprios seriam eliminadas e mais artigos válidos seriam salvos. Lechatjaune msg 22h30min de 16 de maio de 2010 (UTC)

Se a minha sugestão não tem aceitação, então esqueçam! Agradeço é que não se esqueçam que se deve sempre avisar os editores do artigo quando se coloca alguma coisa em PE. É evidente que há coisas, que mesmo não tendo fontes, alguns de nós sabem que o assunto é importante, mas também há muitos que dão palpites sobre assuntos que desconhecem. Há dias, comentei numa PE que eu não dou palpites sobre escolas de samba, porque não percebo nada. Até pode existir um artigo sobre uma escola de samba sem fontes e os brasileiros saberem que é importante. O mesmo se passa com alguns assuntos sobre Portugal, onde alguns brasileiros querem apagar o artigo, porque não tem fontes e os portugueses sabem que o artigo é importante. Acho que tem que haver um pouco de bom senso de todos, e todos fazerem um esforço para encontrar fontes para colocar nos artigos. É preciso perceber que, as PEs não podem ser uma guerra de usuários que se vingam disto ou daquilo, votando contra outro e não pelo artigo. --João Carvalho deixar mensagem 22h58min de 16 de maio de 2010 (UTC)

  • Concordo com alguns pontos, mesmo não tendo a vasta experiência dos colegas. O que noto, é que páginas são criadas sem a menor condição de validação ou análise. Quando alguém as põe para Eliminar, aparece consertos e complementos de última hora, que nem sempre são substanciais e tornam o artigo um amontoado de informações. Se queremos uma WP, confiável, e que traga segurança quando um assunto for pesquisado, no mínimo deveria garantir ao visitante esta visão. Penso quel alguns parâmetros deveriam obrigatório em um novo artigo, tais como : referências, bibliografia, links externos, etc ( quando for possível aplicá-los é obvio ) Odacir Blanco (discussão) 23h18min de 16 de maio de 2010 (UTC)

17 de maio de 2010Editar

Eu acho que precisa antes validar os editores. Alguns que pedem fontes, não são capazes de criar um mísero artigo que preste no domínio principal, só sabem apagar e colocar marcações. Se um garoto semiletrado de dez anos pede fontes para a frase "Santos Dumont voou no 14 bis", porque vou parar e deixar de trabalhar num artigo novo, por exemplo, e ir atrás da fonte para o coitado. Ainda se não existisse a internet. Felizmente, quando a wiki pt está próxima dos 600.000 artigos, muitos assuntos já estão bem explorados e referenciados e aumentou a cultura geral dos usuários, diminuindo a ignorância média. Mas os pedidos absurdos de fontes, isso nunca vai acabar.--Arthemius x (discussão) 11h40min de 17 de maio de 2010 (UTC)


Arthemius, o problema não é esse, o problema é que universitarios de 25 e barbados de 40 anos que se dizem academicos tbém pedem fontes para 'Santos Dumont voou no 14-Bis'. Não dá pra trabalhar nesse nivel de estupidez e de ignorancia. E discordo completamente de que aqui está cheio de artigos ANTIGOS que são uma PORCARIA porque NÃO TEM FONTES. Eu digo que aqui está cheio de artigo NOVO que é um PORCARIA COBERTA DE FONTES, porque é MAL escrita, MAL acabada, MAL alinhavada e sobre assuntos absolutamente PÍFIOS que nem aqui deveriam estar. E tem 2 milhões de fontes, pra qualquer pedaço de frase. Arthemius, concordo com sua primeira frase como se fosse minha. Sds MachoCarioca oi 11h54min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Falou e disse. --Arthemius x (discussão) 12h00min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Acho engraçado alguém que usa a palavra "alinhavado" querer falar sobre bem ou mal-escrito (só faltou o impagável "inóquo")... :) RafaAzevedo disc 12h11min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Eu não tenho culpa se vc não sabe o que é 'alinhavar' alguma coisa, muito menos o que 'inóquo'... MachoCarioca oi 12h18min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Não sei de onde tirou que eu não sei o que é inócuo... RafaAzevedo disc 12h20min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Rafa, aqui é a esplanada, não um artigo. Mas foi bom vc aparecer: vi que vigia o artigo Jack Nicholson pois toda vez que o edito, vc edita em seguida. Da última vez tinha um parágrafo inteiro feito com tradutor automático e, portanto, sem pé-nem-cabeça. Tentei arrumá-lo, pois era sobre a informação da mãe dele, que sabia ter fundamento pois vi uma reportagem sobre o assunto. Só estranhei que precisei eu, que nem sequer vigio o artigo, a fazer o serviço. Creio que só a marcação de "sem fontes" é suficiente para vc e essas coisas em artigos importantes não importam e talvez ache estar abrangida pela placa do "sem fontes". De uma outra vez eu tinha corrigido a tradução sobre o sanduíche de frango, depois que revi a cena, e era um trecho que eu sempre achei estranho. Vc acha mais importante marcar que não tem fontes ou corrigir as besteiras evidentes? Eu não coloquei fontes, mas vi a cena do filme, o básico para quem quer editar sobre cinema e poucos fazem. --Arthemius x (discussão) 12h36min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Arthemius escreveu: «Creio que só a marcação de "sem fontes" é suficiente para vc» Meu Deus, de onde vocês tiram essas coisas? Jesus... RafaAzevedo disc 12h44min de 17 de maio de 2010 (UTC)
É a imagem que o seu trabalho passa, filho...Se não quer isso, melhore.--Arthemius x (discussão) 12h45min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Não estou aqui preocupado em "passar imagem" pra ninguém, "fio". Estou contente fazendo meus artiguinhos (que, modestamente, sempre têm fontes e estão razoavelmente bem-escritos) e coloco as tags quando vejo problemas nos outros. Sinto muito se coloquei em algum artigo seu e ficou chateado, seguramente outro editor viu a tag e melhorou aquilo. RafaAzevedo disc 12h54min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Não está preocupado em passar imagem nenhuma, só em exclamar "Jesus!" quando alguém lhe faz alguma crítica. E eu melhorei não por causa da tag, mas porque a besteira era evidente. Como eu disse antes, dependendo de quem faz a marcação o melhor a fazer é ignorar.--Arthemius x (discussão) 13h04min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Verdade Rafa, inócuo, desligamento mesmo, mas não vai achar inóquo escrito por mim em artigo. Não vai achar qualquer erro de portugues (não falo de digitação) quando é a à vera. A preocupação é essa e não exagero de fonte do que que é notório. E alinhavar vc tá me devendo hehe MachoCarioca oi 12h51min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Arthemius escreveu: «Vc acha mais importante marcar que não tem fontes ou corrigir as besteiras evidentes?»

Adivinha. É exatamente que falo lá em cima. Carimbador de papel que não pensa só se importa com inóquo na Esplanada. Em artigo, se inóquo tiver fonte, não é mais inócuo. MachoCarioca oi 12h54min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Esse tipo de rotulação e adjetivação absurda e teatral, que simplesmente despreza as evidências apresentadas por "pequenos detalhes" como a realidade e os fatos, é a maior prova do desespero de um interlocutor diante de um debate que está além de suas capacidades intelectuais. A hora que os dois se cansarem da masturbação verbal e quiserem ao menos tentar discutir o assunto (que estava num alto nível até a chegada dos dois "jacobinos"), me avisem. RafaAzevedo disc 13h01min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Porque será que eu adoro estas formas tão educadas (civilidade) de se discutir assuntos ? RAIOS ! --João Carvalho deixar mensagem 13h07min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Da minha parte estou sendo muito educado.--Arthemius x (discussão) 13h09min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Concordo com o Arthemius... e vamos combinar que usar erro de português do interlocutor como argumento em discussão é o fim da picada... Dornicke (discussão) 16h16min de 17 de maio de 2010 (UTC)
"Vamos combinar" (que expressão terrível, Jesus) que quando este interlocutor quer posar de superior, é sempre bom mostrar que é melhor ir "baixando a bolinha"... Esse chororô em torno das necessidades de fontes continua me parecendo coisa de quem teve um artigo "seu" taggeado e ficou ofendidinho... Não é nada pessoal, coloquem fontes e pronto. RafaAzevedo disc 16h21min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Pois é, Rafa. Vamos combinar que essa não é uma sessão da Academia de Letras, então ocê discurpa nóis, tá? Não quero posar de superior não, incomoda-me mesmo. Não tenho nenhum fetiche em demonstrar superioridade. Tenho obsessão por provar que estou certo quando acho que estou certo. Talvez você confunda as duas coisas. Dornicke (discussão) 16h26min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Em momento algum eu estava falando de você (até porque nem lembro de você ter cometido erro algum), portanto se há aqui alguma confusão foi a sua. Recomendo calma, e uma leitura mais atenta do que é escrito. RafaAzevedo disc 16h31min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Tá. Então, deixando o prelúdio de psicodrama de lado: além do argumento do Arthemius, também concordo com o argumento do MC lá em cima. Não vejo qual é a utilidade prática que trará ao projeto esse novo afã tecnicista. Não precisamos de robôs que identifiquem onde há uma fonte e onde não há, que faça marcações em massa de tags com o critério. Não precisamos de um processo de editoração mecânica. Precisamos de mentes pensantes e acho que muitos editores aqui, inegavelmente inteligentes, poderiam estar usando sua capacidade inventiva para encontrar novas soluções para o projeto. Robôs já temos. Dornicke (discussão) 16h41min de 17 de maio de 2010 (UTC)
A solução mais simples é que se passe a colocar fonte para o que se coloca nos artigos, como deveria ter sido feito desde o começo. Todo o resto é tentar justificar o injustificável. RafaAzevedo disc 17h04min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Injustificável é vigiar um artigo e não corrigir as besteiras evidentes. E sobre ter ficado ofendido com alguma das tags, por incrivel que lhe possa parecer não é o caso, pois, como disse, o melhor é ignorar e continuar trabalhando.Se fosse levar a sério a metade dessas tags ou o que alguns editores interpretam das políticas e recomendações, já tinha eu mesmo apagado o projeto inteiro.--Arthemius x (discussão) 17h43min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Meu caro, corrijo besteiras aqui diariamente, vigio milhares de artigos. O fato de eu ter deixado escapar num deles estas supostas besteiras significa simplesmente isto, que deixei passar aquilo. Não entendo porque a insistência em tentar usar o fato para me desmerecer, isto sim é que atenta contra si pois mostra sua intenção em personalizar a discussão com argumentos de quinta categoria (e que não resistem a uma mera olhada em minha lista de contribuições). Se não leva a sério as tags já era hora de começar a levar, na medida em que elas fazem parte do projeto e não vão sumir tão cedo. RafaAzevedo disc 17h46min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Colega, levei a discussão para onde voce quis. Meu problema não é especificamente com vc ou com o que vc faz, apenas com aqueles editores que sempre apontam imperfeições nos artigos mas quase nunca ajudam a resolver os problemas apontados por eles mesmos, pois na maioria das vezes não entendem patavina do assunto e muito menos se interessam, além de praticar o cúmulo de apagar textos válidos sob qualquer interpretação tresloucada de alguma política ou recomendação ao invés de discutir o assunto com os autores. Não sei se foi vc que colocou a tag e nem me interessa, só acho que se vigia um artigo importante, eliminar erros grosseiros é uma coisa urgente e necessária, mais do que indicar falta de fontes que, na maioria das vezes, é óbvio.--Arthemius x (discussão) 18h01min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Sua opinião pessoal sobre o que é mais urgente ou necessário não tem relação com o que está sendo discutido aqui, e ambas as ações não são mutuamente excludentes. RafaAzevedo disc 18h09min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Não acho que seja minha opinião pessoal, apenas escolher com o que posso contribuir melhor e quais as prioridades do projeto. Não coloco tags, pois acho que isso qualquer um pode fazer. Falta fontes em tal artigo? Falta wikificar? Em geral, é óbvio. E além disso, se coloco a tag, vou seguir o meu conselho e tentar tomar providências eu mesmo e no fim concluirei que devo apagar o projeto inteiro, como disse. Inserir informações e corrigir erros grosseiros dá mais trabalho. Vc é um editor que poderia escolher melhor as prioridades e apenas fico intrigado porque não o faz, prefere arrumar guerras com metade da wiki por causa de um padrão não seguido, por exemplo.--Arthemius x (discussão) 18h25min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Poderia gastar seu tempo melhor corrigindo artigos que foram marcados com as tags do que se preocupando com minhas edições, por exemplo. RafaAzevedo disc 18h42min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Vc acompanha as minhas edições para saber o que eu faço ou deixo de fazer? Se não falasse que não coloco tags, provavelmente vc não saberia disso. E não me preocupo com suas edições, apenas me intrigam.--Arthemius x (discussão) 19h09min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Esta política de verificabilidade é de inspiração anglófona. Mas, esta é a Wikipédia Lusófona e tem tendência para o Universo Lusófono. O problema é que no nosso Universo Lusófono a vontade de escrever é tanta, que há mais de um mês ando a procurar um livro que discurse e relate a história do ensino superior português que ainda não encontrei. Qualquer que seja a faculdade, instituto ou universidade portuguesa, o requisito de fontes independentes e secundários não poderá ser satisfeito.
Desde que reparei na fraca produção literária, tenho parado de referenciar de acordo com os artigos, para passar a referenciar de acordo com as notícias. Leio os jornais, vejo se o assunto tem artigo na wikipédia e adiciono a referência ou crio o artigo. Foi o que fiz com Saldanha Sanches e Janet Yellen.
Seja lá o que decidam aqui na Wikipédia, lembram-se que há todo um Universo lá fora e quem tem-se que adaptar é a Wikipédia e não o Universo. Forçar o contrário é uma política falhada. JohnR (discussão) 17h10min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Que bom. Já estava me sentindo um peixe fora do aquário. Concordo plenamente, a precária produção literária lusófona (não apenas em termos de quantidade, mas também de qualidade, quando falamos do mercado editorial) é um empecilho gigantesco à nossa política de verificabilidade. Há um número infinito de assuntos que são completamente ignorados pela imprensa e o mercado editorial só publica o que acredita que trará retorno financeiro. A maior parte do nosso conhecimento continua mofando nos arquivos de teses de universidades. No que tange ao patrimônio artístico brasileiro, por exemplo, a Unicamp tem um acervo de teses de excelente qualidade e grande abrangência. Como não foram publicados, não podem ser usados como fontes (como se a falácia da revisão editorial no mercado brasileiro garantisse de fato qualquer valor a uma pesquisa). O resultado é esse. Parece que a única coisa que poderemos referenciar por aqui são os singles da Lady Gaga, os vencedores do Big Brother e os temas superficiais tratados por nossa sofrível imprensa. E viva a Lusofonia. Dornicke (discussão) 17h36min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Infelizmente pouco podemos fazer a este respeito. Qual seria a alternativa, liberar a pesquisa inédita em "caráter emergencial" para assuntos que não tenham sido abordados em fontes fiáveis até que o contexto lusófono se adeque às exigências do projeto? RafaAzevedo disc 17h39min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Podemos ao menos discutir com mais profundidade o conceito das tais fontes fiáveis e reputadas, algo que, até onde eu sei, jamais foi feito nesse projeto. Ou podemos aguardar algumas décadas e rezar para que nesse meio tempo incêndio como esse não ponha tudo a perder. Dornicke (discussão) 17h50min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Considero essa discussão muito importante, mas acho que houve uma bifurcação. Falávamos inicialmente de como lidar com artigos sem fontes quando nomeados à eliminação e como lidar com alegações de notoriedade sem comprovação de fontes. Delimitar melhor o que é fonte fiável e como encarrar o princípio da verificabilidade em pequenos de trechos de artigos é uma discussão importante porém enorme e corremos o risco. Também observo que o problema de escrever sobre temos lusófonos que não receberam a devida documentação é um temo de enorme importância e não se aplica apenas a nós, mas a diversos outros povos. Quem defende ativamente a busca por alternativas para suprir esse deficiência é a Florence Devouard, ex-diretora executiva da WMF. No entanto, a política vigente da WMF é da interdição de pesquisa inédita e obrigatoriedade de prover fontes, mesmo que isse promova o viés sistêmico apontado pelo Dornicke. Aqueles que tiverem interesse em discutir esse assunto, são convidados a participar da strategy wiki. Lechatjaune msg 18h58min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Citação: RafaAzevedo escreveu: «A solução mais simples é que se passe a colocar fonte para o que se coloca nos artigos»

Não, a solução mais simples e inteligente, é que se coloque fonte ONDE for necessario, e não colocar por colocar. Não colocar numa introdução porque TEM que ter, (onde aprendeu isso?) não importa o que estiver escrito, e sim, colocar se houver necessidade disso, se o que estiver não for notório e encontrável em qualquer lugar, se não um overview superficial, que será explicado mais adiante. Não se colocar referência pra tudo que se escreve, vc fala com se tivesse o minimo traquejo em escrever algo profissionalmente ou ja tivesse publicado algo na vida.

Duvido que jamais tenha conversado dez minutos com qualquer editor de livros para ele lhe explicar a utilidade e o usao das referencias num livro. Vc é só um robo, coo tantos aqui que veem uma frase sem referenia, taca uma tag. (são adolescentes e universitarios ainda na fase de fazer trbalho pra escola) E PIOR, vc vão lê as fontes, nunca leu. Acha que ligação externa é uma ligação pra algo que nada tem a ver com a ssunto descrito. Acha que todo parágrafo tem que ter fonte, porque é incapaz de ler a ref num dos paragrafos e notar que ela cobre quatro deles. Vc fala com se tivesse qualquer trajeto nisso e obviamente nao tem nenhum.

Nunca raciocina diante de um artigo, até o Darwin, outro que nem vc, é capaz de usar o simples {{carece de fontes}} em algum pedaço mais estranho de um texto, porque é ali que ele viu algo, não sai tageando integralmente tudo que ve. Vc foi capaz de, por pura birra pequena, entrar em Charlotte Rampling e colocar uma tag de sem fontes, num artigo que tinha 12 referencias de rodapé.(e reverteu antes de eu ver, mas vi no historico) Vc acha que colabora com a Wiki, vc só suja a Wiki com essas trapizongas medonhas indiscriminadamente, porque não lê ligação externa, nem fonte, nao lê nem as referencias, não avalia uma necessidade maior de fonte num pedaço e nenhuma em outro. Diz que não é robo, mas age como um e infelizmente, outros aqui andam fazendo o mesmo. Uma coisa é taguear um artigo como sem fontes, quando ele não tem absolutamente nada, outra é fazer isso quando ele tem algo, é absurdo. MachoCarioca oi 20h39min de 17 de maio de 2010 (UTC)

PS E desde quando vc unilateralmente DECIDE que blogs não são fontes fiáveis? O que é 'fonte fiável' afinal? Que sumidade vc acha ser para poder avaliar a qualidade de um blog em todos os assuntos existentes numa enciclopedia?

Seus ataques pessoais só mostram o quanto você está despreparado para qualquer tipo de projeto coletivo e debate racional, além da provável frustração diante de um nível minimamente intelectual que acabe por escapar às suas costumeiras análises rasteiras. Especulações sobre minha vida pessoal também não lhe dizem respeito, e as repetidas e insistentes tentativas suas de fantasiar em cima dela também evidenciam algum tipo de frustração que, felizmente, desconheço (e quero que assim permaneça). Só é vergonhoso que os administradores ainda tolerem esse tipo de comportamento, tão típico de editores como você, talvez mais por medo do que outra coisa, já que a perseguição chega rápido cada vez que você é punido por um abuso... (na Wiki-en um MachoCarioca da vida já tinha sido bloqueado como conta de ataque há muito...) RafaAzevedo disc 20h49min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Bom saber que há gente preocupada com isso na fundação. Gostei particularmente disso que ela disse:
Citação: Florence Devouard escreveu: «I'll drop the matter for now, but I feel greatly the frustration of all those who have biographies in Wikipedia about them, when the biography states something hugely false about them, and they can not get the error to be corrected, because the burden of proof relies on them to prove that the editors are wrong. If something kills Wikipedia one day, it will be precisely this. The inability to admit that something is wrong, unless the contrary is mentioned in the mainpress. The press does not care about stating something correct. [33]»
A imprensa não se importa em fazer afirmações errôneas ou falsas. É parte de seus atributos! A imprensa não se importa com o conhecimento acadêmico ou com a precisão da informação. A imprensa se importa em formar opiniões que atendam aos interesses de seus anunciantes. Essa é uma obviedade que há muito tempo o projeto já deveria ter levado em conta. De fato, transformar a Wikipédia em uma filial da imprensa, como estão fazendo as wikis lusófona, anglófona e suspeito que as demais, é dar um tiro no pé do projeto e acabar com quaisquer chances de um dia obter respeitabilidade e confiança dos leitores. Seria muito melhor confiar em teses de universidade no que notícias publicadas em jornais que dia após dia publicam uma seção de "erramos" - isso os poucos que tem a coragem de admitir que erram. Pra não falar no estrago que o viés político de tais fontes ocasiona ao princípio da imparicalidade - quando não, à total e completa falsificação da realidade. Dornicke (discussão) 20h46min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Um exemplo claro: o artigo Latin American art na anglófona dizia até pouquíssimo tempo que Frida Kahlo é, "de longe a mais famosa e bem conhecida artista latino-americana" ("by far the most famous and well-known Latin American artist"), o que pode ser facilmente verificado em inúmeras fontes "independentes" da imprensa norte-americana. Ocorre que é uma completa falsificação da realidade. Antes do filme, Frida Kahlo não era sequer mencionada em verbetes de enciclopédias relativos à arte do México. Nunca foi uma figura proeminente das artes latino-americanas e sempre foi muito mais conhecida por ser a mulher de Rivera. Um filme, alguns jornalistas preguiçosos e a Wikipédia altera a realidade bem documentada e estudada da história da arte... extremamente preocupante. E isso é um exemplo entre milhares... Dornicke (discussão) 21h06min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Eu concordo com você e com a Florence em diversos aspectos. No fim das contas, o que queremos é trazer conteúdo de qualidade e evitar informações falsas mesmo quando há ampla vericabilidade. No entanto, a verificabilidade não é apenas um princípio editorial, mas também de gestão. Sem exigir a apresentação de fontes, somos quase incapazes de resolver disputas e encontrar o ponto de vista neutro, já que estaríamos totalmente mercê dos padrões de ética, moral e senso comum dos editores. Para resolver esse impasse, a única saída que eu vejo é criar um novo projeto Wikimedia, também destinado a escrever artigos enciclopédicos, porém com um modelo de gestão mais acadêmico e baseado na verificação por especialistas identificados. Pode parecer esdrúxulo tudo isso, mas parece resolver diversos problemas. Dentro desse projeto, frente à condição de as pessoas se identificarem, poderíamos trabalhar com versões mais flexíveis de NPI, NPOV. Mas voltando à realidade de nosso projeto, onde somos todos anônimos e com privilégios editorias idênticos, como poderíamos resolver na prática problemas editoriais em biografia de políticos brasileiros, por exemplo? Falo isso porque não raro aparecem editores tentando eliminar dos verbetes qualquer informação negativa mesmo que bem referenciada, sobretudo em época de eleições. Lechatjaune msg 21h24min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Lech escreveu: «No fim das contas, o que queremos é trazer conteúdo de qualidade e evitar informações falsas mesmo quando há ampla vericabilidade.»

Exatamente, por isso, apesar do pilar, sempre me bato aqui que só a verificabilidade não dá camisa a ninguém para ter verbete na Wikipedia, para algo pode constar aqui e muito menos para se manter ou retirar fontes. É absurdo fazer um veiculo fomentador de conhecimento, baseado apenas no fato de que tal informação é corroborada em algum lugar. Há que se pensar! Estamos cheios de estupidez referenciada e cheios e afirmações notorias e de conhecimento geral tachadas de 'falsas' por nao terem uma ref. Isso é legal pra Wikipedia, mesmo ela nao sendo fonte primaria? Eu nao acho, muito mais relevante que a simples verificabilidade é a relevancia. O exemplo do Dornicke é clarissimo e como ele disse, é um entre milhares, milhares. MachoCarioca oi 21h40min de 17 de maio de 2010 (UTC)

(conflito de edições)

Citação: Seus ataques pessoais só mostram o quanto você está despreparado para qualquer tipo de projeto coletivo e debate racional, além da provável frustração diante de um nível minimamente intelectual que acabe por escapar às suas costumeiras análises rasteiras escreveu: «Rafa» A anedota do ano ! Pelo menos eu ri-me e um bom bocado. Peço desculpa aos outros deste pequeno à parte, mas é que me ri mesmo que nem um perdido.
Va lá Rafa, compacte ou acuse-me de abuso de espaço público, como é hábito seu quando alguém lhe faz uma crítica. --João Carvalho deixar mensagem 21h43min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Quando alguém faz uma crítica não, quando alguém faz uma ofensa, não tenho culpa se não sabe (ou não finge não saber, quando elas têm como alvo alguém de quem não gosta) diferenciá-las. Quanto a isto aí ser uma "crítica", eu é que agora me fartei de rir, só aqui na Wikipédia se encontram mentes privilegiadas que acham que fazer um comentário boboca desse é "fazer uma crítica". RafaAzevedo disc 22h04min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Sim, ou eliminar informações negativas ou acrescentar informações negativas. A tentativa de maquiar artigos também é comum. Primeiramente, na minha opinião, artigos de candidatos deveriam ser protegidos contra edições de IPs em anos eleitorais. Isso não resolve inteiramente o problema, pois também são comuns os conflitos de POV entre editores registrados. Acho que deveria haver uma política específica para biografias de candidatos. Sou a favor da aplicação radical de NPOV. Os textos deveriam ser absolutamente neutros, na minha opinião isentos de quaisquer informações que sejam subjetivas ("fulano é mandão", "sicrano é simpático", "beltrano é carismático"), por mais verificáveis que sejam. Todas as informações deveriam estar devidamente identificadas, com suas fontes devidamente citadas ("segundo tal jornal", "segundo tal deputado"). Eventuais escândalos a serem mencionados nas biografias de tais candidatos deveriam ser econômicos em textos, cobrindo todos os pontos de vista, garantido o mesmo peso para acusação e contraditório. Sem espaço para análises. Um dos maiors erros que mesmo editores bem experientes desse projeto cometem é essa bendita mania de achar que porque um jornal emite uma opinião a respeito de fulano automaticamente isso se torna um fato incontestável ("fulano sistematicamente se posiciona a favor de beltrano"). Opinião é opinião, não importa quem a emite. Deve ser identificada, devidamente, como opinião. E, no caso de políticos, nem deveria estar presente. Dornicke (discussão) 21h49min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Concordo, os textos sobre politicos, devem ser totalmente neutros e mesmo frios. Os artigos de politicos daqui sao de morrer de rir pela mediocridade. MachoCarioca oi 21h59min de 17 de maio de 2010 (UTC)

Concordo com várias intervenções acima. O problema está noutro lugar: o tal "conhecimento acadêmico". Falando assim parece que ele é imparcial e irrefutável, quando na verdade é justamente o contrário, principalmente na área de Humanidades. Frequentei o meio acadêmico por alguns bons anos. Frequentei a famosa FFLCH. Sei muito bem que tipo de picaretagem acadêmica se engendra por lá. Há pessoas de altíssimo valor. Tive ótimos professores, mesmo os que tinham visões diferentes das minhas. Digo isso porque citar uma trabalho acadêmico não dá imparcialidade a uma informação nem muito menos atribui-lhe verdade superior. Um caso clássico aqui na Wikipédia é a tal "gentrificação" tão amada pelo saudoso Gaf. Ele se usava de fontes acadêmicas para dizer que Andrea Matarazzo era comparável a Hitler e que José Serra é fascista. Só para ficar em dois exemplos. Para ele a tal "limpeza social" (higienismo) em São Paulo é um dado científico, quase uma revelação das escrituras, não da Bíblia é claro, mas da Imaculada Ciência produzidas nos prédios da USP. Qualquer um sabe, de velho, que 90% dos pesquisadores de humanas da USP (assim como da UNICAMP, PUC, UFRJ etc.) são de esquerda. A maioria, eu ousaria dizer, é de extrema esquerda, simpática a políticas radicais de Socialismo estatal. Infelizmente, a produção acadêmica de direita na área de Humanidades no Brasil é inexistente, porque simplesmente é bloqueada na fonte. Senti isso na pele. Qualquer coisa que não comungue da cartilha dos mandamentos de esquerda está fora. Out.
Portanto, concordo com a crise no princípio da verificabilidade, mas a resposta não são as "fontes da Academia", pois são tão ou mais parciais que as fontes da chamada "grande imprensa" (expressão tipicamente esquerdista, pois quanto mais eles dominam os meios, mas dizem que estes são contrários a eles). Há que se repensar, mas não é um exercício que corre para um lado só. Dantadd (?—?) 23h00min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Artigos de políticos, e de gente ou empresas ligadas à política, tem que conter preferencialmente números e fatos, já que isto não pode ser contestado por qualquer um que seja, usuário registrado ou IP, pois é verificável E tem veracidade, sendo, portando, totalmente fiável. Sobre opiniões nesses artigos, embora verificáveis, são muitas vezes de veracidade duvidosa e POV político dos opinantes (e hoje, com esse Fla x Flu partidário entre PT e PSDB, está tudo sendo contaminado por parcialismo). Devem ser evitadas (mas não extintas), devem ser econômicas, e devem ser colocadas com o máximo de neutralidade possível, pois dão margem a guerras de edição. Observo que isso não deve dar margem à casos como, por exemplo, à tentativa de retirar uma fonte onde um político cita dados numéricos ou fatos ocorridos, pois isso não é opinião pessoal, e sim, citação de dados, sendo fonte fiável comprovada. O problema é que há ataques contínuos às páginas, por gente que tenta tirar o que não lhe interessa pessoalmente dos artigos, mesmo sendo números e fatos, ou seja, há vandalismo proposital e contínuo visando a maquiar ou deturpar os artigos, e por mais que se mudem as regras, isso continuará acontecendo. Por isso, o que precisa haver é uma vigilância maior nos artigos por usuários neutros politicamente, e, se possível, punição maior e mais rápida à quem fizer isso. 189.4.248.62 (discussão) 23h05min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Com ou sem verificabilidade todo texto é parcial ou opinativo, por mais que se diga o contrário. A própria escolha da fonte denota parcialidade, mesmo porque a (con)fiabilidade pode ser abstrata e nem sempre totalmente aceita. Por isso, toda fonte é uma versão. Além disso, a fonte não torna apenas o texto verificável, mas estimula o contraponto, o antagônico, inclusive se for percebida como uma opinião estrita, mas disfarçada. Paralela à questão de fiabilidade e veracidade há também a inclusão da verossimilhança, ou seja, a fonte propõe uma mise-en-scène sobre o fato, ainda que seja feita de forma totalmente bem-intencionada para mostrar a verdade. É natural que vejamos Frida Kahlo diferente de outras épocas, porque os personagens são vistos de acordo com os sabores culturais e interpretações, o que alguns historiadores chamam de "construções históricas". Entretanto, há a abertura para todas as Fridas e suas feridas interpretativas, mesmo que disfarçadas como textos isentos. Alexandre msg 23h06min de 17 de maio de 2010 (UTC)
O problema não é a escolha da fonte, e sim, a análise e julgamento errados feitos depois pelos usuários sobre a fonte e o que nela está escrita. Resumindo, IMPLICÂNCIA GRATUITA - e daí voltamos à questão da parcialidade dos editores. Eu, por exemplo, edito buscando números - daí eu acho 2 reportagens com os mesmos números, uma da Veja e outra da Carta Capital: se eu coloco a fonte da Veja, petistas querem tirar; se eu coloco a fonte da Carta Capital, tucanos querem retirar! Em muitos casos, o problema é o radicalismo dos editores, não as fontes. Pouquíssima gente analisa os artigos de política com imparcialidade, esse é o triste fato. 189.4.248.62 (discussão) 23h20min de 17 de maio de 2010 (UTC)
Por isso, se necessário, é mais adequado citar as duas (ou nenhuma delas) para tentar contrapor a análise e talvez tenhamos um texto mais plural. Alexandre msg 23h34min de 17 de maio de 2010 (UTC)

18 de maio de 2010 (#1)Editar

Citação: Dantadd escreveu: «Portanto, concordo com a crise no princípio da verificabilidade, mas a resposta não são as "fontes da Academia", pois são tão ou mais parciais que as fontes da chamada "grande imprensa" (expressão tipicamente esquerdista, pois quanto mais eles dominam os meios, mas dizem que estes são contrários a eles)»
O problema principal não é a parcialidade, Dantadd. Ao menos não no contexto que nos interessa que é o projeto. Como o Alexandre bem notou, de fato, nenhum texto é imparcial, todo texto estará sempre impregnado da visão de mundo e percepções de seu autor, por mais que este tente se policiar. O problema é a baixa qualidade da imensa maioria dos jornais. O caso da Frida... os jornais não a colocaram naquele pedestal que mencionei com base na opinião de um determinado especialista que acredita que Frida é de longe a mais fantástica expressão das artes visuais latino-americanas. Não. A hipótese mais provável é a que sempre ocorre: mandam um jornalista que pouco ou nada conhece sobre o tema publicar uma reportagem, o rapaz se inspira em Hollywood e escreve uma bobagem sobre a qual não há sequer esboço de possibilidade de aceitação. Concordo que há um certo grau de subjetividade em áreas como artes plásticas, mas apontar um artista que foi por décadas ignorado pela história da arte como "de longe o mais famoso e conhecido" no meio... não é opinião, interpretação ou nada do tipo. É erro, erro crasso mesmo. É tão errado quanto dizer que Juiz de Fora é de longe a mais conhecida cidade do Brasil! O conceito de subjetividade é elástico, mas não tão elástico!
Sobre a teoria da conspiração apontada pelo Dantadd, de que todos os meios de comunicação estão nas mãos dos comunistas... a minha favorita é aquela outra, de que todos os meios de comunicação estão nas mãos dos Rockefeller e Rothschild. Faria mais sentido, já que um só repete as mesmas besteiras do outro. De qualquer forma, isso não importa. Dornicke (discussão) 13h30min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Dornicke, concordo que muito do que é lido tem qualidade duvidosa, mas veja bem: o conceito de bom e ruim, você sabe, também é subjetivo. É possível que o autor do pedestal de Frida tenha uma visão diferente dos especialistas e abriu uma nova possibilidade sobre ela. Cabe uma fonte retificadora ou uma outra que conteste a versão logo após a que parece ser absurda. A subjetividade em torno de figuras é bem maior que a má fé de uma fonte pretender direcionar totalmente o significado do objeto. É diferente, por exemplo, do caso de dizer que Juiz de Fora fica no estado do Rio de Janeiro, por exemplo (embora algumas pessoas tenham certeza  ). Alexandre msg 15h01min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Aí, ó, olha o perigo. Algum distraído transformou o Picasso em canhoto [34]... a imprensa seguiu [35], a academia também [36] e nós caímos no conto [37]. Tô falando... Dornicke (discussão) 16h25min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Dornicke, é claro que abordagem da Wikipédia traz limitações. Mas qual a proposta alternativa? De que forma podemos formulá-la e como ela se relaciona com nossa missão, valores e visão? Lechatjaune msg 16h29min de 18 de maio de 2010 (UTC)
Entendo isso, Lechat, e não tenho uma proposta, tenho algumas idéias, mas que dependeriam de amplo debate e acho que dificilmente seriam aceitas de forma consensual - aqui na pt-wiki, quanto mais pela fundação como um todo. O que eu quero é frisar que discutir o conceito do projeto se guiar pela verificabilidade e não pela veracidade parece-me necessário e esses detalhezinhos de erros verificáveis por fontes reputadas e independentes tem me levado a concordar plenamente com a Florence lá em cima. Agora, o que fazer, já é uma discussão muito mais complexa e que deve ser muito mais abrangente. Dornicke (discussão) 16h39min de 18 de maio de 2010 (UTC)


E quem garante que não exista uma versão de um Picasso canhoto ou ambidestro e que a versão de que era destro estava incorreta? Não sei se é o caso disso ou de mais um absurdo, mas, se há várias versões claramente "pouco especulativas", cabe a identificação no texto como fonte fiável. A limitação de aceitação de fontes da Wikipédia pode ser a mesma de um estudo acadêmico. Quem as escolhe são os autores. Se o absurdo está no texto e não cabe nem mesmo uma fonte retificadora, há a possibilidade de discutir o conteúdo e, por consenso, optar pela remoção. Concordo que, às vezes, dá uma vontade absurda de tirar entulhos referenciados do texto (como, por imperícia, cheguei até fazer na Wikipédia), mas o projeto é essencialmente coletivo. Às vezes, é preciso fazer concessões, aceitar outra versão até para não tornar o clima muito beligerante e, então, dificultar em demasia e até inviabilizar a colaboração, não acha? De qualquer maneira, acho muito válidas suas proposições e crítica à qualidade das fontes. Alexandre msg 16h59min de 18 de maio de 2010 (UTC)
  • (trazendo o texto de novo pra esquerda porque vcs estão me dando torcicolo) Discordo que a imprensa hj esteja na mão de rockfellers ou de profesores comunistas da Unicamp, todo mundo sabe que quem manda na bagaça hj é o gagá do Rupert Murdoch, tudo que o Roberto Marinho queria ser e não conseguiu. . :-) MachoCarioca oi 17h10min de 18 de maio de 2010 (UTC)

PS E não é por nada não, mas o assunto desviou totalmente da moção original, acho.

Pois é, Macho, é por isso que temos tantas fontes e possibilidades. A discussão mudou de rumo, realmente. Na verdade, creio que a maior proposição do Stegop era a aplicação fiel das regras na PE. Alexandre msg 17h26min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Problema das fontes em genealogiasEditar

Entrando tarde na discussão, gostaria de saber o que fazer com um tema em que as limitações da Wikipédia em termos de política de fontes se mostram bem claras para mim: as genealogias. A política da Wikipédia proíbe a pesquisa inédita e aconselha o uso de fontes secundárias e terciárias para fundamentar os artigos. Ora isto, em genealogia, é precisamente o oposto do que se recomenda. São mais que muitas as falsificações, fantasias, vaidades e confusões nas publicações sobre o tema, e a única coisa realmente factual são as fontes primárias, e a inexistência delas é razão suficiente para declarar qualquer genealogia como hipotética. Isto embate directamente contra os princípios deste projecto, e sinceramente não sei o que faça nesses casos. Num exemplo prático: O renomado genealogista português Felgueiras Gayo publicou uma obra monumental sobre as famílias portuguesas, infelizmente repleta de erros, trapalhadas, fantasias tiradas de histórias familiares fabricadas, etc. Vários desses erros têm sido apontados em obras posteriores, sendo em tão grande número e tão clamorosos que nenhum genealogista que se preze da seriedadeeste era do seu trabalho usa essa obra como referência. Infelizmente, para a Wikipédia essa é uma obra de referência. O que fazer quando se conhece documentação original (fonte primária) que contraria directamente o que foi escrito por esse genealogista? Coloca-la no artigo para rebater o que diz o Gayo seria sempre pesquisa inédita, e a alternativa é a dor de ver as trapalhadas e invenções genealógicas reproduzidas até ao infinito. Essa é uma área em que gostaria de contribuir aqui, mas tenho-a evitado justamente por causa da política oficial sobre fontes, que é totalmente desadequada para esse caso particular.--- Darwin Ahoy! 17h26min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Não sei em Portugal, mas aqui no Brasil o texto acadêmico, espelho para muitos wikipedistas, pode (mas não deve) ter o apud, ou seja, o uso indireto da fonte, o que pode despertar a desconfiança do examinador. Pode significar até mesmo a perda da credibilidade do trecho. Já trabalhei com genealogia e quando vi a fonte primária em descrédito por aqui também fiquei surpreso, mas é compreensível que ela exista, talvez em desestímulo à pesquisa inédita. Alexandre msg 02h39min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Se já trabalhou com genealogia e é brasileiro deve saber certamente do que eu falo, pois os nossos primos desse lado do Atlântico são sobejamente conhecidos desde tempos imemoriais por forjarem o seu passado familiar nas mais rocambolescas fantasias genealógicas. Um verdadeiro terror, que muitas vezes acaba transpondo o Atlântico infestando também as nossas publicações (que já têm os seus próprios problemas, vide Gayo). Esse cancro já vem atacando este projecto há algum tempo, e qualquer dia terá de ser feito algo para o atalhar, mas enquanto a política oficial sobre fontes não tiver uma interpretação apropriada a esta situação não sei como fazer.--- Darwin Ahoy! 04h15min de 21 de maio de 2010 (UTC)
Sim, desde sempre e em toda parte, o problema é que há "genealogistas" que compõem as árvores que gostariam de ter ou fabricar, não aquelas que estão adormecidas em meio a traças (lepismas) e poeira. Deves conhecer as obras de Luís Gonzaga da Silva Leme e Pedro Tacques. Seus estudos são marcos na genealogia brasileira, mas padecem de isenção e tratamento adequados em vários trechos. Por descuido ou preocupação em atestar a nobreza dos "galhos" é comum o copy/paste. A princípio, talvez seja o caso de antecipar a edição por cá com o registro da pesquisa em uma publicação impressa ou em um sítio especializado. Creio que assim há possibilidade de preservar a autoria da árvore ou de um estudo retificador e, de quebra, sustentar que a edição não é uma pesquisa inédita. Alexandre msg 15h51min de 21 de maio de 2010 (UTC)
Evidentemente que conheço esses genealogistas, e inclusive tenho algures por aqui a Genealogia Paulistana. Mas quando falava nas fantasias genealógicas brasileiras não me referia a essa obra, que é de grande qualidade, embora nem sempre a bota bata com a perdigota (os nomes das primeiras gerações não são documentados nos supostos locais de origem, caso do próprio Pedro Leme, ancestral da família do autor). Refiro-me sobretudo aos trabalhos e actas das sociedades genealógicas brasileiras, que têm cada disparate que dá de bradar aos céus, mas como está publicado... Claro que o problema não é só do Brasil, embora seja mais notório aí que em outros lados. Lembro-me sempre de um Pestana, emigrante americano descendente de uma pobre família de agricultores da remota povoação madeirense da Ponta do Pargo, que pagou a publicação de um livro sobre a origem da família Pestana dessa freguesia, onde afirmava (sem apresentar qualquer prova, evidentemente) que os Pestanas dali eram descendentes dos nobres Pestanas medievais. Publicou, tá publicado, e agora?--- Darwin Ahoy! 17h28min de 21 de maio de 2010 (UTC)
Acho ótimo que se tenha essa discussão, há que aproveitar todas as oportunidades para discutir melhoras trocando ideias, mas saibam que não era neste tipo de detalhes preciosistas que eu estava a pensar quando abri a discussão. No panorama atual, quase que é um acontecimento existirem fontes, o que tira algum sentido a perder muito tempo com a discussão da fiabilidade de fontes. Quanto à genealogia, por exemplo, já seria um grande avanço se o conjunto de artigos sem fontes ou apenas com geneall e afins fossem uma minoria e não a regra. --Stegop (discussão) 17h40min de 21 de maio de 2010 (UTC)

18 de maio de 2010 (#2)Editar

Muito boa esta esplanada e valiosa a contribuição de cada um dos participantes. Gostaria de acrescentar algumas observações: -Quando se marcar um artigo porque não tem fontes, acho que seria bastante útil, poder dizer (ter um espaço) qual é o trecho que carece de fontes. Pois isto facilita ao criador do artigo para que ele possa providenciar as referências. Pois pode acontecer de que ele providencie fontes para trechos do artigo que não necessitavam de fontes, retire o aviso e não resolva a solução. Eu, por exemplo, fiquei procurando em um artigo que havia criado, onde estavam faltando fontes e quem me auxiliou foi o CastelloBranco. -Sou novo na Wiki, mas já vi que existem os que desejam eliminar mais do que manter e vice-versa. Uns acham que só os artigos de inquestionável notoriedade devam constar ao passo que outros acham que uma relativa notoriedade basta. Pelo que entendo, um dos motivos é espelhar a wiki em enciclopédias existentes como a Britannica. Outros acham que por ser meio magnético, é possível haver mais artigos. Por isto, acho que as resoluções devem levar este fato em conta e dar espaço para ambas as tendências na hora do voto. Quem sabe o pessoal da Wiki não cria uma estatística de votações com um gráfico em torta mostrando o percentual de votações onde : 1-não votou 2-votou para apagar, 3-votou para manter e 4-votou por redirect. Assim pode-se avaliar a tendência dos votantes. -Concordo com a grande maioria sobre os 5 pilares. Mas acho que uma tolerância deva ser aplicada a usuários novos, que não estão acostumados a colocar fontes (nem sabem como fazer uma citação). Um grande abraço a todos e parabéns pelo bom nível desta esplanada! Ricardo Ferreira de Oliveira deixar mensagem 23h54min de 18 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Ricardo escreveu: «Quando se marcar um artigo porque não tem fontes, acho que seria bastante útil, poder dizer (ter um espaço) qual é o trecho que carece de fontes.»

19 de maio de 2010Editar

Diga isto aos inúteis carimbadores de papel, que a unica coisa que sabem fazer é jogar aquela trapizonga horrorosa em cima do artigo sem entrarem no merito de onde é o problema, se realmente o há. Aquilo só é válido para artigos que não tem fonte nenhuma, claro, aí serve pro Todo. Mas nem isso fazem. Vc levantou um ponto, esses editores não servem nem pra ajudar os novatos. MachoCarioca oi 21h13min de 19 de maio de 2010 (UTC)


A discussão está bem interessante, resta saber se poderá servir para melhorar alguma coisa em concreto. Considero pertinentes praticamente todas as questões levantadas e provavelmente, estamos muito mais de acordo do que em desacordo em relação a muitos dos assuntos discutidos, apesar do calor da discussão poder dar a ideia contrária.

No entanto, a discussão derivou para caminhos que que não tinha em mente quando abri a discussão. É sempre positivo discutir as coisas em profundidade e em abstrato, como sejam "fontes fiáveis", "bom senso", as exceções às regras que são válidas, como artigos sem fontes que são de muito mais qualidade do que outros em que cada frase oca tem uma fonte, mas a minha intenção era bem mais modesta e pode resumir-se a levar a sério a obrigatoriedade de justificação de votos em PE, tentando clarificar o que são justificações válidas e inválidas.

Provavelmente isso é, pelo menos em teoria, bem mais simples do que os hábitos dão ideia: bastará que todos se mentalizem que as regras existentes sejam cumpridas mais escrupulosamente. Afinal, temos os 5 pilares e as suas derivadas, temos Wikipedia:Argumentos a evitar em discussões de eliminação, Wikipedia:Argumentos pertinentes em discussões de eliminação, os critérios de notoriedade, etc.

Como tudo o que é humano, essas regras serão sempre deficientes, não cobrirão todas as situações e poderão criar situações aberrantes, como artigos péssimos a todos os níveis que são muito mais defensáveis segundo as regras do que outros que muitos de nós consideram de qualidade e que não verificam as regras. Mas a minha curta experiência de wiki em geral e de ESR's e PE's em particular diz-me que a esmagadora maioria dos artigos que corre riscos reais de ser eliminado viola descaradamente as regras e recomendações e, repito pela enésima vez, isso é aberrante, e afasta muita gente interessada dos debates, quiçá até da wiki, e é fonte de injustiças, na medida em que o que vale acima de tudo é o livre arbítrio de quem vota, havendo artigos mantidos que são afinal piores do que outros que são eliminados.

Há imensa gente que acha que a eliminação de artigos e a exigência do cumprimento de regras é causa de perda de editores. Admito até que tenham razão, afinal estou cá há pouco tempo, mas a sensação que tenho é que a esmagadora dos editores perdidos por esse motivo iria contribuir muito pouco de qualquer forma e muitas das contribuições deles acabam por ser negativas pelo tempo que o melhoramento das suas edições roubaria a outros editores mais empenhados na qualidade dos artigos. Talvez isto não seja verdade para certos temas (demasiado?...) mais mundanos, mas nunca para temas que requerem algum estudo para escrever um esboço que seja que não se assemelhe a qualquer coisa tirada de um livro escolar do ensino básico. A maior parte do que vai parar a PE ou ESR tem notoriedade questionável em face dos critérios aprovados, é WP:BSRE, é um esboço muito mal escrito e sem fontes, é algo que duplica ou apenas dá outra perspectiva a um assunto que já tem artigo, etc.

Um aspeto que acho que é descurado por muitos dos mais "inclusionistas" é que a baixa qualidade atrai maus editores e afasta bons editores. Uma enciclopédia onde se defendem com unhas e dentes artigos sem qualidade e quase sem informação não é muito atrativo para "bons editores", pois terão a sensação que por mais que muitos como eles se esforcem, dificilmente esse esforço se notará na qualidade média do projeto. Acredito que quem aqui está a discutir pense, como eu, que num projeto de dimensão tão grande, não teem sentido esses sentimentos de certa forma presunçosos, mas da mesma forma que uma empresa mal gerida, pouco preocupada com a qualidade daquilo que produz dificilmente conseguirá atrair os melhores profissionais, também um projeto voluntário onde não haja mecanismos tendentes a evitar a baixa qualidade será pouco atrativo para voluntários capazes e motivados em produzir material de qualidade.

Não sei como é com os outros, mas comigo é muito pouco frequente eu sentir necessidade de insistir com uma ESR ou ter que ir para PE quando a reação dos criadores ou dos que são contra a eliminação não se limita a retirar a marca, quase invariavelmente sem sequer dar qq. justificação. Quem está verdadeiramente interessado em algo mais do que ver este ou aquele tema que lhe é mais querido com um artigo esforça-se por esvaziar os argumentos usados para propor a eliminação. Eu tive os meus dissabores com as minhas primeiras edições, com um par dos reversores militantes que por aqui há, mas, além de me irritar, isso levou-me a escolher melhor as minhas edições e a estudar melhor a documentação para poder argumentar.

Tal como muitos apontaram, e isso não é debatido só aqui, seria preferível evitar a todo o custo as PE's. Não tem sentido que se tenha tornado praticamente a única forma de melhorar certos artigos, mas o que se pode fazer se na maior parte dos casos ninguém liga às marcas de manutenção nem a comentários nas páginas de discussão? Às vezes penso que uma simples mudança cosmética e de nome poderia trazer muitos benefícios, nomeadamente no impacto que tem uma marcação para eliminação em artigos de novatos. O termo eliminação tem uma carga muito forte, é ofensivo e assustador para o novato, principalmente o genuinamente interessado em colaborar segundo as regras, que pode ficar intimidado julgando que cometeu um grande sacrilégio e com isso já "se queimou" na comunidade. Se se mudasse o "paradigma" e se passasse a associar à ESR a ideia de "artigo com problemas que requerem melhorias substanciais, porque o texto e/ou tema são questionáveis face às regras e recomendações", resolvia-se parcialmente a questão da intimidação, tanto dos editores dos artigos visados, como de quem marca, que muitas vezes evita reagir porque não quer parecer ou ser muito radical. A ideia era ficar claro que o objetivo primordial dos processos que atualmente são ESR pode não ser a eliminação, embora esta ou a PE continue ser o culminar do processo caso as reações no sentido de melhorar o artigo não sejam satisfatórios. Para dar tempo a que os editores reagissem, o prazo era alargado, talvez para 15 dias - afinal qual é o sentido de más traduções e VDA's terem um prazo tão alargado e as ESR's terem apenas 4 dias? Quiçá antes do artigo ser eliminado pudesse haver uma fase intermédia, onde já ser usaria o termo eliminação, uma espécie de "última oportunidade". Só nesta fase é que o artigo poderia ser levado a PE. Parece-me que de certa forma esta ideia aproveita muitas das ideias das atuais ESR's, do uso prático de muitas PE's atuais, da ainda não implementada Wikipedia:Eliminação por argumentação e da proposta acima do João Carvalho.

Lamento não conseguir estruturar aquilo que me vai na alma. Passo seguidamente a comentar algumas passagens. Escrevi isto há alguns dias, por isso há trechos que já teem pouco sentido em face da evolução da discussão.

  • Citação: GoEThe escreveu: «Verificabilidade e CITE são coisas ligadas, mas diferentes»
De acordo que verificabilidade e WP:CITE são coisas diferentes, mas se não forem citadas fontes, como é que se garante a verificabilidade? O "conhecimento geral" é algo muito vago e é provável que eu nunca tenha ouvido falar de muitas dos assuntos que você pensa que "toda a gente conhece". Mas vou mais longe: não basta que seja do conhecimento geral dos que se envolvem numa discussão sobre um artigo - da mesma forma que editores podem legitimamente questionar a verificabilidade ou relevância, o mesmo pode acontecer com o leitor comum e este dificilmente vai descobrir as discussões, mesmo que elas tenham decorrido na página de discussão do artigo. A (des)propósito: acho que devíamos criar uma norma para colocar na discussão dos artigos um link para as PE's com ele relacionadas.
  • Citação: GoEThe escreveu: «É normal que a interpretação da relevância de um assunto misture factos já presentes no artigo, com fontes ou sem elas mas do conhecimento geral, e de factos conhecidos pelos votantes, mas que não esteja presente no artigo.»
Normal como sinónimo de muito frequente, sim, é, mas não concordo que seja lícito. Essa situação é uma das que me motivou a abrir essa discussão, pois acho que se deve tentar que o que é apresentado ao leitor comum não lhe levante as mesmas dúvidas que levantou a quem propôs a PE vencida.
Há ainda um detalhe: embora com algumas exceções (acredito que a que o Carlos Luis Cruz menciona é uma delas), não é expetável que seja fácil encontrar fontes para um assunto de conhecimento geral, principalmente para aqueles que o conhecem tão bem?
  • Citação: GoEThe escreveu: «Mas o problema é que quem vota para apagar, considera que quem quer manter é que deve melhorar o artigo, já que o querem manter, e quem quer apagar, acha uma perda de tempo uma votação sobre algo "obviamente" notório.»
A esta bastaria responder com Citação: WP:V escreveu: «O ónus da prova reside nos editores que introduziram determinada informação num artigo ou naqueles que desejem que a informação seja mantida.», mas mesmo que isso não existisse:
Faz algum sentido que seja quem duvida da verificabilidade ou relevância do artigo quem tenha o dever de melhorar o artigo? Eu tentava fazê-lo nas minhas primeiras marcações de eliminação, mas depois conclui que era uma absurdo e uma perda de tempo imensa, pois ocupava todo o meu tempo tratando de assuntos que pouco me interessam e conheço mal, muitas vezes para chegar à conclusão que não conseguia chegar a um esboço decente. Poucos serão (deviam ser?) os

que enviamos para ER, ESR ou PE de ânimo leve, e se nos enganamos é porque percebemos pouco do assunto que ele trata, não estando por si em boa posição para melhorar o artigo nem sequer a procurar fontes.

Podem alvitrar que se não percebemos do assunto não devíamos "meter o bedelho". Discordo completamente! Uma coisa é eu contestar o que diz o artigo porque acho que o que lá diz é errado; para isso eu preciso de perceber do assunto que ele trata. Outra coisa é constatar que o artigo não me esclarece sobre o assunto ou fá-lo de uma forma totalmente insatisfatória e, nesse caso, se eu achar que ele se encontra nas condições de ER, ESR ou PE, devo-o marcar como tal. Pode ainda dar-se o caso dos meus conhecimentos serem suficientes para detetar algo de muito errado, mas não ter conhecimentos para os melhorar. Isso acontece-me muito com artigos sobre ciência e tecnologia, embora nunca tenha deparado com nenhum caso que me parecesse caso de PE . Posso não me sentir capaz de melhorar ou corrigir um artigo sobre um conceito de Física, nomeadamente porque acho que tal assunto não deve ser abordado superficialmente ou correndo o risco de fazer afirmações pouco fiáveis. Aqui entra o desabafo do Jimbo, quando diz mais vale um assunto estar ausente do que estar mal tratado.
Quem vota em consciência para manter um artigo sem fontes, é provável que esteja em melhores condições para rever o artigo e saber se as fontes que eventualmente refere na discussão da PE são adequadas ao artigo.
  • Citação: GoEThe escreveu: «Um outro problema é que a "pressa" em ir logo para PE, quando a página de discussão do artigo não é sequer utilizada nem é pedido normalmente ao usuário que criou que melhore o artigo para que esteja mais de acordo com as políticas.» e Citação: João Carvalho escreveu: «antes de se propor uma página para PE se devia tentar falar com o criador do artigo»
Aqui só posso falar por mim, mas pelo que vejo estou longe de ser o único. Só envio para PE quando me parece que é mesmo caso para eliminação, quase invariavelmente por achar o tema pouco relevante, com base nos WP:CDN ou impróprio (que se enquadra em WP:WNE). É raro os artigos terem fontes, ou se as teem, não confirmam o texto (o mais comum é só mencionarem o tema) ou a notoriedade. Aviso sempre os criadores e os editores que não se limitaram a adicionar tags ou a wikificar a primeira frase.
Não sei qual é a experiência dos outros editores envolvidos em monitorização de páginas novas ou que tenham o hábito de inserir tags de manutenção sempre que dão com um artigo que precisa delas, mas comigo é raríssimo que tags ou notas na discussão de artigos tenham algum efeito e, quando o teem, é bem mais comum ser um dos editores veteranos mais conhecidos a reagir, e não os criadores e editores habituais do artigo. O número de marcas de manutenção, nomeadamente de sem fontes e de fusão é um bom indicador da atenção prestadas pelos editores às marcas de manutenção. Junte-se a isto que, se não estou enganado, os artigos com tags são apenas uma parte dos que deveriam tê-las...
Refira-se ainda que muitas PE's resultam de ER's e ESR's sucessivamente removidas sem justificação, e nesses casos os editores estão mais que cientes que alguém considerou que o artigo apresentava problemas graves.
  • Citação: Lechatjaune escreveu: «verificabilidade, ponto de vista neutro e nada de pesquisa inédita são princípios oriundos dos cinco pilares e não são negociáveis»
Sei muito bem disso, e se dei o título que dei à discussão foi para chamar a atenção para a situação absurda em que estamos.
Não me sinto à vontade para marcar votos como inválidos, mas se o que consta dessas páginas serve de base à invalidação de votos, então temos ainda mais votos inválidos do que aquilo que julgava. No entanto, mais uma vez, evocam-se regras ou documentos que na prática não são usados por muita gente. E esse é provavelmente o cerne do problema.
  • Citação: Dornicke escreveu: «...artigo sem fontes...é desvio das recomendações do projeto»
Não, Dornicke, as fontes serão recomendações, mas como estão intimamente ligadas à verificabilidade, é um assunto bem grave, como foi apontado pelo Lechat e pelo Rafa. Usando a sua metáfora de Direito, a falha da verificabilidade está entre o crime mais grave que por aqui se pode cometer, muito mais grave do que VDA do "mundo real". Quer isto dizer que defendo a eliminação dos artigos sem fontes? Não! Com alguma ironia disfarçada, é o que digo na abertura da discussão: convém arranjar forma de adaptar a prática às regras e vice-versa. Uma coisa é artigo que não é contestado por ninguém, outra é artigo que foi enviado para PE. Nestes, é que é completamente inadmissível que não cumpram as regras.
  • Citação: Dornicke escreveu: «..discutir o que são as tais das fontes reputadas, fiáveis e independentes que servem para provar que um assunto é verificável»
Não interprete isto como um ataque ou provocação pessoal, pelo que vejo não me parece que tenhamos ideias muito diferentes: A ideia parece boa em teoria, mas como é que qualificar fontes quando nem quando o panorama atual é que muita gente (a maioria?) não dá muita importância a fontes nem critérios de notoriedade? Há uma certa contradição entre isto e o que diz antes: então é admissível que haja artigos sem fontes, mas ao mesmo tempo é útil discutir qualificar fontes?
Creio ter lido há muito tempo na en.wp a justificação para o princípio adotado ser o da verificabilidade e não o da veracidade e passa precisamente pela dificuldade em classificar veracidade, o que de certa forma é o que se procura com "fontes fiáveis". Estabelecer critérios para fontes parece-me ainda mais complicado do que, por exemplo, critérios de notoriedade, onde os que existem aprovados são deficientes e cobrem apenas uma parte dos temas onde a sua existência seria útil. Vivemos num mundo onde até os mídia mais reputados por vezes vão a sítios da Internet bem pouco fiáveis. Por exemplo, tem sentido classificar indiscriminadamente blogs como fonte não fiável e jornais como fonte fiável? Quantos blogs não há muito mais fiáveis que jornais ou televisões?
  • Citação: RafaAzevedo escreveu: «qualquer editor pode remover conteúdo sem fonte ou que não satisfaça o princípio da verificabilidade, portanto enviar para ER, ESR ou PE um artigo que não as tem não só é lógico, como o correto a fazer»
Concordo em absoluto! O facto é que se quem envia para eliminação tivesse os instintos destrutivos de que ás vezes são acusados, em vez de enviar para ER, ESR ou PE poderiam simplesmente branquear os artigos.
  • Citação: RafaAzevedo escreveu: «as PEs se tornam cada vez mais um espaço onde tipo de rivalidade pessoal é utilizado como desculpa para voto, seja contra ou a favor»
Não é que isso não aconteça, mas felizmente quero crer que está longe de ser a regra.
  • Citação: João Carvalho escreveu: «Marcar uma página, para ir a votação após dois dias da marcação...»
Gosto da ideia, e já sugeri informalmente algo semelhante aqui e ali. Os que advogam que essa é a ideia da ESR terão alguma razão, mas o termo "eliminação" é infeliz, porque, principalmente para um novato bem intencionado (que está disposto a cumprir as regras), sugere algo de muito grave. Aliás, o mesmo se aplica a PE. Não sei em que ponto vai a discussão de Wikipedia:Eliminação por argumentação, talvez fosse um bom ponto de partida. Não tenho ideias (nem experiência da wiki) claras sobre o assunto, mas a priori acho que seria útil algo do tipo do que o João propõe, mas com um prazo mais alargado, talvez duas semanas: o artigo era marcado com "se os problemas X, Y e Z não forem resolvidos" este artigo é apagado. No entanto, se não mudarmos os hábitos de ignorar as regras, não adianta criarmos mais burocracia.

Carlos Luis Cruz: não era minha intenção discutir os exemplos que dei, que servem apenas ilustrar uma situação comum. O seu ponto de vista "inclusivo" é muito válido e acredito que até funcionaria numa comunidade menos aberta ou que só atraísse "bons" editores, mas não é isso que temos por aqui. Não digo que não haja muitos bons editores; arriscaria até dizer que a maior parte dos artigos que não são meros esboços mal amanhados são produzidos por gente realmente interessada num wiki de qualidade. Mas quase invariavelmente os problemas veem de pessoas que acharam que era giro que a wiki tivesse duas ou três larachas sobre uns quantos assuntos que lhes interessam e após criarem esses artigos abandonam o projeto.

  • Citação: João Carvalho escreveu: «...há coisas, que mesmo não tendo fontes, alguns de nós sabem que o assunto é importante, mas também há muitos que dão palpites sobre assuntos que desconhecem.»
Foi precisamente esse tipo de entendimento que me levou a abrir a discussão. Um sítio com regras que não são respeitadas é pode ser ainda mais propício a conflitos do que um onde não há regras. Quando não há discordâncias de maior, o "bom senso" (o que é isso?) é suficiente para sanar os conflitos, mas o que se discute aqui é precisamente os casos em que o que é "bom senso" para uns não o é para outros.
  • Em relação a fontes fiáveis e a situações em que um texto com fontes pode ser mais errado e aberrante que um texto sem fontes (correndo o risco de me repetir):
Certamente que isso acontece! E é bastante frequente encontrarmos aqui bons artigos escritos imparcialmente sem quaisquer fontes. Não são os artigos que não são contestados que me preocupam, pelo menos no âmbito desta discussão, mas sim aqueles que são contestados. E nesses casos, pondo de parte o facto da verificabilidade ser um princípio quase inegociável, alguém vê uma alternativa eficaz às fontes?
  • Citação: Lechatjaune escreveu: «Sem exigir a apresentação de fontes, somos quase incapazes de resolver disputas e encontrar o ponto de vista neutro, já que estaríamos totalmente mercê dos padrões de ética, moral e senso comum dos editores.»
Esse é que é o grande busílis de admitir artigos sem fontes!
  • Citação: Lechatjaune escreveu: «Para resolver esse impasse, a única saída que eu vejo é criar um novo projeto Wikimedia, também destinado a escrever artigos enciclopédicos, porém com um modelo de gestão mais acadêmico...»
Isso não existe já, embora fora do universo da Wikimedia? O que é o Citizendium do co-fundador "dissidente" da Wikipédia Larry Sanger? Lembro-me de ter visto um documentário muito interessante sobre a Wikipédia onde esse Larry Sanger explicava que tinha saído da Wikipédia precisamente porque não via forma de produzir uma enciclopédia de qualidade nos moldes em que a wiki funciona.
Eu não sei o que pensar acerca de um tal projeto. Por um lado a ideia parece boa, afinal pelo que julgo perceber, quase todos os projetos cooperativos voluntários, nomeadamente de open-source, se são abertos, são também extremamente exigentes em termos de qualidade, tipicamente mais ainda do que os projetos profissionais. No entanto, parece-me mais fácil controlar a qualidade num projeto de âmbito muito especializado e a natureza de uma enciclopédia é generalista.
--Stegop (discussão) 01h28min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Vou me limitar à última parte. O problema do Citizendium é que ele nunca explodiu, talvez por a Wikipédia ter começado antes, talvez por ser muito burocrático, talvez porque era muito fechado. Quem saberá? Larry Sanger em seu famoso artigo Why Wikipedia Must Jettison Its Anti-Elitism apontou três problemas para a Wikipédia de Língua Inglesa em 2004: "1) lack of public perception of credibility, particularly in areas of detail", "2) the dominance of difficult people, trolls, and their enablers" e "3) The root problem: anti-elitism, or lack of respect for expertise". Sanger tentou resolver esses três problemas com uma nova forma de gestão com o Citizedium, mas infelizmente a coisa não decolou. O que penso é que a Wikipédia poderia lançar um projeto paralelo que funcionasse como uma incubadora de miniprojetos, como mais recursos de rede social e possibilidade de aceitar usuários identificados e não identificados. Projetos escolares e universitários, por exemplo, poderiam correr protegidos da comunidade Wikipédia e o professor responsável poderia gerir o grupo com privilégios de editor-chefe. Enfim, é uma proposta que pode ser polida e apresentada ao meta. Obviamente, isso está além do escopo da Wikipédia. Lechatjaune msg 01h54min de 19 de maio de 2010 (UTC)


Passei um tampão a ler todos os argumentos e achei alguns interessantes e outros enfim... Mas basicamente só vou acrescentar isto, acho piada que certas pessoas que muitas vezes reclamam da falta de fontes num artigo, quando votem para o manter baseiem a sua opinião em "eu conheço, logo está certo" contrariando tudo o que disseram anteriormente. O facto é que eu sou adepto de que tudo deve ter fontes, nem que sejam mínimas. Para mim o maior absurdo da ptwiki é os artigos mínimos que na sua maioria são tolerados, "por serem sobre temas conhecidos", não referenciando fontes. Ainda à pouco tempo tive uma discussão acerca de um artigo que pus para eliminar por não existir fontes em que fui massacrado por o ter feito "porque toda a gente conhece", ora quem conhece? Obviamente os brasileiros, não eu que nunca pus os pés no Brasil e nem fazia a mínima do que o artigo estava a falar. Este é um exemplo das pseudo fontes que por aqui são aceites. Ora é claro e bem claro que todo e qualquer artigo, deve ter pelo menos uma fonte verificável, pelo que todos os artigos mínimos, sejam eles quais sejam, deveriam ser eliminados. No entanto, é bem mais claro que se tem que esclarecer muito bem o que se considera uma fonte, pois à situações aberrantes, como por exemplo, um artigo sobre um disco, cuja fonte é o disco em si, ser marcado para ER, por não ter fontes. São estes pequenos absurdos que devem ser resolvidos.

Resumindo. O que de facto se deveria discutir era que tipo de fontes devem ou não ser aceites e o que é uma fonte ou não o é. E isto ser válido para tudo, não só para os artigos como para as desculpas para eliminar ou manter um artigo. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 17h42min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Bem observado. Só um coisa: mínimo não é a mesma coisa que sem fontes. Mínimo signficia apenas que contém pouquíssima informação. Lechatjaune msg 19h58min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Bem sintetizado, Zorglub! Suponho que o Zorglub está tão ciente como eu com a diferença, na prática mais académica do que real, entre mínimo e sem fontes. Digo académica porque é muito raro que um mínimo tenha fontes. Essa é uma das razões principais da minha implicância com mínimos. Mais: ainda estou para perceber porque é que se distinguem mínimos de esboços. Somos das únicas wikis que o fazem. Para além das questões de princípio, esta distinção implica uma deficiente categorização ou dupla categorização de manutenção - eu fico sempre na dúvida se hei-de marcar apenas como mínimo ou se hei-de juntar uma marcação de esboço mais específica. --Stegop (discussão) 20h11min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Eu também não entendo por que diferenciar mínimo de esboço. A propósito, as página curtas são listadas em Especial:Páginas curtas. Lechatjaune msg 20h16min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Mas mínimos efetivamente são diferentes de esboços, é pena que nossa documentação, como sempre, não seja clara neste aspecto, mas a da enwiki não deixa qualquer dúvidas (chamam até os mínimos de sub-stubs, "sub-esboços", se não me engano). RafaAzevedo disc 20h20min de 19 de maio de 2010 (UTC)
O triste mesmo é que mínimos são realmente diferentes de esboços! Imagino que se chegou à conclusão que tinha que se criar uma classificação para distinguir dos esboços, que muitas vezes, por comparação com os mínimos, são verdadeiras teses quase de índole académica.   A detalhe irónico de que até há pouco tempo se explicava que um mínimo era um artigo que podia ter "uma frase ou menos" diz muito sobre o assunto. --Stegop (discussão) 20h39min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Citação: Stegop escreveu: «Há uma certa contradição entre isto e o que diz antes: então é admissível que haja artigos sem fontes, mas ao mesmo tempo é útil discutir qualificar fontes?»
Não vejo contradição. Discutir e qualificar fontes é essencial se queremos que esse projeto avance em termos de qualidade. Eu disse que é tolerável a existência de artigos sem fontes. Não que artigos sem fontes sejam desejáveis. Outra coisa: apagar VDAs é essencial para a factual proteção jurídica do projeto. Eliminar artigos sem fontes não.
Se um editor depara-se com uma página proposta para eliminação e sabe ou suspeita fortemente que o assunto seja enciclopédico, quer por conhecimento prévio ou por dedução... por que não haveria de votar por manter o artigo? Por que não encontrou fontes? Isso não quer dizer que elas não existam. Se um editor acredita que o artigo poderá satisfazer no futuro o princípio da verificabilidade, qual é problema em votar por manter o artigo? Se levassem a ferro e fogo todos os pilares da Wikipédia como levam o princípio da verificabilidade, esse projeto voltava à Idade da Pedra. Que tal eliminar os artigos que não cumprem o princípio da imparcialidade? Não é o que diz nossa política, que nenhum artigo deve defender um determinado ponto de vista? Então... eliminem agora mesmo Federalismo no Brasil. Está marcado como parcial desde outubro de 2008. É uma afronta ao projeto. Que tal? Dornicke (discussão) 20h41min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Se o artigo não tem fontes e não quem defende a manutenção não apresenta fontes, que justificativa pode haver para alegar notoriedade? "eu gosto", "eu conheço", "eu faço parte", "eu acho que é importante"? Lechatjaune msg 20h52min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Vou repetir: Citação: Dornicke escreveu: «e um editor depara-se com uma página proposta para eliminação e sabe ou suspeita fortemente que o assunto seja enciclopédico, quer por conhecimento prévio ou por dedução... por que não haveria de votar por manter o artigo?»
Simples assim. Se acho que um assunto é enciclopédico e atende ao princípio da verificabilidade, ainda que esteja sem fontes, não vou votar por eliminá-lo. Dornicke (discussão) 20h56min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Observe o princípio da verficabilidade a seguir:
Citação: WP:V escreveu: «1. Os artigos deverão conter somente material que tenha sido publicado em fonte reputada. 2. Os usuários que adicionem novo material deverão citar uma fonte reputada. Se tal não acontecer, qualquer editor poderá remover o material introduzido. 3. A obrigação de providenciar uma fonte reputada cabe ao editor que deseje introduzir novo material e não aos editores que desejem remover esse mesmo material.»
A propósito... visitaram o artigo Adolfo Werneck recentemente? Recomendo a visita. Especialmente à "superenciclopédica" seção Rua Adolfo Werneck, que cumpre devidamente vossos tão adorados critérios de verificabilidade. Imagino o que uma pessoa que esteja pesquisando sobre o biografado pense quando se depara com esse artigo... Dornicke (discussão) 21h08min de 19 de maio de 2010 (UTC)
O problema ali não é verificabilidade, é peso indevido e pesquisa inédita. Lechatjaune msg 21h12min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Pois é. Pesquisa inédita mantida e fundida sob redirecionamento. Por que foram apesentadas fontes fiáveis... Dornicke (discussão) 21h18min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Sim,Citação: Dornicke escreveu: «Por que foram apesentadas fontes fiáveis», discordo, porque assim votaram em vez de discutir critérios editoriais e já tive que fazer coisa muito pior que isso ao fechar PEs. Lechatjaune msg 21h22min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Dornicke escreveu: «Se um editor depara-se com uma página proposta para eliminação e sabe ou suspeita fortemente que o assunto seja enciclopédico, quer por conhecimento prévio ou por dedução... por que não haveria de votar por manter o artigo? Por que não encontrou fontes? Isso não quer dizer que elas não existam. »

Concordo com isso, concordo com tudo que seja dito que tenha a ver com o raciocinio, acima do que seja apenas robótico, que nada mais é que a pura ignorancia, digam o que disserem. MachoCarioca oi 21h21min de 19 de maio de 2010 (UTC)

E aproveito para deixar uma opinião que tenho há vários anos por aqui: há diversos editores que, apesar de claramente bem intencionados em suas posições, querem ser mais realistas que o Rei. Abs MachoCarioca oi 21h25min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Citação: RafaAzevedo escreveu: «...a da enwiki não deixa qualquer dúvidas (chamam até os mínimos de sub-stubs...»Confirmo que na en.wp se usava o termo sub-stub, e talvez seja interessante ler a página que explicava o que era um sub-stub. Note-se que o conceito foi abandonado lá há 5 anos(!). --Stegop (discussão) 21h28min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Dornicke, eu compreendo perfeitamente onde quer chegar, e no essecial concordo consigo, pelo menos em teoria. O problema é que, enquanto que a valorização da existência de fontes é útil para derimir conflitos de opiniões, a qualificação de fontes é inevitavelmente muito controversa, pelo que duvido que possa alguma vez passar de uma boa intenção. Como em tudo na vida, não podemos ser radicais - não defendo que se acabem com todos os artigos sem fontes e com outros problemas graves. Mas uma coisa são aqueles artigos que não incomodam ninguém, outra coisa completamente diferente são aqueles que são contestados. E aqui, se admitimos que se mantenham situações comprovadamente contra as regras estamos a torná-las completamente inúteis. Uma coisa é o meu vizinho fazer barulho todas as noite e nem eu nem os meus vizinhos se incomodarem - não tem sentido eu ir queixar-me dele só porque ele não está a cumprir a lei; outra coisa é alguém queixar-se que ele não está a respeitar a lei e vir a polícia dizer que não pode fazer nada porque "há casos mais graves de gente a fazer barulho" ou que "era pior se fosse ladrão".
Vamos ser objetivos sem sermos frios: se alguém em quem eu tenho razões para confiar, nomeadamente pelo seu historial de editor diz numa PE acerca de um assunto que eu conheço mal que "é relevante", mesmo sem apresentar fontes, é possível que me chegue a palavra dele e me abstenha se ainda não votei para apagar. Mas se a palavra de um editor tem a mesma força que a presença de uma fonte, ainda que primária ou pouco fiável, como é que isso se enquadra nas regras? Como se determina em que casos a palavra dos editores vale tanto como fontes? Ainda se houvesse ranking de editores... Mas por mais aspetos positivos que isso tivesse, além de ser completamente contra o espírito do projeto, duvido muito que os aspetos positivos suplantassem os negativos. A questão não é o que "está certo" em teoria, é uma questão prática - tem que haver regras que se consigam aplicar de forma minimamente objetiva, sob pena de serem inúteis.
Citação: Dornicke escreveu: «visitaram o artigo Adolfo Werneck recentemente?»Só lhe digo que fui eu quem levou essa coisa para a PE que obrigou o redir (contra o meu voto). --Stegop (discussão) 21h28min de 19 de maio de 2010 (UTC)

21 de maio de 2010Editar

A menção à rua tinha todo o cabimento na biografia do poeta, como acontece em tantas outras biografias de personalidades. Infelizmente o que deveria ser uma menção na prática foi a transferência quase integral do artigo da rua para ali. Como diz o Lechat, pesquisa inédita e peso indevido.--- Darwin Ahoy! 04h08min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Citação: Stegcop escreveu: «a qualificação de fontes é inevitavelmente muito controversa,»

Concordo tbém, 'fonte fiável' é relativo, não aguento certos editores enchendo a boca com isso, e se achando no direito divino de retirá-las ou mante-las, quando a fiabilidade ou não da fonte em questão não passa de POV. MachoCarioca oi 21h36min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Bem observado: classificar fontes como melhores ou piores tem sempre algo de WP:NPOV e quero crer que é essa dificuldade de conseguir acordo sobre o que é fonte fiável que levou à valorização da verificabilidade sobre a veracidade. --Stegop (discussão) 21h44min de 19 de maio de 2010 (UTC)
Creio que com fontes ou sem fontes, o julgamento que cada editor faz nas PEs continuará sendo subjetivo. Exemplo: algum tempo atrás o artigo da artista plástica Claudia Hersz foi eliminado pela segunda vez. Na primeira vez, não tinha fontes. Na segunda vez, argumentei e apresentei fontes na discussão, que foram posteriormente incluídas no artigo por Carlos Luis Cruz. O editor também reformou o artigo. Na época, ainda tinha dúvidas se a biografada já era relevante ou não para constar do artigo e fiz questão de expor isso na argumentação. Hoje, vendo o tipo de coisa que tem sido mantida por aqui, com ou sem fontes, não teria nenhuma dúvida de que uma artista que representou o Brasil na Bienal do Mercosul, que chefiou curadoria de exposições em museus brasileiros e de outros países sul-americanos mereceria ficar...
O problema maior não é o artigo ter sido eliminado. Afinal, pode ser recriado. O problema é que respeitando-se ou não o critério de verificabilidade, o julgamento continua sendo extremamente subjetivo, e o editor que se prontificou a arrumar o artigo viu todo o seu trabalho jogado fora. O fato de que eliminamos artigos de curadores e artistas plásticos brasileiros integrantes de bienais fora - com fontes - enquanto mantemos artigos sobre gírias anglófonas de internet - sem fontes - é apenas um (triste) detalhe. Dornicke (discussão) 22h25min de 19 de maio de 2010 (UTC)

Correto e sendo de analise pessoal, não compete a um editor que resolva retirar conteudo de artigo baseado em 'controverso sem fontes fiaveis' a continuar a retirá-lo se houver um questionamento. Há varios editores aqui que vão retirando o que veem baseado nesta premissa pessoal e vários também que retiram frases e paragrafos inteiros de um artigo porque ele não está referenciado! Ora {{carece de fontes}} serve pra que afinal? MachoCarioca oi 22h58min de 19 de maio de 2010 (UTC)


A Wikipédia se rege por cinco pilares, eles são simples porém não podem ser negociados pela comunidade, eles foram algo como a nossa constituição. São princípios editoriais, comportamentais e de gestão que devem orientar o andamento do projeto. A Wikipédia não é uma ceita e, portanto, temos o direito e o dever de questioná-los e identificar e entender as limitações que produzem. Mas se a Wikipédia não é um culto, também não é um sociedade de ações, não nos pertence. Na prática, todas as comunidades levantaram cercas no projetos e a nossa não é diferente. Claro, os cinco pilares não resolvem todos os problemas, mesmo quando se deseja respeitá-los e sempre há espaço para a subjetividade. Mas é um erro crer que a subjetividade dê a um editor o direito de sequestrar para si o projeto. Mesmo o legislador eleito numa democracia deve se ater à constituição. Felizmente, vejo nossos princípios editoriais têm ganhado mais respeito e espaço em detrimento da subjetiva dimensão "relevante X irrelevante". Gostaria mesmo de conhecer como tudo isso começou. Na wiki.en, eles falam de notabilidade, mas notabilidade se comprova por fontes e portanto não desrespeita a verificabilidade. O que eu acho realmente curioso sobre o conceito de relevância, é que ele é mais que subjetivo é absolutamente arbitrário. Se fosse necessário por alguém motivo (como a criação de uma versão em papel da Wiki) escolher quais são verbetes mais importantes, que critério seria adequado? Já não espero que haja uniformidade de resposta se pedir a diferentes editores para ordenar por relevância artigos como Fernanda Montenegro, Godfrey Harold Hardy, Pelé, Richard Feynman e Xuxa. E se compararmos Artur Ávila, Augusto de Campos, Carla Perez, Lawrence Lessig e Ratinho? Andressa Soares foi eliminada uma, duas, três vezes e depois mantida. E acho que o critério sempre foi relevância enciclopédica, sé que teve algum. Relevância é um critério tão subjetivo que mesmo editores experientes e sérios podem divergir radicalmente. Tão subjetivo que experiência nem parece ser um fator importante. Para tomar decisões com base em relevância, talvez fosse necessário eleger um painel de árbitros, todos bem identificados, imparciais, que não puxasse nem para o lado dos brasileiros nem para o lado dos portugueses. Outra opção é que relevância fosse decidida por voto com participação massiva não só dos editores do grupo com mais de 45 dias de registro e 100 edições no domínio principal, mas também dos leitores. O stats.grok está fora do ar, mas daria uma indicação do que valorizam nossos leitores. Lechatjaune msg 01h25min de 21 de maio de 2010 (UTC)

Artigo Contagem em março no stats.grok Artigo Contagem em março no stats.grok
Fernanda Montenegro 5702 Artur Ávila 296
Godfrey Harold Hardy